Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Jiu Jitsu
#1
Jiu Jitsu

[Image: images.jpg]

Tópico destinado a trocas de informações relativas ao Jiu Jitsu. Utilize o tópico para falar livremente sobre:
  • Kimonos
  • Faixas
  • Lesões e como as tratou
  • Dicas de estudo para exame de graduação
  • Notícias sobre o Jiu Jitsu
  • Indicações de academia
  • Informações sobre Competições
  • Preparação para campeonatos
  • Métodos de treino
  • Guarda - Reposições e transições
  • Finalizações e Quedas
  • Videos de movimentos e técnicas no geral
E tudo mais relacionado ao Jiu Jitsu.
Responda-o
#2
Algumas ideias gerais organizadas aleatoriamente:

1-Evite academias no estilo feirão da graduação

Treina não faz nem um ano e caiu uma faixa azul do céu? cilada. Treino com o filho do meu mestre desde que ele era molecote com uns 7 anos de idade e ainda continua na azul com alguns graus, tendo agora seus 20 e poucos anos. Sim, mais de 13 anos de treino.

2-Evite professores/academias com uma linhagem desconhecida e aleatória

Auto-explicativo. Você nem começou e já vai entrar numa rabuda possivelmente.

3-Evite academias com treino light

Na minha academia faixa branca vai treinar com qualquer um de qualquer faixa, inclusive com preta. Se tiver que lutar cara de um metro e meio com o outro de dois metros vai rolar do mesmo jeito sem mimimi e sem massagem. Claro que respeitando o adversário e não esculachando o parceiro de treino sem necessidade.

3-Saiba diferenciar esporte do mundo real

Não entre na moda nacional de dar um mata leão em alguém na rua só pra tomar uma facada nas costas. Berimbolo é interessante para o esporte, fora do tatame a história é outra. Tenha bom senso sempre se não quiser se fuder e adapte o que você sabe para funcionar fora do tatame.

4-Cuidado com a síndrome do super-homem

Isso é muito comum no jiu jitsu hoje. Pra fazer o que os caras faziam no passado tu tinha que ser casca grossa de verdade, mas hoje tem muito casca fina se achando brabo sem saber porra nenhuma. O fim é trágico dentro e fora do tatame, vai tomar bolo.

5-Se estiver indo no caminho certo você vai voltar arrebentado pra casa uma hora ou outra

Treinando sem nunca ralar o joelho? treinando sem nunca machucar os dedos? Nunca apagou no treino porque esqueceu de bater? Nunca foi finalizado 10 vezes por caridade treinando com um faixa preta sendo faixa branca? Nunca pegou um maluco forte pra cacete de 2 metros e finalizou o cara em menos de 1 minuto? Nunca voltou com o kimono branco salpicado de sangue? Nunca pegou um colega de treino esquentadinho e deu um sacode pro cara sossegar o cu? Nunca tomou esporro do mestre?

Tá treinando qualquer coisa, menos jiu jitsu.

Treinar constantemente vai transformar até o mais covarde dos homens em alguém minimamente apto mentalmente pra entrar em combate. É mais mental que físico, acredite se quiser.
Pois os lábios da mulher imoral são doces como mel,
e sua boca é mais suave que azeite.
No fim, porém, ela é amarga como veneno
afiada como uma espada de dois gumes.
Seus pés descem para a morte;
seus passos conduzem direto à sepultura.

Provérbios 5
Responda-o
#3
Spoiler Revelar
(27-08-2019, 12:57 AM)Indomável Escreveu: Algumas ideias gerais organizadas aleatoriamente:

1-Evite academias no estilo feirão da graduação

Treina não faz nem um ano e caiu uma faixa azul do céu? cilada. Treino com o filho do meu mestre desde que ele era molecote com uns 7 anos de idade e ainda continua na azul com alguns graus, tendo agora seus 20 e poucos anos. Sim, mais de 13 anos de treino.

2-Evite professores/academias com uma linhagem desconhecida e aleatória

Auto-explicativo. Você nem começou e já vai entrar numa rabuda possivelmente.

3-Evite academias com treino light

Na minha academia faixa branca vai treinar com qualquer um de qualquer faixa, inclusive com preta. Se tiver que lutar cara de um metro e meio com o outro de dois metros vai rolar do mesmo jeito sem mimimi e sem massagem. Claro que respeitando o adversário e não esculachando o parceiro de treino sem necessidade.

3-Saiba diferenciar esporte do mundo real

Não entre na moda nacional de dar um mata leão em alguém na rua só pra tomar uma facada nas costas. Berimbolo é interessante para o esporte, fora do tatame a história é outra. Tenha bom senso sempre se não quiser se fuder e adapte o que você sabe para funcionar fora do tatame.

4-Cuidado com a síndrome do super-homem

Isso é muito comum no jiu jitsu hoje. Pra fazer o que os caras faziam no passado tu tinha que ser casca grossa de verdade, mas hoje tem muito casca fina se achando brabo sem saber porra nenhuma. O fim é trágico dentro e fora do tatame, vai tomar bolo.

5-Se estiver indo no caminho certo você vai voltar arrebentado pra casa uma hora ou outra

Treinando sem nunca ralar o joelho? treinando sem nunca machucar os dedos? Nunca apagou no treino porque esqueceu de bater? Nunca foi finalizado 10 vezes por caridade treinando com um faixa preta sendo faixa branca? Nunca pegou um maluco forte pra cacete de 2 metros e finalizou o cara em menos de 1 minuto? Nunca voltou com o kimono branco salpicado de sangue? Nunca pegou um colega de treino esquentadinho e deu um sacode pro cara sossegar o cu? Nunca tomou esporro do mestre?

Tá treinando qualquer coisa, menos jiu jitsu.

Treinar constantemente vai transformar até o mais covarde dos homens em alguém minimamente apto mentalmente pra entrar em combate. É mais mental que físico, acredite se quiser.

Não é sobre jiu jitsu mas é sobre luta, então não chega a ser offtopic:

Meu primo treinava Kung Fu desde uns 10 anos. Já pegou umas faixas mas a academia fechou e ele parou por um tempo. Alguns anos mais tarde ele entrou numa outra academia que tinha Kung Fu com o mesmo mestre, foi continuar a jornada pela faixa preta. Com uns 18 anos já pegou faixa preta.

Recentemente fui treinar numa academia pequena que tinha Kung Fu grátis (tava sem grana pra pagar), o treino de lá era sem tatame e o mestre formava duplas aleatórias para treino, então me chamou pra treinar com um cara bem mais experiente. A discrepância era absurda, eu era novato com físico bostinha contra um cara com um físico nível Bruce Lee quase (magro com musculatura absurda). Tive que parar pra resolver umas pendências, já que acabaria faltando demais.

Depois de um tempo fui conversar com o mestre do meu primo e ele disse que o meu treinamento era inadequado, "não tem tatame, não tem equipamento", já vi treinamentos do meu primo e lá usavam assessórios de proteção e treinavam igual pra igual (novato contra novato/faixa branca por exemplo).

Qual treino você recomendaria? O que eu fiz ou o do meu primo?
Flua como água, como dizia Bruce Lee.

Enviado da Minha Mente utilizando Minhas Mãos
Responda-o
#4
Embora meu contato com o Jiu foi muito rápido, pois meus treinos são em outras modalidades (Krav Maga (Krav Amit) / Panantukan - Guba Doce Pares), parabenizo a ideia de trazer esse debate para cá e não desvirtuando o tópico, quero contribuir neste com a minha vivência dentro da defesa pessoal. Neste sentido, endosso 100% seu comentário, @Indomável e aproveitando suas citações, vou deixar minha opinião pessoal dentro das vertentes a qual pratico, para aqueles que irão ler este.

Citação:1-Evite academias no estilo feirão da graduação

Não me lembro a quantos e quantos anos estou no tatame treinando duro. Em qualquer modalidade, as graduações deveriam ser pelo mérito atingido do praticante, a qual o salto de faixa (...sim, nós temos!) se dá por uma infinidade de questões, (...tais como: comprometimento, disciplina, ética, técnica...!). Portanto, entrar em alguma modalidade de defesa pessoal, visando apenas a graduação (...maldita vaidade!), sem estar ciente que a evolução, através de um trabalho duro que levará anos e anos a fio, é estupidez; perda de tempo, dinheiro e principalmente falta de respeito para com aqueles que treinam sério.

Citação:2-Evite professores/academias com uma linhagem desconhecida e aleatória

Em nossa modalidade, houve um crescimento exponencial na procura desde quando houve a introdução no Brasil (...década de 90, atingindo seu pico após os anos 2000!) e, infelizmente, ainda hoje há inúmeras e incontáveis academias que prostituem a modalidade, contudo, também há excelentes profissionais comprometidos nesta docência.

Citação:3-Evite academias com treino light

Sempre digo que dentro do tatame, os treinos (...parte físcia e técnica!) jamais devem ser agradáveis ou prazerosos, muito pelo contrário, tenham consciência que quanto intenso, agressivo e real for a entrega, melhor será o aprendizado e os resultados.

Citação:3-Saiba diferenciar esporte do mundo real

Existe uma diferença absurda entre o que você treina no tatame e o que você se deparará em uma situação real de combate. Sou da filosofia que é melhor saber algo e nunca precisar usar, do que o inverso e que em muitas vezes, a melhor decisão ou o mais sensato dentro de uma situação de conflito é não entrando nele.

Citação:4-Cuidado com a síndrome do super-homem

Os pilares que qualquer praticante de defesa pessoal aprende é a humildade, o respeito, a ética. Não é porque qualquer praticante tenha determinado conhecimento ou graduação, quer dizer que este é melhor ou mais do que alguém, muito pelo contrário, pois sempre há alguém melhor (...e mais doido!) que você.

Citação:
5-Se estiver indo no caminho certo você vai voltar arrebentado pra casa uma hora ou outra

Treinando sem nunca ralar o joelho? treinando sem nunca machucar os dedos? Nunca apagou no treino porque esqueceu de bater? Nunca foi finalizado 10 vezes por caridade treinando com um faixa preta sendo faixa branca? Nunca pegou um maluco forte pra cacete de 2 metros e finalizou o cara em menos de 1 minuto? Nunca voltou com o kimono branco salpicado de sangue? Nunca pegou um colega de treino esquentadinho e deu um sacode pro cara sossegar o cu? Nunca tomou esporro do mestre?

Dentro das modalidades que  pratico, eu já perdí a conta de quantas lesões, contusões, fraturas e etc eu trago no currículo, aliás, venho de duas semanas com o tornozelo direito contundido (...de ficar com o pé imobilizado mais de uma semana!) e ontem ganhei uma lesão na costela esquerda.

Se machucar faz parte do processo e acontecerá mais cedo ou mais tarde (... para não falar constantemente!), mas a questão é como o praticante reage com isso. Aquele que tem medo de se machucar, jamais se desenvolverá em alguma modalidade... a dor existe e faz parte do propósito!

Citação:Treinar constantemente vai transformar até o mais covarde dos homens em alguém minimamente apto mentalmente pra entrar em combate. É mais mental que físico, acredite se quiser.

Não apenas lhe transformarão em um pessoa preparada para o combate, mas como um pessoa melhor como um todo.

Obs: Estou rascunhando um tópico sobre defesa pessoal e seus benefícios e em tempo o trarei para cá.

Um Abraço!
Responda-o
#5
esqueceu de falar da matrix dos campeonatos não só jiu-jitsu como as demais outras artes,conheci muitos atletas,que foi campeão disso e aquilo,que ganhou 200 medalhas,o nome em primeiro no ranking mas está passando dificuldades financeiras e medalhas e nome no ranking não paga contas e não mata fome,e não garante emprego.Patrocinador putz esquece é muito raro alguém ser oferecer a patrocinar,e as federações ganha muito dinheiro com exames e campeonatos.
Responda-o
#6
(27-08-2019, 09:50 PM)Sub-Zero Escreveu: esqueceu de falar da matrix dos campeonatos não só jiu-jitsu como as demais outras artes,conheci muitos atletas,que foi campeão disso e aquilo,que ganhou 200 medalhas,o nome em primeiro no ranking mas está passando dificuldades financeiras e medalhas e nome no ranking não paga contas e não mata fome,e não garante emprego.Patrocinador putz esquece é muito raro alguém ser oferecer a patrocinar,e as federações ganha muito dinheiro com exames e campeonatos.

Muito bem lembrado Confrade...

Em se tratando de modalidades que há competições, na grande maioria das vezes,  o atleta / praticante não vive da modalidade e trabalha em outro ofício para poder custear sua vida e o próprio treinamento, sem contar com reconhecimento algum.
Responda-o
#7
(27-08-2019, 05:18 PM)Invisibleman Escreveu:
Spoiler Revelar
(27-08-2019, 12:57 AM)Indomável Escreveu: Algumas ideias gerais organizadas aleatoriamente:

1-Evite academias no estilo feirão da graduação

Treina não faz nem um ano e caiu uma faixa azul do céu? cilada. Treino com o filho do meu mestre desde que ele era molecote com uns 7 anos de idade e ainda continua na azul com alguns graus, tendo agora seus 20 e poucos anos. Sim, mais de 13 anos de treino.

2-Evite professores/academias com uma linhagem desconhecida e aleatória

Auto-explicativo. Você nem começou e já vai entrar numa rabuda possivelmente.

3-Evite academias com treino light

Na minha academia faixa branca vai treinar com qualquer um de qualquer faixa, inclusive com preta. Se tiver que lutar cara de um metro e meio com o outro de dois metros vai rolar do mesmo jeito sem mimimi e sem massagem. Claro que respeitando o adversário e não esculachando o parceiro de treino sem necessidade.

3-Saiba diferenciar esporte do mundo real

Não entre na moda nacional de dar um mata leão em alguém na rua só pra tomar uma facada nas costas. Berimbolo é interessante para o esporte, fora do tatame a história é outra. Tenha bom senso sempre se não quiser se fuder e adapte o que você sabe para funcionar fora do tatame.

4-Cuidado com a síndrome do super-homem

Isso é muito comum no jiu jitsu hoje. Pra fazer o que os caras faziam no passado tu tinha que ser casca grossa de verdade, mas hoje tem muito casca fina se achando brabo sem saber porra nenhuma. O fim é trágico dentro e fora do tatame, vai tomar bolo.

5-Se estiver indo no caminho certo você vai voltar arrebentado pra casa uma hora ou outra

Treinando sem nunca ralar o joelho? treinando sem nunca machucar os dedos? Nunca apagou no treino porque esqueceu de bater? Nunca foi finalizado 10 vezes por caridade treinando com um faixa preta sendo faixa branca? Nunca pegou um maluco forte pra cacete de 2 metros e finalizou o cara em menos de 1 minuto? Nunca voltou com o kimono branco salpicado de sangue? Nunca pegou um colega de treino esquentadinho e deu um sacode pro cara sossegar o cu? Nunca tomou esporro do mestre?

Tá treinando qualquer coisa, menos jiu jitsu.

Treinar constantemente vai transformar até o mais covarde dos homens em alguém minimamente apto mentalmente pra entrar em combate. É mais mental que físico, acredite se quiser.

Não é sobre jiu jitsu mas é sobre luta, então não chega a ser offtopic:

Meu primo treinava Kung Fu desde uns 10 anos. Já pegou umas faixas mas a academia fechou e ele parou por um tempo. Alguns anos mais tarde ele entrou numa outra academia que tinha Kung Fu com o mesmo mestre, foi continuar a jornada pela faixa preta. Com uns 18 anos já pegou faixa preta.

Recentemente fui treinar numa academia pequena que tinha Kung Fu grátis (tava sem grana pra pagar), o treino de lá era sem tatame e o mestre formava duplas aleatórias para treino, então me chamou pra treinar com um cara bem mais experiente. A discrepância era absurda, eu era novato com físico bostinha contra um cara com um físico nível Bruce Lee quase (magro com musculatura absurda). Tive que parar pra resolver umas pendências, já que acabaria faltando demais.

Depois de um tempo fui conversar com o mestre do meu primo e ele disse que o meu treinamento era inadequado, "não tem tatame, não tem equipamento", já vi treinamentos do meu primo e lá usavam assessórios de proteção e treinavam igual pra igual (novato contra novato/faixa branca por exemplo).

Qual treino você recomendaria? O que eu fiz ou o do meu primo?

Kung Fu não tem Faixas, o nível é medido pelos Katis.

Deve buscar um Professor da Confederação Brasileira de Kung Fu Wushu a CBKW:
https://www.cbkw.org.br

O Estilo tu deves pensar, Shaolin do Norte mais chutes no ar, acrobacias, etc.
Wing Chun é mais braço, socos, chaves, etc.
E por aí vai...
Responda-o
#8
Eu fiz Jiu-jítsu por uns meses a alguns anos atrás quando morei em Campo Grande. Nesse ano vi que abriu uma academia aqui perto de casa, fui lá ver quanto está. É uma academia da Gracie Barra, o valor ficou na faixa de 140 reais, a vantagem que achei é que posso fazer em qualquer horário que tenha aula, ou seja, posso ir todos os dias e até mesmo mais de uma vez no mesmo dia. Gostei dessa flexibilidade.

Fui ontem e hoje como aula experimental, mas achei que o treino não é puxado. E pelos dois dias que participei ensina a mesma coisa pra novatos e veteranos, não tem uma orientação ensinando a base e movimentos básicos pra quem chega. Não sei se é essa a metodologia da rede ou só nessa academia que é assim. Mas vi que tem o “rola” que é aquela luta livre depois da aula, não sei quanto tempo tem disponível pra isso porque não pude ficar pra acompanhar nesses dias, mas é aí que eu acho que vale a pena, que é onde se cansa de verdade e se aprende na prática e talvez aí dê pra aprender os fundamentos.

Ainda estou avaliando se faço o jiu-jitsu lá ou vejo em outro lugar um pouco mais distante, acho que vou acabar me matriculando porque fica perto de casa e ficar uns meses pra ver se gosto já que eu já tenho o kimono em casa mesmo.
A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.
Responda-o
#9
Vocês estão ligados que estão desvirtuando o tópico né?  Yaoming

Não tem problema postar já que é relacionado ao tema, mas eu sugiro utilizarem esses tópicos abaixo caso queiram se aprofundar em algum dos temas. 

Se quiserem falar só sobre boxe, utilizem esse tópico Boxe
Pra falar sobre artes marciais e defesa pessoal podem usar esse tópico Artes Marciais/Defesa Pessoal.
E temos também o tópico sobre Briga de Rua.

Se nenhum desses tópicos te satisfaz, pode criar um tópico mais especifico e detalhado do seu jeito.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)