Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Um livro que vai te ensinar a ser homem
#1
Olá confrades, me sentir inspirado hoje, então resolvi comentar sobre um livro que li, já vai fazer um ano, e relembrando agora, foi o livro que mais me mostrou o verdadeiro caminho da masculinidade.

Ainda sou muito jovem, mas conforme vou amadurecendo, vou conseguindo perceber os nuances do livro que mostra tanto as virtudes que tornam a vida de um homem grandiosa, quanto os vícios que tornam a vida do homem decadente, e desprezível.

O livro é baseado na história de vida de Miyamoto Musashi, para que não conhece, ele é autor do livro dos 5 aneis, e foi o criador do estilo de duas espadas, util para combater vários inimigos ao mesmo tempo.

Eu achei a história genial, e vendo agora, percebi que é muito mais genial, do que percebia na época em que li o livro.

O livro, apesar de contar a história do personagem principal, e de fatos veridicos, floreia bastante a história, e coloca muitos personagens e situações que de fato nunca ocorreram, mas isso não torna a história ruim, muito pelo contrário.

A história não só conta a história do nosso protagonista, que no começo se chama Takezo, mas de seu melhor amigo também, Matahachi, ambos foram lutar na guerra que estava ocorrendo na época, e a história começa com ambos feridos, perdidos, sem caminho algum. Nesta parte da história, aparentemente, ambos tem a mesma força, a mesma destreza, e um destino muito parecido.

Eles são abrigados por uma mulher muito bonita e que tem uma filha, ela é viuva, e os dois ficam escondido por semanas na casa dela, pois estavam sendo perseguidos, junto com outros sobreviventes, não podendo sair de lá.

Acontece que enquanto eles estão lá, a viuva, uma mulher ainda muito bonita, começa a querer dar em cima do Takezo, mas este repele ela de forma agressiva, pois era um menino rude, e não estava acostumado com este tipo de "tratamento", ocorre que Matahachi estava, porem ela "pobre" viúva não estava dando muito atenção para ele no começo, mas percebendo que Takezo fez pouco caso dela, resolveu se engraçar com seu amigo para ver se Takezo se importaria, mas fez pouco caso, aliás ele se importou sim, por um único motivo, seu amigo estava noivo, e de casamento marcado.

Ambos tinha 17 anos, porem Matahachi tinha uma família muito bem financeiramente, apesar de não ter mais pai, e uma esposa realmente virtuosa o esperando voltar da guerra, aflita. Takezo? Este não tinha onde cair morto, era orfão, e cresceu sem mãe, sendo criado por um pai rude e autoritário, porem com isso, ele começou a se tornar agressivo, tão agressivo, que nem seu pai conseguia mais impor limites a ele, o deixando solto por ai, e morrendo depois, não lembro bem como ele morreu, faz tempo que li o livro, mas as coisas ocorrem mais ou menos assim.

Ocorre então, que seu amigo abandona tudo, e segue junto com a "pobre" viuva para outro lugar, e takezo? Este não pretende voltar para sua vila natal, sente desgosto por ela, mas vai lá com o único objetivo de avisar que seu amigo havia morrido na guerra, não estava encontrando coragem de falar a verdade.

E assim o faz, ocorre que a mãe de seu amigo tenta mata-lo através de vários guardas, acusando ser culpa dele, seu filho não ter retornado, ele é salvo por um monge, porem este forja um alibi, para parecer que ele foi deveras punido, e de fato foi, ficou trancado em uma masmorra por 3 anos, porem, farta em livros, e o monge o aconselhou a ler eles para passar o tempo.

E o tempo passa, agora Takezo está com 21 anos, e foi solto, a diferença e o enriquecimento de seu vocabulário e nítida, o jovem passou bons anos trancado na masmorra, apenas lendo. Ele é renomeado como Musashi pelo monge, e vai seguir seu sonho, de se tornar um grande espadachin.

Enquanto isso, nosso amigo Matahachi está casado com a pobre viúva, e como ele não conseguiu trabalho, ela que tem que sustentar a casa, e como faz isso? Vendendo o próprio corpo é claro. Nosso querido amigo tem crises de ciumes, mas os homens que ela satisfaz são fortes, são guerreiros locais, ele não tem culhões de bater de frente com eles, mas tenta reclamar com ela, que simplesmente joga na cara dele que é ela que sustenta a porra toda.

A história se segue, Musashi vai evoluindo cada vez mais, ele tem um talento natural para a espada, mas o lapida exaustivamente, enquanto enfrenta as maiores academias de luta em sua jornada, já seu amigo, se encontra em uma decadência cada vez maior, ninguêm o respeita, e ele mesmo vai perdendo o respeito por si ao longo do tempo.

Este livro, na minha opinião é um dos melhores para se aprender a ser homem, porque ele mostra os dois lados da moeda, ele mostra tanto o lado virtuoso de um homem, quanto seu lado viciado, mostra o quão longe um homem pode chegar se seguir suas virtudes e fazer as escolhas certas, e o quanto ele pode decair, se acabar se entregando a seus prazeres, e tratar sua vida com indulgência.

Todos nós temos um Musashi e um Matahachi dentro de nós, cabe a cada um decidir qual alimentar a cada dia que passa.

Você não precisa ser como Musachi o tempo todo, pois ele exigia de si mesmo um nível de excelência quase inalcansável, alem de ser naturalmente acima da média na arte de lutar, mas tome cuidado para não se tornar um Matahachi na vida, que vive pelos prazeres e leva uma vida decadente.

Vi aqui, um tópico que falava sobre os cafajestes sempre se darem mau, mas outros discordando, pois bem, eu vejo as coisas da seguinte maneira, um cafajeste é alguém indulgente em certas áreas da vida, mas pode ser extremamente virtuoso em outras, alguém que preza muito pelos estudos e pela parte financeira, mas despreza o amor feminino e trata as mulheres como meros prazeres carnais, enfim, uma mistura. Da mesma forma que o tipico cara bonzinho é virtuoso com os outros, e com as mulheres, mas é um fraco covarde quando se trata da própria vida, e dos próprios objetivos, ambos estão errados do meu ponto de vista.

Nossos personagens em questão, pelo que eu entendi ao menos, são o ideal e a distopia do homem, sendo Musashi um ideal a ser buscado, e Matahachi, um exemplo a não ser seguido, ou seja, diferente do cafajeste e do bonzinho atuais, nossos protagonistas são a encarnaçãio de todas as virtudes, ou todos os vícios, Musashi é virtuoso em todos os aspectos possiveis, já Matahachi é vicioso em todos eles, sendo o oposto de seu amigo, Matahachi não é nem um cara bonzinho, nem um cafajeste, porque ele não se importa em agradar ninguém, alem dele mesmo, mas não tem amor próprio para correr atrás de seus objetivos.

Já Musashi além de correr atrás de seus objetivos trata as mulheres com profundo respeito, mas não liga muito para elas, ele tem um objetivo, e foca todas suas energias nesse objetivo, não é um ideal a ser seguido, mas é louvavel o homem que consegue esta proeza.

Enfim, peço perdão pelo murotexto mas isso ai, recomendo ler os livros nas férias, pois são dois, e são longos, tendo cada um 800 páginas, mas garanto que não irão se arrepender.

Boa leitura a todos.
Responda-o
#2
Esse tópico sim foi bom. Parabéns.

O livro dos 5 anéis eu já li, achei bem bacana, principalmente a parte que ressalta e importância da disciplina.

Se não me engano, o mangá/anime vangabond é baseado no história do mussashi
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#3
Faz anos que quero ler estes livros do Musashi.

Já vi algo sobre o livro dos cinco anéis, inclusive tem ele completo em audiobook no YouTube.

Como o @Héracles disse Vagabond é inspirado nele mesmo.

@Navalha já viu o filme "Último Samurai" vc vai curtir, tem muita coisa do Bushidô, código de conduta dos samurais, outro ponto legal do filme é a transformação do personagem do Tom Cruise, é bem interessante a mensagem do filme.

Valeu a indicação, comentários e abraço!
"Tudo o que te resta é o desenvolvimento pessoal." Mr. Rover 
Responda-o
#4
Sim, vagabond é baseado no livro, aliás é o livro retratado em manga, mas eu prefiro o livro particularmente, vi uns capitulos do manga, mas o livro é muito mais detalhado, e no livro o amigo do Musashi é forte no começo, depois com o tempo vai ficando fraco, no manga ele é um bosta desde o começo. Dai a mensagem fica meio fosca.

E obrigado a todos por lerem, aguardando mais respostas.
Responda-o
#5
Muito bom. O livro que vc fala é Musashi Vol I e Vol II? Do autor Yoshikawa,Eiji? Me indicaram Musashi, A Terra, a Água, o Fogo o que acha?
David Goggins. A lei da semeadura não falha. A única coisa que a vida exige de nós é coragem. Somos prisioneiros dos nossos instintos e emoções e jamais seremos homens livres. A natureza se prepara para algo ainda pior.
Responda-o
#6
(10-05-2018, 09:36 AM)Machado Annihilator Escreveu: Muito bom. O livro que vc fala é Musashi Vol I e Vol II? Do autor Yoshikawa,Eiji? Me indicaram Musashi, A Terra, a Água, o Fogo o que acha?

Sim, este mesmo companheiro, sobre esse outro livro ai, não sei amigo, eu só li os 5 anéis, e mesmo assim parei na metade, porque tem umas partes muito especificas sobre como segurar uma espada e tal, e como não sou samurai.  Yaoming
Responda-o
#7
(10-05-2018, 10:28 AM)Navalha Escreveu:
(10-05-2018, 09:36 AM)Machado Annihilator Escreveu: Muito bom. O livro que vc fala é Musashi Vol I e Vol II? Do autor Yoshikawa,Eiji? Me indicaram Musashi, A Terra, a Água, o Fogo o que acha?

Sim, este mesmo companheiro, sobre esse outro livro ai, não sei amigo, eu só li os 5 anéis, e mesmo assim parei na metade, porque tem umas partes muito especificas sobre como segurar uma espada e tal, e como não sou samurai.  Yaoming

Os cinco anéis é de longe o meu favorito (vide minha assinatura).
As partes de espada, algumas podem se aproveitadas. Podemos levar essa relação que musashi cria com suas espadas para qualquer aspecto da vida.
O treinamento e a disciplina para transformar uma espada em uma extensão de seu corpo pode ser muito bem aproveitado em diversas areas.
Spoiler Revelar
Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo.

-Martin Luther King
Nosso Mundo Ciclico
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)