Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Seção Rodizio de Padrastos!!!
#1
Chegou a hora de criar esse tópico denúncia, puta que o pariu todo dia tem uma mãe no noticiário, uma filha duma puta acobertando e ou  colaborando com  um molestador sexual e até um espancador de crianças.... É UMA EPIDEMIA SOCIOLOGICA.


Quem disse que a mãe deve ter prioridade na guarda da criança? Vemos muitos pais não podendo ver e nem ter a guarda dos filhos  que estão nas mãos  de mães que são transtornadas e sádicas com predileção seletiva por psicopatas imprestáveis, drogados etc, a escória social., tudo isso garantido pela vara de INJUSTIÇA DE FAMILIA bostileira.

Só tenho algo a declarar, enfiem no cú o DIREITO DE FAMILIA FEMINAZISTA bostileiro.

País de filhos das putas perversos comunistas....

Seja o He-man de seus familiares, não deixe seu filho/filha e sobrinho/sobrinha na mão de uma mulher transtornada e feminista e seus psicopatas imprestáveis que ela faz questão de escolher e defender...Lute por eles como o HE-MAN.



Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#2
Muitas mães só querem PENSÃO Exclamation  Mulher na vara de FAMILIA é SANTA E VITIMA DO MACHISMO Gargalhada causa ganha para elas, é o reich feminazi.




https://www.em.com.br/app/noticia/gerais...agem.shtml

Caso 1: 2/7/20

Um pedido de ajuda de uma criança de nove anos à avó paterna levou para a prisão a mãe da menina e o padrasto em Contagem. Segundo os primeiros levantamentos feitos pela Polícia Civil, havia quatro anos que a criança vinha sendo abusada sexualmente.
Segundo a delegada Mellina Clemente, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, que comanda as investigações, a criança gravou um áudio para a avó paterna pedindo ajuda. Essa, então, noticiou os fatos ao pai biológico. “A vítima falou para a avó não sentir nojo dela, relatando o que acontecia na casa da mãe desde quando ela tinha cinco anos.”


A criança morava com o pai, mas passava temporadas com a mãe e o companheiro dela. Segundo a vítima, os abusos aconteciam quando ela se deitava para dormir, na cama da mãe - que é surda e muda.

A menina relatou também que tinha medo que o mesmo ocorresse com a irmã, de dois anos, filha do casal, quando não estivesse na casa. “Os pais chamavam a criança menor para participar das relações, mas ela (a vítima) impedia que isso acontecesse”, conta a delegada Mellina.


“Diante da gravidade dos fatos e do risco envolvendo a irmã mais nova da vítima, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do casal, que foi deferida e cumprida”, completa a delegada.

Caso 2:  11/03/21 

https://www.em.com.br/app/noticia/gerais...etim.shtml

estupro de uma menina de oito anos, ocorrido em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte foi esclarecido por policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade, com as prisões do padrasto, de 23 anos, e da mãe da vítima, que teria conhecimento da prática criminosa. O homem ainda é investigado, em outro processo, por abuso sexual de uma segunda criança, colega da enteada dele.

Segundo a delegada Ariadne Elloise as investigações começaram em janeiro desse ano. “De acordo com as apurações, o padrasto praticava atos libidinosos diversos da conjunção carnal com a enteada, desde que a menina tinha cinco anos. Os fatos vieram à tona quando os tios maternos da criança acionaram a Polícia Militar, no dia 21 de janeiro, após a menina contá-lo, aos prantos, o que acontecia. A vítima estava pedindo ajuda. A criança contou ainda, aos tios, que viu sua coleguinha passar pela mesma situação.”


Caso 3: 6/4/21

https://www.jornalnh.com.br/noticias/reg...menor.html

Suspeito de matar enteada de 13 anos estava em liberdade condicional por estupro de menor

Mãe da vítima sabia dos antecedentes do companheiro, mas disse não acreditar que ele fosse cometer barbárie com a filha
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#3
INFELIZMENTE não tem muito o que fazer, A NÃO SER evitar filhos com essas pervertidas.
Depois que teve, já era. O seu filho/a tem o destino selado, já que o ordenamento jurídico BR atual dá PLENOS PODERES para a mãe. Vai ser o que ela QUISER e tem que aceitar que dói menos.
Tenho uma história na família que passou bem perto de dar uma tragédia das GRANDES.
Um cunhado meu teve uma filho com uma vagaba vileira (bem bonita e gostosa por sinal). Chegaram a morar juntos por um-dois anos pra criar o filho, mas não deu certo. Nada que ele fizesse contentava e acalmava ela. Separaram.
Ela, EVIDENTEMENTE ficou com a guarda da criança e passou a engatar um romance no outro, se relacionando com todo tipo de cafajeste que se possa imaginar.
Por fim foi morar junto com um TRAFICANTE barra pesada e levou o menino junto. A criança testemunhou coisas indescritíveis na casa do cara, inclusive viu a mãe apanhar diversas vezes. A propósito: quanta mais apanhava, mais apaixonada pelo mala ela ficava (esse era homem de verdade, testemunhas escutaram dela)
Por um milagre, o tal traficante VETOU a criança e exigiu ela devolver para o pai. Aí esse meu cunhado pegou a guarda e não perdeu mais...
No final o traficante foi metralhado em uma emboscada. Ela assumiu-se como garota de programa e toca a vida assim, tem mais uma filha de outro cara.
Esse menino escapou por POUCO.
Responda-o
#4
Este é Ted Bundy um serial killer americano....tem o mesmo olhar de um politico  do PSOL ...esses malas eu reconheço de longe.

[Image: conversations-with-a-killer.jpg]

O debaixo é o Dr. Jairinho, você já jogou o jogo dos 7 ERROS E 7 ACERTOS?

[Image: jairinho-600x400.jpg]

Seja bem Vindo a Mais um caso de RODIZIO DE PADRASTOS....( acho que vou abrir um canal no Youtube) Gargalhada


[Image: caso-henry-22032021121957384?dimensions=442x241]

O casal acusado de infanticídio ao lado esquerdo e o pai e a vitima ao lado direito.


“Vida que segue. Faz outro filho”, disse Dr. Jairinho ao pai de Henry

https://www.metropoles.com/brasil/polici...i-de-henry

Suspeito de envolvimento na morte de Henry Borel Medeiros, o vereador e médico Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, teria dito ao pai do garoto, Leniel Borel, que “fizesse outro filho”. A informação consta em entrevista do pai do menino à revista Veja. Henry morreu em 8 de março no Rio de Janeiro e as circunstâncias da morte ainda são investigadas.

Segundo Leniel, Dr. Jairinho é uma pessoa fria e não aparenta remorso. “Ele é muito frio. Assim que foi decretado o óbito do meu filho, Dr. Jairinho chegou perto de mim e, na frente de uma pessoa da igreja que frequento e de uma amiga minha, disse: ‘Vamos virar essa página, vida que segue. Faz outro filho'”.

À revista, o engenheiro disse “não ter dúvidas” de que o vereador é o culpado pela morte do filho. “Não tenho dúvidas de que Dr. Jairinho é culpado. Naquela noite no hospital, ele ficava junto aos médicos que tentaram salvar o Henry o tempo todo. A princípio, eu achava que era porque também era médico, mas agora percebo que era para acobertar o que realmente aconteceu”, disse.


A policia descobriu evidencias e provas e pediu a prisão preventiva do CASAL....



Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#5
Esse caso do menininho que foi torturado e morto pelo cafa que era o "padrasto da vez no rodízio" é muito triste, mas pela lei feminista de hoje INEVITÁVEL.
NÃO TEM o que o pai do menino pudesse fazer no mundo REAL.
Por mais desconfiado que estivesse, ia fazer o quê NA PRÁTICA? Na justiça ginocêntrica de hoje era facílimo pra mãe mandar alguma acusação pra cima do pai verdadeiro caso ele começasse a criar caso e fodesse com a vida dele... e ainda poderia alegar que ele estava com ciúmes dela com o namorado cafa-homem-de-verdade-que-sabe-do-que-as-mulheres-gostam.
Mesma coisa com aquele casal de lésbicas que mutilou e matou o menino com requintes de crueldade. O pai cansou de ir atrás da justiça e não conseguiu nada...
Podem acompanhar esse caso que não vão nem chegar perto do verdadeiro problema: a mãe SABIA que estava trepando com um cafa sádico que torturava o filho dela, que ela até protegeu o cafa na história toda e tinha PLENOS PODERES pra fazer isso. O pai do menino estava de mãos ATADADAS.
Alguém sabe dos detalhes de pensão, de quem era o apartamento, como ela bancava o estilo de vida dela... ? Isso é muito importante para as análises que faremos aqui no fórum.
Responda-o
#6
(09-04-2021, 10:02 AM)Berzerk Escreveu: (...)
Mesma coisa com aquele casal de lésbicas que mutilou e matou o menino com requintes de crueldade. O pai cansou de ir atrás da justiça e não conseguiu nada...
Podem acompanhar esse caso que não vão nem chegar perto do verdadeiro problema: a mãe SABIA que estava trepando com um cafa sádico que torturava o filho dela, que ela até protegeu o cafa na história toda e tinha PLENOS PODERES pra fazer isso. O pai do menino estava de mãos ATADADAS. (...)

Será que aquela louca da Elisabeth Banditer, que defendia (ou defende) que o amor materno é um mito, estava certa?
Eu não acredito nisso, mas são criaturas como essa que abalam a minha convicção.

O roteiro será:
1 - muito circo em horário nobre;
2 - condenação;
3 - algum tipo de conversão religiosa dentro da cadeia;
4 - liberdade depois de penas mínimas;
5 - entrevistas, livros e filmes.

A única esperança: a justiça divina.
Responda-o
#7
(09-04-2021, 10:46 AM)Aricton Escreveu: 4 - liberdade depois de penas mínimas;

Acho que não hein.
Aqui no BR assassinatos horríveis com requintes de crueldade contra vítimas completamente indefesas é prerrogativa de "vítimas da sociedade" (marginais comuns). Pra esses tem hordas da esquerda prontas a defendê-los. Passam pouquíssimo tempo presos QUANDO passam. Os assassinos em série menores de idade saem pela porta da frente da delegacia no mesmo dia.
Para esses assassinos de criança da classe média, ainda mais sendo brancos e héteros, a prisão costuma ser beeeem longa. Vide o casal Nardoni.
Pode ver que a grande mídia colocou em primeira página assim que a criança apareceu morta, já antevendo a autoria do crime. Estão SEDENTOS por outro "Caso Nardoni", dá um ibope monstruoso.
Para os NEGÓCIOS da Grande Mídia interessa esse casal preso por décadas.
Responda-o
#8
@Berzerk ... eu concordo contigo, a tragédia de um casal branco e hétero, de classe média causa orgasmos múltiplos naqueles que foram ensinados a ter hojeriza do que na cabeça dessa turma, representa a chamada classe média, quem já estudou humanas em uma faculdade entende do que estou falando.

Isso daí é sobretudo o resultado de gente que trata os filhos como uma commoditie, tal como petróleo, carvão, bauxita, etc.
Responda-o
#9
(09-04-2021, 02:36 PM)Fernando_R1 Escreveu: @Berzerk ... eu concordo contigo, a tragédia de um casal branco e hétero, de classe média causa orgasmos múltiplos naqueles que foram ensinados  a ter hojeriza do que na cabeça dessa turma, representa a chamada classe média, quem já estudou humanas em uma faculdade entende do que estou falando.

Isso daí é sobretudo o resultado de gente que trata os filhos como uma commoditie, tal como petróleo, carvão, bauxita, etc.

Olha só como uma coisa está amarrada na outra. Hipocrisia das hipocrisias.
Eu sou do mundo da resina plástica. 
Uma coisa que atrapalha os negócios é essa onda de "verdinho politicamente correto" que vem da esquerda.
E quem foi o vereador que propôs o fim dos canudos plásticos na cidade do RJ???
Sim, o torturador e assassino de criancinhas.
Tava PREOCUPADÍSSSIMO com o meio ambiente, abiguinho... pode acreditar.
Responda-o
#10
Esse Jairinho ai tem cara de que assistiria a própria familia inteira ser assassinada na frente dele e com direito a pipoca e refrigerante.

Já a vadia imunda que dava a buceta pra esse cara, eu imagino que tipo de imundice essa pessoa deve ser. Sádica e imoral além de extremamente insensível.

Que ambos sofram o inferno na terra antes de arderem nas labaredas de satã.
強さと名誉と尊厳
Responda-o
#11
(09-04-2021, 02:09 PM)Berzerk Escreveu: Acho que não hein.
Aqui no BR assassinatos horríveis com requintes de crueldade contra vítimas completamente indefesas é prerrogativa de "vítimas da sociedade" (marginais comuns). Pra esses tem hordas da esquerda prontas a defendê-los. Passam pouquíssimo tempo presos QUANDO passam. Os assassinos em série menores de idade saem pela porta da frente da delegacia no mesmo dia.
Para esses assassinos de criança da classe média, ainda mais sendo brancos e héteros, a prisão costuma ser beeeem longa. Vide o casal Nardoni.
Pode ver que a grande mídia colocou em primeira página assim que a criança apareceu morta, já antevendo a autoria do crime. Estão SEDENTOS por outro "Caso Nardoni", dá um ibope monstruoso.
Para os NEGÓCIOS da Grande Mídia interessa esse casal preso por décadas.

Verdade, mesmo que o ordinário do Alexandre Nardoni já esteja no semiaberto. É que eu me lembrei do Guilherme de Pádua, que acabou ficando (apenas) pouco mais de 6 anos na cadeia, assim como sua esposa.
Responda-o
#12
A mãe do Henry Borel é tatuada, isso explica muita coisa...  Big Grin 

[Image: m-e.jpg]
A realidade nua e crua.
Responda-o
#13
Nós já sabemos como  será a tese de  defesa da mãe: " ele me ameaçava o tempo todo " Gargalhada Eu era refém do medo....


A cultura tóxica da podridão feminista produz mulheres insanas e transtornadas...

Tempos atuais.... Exclamation


Elas escolhem um cidadão de bem e cristão depois de um canavial de picas, que segundo a crença delas é um machista opressor e se for classe mérdia então as filhas do feminismo tem nojo,  logo ele merecerá a LEI MARIA DA PENHA NO RABO, E UMA BOA VARA FEMINISTA DE FAMILIA; sem emoção e muito dinheiro, ninguém merece UM CONSERVADOR BETA BETOSO, elas pensam não sei onde estava com a cabeça, preciso me divorciar e mudar a cor do cabelo e comprar uma bolsa nova.

Bom mesmo é o cruel e violento....tipo PSiCO... Heart  Ainnn a agressividade dele me atraia, ele tinha uma coisa inexplicável, a calcinha molhava e o coração acelerava, ele era violento mas depois se arrependia e assim continuávamos.... Big Grin Fortes emoções....e cultura de RODIZIO DE PADRASTOS... 


Doutor chegando em casa...? Aquele olhar sinistro.... Grande atuação do ator, expressão facial mais do que verossímil....



Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#14
Só conheço uma mulher (é uma monstra) que faz rodízio de padrastos...  tem 1 filho de cada pai!
Responda-o
#15
Tópico importante. Vou deixar a recomendação de leitura do livro The Garbage Generation. https://media.8kun.top/pdfs/src/1421275038288-0.pdf
  • Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
#16
Essa é foda, rodízio. Aonde vamos parar nesse país, meu Deus?
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#17
Pois é Siqueira tempos ginocentricos.....Quem fez ou faz RODIZIO de PICAS fará RODIZIO de PADRASTOS
A probabilidade é grande , talvez uma tendência e reflexo DO EMPODERAMENTO. Gargalhada Futura  EX-esposinhas de vocês.... Heart 







[Image: 3d58fe5212a5ed8ee22b4095b6c5be04.png]
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#18
É uma regra da natureza, pais fracos + mães putas = filhos sofrem.

As etapas são: 1) pai fraco é derrotado e passado pra trás; 2) os novos machos maltratam a prole, nem sempre causa morte, pode ser violência psicológica, desprezo, abuso sexual; 3) isso da um tesão nas putas (que sentem a dominância e se curvam) retribuindo com cópula.

Esse vídeo ilustra bem:


Responda-o
#19
Isso ai não é novidade, são poucos casos que ganham mídia e tomam proporção, a maioria vira apenas números nos arquivos ou sequer chegam a ser registrados e consequentemente deixam de ser investigados pois as mamães do xibiu fumegante tem medo de complicar os parceiros.

Preferem se iludir que foi um evento isolado, ou que houve um motivo que justificasse e o isentasse de culpa, muitas até preferem minimizar e até mesmo ignorar o ocorrido apostando que aquilo vai passar e que vão superar, muitas vezes no calor do momento até chamam a polícia mas acabam por desistir de registrar queixa, escondem as evidências de abuso achando que o "susto" basta.

Elas vão "tentando" relacionamentos com homens que ofereçam tesão, emoção, conveniência enquanto ainda tem "valor de mercado" que os atraia e quase sempre caem na mão de cafajestes, foda-se o critério, deixam a cria de relacionamentos anteriores em segundo plano e colocam o cara pra dentro de casa achando que vai viver um conto de fodas com seu príncipe encantado que vai trata-la bem, cuidar de cria que nem é dele, oferecer emoção, foder ela gostoso, suprir suas necessidades e dependendo das expectativas dela para o relacionamento ela é capaz de abandonar completamente sua racionalidade e até sustentar o cafajeste... há casos e casos que se for pensar, embrulha o estômago.

Época do flerte é um mentindo pro outro, que vai ser perfeito, um enrolando o outro, depois que passam a conviver e os defeitos, o lado obscuro fica evidente, e pra complementar, a promessa de amor e sexo virar a armadilha pra tentar angariar mais um papai pras crianças de relacionamentos anteriores, uma coisa que percebi é que aquela conversa de amor incondicional, de mãe forte, de guerreira é conversa fiada, hora que os filhos começam atrapalhar a vida ela vai ganhando desgosto e projetando todas as suas frustrações, não os cria como deveria, não os preserva, não os educa e fica tentando achar um macho que "aceite" e ajude ela a lidar com isso pois é inevitável e se ela pudesse "sumir" com a criança para poder viver, certamente o faria, como não pode, vai criando de qualquer jeito enquanto tenta jogar isso para baixo do tapete e continuar vivendo como se fosse livre e desimpedida.

E os cafajestes pra comer ou tentar engatar relacionamento aceitam tudo, como se clicasse em "aceito" sem ler os termos de uso e depois quando ve a merda que se enfiou, é óbvio que vão tentar contornar a situação do jeito que sabem, violência, safadeza, manipulação, afinal, objetivo do cara é a mulher e só depois descobre a bagagem que veio junto.

Depois que encheu rabão da mãe solo de leite, tesão dá lugar ao arrependimento, a frustração, a beligerância... elas atiram pra todo lado, tentativa e erro, sorte delas é do cara comer e sair fora, pior quando dá azar de achar um psicopata que estoura ela, bate, espanca ou abusa das crianças.

Embora seja comum não é uma regra, mas também não é nenhuma novidade.

Mulher dando tiro no pé.

[Image: 5e9862ee49cd7.jpeg]
Responda-o
#20
(11-04-2021, 11:54 PM)Penoso Escreveu: Elas vão "tentando" relacionamentos com homens que ofereçam tesão, emoção, conveniência enquanto ainda tem "valor de mercado" que os atraia e quase sempre caem na mão de cafajestes, foda-se o critério, deixam a cria de relacionamentos anteriores em segundo plano e colocam o cara pra dentro de casa achando que vai viver um conto de fodas com seu príncipe encantado que vai trata-la bem, cuidar de cria que nem é dele, oferecer emoção, foder ela gostoso, suprir suas necessidades e dependendo das expectativas dela para o relacionamento ela é capaz de abandonar completamente sua racionalidade e até sustentar o cafajeste... há casos e casos que se for pensar, embrulha o estômago.

Época do flerte é um mentindo pro outro, que vai ser perfeito, um enrolando o outro, depois que passam a conviver e os defeitos, o lado obscuro fica evidente, e pra complementar, a promessa de amor e sexo virar a armadilha pra tentar angariar mais um papai pras crianças de relacionamentos anteriores, uma coisa que percebi é que aquela conversa de amor incondicional, de mãe forte, de guerreira é conversa fiada, hora que os filhos começam atrapalhar a vida ela vai ganhando desgosto e projetando todas as suas frustrações, não os cria como deveria, não os preserva, não os educa e fica tentando achar um macho que "aceite" e ajude ela a lidar com isso pois é inevitável e se ela pudesse "sumir" com a criança para poder viver, certamente o faria, como não pode, vai criando de qualquer jeito enquanto tenta jogar isso para baixo do tapete e continuar vivendo como se fosse livre e desimpedida.

E os cafajestes pra comer ou tentar engatar relacionamento aceitam tudo, como se clicasse em "aceito" sem ler os termos de uso e depois quando ve a merda que se enfiou, é óbvio que vão tentar contornar a situação do jeito que sabem, violência, safadeza, manipulação, afinal, objetivo do cara é a mulher e só depois descobre a bagagem que veio junto.

Foda.
O que mais tem é "mãe forte e batalhadora" que separou do beta, ficou com casa ("a casa é dos filhos!") + pensão.
Quer ficar no carrossel de picas dos cafas (tem que ser CAFA pra ter emoção...) e mais cedo ou mais tarde vai achar um que é fudido também. Aí vê a casa que o otário deixou "para as crianças", geladeira cheia, netflix, cama boa... acaba amarrando o cavalo por ali mesmo.
Tem sim esse componente psicológico de maltratar a cria de macho com genes inferiores. Não duvido nada que dê tesão "ancestral" na mulher, preparar o ninho para uma nova cria com genes do cafa.
Mas isso é assunto muito espinhoso pra Grande Mídia destrinchar. Negócio é faturar em cima da tragédia e colocar a culpa no... no... patriarcado, Bolsonaro, liberação de armas, qualquer coisa. Menos na vagaba que prefere ver as crias apanhando (dá um tesão!) do que abrir mão da casa + pensão. Essa é "intocável". Mesmo que morram crianças por isso.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)