Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Uma mulher sem um homem, é uma mulher entristecida.
#1
[Image: images-2020-02-16T105626.319.jpeg?fit=600%2C300&ssl=1]



Já somos um, como Deus quer;
Uma só carne: homem, mulher.
Formamos uma família;
Que união feliz!
Com Jeová, iremos caminhar.
Cada dia ver
O nosso amor aumentar.
Juntos, a Deus, vamos servir.
Os nossos votos, vamos cumprir.
E, pela vida inteira,
Que sejas sempre meu amor.


Bíblia Sagrada


Andei refletindo por esses dias o que significa uma mulher sem um homem como marido, sem filhos, sem um lar e sem uma família para chamar de sua, essa mulher é uma mulher triste, se sentindo vazia e incompleta, acredito que um efeito semelhante ao que ocorre quando anos após um aborto as mulheres começam a pensar como seria o rosto de seus filhos, imaginam como seria seu temperamento e etc, com os anos uma mulher que não realizou o matrimônio se sente vazia como se algo lhe faltasse.

Algo com o qual eu me acostumei é pensar as atitudes pelas consequências e reações, ou seja, pelo fim, e não pelo início, a ideia desse costume é medir minhas ações não pelo prazer ou satisfação momentânea que aquilo pode me gerar no curto prazo, no momentâneo e sim o que virá no futuro com o somatório de todas as escolhas feitas dia a dias, mês a mês, o tabagismo se tornara um câncer, exercícios físicos desorientados dores musculares e por assim em diante.

Acredito que em nossa comunidade e em nossos debates estamos vendo apenas as causas quando falamos sobre as mulheres balzaquianas, hoje me pego refletindo e cavando mais fundo nessa realidade e busco respostas ou um esclarecimento mais profundo a gostosa aos 20 anos que se torna a M$ol aos 35, ou que se torna uma predadora de machos atrás do tão sonhado casamento tardio, falar sobre isso nada mais nada menos é do que chover no molhado.

O que eu penso é que cada mulher que não realizou devidamente o matrimônio assim como não realizou a maternidade esta não somente acabando com sua vida interior, esta com seu coração despedaçado com sua alma torturada, mais do que isso ela esta deposta do sagrado matrimônio, banida do seu cargo maternal esta com sua vida emocional arruinada e destruída, nada mais triste do que uma alma feminina que não realizou seu papel sagrado em nossa sociedade.

Sim para toda regra existem exceções, existem mulheres dadas a vida monástica como as freiras, a serem filantropas, professoras extremamente dedicadas, missionárias, sim, nem todas as mulheres nasceram para casa, prova disso é a Madre Tereza de Calcutá, porém o que o feminismo e a modernidade vem trazendo é uma falsa realidade onde a exceção é uma regra e as mulheres devem ser independentes.

Mas que independência é essa que leva essas mesmas mulheres a um vazio existencial penitente , que independência é essa que amargura a alma, que tortura seus corações ? Os Textos sagrados de diversas religiões demonstram o sacro papel do feminino de forma bem desenhado, e sejamos francos confrades, quantos aqui querem prender uma mulher no pé da mesa e proibi-las de trabalhar, dizemos e pensamos em grande maioria o contrário, que a mulher deve trabalhar e gozar da plenitude dos direitos civis de qualquer cidadão, minha questão não é política, mas existencial.

Vemos mulheres profissionalmente realizadas, com corpos cuidados e suas almas arruinadas pelo veneno das ideologias materialistas impostas pela modernidade, pela esquerda cultural e até mesmo por um radicalismo liberal (E aqui corto na própria carne, pois na política sou liberal, mas não escondo as falhas do mesmo liberalismo), esse envenenamento ideológico e essa imposição de uma agenda comportamental não esta apenas afetando a realidade das mulheres, esta afetando a instituição sagrada que é a família e disso meus amigos me recinto, não serei hipócrita com meus sentimentos.

Antes via apenas uma M$ol,, uma Balzaca, uma mulher que fez as escolhas fáceis no lugar das escolhas difíceis, hoje eu vejo famílias que não se formaram, crianças que não nasceram, crianças que nasceram mas não possuem a orientação de um pai e de uma família saudável e presente, o que vejo é uma pregação falsa de que mulheres podem ser independentes e seguir carreira solo, que homens e mulheres podem perverter o fundamento de uma sociedade saudável a contraponto de todos os avisos dos textos sagrados e da tradição judaico-cristã, sabemos que não, que as modas passam, as ideologias morrem, mas no final um homem e uma mulher são duas partes de um mesmo inteiro quando formam uma família, tem seus filhos e vivem em harmonia. O que é uma mulher sem um bom marido, em uma casa onde reina a paz e harmonia, sem um homem para orienta-la em suas inseguranças ? É uma mulher triste, desorientada e vazia.


Força e Honra !
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#2
Só vejo mulher sem um 'peixão', entristecida. Esse texto (e semelhantes) não irá mudar a postura delas. Assim, como os homens (heterossexuais) não mudariam caso tivessem mais poder de barganha do que as mulheres.
Responda-o
#3
(26-07-2020, 08:01 PM)Ares Escreveu:
Andei refletindo por esses dias o que significa uma mulher sem um homem como marido, sem filhos, sem um lar e sem uma família para chamar de sua, essa mulher é uma mulher triste, se sentindo vazia e incompleta, acredito que um efeito semelhante ao que ocorre quando anos após um aborto as mulheres começam a pensar como seria o rosto de seus filhos, imaginam como seria seu temperamento e etc, com os anos uma mulher que não realizou o matrimônio se sente vazia como se algo lhe faltasse.

A agenda sabe disso. Nessa brecha, sem um marido, sem Deus, sem um senso de propósito entram o Estado (como figura masculina protetora) e o trabalho (chefe, como figura hierarquicamente superior, dominadora). 

O sistema ganha mais mão de obra (aumentando a oferta, baixando os custos) e verdadeiros soldados devotos à esquerda. E por não necessitarem de explicações lógicas, aceitam o discurso passional socialista de bom grado, até mesmo absurdos como "todo homem é um estuprador" (inclusive o pai que ralou, suou, para dar uma vida de luxos a essas ingratas).

Graças a Deus estou muito ocupado tentando ganhar meu sustento pra me preocupar com essa sociedade doente e seus efeitos colaterais.

Complementando: os valores morais que eram a base da sociedade, eram provenientes de séculos e mais séculos de aprendizado, erros e consequências. Quando os freios morais (sexuais, comportamentais e sociais) deixam de existir, a sociedade rui. Eu garanto que os engenheiros sociais enxergam essa ruína como janela de oportunidade para aplicar um golpe e tomar o poder.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#4
Visto que citou a Bíblia, o Gênesis é a mais profunda exemplificação de que nós, humanos, adoramos cometer erros mesmo sabendo que aquilo não deveria ser feito. Os erros são as vocações das nossas tão miúdas almas. E tudo começa na mulher, que pode ser a luz que abrilhanta toda a humanidade como também a fagulha que poderá incendiá-la. É dela que surge o desejo de ser Deus, não por ela ser maliciosa ou desalmada, mas porque caiu nas lábias da serpente. Tanto é que à serpente, foi dito:

Citação:E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
G. 3:15

Partindo disso, toda a vulnerabilidade recai sobre o polo feminino, assim como as graças e desgraças das suas eventuais escolhas. Porém, desgraçado também é o homem, à Adão foi dito: 

Citação:Porquanto deste ouvido à tua mulher, e comeste da árvore que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.
G. 3:17

Sendo assim, temos uma imensa dívida a ser paga, tanto individual quanto coletiva. Mas como somos especializados em cometer erros, seguimos com o mesmo barco, cheio de remendos, rumo a tão sonhada terra prometida, ignorando o fato de que ele precisa impreterivelmente de reformas. 

Isto está entranhado na Lei da Recorrência do gnosticismo ou, se preferir, na Lei do Eterno Retorno citada por Nietzsche. Tudo continuará sendo tal e qual até que deliberadamente haja evolução. E visto que ninguém dá o braço a torcer, esse continuará sendo o ponto chave do controle e domínio populacional. Mas a miséria não recairá apenas na mulher, nós homens também seremos muito afetados com isso.

O problema da mulher não é especificamente a falta de um homem mas sua pouca resistência contra manipulações, são suscetíveis a quaisquer ideologias que ofereçam poder ou emancipação. Já o homem, será miseravelmente manipulado não especificamente por essa fome de poder mas por suas próprias fraquezas. Compulsão sexual, submissão, inseguranças, covardia, vícios, inabilidades etc.

Assim, pode-se dizer que a mulher é escrava de seu desejo de poder ou emancipação (visto que no Gênesis a ela foi destinado o papel de submissão) enquanto o homem é escravo de suas fraquezas, algo que consegue ser ridiculamente pior uma vez que necessitamos de força, independência e autodomínio para liderarmos. E sem isso estaremos fadados ao esquecimento. Aliás, o homem, na perspectiva materialista, é um ser completamente descartável principalmente se vivêssemos no universo do livro Admirável Mundo Novo por exemplo. 

Homens e mulheres fortes podem desempenhar corretamente as suas respectivas funções, liderança para o homem e a maternidade para a mulher. Um homem sem filhos conviverá com certa tristeza por isso, mas que poderá ser minimizada caso ele tenha um propósito inabalável de vida que envolva a exerção de sua liderança, mas será imensamente desafortunado caso não consiga desenvolvê-la. Já a mulher sem filhos, será ressentida por não ter exercido o papel maternal principalmente se suas amigas ou rivais forem mães. 


Nesse mundo louco, a única coisa que nos resta é o autodomínio no seu sentido mais puro, tudo o mais só trará desilusão. Continuaremos a andar em círculos enquanto não entendermos o que de fato deve ser feito. Enquanto o homem não se libertar de suas fraquezas, poderá ser tudo menos homem. Dizemos hoje que casamento não é mais viável sobretudo pelas escassas boas opções mas nada impedirá o casório póstero de muitos aqui com alguma falsa conservadora, estou incluído. Também poderemos cair nos braços de uma vagabunda com rosto de anjinha e corpo escultural. Nunca diga nunca. Se a mulher vai ser triste ou não nada poderemos fazer contra isso, é o peso das escolhas individuais e coletivas delas, cada um carrega sua cruz. Mas se não desenvolvermos esse autodomínio, seremos continuadamente manipulados e levados pela correnteza de nossas vulnerabilidades até a total destruição perpassando em muitos casos até pela completa loucura.
 

Responda-o
#5
O @Gorlami matou a pau essa excelente reflexão do confra @Ares. E os complementos do @Dallas também são de alta qualidade! Só texto sensacional atrás de texto sensacional!

Infelizmente quando as mulheres vão se dar conta lá na frente que perderam seu valor no mercado de relacionamentos, já perderam sua fertilidade, e que mais homem nenhum as quer, pois não servem para formar família, é que ela tem uma epifania e começam a se retorcer de arrependimento.

Mas aí já é tarde demais para fazerem algo, pois já trocaram sua felicidade duradoura pela realização vazia da promessa do feminazismo.

Daí pra frente, só remédio tarja preta e criar gatos é o que sobra pra elas, pois nem famílias mais tem, muitas já podem até ter perdidos os pais ou invejar os irmãos que seguiram outro rumo...
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#6
Jamais conteste a auto estima feminista da mulher moderna ou o  muro dela.... Pinguins  é o mesmo que provocar a ira em uma hiena.









[Image: images?q=tbn%3AANd9GcSNoeF29Mi-Vum6dHpGT...Q&usqp=CAU]


[Image: images?q=tbn%3AANd9GcT_B0F_kdjmxp4JeCIqu...g&usqp=CAU]
[Image: VD40%2Bchuva%2Bsol.jpg]

[Image: images?q=tbn%3AANd9GcQCac1qkFcw0X8_yU_dW...w&usqp=CAU]

[Image: frase-helen-mirren.png]
Responda-o
#7
@Gorlami

Spoiler Revelar
(26-07-2020, 09:14 PM)Gorlami Escreveu:
(26-07-2020, 08:01 PM)Ares Escreveu:
Andei refletindo por esses dias o que significa uma mulher sem um homem como marido, sem filhos, sem um lar e sem uma família para chamar de sua, essa mulher é uma mulher triste, se sentindo vazia e incompleta, acredito que um efeito semelhante ao que ocorre quando anos após um aborto as mulheres começam a pensar como seria o rosto de seus filhos, imaginam como seria seu temperamento e etc, com os anos uma mulher que não realizou o matrimônio se sente vazia como se algo lhe faltasse.

A agenda sabe disso. Nessa brecha, sem um marido, sem Deus, sem um senso de propósito entram o Estado (como figura masculina protetora) e o trabalho (chefe, como figura hierarquicamente superior, dominadora). 

O sistema ganha mais mão de obra (aumentando a oferta, baixando os custos) e verdadeiros soldados devotos à esquerda. E por não necessitarem de explicações lógicas, aceitam o discurso passional socialista de bom grado, até mesmo absurdos como "todo homem é um estuprador" (inclusive o pai que ralou, suou, para dar uma vida de luxos a essas ingratas).

Graças a Deus estou muito ocupado tentando ganhar meu sustento pra me preocupar com essa sociedade doente e seus efeitos colaterais.

Complementando: os valores morais que eram a base da sociedade, eram provenientes de séculos e mais séculos de aprendizado, erros e consequências. Quando os freios morais (sexuais, comportamentais e sociais) deixam de existir, a sociedade rui. Eu garanto que os engenheiros sociais enxergam essa ruína como janela de oportunidade para aplicar um golpe e tomar o poder.

Existem várias camadas dentro da Matrix, essa é apenas mais uma delas, por um lado a religião verdadeira é uma coisa saudável, pelo outro se o indivíduo se bitolar com falsas lideranças religiosas e aderir a um modo de gado vai ser despedaçado pelo caminho servindo também ao mesmo sistema que acaba destruindo as feministas de plantão, a realidade não nos oferece zona de conforto nem posicionamento cômodo tudo deve ser refletido quadro a quadro para não perdermos a perspectiva do que realmente esta ocorrendo, quando escrevo esse tipo de texto sei crio margens para interpretações errôneas e má intencionadas, por outro lado, por mais que existam erros nas igrejas como instituições mundanas, a tradição em seu núcleo duro, textos e ensinamentos não erram, é algo produzido na experiência de gerações e gerações, ignora-la leva ao sofrimento inevitável.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#8
@Dallas

Concordo com suas colocações, mas devo ressaltar que por fim cada pessoa deve seguir sua própria consciência, não recrimino um realista que não queira casar e ter filhos, como sou declaradamente da ala sonho de noiva me policio para não desenvolver um comportamento prescritivo para outros membros dessa casa e para qualquer leitor, não é porque entendo a realidade de uma determinada maneira que todos devem ver a realidade como eu a vejo, costumo criar meu pensamento baseado em coisas que eu considero de relevância real e com consistência e comprovação práticas, para mim o Pentateuco e a Bíblia Sagrada fornecem uma base muito sólida e confiável, a quem discorde e eu respeito isso.

Mas passando do subjetivismo e indo para realidade observamos na prática a consequência de um comportamento excessivamente desregrado, até mesmo na "bagunça" deve haver algum nível de ordenamento, sempre defendi algumas teses mesmo antes de me tornar realistas e continuo defendendo, uma coisa é um homem solteiro eventualmente contratar os serviços de uma prostituta, outra coisa é o camarada viver afundado em puteiro, isso serve para bebida, trabalho excessivo e todo tipo de exageros, em um esforço de fazer um contraponto e uma crítica ao meu próprio texto, ou melhor dizendo fazendo a crítica construtiva ao polo masculino, o que um homem moderno deve evitar é o escravocetismo em qualquer uma de suas formas.

Se um homem  esta preso a um casamento degradante sendo o famoso homem bonzinho, ou se ele esta em uma devassidão desenfreada ele esta no mesmo paradigma, sim em polos extremos e opostos mas esta no mesmo paradigma, daí concordo com suas palavras sobre autocontrole, no final não importa quais escolhas aparentes e externas que faremos se não obtivermos autocontrole e mantivermos nossas cabeças nos seus devidos lugares, muitos caem e continuaram caindo por não fortalecerem seus pensamentos e hábitos, não vigiando seus comportamentos, muitos mantém o controle até conseguirem o que almejam, seja dinheiro, um bom emprego, relacionamento estável, chape e etc, porém poucos continuam mantendo a espada da autocritica zelosamente afiada, e por isso caem.

No final das contas a verdade é uma só, nosso ego é nosso pior inimigo, o autocontrole é a luta para manter nosso ego controlado e devidamente enquadrado, mas a verdade é que nós e digo nós porque me incluo nisso, temos dificuldade de ao conseguir uma vitória aparente e externa nos mantermos vigilantes sobre nosso comportamento, relaxamos e nos deixamos mais uma vez nos levar pelas aparências, por fim, a única vitória real é vencer a nós mesmo em uma luta que só cessa quando morrermos nessa terra e fizermos nossa transição, o resto é apenas aparências, ego e aprisionamento.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#9
@Wild

Spoiler Revelar
Wild
[quote pid='89019' dateline='1595828387']
O @Gorlami matou a pau essa excelente reflexão do confra @Ares. E os complementos do @Dallas também são de alta qualidade! Só texto sensacional atrás de texto sensacional!

Infelizmente quando as mulheres vão se dar conta lá na frente que perderam seu valor no mercado de relacionamentos, já perderam sua fertilidade, e que mais homem nenhum as quer, pois não servem para formar família, é que ela tem uma epifania e começam a se retorcer de arrependimento.

Mas aí já é tarde demais para fazerem algo, pois já trocaram sua felicidade duradoura pela realização vazia da promessa do feminazismo.

Daí pra frente, só remédio tarja preta e criar gatos é o que sobra pra elas, pois nem famílias mais tem, muitas já podem até ter perdidos os pais ou invejar os irmãos que seguiram outro rumo...
[/quote]

Essa é a realidade dura e derradeira para maioria delas, por isso que quando vejo homens sofrendo loucamente por mulheres eu percebo a cegueira do cidadão, eu conheço algumas mulheres que estão exatamente nessa situação que descreveu ai é um arquétipo Iunguiano.

@Minerim

Spoiler Revelar
(27-07-2020, 07:23 PM)Minerim Escreveu: Jamais conteste a auto estima feminista da mulher moderna ou o  muro dela.... Pinguins  é o mesmo que provocar a ira em uma hiena.



[Image: images?q=tbn%3AANd9GcSNoeF29Mi-Vum6dHpGT...Q&usqp=CAU]


[Image: images?q=tbn%3AANd9GcT_B0F_kdjmxp4JeCIqu...g&usqp=CAU]
[Image: VD40%2Bchuva%2Bsol.jpg]

[Image: images?q=tbn%3AANd9GcQCac1qkFcw0X8_yU_dW...w&usqp=CAU]

[Image: frase-helen-mirren.png]

E com essa empáfia, presunção e falso sorriso triunfante que muitas mulheres vem cavalgando na hipocrisia dos nossos tempos, quando aqui sabemos na prática que essas mesmas senhoras estão em uma vida completamente arruinada, cavando cada vez mais o fundo do posso sem uma luz no final do túnel, isso não me surpreende, o que me deixa perplexo é ver muitos homens acreditando nessa faixada sem entender de forma concreta o que esta acontecendo, espero que esse tópico deixe isso um pouco mais claro.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#10
Cronos e o mercado são duas coisas implacáveis! 
Seja pelo transcurso do tempo e seus reflexos, ou, do ostracismo causado, de anos e anos de hipergamia e uma vida desvairada, que a tornaram desinteressante aos outros (mesmo com a aplicação da regra do Pareto aqui), os efeitos do tempo e a perda da notoriedade são duas realidades, que cedo ou tarde surgem para cobrá-las. Aqui não há como escapar. 

O imperativo biológico da reprodução não foi atendido, o período infértil já e uma realidade. Por outro lado, há de se lidar com a solidão. Ocorre que o impacto aqui é maciço, já que estavam acostumadas com as companhias, regalias, favores e pretendentes. Mas nessa etapa, tal fonte secou ou já é inexistente. Por outro lado, a competitividade feminina é implacável. Além de competir entre elas, uma geração de mulheres solteiras já foram suplantadas por novinhas, as quais já miram o mesmo nicho e se destacam com excessiva naturalidade. O poder de barganha decaiu, e, em alguns casos, já é integralmente favorável ao homem (mesmo ao mangina), que possui um maior poder de fogo, após vagar em um deserto sexual, com a possibilidade de pela primeira vez ter direito de escolha, e obviamente quer se fuder na mão da que melhor lhe agrade. Assim, para a mulher solteira em tal situação, pela primeira vez será rejeitada pelo excedente masculino, que outrora a colocava em um patamar de uma divindade. É um choque de realidade.

(Confrade Mistério do FdB com as suas coroas enxutas que o diga!)

A realidade é implacável. Cedo ou tarde tal dívida é cobrada. Não há como se esconder. Em alguns casos é possível postergá-la, por meio de procedimentos estéticos, ou o envolvimento em relacionamentos artificiais, meramente com o condão de manter alguma aparência ou originário de alguma pressão por algum compromisso, com algum desavisado ou igualmente desesperado. Fato que inequivocamente levará os envolvidos à uma ruína emocional.  

Ademais, sabemos que a competitividade entre elas é absurdamente excessiva. Uma mulher em tal circunstância é vista como um pária entre elas. Um exemplo a não ser seguido, alguém que não venceu na vida, alguém que se deve evitar... Logo, toda a construção artificial do ego, outrora inflado com favores, carinhos e agrados, rui quando confrontada com uma triste e diária realidade. Ela chegou no momento de seu declínio físico e mental (após o seu ápice, e, em razão da vida de hoje, cada vez mais precoce), e terá que enfrentar tudo sozinha. Os sonhos de criança não se realizaram integralmente e ficaram no passado. Não há ninguém ao seu lado, apenas a sua, cada vez mais difícil, companhia.

Não obstante tudo isso, ainda há os fantasmas do passado para lembrá-la das escolhas erradas que tomou (todas das quais, à época, se recusou a assumir as consequências e aprender com o seu erro). Os amores frustrados (por ela própria), que não vingaram. Os pretendentes que ela propositalmente afugentou, porque não eram "interessantes", ou, naquela época ela não se preocupava com segurança e estabilidade. Os "cafagestes", que ela jurava que iria domar, mas que a descartaram. O estilo de vida inconsequente que abreviou a sua saúde e disposição. Todos os dias, além da própria realidade, tais lembranças permeando o seu subconsciente. Enquanto isso, em que pese o sorriso falso em sua face, ela, no fundo, sabe que a culpa é exclusivamente sua. Enquanto algumas se despedem do mercado felizes, após terem fisgado algum otário, ou, mantiveram um decoro maior e estão em condição mais favorável, este nosso exemplo não. E não há mais o que se possa fazer, ainda que tente postergar o estrago com algum procedimento estético... É um cadáver adiado, como diria Fernando Pessoa. O que resta, como postou o confrade @Minerim, é a bolha, manter o que restou da aparência e deturpar a realidade para se afirmar em um cenário de solidão. Pura engenharia social. Mamãe natureza é implacável. 

Os prussianos diziam que cada um era livre para buscar a salvação, de acordo com as suas crenças. Pois bem, elas acreditaram que esse estilo de vida duraria para sempre, mas ele não durou. Agora restam as consequências de suas decisões. Me conforta que muitas crianças terão as suas "titias" e muitos animais abandonados encontrarão alimento, carinho e companhia.
Responda-o
#11
Retirado de um site uol, artigo: "Sobre ser uma mulher independente, feminista e casada"

.. (juro que vi a imagem no artigo delas)...

[Image: giphy-39.gif]

Vamos rir. 

(Obs: o texto delas tem a mesma maturidade de um rapaz de 11 anos).

Tem também as feministgows:


""Escolhi não me envolver mais com homens" Existem, porém, mulheres que acreditam que se relacionar com homens é difícil demais. Raquel, que preferiu ter seu sobrenome preservado, acabou decidindo que para ela, não dá. "Há algum tempo eu estava questionando isso. Sempre que eu começava a me relacionar, vinham aqueles comportamentos masculinos que são vistos como normais e eu ficava com a sensação de já saber o que ia acontecer"

Vamos rir, parte 2.


Engraçado que na hora de casar elas não olham para os feministos e rapazes do movimento delas, por que será, né?.... Se escolhessem aqueles, provavelmente não teriam problemas com "machismo" e cada grupo viveria na sua, de boa.
Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.
Responda-o
#12
Bem vindo ao  Poço dos betas conservadores  !!! Considere a plataforma como uma metáfora as opções de seletividade do macho moderno...

[Image: Mestre-dos-Magos.jpg]








Engraçado que na hora de casar elas não olham para os feministos e rapazes do movimento delas, por que será, né?.... Se escolhessem aqueles, provavelmente não teriam problemas com "machismo" e cada grupo viveria na sua, de boa.


Apenas um pequeno grupo da elite comunista se abraça de forma "conservadora".  A feminista inconsciente  segue o padrão mental infertilidade sociológica e ideológica especificado mais abaixo, o feministo é uma espécie de mangina.



""Escolhi não me envolver mais com homens" Existem, porém, mulheres que acreditam que se relacionar com homens é difícil demais. Raquel, que preferiu ter seu sobrenome preservado, acabou decidindo que para ela, não dá. "Há algum tempo eu estava questionando isso. Sempre que eu começava a me relacionar, vinham aqueles comportamentos masculinos que são vistos como normais e eu ficava com a sensação de já saber o que ia acontecer"


O perfil da mulher intoxicada pelo feminismo pode ser resumido em 3 variáveis  dinâmicas da linha do tempo mas ela sempre acabará numa categoria, a ideologia associada a promiscuidade gera uma espécie de cinismo, uma falência da alma.


OBVIO !!! Ruge



1- as promotoras do feminazismo que jamais se casarão por convicção: as pagãs envolvidas com ongs, universidades e partidos de esquerda.  Aspectos da Toxicidade ideológica : esterilidade, misandria, anticristianismo e paganismo.

2- as feminazistas hibridas ou pseudo conservadoras e carreiristas, é o tudo ou nada , um alfa ou nada, vão rodar a banca até o apito final do juiz cronus, muitas acordam nas casa dos 3.5 e por causa do relógio biológico pegam um beta betoso numa relação com dias contados. 
Aspectos da Toxicidade ideológica: esterilidade/infertilidade e misandria.

3- as feminazis idiotas inúteis, m$ol funkeiras na juventude , m$ol que se casam 2 a 3 vezes que se declaram católicas e evangélicas, todas com poder de barganha mediano e de baixa duração. Aspectos da Toxicidade ideológica :  misandria.
Responda-o
#13
Problema das mulheres... com as mulheres. Algumas delas, se não a maioria, se não todas... estão bem perdidas.

O que importa delas para o homem é mais do que tudo a genética/estirpe delas (isso é o que me interessa), é isso o que elas tem de bom, e não a moral (qualquer virtude aí é uma grata surpresa e parte da estirpe e da boa criação, normalmente familiar e raras vezes fruto do auto-desenvolvimento).
Mas é aquilo é até aí, o resto é perfumaria, isca para pegar incautos e superficialidade extrema.

Agora o que tem de sapatão por aí, acho inclusive que supera os baitolas... meninas bonitas colando o velcro.
Responda-o
#14
Quando fiz faculdade (área de humanas) acabava me dando bem com as feministas, mesmo sendo declaradamente conservador e pró bolsonaro (idos de 2015-2016).

Lembro que em uma turma batia de frente e era incisivo no tom correto, deixando algumas sem respostas. Sei que não é o recomendado - e realmente não é, mas às vezes é interessante fazer algo por experimento social, sem me deixar levar no calor do momento.

Tenho pra mim que a imagem/atitude que elas postam nos sites e fóruns tende a se desfazer quando estão interessadas em um cara, principalmente se há 2 ou mais interessadas no mesmo grupo. (Era o único homem daquela turma).

Lembro que havia uma sala de estudos toda em vidro, onde dava para saber quem estava lá dentro. 2 vezes seguidas uma feminista foi lá convidar para andar na faculdade e lanchar com ela, sendo que não éramos amigos e nem nada, só fazíamos aquela matéria juntos.

Talvez para os mais sociáveis isso seja comum; mas não é meu caso. Normalmente sou extremamente fechado e quieto, passando batido nas interações sociais e relações de grupo.

O que mais achei interessante é que elas não tem ideia sobre como interagir com um homem masculino. A forma de convidar alguém para algo, querer chamar atenção, etc; elas fazem de forma impositiva e totalmente estranha. 

Elas não entendem que o feminismo é totalmente anti natural, exatamente como um colega comentou: é a matrix do sexo feminino. Exatamente como o amor romântico / homem bonzinho.
Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.
Responda-o
#15
Eu poderia tecer um comentário gigantesco sobre o assunto, mas não vou. Passei da fase de teorizar sobre essas coisas.

Sinceramente, eu não sinto é nada ao me deparar com uma cuié que não se casou e nem teve filhos. O sofrimento delas de maneira alguma me comove, mesmo que sejam da minha família; não quer independência? não quer direitos? então se fodam. Morram criando seus gatos Gargalhada

Nós homens não somos tão suscetíveis às ideologias por termos o lado racional predominante, já as cuiés se sentem amparadas pelos movimentos, sentem-se especiais, criam uma imagem distorcida de si mesmas para se afirmar perante a sociedade. No fundo as feministas sentem inveja de nós que construímos o mundo e o sustentamos até hoje. 

Vou me lembrar muito bem de todo empoderamento e independência quando me vierem com um: -- "Pega esse peso aqui você que é homem".

Se fodam 1000 vezes, feministas empoeiradas!
Visitante? Crie sua conta clicando aqui para ter acesso a áreas exclusivas.


Responda-o
#16
Por mais que estejamos na melhor janela da história, temos também a pior geração da história, ainda que as concepções de cosmovisão de 100% dos homens aqui não seja a da ideia de juntar-se a uma mulher e constituir família, o Realista tende a destacar-se dos demais, porque não aceita ser castrado por uma complexa engenharia comportamental;

Até mesmo o tetinha jogador de LoL quando tiver que encarar a realidade vai virar homem pelas circunstâncias da vida, então, apesar dos pesares, é nos piores trabalhos, nos piores lugares e nas piores circunstâncias, lá estão os homens: trocando tiro com vagabundo na pista, trabalhando nas estivas; pilotando moto na chuva para sustentar a casa, etc. No geral, o homem come o pão que o diabo pisa, e ainda é difamado.

Na verdade eu to nessa vibe aí do @Reddington perdi a energia para explicar este fenômeno, e de certa forma, a compaixão por esta geração de M$ols de 40 anos, que já estão com seus Enzos e Valentinas prestes a entrar nas faculdades, etc.

A questão aqui é que nossas amiguinhas acharam mais interessante trocar a proteção do homem, pela proteção do papai Estado, claro que o Papai Estado por concepção de existência não é muito chegado em conservar valores e tradições, a ele basta criar mecanismos de controles de massa mesmo que para isso crie divisões internas na sociedade.

A perda de virtudes, valores e tradições, está apoiada em uma concepção materialista, onde o 'TER' vale mais do que o 'SER', cujo sinônimo de sucesso é aproveitar uma liberdade para fazer porra toda que quiser, nem os filhos param o pião da casa própria de picas e quando estiver lá para os 30 e poucos arrumar um macho para se ancorar, ai de você macho escroto, que julga o passado da guerreira.

O casamento neste contexto entra como um refúgio, uma espécie de troca de interesses onde o interesse utilitário de aproveitar um homem apaixonado de preferência ganhando 5 dígitos por mês e apto a satisfazer s vontades da donzela ... Já sabe né! Se não cuidar direito da dama abre espaço para concorrência.
Responda-o
#17
@Remy LeBeau : Comentário espetacular, ótima reflexão.

Spoiler Revelar
(29-07-2020, 03:39 AM)Remy LeBeau Escreveu: Cronos e o mercado são duas coisas implacáveis! 
Seja pelo transcurso do tempo e seus reflexos, ou, do ostracismo causado, de anos e anos de hipergamia e uma vida desvairada, que a tornaram desinteressante aos outros (mesmo com a aplicação da regra do Pareto aqui), os efeitos do tempo e a perda da notoriedade são duas realidades, que cedo ou tarde surgem para cobrá-las. Aqui não há como escapar. 

O imperativo biológico da reprodução não foi atendido, o período infértil já e uma realidade. Por outro lado, há de se lidar com a solidão. Ocorre que o impacto aqui é maciço, já que estavam acostumadas com as companhias, regalias, favores e pretendentes. Mas nessa etapa, tal fonte secou ou já é inexistente. Por outro lado, a competitividade feminina é implacável. Além de competir entre elas, uma geração de mulheres solteiras já foram suplantadas por novinhas, as quais já miram o mesmo nicho e se destacam com excessiva naturalidade. O poder de barganha decaiu, e, em alguns casos, já é integralmente favorável ao homem (mesmo ao mangina), que possui um maior poder de fogo, após vagar em um deserto sexual, com a possibilidade de pela primeira vez ter direito de escolha, e obviamente quer se fuder na mão da que melhor lhe agrade. Assim, para a mulher solteira em tal situação, pela primeira vez será rejeitada pelo excedente masculino, que outrora a colocava em um patamar de uma divindade. É um choque de realidade.

(Confrade Mistério do FdB com as suas coroas enxutas que o diga!)

A realidade é implacável. Cedo ou tarde tal dívida é cobrada. Não há como se esconder. Em alguns casos é possível postergá-la, por meio de procedimentos estéticos, ou o envolvimento em relacionamentos artificiais, meramente com o condão de manter alguma aparência ou originário de alguma pressão por algum compromisso, com algum desavisado ou igualmente desesperado. Fato que inequivocamente levará os envolvidos à uma ruína emocional.  

Ademais, sabemos que a competitividade entre elas é absurdamente excessiva. Uma mulher em tal circunstância é vista como um pária entre elas. Um exemplo a não ser seguido, alguém que não venceu na vida, alguém que se deve evitar... Logo, toda a construção artificial do ego, outrora inflado com favores, carinhos e agrados, rui quando confrontada com uma triste e diária realidade. Ela chegou no momento de seu declínio físico e mental (após o seu ápice, e, em razão da vida de hoje, cada vez mais precoce), e terá que enfrentar tudo sozinha. Os sonhos de criança não se realizaram integralmente e ficaram no passado. Não há ninguém ao seu lado, apenas a sua, cada vez mais difícil, companhia.

Não obstante tudo isso, ainda há os fantasmas do passado para lembrá-la das escolhas erradas que tomou (todas das quais, à época, se recusou a assumir as consequências e aprender com o seu erro). Os amores frustrados (por ela própria), que não vingaram. Os pretendentes que ela propositalmente afugentou, porque não eram "interessantes", ou, naquela época ela não se preocupava com segurança e estabilidade. Os "cafagestes", que ela jurava que iria domar, mas que a descartaram. O estilo de vida inconsequente que abreviou a sua saúde e disposição. Todos os dias, além da própria realidade, tais lembranças permeando o seu subconsciente. Enquanto isso, em que pese o sorriso falso em sua face, ela, no fundo, sabe que a culpa é exclusivamente sua. Enquanto algumas se despedem do mercado felizes, após terem fisgado algum otário, ou, mantiveram um decoro maior e estão em condição mais favorável, este nosso exemplo não. E não há mais o que se possa fazer, ainda que tente postergar o estrago com algum procedimento estético... É um cadáver adiado, como diria Fernando Pessoa. O que resta, como postou o confrade @Minerim, é a bolha, manter o que restou da aparência e deturpar a realidade para se afirmar em um cenário de solidão. Pura engenharia social. Mamãe natureza é implacável. 

Os prussianos diziam que cada um era livre para buscar a salvação, de acordo com as suas crenças. Pois bem, elas acreditaram que esse estilo de vida duraria para sempre, mas ele não durou. Agora restam as consequências de suas decisões. Me conforta que muitas crianças terão as suas "titias" e muitos animais abandonados encontrarão alimento, carinho e companhia.

@SteveMcQueen: Muito engraçada a matéria é tragicómico, 

Spoiler Revelar
(29-07-2020, 07:58 PM)SteveMcQueen Escreveu: Retirado de um site uol, artigo: "Sobre ser uma mulher independente, feminista e casada"

.. (juro que vi a imagem no artigo delas)... 

[Image: giphy-39.gif]

Vamos rir. 

(Obs: o texto delas tem a mesma maturidade de um rapaz de 11 anos).

Tem também as feministgows:


""Escolhi não me envolver mais com homens" Existem, porém, mulheres que acreditam que se relacionar com homens é difícil demais. Raquel, que preferiu ter seu sobrenome preservado, acabou decidindo que para ela, não dá. "Há algum tempo eu estava questionando isso. Sempre que eu começava a me relacionar, vinham aqueles comportamentos masculinos que são vistos como normais e eu ficava com a sensação de já saber o que ia acontecer"

Vamos rir, parte 2.


Engraçado que na hora de casar elas não olham para os feministos e rapazes do movimento delas, por que será, né?.... Se escolhessem aqueles, provavelmente não teriam problemas com "machismo" e cada grupo viveria na sua, de boa.

@SteveMcQueen: Me formei em 2011 e acredito que isso seja um padrão de comportamento delas, a verdade é que em humanas nós homens somos presença rara, ainda mais nos cursos de licenciatura, quando me formei dei as costas para meu ciclo social da graduação e fui viver minha vida, sem cair na generalização a mulherada de humanas se não abrir o olho acaba ficando com uma moral deformada. 

Spoiler Revelar
(30-07-2020, 04:51 AM)SteveMcQueen Escreveu: Quando fiz faculdade (área de humanas) acabava me dando bem com as feministas, mesmo sendo declaradamente conservador e pró bolsonaro (idos de 2015-2016).

Lembro que em uma turma batia de frente e era incisivo no tom correto, deixando algumas sem respostas. Sei que não é o recomendado - e realmente não é, mas às vezes é interessante fazer algo por experimento social, sem me deixar levar no calor do momento.

Tenho pra mim que a imagem/atitude que elas postam nos sites e fóruns tende a se desfazer quando estão interessadas em um cara, principalmente se há 2 ou mais interessadas no mesmo grupo. (Era o único homem daquela turma).

Lembro que havia uma sala de estudos toda em vidro, onde dava para saber quem estava lá dentro. 2 vezes seguidas uma feminista foi lá convidar para andar na faculdade e lanchar com ela, sendo que não éramos amigos e nem nada, só fazíamos aquela matéria juntos.

Talvez para os mais sociáveis isso seja comum; mas não é meu caso. Normalmente sou extremamente fechado e quieto, passando batido nas interações sociais e relações de grupo.

O que mais achei interessante é que elas não tem ideia sobre como interagir com um homem masculino. A forma de convidar alguém para algo, querer chamar atenção, etc; elas fazem de forma impositiva e totalmente estranha. 

Elas não entendem que o feminismo é totalmente anti natural, exatamente como um colega comentou: é a matrix do sexo feminino. Exatamente como o amor romântico / homem bonzinho.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#18
Elas não estão com essa bola toda não, mas pegam os incautos que não conseguem ficar sozinhos e 'caçar' mulheres por conta própria. O feminismo nada mais é do que o novo clube da luluzinha com mulheres deixando o pelo do subaco crescer. Um homem não deve ficar dando atenção a esse tipo de coisa.

A guerra é contra o estado e contra a nossa própria ignorância.

Igual, é a falta de opções que nos leva a merda. Quando uma mulher começar a ficar chata, vc se diverte com outras. Ela começa com essa chatice só quando o caboclo não tem nem uma mulher mais jovem, feminina e atraente no radar.
Responda-o
#19
Ontem, por um acaso, trombei com um vídeo onde um cara coloca uma mulher para se passar por homem no Tinder, achei interessante a proposta e assisti. Foge um pouco à discussão, mas vou postar mesmo assim.

Disseram acima que o homem come o pão que o diabo amassou, e essa é a real. Apenas mulheres, crianças e pets são amados incondicionalmente pelo que são, homens tem de provar seu valor (para sociedade) todos os dias.

Continuando. No primeiro dia ela entrou em choque por, pasme, conseguir apenas 5 matchs e nenhuma resposta no chat. E assim prosseguiu, ela dizendo que achou que seria fácil por "conhecer e saber o que querem as mulheres" (nem elas mesmas sabem, desistam de tentar agradar).

No final do quinto dia ela chegou a chorar, e disse não desejar ter que passar por uma experiência dessa novamente. Agora, imagine o homem comum, medíocre que vive esse inferno e não pode sair dele. Eu deixei de julgar os MGTOW's a muito tempo.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#20
(30-07-2020, 03:01 PM)Gorlami Escreveu: Ontem, por um acaso, trombei com um vídeo onde um cara coloca uma mulher para se passar por homem no Tinder, achei interessante a proposta e assisti. Foge um pouco à discussão, mas vou postar mesmo assim.

Disseram acima que o homem come o pão que o diabo amassou, e essa é a real. Apenas mulheres, crianças e pets são amados incondicionalmente pelo que são, homens tem de provar seu valor (para sociedade) todos os dias.

Continuando. No primeiro dia ela entrou em choque por, pasme, conseguir apenas 5 matchs e nenhuma resposta no chat. E assim prosseguiu, ela dizendo que achou que seria fácil por "conhecer e saber o que querem as mulheres" (nem elas mesmas sabem, desistam de tentar agradar).

No final do quinto dia ela chegou a chorar, e disse não desejar ter que passar por uma experiência dessa novamente. Agora, imagine o homem comum, medíocre que vive esse inferno e não pode sair dele. Eu deixei de julgar os MGTOW's a muito tempo.

Gargalhada Gargalhada Gargalhada Gargalhada

Não aguentou a pressão !
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  O que é o casamento? – Homem e mulher, uma defesa Adão 0 385 10-10-2017, 01:09 PM
Última Postagem: Adão
  [REFLEXÃO] Mulher Não Gosta de Homem Bom? Varão Opressor 27 3,315 19-04-2017, 03:11 AM
Última Postagem: Fairchild
  Mulher utilitarista e homem bundão Crixus 47 6,246 27-03-2017, 10:54 AM
Última Postagem: Awaken
  [REFLEXÃO] O Homem pega pra comer. A Mulher pega pra conviver. Sagitario 21 2,782 02-03-2017, 01:12 PM
Última Postagem: Ph da Real

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)