Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Andemos dispostos a arrancar nossos "olhos":
#1
[Image: indianoolho1.jpg]
Bom domingo, confraria, arrumei um tempo para escrever esse texto e espero que vocês apreciem:
Ah, o olho, uma das partes mais críticas do ser humano, quem não se lembra da própria mãe recomendar diversas vezes enquanto você era criança "Cuidado com o olho, meu filho". Mesmo que inconscientemente nosso olho se torna uma das áreas mais expostas e uma das primeiras a serem protegidas em caso de agressão, nós amamos nosso olho.

Porque? Sem ele tudo fica mais difícil, não conseguir enxergar torna tudo o dobro de esforço ou completamente nulo o nosso trabalho.

Bom, chega de blablablá aqui, vamos direto ao ponto.

Alguém aqui arrancaria o próprio olho caso ele ameaçasse sua própria vida? Difícil não é? Mas é aí onde eu quero abordar...

Citação:Certa vez, durante as Cruzadas São Francisco de Assis se encontrou com o sultão Al-Kamil para que pudessem negociar um tratado de paz sobre as guerras que estavam acontecendo.
Al-Kamil foi preciso em utilizar-se da Bíblia para seu próprio favor, falando − “Vosso Senhor ensina no Evangelho que vós não deveis retribuir mal com mal, e não deveis recusar o manto que quem vos quer tirar a túnica, etc. Então, vós, cristãos não deveríeis invadir as nossas terras, etc.”.   para justificar o erro das invasões cristãs mediante o erro das invasões mulçumanas.

São Francisco de Assis mandou na lata: “Me parece que vós não tendes lido todo o Evangelho. Em outra parte, de fato, está dito: Se teu olho te escandaliza, arranca-o e joga-o longe de ti"


Mas afinal, o que cada um quiz dizer e o que podemos aproveitar para nossas vidas?

1. Acima de tudo, nós realistas temos de ser pacíficos:
Sim, eu falo e repito quantas vezes for necessário, jamais devemos apelar para a agressividade ou violência, a não ser que isso nos custe a própria vida.
O que eu digo aqui não é para não aprendermos a lutar, mas para não vivermos para precisar de lutar.

2. Além de pacíficos, pacifistas:

Temos que andar dispostos a fazer as pazes com todos aqueles que nos feriram, desde que se arrependam do que fizeram e demonstrem mudança.
Citação:Na mesma conversa com São Francisco de Assis, o sultão sugeriu que em tempos de paz ele o iria convidar a morar em sua casa;
Francisco logo respondeu: "Se te tornares cristão..."

Lembre-se, parece absurdo um cristão "não aceitar um pecador", mas antes que falem algo, percebam a história de Zaqueu por exemplo, ele subiu na árvore porque estava interessado em mudança, por isso foi convidado por Jesus a jantar em sua própria casa. Francisco não queria conviver, ele queria ver sinal de mudança... Ele queria ver busca, não desculpas esfarrapadas para justificar erros.

Então jamais negue um pedido de perdão caso ele venha com interesse de mudança.

3. (O mais importante) Estarmos dispostos a SEPARAÇÃO A FORÇA:

Esse aqui é o que muitos autores realistas já disseram: Nós temos que estar dispostos a "perder".
Sim, a perder.

As vezes aquela coisa que te atrapalha na vida é justamente aquela que você mais ama, mais sente vontade de proteger, mas é a que menos soma na sua vida. Então você cai em um aprisionamento em que você prefere morrer com um tumor no olho a viver por mais tempo sem ele.

Nos casos de perda, nós temos que estar dispostos a nos separar, a provocar mudanças a força em nós mesmos e consequentemente nos outros. Não falo aqui de levantar guerra contra os outros porque a situação de São Francisco é diferente, mas nós devemos sempre agir com justiça.

Conclusão:
Seguindo os dois tópicos anteriores e concluindo com este último, você deve sim, amar ao seu próximo como se ele fosse seu próprio olho, mas assim como você deve estar disposto a amar, também deve estar disposto a arrancá-lo, de forma justa, caso este não esteja te fazendo bem.
De tudo ficarão traumas, mas de tudo ficarão lições e frutos.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#2
- Caramba confrade, as imagens dos seus tópicos são bem "assustadoras". rs

- Sobre seu texto, passei por algumas situações assim, na época (acho que ainda hoje) meio que cultivo uma raiva interna. Preciso trabalhar para transcender esta situação.

PS: Tópicos sérios assim, que me motivam a interagir no fórum ainda. O pessoal ultimamente tem falado muito de mulher. Os mesmos assuntos batidos de sempre.
Responda-o
#3
(16-08-2015, 10:47 AM)DiamanteNegro Escreveu: - Caramba confrade, as imagens dos seus tópicos são bem "assustadoras". rs

- Sobre seu texto, passei por algumas situações assim, na época (acho que ainda hoje) meio que cultivo uma raiva interna. Preciso trabalhar para transcender esta situação.

PS: Tópicos sérios assim, que me motivam a interagir no fórum ainda. O pessoal ultimamente tem falado muito de mulher. Os mesmos assuntos batidos de sempre.

- as imagens são pra chamar a atenção mesmo, isso tá no manual de como escrever para a Web. A imagem fala muito sobre o que você vai ler, então, quanto mais chamativa, melhor.

- Cara, ficar remoendo magoazinha é coisa de mulher, como já dizia a bíblia, não seja um cachorro que vomita e volta a lamber o próprio vômito. Lembrar que o primeiro passo para ser um realista é aceitar que a condição humana é o que faz a todos errarem já é um bom começo.

E sobre os tópicos serem o mesmo assunto de sempre é basicamente a mesma coisa... ficar ruminando sentimentos.
Mas cá pra nós, relatos de confrades que se fuderam ou situações que escaparam graças a lucidez adiquirida, são ótimos exemplos para os juvenas, mas é uma pena que a maioria ainda pense que somos um clube anti-mulher...
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#4
(19-08-2015, 07:15 PM)Awaken Escreveu:
(16-08-2015, 10:47 AM)DiamanteNegro Escreveu: - Caramba confrade, as imagens dos seus tópicos são bem "assustadoras". rs

- Sobre seu texto, passei por algumas situações assim, na época (acho que ainda hoje) meio que cultivo uma raiva interna. Preciso trabalhar para transcender esta situação.

PS: Tópicos sérios assim, que me motivam a interagir no fórum ainda. O pessoal ultimamente tem falado muito de mulher. Os mesmos assuntos batidos de sempre.

- as imagens são pra chamar a atenção mesmo, isso tá no manual de como escrever para a Web. A imagem fala muito sobre o que você vai ler, então, quanto mais chamativa, melhor.

- Cara, ficar remoendo magoazinha é coisa de mulher, como já dizia a bíblia, não seja um cachorro que vomita e volta a lamber o próprio vômito. Lembrar que o primeiro passo para ser um realista é aceitar que a condição humana é o que faz a todos errarem já é um bom começo.

E sobre os tópicos serem o mesmo assunto de sempre é basicamente a mesma coisa... ficar ruminando sentimentos.
Mas cá pra nós, relatos de confrades que se fuderam ou situações que escaparam graças a lucidez adiquirida, são ótimos exemplos para os juvenas, mas é uma pena que a maioria ainda pense que somos um clube anti-mulher...

- Concordo.
Responda-o
#5
Que tal doar tudo o que você tem e virar mendigo?
Responda-o
#6
(19-08-2015, 08:26 PM)Aragons Escreveu: Que tal doar tudo o que você tem e virar mendigo?

Explique-se melhor, Aragons.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#7
A primeira coisa que um devoto de Francisco deveria fazer é doar tudo o que tem aos pobres.
Levar Francisco a sério o fará abdicar de seus bens materiais em prol de se igualar ao Jesus mendigo.

"Se seu olho de escandaliza, jogue-o fora"
Essa frase está na bíblia, mesmo assim não é correta na maioria dos casos. O problema não está nos olhos, está na mente. Se seus olhos te levam a cometer algo errado, o problema está na mente e não no olho. Se o dinheiro te faz cometer algo errado, o problema não é do dinheiro, é da mente.
O causador da ação é o sujeito e não o objeto.

Não há nada na bíblia defendendo o pacifismo, e a igreja sempre defendeu a existência de guerras justas. De tal modo que o sultão quis se aproveitar do cinismo do Francisco. O padre teve que deturpar uma passagem bíblica para não cair em contradição.
Responda-o
#8
Pow confrade Awaken ...METEU A REAL ESPIRITUAL mais importante para a humanidade !
você disse tudo, mesmo que superficialmente , pois as pessoas só aprendem ou aceitam coisas espirituais quando estão em situação de desgraças e morte iminente.
Ocorre que a grande maioria da população mundial são totalmente analfabetos espirituais e por essa razão, são acometidas de inúmeros males espirituais e físicos com os quais muitos morrem sem encontrarem solução.
Com o aumentar da libertinagem, as coisas divinas e espirituais foram relativizadas, desprezadas e atualmente as "VADIAS", os "VIADOS" e outros (as) da categoria nos impõem a TOTAL EXTINÇÃO desses valores vitais para a alma, espírito, corpo, saúde mental/espiritual e moral humana. O homem sem valores que o humanize se torna demônios de carne, pois qualquer ser humano tem natural inclinação para coisas corruptas, negativas e egoístas.
Quer queiram as pessoas ou não, o Mundo espiritual é uma realidade e o despertar espiritual para algumas pessoas é questão de tempo...Já outras pessoas definharão até a morte e nem assim se darão conta dessas realidades.

Com relação ao PERDÃO ... Isso é Lei no mundo físico e espiritual... a regra é simples...ou você perdoa para ser perdoado ou já era ...
Quem não perdoa NÃO é perdoado pelo Deus Criador e com o passar do tempo, começa a "Somatizar" ( desenvolver doenças e sintomas terríveis que os médicos não conseguem diagnosticar, por serem de origem espiritual ) e o pior ... fica a mercê de todas as forças espirituais demoníacas que invisivelmente convivem com todos nós no planeta e estes passam a perturbar a pessoa com visão de vultos, insônia, tonturas, ataques de ansiedade e pânico ...enfim...um inferno se instala na sua vida pois você esta sem comunhão com Deus.
EU NÃO ACREDITAVA EM NADA DISSO... fui terrivelmente prejudicado por umas 20 pessoas e guardei magoa e ódio de todas...Somatizei feio no estomago a niveis absurdos..."EU ESTAVA NO MEU DIREITO...EU TINHA E TENHO RAZÕES FORTISSIMAS PARA ISSO ...
Mas no mundo espiritual não tem dessas coisas ... GUARDOU MÁGOA, ANDOU COM ÓDIO POR MUITO TEMPO ..JÁ ERA ... Mesmo estando no seu direito você gerará "energias espirituais" que farão com que a "população do mundo espiritual" te enxergue energeticamente e se acoplem a você ...Tudo muito sutil e com o passar dos anos ...
Após isso, só desgraças e você será colocado em um labirinto em busca das improváveis soluções para suas dores, misérias e tortura mental SEM CAUSAS QUE AS JUSTIFIQUEM ... Sofrerá piadinhas nos Pronto Socorros etc ...
Todos somos livres para aceitar ou não as orientações registradas no livro sagrado ( bíblia ) ... Mas se houver alguém entre nós que seja mais esperto, mais sábio e mais inteligente do que todos os apóstolos, ministros, vítimas etc... sintam-se a vontade para vilipendiá-la !
" Não confundam Grande Obra Prima do Mestre Picasso com Grande Pica de Aço do Primo do Mestre de Obra ..."
Responda-o
#9
(20-08-2015, 01:47 PM)Aragons Escreveu: A primeira coisa que um devoto de Francisco deveria fazer é doar tudo o que tem aos pobres.
Levar Francisco a sério o fará abdicar de seus bens materiais em prol de se igualar ao Jesus mendigo.

"Se seu olho de escandaliza, jogue-o fora"
Essa frase está na bíblia, mesmo assim não é correta na maioria dos casos. O problema não está nos olhos, está na mente. Se seus olhos te levam a cometer algo errado, o problema está na mente e não no olho. Se o dinheiro te faz cometer algo errado, o problema não é do dinheiro, é da mente.
O causador da ação é o sujeito e não o objeto.

Não há nada na bíblia defendendo o pacifismo, e a igreja sempre defendeu a existência de guerras justas. De tal modo que o sultão quis se aproveitar do cinismo do Francisco. O padre teve que deturpar uma passagem bíblica para não cair em contradição.

Meu brother, Aragons: Eu não sou devoto de Francisco, mas fui criado por pessoas que são. Uma devoção é muito mais do que ser um simples seguidor, seria necessário eu virar um sacerdote e eu não recebi chamado para isso.
E também não leve as coisas na base da confusão, Francisco tinha votos de pobreza, não de mendicancia, aliás, na época de Francisco se dizia "Amém vos digo" ainda. Votos de probreza na igreja são como os do velho testamento dados aos responsáveis pela casa de Deus que viviam do dízimo.
Funciona a mesma coisa, mas o voto de pobreza é referente a simplicidade, não a degradação, aliás, Santo Antônio era meio malucão a respeito disso e por não sacar esse lance direito de Francisco, empregava várias penitências bastante pesadas a seus seguidores, mas Francisco que eu saiba nunca foi mendigo.

Na continuação da sua própria fala você não disse nada de diferente do que eu disse, só deu um complemento mais certeiro, porque sempre quando eu me referi sobre o "olho que atrapalha", eu não me referi a outra pessoa, mas arrancar a prática de si mesmo para com a outra pessoa. Nem sempre você consegue "afastar" a pessoa de você, mas mudar sua postura em relação aos maus efeitos que a outra pessoa causa em você já é uma coisa boa. O problema sempre somos nós mesmos.
E posso até complementar com o título de uma excelente publicação que eu não me lembro de quem foi: "Você não precisa de motivação, você precisa de disciplina".

Agora quanto a Bíblia não defender o pacifismo: Recomendo você começar lendo sobre as boas aventuranças, ou até melhor, os 10 mandamentos, provérbios, sabedoria, eclesiastes... rapaz, lá tem tanta coisa sobre NÃO SER VIOLENTO que chega até pular pra fora da bílbia, mas assim como tem essas coisas, tem também como ser justo.

Lembre-se sempre:  Vivendo, não de pacifismo (ato de tentar justificar pacificamente), mas de passividade, você está fadado a sofrer, então você deve ser o que? Justo. Se a guerra for justa, faça!

Mas uma coisa que pode te prejudicar é viver, não de justiça, mas de justiçamento achar que tudo é guerra e tudo é ameaça e tudo é "Deus vult", e nem sempre é.

Um abraço.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)