Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] [Karlheinz] Solteiro e feliz aos 35 anos
#61
(27-11-2017, 09:11 AM)Bandeirante Paulista Escreveu: A polarização não deve ser para nenhum lado.

É possível ter um relacionamento saudável e que (sim) te acrescente coisas boas.

Bem como, ser solteiro e feliz com uma vida digna e legítima.

Cuidado com essa ilusão do "solteirão ostentação desapegado"...
Este fórum é composto por fakes e com raras exceções, não sabemos de verdade como é a vida de quem dá os conselhos (eu incluso) por aqui.

Filtre tudo, sempre.

A REAL é sobre lidar consigo mesmo, se isso estiver em dia, relacionar-se ou não acaba sendo uma questão secundária.

Como disse o @Roland ali em cima, é para quem está disposto.

E como disse o Bandeirante, é possível sim ser feliz solteiro e feliz casado. Eu sou casado há 10 anos. Começamos juntos, passamos perrengue juntos, nos desenvolvemos juntos. Longe de achar que eu ou minha esposa somos santos (ou exceção, o que seja), somos sérios um com o outro. Já nos conhecíamos antes de nos aproximarmos e foi isso que vi nela e isso que ela viu em mim. Seriedade e respeito. Coisa difícil de achar hoje em dia e com a qual, segundo meu finado pai ensinou, te leva longe:

"Filho, seriedade e respeito te levarão onde você quiser. Não tenha pressa. Seja sério e tudo de bom acontecerá naturalmente."

Hoje, com 38 anos vejo a verdade se descortinando em nossa vida confortável e estável, nossa carreira consolidada e uma criança feliz em casa.

Mas é uma batalha diária é como uma sociedade. Precisa dedicação e foco. Por isso 90% das mulheres hoje em dia (e talvez igual percentual de homens) não serve para relacionamento. Hoje a regra é justamente não ter seriedade, tampouco respeito. Todos olham para o próprio umbigo tentando ver que vantagens terão no curto prazo.
Responda-o
#62
Eu voltei a namorar há algum tempo e vou muito bem obrigado.

Já estou pensando como será morando junto e com futuros filhos.

Spoiler Revelar
trollface

O problema é ficar imaginando coisas e não passar disso.

Cada um sabe a cruz que carrega.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#63
o negócio é ser solteiro, essa de ser casadinho cuck não é pra mim, e muito menos Relacionamento...


#relationshipstrike
#marriagestrike
Responda-o
#64
Bla bla bla...

O texto é válido, só tomem cuidado pra não polarizar, vivam o que tem vontade e não tenham medo de relacionamentos...

A REAL serve para elucidar a dinâmica das relações sociais para que não façamos as coisas pelas motivações erradas (matrix romântica e etc),
É sempre importante dizer pq normalmente as pessoas confundem isso com manual ou cartilha doutrinária que diz "solteiro é Realista e o cara que se relaciona é um paspalho...", não caiam nessa pilha...

Vão viver... já fui casado quando não conhecia a REAL e deu bosta, cai aqui e passei 2 anos e meio solteiro, agora estou em um relacionamento novamente.
Curti demais a solteirice e agora estou curtindo o relacionamento, tudo à luz da REAL. A vigília é constante, mas quando as expectativas estão calibradas e a gente aprende a ser equilibrado e a curtir o momento sem neurose (sem essa de ficar todo dia punhetando: ainnn vou ser traido), a vida fica mais leve.

Essa é a minha opinião.
"Paulistarum Terra Matter..."
Responda-o
#65
(20-10-2017, 08:05 PM)Commodoro Escreveu: Eu já disse, 99.9% dos homens do movimento vão se casar. Ou pelo menos ter filhos.

Porra, do que adianta uma vida foda, se não há ninguém para partilhar isso? Ou algo para ser deixado para as gerações seguintes?

Eu odeio o casamento moderno. Mas quero ter muitos filhos, e isso é um problema enorme para mim.

faça doação de esperma
"A paixão é como o álcool. Entorpece a consciência, elimina a lucidez, impede o julgamento crítico e provoca alucinações, fazendo com que o ser amado seja visto como divino." Como lidar com Mulheres - Nessahan Alita
Responda-o
#66
Achei o texto válido.
Só precisaria atualizar o valor da oncinha pra pegar uma prima descente, que em valores atuais não sai por menos de 150 pilas, Gargalhada.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#67
(03-02-2019, 10:39 PM)Melancton Escreveu:
(20-10-2017, 08:05 PM)Commodoro Escreveu: Eu já disse, 99.9% dos homens do movimento vão se casar. Ou pelo menos ter filhos.

Porra, do que adianta uma vida foda, se não há ninguém para partilhar isso? Ou algo para ser deixado para as gerações seguintes?

Eu odeio o casamento moderno. Mas quero ter muitos filhos, e isso é um problema enorme para mim.

faça doação de esperma
faça doação de espermas GargalhadaGargalhadaha
A vida passa como um conto ligeiro. 
Responda-o
#68
Esse pra mim é um dos melhores textos da Real.

Mas não se deve olhá-lo sob a perspectiva de que o autor quer ser solitário o resto da vida e que não queira um dia se relacionar e até se casar.

O principal recado aqui é para que se foque em seu crescimento e desenvolvimento pessoal, que você tenha independência emocional para não cair nas diversas armadilhas que ele aborda no texto e que muitos homens, ainda jovens, costumam cair.
Sem mais,

O Nobre Conde de Monte Cristo.
Responda-o
#69
Mais uma vez vou subir este tópico, anos depois. Aliás eu estava procurando por ele.


Spoiler Revelar
"1- Fiz a minha lição de casa. Estudei muito. Portanto, tenho tempo livre, grana e status. Tenho porque desejei isso. Mas essas não são as coisas mais importantes que o estudo traz, obviamente. Ele nos faz crescer, ficar instruídos, críticos, autênticos, espertos.

A grana pode não ser o seu objetivo, leitor, mas ela será consequência do seu esforço estudantil se este for grande. E é uma consequência bastante agradável, posso garantir. Além disso, mais importante do que a cifra que você recebe todo mês é o quanto você GASTA, e isso, para o homem solteiro, é facílimo de controlar. Para o homem maduro solteiro o dinheiro sempre sobra. Para o casado, sempre falta. Sempre."


Irretocável. Investir o seu tempo em si mesmo de maneira inteligente nunca será um mau negócio. NUNCA. Ninguém fará por você, arregace as mangas o quanto antes.

O dinheiro, a sagacidade, a postura e o cuidado pessoal jamais podem ser deixados de lado para quem deseja seguir sozinho.


Spoiler Revelar
"2- Não cometi nenhum erro grotesco, como casar por paixão ou engravidar alguém. Logo, não tenho preocupações. Durmo como uma pedra e disponho do maior tesouro: tempo livre. Assim, posso acessar tudo o que me traz prazer: sair, ler livros, ouvir música, ver filmes, namorar, ir à praia, jogar videogame, fazer exercícios físicos, estudar, beber com os amigos, viajar, transar etc. Essas coisas são mais importantes do que dinheiro em si.

O dinheiro não é uma meta, é um meio.

Aos 30, percebemos mais a brevidade da vida do que aos 20, portanto damos muito mais valor ao nosso tempo e lamentamos mais a perda do mesmo. A vida é ridiculamente curta, logo a) deve ser bem aproveitada e b) não admite erros."


Aparentemente ele cita como erro grotesco o casamento apaixonado e a parternidade indesejada, o que é impossível discordar. O casamento consciente e paternidade desejada não são erros, mas deve-se levar em consideração a renúncia de muitas coisas que o solteiro pode fazer.


Spoiler Revelar
"3- Não me apaixono. Isso porque: 

I) tenho consciência de que a mulher moderna não vale a pena;

II) não tenho carência afetiva. 

Diferente do adolescente, que se apaixona a torto e direito, o homem maduro sofre menos deste mal. Contrariando o que a mídia prega, dizendo que “paixão não tem idade”, esta é um câncer cuja incidência diminui com o tempo.

É necessário estar muito desatento, desinformado, com a testosterona anormalmente reduzida ou numa péssima maré de azar para cair nessa depois dos 30, mas pode acontecer. E é aí que vem a melhor parte: o homem experiente, saudável e ATENTO sabe enfrentar esse sentimento doentio com exercícios mentais e físicos (sim, exercícios físicos aumentam a testosterona e reduzem a carência afetiva muito mais do que qualquer bom conselho) enquanto o jovem apaixonado vai correndo à floricultura mais próxima.

Além disso, o maduro vai comendo outras mulheres até se desapaixonar, para se distrair, para se divertir, para VIVER, acelerando o final do processo, contrapondo-se à tolice exclusivista da paixão juvenil que rouba a vida do garoto, impedindo-o de ter novas experiências concretas com outras mulheres."


Dizer se relacionar-se vale a pena ou não vai do crivo de cada um. Eu me considero esclarecido, independente, já passei dos 30 e realmente não encontrei ninguém minimamente prestável.

Dizer que não sente carência afetiva eu acho exagero. Ter alguém para dividir alguns bons mommentos não seria ruim. O que pesa é o caminhão de problemas que essa pessoa acarreta na vida do homem. Jogos psicológicos imbecis, questões financeiras, instabilidades, problemas desnecessários criados em prol do belprazer de uma mente estúpida e arregaçada por múltiplos relacionamentos (...)


Spoiler Revelar
"4- Não sofro de carência afetiva. Pois já passei pelas instabilidades da testosterona dos vinte e poucos anos, faço exercícios físicos, mantenho-me centrado em minhas metas e já superei a pressão social do “todo homem deve casar e ter filhos”.

No começo foi difícil mas, hoje, atingi minha estabilidade. O homem maduro solteiro está, a passos de tartaruga lerda, se livrando dos rótulos de frouxo, gay, pega-ninguém e adquirindo a imagem de pessoa sábia e inteligente. Mas para isso é fundamental se comportar como homem e não como um emo ou uma bicha enrustida."

Exercício físico (musculação) opera milagres na vida do homem. Faça o que puder. Jamais pare por longos períodos. Não existem rótulos para homens bem financeiramente e com postura viril. A maioria está fodido, gordo, escravo de uma megera infeliz. Rótulos deste povo são mero sopro aos surdos.

Cobrança de casamento e filhos sempre haverá. Como ousa ser um endinheirado com boa saúde em meio a uma horda de fodidos?


Spoiler Revelar
"5- Sexo não me falta. Superei o principal empecilho ao sexo, muito maior do que a falta de dinheiro: o ideal romântico do “devemos transar com quem amamos”. Seja com prostitutas autênticas, seja com pseudo-prostitutas (mulheres modernas), seja com a namorada, sexo é sexo.

O sexo não rola principalmente pelo meu status ou grana e sim pela minha sabedoria de que: A) uma vagina de 50 reais pode satisfazer tanto quanto uma namoradinha da zona sul; B) pelo reconhecimento de que sexo é uma necessidade fisiológica masculina paralela a sentimentalismos.

Você envolve sentimento no sexo apenas se você quiser. Mas caso você seja condicionado a essa obrigatoriedade, toda a sua vida sexual pode ser anulada. Romantismo é, em si, uma negação da realidade.

E quanto mais envelhecemos, mais diferenciamos o que é real do que é sonho. Tornamo-nos práticos. Sexo é uma coisa extremamente simples mas, para o jovem, torna-se artificialmente florido ou monstruosamente emocional e complicado. NÃO É. É algo muito, muito simples. Basta não errar (use camisinha; pague o que a garota cobrou) para não pegar canivetada, dst ou gravidez."


Corretíssimo. É necessário separar o sexo do sentimentalismo. Sexo é sexo.

Mas sexo com uma mulher que quer te dar, e dá com uma certa frequência é melhor do que com uma prostitura casual.

Ok, mas não é possível ter tudo da vida. Vamos pelo mais fácil/barato e com menos dor de cabeça. Chamem a prostituta.


Spoiler Revelar
"6- Moro com a minha família primária por opção. Há harmonia e me sinto bem aqui. Mas já morei sozinho por anos, e foi bom também. Isso vai de cada um e de cada ambiente familiar. Como só transo em motéis ou nas casas das garotas, não há conflitos ou cerceamento de liberdade.

É assim que quero e é assim que evito problemas. Não existe, nos dias de hoje, obrigação de se abandonar a casa dos pais se você é solteiro. Isso é totalmente opcional para o homem maduro, que inclusive pode refletir e levar em consideração o que seria melhor para os seus pais velhinhos, caso possa ajudá-los financeira e psicologicamente com a sua presença.

Já há aqueles que gostam de morar sozinhos apenas para levar garotas à sua casa. Não aconselho, pois I)pode ser uma armadilha para um relacionamento duradouro; II) você pode ser sacaneado num tribunal por investigação de relacionamento estável; III) você pode ser roubado; IV) as garotas que só namoram homens que moram sozinhos são as mais imprestáveis, pois são as mais interesseiras, portanto dispensáveis."


Seus pais merecem uma vida de sossego sem filho marmanjo bigodudo dentro de casa. Deixe-os tocar a vida deles livres um pouco. Ou você acha que só você gosta de liberdade.

Homem formado, bem financeiramente, independente, deve sair de casa.

Não leve prostitutas na sua casa.


Spoiler Revelar
"7- Quando era mais jovem, sofria com a imposição social de casar e ter filhos. Não sofro mais. Percebi que não tenho interesse nisso e ponto final. Mas respeito e admiro as pessoas que o fazem de forma bem pensada. Criar uma família deveria ser uma tarefa para poucos, pois demanda paciência, perseverança e responsabilidade imensuráveis. Instigar todo e qualquer mané a gerar uma família, como a nossa mídia faz, é um ato criminoso.

Toda criança tem o direito de ter pai, mãe e harmonia. E esse direito é destruído quando manés e piriguetes resolvem brincar de gente grande, além de colaborar para a disseminação dos DNAs mais grotescos."

Criar uma família deveria ser uma tarefa para poucos. Fim de papo.

"Resumindo:

1- Homem maduro, solteiro, centrado e esforçado = Liberdade + Despreocupação + Estabilidade + Prazer + Tempo livre.

2- Filhos são para aqueles que desejam e têm plenas condições de dar a eles um lar decente, em todos os aspectos.

Obs: pesquisas indicam que homens casados são, em média, mais saudáveis e longevos do que os solteiros. Estas pesquisas estão CORRETAS, pois a maioria dos homens solteiros estão muito, muito distantes de tudo o que discutimos aqui, perdidos à deriva em todos os aspectos da vida."


Uma bela reflexão.

Um aspecto que ele esqueceu de comentar são sobre seus "amigos". Possivelmente você perderá todos para o sonho de noiva. Muitos vão para o cativeiro concensual e você nunca mais os verá. Ou os verá quando a megera liberar, mas não recomendo sair com estes. Outros sairão com mais frequência, mas relatarão as coisas para a "patroa", como eles gostam de chamar. Cuide com o que fala.
Você encontrará alguns lobos solitários, geralmente distantes e escassos.

Seguir a vida sozinho não é todo esse playground que pode parecer. Toda essa liberdade causa um grande vazio existencial e a ausência de um propósito pode te destruir. Para quem está trilhando este rumo, recomendo preparar bem o psicológico. Passei por maus bocados, hoje estou bem. 

E para finalizar:

"Pesquisas indicam que homens casados são, em média, mais saudáveis e longevos do que os solteiros. Estas pesquisas estão CORRETAS, pois a maioria dos homens solteiros estão muito, muito distantes de tudo o que discutimos aqui, perdidos à deriva em todos os aspectos da vida."

É preferível viver pouco como um rei ou muito como um zé?
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#70
Exercício físico (musculação) opera milagres na vida do homem. Faça o que puder. Jamais pare por longos períodos. Não existem rótulos para homens bem financeiramente e com postura viril. A maioria está fodido, gordo, escravo de uma megera infeliz. Rótulos deste povo são mero sopro aos surdos.

Comentário excelente. O sucesso de quem se esforça e vai além é muito odiado pela escória, é só olhar para quem diz que fisiculturista é "bombado", ou que o cara com boas posses e dinheiro é "ladrão" ou "corrupto". 
Louvado seja o SENHOR, minha rocha; ele treina minhas mãos para a guerra e dá a meus dedos habilidade para a batalha. Ele é meu aliado infalível e minha fortaleza, minha torre segura e meu libertador. Ele é meu escudo, em quem me refugio; faz as nações se sujeitarem a mim. Salmos 144:1-2

強さと名誉と尊厳
Responda-o
#71
(05-12-2021, 10:18 PM)A6M Zero Escreveu: Exercício físico (musculação) opera milagres na vida do homem. Faça o que puder. Jamais pare por longos períodos. Não existem rótulos para homens bem financeiramente e com postura viril. A maioria está fodido, gordo, escravo de uma megera infeliz. Rótulos deste povo são mero sopro aos surdos.

Comentário excelente. O sucesso de quem se esforça e vai além é muito odiado pela escória, é só olhar para quem diz que fisiculturista é "bombado", ou que o cara com boas posses e dinheiro é "ladrão" ou "corrupto". 

A maioria vai querer ter o que você tem, mas não querem pagar o preço que pagou.

O pessoal que me desculpe, mas atualmente simplesmente não é possível ter uma vida social como consideram padrão e se desenvolver pessoalmente. Não para o homem.

Ou você estuda/treina/trabalha duro ou leva uma vida de merda preocupado com o que os outros pensam sobre você nas redes sociais e tentando descobrir o motivo da sua mulher ser infeliz.

Ter uma vida minimamente decente e confortável, embora solitária, é motivo para haterismo e pode se tornar um isolamento involuntário.

Para as mulheres, se você tem tudo isso deve servir à altura ou não serve. Para outros homens você é ovelha negra, sortudo, esquisito, ou qualquer outra coisa. Opiniões sempre desferidas por pessoas muito inferiores a sua situação atual.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#72
Citação:A maioria vai querer ter o que você tem, mas não querem pagar o preço que pagou.

Reflexo dessa geração com a motivação das Cinderelas da Disney, acham no direito de um princeso encanado que as sustente e marmanjos barbados que querem emprego sem predisposição nenhuma ao trabalho para essa galera esforço e trabalho duro não fazem parte da equação.

Citação:O pessoal que me desculpe, mas atualmente simplesmente não é possível ter uma vida social como consideram padrão e se desenvolver pessoalmente. Não para o homem.

Mas esse modelo de uma virtude social é patético mesmo, concordo contigo, é o culto à aparência de um sucesso que não existe, a apologia a futilidades e ao grotesco.



Citação:Opiniões sempre desferidas por pessoas muito inferiores a sua situação atual.

Trabalhe para ti e para seus próximos, importar-se com que as convenções sociais demandam não faz bem para alma
Responda-o
#73
(06-12-2021, 10:21 AM)Fernando_R1 Escreveu:
Citação:A maioria vai querer ter o que você tem, mas não querem pagar o preço que pagou.

Reflexo dessa geração com a motivação das Cinderelas da Disney, acham no direito de um princeso encanado que as sustente e marmanjos barbados que querem emprego sem predisposição nenhuma ao trabalho para essa galera esforço e trabalho duro não fazem parte da equação.

Citação:O pessoal que me desculpe, mas atualmente simplesmente não é possível ter uma vida social como consideram padrão e se desenvolver pessoalmente. Não para o homem.

Mas esse modelo de uma virtude social é patético mesmo, concordo contigo, é o culto à aparência de um sucesso que não existe, a apologia a futilidades e ao grotesco.



Citação:Opiniões sempre desferidas por pessoas muito inferiores a sua situação atual.

Trabalhe para ti e para seus próximos, importar-se com que as convenções sociais demandam não faz bem para alma

Fernando, o que tenho visto no campo profissional é que esta geração é a altamente diplomada e qualificada, mas que não serve para fazer merda nenhuma. Não sabem absolutamente nada, não tem iniciativa para nada. E quando não sabem algo, não buscam, eles culpam alguém por não ter os ensinado.

Mas que se danem estes manés, é menos concorrência para quem sabe ser "gente grande".

O circo social, sim, circo, da geração instagram apresenta mulheres maravilhosas e irretocáveis, sempre em locais paradisíacos e desfrutando do melhor da vida, mas nos bastidores são infelizes, eternamente descontentes porque a beleza digital dos filtros NÃO É REAL, não é constante, e seus flertes não passam de uma mentira intragável que só tornam sua vida mais incompleta e amarga.

Quanto aos homens, uma representação financeira surreal, um teatro armado sobre pilares de vara verde, muitas vezes a custa de dívidas para se sentir bem socialmente e realizar as fantasias sedentas e intermináveis da frozen. Mais uma vez, sobre algo que NÃO É REAL, e está fadado à frustração e ao fracasso.

E serão estes que apontarão o dedo e julgarão, um dedo podre, sujo de inverdades e fantasias.

Karlheinz é solteiro e feliz aos 35 anos porque não cedeu a este lamaçal putrefato e foi cuidar da própria vida. Embora eu ressaltaria o cuidado quanto ao isolamento social, muito bonito em teoria, mas altamente tóxico para um ser de biologia sociável, e que só perdura por sua organização social.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#74
Citação:O circo social, sim, circo, da geração instagram apresenta mulheres maravilhosas e irretocáveis, sempre em locais paradisíacos e desfrutando do melhor da vida, mas nos bastidores são infelizes, eternamente descontentes porque a beleza digital dos filtros NÃO É REAL, não é constante, e seus flertes não passam de uma mentira intragável que só tornam sua vida mais incompleta e amarga.

Essa bizarrice de mostrar a falsa felicidade em redes sociais é tb absurda no Linkedin. Essa rede social virou uma espécie de Beautiful Working People ou " Lacração CLT".  

Vemos elogios a empresa onde a pessoa trabalha, elogio para os colegas de trabalho; analista de RH dando lição de moral, papo de inclusão para todo lado, foto de crachá, textão pq recebeu promoção, textão com foto de diploma mostrando que fez curso tosco do tipo "aprenda inteligência emocional em 2 horas"; textão contando a trajetória profissional pq está de saída da empresa e assumiu um novo desafio para a carreira. 

Agora, faça uma pesquisa no site Glassdoor e vemos a realidade. Um bando de anônimos descendo a lenha na empresa, metendo o pau sem dó. Relatos dos quais já conhecemos: assédio de chefe, empresa desorganizada e sem processos bem definidos, não pagamento de horas extras, burocracia e assim vai.
Responda-o
#75
Cara, eu nunca julguei quem não quer se relacionar, tá osso mesmo e cada vez mais difícil achar alguma mulher que venha realmente pra somar e não subtrair.

Em contrapartida, de forma generalista, acho que um homem que opta por não formar família (TER FILHOS) renega a própria natureza. Eu mesmo não me vejo sem meus filhos, eles são o meu propósito e o meu legado.

Agora olhar pra vida do homem urbano comum, celetista, assalariado, batedor de ponto e imaginar esse coitado sustentando uma família é triste. A vida dele é como a de um detento, ouvindo as sirenes pra acordar, almoçar e descansar. Enfim, a perda de propósito sem filhos é fato, antinatural, acredito que poucos homens se sintam tranquilos indo contra o seu imperativo biológico, e mesmo assim o vazio existencial deve os acompanhar sempre.

Por isso que acho que o pulo do gato em termos gerais é: não seja um homem urbano comum.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#76
Concordo com você, Trglodita, e tenho uma ressalva.

Sobre o segundo parágrafo: a meu ver, você levou muito para o campo filosófico e misturou para o lado animalesco da coisa. Se levarmos ao pé da letra, o instinto natural do macho humano é não se apegar a nenhuma fêmea e passar o dia inteiro fecundando o máximo que conseguir.

Vendo pelo lado pragmático: Eu mesmo tive este objetivo de construir uma família até os 35 anos. Uma idade que determinei como ponto limite. Motivo? Vários. Vou citar alguns.

- Idade avançada: Hoje, com quase 40 anos, até eu encontrar uma garota bacana e passar pelos processos naturais até chegar ao casamento e termos o primeiro filho; já estaria beirando os 50. Não quero chegar nessa idade e me preocupar com criação de filhos e administrar uma família.

- Garota em idade fértil: Eu, com quase 40 anos, teria que arrumar uma garota bem mais nova e com uma saúde mental estável. (Coisa raríssima hoje em dia).

OBS: Fora que o Brasil é um local de destruição de valores (no sentido amplo da palavra). Construir uma família aqui é praticamente executar os "12 Trabalhos de Hércules". E mesmo assim, a chance de sucesso é mínima.

No mais, te parabenizo e sucesso com sua família.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#77
Não consigo enxergar a sociedade sobrevivendo mais umas duas gerações do jeito que está.
Acho que enfim chegamos na ditadura tecnocrática mundial.
Peguem a pipoca, se acomodem no assento, os próximos anos serão interessantes, a próxima década, nem se fala.

Hoje eu tenho 24 anos, em 2030 eu vou ter 33 anos, e o mundo parece que está caminhando para um momento sombrio.
Responda-o
#78
(09-12-2021, 06:21 PM)Diamante Escreveu: Concordo com você, Trglodita, e tenho uma ressalva.

Sobre o segundo parágrafo: a meu ver, você levou muito para o campo filosófico e misturou para o lado animalesco da coisa. Se levarmos ao pé da letra, o instinto natural do macho humano é não se apegar a nenhuma fêmea e passar o dia inteiro fecundando o máximo que conseguir.

Vendo pelo lado pragmático: Eu mesmo tive este objetivo de construir uma família até os 35 anos. Uma idade que determinei como ponto limite. Motivo? Vários. Vou citar alguns.

- Idade avançada: Hoje, com quase 40 anos, até eu encontrar uma garota bacana e passar pelos processos naturais até chegar ao casamento e termos o primeiro filho; já estaria beirando os 50. Não quero chegar nessa idade e me preocupar com criação de filhos e administrar uma família.

- Garota em idade fértil: Eu, com quase 40 anos, teria que arrumar uma garota bem mais nova e com uma saúde mental estável. (Coisa raríssima hoje em dia).

OBS: Fora que o Brasil é um local de destruição de valores (no sentido amplo da palavra). Construir uma família aqui é praticamente executar os "12 Trabalhos de Hércules". E mesmo assim, a chance de sucesso é mínima.

No mais, te parabenizo e sucesso com sua família.

O instinto de proteção dos descendentes sempre existiu no macho humano, mas acho melhor falarmos sobre propósito, é bem melhor o entendimento, os filhos são um claro e óbvio propósito. Qual outro propósito forte tem o homem nos dias de hoje? 

Um dos meus propósitos é o alcance da IF, mas filosoficamente e de forma isolada é um propósito bastante fraco comparado ao bem estar dos filhos.

Quanto ao seu pragmatismo: eu pensaria de forma muito parecida caso fosse solteiro hoje, provavelmente temos a mesma idade. Só não pode fazer como alguns que conheço, chegam aos 40/45, se desesperam e começam a aceitar qualquer coisa.

Yaoming
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#79
Cada um tem seus objetivos particulares: O meu agora é cuidar mais da saúde e passar uma velhice de boas. Espero que a vida não me dê uma rasteira nesse quesito.

Sobre o último parágrafo; kkkkk não. Gargalhada Ainda mais aqui no RJ. Já passo emoções de mais operando Renda Variável. Quando quero relaxar, vou para as minhas Massagistas. Yaoming
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#80
(25-06-2015, 10:43 AM)Aquiles Escreveu: Concordo 100% com a postagem, o quanto mais independente emocional e fisicamente você puder ficar, mais liberdade terá.

Texto criado por Karlheinz 
Repostado em 12 jan 2012 por Predador


Créditos Karlheinz

[Image: Karlheinz.jpg]

Avatar do Karlheinz

Eu leio esse texto 1 x por mês, leitura obrigatória escrito com inteligencia e sabedoria pelo Karlheinz.


"Gostaria de compartilhar com vocês um pouco do meu bem-estar. A alegria de ser um homem solteiro aos 35 anos.

Tudo que será dito aqui é pessoal, porém tomarei a liberdade de fazer algumas generalizações em relação aos homens maduros psicologicamente bem-sucedidos.

O objetivo deste tópico é mostrar a vocês, principalmente aos mais jovens, o que os espera se não fizerem bobagens homéricas, como casar por paixão ou engravidar alguém acidentalmente.

Muitos de vocês têm vinte e poucos anos e sofrem as amarguras da juventude: carência afetiva, falta de sexo, falta de dinheiro, falta de auto-estima. Venho contar a vocês a minha experiência, e que ela sirva de exemplo e estímulo. Note-se, porém, que maturidade e idade são coisas associadas, mas não iguais.

1- Fiz a minha lição de casa. Estudei muito. Portanto, tenho tempo livre, grana e status. Tenho porque desejei isso. Mas essas não são as coisas mais importantes que o estudo traz, obviamente. Ele nos faz crescer, ficar instruídos, críticos, autênticos, espertos.

A grana pode não ser o seu objetivo, leitor, mas ela será consequência do seu esforço estudantil se este for grande. E é uma consequência bastante agradável, posso garantir. Além disso, mais importante do que a cifra que você recebe todo mês é o quanto você GASTA, e isso, para o homem solteiro, é facílimo de controlar. Para o homem maduro solteiro o dinheiro sempre sobra. Para o casado, sempre falta. Sempre.

2- Não cometi nenhum erro grotesco, como casar por paixão ou engravidar alguém. Logo, não tenho preocupações. Durmo como uma pedra e disponho do maior tesouro: tempo livre. Assim, posso acessar tudo o que me traz prazer: sair, ler livros, ouvir música, ver filmes, namorar, ir à praia, jogar videogame, fazer exercícios físicos, estudar, beber com os amigos, viajar, transar etc. Essas coisas são mais importantes do que dinheiro em si.

O dinheiro não é uma meta, é um meio.

Aos 30, percebemos mais a brevidade da vida do que aos 20, portanto damos muito mais valor ao nosso tempo e lamentamos mais a perda do mesmo. A vida é ridiculamente curta, logo a) deve ser bem aproveitada e b) não admite erros.

3- Não me apaixono. Isso porque: 

I) tenho consciência de que a mulher moderna não vale a pena;

II) não tenho carência afetiva. 

Diferente do adolescente, que se apaixona a torto e direito, o homem maduro sofre menos deste mal. Contrariando o que a mídia prega, dizendo que “paixão não tem idade”, esta é um câncer cuja incidência diminui com o tempo.

É necessário estar muito desatento, desinformado, com a testosterona anormalmente reduzida ou numa péssima maré de azar para cair nessa depois dos 30, mas pode acontecer. E é aí que vem a melhor parte: o homem experiente, saudável e ATENTO sabe enfrentar esse sentimento doentio com exercícios mentais e físicos (sim, exercícios físicos aumentam a testosterona e reduzem a carência afetiva muito mais do que qualquer bom conselho) enquanto o jovem apaixonado vai correndo à floricultura mais próxima.

Além disso, o maduro vai comendo outras mulheres até se desapaixonar, para se distrair, para se divertir, para VIVER, acelerando o final do processo, contrapondo-se à tolice exclusivista da paixão juvenil que rouba a vida do garoto, impedindo-o de ter novas experiências concretas com outras mulheres.

4- Não sofro de carência afetiva. Pois já passei pelas instabilidades da testosterona dos vinte e poucos anos, faço exercícios físicos, mantenho-me centrado em minhas metas e já superei a pressão social do “todo homem deve casar e ter filhos”.

No começo foi difícil mas, hoje, atingi minha estabilidade. O homem maduro solteiro está, a passos de tartaruga lerda, se livrando dos rótulos de frouxo, gay, pega-ninguém e adquirindo a imagem de pessoa sábia e inteligente. Mas para isso é fundamental se comportar como homem e não como um emo ou uma bicha enrustida.

5- Sexo não me falta. Superei o principal empecilho ao sexo, muito maior do que a falta de dinheiro: o ideal romântico do “devemos transar com quem amamos”. Seja com prostitutas autênticas, seja com pseudo-prostitutas (mulheres modernas), seja com a namorada, sexo é sexo.

O sexo não rola principalmente pelo meu status ou grana e sim pela minha sabedoria de que: A) uma vagina de 50 reais pode satisfazer tanto quanto uma namoradinha da zona sul; B) pelo reconhecimento de que sexo é uma necessidade fisiológica masculina paralela a sentimentalismos.

Você envolve sentimento no sexo apenas se você quiser. Mas caso você seja condicionado a essa obrigatoriedade, toda a sua vida sexual pode ser anulada. Romantismo é, em si, uma negação da realidade.

E quanto mais envelhecemos, mais diferenciamos o que é real do que é sonho. Tornamo-nos práticos. Sexo é uma coisa extremamente simples mas, para o jovem, torna-se artificialmente florido ou monstruosamente emocional e complicado. NÃO É. É algo muito, muito simples. Basta não errar (use camisinha; pague o que a garota cobrou) para não pegar canivetada, dst ou gravidez.

6- Moro com a minha família primária por opção. Há harmonia e me sinto bem aqui. Mas já morei sozinho por anos, e foi bom também. Isso vai de cada um e de cada ambiente familiar. Como só transo em motéis ou nas casas das garotas, não há conflitos ou cerceamento de liberdade.

É assim que quero e é assim que evito problemas. Não existe, nos dias de hoje, obrigação de se abandonar a casa dos pais se você é solteiro. Isso é totalmente opcional para o homem maduro, que inclusive pode refletir e levar em consideração o que seria melhor para os seus pais velhinhos, caso possa ajudá-los financeira e psicologicamente com a sua presença.

Já há aqueles que gostam de morar sozinhos apenas para levar garotas à sua casa. Não aconselho, pois I)pode ser uma armadilha para um relacionamento duradouro; II) você pode ser sacaneado num tribunal por investigação de relacionamento estável; III) você pode ser roubado; IV) as garotas que só namoram homens que moram sozinhos são as mais imprestáveis, pois são as mais interesseiras, portanto dispensáveis.

7- Quando era mais jovem, sofria com a imposição social de casar e ter filhos. Não sofro mais. Percebi que não tenho interesse nisso e ponto final. Mas respeito e admiro as pessoas que o fazem de forma bem pensada. Criar uma família deveria ser uma tarefa para poucos, pois demanda paciência, perseverança e responsabilidade imensuráveis. Instigar todo e qualquer mané a gerar uma família, como a nossa mídia faz, é um ato criminoso.

Toda criança tem o direito de ter pai, mãe e harmonia. E esse direito é destruído quando manés e piriguetes resolvem brincar de gente grande, além de colaborar para a disseminação dos DNAs mais grotescos.

Resumindo:

1- Homem maduro, solteiro, centrado e esforçado = Liberdade + Despreocupação + Estabilidade + Prazer + Tempo livre.

2- Filhos são para aqueles que desejam e têm plenas condições de dar a eles um lar decente, em todos os aspectos.

Obs: pesquisas indicam que homens casados são, em média, mais saudáveis e longevos do que os solteiros. Estas pesquisas estão CORRETAS, pois a maioria dos homens solteiros estão muito, muito distantes de tudo o que discutimos aqui, perdidos à deriva em todos os aspectos da vida."
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [REFLEXÃO] 6 anos sem maconha, 5 anos sem cigarro e 4 anos sem bebida. Ares 38 10,729 02-12-2020, 03:03 PM
Última Postagem: Cafamante

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)