Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Briga de Rua
#1
Desde já afirmo que sou contra selvageria irracional, mas um homem precisa SABER o que fazer e o que não fazer em situações extremas, não PENSAR QUE SABE o que vai fazer. Na natureza, prepotência mata.

SEJA DESLEAL
Briga de rua não é luta, não é combate, não é tatame nem ringue e não tem juiz pra mandar parar. Vc não sabe quem vai se meter, que tipo de arma vai aparecer, a capacidade técnica dos envolvidos, vc não sabe nada, é caos toda hora, não é linear como um combate homem a homem, a cada instante entram em cena novos elementos, novas variáveis, as coisas vão te surpreendendo, vc se enrola, e afoga! Afoga mesmo, quando vc vê já era! Cada segundo parece 30, as coisas ficam em câmera lenta, e mesmo assim não dá pra dar conta. É foda!

Então VC TEM QUE SER A SURPRESA: Jogue sujo e resolva rápido! Seu objetivo não é humilhar ninguém a não ser em casos muito específicos, no geral o ideal é ser o mais agressivo possível no primeiro ataque, cessar a agressão contra você, e se evadir do local IMEDIATAMENTE. E não é pra ir pra outro bar, nem pra outra festa, pra lugar nenhum. Deu merda vai pra casa, acabou aquele dia pra você, vai por mim.



Tamanho não é documento nessas horas, pergunta pro Helio Gracie.


DEIXE O JIU JITSU PRO SEU TREINO
Cuidado: GORE
Spoiler Revelar
[video=liveleak]https://www.liveleak.com/view?t=caf_1425147486[/video]
O que esse cara fez de errado?
Pensa idiota, é óbvio! Pensa vai…
Pensou?
Ele achou que iria imobilizar o adversário e ficar lá segurando? Tá esperando o cara bater tapinha de tatame pedir penico?
Porra mermão: Darwinismo! Morreu de burro, esse cara! E com um Jiu Jitsu bom, mas com o mindset errado.
Não morra de burro vc tb: Pescoço vc só pega em casos muito específicos, tipo o do menino lá em cima, um lugar isolado que ninguém vai se meter e tá tão tranquilo que sua mina tá até filmado. Mas pescoço demora pra encaixar direito, e depois que encaixa ainda tem seis segundos pela frente. Conta aí comigo: 1, 2, 3, 4, respira filha da puta, 5, 6.
6 segundos do amigo do cara que vc tá pegando o pescoço te chutando, socando sua nuca, te dando uma cadeirada, uma garrafada, uma facada. Então esquece pescoço, combinado? Tranquilo?

E braço é o seguinte: Pegouquebrou, assim tudo junto sem vírgula. Vc não é Carlson Gracie, não é octógno essa porra, vc não tá na intenção de subjulgar ninguém atleticamente, VC ESTÁ LUTANDO PELA SUA VIDA!
Senão vc não estaria brigando, né verdade?
Então já que tá brigando, faz essa porra direito, não faz no médio, não respeita o outro como atleta ser humano pai de família nem porra nenhuma disso, quebra e sai fora, que depois que vc quebrar ainda vai ter mais nêgo pra vc bater só pra vc conseguir sair fora. E quebrar é gráfico, causa um efeito moral nas multidões, abre o Mar Vermelho e vc sai fora de fininho estilo Moisés.
É rua? Encaixou? QUADRIL NA LUA! QUEBRAAAAAAA!
[Image: 1*YHCmnoLG4mBZ99O3aKuwNA.jpeg]

“Aí aí quebra quebra vai quebra!”, o Royler tava falando isso ali pro Royce ó, pode ver, pela cara.

E já levanta na atividade que tem sempre mais merda: Atenção ligada em volta, não olha ninguém que não esteja com atitude de te atacar diretamente nos olhos, arruma a sua atitude corporal, assume o controle do seu corpo de novo e sai fora!
Respira, entendeu? Não sai cambaleando trocando as pernas que a massa vê a fraqueza e faz justiça por instinto. Respira… calibra os sensores de novo, e sai fora o mais educadamente possível.
Chegue em casa e reze um Terço pra agradecer: Vc está vivo.
Escuta quem tem o pedigree, eles nascem sabendo essa porra, escuta eles que vc se dá bem, não inventa, que nêgo já tá saindo na mão há centenas de milhares de anos e não tem o que inventar.

ARMAS E ARMAS IMPROVISADAS


esse é um assunto desprezado por muitos, e pode ser totalmente decisivo principalmente na hora de UMA PESSOA MAIS FRACA E MENOR SE DEFENDER DE UM AGRESSOR MAIS FORTE E MAIOR.
Pode ser sua única chance de reagir efetivamente a salvar a sua própria vida ou de alguém que precise de ajuda. Não saber o mínimo pra ter que lidar com essa possibilidade é tão sério quanto não saber operar um extintor de incêndio. Um instrumento que conte a seu favor serve pra EQUALIZAR a diferença entre vc e um agressor mais forte, não pra subjulgar as pessoas. NÃO SEJA BABACA!
Então entende aqui o seguinte: Distância é controle. Quem controla a distância controla tudo. Por que Jiu Jitsu funciona pros cara pequeno bater nos grandes no mano a mano? Porque no Jiu Jitsu vc não fica NUNCA no raio de ação do soco e chute do cara. Vc fica fora, numa distância que ele não te alcança, e quando engaja é pra ficar tão perto que não tem como ele fazer impacto, vc gruda nele.
O problema disso eu já falei: vem o amigo e dá uma bicuda na sua cabeça, então não é pra vc deslumbrar nisso… pegouquebrou e já levanta.
Mas como vc transfere esse ensinamento, esse conceito, essa chave do conhecimento sobre ser um Homem completo, que veio da mais Suave de todas as Artes, pra uma situação de rua?

"A diferença do homem pro macaco é a ferramenta."

Porque com um pedaço de pau vc consegue bater no cara numa distância que é ANTES da distância que ELE c0nsegue te bater.
Entendeu o conceito? Cê bate nele antes dele te alcançar, com algum objeto que te faça mais “comprido” do que ele. Não tem mistério.
“Porra mas onde eu vou arrumar um pedaço de pau na hora?” - Dá teu jeito!

Você deve ser criativo. Afinal, a vida é cheia de pedaços de pau por aí, assim soltos, na rua, vc nem precisa ficar “carregando” nada porque dependendo do seu physique do rôle pode ser complicado, eu sei bem. Então se habitue a chegar nos lugares e olhar os objetos de maneira a abstrair das funções utilitárias para as quais eles foram originalmente projetados, e pense em como vc pode usar essas coisas como “arma”. É isso que os artistas pós modernos todos fazem com a fotografia, e eles são todos uns frouxos, e conseguem. Não é possível que vc não consiga.

O básico do básico pra vc não inventar ideia de jerico na hora e se enrolar:
  • Garrafa é pra jogar, não é pra bater. Aquilo que eles fazem nos filmes, de dar uma garrafada na cabeça do amiguinho segurando a garrafa, não existe na vida real. Se vc fizer isso vc vai cortar sua mão.
  • E vê lá o que vc vai jogar além de garrafa, porque o bom de jogar garrafa é que se vc errar ela quebra. Se vc jogar uma cadeira, um postezinho daquele de pendurar fita pra organizar fila, uma lixeira, ou até uma faca em alguém e ERRAR, o alguém vai pegar o objeto no chão e jogar contra vc de volta ou pior, vai usar direito, te dando porrada com o que vc jogou nele. Imagina a humilhação… Não forneça armas ao oponente.
  • NÃO SE ENTRA EM BRIGA DE FACA! Pode ser que puxem uma faca pra vc, e vc tb tenha uma faca. Esquece a sua faca e cate uma cadeira, cadeira nesses casos é a melhor coisa, ou um bastão, qq coisa pra manter a distância e tentar dar na mão da faca ou apagar o cara. Ou corra. Carregue no seu coração esse versinho: “Briga de faca morre os dois: Um na hora e o outro depois.”
  • Sabe desarme contra arma de fogo? Mesmo que vc seja o ninja, evite essa porra, porque quem anda com arma de fogo não anda sozinho, e vc vai levar um tiro do amigo do cara com certeza. Acontece toda hora, pode perguntar por aí, tá cheio de ninja no cemitério.

POLICIAIS, SEGURANÇAS E OUTROS COMPONENTES DE FORÇA


"Trate como se fosse seu pai."

Essa frase resume o mindset que vc tem que assumir instantâneamente assim que a polícia chegar, não pode ser menos do que isso. Esquece as coisas que vc leu na VICE sobre black block, esquece aquele filme dos franceses que o cara trepa com a irmã na frente do amigo e depois eles descem do apartamento pra fazer a revolução, esquece essas histórias, que vc não tá num protesto, VC ESTÁ ENVOLVIDO NUMA DESINTELIGÊNCIA, VC ESTÁ NUMA TRETA COMUM DE RUA, e não tem vários ativistas com câmera, não tem imprensa, tá geral nervoso, ninguém tá entendendo nada nem sabe quem é ninguém, e pra tu levar um tiro na cara é dois palito. E vc vai estar errado.

Mesma coisa é segurança, não briga com segurança não, irmão… Eu já fiz isso algumas vezes sem querer, soquei o cara errado e tal, tipo o dono da balada que eu não sabia que era dono, e eu tenho uns amigos que quando bebem tb fazem cada coisa daí de vez em quando nego tem que tirar o pessoal dos lugares, e mano… vc não quer brigar com os cara que fazem segurança e batem em playboy bêbado como a gente todo dia.
É sério mano, acredita em mim. Eu, que sou eu, apanhei quase todas as vezes, os cara são sujo mesmo, com eles é pra fazer amizade e aprender, não é pra fazer inimizade.
Entendeu né? Polícia e segurança dos lugares, seja amigão pra caralho, respeite, perdoe, comungue… confia em mim.
Eu sei que todo mundo vai me odiar por dizer isso, mas pra mim no fundo eles são as melhores pessoas. Porque na boa: Eu, no lugar deles, mataria meia dúzia por dia. Haja paciência, mermão…
Enfim, colabora: O roteiro é dedos entrelaçados sobre a cabeça, na parede e olhando na parede, se não tiver parede o policial vai te dar uma lado pra olhar, já abre as pernas, abre mais, abre mais, porra mermão abre as pernas direito aí vai… Se tiver faca, ou qualquer outra coisa, avisa, “tem um canivete no bolso direito”, AVISA IRMÃO PELO AMOR DE DEUS AVISA, que se o cara achar e vc não tiver avisado, vai dar uma merda federal.
Vc não é bandido, e tem o direito de se defender. Não extrapole esse exercício, e caso necessário explique-se que tudo vai ficar bem quando for esclarecido. A Polícia Militar está lá pra proteger VOCÊ!
Afinal, não foi vc quem começou a briga, né? Se foi, vc é um bosta mano. É pra se defender. Porra, vê lá ein! Se eu te vir fazendo merda com o que vc leu aqui vou te pegar, malandro!
Se comporta. É saber e treinar, pra não ter que usar nunca.
(Por: "Costa Lara")

DISSIMULE, CONTROLE E ESCALONE PRA BAIXO


Por que vc agora virou a Madre Teresa de Calcutá? É claro que não, afinal o assunto aqui é treta.

Lembra que lá no início eu falei da diferença entre uma briga de rua e um combate? O lance é que num combate vc tem duas pessoas avisadas, que sabem o que vai acontecer e estão igualmente dispostas pro confronto, o espaço e os recursos permitidos estão delimitados anteriormente, e é mano a mano. Na rua não tem nada disso.
E essa falta de ordem e linearidade não é uma “desvantagem”, é só uma diferença. Mas se vc é um cara portador de uma inteligência ampla capaz de multitaskear várias camadas de informação, ação e reação ao mesmo tempo, isso é um vantagem pra vc: Brutamonte é tudo burro, e quando mais o game for atuação, inteligência, psicológico, timing, distância… melhor pra vc, ué! undefined
Vc sabe manipular as pessoas. Vc já fez chantagem com os seus pais pra ganhar um brinquedo quando era criança, já deu chocolate pra criança calar a boca, já foi simpático com gente do seu trampo que vc odeia, vc faz essas coisas, que eu sei.
E daí quando tem um cara querendo te bater, e vc resolve que vai ter que bater nele pra isso não acontecer, vc não vai ter coragem de fazer a mesma sacanagem que vc já fez com os seus pais, com a sua mulher e até com o seu filho e as crianças da sua vida?
Seja homem, porra! Agora não é hora de ser confrade da espécie não, leal é a abelha, a formiga… seja homem.
O cara tem um roteiro na cabeça: vai estufar o peito, xingar, te desafiar… ele espera que a situação siga escalonando para cima. Então vc vai quebrar isso.
“Desculpa irmão, foi mal mesmo, eu nã…”


Faz assim: Chega pedindo desculpas, com as mãos pra cima na frente do seu rosto, um pé na frente do outro. Se aproxima, pega nos ombros do cara, “que isso irmão não precisa disso”…

Ganhou aí cara, pode respirar aliviado. Vc pedindo desculpas, com as duas mãos nos ombros dele, sua mão boa vai e volta no seu rosto, de tão decepcionado que vc está com vc mesmo. Passando a um palmo do nariz, do queixo, e da orelha do seu oponente, que está processando a informação.
Enquanto vc pede desculpas, ou melhor ainda, enquanto o seu agressor fala, no MEIO de uma palavra, vc escolhe: Soco no queixo, ou palma no nariz. A palma no nariz é pra quebrar, o soco é pra apagar. Pra um soco apagar não precisa ser um porradão, é mais como um chicote, tem que descalibrar o labirinto do amiguinho. Então se vc pegar a pontinha do queixo, seja pros lados ou pra dentro mesmo, e ainda der um jeito de segurar o ombro onde já estava a sua outra mão, é apagão na certa, o pessoal em volta até aplaude. A palma no nariz é mais fácil de acertar, mas o cara não vai desmaiar, vai ficar com a mão no nariz uns dois segundinhos e vai voltar LOUCO pra te pegar, então se for palma no nariz, é pra continuar batendo até separarem: Se o cara abaixar a cabeça é joelhada na cara, o bom de palma ao invés de soco é que vc já pode emendar agarrando. Se o cara for pra trás chuta nas pernas pra derrubar e pisa na cabeça. Não pise muitas vezes, pise uma, no máximo duas. Vc não quer matar ninguém, vc está se defendendo.
Sempre ataque variando, colocando novos elementos: Socou? Não segue socando, chuta tb, bate em cima e em baixo, agarra e bate agarrado, quando der pra alavancar e sacudir sacode o cara, se movimenta, pega braço e torce, emenda com cotovelada… Variação sempre. Quanto mais vc variar melhor.
Lembre-se: A sua vantagem é colocar elementos inusitados, quebrar a ordem dos eventos na cabeça do oponente e fazer ele ter que pensar. Surpreenda SEMPRE! Esqueça que tem gente vendo e seja maluco. Lute pela sua vida, não é esporte.
E agora que vc sabe esse monte de coisa, fique sabendo do mais importante:

PEDIR DESCULPAS NÃO MATA


Como vc viu aí acima, o melhor lugar pra se estar numa treta é pedindo desculpas: Vc desarma o roteiro mental do oponente, coloca ele pra processar a informação nova, e enquanto ele tá fazendo isso vc já entrou na guarda dele, com a sua guarda armada, ele nem sabe que o negócio começou ainda.
Já que vc sabe isso é vc quem está subliminarmente dando o ritmo, roteirizando e controlando a distância da confusão, antes mesmo dela começar. Então vc pode perceber uma janela, e desfazer de fato o problema.
Se explique e deixe explicar, é a sua janela: Se vc notar uma atitude muito desconstrutiva da outra parte, ataca antes. Mas se tá desinflando, aperta a mão, vai embora um pra cada lado e já era.
Pra resumir: Ou vc desarma a bomba, ou detona ela VOCÊ MESMO. Só não pode ficar esperando ela estourar na tua mão, alguma coisa vc tem que fazer. Assuma a situação que a vida é sua.

A ideia por trás disso tudo aqui é que vc possa se relacionar com sinceridade e ser aberto a respeito dos seus pensamentos sempre, sem se preocupar com eventuais represálias que podem sim, dependendo do tamanho do ódio contra vc e suas ideias, se tornarem físicas. Então o objetivo aqui é te dar LIBERDADE pra fazer o seu discurso, se encontrar na vida, e SER FELIZ.
E gente feliz não enche o saco, não arruma treta, e sai de antagonismo sendo rápido, engraçado, e contando piada.
A diferença entre os Homens e os meninos não é a idade. É o seguinte: quem já quase morreu é Homem, mesmo que tenha 12 anos e more com a mãe. E quem nunca quase morreu é menino, pode ter mil diplomas, pode ter dinheiro, pode estar cheio de puta em volta, mas é menino, porque bagulho sério mesmo na vida é morrer.
Então vê se arruma um troço decente e minimamente honrado pra te matar, não vai morrer por qualquer merda aí na rua como se fosse um vagabundo e envergonhar quem gosta de vc.

Mas se for brigar, vê se usa a porra do seu cérebro e faz alguma coisa inteligente. Vai ser melhor pra vc não só no físico, mas pro seu espírito tb, porque não há nada como a sensação de sobreviver.



*Baseado em um texto que li na internet, com correções de minha parte.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - Cartilha para introvertidos e covardes
Responda-o
#2
É isso aí. Em briga de rua o mais comum é dedo no cú e gritaria GargalhadaGargalhadaGargalhada

Isso que você falou da parte de segurar o pescoço dos caras é verdade... teve uma briga em uma praça famosa aqui na minha cidade, e um dos brigões deu um mata leão no outro... só que aí já viu né, ficou de costas... o cara levou tanta paulada dos amigos do outro que até soltou o nego. Aí depois dos amigos do cara entrarem na briga, virou uma confusão generalizada.

Briga de rua não tem que ser show mesmo não. Se chegou ao ponto de você ter que trocar porradas com alguém em plena luz do dia, você tem acabar com a parada de modo rápido e ralar.
Todo mapeamento começa na visualização e compreensão do espaço, dentro da mente. Tal arte, se dominada, pode trazer muitos frutos positivos. 
Responda-o
#3
Briga de rua é simples quem da o primeiro soco na cara bem dado na ponta do queixo é quem ganhar.
"Antes de mas nada, saiba que você morrera e sera esquecido. Portanto, Busque  a felicidade dentro de sua alma e não fora. Entregue-se ao seu espirito. Somente ele estará com você depois da morte." (Nessahan Alita)

Spoiler Revelar
"Desenvolver apenas algumas camadas, negligenciando outras, mais cedo ou mais tarde, a vida cobrara o preço da negligencia." (Mandrake)

"Como eu sempre digo, o homem que não conhece a Real sempre acaba se dando mal." (Conde de Monte Cristo)
Responda-o
#4
Pra mim não serve. Só a parte de quebrou vazou que é na verdade meio universal.

Mas não entro em briga nem fodendo, muito menos por "amigo".
Caso a ameaça seja minha família, acho que o instinto é o suficiente
muito embora as duas maiores mentiras que os homens acreditam é
saber pegar mulher e lutar.
Cocacola e Dunhills
Responda-o
#5
Você já precisou sair de briga fudida @Gorlami ? Uma, duas vezes eu entendo cara, mas quando é mais do que isso parece que ou o cara trabalha com coisa perigosa ou busca confusão.
Responda-o
#6
(02-11-2018, 08:52 PM)Ducati Escreveu: Você já precisou sair de briga fudida @Gorlami ? Uma, duas vezes eu entendo cara, mas quando é mais do que isso parece que ou o cara trabalha com coisa perigosa ou busca confusão.

Poucas. Na época do EB.

O texto foi, em partes, paráfraseado.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - Cartilha para introvertidos e covardes
Responda-o
#7
Vc falou briga de rua? 





Mençao honrosa ao lendário porém já falecido Kimbo Slice!
Responda-o
#8
(01-11-2018, 11:06 PM)Gorlami Escreveu: A diferença entre os Homens e os meninos não é a idade. É o seguinte: quem já quase morreu é Homem, mesmo que tenha 12 anos e more com a mãe. E quem nunca quase morreu é menino, pode ter mil diplomas, pode ter dinheiro, pode estar cheio de puta em volta, mas é menino, porque bagulho sério mesmo na vida é morrer.

Concordo e muito com essa frase. Sua perspectiva de vida muda muito quando vc quase vai dessa para melhor (ou pior).

Achei o texto ótimo e bastante real, uma vez que eu já me meti em diversas brigas de rua, uma delas recentemente (alguns confrades aqui viram a foto do resultado Yaoming) só que nessa me dei mal pq não segui essa valiosa dica de "não briga com segurança não, irmão". Realmente, não façam isso... Yaoming 

Apenas complementando o texto, vcs tem que imaginar a vida por aí, fora da segurança do seu nicho, da sua casa, etc, como uma selva e pensar como predador. Qual é a grande diferença do predador em relação a vítima numa batalha pela vida? Alguns podem dizer a força, tamanho ou algo parecido... mas não... é agir primeiro, é pegar seu oponente desprevenido ou semi desprevenido conforme o texto explica. Não existe todo esse papo de honra, quem der a primeira pancada certeira vence. Ponto final. 

Então seja perspicaz de entender o que está se passando e aja antes do seu inimigo custe o que custar. Todas as brigas que eu venci eu fiz isso, agi antes que meu inimigo fizesse alguma coisa, pq a maioria das pessoas fica naquele lenga lenga de ficar só se xingando e empurrando achando que alguém vai interferir e não vai dar nada bem no fim, mas não, quando vc menos perceber vai estar no chão todo ensanguentado. A vez que eu quase quebrei o nariz foi assim também, o fulano pensou um milésimo mais rápido que eu e aí já era. Depois que alguém leva um golpe violento é comum aparecer uma multidão ou para separar, ou para bater mais em quem apanhou, então seja o cara que bate primeiro, sempre, se ver que não tem como apaziguar a situação. 

Por isso tudo que eu falo aqui sempre gira em torno de tomar ação, agir, pq isso salva sua vida desde coisas mais básicas e selvagens como uma briga de rua até na alta cultura. O homem que age primeiro de forma criativa e destemida, VENCE. Confiem em mim, eu tenho alguma experiência nisso. 

Para complementar ainda mais um pouco, fazer uma arte marcial é importante, mas ter um corpo muito forte (e não me refiro a tamanho, que na maioria das vezes é disfuncional pela corpulência) é FUNDAMENTAL, justamente pq quanto mais força vc tiver, mais pancada vc aguenta e máis facilmente termina com a briga num golpe. Já desmaiei sujeito batendo meio errado justamente pq treino pra FORÇA bruta, e não só pra ter "xeipi".  Então aprendam e treinar para aumentar a força, não apenas para aumentar o bíceps. E lógico que se vc for maior que a maioria das pessoas, vão pensar duas vezes antes de brigar com vc, porém, todo mundo por aí sonha em bater num bombadinho (mesmo sem motivo real para isso) para poder se vangloriar na roda de amigos, pensem nisso quando quiserem sair de babylook rosa na balada pra mostrar e bunda hipertrofiada.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#9
Excelente texto do tópico e ótimo comentário.
Já cara apanhar muito na rua por causa de "honra".
Honra é não apanhar na rua de um sujeito que você mal conhece. Se você acerta primeiro ou será acertado. E depois que toma um, se pegar de acordo é difícil reverter a situação.

E com certeza é importante estar com o físico em dia. Fazer algum tipo de arte marcial também é importante. Em todos os sentidos. Estar melhor preparado do que a grande maioria dos outros homens é um fator importantíssimo.
Responda-o
#10
Bacana o texto, meio inédito por aqui. Pena que hoje os caras resolvem as coisas na bala.

Uns 3 meses atrás tomei um soco no olho, fui pego de surpresa, cara bateu e saiu, nem tive tempo de reagir, mas serviu para eu ficar mais esperto por onde ando. Os caras do bairro ficaram sabendo e tão atrás dele, acho até que já se mudou.

@SatanásDeCalcinha O Kimbo era psicopata mesmo. As lutas dele eram só pancada, não tinha aquelas viadagens chamadas de "luta técnica" que ficam os dois oponentes de agarrando no chão.
Alguns até diziam que ele não deveria lutar no UFC porque era "doido", não usava nenhuma técnica macial Gargalhada
Dubito, cogito, ergo sum!
Responda-o
#11
Ia comentar sobre o Kimbo e esqueci.
Como esquecer a lendária luta entre ele e Dada 5000? Uma das coisas mais bizarras que já vi dentro de um octógono, Gargalhadahsahsua.

Mas no quesito briga de rua, o cara era expert. Porradeiro nato.
Responda-o
#12
excelente post

o vídeo gore é de se arrepiar, mas esclarecedor
Responda-o
#13
Um lugar fácinho de arranjar briga é em futebol, principalmente qdo vc vai e não conhece 90% da turma q vc tá jogando

Levou falta forte e não gostou? Pede falta uma vez só sem discutir e segue o lance. Se não pararem ignora mesmo, não passe por cai-cai.

Já qse saí no soco com muita gente por causa disso, mas sempre separavam.

Hoje nem me estresso mais, jogando com muitas turmas aprendi q tem gente bruta mesmo no jogo, uns são estabanados, outros só vão com muita vontade, mas fora de campo são gente fina e no fim não vale o stress.
Responda-o
#14
Este tópico é interessante, me fez lembrar da série Cobra Kai produzida pelo You Tube, se puderem assistam é pequena.
A série se passa 20 anos depois dos acontecimentos de Karatê Kid, se foca mais na escola que o Lawrence o loiro que apanha do Daniel no primeiro filme que tenta reerguer a escola Cobra Kai, a escola dele tem por base três mandamentos:

- Ataque primeiro
- Ataque com força
-Sem misericórdia

Por mais que ao decorrer da série ele apresenta uns comportamentos até infantis, a ideia é boa, ele fala coisas semelhantes ao que foi escrito aqui.
Sugiro que assistam a série, é muito boa.
"Tudo o que te resta é o desenvolvimento pessoal." Mr. Rover 
Responda-o
#15
O futiba é meio tenso para tretas, se a galera for cabeça quente pode interpretar qualquer lance mais ríspido como agressão, como eu sou horroroso no futebol, apenas apitava os jogos. Na hora das confusões eu fazia a primeira linha da turma do 'deixa disso'.

O jogo de futebol no batalhão que eu servia dava tanta treta que foi suspenso.

Responda-o
#16
Tópico sensacional!

Assim como eu havia feito algumas colocações em tópico anterior, na rua não tem perdão, pois em uma situação de conflito, o combate sempre será desleal, e isso é real!

Óbvio que em determinados extremos, o indivíduo não terá como saída o não enfrentamento do conflito, mas sempre lembrando que existe uma diferença absurda entre o que você treina no tatame e o que você se deparará em uma situação real de combate. Particularmente sou da filosofia que o indivíduo deva estar preparado sempre e que nunca precise usar o que sabe, do que o inverso, mas sempre a melhor decisão ou o mais sensato dentro de qualquer situação de conflito é não entrando nele.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)