Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Ministério Público
#1
Ministério Público
(Por Ice)

[Image: U5Bj5cz.jpg?1]

Pergunta: Poderia esclarecer porquê não gosta do Ministério Público e se possível dar exemplos?

Resposta: Porque são cretinos, a maioria dos promotores que conheço são cruéis, maldosos.

Para citar exemplo:
Promotor querer infringir a lei para ferrar um cara, mesmo sabendo que o que ele está pedindo está errado. Uma vez saiu uma intimação redesignando uma audiência. Eu, como advogado, avisei ao cliente que a audiência anterior foi cancelada e foi agendada uma nova data.

Só que essa intimação foi um erro do cartório.

O promotor quer que o cara seja preso. Eu juntei ao processo todos os documentos e fui falar pessoalmente tanto com o promotor quanto com a juíza, falei que o cara não compareceu por culpa minha, pois eu tinha avisado que não haveria audiência, porque saiu uma intimação que me induziu ao erro. Na minha frente o promotor disse que entendeu, que estava tudo certo. Mas depois, quando se manifestou no processo, ele disse que não justificava a ausência do réu e que ele deveria ser preso.

Sem contar que eles enxergam tudo preto e branco e só eles estão certos. Então, por essas e outras sacanagens que quero distância dessa corja.

Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Responda-o
#2
GargalhadaGargalhada

Os profissionais da área do direito, em sua maioria, são todos profetas do Apocalipse.
Sabem de tudo e estão sempre certos, mesmo quando o assunto é de outra área profissional.

Isso começa desde a tenra idade na faculdade de direito, onde meros analfabetos funcionais do quarto, quinto período já se acham doutores e guardiões do ordenamento jurídico.

A briga de egos é tamanha que a rivalidade entre eles beira clássico argentino entre Boca Juniors x River Plate. O Ice é/era advogado, por isso não gostava do MP (perceba que não estou defendendo o MP, tampouco afirmando que fazem um bom trabalho).
Advogados x Promotores x Juízes.

O Estatuto da Advocacia e da OAB diz em seu Art. 6º:

Citação:Não há hierarquia nem subordinação entre advogados, magistrados e membros do Ministério Público, devendo todos tratar-se com consideração e respeito recíprocos.

Mas obviamente que é mais um dispositivo que não serve de nada, pois o advogado quer ser mais do que os outros dois, o juiz acha que é o chefe dos outros dois e o promotor se acha mais superior do que os outros dois.
#somostodosvelhos
Responda-o
#3
bons advogados normalmente só se preocupam em fazer um bom trabalho
o trabalho do juiz acaba com a sentença
daí, na fase recursal, tudo pode mudar

"a maioria dos promotores que conheço são cruéis, maldosos." - piada
Responda-o
#4
(27-04-2021, 10:25 AM)Scant Escreveu: bons advogados normalmente só se preocupam em fazer um bom trabalho
o trabalho do juiz acaba com a sentença
daí, na fase recursal, tudo pode mudar

"a maioria dos promotores que conheço são cruéis, maldosos." - piada

Essa é uma visão muito positivista do direito. 

Apesar de achar o positivismo uma merda, quem dera fosse mesmo assim, como você descreveu...

Vence quem é o mais forte politicamente (quando falo isso, não me refiro a políticos de profissão, mas sim à arte e ciência do poder, que se exercem em todo e qualquer círculo humano).

Dizem que o juiz é imparcial mas não neutro. Quem dera, o juiz fosse mesmo imparcial...
Responda-o
#5
(27-04-2021, 10:55 AM)Per Onore Escreveu:
(27-04-2021, 10:25 AM)Scant Escreveu: bons advogados normalmente só se preocupam em fazer um bom trabalho
o trabalho do juiz acaba com a sentença
daí, na fase recursal, tudo pode mudar

"a maioria dos promotores que conheço são cruéis, maldosos." - piada

Essa é uma visão muito positivista do direito. 

Apesar de achar o positivismo uma merda, quem dera fosse mesmo assim, como você descreveu...

Vence quem é o mais forte politicamente (quando falo isso, não me refiro a políticos de profissão, mas sim à arte e ciência do poder, que se exercem em todo e qualquer círculo humano).

Dizem que o juiz é imparcial mas não neutro. Quem dera, o juiz fosse mesmo imparcial...

"Vence quem é o mais forte politicamente " - acredito que em processos de figuras públicas poderosas isso aconteça, mas a maioria dos milhões de processos existentes isso não é tão comum, salvo casos de corrupção do juiz/serventuários

basta lembrar da justiça trabalhista que normalmente concede ao empregado a vitória

outro caso comum é o da defensoria pública que defende pobres que cometeram crimes
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)