Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[DÚVIDA] Real, brigas e relacionamento e bater no sexo
#21
Leia os textos do Pragakham, jovem. Se você não esporrar na cara, enfiar o soco, enforcar, cuspir, dar tapas, ela vai achar alguém que faça.

De qlq forma, ela mentiu, mente e continuará mentindo e você aceitando tudo, pq é fraco e sem talento. Essa é a verdade.

Mas achei interessante, você é disse algumas coisas que só tornam explicito o materialismo e utilitarismo presente na mente e cultura do merdileiro (que ocorre no mundo todo). Casamento não é a Disney, flores, céu azul e muito sexo. O único objetivo de um casamento é criar uma família e ter filhos.

Lógico que o sexo é um indicador da saúde do casal e do quanto a fêmea te respeita, mas nem de longe é o objetivo. Por que caralhos alguém casaria, arriscando perder todos os bens e rejeitando todas as outras buças do mundo, se não para criar prole?
Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#22
Mano, você é o cara bonzinho, e sofre daquela tendência de racionalizar certas concepções, você julga os outros de acordo com seus conjunto de princípios e formações de família, prova disso é que você se assusta com a coisa mais banal da 'mudernidade' que é a seletividade de parceiros e como existe o enfoderamento feminino, a mulherada tá rodando no mais que o pião da casa própria, inclusive tendo 2 ou 3 ou mais ao mesmo tempo. ... Ainda por cima se acham isentas do julgamento da sociedade machiste.

Você pensa que só porque vocês perderam a virgindade juntos, vocês vão ficar até o fim da vida e que ela te deve toda fidelidade, o problema é que nem todo mundo pensa da sua forma de enxergar o mundo e o meio social pode exercer bastante influência em algumas pessoas, e no caso dela tem 'azamigas' e as 'noitada', se elas saem e fazem coisas juntos é porque existem características e afinidades em comum entre elas.

'Aprendão': mulher conversa de sacanagem e putaria muito mais que o homem, eu acredito que os homens são pudicos neste aspecto, o homem quando fala de putaria mente mais que candidato em eleição ...Mas as mulheres compartilham suas experiências de putaria de forma detalhada. Claro que ela se influenciou pelas idas e vindas com as amigas e nessas paradas sozinha, teve SIM experiência com outros machos, preciso dizer isto? ... Mulher sai a noite para chamar atenção, homem é que é idiota e gosta de sair para falar de jogo do Mengão com o fiscal do ponto de ônibus, beber cerveja quente e fumar cigarro no varejo, igual ao confrade que escreve isto faz.

Essas paradas de terminar e voltar é sinal de instabilidade emocional de ambos, geralmente quem faz isso são os entes que se juntam para validar seus problemas em comum, ela fica contigo talvez por alguma tendência em receber afetos, pois o cafajeste só vai dar piruzada na cara dela e vai embora.

Sobre bater, a mulherada gosta disso pô é da natureza do feminino de sentir subordinada ao homem na hora do cruzo, se ela te pediu, faça! O ruim é quando você bate sem ela querer, aí pode dar ruim, de resto, segue o jogo!

Esse relacionamento aí tá uma porra, voltar para a mocinha que você já terminou umas 3 ou 4 ou 5 vezes, para voltar todo melindrado, cheio de desconfiança porque ela curte foto de homem sem camisa no instagram, cheio de DRs patéticas, atrapalhando a sua vida e a vida dela! foge dessa confusão aí. Isso é RUIM DEMAIS!

Responda-o
#23
Se você anda com maconheiro, vai achar fumar maconha normal. Se você andar com ladrão, vai achar que roubar é normal. Se você anda com quem trai, vai achar que trair é o que? É só seguir a lógica confrade. Tu tá apegado e apaixonado por ela e isso afeta tua visão da realidade, situação que tu só vai perceber quando superar o emocional e racionalizar direito. Mulher já é influenciada por amigas normal, imagina em festas, com bebidas, putarias e outros maxos que podem até ser mais atraentes que você? Pois é, ela não é um alecrim dourado e princesinha da disney, para de idealizar ela. E pra encerrar, come ela direito, se não ao invés de te chifrar escondido, ela vai fazer questão de chifrar e fazer você saber, toda mulher gosta de ser enforcada e levar uns tapa, isso faz parte do prazer delas.
" Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á "
Responda-o
#24
Vou só dar 10 centavos de colaboração aqui, pq a galera já analisou o suficiente o teu lado:

Esse lance dela voltar à igreja e ser catequista parece muito ser virtue signaling. Tipo aquelas minas que depois de viver a vida loucamente entram pra igreja e acham que isso zera o contador de pirocas.

Basta ver que , antes dessa guinada, a mina tava "soltinha" , e você era o peso enquanto estudava.
Responda-o
#25
(10-08-2023, 10:44 AM)Gorlami Escreveu: Leia os textos do Pragakham, jovem. Se você não esporrar na cara, enfiar o soco, enforcar, cuspir, dar tapas, ela vai achar alguém que faça.

De qlq forma, ela mentiu, mente e continuará mentindo e você aceitando tudo, pq é fraco e sem talento. Essa é a verdade.

Mas achei interessante, você é disse algumas coisas que só tornam explicito o materialismo e utilitarismo presente na mente e cultura do merdileiro (que ocorre no mundo todo). Casamento não é a Disney, flores, céu azul e muito sexo. O único objetivo de um casamento é criar uma família e ter filhos.

Lógico que o sexo é um indicador da saúde do casal e do quanto a fêmea te respeita, mas nem de longe é o objetivo. Por que caralhos alguém casaria, arriscando perder todos os bens e rejeitando todas as outras buças do mundo, se não para criar prole?

Não entendi muito bem a última parte da sua colocação. Em momento nenhum disse que não pretendo casar ou ter filhos. Pelo contrário, esse seria meu objetivo no meu atual relacionamento e em todos os outros que eu viria a ter. É complicado me afastar desse pensamento e não acredito que seja correto ter nenhum namoro sério se o objetivo não for a constituição de uma família.

Acredito que eu tenha sim o meu valor na sociedade, ainda que no fato de ser um homem comum. Não estarei inventando nada, movimentando grandes quantias de dinheiro, empregando pessoas ou nada do tipo, mas sempre existe algo de valor que quase qualquer pessoa deixa na sociedade. Pode ser não contribuindo para uma eventual piora, pode ser na criação de filhos e pode ser na vida espiritual.

Como disse o @Penoso: soca fofo. Bem pode ser, honestamente, não vejo mal nisso. Não considero um problema aceitar dar tapas na bunda e gostar, mas não de enforcar e de dar tapa na cara. Posso mudar de pensamento? Claro, mas nada que me faça ver de outra forma hoje, embora sacrifícios para tal prática possam ser feitos para evitar problemas conjugais.

Entendo o que você disse @candango, embora a possibilidade dela não ter me traído exista, existe também de ter traído. Não acredito que isso se deva ao simples fato que ela me contou que queria "apanhar na cama" e expor isso pra mim. Ela sente tesão nisso e falou. Assumiu que gosta de tal prática e que quer que eu faça com ela. Pelo que entendi, a solução é realmente fazer.

O conselho do @BarbaNegra foi o que talvez mais se aplicou na minha situação atual. Muito embora ela aceite não ir em balada, a conversa sempre volta hora ou outra. Muito embora tenha aceitado o deslocamento interestadual, demorou e precisamos de brigas e términos para tal ato. Me emocionei bastante com o seu comentário. Provavelmente vou ler sempre que necessário.

A solução é encontrar alguém que pensa igual seria de fato ideal. É complexo. Começamos muito novos e talvez boa parte dos problemas venha desse fato. Melhoramos. Ela me apoiou muito tempo e em momentos difíceis e eu não fiz diferente. Aguentei um término por discordância de opinião na questão da viagem e nesse ponto, amadureceu. Não sou arrogante a ponto de dizer que sou o único dono da verdade entre eu e vocês ou entre eu e ela. Mas bem, não acho que após tirar a virgindade dela (coisa que não considero ideal) e ela me acompanhar desde os 17 anos e, agora com 8 anos de relacionamento, me desfazer da situação. Vou tentar colocar minhas questões pessoais em primeiro lugar e ver se funciona. Do contrário, voltar a casa zero. Até que se prove o contrário ela não me traiu, o que consideraria imperdoável.

Não objetivo, se solteiro, sair por aí pegando ou fazendo sexo com geral. Respeito quem o faz. Cada um com suas convicções. A mesma que me dificulta na questão de bater me impede. Não sou perfeito e erro, inclusive, na questão do sexo antes do casamento, mas bem, ainda pensava decididamente que ela seria a mulher da minha vida até 1 semana atrás. É difícil de aceitar, suponho.

@Fernando_R1 De fato esse é meu pensamento. Acredito na boa e velha história do "uma só carne, um só corpo". Se possível, e ela se provar uma companheira melhor, gostaria de casar. Espiritualmente acredito que a construção de uma família como a que tive pode ser um dos meus principais obetivos de vida. Existe a responsabilidade de tirar a virgindade dela. Assim como ela tem comigo.

A questão da maconha mencionada pelos colegas. Cresci com um conjunto de amigos que após entrar na faculdade fumaram maconha e continuam até hoje. Ainda posso ir no aniversário e em uma ou outra eventual saída (tempo curto e hoje é raro, o que não significa que sempre será). Da mesma forma tenho amigos que têm tatuagem e são evangélicos. Um que é espírita e outro que sequer é religioso. Alguns que votam de forma completamente diferente da minha. Isso não diz muito. Os locais onde eu mais fui parecido com todas as pessoas sempre foi em segmentos específicos e isso não diz muito.

Amigas que traem. Bem, meu tio (hoje divorciado) sempre traiu a esposa. Isso não diz muito sobre meu pai ou meu avô. Um amigo meu já traiu, pediu conselhos e isso não significa que eu faria a mesma coisa. As pessoas são diferentes e não é preto no branco. Não acho que uma amizade com maconheiros faz ninguém automaticamente um drogado. Da mesma forma, se em um grupo de amigas 2 traem, não significa que todas vão fazer o mesmo. A solução pode ser realmente terminar e pelo menos hoje isso é uma possibilidade mais real caso não dê certo. É difícil julgar. Absorvi que talvez seja necessário abstrair e tentar fazer de forma mais agressiva, me acostumar com a prática. Que ela deve me ver como prioridade caso seja do seu interesse prosseguir na história de constituição familiar. Em um dos términos, também me relacionei com outra garota. Não chegamos a namorar e eu definitivamente não fiz sexo e nem o faria, mas é realmente muito pessoal.

Andar eventualmente com maconheiro não faz ninguém achar que tal prática é normal @BetaNPC . Talvez isso influencie uma criança, mas somos adultos. Na minha profissão, eu diria até que a prática é comum. Assim como tatuagens, alta porcentagem de gays e de lésbicas. Isso não necessariamente me faz ou faz de ninguém um, embora a situação possa representar uma influência grande em crianças. Não adultos, mas isso é uma opinião pessoal. É possível ter acesso a locais onde ocorre venda e consumo de drogas (universidades, caminho da escola pra quem foi a pé) e nunca consumir. É possível ter dinheiro e não fazer uma tatuagem ou colocar um brinco. Se fosse preto no branco assim a situação da polícia e do país seria realmente muito mais simples. É possível ter amizade com uma pessoa que vota, acredita e defende o aborto. Assim como é possível ser religioso e ser amigo ou aceitar conselhos e aprender com pessoas que praticam o sexo de forma casual. É possível ser amigo de quem frequenta "puteiros" e não concordar. É possível que alguém aqui frequente um e isso não diz nada sobre a pessoa (ela pode, no futuro, casar, ser fiel e inclusive ser um bom marido), embora a pessoa esteja se relacionando com uma pessoa em um ambiente complexo e de alto risco (ainda que espiritual).

No mais, acredito que tirarei proveito dos bons conselhos que aqui obtive. Agradeço a oportunidade, afinal, não teria coragem de expressar tal problemática no meu meio familiar ou de amizades. Eventualmente posso atualizar a situação. Ou não. Continuarei acessando o fórum e tentando aprender com a experiência dos demais, em especial daqueles que viveram situações semelhantes e nos que têm experiência em relacionamentos/casamentos sérios após um entendimento maior de que as coisas não são exatamente como a gente (ou eu) inicialmente pensei (filmes românticos, igreja, família e até mesmo a própria beleza e feminilidade das mulheres desperta na maioria). E, como disse, o livro do alita e o fórum me ajudou bastante em bons períodos do meu relacionamento atual. Longos períodos sem problema em 8 anos. Não penso também que outros relacionamentos não teriam problema e posso estar errado em tentar me ajustar ao meu uma última vez.

É importante entender que as mulheres não perfeitas e inocentes são como crescemos ouvindo. Elas são pessoas, como nós e isso realmente é difícil de entrar na mente de muitos (na minha sei que é).

Cego? Bem, espero acreditar que não houve traição. A possibilidade existe e eu não queria admitir. Obrigado para aqueles que me alertaram sobre um fato até então ignorado.
Responda-o
#26
Só recomendo que não fique ressentido com as frases duras dos amigos e nem com a situação em geral.

O fato é que esse relacionamento está perdido. Eu insisti e me lasquei, é inevitável. Não deixe acontecer.
Responda-o
#27
Ele precisa ler o relato do Conde.
[Image: bba23b78269a08f78f4951755bda6feb0a4e8a9d...8fc_1.webp]

E não houve traição, são coisas que colocaram em tua cabeça trollface
Spoiler Revelar
"Quando um homem quebra seus grilhões e correntes; jura jamais servir a outro senhor, é aí que ele se torna verdadeiramente livre." (Spartacus)

“O amor-próprio não é um pecado tão grande quanto a auto-negligência.”  (Henry V.)

"...Fui grandemente encorajado, segundo a boa mão do SENHOR, meu Deus..." (Esdras 7:28)
Responda-o
#28
(10-08-2023, 12:58 PM)Shaft Escreveu: Ele precisa ler o relato do Conde.
[Image: bba23b78269a08f78f4951755bda6feb0a4e8a9d...8fc_1.webp]

E não houve traição, são coisas que colocaram em tua cabeça trollface

E azamiga não são má influência não, imagina!
Responda-o
#29
@telperion

Eu já sou balzaco e só quero paz e tranquilidade, não tenho mais tempo para escolher perfis X ou Y das damas. Me irritou ... já mando ir para a caixa-prego, é poucas idéias!

Você tá muito apegado aos frames da moralidade, tanto que você grifa com muita ênfase estas ocorrências, talvez a menina seja desapegada dessas judiciosidades sobre a moralidade e encare alguns fenômenos com mais naturalidade.

E nessa altura do pagode se ela o traiu ou não traiu é o de menos, essa coisa de ficar indo e voltando, terminando e reatando é coisa de duas partes emocionalmente instáveis, essas picuinhas só geram desgastes emocionais, sempre na mesma dinâmicas de DRs broxantes, brigas com indiretinhas nas redes sociais em um ajuntamento estressante e ridículo que só prejudica a vida dos viventes. Daqui a pouco o Sr. tá com quarenta anos e ainda está amarrado nessa relação 'punheta de pau mole' de: termina; e vai; e volta e perdoa; e fica puto; e volta a perdoar .... Broxante isso!

Se é para ter uma vida com problemas compre um Marea turbo.

Responda-o
#30
9.1) Ela começou a querer que eu bata nela durante o sexo. [não tapa na bunda normal, mas bater na cara e enforcar] Não sei de onde isso surgiu e não consigo enxerga-la dessa forma. É difícil pra mim. Acabei, inclusive, brochando pela primeira vez e outras vezes com essas situações (sou bastante novo e não acredito que isso deveria ocorrer). 


9.2) Ela teve prejuízo mês passado e mentiu pra mim que teve lucro. Fiquei desanimado da situação e reclamei da questão da foto quinta passada. Ela reclamou que quer apanhar no sexo. Terminamos mais uma vez e sábado, voltamos e fizemos sexo. Domingo passamos o dia juntos e ela disse que iria pra outro estado comigo. 


A cachorra está sendo adestrada por alguém, quem é o adestrador?  Pedindo porrada na hora do sexo, ela indiretamente está pedindo por punição e castigo pois tem culpa pelo chifres que mete ou meteu em vc, é uma forma de expiação e trangressão escapista..... Gargalhada  É só suposição supositório.....talvez ela esteja assistindo influenciadoras..... Risada ensinando empoderamento ou praticando uma fisioterapia mais apimentada e alternativa a domicilio ou no proprio local de trabalho....

Egressas do funk e adeptas de sexo grupal com marginais e fetichistas  tem esses transtornos redundantes....

Não seja retrogrado e machista.... Big Grin seje mente aberta......









Praticamente já são casados Heart  só falta morarem junto e oficializarem: Final Feliz

Não se esqueça dos presentes na lista de casamento :
Spoiler Revelar

[Image: shopping?q=tbn:ANd9GcQVOD4MuiXWKbcavcaCE...N&usqp=CAE]



[Image: shopping?q=tbn:ANd9GcTwHChfMXDlTvlXbMuHo...w&usqp=CAE]


[Image: Bdsm-bondage-restri-es-corpo-sexo-brinqu...amenta.jpg]
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#31
Mulher que vem "do nada" com uns desejos sexuais totalmente estranhos ao que vocês faziam normalmente é TOP MASTER RED FLAG DAS GALÁXIAS.
Desculpe, mas não tem como não imaginar que outro(s) cara(s) rasgou(rasgaram) ela, fazendo diversas sodomias e ela gozou feito louca. Não tem como, velho.
Sai fora essa mina, que a cena do cara socando a pica FORTE nela e dando uns tapões enquanto falava umas putarias não sai da mente de ninguém aqui, quanto mais da sua.
Não tem como conviver com uma mina assim.
Se você fosse mais forte eu aconselharia a ser um dos caras que aparece só pra socar o pau e sair fora, sem muita conversinha, mas não é o seu caso, pelo jeito.
Responda-o
#32
Meu amigo, agradeça a Deus que essa mulher não tenha engravidado ainda, teu inferno poderia ser bem pior.. Não existe relação saudável com esse vai e vem, digo por experiência própria, com minha primeira namorada foi assim. Fora que ela já deu vários indícios que te trai ou traiu, tais numa situação que não vê realidade fora da relação entre vocês dois. No mais, todos já deram a letra, não perde teu tempo, vai correr atrás de outras coisas pq ela está correndo atrás de pica e balada a muito tempo...
Responda-o
#33
Realmente, eu nunca vi um individuo tão ingênuo, submisso, ignorante, e fraco (me perdoe as ofensas, mas acho que você precisa de uma dose de realidade, já que viveu tanto tempo na mentira). Você é o típico homem bonzinho, moralista, que acredita em amor, que faz sexo com carinho, romântico, e acha que é assim que se conquista as mulheres.
 O que faltou no seu relacionamento foi você ser um homem de verdade, você não satisfazia sua dama, e você foi extremamente permissivo. Ela já deve ter se deliciado de inúmeros homens, e você fingindo ignorar a realidade.
 Não tem muito o que dizer, agora é você aceitar a realidade e mudar de fato. Honre os seus culhões!
A sorte favorece os audazes
Responda-o
#34
Caralho, meu irmão

Assume esse Concurso porra!

Esquece essa piranha.
Responda-o
#35
Outro papo de doente dos caras aqui da Real que ficam admirando essas esculturas homossexuais gregas:

- Mulher não fica pedindo pra tomar porrada na cama. A maioria é tão relaxada que só de você estocar com força ela já pede pra ir devagar. Até com essas porras de funk dominando o Brasil, o fato é que nem na sentada a mulher média aguenta 1 minuto sem reclamar que está cansada.

Se eu fosse você já teria enfiado um socão na costela dela quando ela pediu pra bater kkkkkk. Ia ser engraçado pra caralho ela sem conseguir respirar no meio da foda kkkkk.

Vi aqui e sua mulher é Fisioterapeuta. Profissão de puta do caralho.

Enfermeira, Fisioterapeuta, Psicóloga: profissão favorita de puta.
Responda-o
#36
Parei de ler nessa parte: "Perdemos a virgindade um com o outro e só fiz sexo com ela até hoje (por motivos pessoais) e ela comigo." Acho que alguém foi enfeitiçado e enganado. 

trollface
Responda-o
#37
Seu relato tem uns pontos que acho interessante comentar:

1 - Sua mentalidade é muito comum à maioria dos caras da sua idade que não se lascou ainda o suficiente. O que você tem que fazer é pensar em todo o seu sofrimento até agora e dar um basta.
2 - Seu relato tem informações mais que suficientes sobre com quem você esta lidando. Pense que a única diferença entre você e a galera aqui é que todo mundo já se lascou pra aprender que na 1º redflag você abre o olho e na 2º você some. Você citou aí umas 6 ou sete.

Uma vez que você sabe que a solução do seu problema é sumir, vamos para a parte prática:

Todo homem precisa passar por um tempo de deserto. É lá que você vai amadurecer, ficar sozinho e aprender sobre a vida. Corte o vínculo afetivo com seus pais, seus amigos e principalmente com mulher. Vai continuar interagindo normal, mas vai tentar resolver sua dependência com mulher, amizades e familiares. Só assim para aprender a gostar da sua própria companhia e desenvolver sua independência em todos os aspectos possíveis, principalmente o emocional que é o real problema.

Não precisa ser um auto-isolamento total mas só faça parte de grupos funcionais e se concentre na utilidade, não nas pessoas. Com familiares seja educado e político mas nunca emocionalmente envolvido. Mulher só envolvimentos sem nenhum tipo de compromisso e jamais assuma nenhum risco.

Esqueça coisas como formar família, namoro, paixões, etc. Depois que você se aprender a viver sem isso, pode voltar a pensar no assunto.

Use o tempo no deserto para se desenvolver. Ou seja, para de perder tempo pensando em mulher, grupinhos, fofocas,etc.
Responda-o
#38
Sou contra essa ideia de se isolar propositalmente. 

Nos períodos que me senti sozinho foi por que a própria vida exigiu esses momentos de mim, não era o que eu queria mas também não lutei contra o destino, tive que aprender a aceitar. Óbvio que solidão vem acompanhada de tristeza, ainda mais quando se é jovem, porém tudo é aprendizado. Provavelmente os momentos mais tristes de minha vida foram os de solidão mas também foram os que eu mais amadureci como pessoa. Eu sempre digo que a vida nos coloca em fases de lapidação para que possamos estar prontos para os próximos capítulos.

Por isso não vejo sentido em se auto isolar propositalmente, considero desnecessário por que uma hora ou outra esse momento de solidão vai ser obrigatório e imposto pela vida de forma forçada quando a gente menos espera. 

Meu conselho é, se você está rodeado de amigos, família, tem uma namorada ou algumas ficantes legais, aproveite ao máximo, curta os momentos felizes, dê risada, faça coisas que sinta vontade, viva a porra da vida, afinal de contas você nunca sabe o dia de amanhã. Nada acontece por acaso e cada ciclo é exatamente do jeito que precisa ser, não é necessário pular etapas, apenas aproveitar o momento presente.
Responda-o
#39
(30-10-2023, 09:14 AM)BarbaNegra Escreveu: Sou contra essa ideia de se isolar propositalmente. 

Nos períodos que me senti sozinho foi por que a própria vida exigiu esses momentos de mim, não era o que eu queria mas também não lutei contra o destino, tive que aprender a aceitar. Óbvio que solidão vem acompanhada de tristeza, ainda mais quando se é jovem, porém tudo é aprendizado. Provavelmente os momentos mais tristes de minha vida foram os de solidão mas também foram os que eu mais amadureci como pessoa. Eu sempre digo que a vida nos coloca em fases de lapidação para que possamos estar prontos para os próximos capítulos.

Por isso não vejo sentido em se auto isolar propositalmente, considero desnecessário por que uma hora ou outra esse momento de solidão vai ser obrigatório e imposto pela vida de forma forçada quando a gente menos espera. 

Meu conselho é, se você está rodeado de amigos, família, tem uma namorada ou algumas ficantes legais, aproveite ao máximo, curta os momentos felizes, dê risada, faça coisas que sinta vontade, viva a porra da vida, afinal de contas você nunca sabe o dia de amanhã. Nada acontece por acaso e cada ciclo é exatamente do jeito que precisa ser, não é necessário pular etapas, apenas aproveitar o momento presente.

De fato, se auto isolar e viver em uma ilha é ruim. É um pouco complicado dizer o que eu quero dizer mas pensando em usar outras palavras como recurso, vou corrigir:

O homem tem que aprender a só fazer parte de grupos ou de relações quando elas são saudáveis e benéficas. E tem que aprender a jamais estar em uma relação ruim porque não consegue ficar sem relação alguma. Por isso é importante gostar da própria companhia.

Agora o camarada em questão está em uma relação ruim, sofrendo e passando por certas humilhações porque não consegue ficar sozinho. Aí não tem jeito, a solução é sair fora até que apareça alguma mina que preste e que não ferre a cabeça do coitado. E tem que aprender a desapegar e parar de se envolver nesse tipo de situação autodestrutiva. Só passando tempo consigo pra conseguir.
Responda-o
#40
Muito bom o relato... A vida como ela é, como já dizia Nelson Rodrigues...

É o que costumo dizer, relacionamento pra mulher promíscua não entra na minha cabeça, pois se ela consegue "sexo" quando quiser, pq namoraria, teria relacionamento sério?... Sei o tal "porto seguro", mas é mal caratismo demais.

Tenho uma "conhecida" do trabalho, nota aí 5, arrumada 6, que todo final de semana ou quando quer "sair pra transar" arruma facilmente novos ou combina com seus contatinhos.. Sei disso pois uma ficante amiga dela me dizia isso... Essa "ficante" por sinal, tbm era rodada... Enfim, jogar o jogo nas regras que temos.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  A Real para um Relacionamento de Sucesso! (Perspectiva Cristã) MacalisteR 3 2,261 27-04-2019, 02:30 PM
Última Postagem: Inocente
  Relacionamento com mulheres: Como está depois de conhecer a Real? Sagitario 108 39,711 09-11-2018, 06:18 PM
Última Postagem: cerroazul

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 4 Visitante(s)