Enquete: Qual livro leremos?
Esta enquete está fechada.
A morte de Ivan Ilitch, de Tolstói
44.44%
4 44.44%
O Principie, de Maquiavel
0%
0 0%
Noites Brancas, de Dostoiévski
22.22%
2 22.22%
Eclesiastes, de Salomão
11.11%
1 11.11%
Admirável mundo novo, de Aldous Huxley
22.22%
2 22.22%
Total 9 voto(s) 100%
* Você votou neste item. [Exibir Resultados]

Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Clube do Livro - Votação do 4° livro
#1
Votação para o 4° livro

[Image: original.jpg]

Para entender melhor como funciona o clube clique aqui.

Iniciando agora a votação do quarto livro, lembrando que o livro deverá ter formato em PDF. Cada usuário pode indicar apenas um livro por votação. Quando completarmos 5 livros a votação já poderá ser iniciada. E haverão 7 dias para votação do livro para a leitura do clube. Para mais detalhes só clicar no link acima.

O 1° livro discutido foi: A arte da guerra de Sun Tzu. Debate orientado por @Dark_Painter01. Link AQUI.
O 2° livro discutido foi: A lei de Frédéric Bastiat. Debate orientado por @Libertador. Link AQUI.
O 3° livro discutido foi: Meditações de Marco Aurélio. Debate orientado por @Libertador. Link AQUI.

Agora, vamos para as indicações dos livros, postem abaixo qual livro indicam e se possível o por quê.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
#2
Bem, para começar gostaria primeiro de agradecer ao @Libertador por ter dado continuidade ao projeto do Clube do Livro, Mesmo comigo acabando o deixando de lado na primeira discussão, isso sem dar aviso prévio ou qualquer outra satisfação. Fica aqui minhas desculpas.

Antes de recomendar o livro, gostaria primeiro de explicar a razão pelo qual vou indica-lo, acho que será mais interessante assim.

Primeiro vou contar um causo que me ocorreu. Eu estava querendo ler o filósofo Immanuel Kant, um filósofo conhecido por ser extremamente difícil de estudar. Mas isso não aconteceria comigo, certo? Eu sempre gostei de ler, li Aristóteles, li Platão ainda muito novo, não seria difícil ler mais um filósofo, pelo menos assim eu pensava. O resultado é que após ler umas 4 paginas de "A fundamentação da metafisica dos costumes", a qual fiquei tentando entender pelo menos por um bom tempo, desisti. Eu não estava apto para uma leitura desse nível.

Pesquisei com livros e artigos como poderia evoluir minha leitura, compreensão e a interpretação de grandes escritores. Logo, descobri que existem níveis de leitura e diferentes tipos de texto (avá). Porém, existem diferentes tipos de linguagem também. Quem consegue ler artigos, não necessariamente será bom em ler livros de filosofia estoica e o contrário também é uma verdade, pois, os dois são de uma linguagem especifica.

Porém existe uma linguagem "universal" de textos. Uma que quando dominada, dará um empurrão em não só uma leitura especifica como a filosofia, livros sobre como estudar para concurso ou qualquer outra. Essa linguagem universal encontra-se na literatura de grandes escritores, pois não fala apenas de temas fechados com apenas algumas poucas interpretações, mas de temas recorrentes em nossas vidas, que as vezes passam despercebidos. Também notei, estudando a vida de grandes inventores (Ciências é uma das coisas que mais gosto de estudar) como Nikola tesla, Einstein, Da Vinci, todos tinham hábitos de ler os grandes clássicos de suas épocas.

Bem, após o textão, gostaria de indicar o livro "A morte de Ivan Ilitch" escrito pelo grande escritor Russo Liev Tolstoi. Nunca li o texto, e parece que é bem "rápido" de ler, porém ao que parece (nunca li o livro) não deixa nada a desejar, e é tão grandioso quanto suas outras obras. Aqui vai uma sinopse retirada da Amazon.

"Nesta novela - considerada uma das mais perfeitas já escritas, Tolstói narra a história de Ivan Ilitch, um juiz de instrução que, depois de alcançar uma vida confortável, descobre que tem uma grave doença. A partir daí, este passa a refletir sobre o sentido de sua existência, numa experiência-limite de rara força poética, que só a grande literatura consegue traduzir."

Bem, então esta é minha indicação. Novamente gostaria de agradecer ao @Libertador por não ter deixado o projeto morrer e a todos os outros que participaram das discussões anteriores.

Edit: 

Link para ler o livro: https://portalconservador.com/livros/Lie...Ilitch.pdf
Por mínimo que seja o que um homem possua, sempre descobre que pode contentar-se ainda com menos."
Responda-o
#3
(18-07-2020, 03:48 PM)Dark_Painter01 Escreveu: Bem, para começar gostaria primeiro de agradecer ao @Libertador por ter dado continuidade ao projeto do Clube do Livro, Mesmo comigo acabando o deixando de lado na primeira discussão, isso sem dar aviso prévio ou qualquer outra satisfação. Fica aqui minhas desculpas.

Sem problemas. Imprevistos acontecem. As vezes eu também sou pego de surpresa e acabo tendo que parar alguns projetos. O importante é que agora o projeto está fluindo.

Indico para a votação o livro O Principie de Maquiavel por ser um livro curto e por ser considerado um dos maiores clássicos da história.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
#4
Participei da discussão acerca da obra A Lei e fui muito produtivo.
Meditações de Marco Aurélio, pela falta de tempo, acabei não lendo.

Vou tentar separar uma parte do dia para poder acompanhar o projeto que é deveras sensacional.
Parabéns ao camarada Dark pela ideia e ao Libertador por ter tocado o barco.

Superadas as viadagens, será difícil escolher o próximo livro.
Digo pois A Morte de Ivan Ilitch é um clássico e tanto, livro excepcional. Tive o prazer de lê-lo, mas posso reler sem problemas.
Do outro, O Príncipe de Maquiavel, obra que marcou e ainda marca gerações, povos e comunidades, lido simplesmente no mundo inteiro (e que ainda não li).

Então, para reforçar o páreo, deixo aqui minha recomendação:

NOITES BRANCAS, do pouco conhecido Fiódor Dostoiévski.
É a última história escrita por ele antes da prisão.

Até o momento, já li dois livros do Dostoi. Não conheço nada parecido com os escritos desse sujeito. Merece e muito a fama que tem.
Portanto, é sempre uma boa pedida ler algo desse gênio.

Enfim, não é um livro que possa culminar com o momento atual do nosso país como foi A Lei, por exemplo. Mas aproveitei o ensejo do camarada Dark que citou Tolstói para deixar esse pequeno clássico na briga.

Link para download: Noites Brancas - Dostoi
Responda-o
#5
Para agilizar indico o livro de Eclesiastes, livro anterior foi de Marco Aurélio para mim os escritos do Rei Salomão dão de lavada.

Obs; Não sei se irei participar.

                Passei, vi e, ao contrário deles, venci.
Responda-o
#6
Ótimas indicações pessoal.

Spoiler Revelar
Sempre quis ler Fiódor Dostoiévski, mas quando comecei crime e castigo o livro sumiu no meio da mudança e acabei não encontrando até hoje.

Nunca ouvi falar de "A morte de Ivan Ilitch", mas pelo que pude ver também me interessa bastante.

Eclesiastes é excelente, constantemente dou uma folheada.

A minha indicação é "Admirável mundo novo", de Aldous Huxley. Sou suspeito nessa indicação, afinal gosto bastante do tema.

O livro narra a vida em uma sociedade distópica globalista, onde as pessoas são condicionadas ao comportamento específico da casta em que nasceram e vivem uma vida castrada por um regime cientificista tecnocrata maluco. Aqueles que não cederam ao regime vivem em uma espécie de reserva indígena, onde os "selvagens" residem longe de todo esse suposto progresso e os civilizados vão visitá-los em uma espécie de safari humano.

Os cidadãos desse estado global são manipulados através do uso de sedativos e controlados pela tecnologia. Não existem filhos, somente crianças que foram genéticamente modificadas e concebidas artificialmente. No meio dessa falsa perfeição, surge um personagem insatisfeito com tudo isso que começa a comprometer a estabilidade de todo esse jogo de cartas marcadas. O livro é comparado a 1984, que também seria uma leitura interessante por sinal.

Link do pdf: https://www.docdroid.net/WAqJ9Ey/admirav...huxley-pdf

Relembrei do livro por causa da série, que apesar de levar o mesmo nome, não adapta a obra tão fielmente, embora seja um bom entretenimento.

São 147 páginas, então acho que encaixa bem com o tamanho das obras anteriores.
Responda-o
#7
(23-07-2020, 12:26 AM)Indomável Escreveu: Ótimas indicações pessoal.

Spoiler Revelar
Sempre quis ler Fiódor Dostoiévski, mas quando comecei crime e castigo o livro sumiu no meio da mudança e acabei não encontrando até hoje.

Nunca ouvi falar de "A morte de Ivan Ilitch", mas pelo que pude ver também me interessa bastante.

Eclesiastes é excelente, constantemente dou uma folheada.

A minha indicação é "Admirável mundo novo", de Aldous Huxley. Sou suspeito nessa indicação, afinal gosto bastante do tema.

O livro narra a vida em uma sociedade distópica globalista, onde as pessoas são condicionadas ao comportamento específico da casta em que nasceram e vivem uma vida castrada por um regime cientificista tecnocrata maluco. Aqueles que não cederam ao regime vivem em uma espécie de reserva indígena, onde os "selvagens" residem longe de todo esse suposto progresso e os civilizados vão visitá-los em uma espécie de safari humano.

Os cidadãos desse estado global são manipulados através do uso de sedativos e controlados pela tecnologia. Não existem filhos, somente crianças que foram genéticamente modificadas e concebidas artificialmente. No meio dessa falsa perfeição, surge um personagem insatisfeito com tudo isso que começa a comprometer a estabilidade de todo esse jogo de cartas marcadas. O livro é comparado a 1984, que também seria uma leitura interessante por sinal.

Link do pdf: https://www.docdroid.net/WAqJ9Ey/admirav...huxley-pdf

Relembrei do livro por causa da série, que apesar de levar o mesmo nome, não adapta a obra tão fielmente, embora seja um bom entretenimento.

São 147 páginas, então acho que encaixa bem com o tamanho das obras anteriores.

Excelente indicação, a qual também faço voto neste título!
"Fiat justitia, et pereat mundus..."
Responda-o
#8
(22-07-2020, 03:51 PM)Bastardo Escreveu: Para agilizar indico o livro de Eclesiastes, livro anterior foi de Marco Aurélio para mim os escritos do Rei Salomão dão de lavada.

Obs; Não sei se irei participar.

Aproveito a sua indicação e deixo aqui o link de um tópico do Hercules com excelentes reflexões sobre esse livro: Eclesiastes.



A votação já está aberta realistas. Ficará aberta por 7 dias, então votem.

Achei a escolha desse mês muito difícil por serem excelentes opções, nunca li esses livros, com exceção de Eclesiastes que já li umas 12x de tanto que gosto. Então, acabei optando por votar em um que ainda não li, no caso foi o primeiro livro, o de Tolstói, porém se os outros ganharem lerei com prazer.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
#9
Votei no livro indicado pelo camarada @Indomável , Admirável Mundo Novo.
Tenho o PDF dele no kindle, mas sempre postergo sua leitura.

***Nota sobre Noites Brancas, de Dostoiévski: é um ótimo livro (claro, é Dostoi), mas narra a história de um jovem que se fode por conta de uma paixão de momento, por estar deveras solitário. Típica história que corriqueiramente, postam aqui. Portanto, pela história em si, acho dispensável no momento.
Responda-o
#10
bom , sou novato e começarei a ler o Eclesiastes de Salomão, voltarei em breve para ver em que pé está...
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Votação para o 8° livro Libertador 18 580 25-07-2021, 10:01 PM
Última Postagem: Baralho
  Votação para o 7° livro Melancton 11 443 23-11-2020, 10:02 PM
Última Postagem: Melancton
  Votação para o 6° livro Libertador 26 1,704 23-10-2020, 01:28 PM
Última Postagem: Gangster
  Clube do Livro - Votação do 5° livro Libertador 3 339 24-08-2020, 07:14 AM
Última Postagem: Cafamante
  Clube do livro - Votação do 3° livro Libertador 12 1,161 11-06-2020, 02:53 PM
Última Postagem: Bastardo

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)