Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
A respeito da psicologia e da natureza humana
#21
(05-04-2024, 02:43 PM)Wild Escreveu:
(05-04-2024, 07:11 AM)Luiz Escreveu: https://www.academia.edu/43436962/DID%C3..._eliminado
@kidesgraca
Na minha pesquis sobre EGO encontrei essa didática que resume muito bem a forma de diluir o ego, também li uns livros de EGO como aquele do Osho (eu li sem saber que o maluco tinha criado uma comunidade nos EUA).  Recomendo também o blog Gnosis brasil tem uns artigos interessantes sobre o processo

A minha recomendação é só levar esses livros de gnosticismo e até a parte mais gnóstica de Nessahan Alita mais como curiosidade do que como fato científico.

Não adianta trocar uma obsessão por outra. Eu acho que ele passou da conta e já começa a ficar meio doutrinário demais quando chegamos nesse lance.

Auto-crítica sempre, hein, saibam filtrar. Força e honra,
Exatamente, muita teoria, muita masturbação mental, uma grande movimentação de complexizar algo que pode ser facilmente compreendido na prática.

Eu sempre tive um certo nivel em autoconhecimento, mas nunca sobre ego/dissolução/morte/gnoticismos, etc, etc... mas foi só após eu reler o nessahan e resolver se aprofundar na dissolução que eu me dei conta que já fazia isso na vida prática! (estoicismo me deu um norte) foi incrível cara.

Trazendo um exemplo da vida prática, vocês provavelmente já devem ter visto algum reels do instagram onde a pessoa fala que sua obsessão virou ranço após alguma graçinha por quem essa pessoa estava interessada (isso inclusive já me ocorreu várias vezes). Isso seria a dissolução do ego, pois a pessoa não consegue (mais) se identificar (ego) com a situação e com a parceira(o). Enquanto outras pessoas, não conscientes de si mesmas, sensíveis ao ego, etc... ficariam ainda mais obcecados pelo objeto de desejo após serem rejeitados  Gargalhada Gargalhada Gargalhada 

Homens tendem a ser mais resistentes ao ego pois o mundo faz de tudo pra diminuí-lo. Enquanto as mulheres são constantemente vistas como deuses, "objetos de luxo", etc, etc por isso tem o ego sensível e é por isso que ficam ainda mais obcecadas pelo cara (geralmente cafa) quando ele caga pra elas. Ego, o modo ver o mundo a partir de suas experiências, a identificação, a crença: "como assim ele não me quer ? todo mundo me quer!"
Responda-o
#22
(05-04-2024, 02:43 PM)Wild Escreveu: A minha recomendação é só levar esses livros de gnosticismo e até a parte mais gnóstica de Nessahan Alita mais como curiosidade do que como fato científico.

Não adianta trocar uma obsessão por outra. Eu acho que ele passou da conta e já começa a ficar meio doutrinário demais quando chegamos nesse lance.

Auto-crítica sempre, hein, saibam filtrar. Força e honra,

Concordo, inclusive eu parei de ler sobre e até voltei a ler a bíblia quando deparei-me com as viagens astrais e tudo mais. Entretanto deixo a didática para quem se interessar , me ajudou muito no processo que ainda me encontro para ser sincero.  Dependendo da autocritica de cada um a dissolução do ego ocorre naturalmente com a idade, sem precisar entrar na "gnose".
Porque o homem não provém da mulher, mas a mulher do homem.
Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, mas a mulher por causa do homem.

1 Coríntios 11:8,9
Responda-o
#23
NA é muito bom quando fala sobre Relacionamentos, mas não sobre Religião...
Responda-o
#24
(05-04-2024, 06:33 PM)Vital Escreveu: NA é muito bom quando fala sobre Relacionamentos, mas não sobre Religião...

Só VITAL é bom quando se fala de religião, NA não sabe porra nenhuma, vital é o mestre da religião, é PHD no assunto, não tem ninguém igual vital, quando vital começa falar de religião vocês tem que respeitar, tem que prestar atenção, o cara é foda demais na RELIGIÃO, conhecimento muito útil.

Fale de religião pra nois.
Responda-o
#25
(05-04-2024, 04:47 PM)kidesgraca Escreveu: Exatamente, muita teoria, muita masturbação mental, uma grande movimentação de complexizar algo que pode ser facilmente compreendido na prática.

Eu sempre tive um certo nivel em autoconhecimento, mas nunca sobre ego/dissolução/morte/gnoticismos, etc, etc... mas foi só após eu reler o nessahan e resolver se aprofundar na dissolução que eu me dei conta que já fazia isso na vida prática! (estoicismo me deu um norte) foi incrível cara.

Trazendo um exemplo da vida prática, vocês provavelmente já devem ter visto algum reels do instagram onde a pessoa fala que sua obsessão virou ranço após alguma graçinha por quem essa pessoa estava interessada (isso inclusive já me ocorreu várias vezes). Isso seria a dissolução do ego, pois a pessoa não consegue (mais) se identificar (ego) com a situação e com a parceira(o). Enquanto outras pessoas, não conscientes de si mesmas, sensíveis ao ego, etc... ficariam ainda mais obcecados pelo objeto de desejo após serem rejeitados  Gargalhada Gargalhada Gargalhada 

Homens tendem a ser mais resistentes ao ego pois o mundo faz de tudo pra diminuí-lo. Enquanto as mulheres são constantemente vistas como deuses, "objetos de luxo", etc, etc por isso tem o ego sensível e é por isso que ficam ainda mais obcecadas pelo cara (geralmente cafa) quando ele caga pra elas. Ego, o modo ver o mundo a partir de suas experiências, a identificação, a crença: "como assim ele não me quer ? todo mundo me quer!"

(05-04-2024, 06:21 PM)Luiz Escreveu: Concordo, inclusive eu parei de ler sobre e até voltei a ler a bíblia quando deparei-me com as viagens astrais e tudo mais. Entretanto deixo a didática para quem se interessar , me ajudou muito no processo que ainda me encontro para ser sincero.  Dependendo da autocritica de cada um a dissolução do ego ocorre naturalmente com a idade, sem precisar entrar na "gnose".


É mais ou menos por aí, confras. Mas vamos com calma.

Não vou adentrar por essas viagens primeiro por que não sei mesmo, segundo por que o corpo de crenças de uma pessoa é algo que é muito particular a ela. Pode ser que pra gente essas gnoses façam algum sentido, possa ser que façam nenhum. Não vamos perder muito tempo com esse detalhe.

Só que não vou tirar o mérito disso como ferramenta para alcançar um determinado fim. Seja meditação, oração, reflexão, PNL, tomar cachaça num bar, cada um vai encontrar os seus meios que funcionam melhor. A gnose serve como uma curiosidade pois ela sistematicamente organiza alguns saberes que podem (ou não!) ser interessantes pra nossa questão aqui. 

Então mesmo que a gente não "acredite" nisso pode-se tirar conclusões válidas desse sistema de pensamento. Daí é só adaptar ao seu sistema de pensamento e tudo fica beleza demais.

Só coloco essa precaução, até por que no fim, algumas das nossas crenças pode ser tão fracas a escrutínio quanto as que a gente critica. Humildade sempre!

E por fim, o "padrão ouro" do desapego não é nem o amor nem o ódio, é a completa indiferença, não sentir nenhum tipo de reação. Ranço pode ser um passo até lá por que aquilo cria algum estranhamento, é um mecanismo que pode funcionar bem, mas ele ainda pode levar a gente a comportamentos não ideais.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#26
(05-04-2024, 09:30 PM)Penoso Escreveu:
(05-04-2024, 06:33 PM)Vital Escreveu: NA é muito bom quando fala sobre Relacionamentos, mas não sobre Religião...

Só VITAL é bom quando se fala de religião, NA não sabe porra nenhuma, vital é o mestre da religião, é PHD no assunto, não tem ninguém igual vital, quando vital começa falar de religião vocês tem que respeitar, tem que prestar atenção, o cara é foda demais na RELIGIÃO, conhecimento muito útil.

Fale de religião pra nois.

Eu não sou nada. Sou apenas um Aprendiz. Quem era muito bom de falar sobre religião eram os Santos Doutores.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: MAGRINHO DE FIRMA, 2 Visitante(s)