Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Análise rasteira sobre a pensão alimentícia
#1
Análise rasteira sobre a pensão alimentícia
(OLODM)

[Image: rRAltFA.jpg]

Também tenho reparado que elas tendem a botar o beta bobão no pau e, não raramente, abrem mão da pensão do cafa.

A verdade é que as mulheres, de certa forma, tem muito medo e respeito pelo cafajeste. Elas aceitam com maior facilidade os abusos de um cafa do que os de um homem decente.

E também porque, geralmente, uma gravidez cujo pai é um cafajeste e outra cujo pai é um "bonzinho" foram planejadas pela mãe com intuitos diferentes. A mulher que engravidou do cafajeste não quer dinheiro. Ele quer o cafa. Aliás, mulher que fica cega de paixão por um cafajeste torna-se completamente indiferente ao dinheiro! Mulher é capaz de fugir de casa, de separar-se do marido rico, de vender seus bens e até de rasgar dinheiro por causa de um cafajeste. Essa é a questão.

Enquanto a mulher que engravidou de um bonzinho... nem preciso explicar muito, né? Como ela usou a gravidez como meio de ter uma renda fixa, ela não vai abrir mão desse direito jamais. Ainda mais que ela, no fundo, ressente-se do fato de seu filho ser fruto de um relacionamento com um subhomem, na visão primata dela.

Sobre o bonzinho, ela pensa: "Além de ter tido um filho com um homem de genes ruins, vou ter que criar sozinha? Esse otário já teve a sorte de ter conseguido se reproduzir com uma mulher com genes melhores que os dele, o mínimo que tem que fazer é pagar pensão!"

Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Responda-o
#2
Concordo com o autor quando diz que as mulheres aceitam abusos maiores dos cafajestes.
Discordo sobre não pensar em dinheiro se o pai for cafajeste.

Isso me faz pensar que esse texto foi escrito há um bocado de tempo.

Nos tempos atuais, ninguém se salva da pensão alimentícia ou Maria da Penha.
#somostodosvelhos
Responda-o
#3
A verdade é que a questão da pensão alimentícia e Maria da Penha, vai muito além da questão do cafajeste vs homem bonzinho;

A situação aqui é o rigor punitivo e a categorização do homem como ente causador de todos os males e a presunção de sacro-santidade da mulher que tem todas as ferramentas para ameaçar o homem com prisão, bloqueio de bens e alienação parental;

Já vi PM mal encarado, que pensava que era imune, rodar por causa da lei Maria da Penha, deu ruim para ele dentro do BPM.
Responda-o
#4
Pertinente para a discussão a situação que aconteceu recentemente com o Latino:

https://www.metropoles.com/colunas-blogs...cia-do-pai

Tá sendo processado por uma filha de 24 ANOS sobre pensões não pagas desde os 18 anos dela. 400 pila.
Erro muito comum dos homens, baseados em folclore popular, de que o filho completou 18 anos a pensão se extingue automaticamente e imediatamente.
ERRADO.
Pela lei BR, quando o filho(a) faz 18 anos o pai PODE PEDIR judicialmente o fim da pensão. Enquanto o Juiz não falar que acabou, tem que continuar pagando!
E se estiver em vias de fazer faculdade ou fazendo faculdade, a pensão pode ir muito, mas muito além dos 18 anos, não raro indo até 24 ou mesmo perto dos 30 anos!! É só o pimpolho provar que está em "época de estudos"
Evidentemente não concordo com isso, pois é uma fábrica de extorsão e vagabundagem...
Mas fiquem espertos, não parem automaticamente de pagar pensão nos 18 anos. Procurem o seu advogado e planejem as coisas com antecedência...
Responda-o
#5
Tópico rápido, mas direto ao ponto.

(26-10-2020, 11:54 AM)Fernando_R1 Escreveu: A verdade é que a questão da pensão alimentícia e Maria da Penha, vai muito além da questão do cafajeste vs homem bonzinho;

A situação aqui é o rigor punitivo e a categorização do homem como ente causador de todos os males e a presunção de sacro-santidade da mulher que tem todas as ferramentas para ameaçar o homem com prisão, bloqueio de bens e alienação parental;

Já vi PM mal encarado, que pensava que era imune, rodar por causa da lei Maria da Penha, deu ruim para ele dentro do BPM.

Não tem mais homem que seja imune ao sistema de leis anti-homem que temos hoje. E nem tem mais para onde o cara se esconder, não estamos mais nos anos 80, hoje em dia se quiser, pode tentar se esconder no interior ou até mudar de país, a mulher te buscar até no inferno pra obrigar a pagar pensão.

Olho vivo, confraria.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#6
Eu acho que NA PRÁTICA é os seguinte:
As mulheres TENDEM a ser mais compreensivas com o típico "cafa" malandrão, semi marginal: aquele cara que tá sempre fudido de grana, vira e mexe metido em pequenos golpes e/ou pirâmides, vive devendo pros outros. Carro com documentação fudida, prestações atrasadas - isso quando não for coisa pior.
Esse tipo "enrolation" (que as mulheres ADORAM), elas sabem que se apertar o cara não sai dinheiro. E são super compreensivas na esperança de mais noites de sexo ou alguma migalha de atenção. Evitam aporrinhar o cafa ao máximo. E qualquer (QUALQUER) esperança de atenção da parte dele, a mulher perdoa tudo na mesma hora.
JÁ os típicos alfas destacados, caras com grana DE VERDADE, não tem boi não. A mulher vai pra cima com tudo pra extrair o máximo de grana possível de uma possível pensão alimentícia. Se atrasar 1 dia, corre na delegacia...
Os medianos bonzinhos nem precisa comentar né. As mulheres em geral os vêem como um saco de grana q anda, nada mais.
Responda-o
#7
(26-10-2020, 01:36 PM)Wild Escreveu: Tópico rápido, mas direto ao ponto.

(26-10-2020, 11:54 AM)Fernando_R1 Escreveu: A verdade é que a questão da pensão alimentícia e Maria da Penha, vai muito além da questão do cafajeste vs homem bonzinho;

A situação aqui é o rigor punitivo e a categorização do homem como ente causador de todos os males e a presunção de sacro-santidade da mulher que tem todas as ferramentas para ameaçar o homem com prisão, bloqueio de bens e alienação parental;

Já vi PM mal encarado, que pensava que era imune, rodar por causa da lei Maria da Penha, deu ruim para ele dentro do BPM.

Não tem mais homem que seja imune ao sistema de leis anti-homem que temos hoje. E nem tem mais para onde o cara se esconder, não estamos mais nos anos 80, hoje em dia se quiser, pode tentar se esconder no interior ou até mudar de país, a mulher te buscar até no inferno pra obrigar a pagar pensão.

Olho vivo, confraria.


Quem cai nisso, não sabe como é natureza feminina. Nos que entendemos no primeiro sinal que não vai certo pulamos fora de forma inteligente que as leis anti homem não no afetara e como falei no outro posts.

Quem disse que necessariamente precisa casar, temos que ser seletivo no modo estremo

é simples conviver separadamente, encontros 3 vez ou menos por semana.
Ai com dois ou trés anos de convívio como essa parceira for a decente e, aliás durante esse tempo
tem que ser satisfatório sexuelmente ,fisicamente ,psicologicamente, emocional e ate espiritualmente
se durante esse tempo um desses foi ruim descartas sem pensar.
Ai depois desse tempo testando tudo isso você pensa, PENSA em casamento e olhe la
mais como nos estamos lidando isso tempo todo sera muito difícil, e não ficando em celibatário desnecessário ficando só e amargurado sem curti a vida é conhecer pessoas ter amizades coloridas ate mesmo amizade de parcerias mesmo com mulheres e sendo sempre seletivo no modo estremo.
E se você tem medo do estado anti homem então a solução e conviver como eterno ficante
deixar de relacionar por causa disso é loucura, só vai se relaciona com primas de puteiro,
longo prazo não sera bom para sua saúde mental.
Responda-o
#8
(26-10-2020, 04:56 PM)Rick O\Connell Escreveu: Quem cai nisso, não sabe como é natureza feminina. Nos que entendemos no primeiro sinal que não vai certo pulamos fora de forma inteligente que as leis anti homem não no afetara e como falei no outro posts.

Quem disse que necessariamente precisa casar, temos que ser seletivo no modo estremo

é simples conviver separadamente, encontros 3 vez ou menos por semana.
Ai com dois ou trés anos de convívio como essa parceira for a decente e, aliás durante esse tempo
tem que ser satisfatório sexuelmente ,fisicamente ,psicologicamente, emocional e ate espiritualmente
se durante esse tempo um desses foi ruim descartas sem pensar.
Ai depois desse tempo testando tudo isso você pensa, PENSA em casamento e olhe la
mais como nos estamos lidando isso tempo todo sera muito difícil, e não ficando em celibatário desnecessário ficando só e amargurado sem curti a vida é conhecer pessoas ter amizades coloridas ate mesmo amizade de parcerias mesmo com mulheres e sendo sempre seletivo no modo estremo.
E se você tem medo do estado anti homem então a solução e conviver como eterno ficante
deixar de relacionar por causa disso é loucura, só vai se relaciona com primas de puteiro,
longo prazo não sera bom para sua saúde mental.
Rapaz, copiasse isso do outro tópico na cara dura?

Então, tiozinho, o lance é só olho vivo, ninguém tem que ficar sem se relacionar não. Todo o discurso da pós-saga do homem moderno passa pela decepção amorosa com as queridas modernetes. Se o cara for ligado, consegue se safar tranquilo de 80-90%+ dos casos, incluindo os citados aqui no tópico.

Direitos iguais só até onde convém, mulher tem ou não tem capacidade de se sustentar sozinha, de trabalhar e prover seu próprio sutento, afinal? A contradição tá aí. Ninguém precisa ter medo de lei não que lei não morde, só precisa estar ligado por que pode ser um vespeiro e tanto se o cara se enrolar.

Agora independente do cara, quem for inventar de ter um relacionamento, vai ter que correr um risco, mesmo que mínimo, mesmo que calculado, mesmo com passagem só de ida para a Suiça e mochila cheia de bomba ninja na mão.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#9
(26-10-2020, 06:47 PM)Wild Escreveu:
(26-10-2020, 04:56 PM)Rick O\Connell Escreveu: Quem cai nisso, não sabe como é natureza feminina. Nos que entendemos no primeiro sinal que não vai certo pulamos fora de forma inteligente que as leis anti homem não no afetara e como falei no outro posts.

Quem disse que necessariamente precisa casar, temos que ser seletivo no modo estremo

é simples conviver separadamente, encontros 3 vez ou menos por semana.
Ai com dois ou trés anos de convívio como essa parceira for a decente e, aliás durante esse tempo
tem que ser satisfatório sexuelmente ,fisicamente ,psicologicamente, emocional e ate espiritualmente
se durante esse tempo um desses foi ruim descartas sem pensar.
Ai depois desse tempo testando tudo isso você pensa, PENSA em casamento e olhe la
mais como nos estamos lidando isso tempo todo sera muito difícil, e não ficando em celibatário desnecessário ficando só e amargurado sem curti a vida é conhecer pessoas ter amizades coloridas ate mesmo amizade de parcerias mesmo com mulheres e sendo sempre seletivo no modo estremo.
E se você tem medo do estado anti homem então a solução e conviver como eterno ficante
deixar de relacionar por causa disso é loucura, só vai se relaciona com primas de puteiro,
longo prazo não sera bom para sua saúde mental.
Rapaz, copiasse isso do outro tópico na cara dura?

Então, tiozinho, o lance é só olho vivo, ninguém tem que ficar sem se relacionar não. Todo o discurso da pós-saga do homem moderno passa pela decepção amorosa com as queridas modernetes. Se o cara for ligado, consegue se safar tranquilo de 80-90%+ dos casos, incluindo os citados aqui no tópico.

Direitos iguais só até onde convém, mulher tem ou não tem capacidade de se sustentar sozinha, de trabalhar e prover seu próprio sutento, afinal? A contradição tá aí. Ninguém precisa ter medo de lei não que lei não morde, só precisa estar ligado por que pode ser um vespeiro e tanto se o cara se enrolar.

Agora independente do cara, quem for inventar de ter um relacionamento, vai ter que correr um risco, mesmo que mínimo, mesmo que calculado, mesmo com passagem só de ida para a Suiça e mochila cheia de bomba ninja na mão.




Fui eu que escrevi isso num outro post teve pequeno erro esqueci o (eu) ficou só o (e) não pude corrigir.

Você ta certo riscos sempre tem mais como estudamos isso tempo todo fica fácil identificar usar armas delas contra elas próprias, se você tem medo de riscos não sai de casa, pois no brasil 30 mil pessoas morrem por ano no trânsito.

Ficar ciente do risco ok , agora se paralisado por medo dele você não vive.
Responda-o
#10
Citação:é simples conviver separadamente, encontros 3 vez ou menos por semana.
Ai com dois ou trés anos de convívio como essa parceira for a decente e, aliás durante esse tempo
tem que ser satisfatório sexuelmente ,fisicamente ,psicologicamente, emocional e ate espiritualmente
se durante esse tempo um desses foi ruim descartas sem pensar.
Ai depois desse tempo testando tudo isso você pensa, PENSA em casamento e olhe la
mais como nos estamos lidando isso tempo todo sera muito difícil, e não ficando em celibatário desnecessário ficando só e amargurado sem curti a vida é conhecer pessoas ter amizades coloridas ate mesmo amizade de parcerias mesmo com mulheres e sendo sempre seletivo no modo estremo.
E se você tem medo do estado anti homem então a solução e conviver como eterno ficante
deixar de relacionar por causa disso é loucura, só vai se relaciona com primas de puteiro,
longo prazo não sera bom para sua saúde mental.

Concordo, mas existem outras formas de se relacionar que não sejam amorosas, nessa vida e existem casos(raros, ainda, que eu saíba) que um namoro prolongado pode se encaixar como união estável, porque o que caracteriza uma união estável é algo bem subjetivo.

Então não tem muito pra onde correr.
Responda-o
#11
Se a mulher que tem o filho com um (lendário) 'cafa', realmente quisesse o pai do filho dela, ela poderia muito bem dizer pra ele: 'Ou fica comigo, ou te estorvo por causa de pensão', o que não acaba ocorrendo nenhuma dessas hipóteses. Portanto, a mulher pede pensão pro homem 'decente' porque esse mascara a busca pelo sexo, através do 'bom companheiro e bom pai'. E não venham passar pano pra esses caras...
Responda-o
#12
Trump   Por que as funkeiras não vão até a defensoria pública pedir o ajuizamento de ação de investigação de paternidade? Gargalhada

Porque são filhos da suruba, até o processo acabar as crianças estarão com 40 anos....vão ter que citar uns 40 maluco e fazer exames de DNA, isso quando a feministinha juvenil lembra da banca onde rodou...

Coitado dos jovi usuarios de app de paquera ta cheio de cuié carimbada com tatuagem de dois palmos com catarrento sem pai para criar.....HOLOCAUSTO DA FAMILIA TRADICIONAL.

Vai lá ser o cara legal com uma dessas e brinque de casinha por alguns meses, vai tomar uma bucha no CÚ gigantesca chamada paternidade socioafetiva....


É mais fácil criar leis sem pé e nem cabeça para foder qualquer peido fora da bacia de um pai responsável ou de um pai que não sabia que o filho não era dele, só tem fdp socialista tacando fogo na PATERNIDADE E MASCULINIDADE. Pobre mulheres que foram abduzidas por ETS e acabaram prenhas,  tudo culpa da sociedade PATRIARCAL E MACHISTA Big Grin .



[Image: EfBmaCsX0AIGu-1?format=jpg&name=small]
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#13
Eu queria muito socar a cara do(a) filha de uma puta que criou a sócio-afetiva. Essa lei é de longe a mais canalha que existe. 


O problema ao meu ver é a maldita classe influente que tenta normalizar a ideologia canalha feminista. Malditos sejam todos eles da rede esgoto e afins, cantores de bostanejo modernin e os trafunkeiros e toda essa merda juvenil que faz a familia tradicional ser destruída.
強さと名誉と尊厳
Responda-o
#14
paternidade socio afetiva é um tapa na cara do beta....

Mas há de admirar os que cuidam de filhos que nao sao seus como se fossem seus. Uma atitude bonita, que eu nao tenho capacidade ter kkkkkkkkkkkkk
Responda-o
#15
(27-10-2020, 01:11 PM)A6M Zero Escreveu: Eu queria muito socar a cara do(a) filha de uma puta que criou a sócio-afetiva. Essa lei é de longe a mais canalha que existe. 


O problema ao meu ver é a maldita classe influente que tenta normalizar a ideologia canalha feminista. Malditos sejam todos eles da rede esgoto e afins, cantores de bostanejo modernin e os trafunkeiros e toda essa merda juvenil que faz a familia tradicional ser destruída.

Foda é que ninguém faz nada, é que nem esse lance das mascaras, é uma bosta, ninguém sabe se essa merda funciona, e todo mundo continua usando essa calcinha ridícula no meio da cara, ninguém contesta, ninguém se rebela, quer dizer, alguns poucos se rebela, mas a maioria segue passiva.

Eu acho que a maioria foi feita pra ser gado de pasto mesmo, sempre guiado por um pastor, sempre foi, e sempre vai ser assim, eu nem me revolto mais, porque eu simplesmente não consigo me colocar no mesmo patamar de quem aceita passivamente essa situação, não, são duas classes diferentes de pessoas, porque não é possível.
Responda-o
#16
Caras, se a gente entender que isso é apenas uma extensão do que já acontece (o beta cuck assumir esperma alheio ambulante), fica fácil de entender por que inventaram essa merda. Já tava em cumprimento a lei, só faltava ser escrita no papel, se me entendem kkkk

O problema não é a lei em si, mas a flexibilização dos conceitos de relacionamentos e de família. o @A6M Zero acertou o alvo, é toda a precarização das estruturas familiares que ainda por cima é glamourizada pela mídia, esse daí é o foco.

Somente quando a gente chamar o que é família de família, e o resto de outras denominações, dando o nome certo aos bois, que a coisa vai funcionar.

Caso contrário podem esperar, Ricardão Cafa já já vai fazer parte da família, o periquito ou papagaio vai ter "pensão ração" e toda qualquer outra vai estar com mais direitos que você, e qualquer outra pessoa que ande junto de qualquer coisa vai ser família, até os herbs e suas garotas infláveis.

Se tudo é família, nada é família, ora porra. É mimizento demais se achando discriminadinho que causa essas merdas.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Análise rasteira sobre o casamento(Vale a pena?) Guardião 0 146 26-10-2020, 01:57 AM
Última Postagem: Guardião

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)