Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Uma mulher sem um homem, é uma mulher entristecida.
#21
Spoiler Revelar
(30-07-2020, 03:01 PM)Gorlami Escreveu: Ontem, por um acaso, trombei com um vídeo onde um cara coloca uma mulher para se passar por homem no Tinder, achei interessante a proposta e assisti. Foge um pouco à discussão, mas vou postar mesmo assim.

Disseram acima que o homem come o pão que o diabo amassou, e essa é a real. Apenas mulheres, crianças e pets são amados incondicionalmente pelo que são, homens tem de provar seu valor (para sociedade) todos os dias.

Continuando. No primeiro dia ela entrou em choque por, pasme, conseguir apenas 5 matchs e nenhuma resposta no chat. E assim prosseguiu, ela dizendo que achou que seria fácil por "conhecer e saber o que querem as mulheres" (nem elas mesmas sabem, desistam de tentar agradar).

No final do quinto dia ela chegou a chorar, e disse não desejar ter que passar por uma experiência dessa novamente. Agora, imagine o homem comum, medíocre que vive esse inferno e não pode sair dele. Eu deixei de julgar os MGTOW's a muito tempo.

Esse relato lembra o livro da Norah Vincent. A Lésbica que achava que os homens viviam um paraíso de poder e vantagens. Resolveu viver como homem um período e depois acabou escrevendo a história.

O nome do livro é Feito Homem.
Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.
Responda-o
#22
O tópico só melhora cada vez mais, mas esse trecho aqui me chamou a atenção:
(29-07-2020, 03:39 AM)Remy LeBeau Escreveu: Cronos e o mercado são duas coisas implacáveis! 
Seja pelo transcurso do tempo e seus reflexos, ou, do ostracismo causado, de anos e anos de hipergamia e uma vida desvairada, que a tornaram desinteressante aos outros (mesmo com a aplicação da regra do Pareto aqui), os efeitos do tempo e a perda da notoriedade são duas realidades, que cedo ou tarde surgem para cobrá-las. Aqui não há como escapar. 

O imperativo biológico da reprodução não foi atendido, o período infértil já e uma realidade. Por outro lado, há de se lidar com a solidão. Ocorre que o impacto aqui é maciço, já que estavam acostumadas com as companhias, regalias, favores e pretendentes. Mas nessa etapa, tal fonte secou ou já é inexistente. Por outro lado, a competitividade feminina é implacável. Além de competir entre elas, uma geração de mulheres solteiras já foram suplantadas por novinhas, as quais já miram o mesmo nicho e se destacam com excessiva naturalidade. O poder de barganha decaiu, e, em alguns casos, já é integralmente favorável ao homem (mesmo ao mangina), que possui um maior poder de fogo, após vagar em um deserto sexual, com a possibilidade de pela primeira vez ter direito de escolha, e obviamente quer se fuder na mão da que melhor lhe agrade. Assim, para a mulher solteira em tal situação, pela primeira vez será rejeitada pelo excedente masculino, que outrora a colocava em um patamar de uma divindade. É um choque de realidade.
Isso me fez lembrar a última garota que namorei, pouco depois de eu ter terminado com ela (lembro que falei tanta real que foi até crueldade, mas eu precisava lavar a alma), e outras garotas que já aconselhei algo parecido:

"Ô vocês prestam atenção no que fazem, procurem achar um cara legal, pois agora vocês podem ESCOLHER. No futuro, vocês terão que ficar com o que SOBROU, a maioria dos caras legais já vai estar ou estragados, ou casados, ou atrás de mulheres mais novas". Incrível que pareça em toda ocasião que falei isso uma ou outra pode até ter se doido um pouco, mas viu que eu não tava lá de trouxa e sabia o que tava falando, ela gostasse ou não, e no fim terminou me respeitando mais por isso.

Sim, muita filhadaputagem da minha parte dizer isso, mas acredito que muitas delas sabem disso no fundo, acredito eu, não é possível tamanha falta de consciência, afinal mulheres temem ser trocadas, temem o futuro e a concorrência mais do que tudo. Por isso mesmo que sempre que surge brecha com amigas e colegas eu procuro dar esse toque, que elas se atentem para o presente e não caiam na armadilha de achar que algum trouxa vai estar eternamente esperando por elas enquanto elas desperdiçam a vida com os cafas ou de carreiristas feminazis.

É de cair o cu da bunda, eu ter que ficar dando conselho até pra mulher se ligar (não me incomodo, só não ando tendo saco e às vezes sou grosso), mas a vida é o que é, caros confras.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#23
Wild, wild...esperando que mulher nova (extremamente emocional) compreenda o "The Wall"? Elas sabem disso instintivamente, mas entenda: cada vez menos elas estão sofrendo as consequências. Toda balzaca, com uma dieta, muita maquiagem, consegue achar um zeta pra assumir a caricatura de mulher.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#24
(31-07-2020, 05:24 AM)Wild Escreveu: mas viu que eu não tava lá de trouxa e sabia o que tava falando, ela gostasse ou não, e no fim terminou me respeitando mais por isso.

[Image: bd3afa9a26d71e2ec50311cf70730325.gif]


sem dúvidas, muito mais respeitado ... kkk


(31-07-2020, 05:24 AM)Wild Escreveu: É de cair o cu da bunda, eu ter que ficar dando conselho até pra mulher

Realmente ... Yaoming



Eu digo, só da louco aqui ... Gargalhada
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#25
(31-07-2020, 12:54 PM)Héracles Escreveu:
(31-07-2020, 05:24 AM)Wild Escreveu: mas viu que eu não tava lá de trouxa e sabia o que tava falando, ela gostasse ou não, e no fim terminou me respeitando mais por isso.

[Image: bd3afa9a26d71e2ec50311cf70730325.gif]


sem dúvidas, muito mais respeitado ... kkk

sem dúvidas, muito mais respeitado ... kkk 

Sem dúvidas, muito mais respeitado ... kkk 

sem dúvidas, muito mais respeitado ... kkk 

GargalhadaGargalhadaGargalhadaGargalhadaGargalhada
[...]
Responda-o
#26
Acredito que é algo inútil, dado que 90% delas nem o conselho dos Pais, seguem ... Portanto, um marmanjo dando conselho para mulheres na crista da onda do mercado bucetológico, logo para falar sobre ESCOLHAS é bem bisonho, eu diria.

Acho que algumas mocinhas devem começar a experimentar aquilo que muitas delas defendem da boca para fora, e aprender a suportar o resultado de suas escolhas sem vitimismo, isto vale tanto para o homem, quanto para mulher ... eu já manifestei isto em outro tópico, eu to de saco cheio e agora sigo a linha do "deixa bater" e se for para dar conselhos vou aconselhar sempre para o modelo mais doido o possível.
Responda-o
#27
(31-07-2020, 05:24 AM)Wild Escreveu: O tópico só melhora cada vez mais, mas esse trecho aqui me chamou a atenção:
(29-07-2020, 03:39 AM)Remy LeBeau Escreveu: Cronos e o mercado são duas coisas implacáveis! 
Seja pelo transcurso do tempo e seus reflexos, ou, do ostracismo causado, de anos e anos de hipergamia e uma vida desvairada, que a tornaram desinteressante aos outros (mesmo com a aplicação da regra do Pareto aqui), os efeitos do tempo e a perda da notoriedade são duas realidades, que cedo ou tarde surgem para cobrá-las. Aqui não há como escapar. 

O imperativo biológico da reprodução não foi atendido, o período infértil já e uma realidade. Por outro lado, há de se lidar com a solidão. Ocorre que o impacto aqui é maciço, já que estavam acostumadas com as companhias, regalias, favores e pretendentes. Mas nessa etapa, tal fonte secou ou já é inexistente. Por outro lado, a competitividade feminina é implacável. Além de competir entre elas, uma geração de mulheres solteiras já foram suplantadas por novinhas, as quais já miram o mesmo nicho e se destacam com excessiva naturalidade. O poder de barganha decaiu, e, em alguns casos, já é integralmente favorável ao homem (mesmo ao mangina), que possui um maior poder de fogo, após vagar em um deserto sexual, com a possibilidade de pela primeira vez ter direito de escolha, e obviamente quer se fuder na mão da que melhor lhe agrade. Assim, para a mulher solteira em tal situação, pela primeira vez será rejeitada pelo excedente masculino, que outrora a colocava em um patamar de uma divindade. É um choque de realidade.
Isso me fez lembrar a última garota que namorei, pouco depois de eu ter terminado com ela (lembro que falei tanta real que foi até crueldade, mas eu precisava lavar a alma), e outras garotas que já aconselhei algo parecido:

"Ô vocês prestam atenção no que fazem, procurem achar um cara legal, pois agora vocês podem ESCOLHER. No futuro, vocês terão que ficar com o que SOBROU, a maioria dos caras legais já vai estar ou estragados, ou casados, ou atrás de mulheres mais novas". Incrível que pareça em toda ocasião que falei isso uma ou outra pode até ter se doido um pouco, mas viu que eu não tava lá de trouxa e sabia o que tava falando, ela gostasse ou não, e no fim terminou me respeitando mais por isso.

Sim, muita filhadaputagem da minha parte dizer isso, mas acredito que muitas delas sabem disso no fundo, acredito eu, não é possível tamanha falta de consciência, afinal mulheres temem ser trocadas, temem o futuro e a concorrência mais do que tudo. Por isso mesmo que sempre que surge brecha com amigas e colegas eu procuro dar esse toque, que elas se atentem para o presente e não caiam na armadilha de achar que algum trouxa vai estar eternamente esperando por elas enquanto elas desperdiçam a vida com os cafas ou de carreiristas feminazis.

É de cair o cu da bunda, eu ter que ficar dando conselho até pra mulher se ligar (não me incomodo, só não ando tendo saco e às vezes sou grosso), mas a vida é o que é, caros confras.

Fala confrade, beleza?
Então, até entendo que tenha tido a melhor das intenções em ter repassado os conselhos em questão, sem esperar algo em troca, mas é quase como se você e ela falassem línguas diversas. É como a fábula da formiga e da cigarra. Não importa o quanto a formiga alertasse ou mostrasse a necessidade do trabalho, a cigarra não iria ouvi-la. E não irá. O que resta é o resultado final da escolha, e como a pessoa irá se portar diante disso. Ademais, não podemos passar a mão na cabeça de ninguém (homem ou mulher), porque cada um tem discernimento pleno para compreender os riscos/resultados/consequências das decisões tomadas. 
É como diz aquele ditado (independente da Real): "quem planta sacanagem, colhe solidão". E a solidão não significa necessariamente ficar sozinho, já que alguns conseguem arranjar algum relacionamento, mas um vazio existencial, uma falta de propósito na vida ou uma dificuldade em ficar sozinho, mesmo com os próprios pensamentos (por isso a busca por outros parceiros incessantemente), além da criação de uma família desestruturada ou até mesmo a falta de uma. 

O seu raciocínio é puramente lógico. É um raciocínio orientado à uma decisão, ponderando os riscos futuros. 
Ela não é capaz de entender isso, porque toma decisões de cunho emocional, muitas vezes norteadas por um imediatismo (obter aquela emoção forte momentânea). E pra justificar uma decisão que é logicamente absurda, mas que atenda aos anseios momentâneos, ainda tem um hamster pra girar forte a rodinha. 
É um paternalismo muito bobo querer entender ou estender a mão em tal circunstância, porque soa como uma tentativa de absolvê-la de seus erros. É claro que podem existir arrependimentos ou uma oportunidade de aprendizado, mas uma absolvição não. É como querer tirar a responsabilidade dela e compartilhá-la com outro ou a própria sociedade, para vitimizá-la. 
Sinceramente, acredito que nem mulher goste disso. Recai naquela máxima do "empoderamento". Ela não quer lição de moral (fundamentada em raciocínio lógico, principalmente), justamente porque não quer assumir as responsabilidades dos atos pretéritos. Ademais, existe um excedente de homens, com padrões baixíssimos por aí, topando qualquer parada, por uma migalha de contato e relacionamento. 
Portanto, a última coisa que desejam é alguém apontando tal falha. O hamster já está lá girando para que ela seja "compreendida". E se não for possível, no máximo como uma "incompreendida", mas nunca como responsável por algo, ainda que na própria vida dela.
Responda-o
#28
[quote pid='89128' dateline='1596205212']
Citação: cada vez menos elas estão sofrendo as consequências.

[/quote]

Não duvido que tenha nego dividindo cota delas, um fica na segunda, quarta e sexta e outro nos outros dias e racham os custos. Yaoming
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#29
Para ser bem claro, eu só dou o conselho e não estou nem aí para se ela segue ou não, não é meu papel bancar tutor de mulher. Eu só os faço por que eu posso e por que eu quero, e por que a oportunidade raramente surge no contexto de alguma conversa, mas meu tempo é muito caro pra eu ficar buscando mulher pra aconselhar.

Se elas sabem também, não me interessa, o que só quero que fique claro é que eu sei, por isso mesmo eu não vou aceitar nada de segunda mão lá pra frente, para que nenhuma venha se abestalhar pro meu lado depois. Então o conselho serve mais para mim do que para elas, é um sinal de aviso.

Por incrível que pareça, não dou conselho de bom samaritano não, se fosse para fazer bem para os outros eu cobraria pelos meu conselhos. O único lugar que dou conselhos para os outros é aqui na Real (dívida de gratidão), para meus amigos próximos que cabem numa mão a quantia, uns parentes (muitos são uma droga) e só.

(31-07-2020, 04:03 PM)Remy LeBeau Escreveu: Fala confrade, beleza?
Então, até entendo que tenha tido a melhor das intenções em ter repassado os conselhos em questão, sem esperar algo em troca, mas é quase como se você e ela falassem línguas diversas. É como a fábula da formiga e da cigarra. Não importa o quanto a formiga alertasse ou mostrasse a necessidade do trabalho, a cigarra não iria ouvi-la. E não irá. O que resta é o resultado final da escolha, e como a pessoa irá se portar diante disso. Ademais, não podemos passar a mão na cabeça de ninguém (homem ou mulher), porque cada um tem discernimento pleno para compreender os riscos/resultados/consequências das decisões tomadas. 
É como diz aquele ditado (independente da Real): "quem planta sacanagem, colhe solidão". E a solidão não significa necessariamente ficar sozinho, já que alguns conseguem arranjar algum relacionamento, mas um vazio existencial, uma falta de propósito na vida ou uma dificuldade em ficar sozinho, mesmo com os próprios pensamentos (por isso a busca por outros parceiros incessantemente), além da criação de uma família desestruturada ou até mesmo a falta de uma. 

O seu raciocínio é puramente lógico. É um raciocínio orientado à uma decisão, ponderando os riscos futuros. 
Ela não é capaz de entender isso, porque toma decisões de cunho emocional, muitas vezes norteadas por um imediatismo (obter aquela emoção forte momentânea). E pra justificar uma decisão que é logicamente absurda, mas que atenda aos anseios momentâneos, ainda tem um hamster pra girar forte a rodinha. 
É um paternalismo muito bobo querer entender ou estender a mão em tal circunstância, porque soa como uma tentativa de absolvê-la de seus erros. É claro que podem existir arrependimentos ou uma oportunidade de aprendizado, mas uma absolvição não. É como querer tirar a responsabilidade dela e compartilhá-la com outro ou a própria sociedade, para vitimizá-la. 
Sinceramente, acredito que nem mulher goste disso. Recai naquela máxima do "empoderamento". Ela não quer lição de moral (fundamentada em raciocínio lógico, principalmente), justamente porque não quer assumir as responsabilidades dos atos pretéritos. Ademais, existe um excedente de homens, com padrões baixíssimos por aí, topando qualquer parada, por uma migalha de contato e relacionamento. 
Portanto, a última coisa que desejam é alguém apontando tal falha. O hamster já está lá girando para que ela seja "compreendida". E se não for possível, no máximo como uma "incompreendida", mas nunca como responsável por algo, ainda que na própria vida dela.
Excelente nota, é inútil tentar dialogar com essas criaturas vaginantes.

Mas a ressalva já fiz, não é para todas, nem é para elas. Já tentei aconselhar parentes mais próximos meus (certa vez foi uma prima, caso hilário, quase se fudeu com um vagabundo), não me deram ouvido, quebraram a cara e depois ficaram olhando torto pro meu lado, como se tivesse sido culpa minha.

Qual foi minha atitude perante a situação? Um "foda-se" bem grande. Cara de "eu avisei" o tempo todo. Ou seja, ganhei direito de me gabar apenas e isso me basta. Num primeiro momento elas se fecharam pro meu lado, mas ao menos alguns poucos casos, depois do arrependimento, passou isso e já aconteceu um caso de uma vir pedir uma opinião minha depois.

Não estou ligando para o que elas estão achando ou sentindo, eu tenho minhas convicções e mantenho elas firmes. Eu tento agir como um muro de razão, e isso tem se pagado, pois sei como pautar minhas atitudes, medir as consequências, etc e colho os resultados disso. Não quero bancar o superior nem nada, mas gente arrogante merece se ferrar mesmo e eu só sigo minha vida normal.

"Empoderamento" é desculpa para elas poderem errar sem consequências e os outros servirem de amortecedor do impacto, mas se tem uma coisa que eu gostaria de fazer é ter certeza de que vão receber o impacto todo, senão não aprendem. Não vale o que o gato enterra esse tal empoderamento da maneira como elaboraram. Se elas não gostam de serem contrariadas, fodam-se também pois eu não tenho obrigação de agradar nenhuma delas.

Por fim, sempre vai ter um trouxa, é, isso é verdade. Mas justamente esse o ponto da minha fala, que vai ter vai, mas quando o poder de barganha cair e elas vão ter que ficar com qualquer treco que aparecer, elas vão ser profundamente infelizes com isso. Os conselhos bons de verdade de como manter o ego em dia, corrigir os defeitos dele e regular as expectativas, esses eu guardo pra mim.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#30
Isso me fez lembrar a última garota que namorei, pouco depois de eu ter terminado com ela (lembro que falei tanta real que foi até crueldade, mas eu precisava lavar a alma), e outras garotas que já aconselhei algo parecido:


"Ô vocês prestam atenção no que fazem, procurem achar um cara legal, pois agora vocês podem ESCOLHER. No futuro, vocês terão que ficar com o que SOBROU, a maioria dos caras legais já vai estar ou estragados, ou casados, ou atrás de mulheres mais novas". Incrível que pareça em toda ocasião que falei isso uma ou outra pode até ter se doido um pouco, mas viu que eu não tava lá de trouxa e sabia o que tava falando, ela gostasse ou não, e no fim terminou me respeitando mais por isso.


O @Wild  é o sujeito descrito como BONZINHO na SÉRIE DO THE TRUTH.

Merece até uma música : Esse BETA SOU EU. Heart BY WILD.






Sim, muita filhadaputagem da minha parte dizer isso, mas acredito que muitas delas sabem disso no fundo, acredito eu, não é possível tamanha falta de consciência, afinal mulheres temem ser trocadas, temem o futuro e a concorrência mais do que tudo. Por isso mesmo que sempre que surge brecha com amigas e colegas eu procuro dar esse toque, que elas se atentem para o presente e não caiam na armadilha de achar que algum trouxa vai estar eternamente esperando por elas enquanto elas desperdiçam a vida com os cafas ou de carreiristas feminazis.

Não é dever e muito menos problema seu querer ser provedor, protetor, amigo, psicologo,padre, pastor etc da colher moderna.

Meter a Real em mulher formada em ambiente feminazi  Facepalm     

Que injustiça cósmica, você com o coração do tamanho do sol, cheio de amor querendo ser útil, prestativo e carinhoso, a postos e cheio de vontade em escrever uma linda história de amor, servir, proteger e cuidar para sempre..... Mesa  

Terminou o namoro porque era a única opção que ela deixou para vc,e ainda quis Meter a Real, rogar praga e maldições, agiu feito uma cigana malvada e malidicente... fala pá nóis já fez trabalho para ter o love de volta? 

[Image: images?q=tbn%3AANd9GcTh34_f9rB1gT4XQyo81...Q&usqp=CAU]

É de cair o cu da bunda, eu ter que ficar dando conselho até pra mulher se ligar (não me incomodo, só não ando tendo saco e às vezes sou grosso), mas a vida é o que é, caros confras.

Enquanto você mete a Real outros metem o pau....Você tem certeza que leu o material da Real?


Um salve para a maior geração de cucks, capitães salva putas  e esposas M$SOL


[Image: img-431966-theo-rodrigo-lombardi.jpg]
Responda-o
#31
(31-07-2020, 05:24 AM)Wild Escreveu: "Ô vocês prestam atenção no que fazem, procurem achar um cara legal, pois agora vocês podem ESCOLHER. No futuro, vocês terão que ficar com o que SOBROU, a maioria dos caras legais já vai estar ou estragados, ou casados, ou atrás de mulheres mais novas". Incrível que pareça em toda ocasião que falei isso uma ou outra pode até ter se doido um pouco, mas viu que eu não tava lá de trouxa e sabia o que tava falando, ela gostasse ou não, e no fim terminou me respeitando mais por isso.

[Image: giphy.gif]

Isso foi engraçado Gargalhada
A realidade nua e crua.
Responda-o
#32
(31-07-2020, 06:48 PM)Minerim Escreveu: Enquanto você mete a Real outros metem o pau....Você tem certeza que leu o material da Real?

Garanto que sim e provavelmente até muito melhor do que você e posso provar. Se você pensa que Real é manualzinho de como robozinho deve agir, sinto muito, você está vivendo em outra Matrix. Comentei isso no FdB dia dessas.

Se eu fiz alguma coisa fora do esperado, estou plenamente pronto para receber as consequências disso. No mais, essas garotas pouco me interessa meter a Real ou o pau, elas não estão mais no rol das comestíveis, tem carne melhor pra mim no momento.

Fase do cientista louco já passou, eu só falo o que dá na telha mesmo, se eu achar necessário critico até minha mãe.

(31-07-2020, 10:01 PM)Jagunço Escreveu:
[Image: giphy.gif]

Isso foi engraçado Gargalhada
O pior que me pego lembrando e fico rindo mesmo. Conversa aleatória com mulher eu já colecionei muitas pérolas.

Yaoming Yaoming Yaoming

De resto, do not feed the trolls.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#33
Vamos, Wild. Não se misture com essa gentalha.
Responda-o
#34
Uma mulher sem um homem hoje em dia é uma mulher metendo que nem uma puta. Triste só vai ficar depois que ninguém mais ou menos quiser comer mais.
Responda-o
#35
Creio que Wild se referiu dar conselhos a mulheres a qual possui muita estima.

Há muitos anos conversei com uma prima adolescente. Ela escutou e casou jovem, com uns 18 ou 19. Deve ter uns 7 anos de casada e o cara é bem tranquilo.

Agora, quando se trata de ex namorada é mais complicado. É difícil ter uma ex e manter estima por ela a ponto de se preocupar em dar bons conselhos. Pode acontecer, mas é bem difícil.

Particularmente acho que não vale a pena ficar dando conselhos, mas creio que é por conta da minha personalidade mais introvertida.

Mas há um ponto de extrema importância:

Quando se passa para elas o código do que um homem espera na mulher, do que é ideal, muitas começam a trabalhar mais as aparências e o fingimento, dificultando ainda mais a vida dos homens. (Basta ver como as encalhadas de +30 e M$ols se comportam).

Talvez seja melhor deixar quieto e observar as que nadam para a parte rasa da maré e quais vão para o fundo se afogar.
Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.
Responda-o
#36
(31-07-2020, 10:10 PM)Wild Escreveu: elas não estão mais no rol das comestíveis, tem carne melhor pra mim no momento.

[Image: SouFoda.jpg]

Bicho é brabo ...  Yaoming
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#37
(01-08-2020, 02:19 PM)Carasumido Escreveu: Uma mulher sem um homem hoje em dia é uma mulher metendo que nem uma puta. Triste só vai ficar depois que ninguém mais ou menos quiser comer mais.

Entendo sua revolta confrade, mas tenha cuidado, esse tipo de comentário não pode ser feito fora de um ambiente que o aceite, pode ter problemas com as pessoas e um ofendido pode te dar dor de cabeça e até outras consequências podem advir disso, não se sinta recriminado nem repreendido, estou escrevendo isso como forma de alerta, estamos em um mundo complicado, evite questões pessoais no mundo real.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#38
Aproveitando o bonde, já dei conselhos sim, para uma prima minha, na verdade, foi uma conversa aleatória que ela falou que tinha terminado com o ex porque ele tava na cocaína, eu aconselhei como qualquer pessoa de bom senso faria, e ela terminou com ele, achei que era por causa da cocaína, e que meu conselho, talvez, tivesse dado algum empurrãozinho, então, no começo desse ano, nos encontramos, e ela me contou que ainda estava disposta a ficar com ele, e resolveu não ficar, porque ele estava com ela e com mais uma, e falou na frente das duas que amava as duas, ela largou de mão só ai, e a outra assumiu.

Mas sinceramente, conselho amoroso é o de menos, essa mesma prima, por exemplo, cresceu sem pai, e foi criada pela avó, quando ela veio nos visitar, minha pediu para ela colocar uma pizza para assar, E ELA NÃO TIROU A PORRA DO ISOPOR QUE VEM DE BAIXO DA PIZZA, mesmo assim, é o tipo de pessoa que vive com uma cara meio esnobe... meio arrogante... enfiada no celular, você sente um certo ar de superioridade e indiferença na cara da pessoa, eu percebo que várias pessoas são assim, mais mulheres, principalmente.

Depois do caso da pizza caiu a real que realmente não rola, esse tipo de gente só vai acordar quando for tarde, não é nem em questão de relacionamento, é questão da vida mesmo, desde então, nunca mais dei conselhos pra ninguém e vivo em paz, tem uma outra prima minha, mais nova, que sabe cozinhar, muito provavelmente pela influencia paterna, porque o pai gosta de cozinhar, mas cai em outras "armadilhas modernas" como essa história de aceitar o seu corpo e etc, ela está começou a usar isso como desculpa para não emagrecer.

Eu só observo, eu só quero ver essas pessoas próximas, e outras não tão próximas lá na frente, nem é por maldade, só curiosidade mesmo, eu quero ver como elas vão estar, eu pego os conselhos que daria aos outros e aplico na minha vida, e me empolgo pensando no futuro, encaro a vida como uma corrida, uma competição, e vejo essas pessoas como concorrentes, não quer seja importante ver quem chega primeiro, mas quero ver quem chega mais longe, e simplesmente observar o curso da história sendo feita dia a após dia, e participando dela, mas com minhas coisas, enquanto apenas observo as consequências das decisões dos outros,
Responda-o
#39
Spoiler Revelar
(03-08-2020, 08:51 PM)Reale Escreveu: Aproveitando o bonde, já dei conselhos sim, para uma prima minha, na verdade, foi uma conversa aleatória que ela falou que tinha terminado com o ex porque ele tava na cocaína, eu aconselhei como qualquer pessoa de bom senso faria, e ela terminou com ele, achei que era por causa da cocaína, e que meu conselho, talvez, tivesse dado algum empurrãozinho, então, no começo desse ano, nos encontramos, e ela me contou que ainda estava disposta a ficar com ele, e resolveu não ficar, porque ele estava com ela e com mais uma, e falou na frente das duas que amava as duas, ela largou de mão só ai, e a outra assumiu.

Mas sinceramente, conselho amoroso é o de menos, essa mesma prima, por exemplo, cresceu sem pai, e foi criada pela avó, quando ela veio nos visitar, minha pediu para ela colocar uma pizza para assar, E ELA NÃO TIROU A PORRA DO ISOPOR QUE VEM DE BAIXO DA PIZZA, mesmo assim, é o tipo de pessoa que vive com uma cara meio esnobe... meio arrogante... enfiada no celular, você sente um certo ar de superioridade e indiferença na cara da pessoa, eu percebo que várias pessoas são assim, mais mulheres, principalmente.

Depois do caso da pizza caiu a real que realmente não rola, esse tipo de gente só vai acordar quando for tarde, não é nem em questão de relacionamento, é questão da vida mesmo, desde então, nunca mais dei conselhos pra ninguém e vivo em paz, tem uma outra prima minha, mais nova, que sabe cozinhar, muito provavelmente pela influencia paterna, porque o pai gosta de cozinhar, mas cai em outras "armadilhas modernas" como essa história de aceitar o seu corpo e etc, ela está começou a usar isso como desculpa para não emagrecer.

Eu só observo, eu só quero ver essas pessoas próximas, e outras não tão próximas lá na frente, nem é por maldade, só curiosidade mesmo, eu quero ver como elas vão estar, eu pego os conselhos que daria aos outros e aplico na minha vida, e me empolgo pensando no futuro, encaro a vida como uma corrida, uma competição, e vejo essas pessoas como concorrentes, não quer seja importante ver quem chega primeiro, mas quero ver quem chega mais longe, e simplesmente observar o curso da história sendo feita dia a após dia, e participando dela, mas com minhas coisas, enquanto apenas observo as consequências das decisões dos outros,

@Reale

Já fui do tipo que dá conselhos, hoje em dia evito o máximo esse tipo de comportamento, mas ainda sou do tipo que é buscado para dar conselhos por muito tipo de pessoas e as vezes de forma aleatória, isso é uma coisa que eu também evito hoje em dia, mas infelizmente as vezes não tem como fugir da raia e somos obrigados a falar o que é necessário, mas mesmo assim eu omito algumas coisas se for gerar conflito e também dou uma maneirada no tom de voz e evito um comportamento paternalista, busco o máximo possível a impessoalidade, se for amigo, família o que for, trato do assunto como se fosse como um estranho me distanciando o máximo possível emocionalmente.

A verdade é que as pessoas gostam de envolver as outras em seus problemas com o intuito de manipular o interlocutor e enfia-lo em seu inferno pessoal, as pessoas não querem conselhos, elas querem ajuda, quem não se controla deixa de resolver seus problemas pessoais para ir resolver problema dos outros, aqui em casa conversei muito com meus pais para deixarem problemas extra familiar nuclear fora de pauta, resumindo a história, quando a torneirinha da ajuda fechou e paramos de nos meter em um monte de assunto incrivelmente os problemas foram sendo solucionados e as diferenças foram sendo sedimentadas até um nível tolerável.

Sim já ajudei muitas pessoas e meus conselhos foram uteis, tenho amigos que se tornaram verdadeiros irmãos para mim, mas mesmo assim me mantenho afastado, consegui ajuda-los a encontrar soluções para problemas difícieis, e esses poucos que me ouviram me ensinaram a diferença entre quem quer conselho de verdade e faz por merecer e aqueles que so querem drenar meu tempo, dessas pessoas que aconselhei e fui ouvido 4 estão formados, um deles é engenheiro elétrico e já esta trabalhando na área, eu me orgulho não de ter dado um conselho, mas de ver essas pessoas prosperando, se desenvolvendo e seguindo uma vida menos sofrida, o resto eu me calo e me faço até de retardado, cada qual no seu canto, as pessoas tendem em sua grande maioria a serem ingratas, então temos que levar em conta todos esses fatores antes de deixar nossos problemas de lado para ir aconselhar e até mesmo ajudar os outros.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#40
(03-08-2020, 06:58 PM)Ares Escreveu:
(01-08-2020, 02:19 PM)Carasumido Escreveu: Uma mulher sem um homem hoje em dia é uma mulher metendo que nem uma puta. Triste só vai ficar depois que ninguém mais ou menos quiser comer mais.

Entendo sua revolta confrade, mas tenha cuidado, esse tipo de comentário não pode ser feito fora de um ambiente que o aceite, pode ter problemas com as pessoas e um ofendido pode te dar dor de cabeça e até outras consequências podem advir disso, não se sinta recriminado nem repreendido, estou escrevendo isso como forma de alerta, estamos em um mundo complicado, evite questões pessoais no mundo real.

Ah sim, não é revolta, é constatação de que as meninas transam que nem os caras hoje em dia, e escondem isso dos outros. Claro que não usaria o adjetivo para colocar uma posição dessas rs
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  O que é o casamento? – Homem e mulher, uma defesa Adão 0 385 10-10-2017, 01:09 PM
Última Postagem: Adão
  [REFLEXÃO] Mulher Não Gosta de Homem Bom? Varão Opressor 27 3,315 19-04-2017, 03:11 AM
Última Postagem: Fairchild
  Mulher utilitarista e homem bundão Crixus 47 6,246 27-03-2017, 10:54 AM
Última Postagem: Awaken
  [REFLEXÃO] O Homem pega pra comer. A Mulher pega pra conviver. Sagitario 21 2,782 02-03-2017, 01:12 PM
Última Postagem: Ph da Real

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)