Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Dicas de Sovinagem!
#81
(23-08-2019, 11:48 AM)hjr_10 Escreveu: Pra quem não toma café da manhã em casa e assim como eu não tem tempo de ir em casa almoçar, deve ficar esperto com os gastos em padarias e restaurantes.

Mais uma das vantagens do jejum. Eu fico o dia todo fora, só volto no fim da tarde pra casa que é a hora que eu como. Nada nada uns 1,5-2k de economia todo mês.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#82
(23-08-2019, 12:35 PM)Héracles Escreveu:
(23-08-2019, 11:48 AM)hjr_10 Escreveu: Pra quem não toma café da manhã em casa e assim como eu não tem tempo de ir em casa almoçar, deve ficar esperto com os gastos em padarias e restaurantes.

Mais uma das vantagens do jejum. Eu fico o dia todo fora, só volto no fim da tarde pra casa que é a hora que eu como. Nada nada uns 1,5-2k de economia todo mês.

Herácles, o que você acha da dieta OMAD( One Meat A Day)?
"Levar os homens à verdade é o maior benefício que se pode prestar aos outros." 

-São Tomás de Aquino
Responda-o
#83
Acho legal e que vale a tentativa. Alguns dias eu faço apenas uma refeição. Todos aqui já sabem que eu sou um defensor do jejum, na minha opinião realmente melhora a saúde do sujeito.

Se não precisar gastar com médicos cretinos, consultas estúpidas e remédios inúteis, muita grana poderá ser economizada ou gasta com putas, drogas, armas, viagens... etc
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#84
@Stumm, eu também vou nessa sua mesma linha de raciocínio...

Não desvirtuando o propósito do tópico e levando esse debate para uma outra vertente, acredito que existe uma diferença enorme entre uma pessoa ser econômica e ser sovina, mesmo existindo um objetivo econômico implícito nestes.

O indivíduo ser econômico é uma questão de bom senso, já o mesmo ser sovina (...avareza!) ou o chamado "pão duro" é o radicalismo da coisa, afinal, trabalhamos muito para que tenhamos o mínimo do conforto exigido e não faria sentido nenhum passar uma vida inteira "poupando" até os detalhes para nada, ou melhor, com medo de se gastar ou perder algo que possui.

Com exemplo neste sentido e atentando-me às minhas necessidades e limitações financeiras (...com planejamento!), me recuso a pensar em passar vontade de comer algo ou comprar algo (...desde que necessário!) apenas pelo fato de não querer gastar e poupar alguns tostões a mais, no entanto, conheço inúmeras pessoas que vão ao extremismo da avareza e mesmo com um poder econômico tranquilo, levam uma vida miserável em nome da sovinagem.

No mais, achei muito interessante algumas dicas econômicas de produtos e serviços ditos pela confraria.
Responda-o
#85
(23-08-2019, 02:19 PM)Callahan Escreveu: @Stumm, eu também vou nessa sua mesma linha de raciocínio...

Não desvirtuando o propósito do tópico e levando esse debate para uma outra vertente, acredito que existe uma diferença enorme entre uma pessoa ser econômica e ser sovina, mesmo existindo um objetivo econômico implícito nestes.

O indivíduo ser econômico é uma questão de bom senso, já o mesmo ser sovina (...avareza!) ou o chamado "pão duro" é o radicalismo da coisa, afinal, trabalhamos muito para que tenhamos o mínimo do conforto exigido e não faria sentido nenhum passar uma vida inteira "poupando" até os detalhes para nada, ou melhor, com medo de se gastar ou perder algo que possui.

Com exemplo neste sentido e atentando-me às minhas necessidades e limitações financeiras (...com planejamento!), me recuso a pensar em passar vontade de comer algo ou comprar algo (...desde que necessário!) apenas pelo fato de não querer gastar e poupar alguns tostões a mais, no entanto, conheço inúmeras pessoas que vão ao extremismo da avareza e mesmo com um poder econômico tranquilo, levam uma vida miserável em nome da sovinagem.

No mais, achei muito interessante algumas dicas econômicas de produtos e serviços ditos pela confraria.

Tinha um primo que era auditor da receita federal onde entrou mais ou menos com 50 anos de idade. Até então ganhava muito mal. Era divorciado, com 3 filhos e se casou novamente com uns 30 e poucos anos. Em 2016, conseguiu sua aposentadoria aos 64 anos de idade, tendo acumulado cerca de um milhão de reais.  Por ter passado grande parte da vida na miséria, sempre foi econômico, mas mesmo passando na receita federal, manteve a sovinagem. Andava de ônibus, comprou um fusca velho que mal usava e deixava na garagem da casa alugada num bairro de periferia, onde pagava um aluguel bem barato. Mal comprava roupas para si. Resultado: no início de janeiro de 2018 foi pela manhã ao hospital e foi diagnosticado com sinusite. Voltou para casa com a mulher e morreu misteriosamente à tarde. A mulher alegou que estava sozinha com ele e ele começou a tossir muito catarro e depois desmaiou na cama, quando ela ligou para a ambulância. Qdo chegaram, ele já estava morto. Eu era bem próximo dele e sabia que ele tinha uma saúde de ferro. Jamais morreria de sinusite. Fui até a casa e encontrei com os filhos que tb estavam chegando. A viúva estava séria, mas não percebi qualquer grande comoção pela morte do marido. Queria de todo jeito cremá-lo, porque sempre foi desejo do meu primo, que não queria ser enterrado. Após dúvidas acerca da causa da morte, os filhos conseguiram que fosse levado ao IML. O laudo não constatou qualquer motivo para a morte. Com o passar dos meses e as estórias contadas pela viúva, percebi que ela o matou para ficar com a pensão integral dele e o dinheiro acumulado em vida. Tenho um conhecido que é detetive da homicídios que deu uma pesquisada mais a fundo e me garante que ele foi envenenado. Creio que com digoxina ou ricina. Hoje, a vagabunda desfruta de uma vida nababesca, com carro novo, casa bacana e viagens internacionais, enquanto meu primo foi cremado e só curtiu dois anos de aposentadoria e nada do dinheiro que acumulou durante toda a vida. Moral da estória: 1 - seja econômico, mas não sovina consigo mesmo; 2 - cuidado com quem se relaciona.
Responda-o
#86
@Callahan exatamente por atitudes mesquinhas que economizar acaba virando um fim em si mesmo, se tornando algo patológico
a ponto duma pessoa cometer atos imorais para economizar, por ex. furtar pequenos objetos, passar alguém pra trás,
ou mesmo viver miseravelmente e sentindo-se culpada ao precisar até gastar com saúde.
Eu tenho uma tia que, quando morava em colônia com outros parentes, na ausência destes, pegava o bujão de gás deles
para fazer a comida e depois colocava o bujão no lugar.
O objetivo da poupança é aumentar capacidade futura de consumo ou investimento, isso sim é algo saudável e inteligente do ponto de vista econômico.
Responda-o
#87
Quando mudei para uma cidade vizinha para poder fazer estágio parei de jantar para economizar a bolsa que me era paga, pois já tinha que pagar aluguel e comprar o almoço.

Meu celular é pré-pago, coloco crédito só quando preciso de verdade ou quando está perto de completar 90 dias, para não perder o número; Tento me virar com os 1 minuto grátis que a operadora Vivo oferta uma vez por dia aos clientes através do *4040; Não uso internet dados móveis, só Wifi.
Se você não estiver disposto a ser forte e não for interiormente corajoso, é melhor desistir de ser macho e virar uma borboleta... [Nessahan Alita]
Responda-o
#88
Outra dica boa aqui que me lembrei é aqueles restaurantes do governo que o almoço custa 1,00 real e de quebra vem um suquinho de brinde. Me ajudou bastante quando eu era um quebrado fudido.
"Apego corporal, desapego emocional"
Pragaklan 
Responda-o
#89
(23-08-2019, 06:51 PM)Jagunço Escreveu: Quando mudei para uma cidade vizinha para poder fazer estágio parei de jantar para economizar a bolsa que me era paga, pois já tinha que pagar aluguel e comprar o almoço.

Meu celular é pré-pago, coloco crédito só quando preciso de verdade ou quando está perto de completar 90 dias, para não perder o número; Tento me virar com os 1 minuto grátis que a operadora Vivo oferta uma vez por dia aos clientes através do *4040; Não uso internet dados móveis, só Wifi.

Eu tbm espero os três meses, cada recarga R$ 30, acho absurdo perder o número por não recarregar. Só utilizo a internet móvel quando for a cidade vizinha, nas demais vezes eu utilizo os wifis gratuitos espalhados na cidade.
Responda-o
#90
@Stumm não vejo a hora de a tecnologia evoluir para não dependermos mais de chips e operadoras de telefonia.

O Whatsapp faz chamadas de voz, mas peca na qualidade e depende de estar conectado à internet.
Se você não estiver disposto a ser forte e não for interiormente corajoso, é melhor desistir de ser macho e virar uma borboleta... [Nessahan Alita]
Responda-o
#91
Se soubesse antes dessa parada dos três meses de limite pra recarga do pré-pago não tinha perdido o chip da Oi que tinha até ano passado.

E junto, foi-se a conta do Telegram.
"Só os canalhas precisam de uma ideologia que os absolva e justifique." (Rodrigues, Nelsson)
Responda-o
#92
Sempre perco o número por não recarregar. O Ideal seria a gente ter a opção de pagar um custo anual pela linha do Chip já pré definido na venda do chip.  
Quais as consequências de usar Whasapp com número cancelado? Uso assim tem algum tempo.
Responda-o
#93
(24-08-2019, 03:53 PM)Cavalheiro Negro Escreveu: Sempre perco o número por não recarregar. O Ideal seria a gente ter a opção de pagar um custo anual pela linha do Chip já pré definido na venda do chip.  
Quais as consequências de usar Whasapp com número cancelado? Uso assim tem algum tempo.

o número vai pra outra pessoa quando esta comprar o chip, daí ela valida no celular dela e vc perde o numero que está em seu chip

(24-08-2019, 10:40 AM)Jagunço Escreveu: @Stumm não vejo a hora de a tecnologia evoluir para não dependermos mais de chips e operadoras de telefonia.

O Whatsapp faz chamadas de voz, mas peca na qualidade e depende de estar conectado à internet.

Um dia essa palhaçada acaba, pode apostar.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 3 Visitante(s)