Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Pra onde vão nossos impostos
#1
Primeiramente, após anos sugando o conhecimento daqui, arrumei uma forma de tentar contribuir para o enriquecimento do fórum, mesmo que de forma "não muito util", mais informativa.

   Segundo, pretendo fazer uma sequencia de tópicos focadas na área ,digamos, "administrativa". Sou contador já há alguns anos e portando acredito que posso contribuir muito nesse quesito aqui.  Vamos lá.
_________________________________________________________________________________________________________________________________

Resolvi fazer esse tópico, pois, todos pagamos impostos,independente de classe social. Mas garanto que nem 10% de nós sabemos pra onde vai cada um e o que significa cada uma das siglas "satanicas" (kkk). 

Os impostos são divididos em três classes : Municipal, Estadual e Federal. Sendo em maioria deles independentes um do outro.

    Vamos começar pelos Municipais: (ITBI, ISS e IPTU)

1. Imposto sobre Transmissão de Bens Inter Vivos (ITBI)

Nada mais que o imposto sobre a transferência de bens (casa, apt etc) calculado pelo valor do bem. 

2. Imposto Sobre Serviços (ISS)
Como o próprio nome diz é basicamente pago por quem PRESTA SERVIÇOS (autônomos)

3. Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU)
Imposto sobre imoveis de qualquer espécie



     Seguindo, os Estaduais: (ICMS, ITCMD e IPVA)

1. Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)
Cobrado, das empresas, sobre todas as mercadorias e serviços vendidos no Brasil.

2. Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD)
Esse é mais complexo, porém resumidamente é o imposto cobrado sobre heranças e doações.

3. Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)
Cobrado sobre o valor da FIPE do veiculo (Metade do valor fica com o Estado e outra metade vai para o municipio que o veiculo foi registrado)



      Por ultimo (uma caralhada de impostos, por sinal) os Federais : ( II, IE, IPI, IOF, IRPJ, IRPF, ITR, Cofins, CIDE, CSLL , INSS , FGTS, PIS/PASEP) Entenderam o pq de siglas "satanicas" rsrs.

1. Imposto de Importação. (II)
O nome ja explica.

2. Imposto de Exportação (IE)
Idem.

3. Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)
Deve ser pago por comerciantes e donos de industrias, o nome é auto-explicativo.

4. Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)
Esse é muito comum, resumidamente incide sobre operações de câmbio, crédito ou seguros.

5. Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)
Incide sobre a renda bruta da empresa.

6. Imposto de Renda Pessoa Fisica (IRPF)
Incide sobre a renda bruta da pessoa fisica (nós, meros mortais) 

7. Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR)
Cobrado anualmente dos proprietários rurais

8. Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)
Esse é bem complexo, mas de maneira simples a maioria das empresas tem que recolher para auxiliar o governo para financiar os programas de seguridade social (previdência, saúde, educação, por exemplo)

9. Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE)
Outro imposto bem complexo, mas de maneira geral é cobrado sobre o gás natural e o petróleo (digamos que seja sobre os bens naturais do pais, entendem?)

10. Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)
Cobrado de empresas sobre a renda LIQUIDA.

11. Instituto Nacional da Seguridade Nacional (INSS)
Quer se aposentar pelo governo? pague ele. simples. kkkk

12. Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)
Resumindo : Trabalha de carteira assinada? Seu patrão deposita todo mês um valor de 8% do seu salario para que futuramente possa ser sacado mediante demissão ou em casos previstos em lei (por ex minha casa minha divida).

13. Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/PASEP)
Esse imposto que paga os abonos e o nosso seguro-desemprego.

Finalmente acabou? não ! 
Mas pra nós meros mortais, são esses que nos interessam.
*Demais impostos não sitados, são cobrados especificamente dependendo da área de atuação da empresa/pessoa (laboratórios, mineradoras, construtoras etc)

Cada imposto tem seus recursos destinados ao ente cobrador.  Por exemplo : ISS quem cobra é o municipio, logo o recurso vai pro município.

Enfim, espero que tenha sido util, tentei mastigar bastante para que fique acessível a todos. Qualquer duvida estou a disposição.

Peço desculpas caso tenha algum perito no assunto, meu objetivo aqui é apenas INFORMATIVO.

Se considerarem util, pretendo fazer mais tópicos referente às áreas de direto trabalhista (patrao/ funcionario, horas extras, ferias etc) Direito comercial (pra empreendedores e autonomos) e algumas coisas mais especificas.


*PS: não sei se postei no lugar certo.
Responda-o
#2
Sim, postou. Poderia ter colocado na área de Política, mas aqui também é válido.
Responda-o
#3
Spoiler Revelar
(02-04-2020, 12:33 PM)Counter Escreveu: Primeiramente, após anos sugando o conhecimento daqui, arrumei uma forma de tentar contribuir para o enriquecimento do fórum, mesmo que de forma "não muito util", mais informativa.

   Segundo, pretendo fazer uma sequencia de tópicos focadas na área ,digamos, "administrativa". Sou contador já há alguns anos e portando acredito que posso contribuir muito nesse quesito aqui.  Vamos lá.
_________________________________________________________________________________________________________________________________

Resolvi fazer esse tópico, pois, todos pagamos impostos,independente de classe social. Mas garanto que nem 10% de nós sabemos pra onde vai cada um e o que significa cada uma das siglas "satanicas" (kkk). 

Os impostos são divididos em três classes : Municipal, Estadual e Federal. Sendo em maioria deles independentes um do outro.

    Vamos começar pelos Municipais: (ITBI, ISS e IPTU)

1. Imposto sobre Transmissão de Bens Inter Vivos (ITBI)

Nada mais que o imposto sobre a transferência de bens (casa, apt etc) calculado pelo valor do bem. 

2. Imposto Sobre Serviços (ISS)
Como o próprio nome diz é basicamente pago por quem PRESTA SERVIÇOS (autônomos)

3. Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU)
Imposto sobre imoveis de qualquer espécie



     Seguindo, os Estaduais: (ICMS, ITCMD e IPVA)

1. Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)
Cobrado, das empresas, sobre todas as mercadorias e serviços vendidos no Brasil.

2. Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD)
Esse é mais complexo, porém resumidamente é o imposto cobrado sobre heranças e doações.

3. Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)
Cobrado sobre o valor da FIPE do veiculo (Metade do valor fica com o Estado e outra metade vai para o municipio que o veiculo foi registrado)



      Por ultimo (uma caralhada de impostos, por sinal) os Federais : ( II, IE, IPI, IOF, IRPJ, IRPF, ITR, Cofins, CIDE, CSLL , INSS , FGTS, PIS/PASEP) Entenderam o pq de siglas "satanicas" rsrs.

1. Imposto de Importação. (II)
O nome ja explica.

2. Imposto de Exportação (IE)
Idem.

3. Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)
Deve ser pago por comerciantes e donos de industrias, o nome é auto-explicativo.

4. Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)
Esse é muito comum, resumidamente incide sobre operações de câmbio, crédito ou seguros.

5. Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)
Incide sobre a renda bruta da empresa.

6. Imposto de Renda Pessoa Fisica (IRPF)
Incide sobre a renda bruta da pessoa fisica (nós, meros mortais) 

7. Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR)
Cobrado anualmente dos proprietários rurais

8. Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)
Esse é bem complexo, mas de maneira simples a maioria das empresas tem que recolher para auxiliar o governo para financiar os programas de seguridade social (previdência, saúde, educação, por exemplo)

9. Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE)
Outro imposto bem complexo, mas de maneira geral é cobrado sobre o gás natural e o petróleo (digamos que seja sobre os bens naturais do pais, entendem?)

10. Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)
Cobrado de empresas sobre a renda LIQUIDA.

11. Instituto Nacional da Seguridade Nacional (INSS)
Quer se aposentar pelo governo? pague ele. simples. kkkk

12. Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)
Resumindo : Trabalha de carteira assinada? Seu patrão deposita todo mês um valor de 8% do seu salario para que futuramente possa ser sacado mediante demissão ou em casos previstos em lei (por ex minha casa minha divida).

13. Programa de Integração Social e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/PASEP)
Esse imposto que paga os abonos e o nosso seguro-desemprego.

Finalmente acabou? não ! 
Mas pra nós meros mortais, são esses que nos interessam.
*Demais impostos não sitados, são cobrados especificamente dependendo da área de atuação da empresa/pessoa (laboratórios, mineradoras, construtoras etc)

Cada imposto tem seus recursos destinados ao ente cobrador.  Por exemplo : ISS quem cobra é o municipio, logo o recurso vai pro município.

Enfim, espero que tenha sido util, tentei mastigar bastante para que fique acessível a todos. Qualquer duvida estou a disposição.

Peço desculpas caso tenha algum perito no assunto, meu objetivo aqui é apenas INFORMATIVO.

Se considerarem util, pretendo fazer mais tópicos referente às áreas de direto trabalhista (patrao/ funcionario, horas extras, ferias etc) Direito comercial (pra empreendedores e autonomos) e algumas coisas mais especificas.


*PS: não sei se postei no lugar certo.

Confrade, parabéns pela iniciativa e criação do tópico, a qual temos mais dois tópicos relacionados (...verifique a sua disponibilidade de visualização!) que acredito que será interessante movimentarmos ambos (...aliás, estou em falta com isso!) e, se puder ajudar com algo nesse sentido, conte comigo!


Abraço!
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o
#4
@Callahan

Obrigado confrade!

Agradeço a recomendação, porém infelizmente não possuo acesso, mas de qualquer forma tenho alguns outros textos que acredito que serão uteis, irei posta-los aqui mesmo.
Responda-o
#5
Vai lá.

Vou abrir uma exceção a sua conta por tomar a iniciativa de criar um tópico sério.
Responda-o
#6
Fantástico, confrade! Se em cada item que pagamos isso viesse detalhado, como recebemos na conta de luz por exemplo, nos causaria revolta.
Se bem que o brasileiro está tão letárgico ultimamente que já não tenho certeza quanto a isso.
  Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
  Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
Responda-o
#7
Creio que esse detalhamento causaria uma histeria coletiva de cinco, seis dias - uma semana, vai - e depois ninguém nunca mais tocaria no assunto.
Brasileiro é enrabado todo santo dia pelo Estado #PátriaGrandeS2, mas o pior é que age como se não acontecesse nada e pior, muitos pedem bis. É sacanagem.

Na faculdade, em uma das aulas de direito tributário, tive a oportunidade de não só saber um pouco mais sobre esses impostos que você, de forma clara e simples, nos trouxe, mas também a porcentagem de impostos embutidos nos produtos.

É surreal, alarmante, revoltante.

Não há como entender de maneira alguma um cidadão de classe baixa/média que defenda o socialismo, que prega o aumento gradativo dos impostos. Isso nos remete ao que eu disse no início, do cara pedir bis acerca do enrabamento do governo contra nós.

Enfim, muito bom o seu tópico, com certeza outros camaradas da área irão deixar suas ponderações e conhecimento.
Parabéns.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)