Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Como falar com você no futuro
#1
[Image: 3mB2mcS.jpg]



Atualização 1: Aproveitando a deixa em que estou passando uns dias aqui no Brasil na casa dos pais e não consigo dormir direito à noite por causa da diferença de fuso, resolvi empregar esse tempo acessando o fórum e ver como as coisas estão na esfera da Real. Planejei isso com antecedência e escrevi ainda lá nos EUA um relato sobre minha vida por lá, chamado Um ano de América. Resolvo também deixar re-publicado aqui este artigo do meu antigo blog para os confrades. No fim do artigo tem a segunda parte dessa atualização onde conto mais sobre os resultados mais recentes desse experimento. Mas para poder entender é preciso ler o artigo original primeiro.




Há um ano e alguns dias atrás eu fiz uma coisa muito interessante que você provavelmente nunca pensou em fazer. Falar comigo mesmo no futuro. E há exatamente um ano eu comecei esse blog. É isso ai, hoje é o aniversário de um ano do Projeto Free Lifestyle.



Você deve se perguntar como eu fiz pra falar comigo mesmo no futuro, ou como você poderia fazer isso? E pra que? Por qual motivo, razão ou circunstância você deveria perder seu tempo fazendo isso? Aliás, podemos usar até um outro ponto de vista. O meu eu do passado falou comigo agora. Está ficando confuso? Vou explicar melhor.



O que seria falar comigo mesmo no futuro?



Você provavelmente já viu muita gente, geralmente pessoas bem sucedidas, atletas, escritores de autoajuda, etc, escreverem uma carta aberta ao seu eu de alguns anos atrás. Por exemplo, algo com o nome de “Carta aberta ao meu eu com 20 anos de idade” escrito por alguém com mais idade, com 30, 40, 50 anos nas costas. Eu acho isso um pouco inútil, porque apesar de servir como conselho para as pessoas que tem a idade do “destinatário” da mensagem, ou seja, as pessoas que realmente vão ler essa carta, ela não tem nenhuma serventia para o autor. O autor já envelheceu. Ele nunca mais vai ter 20 anos de idade. Os erros, os caminhos que ele poderia ter trilhado mais facilmente caso tivesse experiência e sabedoria pra isso, não serão evitados, não serão seguidos.



O seu eu do passado e o meu (e o de todas as pessoas vivas ou mortas) não existe mais. Nós existimos AGORA. Não existimos no passado e nem no futuro. Você sabia que todos os anos, 98% dos átomos do nosso corpo são substituídos? Ou seja, a entidade física, composta de átomos que você era 12 ou 18 meses atrás, não existe mais hoje e não vai existir daqui a um ano. No espaço de um ano seu corpo será completamente diferente a nível atômico. Então que diferença faz “falar” com você no passado? Não é possível mudar o passado. Mas é possível mudar o futuro, com as ações do presente, do agora.



Neste último final de semana eu assisti um vídeo de 26 minutos. Um vídeo onde EU MESMO aparecia falando quais eram os planos, os sonhos, os medos, as angústias, as vontades, as reclamações, as insatisfações, o que eu estava fazendo pra mudar, etc.



Há um ano atrás eu simplesmente peguei uma das minhas câmeras, coloquei no tripé e me sentei de frente para a câmera, numa poltrona que tenho na sala do meu apartamento. Ali eu falei, eu me abri completamente, como nunca fiz com ninguém, nem com meus pais, nem com meus irmãos, amigos, namorada... ninguém mesmo. Fui absolutamente sincero para as lentes da minha câmera. O resultado, como eu já disse, foi um vídeo de 26 minutos e alguns segundos. Salvei o vídeo em uma mídia virgem de DVD, lacrei na embalagem, escrevi “Gravado em 17/05/2014, assistir em 17/05/2015” e o guardei em um local seguro.



“Tá Rover, mas como você se lembrou desse DVD depois de um ano e com tantas coisas ocupando sua cabeça?”



Eu possuo uma agenda onde eu anoto muitos lembretes de coisas que tenho que fazer, seja do trabalho ou coisas pessoais. Podem ser tarefas para fazer no dia seguinte, na semana, no mês, no mês que vem ou até mesmo coisas distantes no tempo como algo em 6 meses ou um ano. Ter esse hábito de se planejar é algo muito benéfico e eu o possuo. Indico um livro que pode te ajudar muito nesse respeito, chamado O Poder do Hábito, que você provavelmente já ouviu falar ou até já leu.


[Image: 2aDKmgJ.jpg]


Eu sinceramente não sei descrever em palavras os sentimentos que tive quando assisti eu mesmo de um ano atrás. Eu mudei, vi como mudei, foi estranho, engraçado, surpreendente. Algumas coisas mudei para melhor, outras para pior (tenho que trabalhar em cima dessas). Algumas coisas que eu disse que queria fazer eu fiz mesmo, outras ainda preciso conseguir fazer.



Resumindo, foi uma experiência positiva que me ajudou a crescer. Mostrou onde eu estava errando e por outro lado me motivou muito ao mostrar como eu melhorei certas coisas, como estou tendo sucesso em vários projetos e planos. Serviu pra mostrar na prática que ter paciência é algo necessário, porque nada cai do céu, nada vem fácil. Para quem não nasceu em berço de ouro, o único caminho é o trabalho duro, o planejamento e a paciência.



Como essa ideia surgiu



Pra falar a verdade eu não descobri a pólvora fazendo isso. Muita gente faz. A minha ideia veio enquanto eu estava assistindo a série Breaking Bad. Você provavelmente deve saber sobre o que se trata essa série, se não sabe, saia da sua caverna. Na série, Walter White, o protagonista, tem câncer e faz um vídeo para sua filha bebê ver quando estiver mais velha. Depois disso eu visitei o site que o personagem do filho dele criou na série para angariar fundos para o tratamento. O site realmente existe, achei uma grande sacada dos produtores. Nisso acabei no Youtube vendo vídeos semelhantes, de pessoas com doenças terminais que deixam mensagens para seus filhos e familiares.



E algo que me inspirou também é o livro escrito pelo cara que dá a palestra do vídeo abaixo, chamado A Lição Final.







Graças a Deus eu estava saudável há um ano atrás e continuo saudável (até melhor fisicamente hoje). Mas isso foi uma inspiração. Decidi fazer uma espécie de vídeo assim, só que para mim mesmo. Para me dar lições.



Te pergunto:



Qual é a pessoa no mundo inteiro que mais se preocupa com você, que mais se preocupa com seu futuro, que conhece suas dores, seus medos, seus desejos, seus sonhos e suas vontades mais íntimas? Aquela pessoa que conhece todos os seus segredos, não importa o quão podres possam ser? Que conhece todas as boas e más ações já realizadas por você?



VOCÊ MESMO. Ou pelo menos era pra ser você.



E você deve se perguntar por que eu não escrevi sobre essa ideia antes, por que não comecei o blog escrevendo sobre isso? Simples. Eu queria ver se daria certo mesmo, se o efeito disso era realmente tão poderoso quanto eu pensava que fosse. É, é poderoso. Foi um experimento que eu me sinto satisfeito por ter realizado e farei novamente em breve para abrir no ano seguinte.



O efeito que a sua mensagem pode ter em você



No momento presente fazer uma mensagem para você mesmo no futuro serve como uma espécie de desabafo. Todos nós precisamos desabafar de vez em quando. O ideal é que seja com outra pessoa. Uma outra mente, outra personalidade para enxergar a nossa situação de fora. Mas nem todos tem esse luxo, aliás pouquíssimos tem. Hoje em dia está cada vez mais difícil confiar nas pessoas.



Se você tem um sonho, um objetivo, é apaixonado por algo, etc, não existe algo melhor do que poder contar para alguém sobre isso não é? Você não vê como eu, por exemplo, adoro escrever, comentar sobre viagens, montanhas, etc? É porque sou apaixonado por essas coisas. Mas nem sempre temos alguém para falar, compartilhar. Então conte para você mesmo. Contando para você mesmo, você não será julgado, desacreditado e até mesmo desencorajado.



No futuro, quando você ver sua imagem do passado, você saberá se está no caminho certo ou no errado. Saberá se melhorou ou piorou. É uma grande lição. Como eu disse acima, é difícil descrever isso em palavras.



Como fazer minha mensagem para o meu eu do futuro



Você poderia escrever, mas acho que não tem o mesmo efeito e nem todo mundo sabe desenvolver textos coerentes. Faça um vídeo, é bem melhor. Ver a sua própria fisionomia e ouvir sua voz de quem você foi tempos atrás é algo muito surpreendente. Não importa de quanto tempo será esse vídeo, pode ser 10 minutos ou duas horas, mas que seja tempo suficiente para que você possa colocar todas as cartas na mesa, possa fazer uma auto análise de toda sua vida. Use uma câmera compacta ou uma DSLR (como a que usei) ou então use uma filmadora digital, GoPro, webcam (pode ser daquelas externas ou aquela que vem com o notebook), etc. Não importa como você vai filmar. Só tenha certeza de que sua imagem seja nítida e o som da sua voz seja alto e claro no vídeo. Filme com a maior qualidade possível, isso é importante (evite vídeos feitos com smartphones, a qualidade de som e vídeo geralmente é ruim).



A primeira coisa é fazer isso com completa privacidade. Pra mim é fácil porque eu moro sozinho, mas talvez não seja para você. Não peça ajuda para outra pessoa. Como é que você vai se abrir e se expor completamente se tiver alguém com você? Portanto fazer isso absolutamente sozinho é vital. Porque ali você não deve ter vergonha de expor nada. Por pior ou mais ridículo que seja.



Fale para você mesmo tudo o que quiser e desejar. Para te dar ideias, cite coisas como:



- O que você sonha em ter, ser ou fazer
- O que você tem vontade mas não faz por algum tipo de medo
- O que te deixa feliz
- O que te deixa infeliz
- O que te deixa satisfeito e faz com que você se sinta bem
- O que te deixa infeliz e faz com que você se sinta mal, miserável
- Quem você ama
- Quem você odeia
- Quem são seus amigos de verdade e quem você acha que são falsos
- Como você gostaria de ser visto pelas outras pessoas
- O que você faz no momento e se esta satisfeito com isso ou não
- A sua situação financeira no momento e se esta satisfeito com ela ou não
- A situação do seu corpo no momento, se você está satisfeito com sua saúde e sua aparência ou não
- O seu relacionamento ou a falta de um
- Sua vida sexual ou a falta dela
- Seu trabalho ou a falta dele
- Sua vida acadêmica ou a vontade de ter uma
- Se o que você está fazendo agora realmente é o que você imaginou quando era mais jovem e se está satisfeito
- Como você acha que poderia mudar tudo que não gosta em sua vida



Vários exemplos só pra te dar uma ideia. Acredito que você sabe melhor do que eu e qualquer outra pessoa quais são suas metas, verdades, problemas e sonhos. Fale sobre isso, os pontos acima são apenas ideias, sugestões.



Depois de feita a mensagem, passe da câmera/filmadora para um arquivo no computador e guarde em algum lugar. Eu preferi salvar em uma mídia de DVD, porque poderia perder ou alguém poderia ver se deixasse no PC ou em um HD externo/pen drive. Computador dá problemas e você corre o risco de alguém que faz manutenção encontrar ou outra pessoa fuçar/invadir, etc. HD externo/pen drive alguém pode fuçar, pode queimar, dar problemas, cair no chão e quebrar, etc. Já uma mídia de DVD é barata, fácil de esconder e você não vai correr o risco de se sentir tentado a ver a gravação antes do tempo, pois se você deixar no computador, vai acabar vendo antes do tempo.



Sobre o tempo, estive pensando e acho que o melhor é como eu fiz. Um ano. Seis meses é pouco tempo e um ano e meio ou dois anos é muito. Um ano é o ideal. Nós mudamos muito em um ano, muita coisa muda. É o tempo ideal.



E é claro, esconda em um lugar onde absolutamente ninguém vai achar e ver, pois ali você estará como um livro aberto, completamente sem defesas. Acho que se alguém ver isso, seria pior do que ter um diário lido. Muito pior. Eu mesmo ainda não decidi se vou destruir o DVD com a minha mensagem ou vou guardá-lo para ver daqui alguns anos. Pelo amor de Deus, isso não é pra postar em rede social, nem Youtube, entendeu? Não seja idiota e attention whore pra chegar nesse ponto. E caso você faça e dê merda, não é minha responsabilidade.



Realizar esse experimento é como um investimento em si próprio. Se você está trilhando o caminho do desenvolvimento pessoal, eu sugiro que você crie uma mensagem assim para si próprio. Fale com seu eu no futuro. Comece construir seu próprio legado, um legado para você mesmo.



Aprenda com seu passado. Viva, planeje, aprenda, trabalhe no presente para criar um belo futuro.

[Image: o9R6WfS.jpg]


Este é meu artigo de comemoração de um ano do PFL. Fico feliz com o que esse simples blog se tornou e significa para algumas pessoas muito gentis, que me enviam emails e mensagens maravilhosas aqui. Obrigado a vocês.




Comente.



Atualização 2: Parece que foi ontem que escrevi esse artigo e vi meu primeiro vídeo do passado. Continuei com o experimento. Vi o meu eu do passado de 2015 em 2016, depois o eu de 2016, ano passado, em 2017, e agora em Outubro de 2018 assisti o vídeo que fiz em 2017. Nesse vídeo de 2017, fiz na última semana morando no meu apartamento, já estava há pouco mais de um mês de vir pros EUA. Foi um vídeo mais longo que o primeiro, algo em torno de 50 minutos. Que choque. Como eu mudei nesse período de 12 meses em um país diferente. Mudei até fisicamente e no jeito de falar.



Como citei no artigo, é impressionante se ver no passado, ainda mais quando ocorrem tantas mudanças no intervalo de um vídeo para o outro. O que posso dizer é que depois de ter feito isso pela quarta vez e já ter gravado o meu quinto vídeo pra ver ano que vem em 2019, aprendi muito sobre mim mesmo e a coisa toda é uma grande lição de humildade e uma ótima ferramenta de motivação. Aliás, eu tinha planejado destruir as mídias de DVD, mas acabei guardando, e regravei todos os vídeos antigos em uma nova mídia, pois quero vê-los daqui há 5 ou 10 anos.



Então fica ai mais essa dica, um instrumento de navegação, para os confrades que estão na luta para se tornarem o melhor homem que puderem ser. Um abração a todos.




Artigo originalmente publicado no Projeto Free Lifestyle em 18/05/2015
Responda-o
#2
Eis o artigo que tinha prometido.


E sim, eu sei que parece idiotice, coisa de quem tá precisando de um lote pra capinar, talvez quem for fazer isso, se ache um idiota por estar fazendo. É perfeita compreensível porque eu me senti assim quando fiz pela primeira vez. Mas como eu disse, vocês se surpreendem com o resultado passado um ano de feita a filmagem.


É uma ferramenta pra aprender sobre si mesmo.
Responda-o
#3
Bom, Rover, boa ideia. Vou gravar um vídeo antes do dia 31. Sugiro que quem for gravar salve os arquivos em serviços de nuvem também, como Google Drive e Mega Uploads; aconteça o que acontecer, seu vídeo estará em um servidor abaixo da terra lá na China.

Minha segunda sugestão é fazer o quadro da visualização. Coloque em uma espécie de mural a foto do carro, casa, quantia em dinheiro, que pretende alcançar daqui a x tempo, de preferência em um local que você veja todos os dias ao acordar.

Continue com os artigos, abraço.
Visitante? Crie sua conta clicando aqui para ter acesso a áreas exclusivas.


Responda-o
#4
(27-12-2018, 02:49 PM)Reddington Escreveu: Bom, Rover, boa ideia. Vou gravar um vídeo antes do dia 31. Sugiro que quem for gravar salve os arquivos em serviços de nuvem também, como Google Drive e Mega Uploads; aconteça o que acontecer, seu vídeo estará em um servidor abaixo da terra lá na China.

Minha segunda sugestão é fazer o quadro da visualização. Coloque em uma espécie de mural a foto do carro, casa, quantia em dinheiro, que pretende alcançar daqui a x tempo, de preferência em um local que você veja todos os dias ao acordar.

Continue com os artigos, abraço.

Caraca, perfeita data.
Vou gravar o meu sempre dia 31.
Spoiler Revelar
Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo.

-Martin Luther King
Nosso Mundo Ciclico
Responda-o
#5
Caraca , muito Show ! Irei fazer com certeza !
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#6
Boa Rover!!

Eu pensava que só eu fazia essa loucura. Já gravo meus relatos há 2 anos. É exatamente como você falou, o sentimento de se ver no passado é a coisa mais esquisita que tem, apesar de ser ótimo para mensurar resultados..
Responda-o
#7
@Reddington



Spoiler Revelar
Citação:Sugiro que quem for gravar salve os arquivos em serviços de nuvem também, como Google Drive e Mega Uploads; aconteça o que acontecer, seu vídeo estará em um servidor abaixo da terra lá na China.


Rapaz, eu não sou especialista em infosec, mas não recomendaria que esse conteúdo estivesse acessível na Internet, por mais difícil que seja o acesso. Ainda mais em posse de um servidor do Google. Porque se está na internet, é possível ser roubado. Eu por exemplo, se um hacker quiser botar as mão nos meus vídeos, vai ter que arrombar minha casa, entrar fisicamente lá, achar meu cofre e depois arrombar o cofre.


Imagina que daqui uns 20 anos você poderá estar concorrendo à um cargo de senador, deputado, governador, etc. Ai a esquerda procura podres de você. O google chega e diz pra eles "temos um vídeo de 20 anos atrás do Reddington dizendo que precisa parar de gastar dinheiro com putas" (só exemplo, não to dizendo que tu faz isso). Ai pronto, você já se fodeu.


Pensa bem nisso ai. Trate esse negócio com extrema precaução. Faça de conta que você é o governo americano e esse vídeo é alguma autópsia de ET. Tem que ser extremamente sigiloso.


@gRILO


Spoiler Revelar
Só tenho uma coisa a dizer:







@Don Vito Corleone


Spoiler Revelar
Sim, com certeza tem muita gente que faz isso por ai. Talvez de uma maneira um pouco diferente e não tão sigilosa quanto recomendei, mas não é nenhuma invenção da roda. E os resultados são extremamente interessantes. Quem tiver o equipamento e a privacidade necessária, deve fazer porque vale a pena.
Responda-o
#8
Eu fazia isso desde 2006 ou 2007, mas era escrevendo uma carta na data do meu aniversário e também na virada do ano sobre quais eram o meus projetos para o novo ano e para a minha nova idade. Eu fazia 2x por ano e exatamente no dia 31 de dezembro e outra no dia do meu aniversário, são datas que eu já estou naturalmente reflexivo sobre a vida e um excelente momento para isso. Aí eu filosofava sobre o que eu me tornei, o que eu sonho ser, projetos realizados e projetos futuros, inseguranças e como pretendo superar elas, como eu esperava estar no próximo ano e daqui 5 anos e até daqui uns 10 anos e tudo mais.

E abria só no ano seguinte logo após já ter escrito a próxima carta para que assim uma carta anterior não influenciasse na outra. Eu gostava de ler todas as cartas anteriores de todos os anos. Era muito legal abrir uma carta de 5 anos atrás em que lá também estava escrito como eu acharia que estaria em 5 anos e estar lendo essa carta de fato 5 anos depois. É como uma capsula do tempo. Era realmente muito interessante observar o tanto que a gente muda, porque vivendo dia apos dia a impressão que dá é que nada mudou, mas com uma comparação assim dá pra notar a diferença de forma nítida.

Mas por medo de alguém achar eu digitalizei todas as cartas e salvei em um pendrive criptografado e escondi. Aí um dia fui mexer lá no pendrive e acrescentar algumas coisas e fiz alguma besteira e perdi tudo que tinha nele. E lá se foram todas as cartas digitalizadas, reflexões de textos futuros, backups e etc. Aí desanimei de voltar a fazer e acabei esquecendo disso pois já faz alguns anos.

Depois de ler esse texto vi como é importante isso. Vou voltar a fazer, mas vou experimentar com vídeo dessa vez em vez de cartas.
“A honra, a integridade e a verdade precisam ser guardadas, custe o que custar ao próprio eu.” Obreiros Evangélicos, pág. 447
Responda-o
#9
Escrever é bom também e a maneira que você fazia é bem interessante. Mas não tem nada igual à se ver e se ouvir. Vamos supor que o cara tava acima do peso e perdeu (ou ganhou) uns 10, 15kg nesse espaço de tempo de um ano. Uma carta escrita não teria o poder de mostrar algo assim.


Quer ter um exemplo de como fica surpreendente, Liberta? Faça o seu vídeo completo, do jeito que descrevi, e faça um sample, uma amostra pequena de uns dois minutos pra você ver daqui um mês. Você já vai ter ideia do poder que essa coisa tem.
Responda-o
#10
@Mr. Rover vc voltou... vai reativar em seu site as postagens?
Responda-o
#11
(29-12-2018, 12:07 AM)Stumm Escreveu: @Mr. Rover vc voltou... vai reativar em seu site as postagens?


Não vou cara. Só estou dando uma olhada no forum esses dias e tentando contribuir com o que posso.

Abs
Responda-o
#12
Lembro desse post no seu blog. Poderia refazer aquele de recomendação de livros, outro post excelente.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [DEBATE] Como a tecnologia afetará o futuro? Libertador 30 2,925 07-03-2018, 04:42 PM
Última Postagem: Libertador

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)