Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
HIV: Compartilhe sua experiência
#61
Tem cara aqui que faz oral em puta que eu sei Gargalhada
Responda-o
#62
(22-12-2020, 10:56 PM)Penoso Escreveu: Tem cara aqui que faz oral em puta que eu sei Gargalhada

O negócio é dar prazer para cuié a todo custo bater a mão no peito e falar que pega geral quaisquer merda.... trollface


 Quem é boca de lobo?  As putas tem truques para disfarçar a carniça da buceta... cuié bacaiau quem nunca trombou umas sereias...
Existem cores no corrimento..

[Image: moradores_reclamam_790x505_04042018150248.jpg]

Cadê os heróis que vão no pelo ? Ala corpo fechado cadê vocês?

Orem antes...



  Yaoming

Tem que meter desinfetante dentro... c é loko xereca podre, não adianta mandar ela tomar banho jovi, o perfume de bacaiau sobe depois de 2 min, o corrimento pode ser ainda amarelo ou vermelho...cada cor é uma sorte diferente  Big Grin



Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#63
Rapaz,

Tinha uma amiga de uma prima, que era a famosa "vagina de nós todos". Não dispensava uma piroca. Qualquer tipo na visão dela era aproveitável (acredito que até morador de rua).


Essa mulher fedia a peixe podre. Eu tinha medo até de passar por perto.

Enfim...

Calcinha com corrimento verde é mais letal que gás sarin.

Sejam mais seletivos até para o sexo casual.
E embalagem bonita, não presume conteúdo bom...

Cuidado com as surpresas.
"O primeiro passo para chegar em algum lugar, é decidir que você não quer ficar mais onde está "
Responda-o
#64
Doem sangue a cada 2 meses, ajuda alguém e mantém um histórico bom de exames de todas as DST's sem custos, além de fazer bem pro seu corpo fazendo sua medula óssea trabalhar e renovar células.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#65
Negócio é muito sério mesmo.

(07-06-2019, 02:28 PM)Libertador Escreveu: No meu tópico “A Real sobre a Promiscuidade” eu comento sobre isso. Aconselho vocês lerem o livro que aborda isso de forma completa. Vou citar o trecho que resumi aqui:

[...]
Eles também abordam sobre o perigo das DSTs no sexo casual, durante 10 capítulos e mostram muitos dados que a mídia não dá a devida importância. Vou resumir radicalmente essa parte aqui.

Eles citam que nos anos 60, eram tratadas duas principais DSTs – sífilis e gonorreia. E eram curadas com uma vacina. Hoje, os médicos reconhecem 25 DSTs principais, das quais 19 não têm cura.

Nos anos 60, um em cada 60 adolescentes sexualmente ativos contraia uma DST. Por volta dos anos 70, esse número passou para um em cada 47. Hoje, um em cada 4 adolescentes sexualmente ativos é infectado por ano!

Mais de 87% das DSTs não tem sintomas, podem ficar incubadas por até 10 anos e são responsáveis por 30 a 40% dos partos prematuros e mortes de bebês.

Outro ponto importante é que 2/3 das DSTs acontecem em pessoas abaixo dos 25 anos.
Mulheres até os 25 anos são fisicamente 80% mais vulneráveis a contrair DSTs, pois o revestimento do colo uterino é formado por células colunares que são receptivas como uma esponja. Depois dos 25 anos o colo uterino é coberto por células epiteliais escamosas que formam uma barreira de proteção.

O que coincidentemente é a mesma fase da vida em que o cérebro (feminino e masculino) passa do sistema límbico (emoções brutas) para o córtex pré-frontal (tomada de decisões morais).

Se desse daria uns 10 likes nesse post.
Congratulações merecidas ao confrade Liberta, que vez por outra chama atenção com posts densos de informação e necessários, show de bola mesmo.
Quando der poste o link nesse tópico.

"Só os canalhas precisam de uma ideologia que os absolva e justifique." (Rodrigues, Nelsson)
Responda-o
#66
O método mais seguro é ter uma vida casta, mas como nem mesmo os monges e padres, estão conseguindo este feito ultimamente, cabe à nós vigiar com quem nos relacionamos. Já peguei gonorreia uma vez, tomei duas bezetacil, uma em cada lado e fiz 1 mês de tratamento com amoxilina, coisa de criança se comparado com sifilis e HIV. Este é um dos motivos de eu nunca ter tido interesse em GPs, apesar de que as "civis" também possuem uma grande taxa de infecção. O ideal mesmo é tomar cuidado e evitar ter uma vida sexual degenerada, se protegendo sempre que possível.
Responda-o
#67
A dolls serão uma opção viavel para os BETAS  & INCELS sem risco de DST E FEMINISMO JUDICIAL Trump  o transhumanismo está avancando rapidademente e ja desenvolveram o silicone epitelial/Celulas humanas que poderá ser ligado a sensores e processadores.


USA, UE & CHINA e AUSTRALIA estão competindo no desenvolvimento desse tipo de produto, o numero de fabricantes e artesãos explodiu.


https://m.made-in-china.com/hot-china-pr...Dolls.html

https://www.bbc.com/portuguese/internaci...%20mulher.

Para manter o tamanho de sua população, países precisam de uma taxa de natalidade de 2,1 filhos por mulher. Na Europa, porém, essa média está em 1,59 — para comparar, ela também tem baixado no Brasil, onde é de 1,7 filho por mulher.

O Bostil já é quase uma EUROPA em termos de natalidade  [meme descontinuado]   e sem o IDH.... que país avançado no PROGRESSISMO.

Haverá um grande mercado de velhas encalhadas a ser explorado.... Big Grin

Já tem até canais de REVIEW no Youtube Amargura  a zueira tá séria...
Spoiler Revelar




















Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#68
Eu hoje com quase 30 anos estou no meu 6° namoro. Nunca fui de ficar transando toda semana com uma mulher diferente, não consigo ser cafajeste e mentir o tempo inteiro tentei uma vez e não me fez bem. Com isso sempre priorizo uma estabilidade que só encontrei em um relacionamento sério. E todas as namoradas que tive a cada 6 meses fiz e faço um exame geral de DSTs. Coisa que recomendo a todos aqui. Fui.
A vida passa como um conto ligeiro. 
Responda-o
#69
Tá algo que eu sempre tive medo HIV.
Lembro quando aquele cantor morreu e a rede bosta de televisão ficava mostrando aquela caveira nos seus dias finais.
tinha medo até de pernilongo picar alguém infectado e me picar.
Já deixei de transar uma vez por não ter uma camisinha ali na hora...

Mas nesta época eu era moloque e não sabia quase nada da vida.
O tempo passou e por um tempo quase não se via mais aquelas campanhas de distribuição gratuita de preservativos.
antes era direto , carnaval , portas de boates, hoje em dia até no postinha falta camisinha.

As coroas tão fudendo a rodo sem camisinha e quem curte uma Milf precisa se prevenir.
Mas quem curte uma novinha, corre o mesmo risco também , elas entram na fila da rola nos bailes funk aí já viu.

Uma idéia é arrumar uma marmita e pedir à mesma exames de sangue e conferir ( minha marmita me pediu exames fizemos os exames e tamo aí)
ou ficar na punheta mesmo.
Cada dia será mais difícil.
Responda-o
#70
(17-06-2022, 08:15 AM)Cafamante Escreveu: Tá algo que eu sempre tive medo HIV.

Cada dia será mais difícil.

No início da doença pegar AIDS era uma sentença de morte, hoje em dia com os coquetéis acho que é possível ter uma vida quase normal.

AIDS ao meu ver é só um dos inúmeros problemas atuais. Há relatos de algumas DSTs conhecidas e com tratamento que estão ficando resistentes a antibióticos, ou seja, quase incuráveis, como se fossem uma versão superior da mesma doença. Algumas delas limitando sua vida, trazendo dor e às vezes marcas no próprio rosto. 

Mini relato: Uma amiga assistente social cuidou de um caso de um homem que pegou algo no pênis, tendo que amputar grande parte dele e refazer o canal da urina. Este foi causado por uma DST, ele frequentava alguns puteiros da cidade. Obs.: Casado e com filhos. Imagine que vida conjugal ele terá agora, ou melhor, que relacionamentos ele terá com qualquer mulher?  

Preservativos nunca foram garantia de sexo seguro. A solução de verdade um confrade falou acima: uma vida casta! No máximo relação monogâmica com uma parceira de vida.

Monogamias em série ao meu ver não adiantam também, você mesmo deu o exemplo de parceiras rodadas, se as mulheres hoje em dia não se coçam para tomar pílulas ou exigir camisinha, quiçá fazerem exames periódicos! Muitas só pisam no médico quando têm uma infecção ou irritação que não pode ser ignorada. Uma dessas aí pode ser portadora de uma DST assintomática e você se ferra.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)