Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[INSTRUÇÃO] Cursos Superiores/Técnicos
#61
(30-05-2018, 07:32 PM)Gorlami Escreveu: Você esta generalizando. Um realista NUNCA deve ser igual ou inferior aos demais estudantes bunda.

GargalhadaGargalhada

Tá bom senhor realista.
[...]
Responda-o
#62
(30-05-2018, 07:33 PM)Dallas Escreveu: Fala Tesla, aí já não é comigo não, essa richa de engenheiro com arquiteto eu deixo pra quem tem energia acumulada no cérebro... tem arquiteto que sequer sabe desenhar no papel, quem dirá calcular... tenho curso de especialização em topografia, materiais e mecânicas do solo e cálculo estrutural, isso porque gosto de exatas e corro atrás, não faço parte dos abobados médios que esperam por tudo nas mãos e cagam pras oportunidades... posso não saber o que tu sabe, mas eu sei do que eu sei Yaoming

Exato.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#63
(30-05-2018, 07:33 PM)Dallas Escreveu: Fala Tesla, aí já não é comigo não, essa richa de engenheiro com arquiteto eu deixo pra quem tem energia acumulada no cérebro... tem arquiteto que sequer sabe desenhar no papel, quem dirá calcular... tenho curso de especialização em topografia, materiais e mecânicas do solo e cálculo estrutural, isso porque gosto de exatas e corro atrás, não faço parte dos abobados médios que esperam por tudo nas mãos e cagam pras oportunidades... posso não saber o que tu sabe, mas eu sei do que eu sei Yaoming

Não é rixa, é a realidade. Aqui não é o local em que dá pra falar sem medo? Francamente, ultimamente vocês andam muito viadinhos.

Daqui a pouco o Coroa @Gângster aparece aí pra contar um causo sobre mão de obra pirata. Gargalhada

@Gângster mestre das obras, você foi invocado.
[...]
Responda-o
#64
@Melancton Disserte sobre isso cara! Um professor da faculdade semana passada falou algo mais ou menos similar ao que você disse. Ele falou que a galerinha de hoje,tanto geração 90 quanto aos jovens dinamicos que nasceram nos anos 00 ficam esperando muito do professor do curso e mal sabem a ferramenta poderosa que tem em casa, ou mesmo no bolso, que toda sua energia é gasta com os instagrams, facebooks e lacradas virtuais. Detalhe que o cara é formado em federal e pós em USP, e se tivesse essa facilidade atual antes teria ido mais longe. Quais coisas você conseguiu via youtube/google que em cursos desembolsaria uma nota?
Responda-o
#65
Mais um caso de sucesso muito comum por aqui...

Dentista... sai da facúl no dia seguinte já posta aquele cartão fotoshopado dizendo Doutora Cirurgia Dentista...

Ai vai ver na vida real é auxiliar de dentista em escritório ganhando 1300 reais e o dentista sendo prostituído(jovem, recém formado, que só conseguiu trabalhar para planos de saúde) também ganhando uns 30 reais por boca que detona.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#66
(30-05-2018, 09:46 PM)Dallas Escreveu:
Citação:Não é rixa, é a realidade.



 A realidade é que é só um bando de trouxa que fica brigando pra vê quem é o mais fodão, no final, tá todo mundo na mesma merda kkk, por mim, quero mais é que se exploda  Gargalhada

Concordo! No final quem ganha a indicação pra emprego é o(a) mais preguiçoso(a) e encostado(a). Fiz bastante esforço durante toda a faculdade e não adiantou de nada, os que estão trabalhando e os que foram indicados foram aqueles que mais levaram o curso nas coxas.
Responda-o
#67
Só vim comentar pois ví que o tópico tem várias menções ao Direito, eu fiz Direito na UFRJ e fiquei abismado, pois toda essa alienação eu tb tinha, então vamos lá.

Algumas coisas que me incomodaram:
1 - essa glamorização do concurso, órgão público dá tudo junto na conta, pelo menos aqui em SP qualquer cargo paga menos que na iniciativa privada.
2 - O curso de Direito é chato, maçante, saturado e só tem decoreba, como minha professora do começo disse uma vez "Direito é um curso que se voce quiser se forma sem ler nenhum livro"
3 - A área jurídica paga mal, ULTRAMENTE MAL, isso desde os estágios da faculdade até depois de formado, pra se ter idéia, todo estudante de Direito mente o salário pra não passar vergonha na família, pra ganhar salário mínimo só com indicação, quem ganha vale refeição vira pop-star, uma vez eu ganhei e virou a maior falsidade, todo mundo querendo ser meu amiguinho pra ganhar indiccação.
4 - Direito é curso de playboy ou de quem tem envolvimento político, pobre se meter nisso vai se lascar mais ainda na vida, vai passar meia década na pindaíba e depois mais meia década tentando se recuperar da pindaíba, ou se toca antes e desiste (metade dos meus colegas abandonaram o curso por não ter perspectiva.
.
5 - Agora pra terminar, dos meus colegas da faculdade, dos que não estão desempregados (desempregado não pq é vergonhoso falar, então estão "estudando pra concurso" trabalham em coisas nada a ver, um é pastor evangelico, o outro vende pastel na feira, o outro ajuda os pais no restaurante, a outra era escritora e foi contratada por uma editora de  Curitiba e o outro é auxiliar de escritório.
.
Agora explicando sobre concursos, isso é uma INDÚSTRIA!! Eles ganham muito dinheiro com isso, com apostilas, cursinhos, taxas de inscrição, por isso criaram essa lenda de que voce passa tem emprego pra vida toda e ganha um milhão de dinheiros por minuto pra não fazer nada (ah e o fim da estabilidade já foi aprovado no Senado), ano passado minha família me forçou a prestar um concurso de nível medio aqui em SP, foram 224.800 candidatos, imagina cada um destes pagando 80 reais de inscrição.

Voces já repararam qeu toda hora abre concurso? Estranho não? Que govereno empreendedor é esse que abre tanta vaga toda hora, é mentira!! Muitas vezes a vaga nem existe, por isso tanta gente entra com Mandado de Segurança pra conseguir a vaga, isso quando eles falam na cara dura que a vaga não existe, o famoso cadastro reserva.

Sobre os salários, voces podem ver que qualquer cargo bobo paga pelo menos 3 mil, não ee 3 mil de salário, nesse valor esta o salário, o dinheiro do transporte, da comida e o dinheiro pra voce pagar o plano de saúde, e ainda tem os descontos, por que quem pode (que mora perto do serviço) vai a pé ou de bicicleta e todo mundo leva marmita, pra economizar esse dinheiro.
.

Desculpem pelo texto extenso, mas esse curso destruiu minha vida, eu fui alertado no começo mas não acreditei por ser tão absurdo, então, fujam do curso de Direito igual o diabo foge da cruz.

PS:
Esse negócio de "nome" de faculdade tem a ver com a mesma industria do concurso, só pra voce ficar gastando dinheiro com cursinho e taxa de inscrição, Universidade Pública é uma porcaria em todos os sentidos, vários amigos meus estudaram na Unip e se deram bem (menos o que fez Direito rsrsrs), é só voce fazer um curso útil.
Responda-o
#68
Muito bom esse tópico, vale a pena ler tudo. 

Faço um vergonhoso tecnólogo de processos gerenciais. É a versão "chinesa" da administração. Eu sei que esse tipo de curso não dá emprego, porém como sempre gostei de empreendedorismo, para montar micro empresa ou franquias o curso passa um conhecimento  que ajuda nessas atividades. Conheço muito dono de micro empresas se fudendo por não ter o minimo de conhecimento em Administração. Esse curso não é igual administração mas serve de ajuda para abrir um negócio próprio. 

 Depois pretendo fazer um bacharelado que de um emprego em que trabalhe poucas horas por dia, mesmo que ganhe pouco. O objetivo é ter tempo para empreender mesmo que seja em coisas pequenas inicialmente. Aproveitando o tópico, peço sugestão dos mais entendidos: Quais cursos técnicos ou bacharelado, permitem trabalhar menos horas do que as tradicionais 8 horas por dia? Para ter tempo de criar outros projetos.
Responda-o
#69
(03-06-2018, 07:59 PM)Cavalheiro Negro Escreveu: Muito bom esse tópico, vale a pena ler tudo. 

Faço um vergonhoso tecnólogo de processos gerenciais. É a versão "chinesa" da administração. Eu sei que esse tipo de curso não dá emprego, porém como sempre gostei de empreendedorismo, para montar micro empresa ou franquias o curso passa um conhecimento  que ajuda nessas atividades. Conheço muito dono de micro empresas se fudendo por não ter o minimo de conhecimento em Administração. Esse curso não é igual administração mas serve de ajuda para abrir um negócio próprio. 

 Depois pretendo fazer um bacharelado que de um emprego em que trabalhe poucas horas por dia, mesmo que ganhe pouco. O objetivo é ter tempo para empreender mesmo que seja em coisas pequenas inicialmente. Aproveitando o tópico, peço sugestão dos mais entendidos: Quais cursos técnicos ou bacharelado, permitem trabalhar menos horas do que as tradicionais 8 horas por dia? Para ter tempo de criar outros projetos.

Cara, não digo que é impossível (pois realmente não é), entretanto é muito difícil essa condição, ainda mais se tratando de Brasil. O que eu sei é que lecionar (já que você não de importa com rendimento) é um alternativa para horários flexíveis. Tenho colegas professores que empreendem. 

A área de projetos (design, mecânico, elétrico, etc) permite que você trabalhe por conta/home office, logo, vc pode adaptar seus horários.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#70
Up viril

Algum dos senhores trabalha ou é formado na área de comunicação?

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#71
Faz direito, se vc passar na OAB e abrir um escritório, vc racha de ganhar dinheiro depois de 3 anos.
Responda-o
#72
(27-07-2018, 01:16 AM)Astuto Escreveu: Faz direito, se vc passar na OAB e abrir um escritório, vc racha de ganhar dinheiro depois de 3 anos.

Fácil como tirar doce de criança...

Já passou da hora de sair da Matrix do mercado de trabalho, jovem.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#73
Pipoca esperando o @Roland comentar Pipoca::
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#74
(27-07-2018, 01:16 AM)Astuto Escreveu: Faz direito, se vc passar na OAB e abrir um escritório, vc racha de ganhar dinheiro depois de 3 anos.

Atualmente, já passamos de um milhão de advogados no Brasil. E essa marca foi atingida em novembro de 2016. Supondo que somos, hoje, uns 200 milhões de brasileiros, significaria, diante de dados desatualizados, que há um advogado para cada 200 pessoas. Dados desatualizados.

Escritórios só contratam com experiência, e os formados não têm; então, sem chance.

Abrir um escritório demanda dinheiro; a OAB limita ao extremo a publicidade; tem que pagar anuidade e aceitar receber honorários parcelados (ou na forma de galinhas, porcos ou até uma geladeira). E processo demora anos, apesar de comermos todo dia.

Sem falar que o cliente sempre vai te dar aulas de direito. 

Tenho quase cinco anos de advocacia e ainda não rachei de ganhar dinheiro. Talvez porque eu não faça maracutaia, ou porque não defendo bandido ou político (mesma coisa). Então, eu vou entender esse seu comentário como uma ironia não tão facilmente identificável por escrito, pelo tamanho da asneira dita.

Considerando isso, um vai tomar no cu pra vc, só pra garantir.
"Primeiro vêm os sorrisos, depois as mentiras; por último, o tiroteio" - Roland de Gilead
Responda-o
#75
Agora a tendência é abrir vagas para controladores de máquinas, haja vista o avanço da robótica.
Responda-o
#76
(27-07-2018, 04:13 PM)Roland Escreveu:
(27-07-2018, 01:16 AM)Astuto Escreveu: Faz direito, se vc passar na OAB e abrir um escritório, vc racha de ganhar dinheiro depois de 3 anos.

Atualmente, já passamos de um milhão de advogados no Brasil. E essa marca foi atingida em novembro de 2016. Supondo que somos, hoje, uns 200 milhões de brasileiros, significaria, diante de dados desatualizados, que há um advogado para cada 200 pessoas. Dados desatualizados.

Escritórios só contratam com experiência, e os formados não têm; então, sem chance.

Abrir um escritório demanda dinheiro; a OAB limita ao extremo a publicidade; tem que pagar anuidade e aceitar receber honorários parcelados (ou na forma de galinhas, porcos ou até uma geladeira). E processo demora anos, apesar de comermos todo dia.

Sem falar que o cliente sempre vai te dar aulas de direito. 

Tenho quase cinco anos de advocacia e ainda não rachei de ganhar dinheiro. Talvez porque eu não faça maracutaia, ou porque não defendo bandido ou político (mesma coisa). Então, eu vou entender esse seu comentário como uma ironia não tão facilmente identificável por escrito, pelo tamanho da asneira dita.

Considerando isso, um vai tomar no cu pra vc, só pra garantir.

Rapaz, você trouxe um ponto legal e que não tem muito a ver com o tópico, mas gostaria que você falasse a respeito. Você não defende bandido porque considera moralmente errado? 

Até onde eu sei, os advogados de porta de cadeia são os que mais ganham dinheiro, cada caso é 5000 pila na mão por exemplo, mas não tem um peso na consciência? O que deve ser levado em consideração? O princípio da presunção de inocência, alicerce do direito penal e constitucional, ou a própria intuição do advogado acerca da idoneidade do indivíduo? @Senna acrescentaria muito a esses questionamentos.
Responda-o
#77
Como eu disse ANTES, se o cara tem dinheiro para abrir um escritório e manter no primeiro ano mais ou menos sem renda praticamente vindo dele, depois de uns 3 anos mais ou menos se ganha dinheiro, quem é advogado é empreendedor e empreendedor para abrir um negocio tem que ter capital para passar o primeiro ano e depois colher os ganhos, o que n da é abrir uma escritório sem renda.
Agora o cara formar para trabalhar para os outros, vai ganhar 1.000 reais por exemplo em um escritório alheio, e tomar no cu!
Responda-o
#78
@Daredevil veja como são as coisas. Há coisa de uns dois, quase três anos, eu disse, acho que no FdB, que um bandido não podia ser criticado, execrado ou mesmo morto, porque era uma pessoa que possivelmente não teve oportunidades na vida; logo, teria recorrido ao crime por ignorância, ou pela falta de limites que deveriam ter a ele sido impostos, ou mesmo por culpa da sociedade excludente. Enfim, na época fui bombardeado por críticas e até o Loki disse que eu havia herdado ranços esquerdistas do curso de Direito.

Pois bem. Não muito tempo depois disso, uma amiga muito querida foi assaltada por um marginal que a esfaqueou. Não foi nada tão grave, mas ali tive uma epifania: defender bandido é fácil, até um deles atingir alguém próximo de nós. Foi como levar um soco na cara. Dali pra frente, minha visão mudou totalmente e, hoje, eu digo que bandido é sem vergonha e tem que se foder mesmo; muito pai de família até passa fome pra criar um filho, e não vira criminoso.

No ano passado mesmo, meu irmão foi assaltado e surrado por três vagabundos que o emboscaram; levaram o celular e machucaram o guri todo. Eu quis matar os desgraçados, e me senti um completo bosta porque, devido à minha condição física, sequer posso dar um chute em um lixo destes. Chorei de raiva neste dia, face à impotência diante do que ocorreu. Certamente, se eu pudesse, teria caçado os caras, um a um.

Depois desse breve desabafo, e dessa retrospectiva, respondo a sua pergunta.

Veja, quando eu ainda cursava a faculdade já não desejava atuar na área criminal. Tinha receio da violência (muito cliente mata advogado e até familiar dele), não queria ficar "visado" e nem acabar com meu local de trabalho cheio de criminosos entrando e saindo. Na época, conversei com um amigo que já advogava, e ele disse que atuou na área criminal até ser convidado por um chefe do tráfico de Porto Alegre, para patrocinar a defesa dele. O cara, de dentro do presídio, ligou para o meu amigo e disse que tinha ouvido falar que ele era bom advogado, e etc, e que o queria "recrutar". Mas esse meu amigo foi esperto; sabendo que os criminosos daquele reduto se respeitam muito de certa forma, ele disse que já estava defendendo outro grande traficante próximo do que telefonou; então o sujeito disse que estava "de boa", admitiu "respeito" e encerrou a conversa.

Enfim, este amigo até me disse que atuar no crime é delicado porque, um belo dia, vc é convidado pelo seu cliente traficante/assassino pra ser o padrinho do filho dele; vc teria coragem de dizer "não"? E como se livrar de um cliente que vc não conseguiu inocentar e que foi condenado a cana grossa? Ele mandaria apagar o advogado de dentro da cadeia mesmo. Então o medo me tirou qualquer desejo de atuar no crime; posteriormente, diante dos fatos que vivenciei, mudei minha visão até então "esquerdista" e deixei de pensar em bandido como sujeito que mereça defesa e mão na cabeça.

Não digo que seja moralmente errado defender um criminoso, mas eu não conseguiria dormir de noite. E outro detalhe: pra defender bandido tem que saber contar história, mentir mesmo. E isso eu não sei fazer. O que diabos eu vou alegar pra defender um estuprador, ou um pedófilo? Que a vítima provocava, ou que a vítima estava sem o namorado (como recentemente advogados do Itau fizeram em um certo caso - pesquisem no Google)? Sim, advogado de porta de cadeia ganha dinheiro, mas tem que ser ligeiro e malicioso; longe de me arrogar como bonzinho, mas não sei viver dessa forma, e me recuso a vender minha alma mais do que já entreguei ao curso.

Te digo que muito advogado criminalista não tem qualquer peso na consciência, ainda mais quando recebe os honorários. Na tabela da OAB RS, era previsto cobrar 10 mil reais por um habeas corpus, que nem precisa de advogado pra impetrar! Um júri? 60 mil! Meu professor de processo penal é o maior advogado criminalista da cidade e tem uma cobertura em Balneário Camboriú pela qual dizem que pagou 1 milhão de reais. Em uma audiência que assisti dele, ele disse à juíza que sua esposa queria um carro novo; então, ele disse que decidiu dar de presente um de 60 mil mesmo, assim como quem fala de troco em loja de 1,99.

Me alonguei muito. Mas o resumo é que, pra mim, dinheiro é importante, mas não é tudo. Gosto de dormir tranquilo à noite e não sei contar lorota. Seria um péssimo criminalista. Não sei como alguns advogados da área conseguem fazer seu trabalho, sinceramente. Encerro dizendo que todos têm direito a uma defesa técnica, mas eu me recuso a prestar. A menos que fosse um caso muito especial, de um pai que furta um pacote de bolacha pra matar a fome do filho que chorava; nessa circunstância eu até agiria, mas mais pra livrar quem decididamente não é bandido. De resto, estou fora da área criminal; acho boa de estudar, mas reservo para os concursos mesmo.
"Primeiro vêm os sorrisos, depois as mentiras; por último, o tiroteio" - Roland de Gilead
Responda-o
#79
(27-07-2018, 05:22 PM)Daredevil Escreveu:
Spoiler Revelar
(27-07-2018, 04:13 PM)Roland Escreveu: Atualmente, já passamos de um milhão de advogados no Brasil. E essa marca foi atingida em novembro de 2016. Supondo que somos, hoje, uns 200 milhões de brasileiros, significaria, diante de dados desatualizados, que há um advogado para cada 200 pessoas. Dados desatualizados.

Escritórios só contratam com experiência, e os formados não têm; então, sem chance.

Abrir um escritório demanda dinheiro; a OAB limita ao extremo a publicidade; tem que pagar anuidade e aceitar receber honorários parcelados (ou na forma de galinhas, porcos ou até uma geladeira). E processo demora anos, apesar de comermos todo dia.

Sem falar que o cliente sempre vai te dar aulas de direito. 

Tenho quase cinco anos de advocacia e ainda não rachei de ganhar dinheiro. Talvez porque eu não faça maracutaia, ou porque não defendo bandido ou político (mesma coisa). Então, eu vou entender esse seu comentário como uma ironia não tão facilmente identificável por escrito, pelo tamanho da asneira dita.

Considerando isso, um vai tomar no cu pra vc, só pra garantir.

Rapaz, você trouxe um ponto legal e que não tem muito a ver com o tópico, mas gostaria que você falasse a respeito. Você não defende bandido porque considera moralmente errado? ¹

Até onde eu sei, os advogados de porta de cadeia são os que mais ganham dinheiro, cada caso é 5000 pila na mão por exemplo, mas não tem um peso na consciência? O que deve ser levado em consideração? O princípio da presunção de inocência, alicerce do direito penal e constitucional, ou a própria intuição do advogado acerca da idoneidade do indivíduo?² @Senna acrescentaria muito a esses questionamentos.

1- Defender bandido não é moralmente errado, mesmo nos casos de bandidos é possível um advogado ser ético e buscar que ele não receba uma condenação mais severa do que a lei prevê. Não há problema ético por exemplo em defender um cara que cometeu um homicídio culposo no trânsito, ou que pegou a mulher na cama com o amante e num surto de ódio cometeu um homicídio, não para buscar a inocência, mas para evitar que haja uma pena acima do que a lei estabelece para esses crimes.

Porém esses clientes são poucos nessa área. O bandidão traficante, assassino habitual é o que mais tem e dá mais dinheiro, volta mais vezes, etc. Outro problema é que na prática esses caras querem ser inocentados, acham que o advogado tem obrigação de conseguir isso, quando não consegue fica em perigo, assim como sua família.


2 - Sobre o peso na consciência entra outro problema. A lei é branda demais pra bandidos e rígida demais pra quem quer ser honesto. As penas brandas, progressão de regime e outros benefícios que mesmo dentro da lei, eu por exemplo, vejo como imoral, por isso eu ficaria com peso na consciência na maioria dos casos. Clientes normalmente mentem para advogados, mas um ditado verdadeiro é que a mentira tem perna curta e as vezes as provas não condizem com o que ele relata, já dispensei casos assim em outras áreas, como a trabalhista por exemplo. Porém, não é antiético o advogado defender um réu que ele pense que pode ser sim culpado, mas na prática, os culpados sempre buscam de mentiras pra sustentar a mentira principal e um advogado ético não concordará por exemplo, com um depoimento de testemunha forjado, recibos com dadas como 31 de junho, etc. 

Só peguei um caso de ação penal até hoje, justamente um tema muito falado aqui na Real, a falsa acusação de estupro. O cara, amigo meu de infância, mais de 30 anos, sem antecedentes, trabalhador, nunca usou qualquer tipo de droga, reputação ilibada na comunidade, foi acusado por uma cliente menor de idade de estupro. O MP só pelo depoimento dela logo de cara já "rebaixou" o caso do art. 216-A para no máximo ter ocorrido o art. 61 da LCP. Obviamente acredito na inocência do meu amigo, por isso mesmo não gostando da área, peguei o caso.
Membro Associado da Marmito Man Corporation

Quer me perguntar algo? - Visite meu Ask.fm - [Backup]
Responda-o
#80
Fiz o Enem por pura curiosidade e estou com uma nota relativamente boa em mãos, mas me surgiu a dúvida:

Quais cursos ainda valem a pena fazer? (Tirando Medicina e os cursos ligados à programação).

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
Lightbulb [DÚVIDA] Cursos técnicos Athelstan 21 2,875 29-10-2019, 01:22 AM
Última Postagem: PensadorSolitário

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)