Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Rituais de iniciação, a chave de resgate do homem
#1
Rituais de iniciação, a chave de resgate do homem
por Luttinem

[Image: download-9.jpg]

Vamos esclarecer mais um pouco a ideia:

Em tribos antigas, ou costumes orientais, sempre houve rituais de entrada do homem na puberdade, alguns são de teor sexual ou não, mas sempre há dos mais variados tipos, dentre os mais simples temos por exemplo jogos e desafios, em que o rapaz, será oficialmente homem dali em diante. Em tribos indígenas o rapaz será orientado pelo pai, como caçar, se virar.

Em outras tribos quando o rapaz passa por determinadas provas ele terá direito a escolher sua fêmea para acasalar e fazer par com ela. Existe um acompanhamento, seja do pai, de pajés, de mestres ou algum tipo de autoridade, dedicada exclusivamente a formar homens.

Também é ensinado desde cedo, códigos morais e éticos, para que o individuo masculino, não vire um degenerado ou um elemento sociopativo dentro daquela sociedade, as suas energias masculinas são canalizadas para atividades que o desenvolva como homem, para exercer o papel de homem naquela sociedade.

A sociedade moderna.
Não existe praticamente nenhuma instituição dedicada a formar homens, a mais digna que encontramos atualmente é apenas o nobre exército, que tem resistido desesperadamente e duramente a infiltração dos elementos comunistas/feministas.

O adolescente (um estereotipo andrógeno/homossexual estúpido, na verdade temos homens ou mulheres em desenvolvimento), não recebe quase ou nenhuma orientação dos pais modernos em virtudes de certos tabus instalados. Para degradar essa situação criou-se a ideia de que a escola, revistas, sexólogos são a orientação adequada, como se homem fosse dar um bom sexo decorando os nomes dos órgãos genitais e centenas de nomes de doenças.

O desenvolvimento sexual do homem é reduzido a meras instruções sobre prevenção de doenças e uso de camisinha (pior que nunca aprendi isso na escola, aprendi a enrolar a camisinha vendo as GP's fazendo isso para mim). 

A paixão e a lida com mulheres, é aprendida (idealizada na verdade, porque não corresponde a realidade), com filmes, revistas, novelas, seriados, ou com outros amigos de mesma idade igualmente inexperientes.

A nossa geração esta perdida.
Considerando o número de "convertidos", devemos aceitar como fato, que nunca abriremos os olhos de uma grande maioria, contudo nem tudo esta perdido.

Creio que se ensinarmos aos nossos filhos homens, consequentemente eles sairão, mais exitosos nas estratégias reprodutivas que os outros não iniciados, sendo assim, as ideias aqui transmitidas seriam reproduzidas na base do exemplo.

Este texto faz parte do projeto: Segunda das Relíquias Perdidas.
Responda-o
#2
Muitos não gostam do Jack Donovan, mas ele bate bastante nesse problema.
Responda-o
#3


"O mais forte espadachim não necessariamente é o que vence. É a velocidade! Velocidade da mão, a velocidade da mente." (Abade Faria).
Responda-o
#4
O senso de pertencimento e rituais iniciáticos são o que fazem muitas tradições seculares, tais como a maçonaria, os ritos de entrada das fraternidades americanas, entre muitos outros tipos de sociedades. Ritos de passagem marcam a mudança de fase da vida de um sujeito e são importantes para a medida interna de tempo e desenvolvimento que o próprio tem dele mesmo.

Isso você vê muito no mundo a fora, mas é um conceito que o brasileiro médio, mesmo realista, não consegue entender, pois não entende muito bem rituais simbólicos e o poder desses símbolos. Acha que é bobagem, que é perda de tempo, etc. Mesmo assim alguns rituais ainda existem de forma bem precária que o pessoal faz por tradição, mas não sabe o motivo.

A gente meio que tem o teste de fogo primeiro que é o cara postar o relato da BM, ler Nessahan Alita e passar pelo primeiro corredor polonês, mas acho que a Real enquanto sociedade poderia ir um pouco mais longe, só que sendo online é complicado de pensar em qualquer coisa. Somos só uma sociedade anônima de homens anônimos.

Uma coisa altamente necessária para avançarmos nossas causas e propagar nossos valores ainda é a formação de think tanks, mannerbunds e outros tipos de sociedades que podem (talvez até devem) exigir rituais de participação dos seus membros, é uma coisa que eu vivo sempre pensando e tentando entender como se processa.

Isso é área essencial do pensamento masculinista mas que é muito pouco discutida por aqui.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)