Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] Festa na favela
#1
Olá confrades, sabadão fui em uma festa na casa de um amigo meu, é em uma comunidade, mas é tudo asfaltado, casa de tijolo, enfim, tirem aquela ideia de filme. Só que já é bairro, mas ainda tem traficante (não q nem filme) violência etc. Acho q todo favelado curte um samba, pagode e churrasco, foi bem assim. Tocando Cidade Negra, Zeca Pagodinho, Bezerra da Silva, e uns pagodes antigos, Belo e umas músicas que todo mundo conhece, mas não sei os nomes, tocava funk também.

Fazia anos q eu estava enfurnado em casa em busca dos meus objetivos, está tudo dando certo, mas isso é para depois, isso merece um relato à parte. Pessoal de boa, alguns conhecidos, um amigo meu, e um monte de desconhecidos, umas moreninhas delicinhas d+, fiquei só trocando olhares, mas de repente vi um candango lá abraçando a mina, era o namorado, por isso fiquem espertos. Eu como sou malando, vacinado, estava "só no sapatinho". Tem que ter "jogo de cintura" sabe como é né? Malando sabe onde pisa, camarão que dorme a onda leva.

O pessoal comendo uns salgadinhos e uma minas lá no meio, moreninhas, pardinhas e umas negrinhas também, mas como não moro no RJ então tinha poucas negonas bundas de içá, a maioria era pardinha mesmo. Fiquei pensando que o RJ tem lá suas vantagens, tirando as putas, os traficantes e o tiroteio. Voltando ao assunto; fiquei de olho em uma morena jambo que tava comendo salgado que nem uma morta de fome, ela era mais ou menos desse nipe:
MULHER ALEATÓRIA QUE ACHEI NA NET:
[Image: DeUSkwkXcAYPFt9.jpg]

Lindíssima, tinha uns 18 + ou -. Fiquei de olho para ver se não estava na companhia de algum vagabundo que poderia me matar por ciúmes. Estava ela e 2 pardinhas conversando. Fui falar com um pessoal enquanto dançava q nem um gringo, papo furado, fulano é parente de não sei quem, blábláblá, eu curto tal música, eu gosto de tal balada, fiquei deslocado já que não tinha muito a ver com o pessoal e fazia tempo que eu não saia, então não sabia falar sobre essas superficialidades, infelizmente ninguém ali falou sobre como o feminismo é uma merda, sobre filosofia ou desenvolvimento...

Até que me virei bem, impressionante como a música une as pessoas, tava relaxado, se eu soubesse sambar ia ficar tudo mais fácil. Teve um cara lá que tirou a mina para um pagodinho, senti até admiração, me deu vontade de aprender, não para pegar mulher, embora seja uma boa coisa, mas para me sentir livre, menos travado. 

Tinha um bombado jiujiteiro com toca na cabeça que acho q não foi com a minha cara, ele meio q me olhou estranho, sei lá, deve ser porq sou barbudo e tenho cara de cu, cara fechada e tal. Mas quando começo a me soltar até sou um pouco gente boa, pareço bobao. O que eu achei estranho é ter salgadinho em um churrasco, nunca tinha visto isso. Vamos direto ao ponto.

Já era meia noite, o pessoal iria embora daqui a pouco, talvez 1 hora, só os mais íntimos ficariam até as 3 no máximo. A música até abaixou p não incomodar muitos os vizinhos. Então eu me vi com um frio na barriga, me lembrei da vida de merda q eu tinha na adolescência, d como eu não pegava ninguém, e decidi agir q nem homem e chegar na morena jambo.

Já tinha trocado umas palavras, mas coisa normal, joguei um truco com os caras e tals, conversei com um pessoal, estava mais familiarizado com o local, mais ambientado, mas mesmo assim ainda tinha o frio na barriga.

Começou a tocar um funk, as minas adoraram, elas e a morena jambo começaram a rebolar mexendo o rabão. Eu já fui na malícia: "Ô loco meu, que que é isso!" Eu disse com um sorriso sacana. Acho q elas já pegaram a malicia. O foda que eram meninas novas de uns 18, e eu quase 30, os caras lá dentro jogando truco, umas minas e caras conversando nas mesas de plástico, várias mesas, tinha outras meninas dançando em outro local, mas ali só estava a morena jambo e suas 2 amigas pardinhas.

Fiquei meio constrangido do pessoal me ver chegar nas minas, eles olhavam e já "pegaram o ar" teve até uma gordona que brincou: "só olhando as meninas,né, safado."  Enfim, tomei coragem e fui lá meter o louco. Só nos movimentos peristálticos de quadril, thuthucha, e umas musicas estranhas até que tocou a "surra de xereca" se vcs forem igual eu, não devem estar familiarizados com esse tipo de musica que faz ode a nossa brasilidade:




Todo mundo dando risada com a letra, então eu pensei, é agora, fui cochando de boa, cheguei por trás no olvido da mina e falei: "Só vira e me beija" ela virou com cara de assustada, então eu fiquei olhando p ela com cara de cu, as amigas delas perceberam algo, eu para não ficar aquele clima de bosta, fiquei dançando fingindo que nada aconteceu e fui sorrateiramente cochando o ar com movimentos ritmados até entrar na sala onde o pessoal jogava truco. Tinha a laje onde estava as meninas, e adiante uma sala pequena. 

Me senti um merda, e fiquei pensando como com quase 30 anos ainda continuo sendo inapto desse jeito, devo ter algum tipo de autismo leve, sei lá. As minas ficaram depois olhando para mim e rindo muito. Depois eu fui lá, dançar, mas elas nem me deram moral. Eu perguntei se a mina era solteira, ela disse que sim, e eu respondi, está na hora de mudar isso, e ela respondeu que vai ficar solteira por um bom tempo se Deus quiser. E meio que ficavam de costas para mim e se afastavam um pouco. Não sei nem chegar em mulher.

Sei que se eu perguntar como chegar em mulher, vcs vão dizer q só com a experiência se aprende e vcs estão certos, obrigado pela resposta.

As minas que eu peguei elas deram muita bola mesmo, ou chegaram em mim. Agora, chegar na mina e desenrolar, isso eu ainda não sei, mas amanhã é outro dia, e eu sou guerreiro e não desisto nunca, tem que pensar que o copo está sempre meio cheio. Um dia eu ainda acho a minha morena jambo exceção. 

Sei q foi um relato bem bosta, por isso está na taverna. Desculpem qualquer coisa. Mas o importante é que tou ae e um dia vou desenrolar e beijar muito.
Responda-o
#2
Importante é que tu viveu pra contar a história e não pegou nenhuma DST. Yaoming
Responda-o
#3
Até a gordona tirou sarro da sua carência. rs
Não tem como, mulher quando quer dar, ela deixa você saber.
Responda-o
#4
Bão demais GargalhadaGargalhadaGargalhada
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#5
O Machadation ficou na fissura com as liquidificadores de rola, marmitinhas de baile funk, deve ter até melado a cueca, tomou uns goró  e  até saiu encochando o ar igual a cachorro tarado  Gargalhada

[Image: gif-cachorro-tarado.gif]



Como funcionam os sistemas hipergâmicos ambientais? Quem é você nesse sistema? Vocé um beta cara de cu com anos de Real e já deveria saber agir dentro dos seus limites e nos ambientes. Não é porque o ambiente seja pobre que não irá existir hipergamia, pensou que estava jogando no modo easy né Jovi....


Algumas mulheres precisam ser extraídas dos ambientes com alguma comunicação na famosa lábia dos betas, ou vulgo xaveco véio.

Você chegou nas mocinhas de família, porém elas não estavam interessadas e festa de família na laje não é baile funk ou pancadão da promiscuidade.


Ae Machadation vá ao puteiro e se dê esse presente, caso não seja religioso, pague uma funkeira e esvazie as bolas.

Falando em CARACU com 30 anos e barbudo... trollface a receita original é sem açucar!!!



Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#6
Você tá melhor que eu, rapaz. To meio grilado de me envolver com civil ainda, só to de TD com as GPs.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#7
É natural que quando se vai para um ambiente desses você tenha vontade de conseguir pegar uma mulher bonita em idade fértil. E é normal você se sentir mal por não conseguir porque você é um homem hétero sexualmente saudável.

Sobre o que ocorreu contigo, imagina uma pessoa que fica trancada em casa por meses estudando pra concurso e de repente sai pra jogar uma bola em um campo a convite de um amigo, sendo que tem muitos anos que jogou bola e ainda foi futebol de salão, nem foi em campo, e no cruzamento ou escanteio, te mandam uma bola aérea e você tenta pegar ela em movimento de primeira com uma bicicleta, é óbvio que você não vai conseguir e todo mundo vai rir de você.

E foi exatamente isso que você fez. Tentou fazer uma jogada ousada sendo que tem tempo que você não prática nem as jogadas básicas.

Se você ficar algum tempo indo em festinhas, interagindo com pessoas, praticando chegar em desconhecidas você vai pegar o jeito, no início vai se atrapalhar mas com o tempo vai começar a ter traquejo, fazer conexões rapidamente com as pessoas. Mas a pergunta é vale a pena se preocupar com isso agora?

Sendo sincero, se você gosta de ir em festinhas, falar superficialidades, pegar vadias desconhecidas e isso te faz feliz, então, vale a pena sim pra você, mas não agora, valerá a pena no momento certo. Há tempo para todo propósito.

Eu não sei se isso é algo que realmente te faz feliz, mas mesmo que fosse, mesmo assim o melhor é que você continue fazendo seu dever de casa, estudando pra conseguir um bom diploma, ou pra passar em um concurso, ou montar sua empresa (não sei exatamente qual sua meta), cuidar do seu físico e daqui alguns anos talvez você não precisará ficar chegando em mulheres porque elas mesmas vão tentar se aproximar de você e as que você chegar muitas já vão estar receptivas esperando uma abordagem sua.

Sei que mesmo assim dá vontade de ser o pegador, de saber chegar em desconhecidas e seduzir elas, de se sentir confiante e no controle das situações interpessoais, e é bom saber lidar com pessoas, é útil você aprender a ter o traquejo social, faz parte do desenvolvimento pessoal, mas não fica bitolado com isso agora, te aconselho a fazer primeiro o dever de casa, que é construir a base do seu desenvolvimento pessoal (ajeitando sua vida financeira, seu físico e etc) e depois você perde tempo se divertindo em aprender a beijar varias como você almeja.

Só não coloque a carroça na frente dos bois. Tudo a seu tempo.

Porque com a sua vida já estruturada aí você pode se dar ao luxo de perder o seu tempo com o que você quiser. Que é o que fazemos depois que estruturamos a nossa vida, procuramos por hobbies independente de darem dinheiro ou de serem só passatempos.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
#8
(04-07-2019, 11:39 PM)Libertador Escreveu: É natural que quando se vai para um ambiente desses você tenha vontade de conseguir pegar uma mulher bonita em idade fértil. E é normal você se sentir mal por não conseguir porque você é um homem hétero sexualmente saudável.

Sobre o que ocorreu contigo, imagina uma pessoa que fica trancada em casa por meses estudando pra concurso e de repente sai pra jogar uma bola em um campo a convite de um amigo, sendo que tem muitos anos que jogou bola e ainda foi futebol de salão, nem foi em campo, e no cruzamento ou escanteio, te mandam uma bola aérea e você tenta pegar ela em movimento de primeira com uma bicicleta, é óbvio que você não vai conseguir e todo mundo vai rir de você.

E foi exatamente isso que você fez. Tentou fazer uma jogada ousada sendo que tem tempo que você não prática nem as jogadas básicas.

Se você ficar algum tempo indo em festinhas, interagindo com pessoas, praticando chegar em desconhecidas você vai pegar o jeito, no início vai se atrapalhar mas com o tempo vai começar a ter traquejo, fazer conexões rapidamente com as pessoas. Mas a pergunta é vale a pena se preocupar com isso agora?

Sendo sincero, se você gosta de ir em festinhas, falar superficialidades, pegar vadias desconhecidas e isso te faz feliz, então, vale a pena sim pra você, mas não agora, valerá a pena no momento certo. Há tempo para todo propósito.

Eu não sei se isso é algo que realmente te faz feliz, mas mesmo que fosse, mesmo assim o melhor é que você continue fazendo seu dever de casa, estudando pra conseguir um bom diploma, ou pra passar em um concurso, ou montar sua empresa (não sei exatamente qual sua meta), cuidar do seu físico e daqui alguns anos talvez você não precisará ficar chegando em mulheres porque elas mesmas vão tentar se aproximar de você e as que você chegar muitas já vão estar receptivas esperando uma abordagem sua.

Sei que mesmo assim dá vontade de ser o pegador, de saber chegar em desconhecidas e seduzir elas, de se sentir confiante e no controle das situações interpessoais, e é bom saber lidar com pessoas, é útil você aprender a ter o traquejo social, faz parte do desenvolvimento pessoal, mas não fica bitolado com isso agora, te aconselho a fazer primeiro o dever de casa, que é construir a base do seu desenvolvimento pessoal (ajeitando sua vida financeira, seu físico e etc) e depois você perde tempo se divertindo em aprender a beijar varias como você almeja.

Só não coloque a carroça na frente dos bois. Tudo a seu tempo.

Porque com a sua vida já estruturada aí você pode se dar ao luxo de perder o seu tempo com o que você quiser. Que é o que fazemos depois que estruturamos a nossa vida, procuramos por hobbies independente de darem dinheiro ou de serem só passatempos.
Facepalm  O cara tem 30, 30, 30, 30, ANOS. Tem vontade de dar umas fodas,o cara tem libido, não é um eunuco e até quando o sujeito deve ficar num celibato desenvolvimentista?
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#9
@Machado Annihilator
Rapaz, me deu agonia só de ler esse típico.
Claramente você estava em um ambiente não propício a sua personalidade.
Esses churrascos de favela são compostos por pessoas vazias e fúteis. O churrasco é justamente pra não ficar no vazio existencial. Eles recusam preencher a mente vazia e alma desértica com essas porcarias que não exigem um único digito de QI.
Aprende o que vou te ensinar. Essas vagabundas funkeiras só dão mole pra Zé droguinha e sujeito metido a malandro. Além do fato que rebolar o curso na frente de mmarmanjo é algo natural pra quem faz parte desse nicho lixoso. Não significa que rebolar o curso na tua frente seja uma abertura pra você chegar nela, muito menos que você vá comer alguém.
Meu conselho é que não frequente esses ambientes totalmente desqualificados. Qualquer ser humano que já leu pelo menos 1 livro na vida está inapto pra esses círculos animalescos.
Responda-o
#10
>Todo mundo dando risada com a letra, então eu pensei, é agora, fui cochando de boa, cheguei por trás no olvido da mina e falei: "Só vira e me beija" ela virou com cara de assustada, então eu fiquei olhando p ela com cara de cu, as amigas delas perceberam algo.

Rapaz, você deu foi MUITA SORTE de não ser linchado pelos favelados que estavam no recinto. Com o feminismo que vemos hoje, ela poderia te acusar de assédio e fazer uma gritaria, te acusando de algo talvez até pior.
Na favela os caras matam estuprador e assediador e divulgam pela comunidade, pra que fique de exemplo.
pare de de chorar, ajoelhe e reze pra Jesus. Você se livrou de uma boa hoje.
Responda-o
#11
[/quote]
Facepalm  O cara tem 30, 30, 30, 30, ANOS. Tem vontade de dar umas fodas,o cara tem libido, não é um eunuco e até quando o sujeito deve ficar num celibato desenvolvimentista?
[/quote]

O cara tem 30 anos e vai na favela flertar com uma desconhecida que não tem nem 18, num ambiente onde ele é um desconhecido esquisitão.
A questão não é se ele deve continuar evoluindo ou esvaziar o saco com uma aleatória.  É questão de deixar de ser um imbecil que se coloca em diversos tipos de risco de vida só pra comer uma buceta (e não ganhou nem um beijo, mesmo com todos os riscos).
Responda-o
#12
Rapaz...
Tu estava em um ambiente que não é acostumado, isso já te deixa mais retraído, fora a tua timidez habitual... ai ja fode tudo.
Não vou zoar pq eu tb já fui muito assim, mas pra consolo.. como disse o confrade acima: quando a mulher quer dar, até cego enxerga.
Não foi a tua noite, o importante é continuar dando a cara a tapa e ir pegando experiência.
Não tem muito o que dizer, tu vai melhorando a medida que vai praticando.

(05-07-2019, 12:22 AM)Australopithecus Escreveu: >Todo mundo dando risada com a letra, então eu pensei, é agora, fui cochando de boa, cheguei por trás no olvido da mina e falei: "Só vira e me beija" ela virou com cara de assustada, então eu fiquei olhando p ela com cara de cu, as amigas delas perceberam algo.

Rapaz, você deu foi MUITA SORTE de não ser linchado pelos favelados que estavam no recinto. Com o feminismo que vemos hoje, ela poderia te acusar de assédio e fazer uma gritaria, te acusando de algo talvez até pior.
Na favela os caras matam estuprador e assediador e divulgam pela comunidade,  pra que fique de exemplo.
pare de de chorar, ajoelhe e reze pra Jesus.  Você se livrou de uma boa hoje.

Quase foi pro microondas.
Responda-o
#13
Gargalhada Gargalhada Gostei do teu relato, me fez dar boas risadas.  

     Confrade é complicado porque parece que vc não é muito chegado em "festinhas" como a grande maioria de usuários desse fórum, e complica mais ainda pois vc tenta emular um comportamento que não é seu, 100% das pessoas que vc viu nessa festa desenrolando e se divertindo faz de forma espontânea  pois gostam dessa bagaceira toda, o cara do pagode aí que vc citou gosta do que esta fazendo,  deve ir nessas festas toda semana, ele vai  e socializa de uma forma tão natural como o ato de respirar, isso passa confiança e até faz com que as outras pessoas queiram estar perto dele, o convide com frequência porquê e animado e tal.  

   Quando um cara que não tem o costume, é tímido, introspectivo de natureza,   não tem muitos amigos...  chega num ambiente desses ele fica deslocado, alguns bebem e se soltam de uma forma a ser até inconveniente afastando ainda mais as pessoas em volta.  Festa , balada, boate de rico ou de pobre (tanto faz)   é  pra quem gosta de verdade, pra quem tem muitos conhecidos,  socializa com facilidade, a pessoa que gosta de festa vai porquê quer "curtir" quer beber com os amigos, quer jogar conversa fora e consequentemente acaba atraindo a atenção das mulheres,  elas sentem o cheiro da segurança e da insegurança de longe, a sua postura vai te entregar, o seu comportamento nesses ambientes vai falar mais do que qualquer palavra dita a elas.  

  Eu como sempre gostei muito e de forma  exagerada  de balada e festas em geral, sei como as coisas funcionam nessa merda.   Os caras que pegam essas mulheres vão pra festas todos os finais de semana,  eles conhecem todos e se tem alguém que eles não conhecem, eles passam a conhecer alí na hora e logo se tornam amigos de infância (pura empolgação de momento),  já saem do frevo com o próximo frevo marcado e não se engane, mulher é consequência, eles não vão pra caçar mulher, pode acreditar, quando tu vê o cara falando 5 minutos no ouvido da cachorra e já consegue um beijo é porquê: ou ela já o viu  com outra nessa ou em outra  festa,  ou então  alguma amiga cachorrinha já falou dele pra ela... E isso se consegue frequentando semanalmente esses lugares,  e esse não é o seu caso. 

     É  muito mais fácil vc pegar mulher já estando com uma do lado.  Entre 10 caras solteiros e 1 acompanhado, elas vão se sentir atraídas pelo que está acompanhado.   Eu já comentei aqui, se não me engano no tópico do carnaval, leve a sua "marmita" tradicional, vá acompanhado de alguns amigos, faça o seu grupo,   se vc tomar um fora de uma vadia na frente de outras vadias, nenhuma vadia do local vai querer olhar na tua cara, mas se vc chegar com uma vadia do lado é  muito provável que consiga pegar outra no corredor no meio da fila do banheiro e terminar a noite com uns 3 / 4 contatos diferentes que serão suas próximas marmitas das próximas festas, é como uma fila de dominó que você empurra a primeira peça e ela vai derrubando as outras até o fim. 

    Você não precisa ficar dançando igua um bobo alegre (Até porquê homem não dança) no meio delas,  não precisa encher a cara e ficar pagando mico, forçando barra pra chamar a atenção de piranha nenhuma, basta estar acompanhado,  seguro e com a tranquilidade de quem sabe que de um jeito ou de outro vai comer uma buceta no  final da noite que as vão acontecer de forma NATURAL.  

Mas isso é pra quem frequenta e gosta desse meio fudido e ilusório, e se esse não é o seu caso,  nem tente.  Se tu for,  vá pra se divertir mesmo sem intenção alguma com mulher, porquê se não, meu amigo... Tu vai se decepcionar todas as vezes que tentar.
Responda-o
#14
Daqui a 10 anos se o Machadation  continuar no desenvolvimento ou  clausura de concurseiro e não passar na porra do concurso seguindo a risca o conselho do Libertador poderá abrir um canal do youtube com o titulo:


[Image: 20361481.jpg]




Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#15
(04-07-2019, 11:30 PM)Minerim Escreveu: O Machadation ficou na fissura com as liquidificadores de rola, marmitinhas de baile funk, deve ter até melado a cueca, tomou uns goró  e  até saiu encochando o ar igual a cachorro tarado  Gargalhada

[img]https://i1.wp.com/memetizando.com.br/wp-content/uploads/2016/12/gif-cachorro-tarado.gif[img]

Yaoming Yaoming Yaoming Yaoming Gargalhada Gargalhada Gargalhada Gargalhada
"Antes de mas nada, saiba que você morrera e sera esquecido. Portanto, Busque  a felicidade dentro de sua alma e não fora. Entregue-se ao seu espirito. Somente ele estará com você depois da morte." (Nessahan Alita)

Spoiler Revelar
"Desenvolver apenas algumas camadas, negligenciando outras, mais cedo ou mais tarde, a vida cobrara o preço da negligencia." (Mandrake)

"Como eu sempre digo, o homem que não conhece a Real sempre acaba se dando mal." (Conde de Monte Cristo)
Responda-o
#16
@Machado Annihilator, dê atenção ao post do @Escobar.

Em qualquer tipo de festa, alto nível ou pobre, a essência é a mesma. Você exala a sua real confiança, como está se sentindo no ambiente, a sua postura e outras coisas.

E pegar alguma mulher, você já percebe antes no olhar ou de alguma forma se ela deu brecha. E a ideia é tentar qualquer coisa simples, puxar uma conversa meio sem querer, como se você estivesse até esnobando um pouco, sei lá.
Se ela já estava afim nem tem muito o que fazer, naturalmente já rola fácil.

Dar passos "ousados", esse "vira e me beija" é a maior besteira. Talvez essas coisas funcionem em baile funk, bloco de carnaval com 2 mil pessoas bebadas pulando e etc. Mas nada a ver com churrascos, onde as pessoas se conhecem.


Uma experiência MINHA.
É besteira ficar fazendo macaquices, você tem que ser confiante mesmo, mesmo! Mesmo que pareça metido. Se for mais extrovertido faz algumas amizades, se não for fica mais na sua.. mas importante é o seu valor social ali. Se você tiver acaba pegando alguém.. se for inseguro e tal, esquece.

Você é muito mais intelectualizado que o pessoal lá? Eles são assustadoramente ignorantes? Ok. Mas quem saiu da sua casa pra ir lá é você.
Mil vezes melhor você ser vítima de inveja dos caras lá por ser o burguês bonitão metido, do que ser inseguro, ficar nervoso pra conversar com mulheres e etc.
Responda-o
#17
Mineirin, Escobar e TheOak mandaram a realidade sem vaselina. Quem tiver ouvidos, ouça.

O primeiro erro foi ter deixado a Matrix falar alto e não raciocinar direito. E como dizem, quando a cabeça não funciona, o corpo padece. Você estava totalmente destacado no ambiente (de uma maneira negativa), e de longe, não se encaixa no perfil de macho que uma funkeira moradora de favela procura, ou eu tô errado?

Segundo ponto é o que foi dito acima aí, mulher quando tá afim da alguns sinais...se aproxima, ou da umas encaradas, a expressão corporal delas quase grita "estou interessada". Você, cabaço juvenil, inexperiente, jamais vai mudar o interesse dela, a menos que ofereça alguma vantagem. Tu ignorou esse fato e quebrou a cara, fica a lição: não basta querer.

Se você quer entrar nessa Matrix de pegar baladeira e piranha de festinha, vai ter sujar as mãos e se adequar ao perfil que atrai esse tipo de mulher. Eu particularmente, me recuso a bancar o palhaço pra agradar "liquidificador de piroca".

Da próxima vez, recomendo não ser um emocionado, carente. Saia e aproveite o churrasco, truco e cerveja. Só se preocupe em abordar muié se ela der abertura (não confundir com sedução barata pra inflar o ego igual as funkeiras mexendo o rabo).
Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#18
Nada que 40+ de braço não resolva.
"Onde tem força, se carece de jeito".
(como eu gosto desse ditado)
Agora... "cochando o ar com movimentos ritmados..." vai entrar pro folclore do fórum. Não tem como não imaginar a cena. Huehaiuehiauheiauha...
Responda-o
#19
OP depois de mais uns gorós na festa:

[Image: bjsq9m5oizpi6kl5v0whmeo7g.jpg]


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Agora se esse relato for mesmo sério, então nós também temos culpa disso, um membro tão antigo e frequente do Legado Realista não pode ter mais esse tipo de comportamento. Nós falhamos.
Responda-o
#20
medonho esse relato

jogou truco, dançou, mas não trocou uma palavra com a garota e diz "vira e me bj"

é óbvio q ia dar errado
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
Photo [RELATO] Festa Junina Coyote 11 2,862 08-07-2019, 02:59 PM
Última Postagem: Minerim

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)