Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Depoimento sobre Mulheres , Separação e a vida.
#21
@Ares Gostei desse ponto que você abordou , e de fato, quando você ficar sem ler livros , você meio que " perdido" e deixando a vida me levar
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#22
Ótimo tópico, como eu queria ter acesso à essas lições qdo completei meus 18 anos de idade.
"O homem que não atravessa o inferno de suas paixões também não as supera. Elas se mudam para a casa vizinha e poderão atear o fogo que atingirá sua casa sem que ele perceba. Se abandonarmos, deixarmos de lado, e de algum modo esquecermo-nos excessivamente de algo, corremos o risco de vê-lo reaparecer com uma violência redobrada."
Carl Jung
Responda-o
#23
O bom e velho conhecimento empírico. Supera qualquer coisa.
A verdade como ela é, sem rodeios e eufemismos.

Apesar de ter se fodido, o sujeito que relatou a experiência no seu blog parece ter conseguido se restabelecer e isso é opimo.

Excelente texto.
Responda-o
#24
(05-03-2019, 07:26 PM)gRILO Escreveu: @Ares Gostei desse ponto que você abordou , e de fato, quando você ficar sem ler livros , você meio que " perdido" e deixando a vida me levar

Eu preso pelo equilíbrio, na verdade isso vem sendo reforçado dentro desse fórum, ler livros e ser obeso, malhar muito e não exercitar a mente , e etc, todas as maneiras de se bitolar são uma fuga no final das contas, o mais difícil não é polarizar em uma única atividade e se isolar nela, o mais difícil é conseguir equilíbrio nos vários setores da vida e evitar se tornar escravo das coisas.
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#25
Só não concordo nessa parte dos hobbies.
Eu tenho e gosto dos meus hobbies. Sempre tive.
Já andei MUITO de moto esportiva e foi maravilhoso, tenho grandes lembranças dos meus rolês. Também fiz viagens longas de moto Big Trail, guardo com carinho as paisagens na minha lembrança.
Também toco guitarra desde os 14 anos, já tive um monte de bandas, toquei em bares. Tudo por diversão nunca ganhei dinheiro com isso. Hoje estou em duas bandas e me divirto muito. Tenho uma grana preta em guitarras, pedais e amplis. Dinheiro que gastei e gastaria de novo. Lógico que comprar por comprar e não saber tocar é uma coisa idiota, mas se sabe e gosta, qual o problema?
O hobbie das motos ficou pra trás, mas achei um outro que estou adorando que é o tiro. Já tenho 2 armas e também não vejo problema com isso. Desestressa que é uma beleza.
Tenho muita dificuldade em gastar dinheiro com outras pessoas, mas comigo eu gasto mesmo. Antes eu me achava egoísta (e até fui chamado de egoísta), mas hoje acho que tô certo mesmo e foda-se.
Responda-o
#26
(07-03-2019, 03:26 PM)Berzerk Escreveu: Só não concordo nessa parte dos hobbies.
Eu tenho e gosto dos meus hobbies. Sempre tive.
Já andei MUITO de moto esportiva e foi maravilhoso, tenho grandes lembranças dos meus rolês. Também fiz viagens longas de moto Big Trail, guardo com carinho as paisagens na minha lembrança.
Também toco guitarra desde os 14 anos, já tive um monte de bandas, toquei em bares. Tudo por diversão nunca ganhei dinheiro com isso. Hoje estou em duas bandas e me divirto muito. Tenho uma grana preta em guitarras, pedais e amplis. Dinheiro que gastei e gastaria de novo. Lógico que comprar por comprar e não saber tocar é uma coisa idiota, mas se sabe e gosta, qual o problema?
O hobbie das motos ficou pra trás, mas achei um outro que estou adorando que é o tiro. Já tenho 2 armas e também não vejo problema com isso. Desestressa que é uma beleza.
Tenho muita dificuldade em gastar dinheiro com outras pessoas, mas comigo eu gasto mesmo. Antes eu me achava egoísta (e até fui chamado de egoísta), mas hoje acho que tô certo mesmo e foda-se.

Acredito que ele quis dizer da forma econômica , ter moto de alta cc é só "prejuízo", tudo é caro.
Mas assino em baixo dos hobbys, tiro esportivo está na minha lista de hobbys, porém como mero civil tenho q correr atrás .
"O homem que não atravessa o inferno de suas paixões também não as supera. Elas se mudam para a casa vizinha e poderão atear o fogo que atingirá sua casa sem que ele perceba. Se abandonarmos, deixarmos de lado, e de algum modo esquecermo-nos excessivamente de algo, corremos o risco de vê-lo reaparecer com uma violência redobrada."
Carl Jung
Responda-o
#27
Esse texto me fez lembrar do meu relacionamento com a minha BM. Mesmo sem conhecer direito a real, eu nunca coloquei meu desenvolvimento pessoal em segundo plano durante o namoro, inclusive isso era motivo de muita reclamação dela pois, segundo ela, 'eu poderia passar muito mais tempo com ela e não queria'

Enfim, guardem esse texto como um mantra pra vida de vocês, principalmente pros casados/noivos/namorados do fórum, porque se a mulher resolver ir embora de suas vidas, vocês não vão precisar ficar catando os cacos de vida que lhes restaram.
Responda-o
#28
(08-03-2019, 12:33 AM)Rozyzz Escreveu: ...tiro esportivo está na minha lista de hobbys, porém como mero civil tenho q correr atrás .

Se não tirou o CR ainda, se prepare para ter MUITA PACIÊNCIA.
Tudo muito demorado. Típica burocracia estatal insuportável. Daquelas que só para receber os documentos e dar o status de "recebido" que ainda vai ser analisado, leva um mês brincando. 
Mas vale a pena a maldita espera. Recomendo.
Responda-o
#29
Up por aqui...
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#30
Tópico fantástico.

Isso é a REAL.
''Penso, logo existo.''


Responda-o
#31
Eu vejo que a maioria dos caras divórciados parecem fracos e perdidos, um cara solteiro de 35 anos vai estar bem, na maioria das vezes, um divórciado de 35 parece que fica quebrado, e isso fica visível até na aparencia, fica fora de forma, se veste mau, deixa a barba por fazer, ao menos essa era a visão que eu tinha do meu pai, alguns anos após o divórcio, mas ele sempre foi um cara relaxado com a própria aparencia.

De qualquer forma, meu palpite, é que os caras perdem tanto tempo e energia focando em uma família e mulher em específico, que quando ele percebe que todos esses esforços não serviram de nada, é como se ele não visse mais uma razão pelo que lutar, e relaxa de vez. Enquanto um cara que é solteirão convicto e mulherengo sabe onde estão seus valores e não tem muito o que possa acontecer para ele perder esses valores, porque as mulheres são apenas uma parte secundária na vida desse cara.

Talvez isso que eu esteja falando seja chover no molhado, mas é muito mais fácil ter o seu centro de poder de vida quando se é um solteiro(mulherendo ou não) convicto, do que quando está em um casamento que pode ter fim a qualquer momento se ela achar que precisa ser livre para dar para outros e afastar seus filhos por puro sadismo ou draminha.
Responda-o
#32
Excelente texto, obrigado por posta-lo e upa-lo.

Com relação aos hobbies, onde ele cita a moto como dinheiro jogado no lixo, é possível que ele esteja se embasando principalmente pelo transito caótico brasileiro. Digo isso porque eu também divido esse ponto de vista. Andar de moto é delicioso e uma vontade que sempre tive e que não vai se concretizar é fazer road trip de moto pelo Brasil. Digo que não vai se realizar exatamente por causa da falta de educação do brasileiro no transito. Um acidente envolvendo uma moto e qualquer outro veiculo implica em uma altíssima chance de morte para o motociclista, e como o próprio autor do texto citou "risco de se machucar feio com os bonobos que tem no transito brasil a fora" eu acabei por riscar as motos tanto como hobby, quanto para uso cotidiano, por acreditar que o risco envolvido não compensaria o retorno. Se não em engano, em um tópico do Rover sobre ser "low profile", ele diz que tinha um carro velho, e que um dos motivos para não troca-lo seria por conta da violência no Brasil, onde um carro novo se transforma em um alvo para assaltantes. Eu concordo com o ponto de vista dele, mas discordo sobre manter um carro "tao velho", exatamente por causa da ausência de equipamentos de segurança (como air bags por exemplo), então eu pensaria em pegar um carro um pouco melhor, onde eu tivesse esses equipamentos que trariam uma segurança maior contra possíveis acidentes. Enfim, eu sempre gosto de colocar nessa "balança" sobre risco x retorno, mas claro que isso não é uma regra, é apenas uma questão de opinião e maneira de como direcionar a própria vida. Para o confrade Berzerk o retorno compensa o risco. Vai da individualidade de cada um.
Responda-o
#33
Spoiler Revelar
(22-05-2020, 09:33 AM)Reale Escreveu: Eu vejo que a maioria dos caras divórciados parecem fracos e perdidos, um cara solteiro de 35 anos vai estar bem, na maioria das vezes, um divórciado de 35 parece que fica quebrado, e isso fica visível até na aparencia, fica fora de forma, se veste mau, deixa a barba por fazer, ao menos essa era a visão que eu tinha do meu pai, alguns anos após o divórcio, mas ele sempre foi um cara relaxado com a própria aparencia.

De qualquer forma, meu palpite, é que os caras perdem tanto tempo e energia focando em uma família e mulher em específico, que quando ele percebe que todos esses esforços não serviram de nada, é como se ele não visse mais uma razão pelo que lutar, e relaxa de vez. Enquanto um cara que é solteirão convicto e mulherengo sabe onde estão seus valores e não tem muito o que possa acontecer para ele perder esses valores, porque as mulheres são apenas uma parte secundária na vida desse cara.

Talvez isso que eu esteja falando seja chover no molhado, mas é muito mais fácil ter o seu centro de poder de vida quando se é um solteiro(mulherendo ou não) convicto, do que quando está em um casamento que pode ter fim a qualquer momento se ela achar que precisa ser livre para dar para outros e afastar seus filhos por puro sadismo ou draminha.

... não jovem, sua percepção está 100% correta.

- No que tange as leis relativas ao divórcio e separação a balança da justiça pende totalmente para o lado feminino, o peso de leis misândricas faz com que homens se desgastem muito mais em um processo litigioso que as mulheres e mesmo nos casos em que tudo é resolvido de forma relativamente amigável há sempre a percepção de que o homem é o fdp de qualquer separação;

- O alardeado 'empoderamento feminino' retira toda a responsabilidade e toda a culpa das mulheres, agora elas não tem nenhum pudor ou culpa de se assumirem 'mães solteiras', onde é sabido que uma paternidade é fundamental para o crescimento e educação da criança ou jovem;

- Sempre percebi isso, homens que sofrem muito mais com essa ruptura pois além do vergonhoso assédio judicial, fica o estigma de que falharam como homens e na sua função de serem cabeça de uma família. Claro que eu me refiro a homens de boa índole.

- Depois elas dizem: ... "está faltando homem no mercado" .... "homem só quer comer e depois dar o fora" Taí um dos motivos.
Responda-o
#34
Trabalhar o emocional e as carências, fruto de um emocional fraco, emocional é a chave de tudo na vida.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)