Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Que livros estão lendo?
(02-01-2021, 05:35 PM)Libertador Escreveu: Aproveitando o que o HJR_10 disse, dos que pretendo ler esse ano e que inclusive já comprei e estão na prateleira esperando a sua hora chegar estão:

Walden de H.D. Thoreau
127 horas de Aron Ralston (Tem um filme da história)
Invencível de Laura Hillenbrand (Tem um filme da história)
Do que eu falo quando eu falo de corrida de Haruki Murakami
Além da Lama de Leonard Farah
Can't hurt me do David Goggins (Inglês)
Discipline Equals Freedom de Jocko Willink (Em inglês)
Extreme Ownership de Jocko Willink (Em inglês)
Cristiano Puro e Simples de C.S. Lewis
Ortodoxia de Chesterton
A lei dominical de Alonzo T. Jones
No poder do espírito de W.W. Prescot
A cruz e sua sombra de Stephen Haskell
Caminho a Cristo de Ellen White
Eventos Finais de Ellen White
Diário do Subsolo de Dostoievski
Crime e Castigo de Dostoievski
O Processo de Franz Kafka

Tem mais alguns comprados aqui, mas esses aí são os principais. Se eu conseguir ler nesse ano esses 17 aí, já está excelente. Ainda mais porque alguns são bem grandes e densos. Os 7 primeiros são biográficos, os 7 seguintes são religiosos e os últimos 3 de ficção.

 Comecei a ler Walden, e já no início o cara já deixa você encucado o quanto você se torna escravo dos próprios desejos.

Depois de ler apenas o primeiro capítulo já me peguei divagando sobre o quanto nós nos escravizamos apenas para satisfazer algum desejo que muitas das vezes é irrelevante na sua vida (meu caso por exemplo), nós ficamos 8 horas dentro de uma sala, fábrica ou qualquer coisa do gênero; convivemos com pessoas da qual não gostamos; ouvimos asneiras de chefes que se acham superiores como humanos por exercerem tal função e tudo isso para entregar parte para o Estado e outra parte para comprar qualquer coisa que nos vicie e isso só aumenta o estado de dependência. Ainda estou no início da obra quando terminar poderei falar a respeito mas só neste início já valeu a grana.

Estou lendo também um livro chamado A revolução da atenção, que foi indicado por algum confrade, o livro é como um guia para poder meditar, confesso que achei muito simples no início porém conforme você vai evoluindo nos capítulos você percebe o quanto você não consegue sustentar sua própria atenção em determinado objeto ao longo do tempo sem se distrair, o autor até fala sobre o livre arbítrio e que achamos que temos o poder de escolher nas nossas mãos, mas não conseguimos ficar focados por mais de 30 minutos sem que a mente comece literalmente a gritar e pular de um lado para o outro.

Estou lendo cada capítulo ao passo que vou progredindo no processo (não sei se esta é a maneira correta de ler porém achei válido e resolvi testar) mas estagnei no capítulo 4.

Após ler Cartas de um estoico, comprei sobre a breviedade da vida de Sêneca, gostei muito do filósofo e acho que irei focar bastante em suas obras nesse primeiro semestre.
SIC.PARVIS.MAGNA - Francis Drake
Responda-o
Ian Fleming, Os Outros Que Se Danem (Vulgo Com 007 Viva e Deixe Morrer)

Mais uma aventura do agente secreto James Bond contra um vilão muito inteligente e articulado, Mr. Big.
''Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país.''

Responda-o
Reli essa semana o livro Sidarta do Herman Hesse.

Sem sombra de dúvidas ele e mais O Caibalion são os melhores livros que já li.
Responda-o
Os princípios que regem a interação social
English grammar in use
Moby dick
Responda-o
Com prioridade:

- Aprendendo a aprender - Barbara Okley
- Os EUA e a nova Ordem Mundial - Olavo de Carvalho
- Trajetórias de Grandes Líderes - Lucinda Watson

Na fila:

- O enigma quântico - Wolfgang Smith
- Podres de mimados - Theodore Dalrymple
- Cama de Gato - Kurt Vonnegut
- O Jardim das Aflições - Olavo de Carvalho
- A era do inconcebível - Joshua Cooper Ramo
- Box da estratégia: Maquiavel, Musashi e Sun Tzu
- Onde tudo acontece - Giovanna Bartucci
- Estado Vibracional - Victor Strate Bolfe
- Ponto de Impacto - Dan Brown
- Inferno - Dan Brown (Reler o final)
Responda-o
O príncipe - Maquiavel
Responda-o
Estou terminando a recomendação do Héracles, Portões de Fogo. Livro realmente muito foda, passa diversas mensagens sobre virilidade, principalmente nos diálogos do Diekenes. 

Em paralelo estava lendo também Mulheres do Bukowski, o velho é engraçado pra krl.
Responda-o
Rapaiz comprei o livro "Rápido e Devagar" do Daniel Kahneman e deu trabalho para ler 1 capitulo.

Que livro dificil de ler, palavras dificeis, contextos complexos.. buguei... e ele é muito recomendado pela galera.

Mas não curti não.. acho que não estou nesse nível ainda.

Um livro que gostei muito de ler foi " O JEITO PETER LYNCH DE INVESTIR" muito bom para quem é empreendedor ou investidor no mercado de ações.

Acho que meu perfil de livro é mais esse, Empreendedorismo/Finanças.

Inclusive agora irei começar "A Marca da vitória" do criador da Nike..

Muito recomendado também.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
Estou lendo 12 regras para a vida, do Jordan Peterson. Antes de ler, tinha pensado "caramba, até o Jordan Peterson navegando na onda dos livros de autoajuda enlatada"... Mas não.

Daqui a pouco estarei lendo a terceira regra, e o ápice do livro até então são as referências e interpretações que o autor faz. É um livro capaz de responder as perguntas básicas que nos fazemos através de elementos de várias culturas. Não obstante, o Jordan Peterson tem o dom de acalmar o leitor utilizando diversos exemplos acerca de como o caos e a ordem, o bem e o mal, são indissociáveis. A paz de espírito que o autor transmite vem justamente do fato de evidenciar que todos nós carregamos o mal, mas a regra é que nos esforçamos para fazer o bem, mesmo nas condições mais adversas, o que para o autor, é o milagre da vida.
Responda-o
(05-01-2021, 11:23 AM)Daredevil Escreveu: Estou lendo 12 regras para a vida, do Jordan Peterson. Antes de ler, tinha pensado "caramba, até o Jordan Peterson navegando na onda dos livros de autoajuda enlatada"... Mas não.

Daqui a pouco estarei lendo a terceira regra, e o ápice do livro até então são as referências e interpretações que o autor faz. É um livro capaz de responder as perguntas básicas que nos fazemos através de elementos de várias culturas. Não obstante, o Jordan Peterson tem o dom de acalmar o leitor utilizando diversos exemplos acerca de como o caos e a ordem, o bem e o mal, são indissociáveis. A paz de espírito que o autor transmite vem justamente do fato de evidenciar que todos nós carregamos o mal, mas a regra é que nos esforçamos para fazer o bem, mesmo nas condições mais adversas, o que para o autor, é o milagre da vida.

Melhor livro que já li na minha vida disparado! 

Li 2x ainda.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
Estou lendo as 48 leis do Poder, já devo ter lido umas 40 leis e gostei do livro. Vi que várias respostas automáticas ou sociais me conduziam ao desgaste ou a fraqueza, é bom perceber os próprios erros e os da família e tb ver que muitos são emulações do meu pai, por exemplo. Recomendo esse livro fortemente, ler ele me fez pensar mais antes de agir ou falar, deixar os outros falarem mais. Mesmo sem terminar ele dá pra ver que o real Poder começa no autodomínio, a partir dele que as coisas ficam mais abrandáveis. O livro mais esperto que o diabo tb é uma pedida nessa pegada de Poder e autodomínio.
Responda-o
Terminei de ler Como Lidar com as Emoções, da Ellen White.
É um compilado de passagens bíblicas e de outras obras dessa espetacular autora, que conheci através do camarada Libertador.

Livro excepcional, típicos daqueles que você não tem capacidade de alterar uma vírgula sequer.

Basicamente, ela nos mostra que podemos encontrar em Deus a resposta, auxílio e conforto para todas as nossas dificuldades e emoções desestimulantes, sejam elas quais forem. Precisamos exercitar nossa fé diariamente. Deus não se afasta jamais de nós, então que não nos afastemos Dele também.
E é interessante isso, pois em uma das passagens está dito para não contarmos nossas emoções e sentimentos aos outros, mas sim para Deus.

Vai muito no que diz Mateus 6:6, "entra no teu aposento, fecha a porta e, com fé e coração aberto, ora ao Pai em secreto, pois o Pai, que tudo vê em secreto, lhe recompensará".
Mais a frente, "E, tudo o que pedirdes em oração, crendo, o recebereis" - Matheus 21:22.

O livro trás as emoções de culpa, angústia, ansiedade, medo e depressão, mostrando como essas emoções consomem nossa energia vital, atrapalha o funcionamento das artérias, estômago, fígado e por aí vai.

Excepcional.

Esse mês quero terminar As Aventuras do Capitão Jose Battes e também o Novo Testamento, para poder dar início ao Antigo Testamento.
#somostodosvelhos
Responda-o
(22-01-2021, 09:20 AM)hjr_10 Escreveu: Terminei de ler Como Lidar com as Emoções, da Ellen White.
É um compilado de passagens bíblicas e de outras obras dessa espetacular autora, que conheci através do camarada Libertador.

Livro excepcional, típicos daqueles que você não tem capacidade de alterar uma vírgula sequer.

Basicamente, ela nos mostra que podemos encontrar em Deus a resposta, auxílio e conforto para todas as nossas dificuldades e emoções desestimulantes, sejam elas quais forem. Precisamos exercitar nossa fé diariamente. Deus não se afasta jamais de nós, então que não nos afastemos Dele também.
E é interessante isso, pois em uma das passagens está dito para não contarmos nossas emoções e sentimentos aos outros, mas sim para Deus.

Vai muito no que diz Mateus 6:6, "entra no teu aposento, fecha a porta e, com fé e coração aberto, ora ao Pai em secreto, pois o Pai, que tudo vê em secreto, lhe recompensará".
Mais a frente, "E, tudo o que pedirdes em oração, crendo, o recebereis" - Matheus 21:22.

O livro trás as emoções de culpa, angústia, ansiedade, medo e depressão, mostrando como essas emoções consomem nossa energia vital, atrapalha o funcionamento das artérias, estômago, fígado e por aí vai.

Excepcional.

Esse mês quero terminar As Aventuras do Capitão Jose Battes e também o Novo Testamento, para poder dar início ao Antigo Testamento.

Interessante
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
Senhor,
Deus dos nossos pais da fé,
que concedestes ao profeta Elias
viver pra sempre na vossa
presença, inflamado pelo zelo
da Vossa Glória,
concedei0nos que procuremos
sempre o vosso rosto e que
sejamos no mundo testemunhas
do vosso amor.

Livros desse mês:

* Santos Carmelitas
* O Carmelo interior
* O livro da vida

Releitura das partes grifadas de:
* A vida Intelectual.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
Só pedrada do @Awaken !

Lendo "Os Dez Mandamentos" de Sto. Tomás de Aquino.
Responda-o
Acabei de terminar um livro chamado "A Lista Negra"
O livro aborda chacinas dentro de escolas, inspirado em casos de adolescentes que eram humilhados por colegas e que entram na escola para matar todo mundo
É um tema que acho bastante interessante, pois passei pelos dois lados da moeda, durante a quinta série eu era humilhado desde a professora aos alunos, e era algo pesado, ao ponto de 15 caras armarem para me bater e eles tinham um código que quem falasse comigo iria apanhar acabei reprovando na escola por conta disso, então decidi no ano seguinte (e sim falo com orgulho da minha atitude aos 11 anos) dar a volta por cima, estudei sozinho, não fiz nenhum trabalho em grupo, sabia que isso me deixaria em recuperação e fiquei, porem passei de ano na recuperação, e mudei de escola, de atitude e passei a ser o cara mais respeitado da escola, inclusive eu tinha tudo para ser o cara que faria bullying se eu quisesse, eu optei por não ser esse otário, pelo contrário, fui campeão de judô e passei a participar de jogos escolares, ou seja, reviravolta total, e é esse momento de decisão que acho que é o momento mais crítico , ou você muda para melhor ou para pior, e esse livro aborda esse tipo de tema, enfim, acabei de terminar, caso alguem se interesse recomendo
Responda-o
Socrates café
"A critica não tem sobre a psicologia das massas o poder sugestivo que tem as crenças afirmativas, mesmo falsas." - Olavo de Carvalho

"Quanto menos inteligente um homem é, menos misteriosa lhe parece a existência." - Arthur Schopenhauer
Responda-o
O Estado empreendedor: desmascarando o mito do setor público vs. setor privado.

Livro por Mariana Mazzucato.

Excelente livro de uma economista um tanto contracultura. Ela traz uma tese bastante razoável, de que os investimentos estatais é que sustentam a economia e o empreendedorismo.

Alguns exemplos do livro:

1) Internet: nasceu do investimento bilionário do governo americano em comunicação militar, eis que temiam possíveis ataques nucleares e o estado das redes de comunicação depois deles (na Guerra Fria).

2) Magnetorresistência Gigante (MRG): o efeito mecânico quântico que permitiu os sensores magnéticos utilizados em HDs. Nasceu de financiamentos dos governos da Alemanha e da França. Os EUA tiveram papel fundamental na pesquisa básica e na comercialização da tecnologia. IBM e Seagate apenas traduziram o conhecimento em produtos comerciais bem-sucedidos.

3) Tela touch screen: tecnologia descoberta por cientista doutorando na Universidade de Delaware (pública), com bolsa de entidades dos EUA. Depois de obter o ph.D., Westerman uniu-se a um colega e fundou a FingerWorks, criando o produto "iGesture Numpad". Logo a Apple se interessou em adquiriu a epresa em 2005, antes do lançamento da 1ª geração de iPhone, em 2007, com a tecnologia.

4) Siri: fruto de um programa de inteligência artificial financiado pelo governo federal dos EUA. A ideia inicial era desenvolver um assistente virtual para auxiliar o pessoal militar.   

A autora destaca que as grandes invenções da humanidade demandam décadas para concretização e comercialização. Dessa maneira, os investimentos em P&D (pesquisa e desenvolvimento) acabam sob a responsabilidade do Estado, eis que nenhuma empresa suportaria o alto capital de risco dessa particularidade do mercado. 
Responda-o
(22-11-2020, 07:39 AM)Libertador Escreveu: As aventuras do Capitão Joseph Bates:

[Image: As-aventuras-do-capitao-Jose-Bates-450x450.png]

Livro baseado em fatos reais. É a autobiografia de um americano saiu de casa para ser marinheiro aos 14 anos. Em uma das viagens quando estava navegando para a Rússia foi feito prisioneiro de guerra pelas tropas de Napoleão Bonaparte na Dinamarca, depois que foi solto quando estava em outra viagem o EUA e o império britânico entraram em guerra e ele foi feito prisioneiro de guerra pelo império britânico e por muitos anos obrigado a lutar contra Napoleão Bonaparte. Depois foi colocado em uma prisão e sobreviveu a um massacre que teve lá. Enfrentou um furacão em alto mar quase morrendo. Viajou diversas vezes para o Brasil contando muitas curiosidades que ocorriam aqui na época, como eram as procissões católicas, e a caça de baleias perto do porto de Florianópolis, também ajudou o Brasil em uma guerra contra Buenos Aires e ajudou a salvar o povo em uma seca muito grande que teve no nordeste levando comida do sul do país para lá de navio, e viajou para muitos países, descreve como era o Peru logo após a inquisição e os terremotos de lá, enfrentou piratas e tubarões e quase morreu congelado em outra ocasião que o barco naufragou. Presenciou a queda do império otomano. Também presenciou o grande evento da quedas de estrelas que teve em 1833 descrendo detalhes sobre o fato. Até mesmo lutou contra a escravidão 30 anos antes da guerra civil americana sendo ameaçado e perseguido por isso. Entre outros feitos.

O link do livro: https://editoradospioneiros.com.br/as-av...ose-bates/

Esse cara sozinho fez muito mais coisas em uma vida do que uma pessoa normal faria em 50 vidas.

Nota: 10 de 10.

Terminei agora de ler As Aventuras do Capitão José Bates, por indicação do camarada Libertador.
Livro espetacular, igual a resenha do camarada.

Se juntarmos todos nós deste reduto, cadastrados e visitantes, com certeza não conseguimos ter, em porcentagem, 10% do que viveu e passou o Capitão Bates, que iniciou como marinheiro ainda na adolescência.

Além de todas as tribulações já ditas pelo Libertador, Bates também se converte às palavras de Deus.

Esse processo de conversão é iniciado quando ele se humilha perante a mão poderosa de Deus (Pedro 5:8), admite ser um pecador e pede perdão (como dito nas epístolas e evangelhos do Novo Testamento, aquele que diz não pecar é mentiroso).

E isso mesmo depois de ter passado por apuros inimagináveis. Nunca se revoltou contra Deus por conta disso.
Interessante também que mesmo ele não sendo um legítimo cristão, Deus o salvou, juntamente com o restante da tripulação, incontáveis vezes. 
Nem vou citar passagens onde Deus mostra claramente que não abandona seus filhos, pois são inúmeras. Do início ao fim da bíblia.

Bates também parou de consumir bebidas alcoólicas e o curioso é que, tempos depois, também parou de consumir chá e café.
O camarada Libertador já havia me alertado quanto a isso, inclusive a Ellen White trata disso em um dos seus livros, mas não li e não sei muito sobre isso.

Vou procurar saber sobre o assunto e cortar esses venenos.

Enfim, excelente livro.
#somostodosvelhos
Responda-o
Nesse tópico a gente vê claramente o quanto leitura e escrita estão intimamente ligadas.

Os caras que de fato leem muito, também escrevem muito bem, haja vista os exemplos, principalmente, do @hjr_10 e @Libertador .

Além do que as histórias e resenhas dos livros que o pessoal lê são muito inspiradoras e instigantes.

Esse tópico está no top 3 de todos os tempos desse fórum, fácil, fácil...
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)