Enquete: Quem merece o prêmio?
Esta enquete está fechada.
Nikola Tesla - Físico
50.00%
7 50.00%
Cormac McCarthy - Escritor
7.14%
1 7.14%
César Lattes - Físico
21.43%
3 21.43%
Louis Pasteur - Químico
21.43%
3 21.43%
Total 14 voto(s) 100%
* Você votou neste item. [Exibir Resultados]

Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Homem Honrado de Outubro - 2018
#1
Homem Honrado do Mês de Outubro

[Image: Nobel-Prize-Winners.jpg]

Citação: 
Essa seleção é importante por promover comportamentos masculinos honrados, exaltando a figura de homens de valor, que atualmente é esquecida de propósito pela mídia, que só pensa em exaltar a figura feminina e demonizar a masculina. Então queremos resgatar e exaltar a figura masculina como algo de valor e honrado! - Libertador



Esta é a seleção mensal onde serão mostrados homens que são exemplos máximos de Honra, Valor, Coragem, Liderança, Masculinidade, Ousadia e etc. Homens que são verdadeiros exemplos a serem seguidos. 

Mês a mês, selecionaremos e elegeremos o Homem Honrado do mês. Todos os membros podem indicar alguém para a votação. É válido a indicação tanto de homens famosos da história como homens simples do nosso dia a dia que fizeram atos heroicos dignos de respeito e admiração. Como forma de iniciar o tópico, sempre indicarei um candidato. 
 
Esta iniciada a edição do mês de Outubro.

As indicações ficarão abertas até o dia 13. E no próprio dia 13 vai ser iniciada a votação que se encerrará no ultimo dia do mês.

Vencedores das ultimas edições:

Abril = Emmanuel Joseph Bishop
Maio = Pracinhas da FAB
Junho = Não teve
Julho = Saman Kunan
Agosto = Ignaz Semmelweiss
Setembro = Dom Pedro II

No final do ano vamos ter uma votação anual com os vencedores de cada mês para saber quem foi o homem honrado de 2018.

Este mês houveram premiações do prêmio Nobel, então o tema proposto será:

Personalidades que merecem o prêmio Nobel e não receberam.

Descrição do Nobel: "Contribuições destacadas para a humanidade em Física, Química, Fisiologia ou Medicina, Literatura, Paz e Ciências Econômicas."

Gostei do sistema do Libertador, então vou deixar que os senhores indiquem os candidatos.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Ir ou não ir"
Responda-o
#2
Eu indico o Nikola Tesla, acho que ele nunca recebeu o prêmio e a única vez que indicaram ele, teve uma treta do Thomas Edison por não querer compartilhar o prêmio com ele e parece que ficou sem receber.

Trecho do wikipédia:

Entre as mais notáveis invenções e descobertas que chegaram ao conhecimento do público em geral, podemos enfatizar:
  • Transferência sem fio de energia elétrica: [ 63 ] por ondas eletromagnéticas. Mais tarde, ele tentou desenvolver um sistema para enviar energia elétrica sem cabos por longas distâncias e queria implementá-lo no projeto da torre Wardenclyffe, que era na verdade estabelecer um sistema global de comunicações e terminar em fracasso devido à falta de financiamento. [ 63 ] Existem alguns filmes da torre. Embora tenha sido construído para enviar imagens e sons à distância, o sistema poderia ser adaptado para a distribuição gratuita de eletricidade para toda a população. Este sistema foi baseado na capacidade da ionosfera de conduzir eletricidade, a potência transmitida a uma frequência de 6 c / s com uma enorme torre para usar a ressonância Schumann como meio de transporte. Sabe-se hoje que essa freqüência foi de 7,83 c / se não 6, o que explica a grande necessidade de Nikola Tesla usar enormes poderes para seus experimentos.
  • Corrente alternada [ 65 ] Com o apoio financeiro de George Westinghouse , a corrente alternada substituiu à contínua, sendo Tesla considerado como o fundador da indústria elétrica.
  • Armas de energia direta (Anunciou um "raio de morte" e ofereceu-o ao governo, mas eles não prestaram atenção à sua gestão. Oficialmente, não há nenhum protótipo conhecido). [ 63 ]
  • Automóvel eléctrico sem baterias, [ É preciso referência ] acionado através de ondas eletromagnéticas longitudinais (um claro efeito de transição do vazio, devido à parte escalar dos cuaternións que usou Maxwell em suas treze equações e que foi descartado na versão do vetor de Heavyside-Gibbs / Hertz). Motor de 57 KW, montado em um automóvel Pierce Arrow de 1930, a velocidade de 144 km / ha 1.800 rpm, mais um dispositivo eletrônico equipado com 12 válvulas termiônica, das quais três eram 70L7, que transmitia a energia recebida por uma antena de 1,8 m longo para o motor e ventilação forçada. Há pessoas que rejeitam essa afirmação e outras que estão procurando ansiosamente o carro, que seria guardado perto de Buffalo.
  • Portas ou portas lógicas.
  • Rádio . * A partir de 1943, Tesla considerado o inventor do rádio sob a patente [ 66 ] [ 67 ] depositada em United States Patent and Trademark Office o 20 de março de 1900 . Antes de obter a primazia da invenção, esta foi atribuída, erroneamente, a Marconi , mais popular e mais capaz como empresário.
  • Lâmpada não filtrada ou lâmpada fluorescente . [ 68 ]
  • Eletroterapia ou dispositivos de diagnóstico, especialmente um gerador de raio-X de eletrodo único. Há também um registro de patentes de um gerador de ozônio. [ 40 ] [ 63 ]
  • Sistemas de propulsão por meios eletromagnéticos (sem a necessidade de partes móveis)
  • Turbina sem paletes, operada pela fricção do fluido. [ 63 ]
  • Em 1891 ele inventou a bobina que leva seu nome [ 69 ] Tesla Coil : ele entregou na saída uma energia de alta voltagem e alta freqüência.
  • Princípios teóricos do radar .
  • Oscilador vibracional mecânico.
  • Teslascope .
  • Controle remoto [ 63 ]
  • Blister para ignição de motores de explosão. [ 70 ]
  • Aviões STOL . [ 63 ]
  • Envio de eletricidade com apenas um cabo: além do sistema convencional usado, que requer 2 cabos, para a provisão elétrica dos dispositivos, a Tesla demonstrou em várias ocasiões que é possível enviar eletricidade através de um único cabo. de um único segmento. Portanto, neste exemplo, o conceito comum de tensão (diferença de potencial) poderia ser descrito simplesmente dizendo que a tensão é qualquer potencial e não necessariamente a diferença.
  • Estudos em raios-X .
  • Radiogoniómetro .
  • A unidade de campo magnético no Sistema Internacional de Unidades também leva seu nome.
A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.
Responda-o
#3
Boa, assisti um documentário a respeito do Tesla uma vez, ele é foda. O cara era cheio de defeitos, não se importava com o dinheiro (isso até fez com que ele não conseguisse dar prosseguimento aos seus últimos projetos), mas era focada em uma única coisa, fazer virar realidade o que tava na cabeça dele.

Passou por muito perrengue, mas, não fosse ele, talvez tardasse muito ainda a descobrirem a corrente alternada, que faz com que não precisemos de geradores de energia em cada quarteirão, e talvez esse fórum nem existisse.
Responda-o
#4
Vou indicar o escritor Cormac McCarthy, um dos poucos que escrevem e bem, sobre temas masculinos atualmente:

[Image: cormac-mccarthy.jpg]

Você já parou para pensar no que motiva um escritor a fazer um filme sobre faroeste? Daqueles onde o mais forte sobrevive e a cidade tem aquele feno que percorre o cenário perfeito de uma terra sem lei? Ou o que levaria alguém a escrever sobre um filme apocalíptico? Onde tudo o que sobrou de uma família foi o pai e seu filho pequeno? Para Cormac McCarthy, a resposta, dada uma entrevista concedida a Oprah, é muito simples: “eu não preciso de um motivo, apenas quero contar uma história”.

O autor, que publicou “Onde os Velhos Não Tem Vez” em 2005, caiu nas graças dos críticos à época do lançamento, mas  só foi descoberto pelo grande publico com a adaptação cinematográfica da sua obra para o cinema em 2007. O tema? O velho oeste. Mesmo com um tema tão adverso para um romance hoje em dia, o livro fez sucesso e chamou a atenção dos Irmãos Coen. E dois anos depois chegaria às telas do cinema sob o título, no Brasil, de “Onde Os Fracos Não Tem Vez”. Em seu elenco o filme conta com Tommy Lee Jones (“Capitão América: O Primeiro Vingador”), Javier Bardem (“O Amor nos Tempos do Cólera”) e Josh Brolin (“Bravura Indômita”). Vencedor de quatro Oscar, incluindo melhor filme em 2008, o longa baseado na obra de McCarthy levaria ainda mais 75 prêmios internacionais.

Em 2006 o autor foi agraciado com o Pulitzer de Literatura por “A Estrada”. Uma adaptação ganharia as telas em 2009. Com direção de John Hillcoat, roteiro de Joe Penhall (“O Último Rei da Escócia”), o filme seria estrelado por Viggo Mortensen (“O Senhor dos Aneis: O Retorno do Rei”) e Kodi Smit-McPhee (“Deixe-me Entrar”). Ainda em 2006, McCarthy publicaria a peça “The Sunset Limited”, que seria adaptada para TV. Em fevereiro de 2011, a série de mesmo nome seria produzida e dirigida por Tommy Lee Jones. O elenco do seriado também conta com Samuel L. Jackson.

Em 2010, o The Times colocou “A Estrada” ocupando o primeiro lugar na sua lista de 100 melhores livros de ficção e não-ficção dos últimos 10 anos. Frequentemente comparado pelos críticos modernos a William Faulkner, McCarthy tem sido muito cotado a ser o próximo ganhador do Prêmio Nobel de Literatura. Mas não é apenas isso. A vida literária do autor é um mais extensa. Outras obras também ganharam destaque no cenário literário como A trilogia da Fronteira. Que tal conhecer um pouco mais dessa caminhada do autor?

[Image: coen_interview-615x422.jpg]
McCarthy ao lado dos irmãos Coen.

Terceiro filho do casal Charles Joseph e Gladys Christina McGrail McCarthy, Cormac nasceu em Rhode Island, em 20 de julho de 1933, onde morou até os quatro anos de idade. Em 1937, a família se mudaria para Knoxville, no Tennessee, onde seu pai trabalharia como advogado do Tennesse Valley Authority. Com um pai sempre em busca de melhores condições, para ele e os cinco irmãos, em 1967 os McCarthy novamente se mudariam, dessa vez para Washington, onde seu pai trabalharia em uma firma de advocacia até sua aposentadoria.

Porém, nem só de mudanças de estado viveu o nosso autor nesse período. Em 1951, Cormac foi para a universidade do Tennessee estudar artes, o que não durou muito, pois em 1953 ingressava para a  Força Aérea Americana onde serviu durante quatro anos. Mesmo assim, o autor viu durante dois anos a oportunidade de pôr em prática seu lado criativo, ao ser encarregado de um programa de rádio no Alaska. Passado o serviço militar McCarthy voltaria a Universidade do Tennessee, onde publicaria duas historias no The Phoenix e ganharia o The Ingram-Merrill Award por escrita criativa em 1959 e 1960.

O primeiro romance do autor, “The Orchad Keeper”, foi publicado pela Random House em 1965. McCarthy contou, em uma das poucas entrevistas que concedeu, que decidiu enviar o script para Random House porque “era a única editora da qual ele tinha ouvido falar”. Já na editora, o manuscrito encontrou seu caminho nas mãos de Albert Erskine, que foi editor, também, de William Faulkner até a sua morte em 1962. Erskine continuou a editar o trabalho de McCarthy pelos próximos 20 anos.

[Image: Road+Arrivals.jpg]
McCarthy com o diretor John Hillcoat.

Foi também durante o verão de 1965, usando o dinheiro da bolsa de estudos da American Academy of Arts and Letters, que McCarthy embarcou no navio Sylvania, esperando visitar a Irlanda e acabou se apaixonando. A bordo, conheceu Anne DeLisle, que trabalhava como cantora no navio. E no ano seguinte já estavam casados. Anne seria a primeira de um total de três esposas. Em 1966, McCarthy recebeu uma bolsa da Rockefeller Foundation, a qual ele usou para viajar pelo sudeste europeu antes de chegar a Ibiza, onde escreveu seu segundo romance, Outer Dark. Logo após ter retornado à America com sua esposa, Outer Dark foi publicado ganhando aprovação da crítica.

Pacato e sempre prezando por sua privacidade, McCarthy se mudou, em 1969, para Louisville, Tennessee. Lá comprou, juntamente com a esposa, uma fazenda, a qual ele reformou e executou todo o trabalho pesado. Aqui ele escreveu seu próximo livro, Child of God, baseado em fatos reais. O livro foi publicado em 1973 e, assim como o anterior, Outer Dark, a história se passa no da Appalachia. Em 1976, McCarthy se separou de Anne DeLisle e se mudou para El Paso, Texas, onde escreveria e publicaria, três anos depois, seu romance “Suttre”, no qual esteve trabalhando em paralelo nos últimos doze anos.  Vivendo da bolsa que recebeu em 1981 da MacArthur, escreveu seu próximo romance, “Blood Meridian, or The Evening Redness in the West”, o qual foi publicado em 1985. O livro ganhou seu espaço no circuito literário.

Em 2006, uma equipe de autores e editores foi convidada pelo The New York Times para listar os melhores livros americanos publicados nos últimos 25 anos. “Blood Meridian” ficou em terceiro lugar, atrás apenas de “Beloved”, de Toni Morrison, e “Underworld” de Don DeLilo.

Mas foi apenas em 1992 que McCarthy finalmente conseguiu seu reconhecimento. “Todos os Belos Cavalos” chegaria às livrarias e com ele viria o National Book Award e o National Book Critics Circle Award. Seguido por “A Travessia” e “A Cidade das Planícies”, o livro completa o que o autor chamou de trilogia da Fronteira.

Atualmente, McCarthy está trabalhando em três novos livros. Um se passa em 1980 em New Orleans e conta a história de um homem que tenta lidar com o suicídio da irmã. Segundo o autor, esse será seu primeiro trabalho em que a história gira em torno de uma personagem feminina. McCarthy atualmente mora em Tesuque, Novo México, área ao norte de Santa Fé, com a sua esposa Jennifer Winkley e seu filho John.


Fonte: https://cinemacomrapadura.com.br/colunas...historias/
  • Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
#5
Em tempo: Segue a lista dos vencedores mensais, aos quais o vencedor deste mês, de novembro e dezembro se juntarão numa votação do Homem Honrado de 2018:

Abril = Emmanuel Joseph Bishop
Maio = Pracinhas da FEB
Julho = Saman Kunan
Agosto = Ignaz Semmelweiss
Setembro = Dom Pedro II

Lembrando que caso o mês se encerre com empate o criador do tópico também terá a prerrogativa de desempatar a votação daquele mês.
  • Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
#6
UP.

Último dia para sugestões.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Ir ou não ir"
Responda-o
#7
Indicações finais:

César Lattes

“Ele descobriu sozinho, e sem apoio de seu grupo, o méson-pi, mas foi o chefe do seu grupo, Cecil Powel, que ficou com o Nobel de Física”.
Existe uma desculpa esfarrapada de que a política adotada pelo prêmio Nobel até 1960 era de congratular apenas o cabeça do grupo na pesquisa, logo, o Lattes acabou fazendo todo o trabalho e deixando os créditos para um babaca.

Louis Pasteur

Foi mais conhecido por inventar um método para impedir que leite e vinho causem doenças, um processo que hoje se chama pasteurização. Ele é considerado um dos três principais fundadores do microbiologia, mas em vida era tido como um aluno medíocre.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Ir ou não ir"
Responda-o
#8
Acho que você pode criar a enquete, confrade!

Boas indicações.
  • Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
#9
Eu sou fã de Pasteur, seu processo térmico do século 19 sendo utilizado até hoje. Foi o que permitiu a logística de alimentos de alto valor biológico. Grande nome.

Já fica a minha indicação para um Nobel de Medicina chamado Alexander Fleming, o inventor da Penicilina, antibiótico retirado de fungos do gênero Penicilium. Pensem como era ter uma infecção bacteriana antes de 1941. Esta invenção mudou totalmente a expectativa de vida dos homens.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#10
(15-10-2018, 11:08 AM)Trglodita Escreveu: Já fica a minha indicação para um Nobel de Medicina chamado Alexander Fleming, o inventor da Penicilina, antibiótico retirado de fungos do gênero Penicilium. Pensem como era ter uma infecção bacteriana antes de 1941. Esta invenção mudou totalmente a expectativa de vida dos homens.

As indicações já encerraram. Eram até o dia 13. Eu também deixei de indicar mais alguns que eu estava pensando porque perdi o prazo. Fica para um próximo HH.
A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.
Responda-o
#11
(15-10-2018, 03:47 PM)Libertador Escreveu:
(15-10-2018, 11:08 AM)Trglodita Escreveu: Já fica a minha indicação para um Nobel de Medicina chamado Alexander Fleming, o inventor da Penicilina, antibiótico retirado de fungos do gênero Penicilium. Pensem como era ter uma infecção bacteriana antes de 1941. Esta invenção mudou totalmente a expectativa de vida dos homens.

As indicações já encerraram. Eram até o dia 13. Eu também deixei de indicar mais alguns que eu estava pensando porque perdi o prazo. Fica para um próximo HH.

Não deixei claro, mas era pro próximo mesmo. Neste já até votei.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#12
Lembrando que a votação se encerra no último dia de outubro.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Ir ou não ir"
Responda-o
#13
Para o mês de Novembro sugiro a indicação do CORONEL USTRA  e do Coronel Carlos Alves numa mesma categoria dividindo a indicação.

Motivo: Patriotismo e Proteção da Pátria.



Minha caixa de orgonio.  https://www.youtube.com/watch?v=md_FvbzJg40
Responda-o
#14
Senhores: por motivos históricos, simbólicos, filosóficos e sociológicos, sugiro que o Homem Honrado do Ano de 2018 seja o presidente eleito Jair Messias Bolsonaro.

Claro que, para isso, uma enquete deve ser aberta. Se for, já fica registrado meu voto. Amplexos!
"A maior maldição que pode se abater sobre uma criança é mãe piranha e pai covarde. Daí advém todo o declínio do Ocidente."
Palhaço, Canal Brasileirinhos.
Responda-o
#15
Encerrada a votação para o Homem Honrado do mes de Outubro, com 50% dos votos, o vencedor foi o fisico Nikola Tesla.

Ele irá se juntar aos demais candidatos vencedores dos meses anteriores, para a votação anual.

Agradeço aos que contribuíram na votacao deste mês.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Ir ou não ir"
Responda-o
#16
Todos ao meu ver foram ótimas indicações, foi difícil escolher qual o mais 'qualificado'
Responda-o
#17
(01-11-2018, 03:26 PM)Fernando_R1 Escreveu: Todos ao meu ver foram ótimas indicações, foi difícil escolher qual o mais 'qualificado'

Concordo! Apesar de serem poucas, foram indicações de alta qualidade.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Ir ou não ir"
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Homem Honrado de Janeiro - 2020 Temujin 12 526 10-02-2020, 08:12 PM
Última Postagem: Temujin
  [DEBATE] Homem Honrado de 2019 Temujin 11 824 02-01-2020, 10:45 AM
Última Postagem: Temujin
  Homem Honrado do Mês de Outubro - 2019 Temujin 10 952 02-11-2019, 11:20 AM
Última Postagem: Temujin
  Homem Honrado do Mês de Setembro - 2019 Temujin 3 481 01-10-2019, 05:05 PM
Última Postagem: Temujin
  Homem Honrado do mês de Agosto - 2019 Temujin 8 968 03-09-2019, 05:17 PM
Última Postagem: Temujin

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)