Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 4 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Casamento é realmente necessário?
#1
A sociedade atual cobra dos homens, digo isso no campo SOCIAL, que se casem.
Existe uma série de "argumentos" tentando impôr que o casamento e todas suas regras jurídicas atuais são necessários à vida. Ou mais, é uma lei da natureza!

 "Argumentos" de convencimento:
- Você precisa ter alguém ao seu lado, para te fazer companhia ao longo da vida;
- Ela vai te completar, será sua outra metade da laranja;
- Será eternamente feliz, viverá um amor romântico de conto de fadas, terá muito sexo;
- Não ser taxado como gay;
- Não ser visto como fracassado;
- (Vadias rodadas precisando de alguém para sustentá-las, usam mil e uma estratégias para filar alguém)
- ...




Mas será isso verdade mesmo?

Apresentarei-lhes agora alguns amigos:




Arnold Schwarzenegger

[Image: Arnold-Schwarzenegger-5.jpg]

Legado: 
- 7 x Mister Olympia;
- Já foi o ator mais bem pago de Hollywood;
- Já foi governador da Califórnia;
- Fortuna estimada em US$ 300 milhões.

Foi casado com Maria Shriver, herdeira de uma das famílias mais importantes dos EUA, ela é sobrinha do ex-presidente John Kennedy. Separaram-se.
Ele tem cinco filhos.

SOLTEIRO.




William Bonner

[Image: bonner_bydeni1.jpg]

Legado:
- Ex-apresentador do Fantástico;
- Ex-apresentador do Jornal da Globo;
- Ex-apresentador do Jornal Hoje;
- Âncora do Jornal Nacional;
- Tem o hobby de colecionar carros; (Quer conhecer sua coleção? link)
- Salário estimado em R$ 800 mil por mês.

Já foi casado com Fátima Bernardes. Separaram-se.
Ele tem três filhos.

SOLTEIRO.




Chris Martin

[Image: Smile-lovely-Chris-chris-martin-10597035-368-500.jpg]

Legado:
- Vocalista do Coldplay;
- Faz show fuderosíssimos mundo afora, lotando estádios e arenas com dezenas de milhares pessoas que esgotam os ingressos rapidamente;
- Fortuna estimada em US$ 140 milhões.

Foi casado com Gwyneth Paltrow. Separaram-se.
Ele tem dois filhos.

SOLTEIRO.




Leonardo DiCaprio

[Image: 054198cc84abc7d5045502a5406b0361.jpg]

Legado:
- Currículo ultra-power-mega-fuderoso como ator. Tem um Oscar no histórico;
- Fortuna estimada em US$ 220 milhões.

Namorou mulheres super "destacadas" no mundo. Nunca se casou.

SOLTEIRO.




Porra, esses caras que são o topo do conceito Alfa no mundo pularam fora de casamentos teoricamente perfeitos, com "tudo para dar certo", ou mesmo nem se casaram.


E VOCÊ aí com o seu EMPREGUINHO DE MERDA, que falta moedinhas no fim do mês, acha que é sua obrigação assumir uma rodada mediana, sustentá-la e aguentar o inferno dentro do próprio humilde lar???

Você acha que se casar faz parte do sucesso???

Pensa que assumir uma rampera é segredo para a felicidade???




Ouça conselhos dos campeões aqui acima.

Eles dizem e mostram em suas ações:

Desenvolva-se! Desenvolva-se! Desenvolva-se!

Foco no desenvolvimento!

Desenvolva-se!!! (mas desenvolva-se por VOCÊ!)




Se você se desenvolver nunca faltarão mulheres, e toda essa sua carência afetiva desaparecerá rapidinho.
Você não precisa cair no conto do vigário de que casando-se terá sexo farto, companhia, romantismo, blá blá blá...

B*ceta é sempre b*ceta! É sempre a mesma coisa!
NÃO existe "metade da laranja", "alma gêmea", "tampa da sua panela"!

Quem se seduz por isso merece é tomar uma panelada na cabeça!


Você precisa se desenvolver, essa é a lei da natureza!
Responda-o
#2
Só mostra que não adianta ser rico "alfa" que conseguirá ter uma esposa ate o fim da vida.
Mesmo existindo  mulheres decentes tem os que não desejam casar,outros desejam.
Sabemos que muitos querem casar para ter uma foda fixa ,e não acho que o problema da questão seja se desenvolver para ter várias e não migalhar por foda fixa,tem cara que deseja ter filho.Quantos cansam de comer várias e casam...cada um com suas escolhas,agora se a motivação para casar é  amor,foda fixa,pressão da sociedade é pedir para se foder e a real já cansou de falar isso.
Responda-o
#3
Depois que inventaram união estável, nem precisa mais casar pra se foder.
"Primeiro vêm os sorrisos, depois as mentiras; por último, o tiroteio" - Roland de Gilead
Responda-o
#4
Sou solteiro e moro sozinho. Não fico criticando que é casado, pois a vida é dele, eu cuido da minha e beleza. Só que o contrário não acontece.
É acho que casamento hoje em dia é uma opção que deve ser avaliada com muito critério, devido todas as leis estarem contra nós.

Uma das coisas hoje em dia que me aborrece demais é essa pressão para casar. Trato o assunto com diplomacia. Observem como na maioria das vezes, senão todas, esses mesmos que lhe impõe que você tem que casar são cuckolds que estão fudidos na merda e querem te levar junto.

O cara que está realmente bem casado nem se preocupa em ficar 'pregando' para solteiros. Tenho amigos aparentemente bem casados que nunca ficaram me enchendo o saco falando que tenho que arrumar uma 'patroa'. Inclusive eles ABOMINAM esse termo.

Já repararam como tudo quanto é porcariada nos é incentivado e nos é oferecido em abundância?
Poucos te oferecem coisa boa ou incentivam algo que realmente te ajude.

No fundo, no fundo, lá no inconsciente esses cucks mau casados escravocetas sentem-se extremamente incomodados ao perceber que você está vivendo bem, e querem te ver fudido só pra se sentirem melhores. Parece ser instintivo esse negócio, essa vontade de passar a rasteira nos outros, mesmo que de forma bem sucinta e até difícil de perceber. Por isso acho que o argumento de NA que diz que não se deve levar em conta o que se fala e sim o que se faz pode se aplicar diante de um leque de possibilidades.

Ultimamente ando refletindo sobre essas questões e em surge um dilema: Será que é bom continuar se aborrecendo agindo com diplomacia para evitar discussão ou será que compensa soltar os cachorros pra pararem com esse negócio chato?

Lembrando que estou falando dos casados chatos, e não dos que estão bem casados.
Responda-o
#5
(12-05-2018, 02:36 PM)Batoré Escreveu:
Spoiler Revelar
Sou solteiro e moro sozinho. Não fico criticando que é casado, pois a vida é dele, eu cuido da minha e beleza. Só que o contrário não acontece.
É acho que casamento hoje em dia é uma opção que deve ser avaliada com muito critério, devido todas as leis estarem contra nós.

Uma das coisas hoje em dia que me aborrece demais é essa pressão para casar. Trato o assunto com diplomacia. Observem como na maioria das vezes, senão todas, esses mesmos que lhe impõe que você tem que casar são cuckolds que estão fudidos na merda e querem te levar junto.

O cara que está realmente bem casado nem se preocupa em ficar 'pregando' para solteiros. Tenho amigos aparentemente bem casados que nunca ficaram me enchendo o saco falando que tenho que arrumar uma 'patroa'. Inclusive eles ABOMINAM esse termo.

Já repararam como tudo quanto é porcariada nos é incentivado e nos é oferecido em abundância?
Poucos te oferecem coisa boa ou incentivam algo que realmente te ajude.

No fundo, no fundo, lá no inconsciente esses cucks mau casados escravocetas sentem-se extremamente incomodados ao perceber que você está vivendo bem, e querem te ver fudido só pra se sentirem melhores. Parece ser instintivo esse negócio, essa vontade de passar a rasteira nos outros, mesmo que de forma bem sucinta e até difícil de perceber. Por isso acho que o argumento de NA que diz que não se deve levar em conta o que se fala e sim o que se faz pode se aplicar diante de um leque de possibilidades.

Ultimamente ando refletindo sobre essas questões e em surge um dilema: Será que é bom continuar se aborrecendo agindo com diplomacia para evitar discussão ou será que compensa soltar os cachorros pra pararem com esse negócio chato?

Lembrando que estou falando dos casados chatos, e não dos que estão bem casados.

Muito bem colocado confrade. 

É aí que vemos se o homem tem ou não o respeito das pessoas.

Quando a sua família ou amigos mais íntimos te respeitam e levam em consideração as suas escolhas, eles jamais vão ficar turrando sua paciência com coisas desse tipo. Eles aceitam e respeitam as suas decisões, não questionam o porque de você querer casar ou querer permanecer solteiro. 

Muitas vezes precisamos sim, ser rispidos e até um pouco mais ignorantes quando nos deparamos com pessoas que querem nos impor o modo de vida que eles acreditam ser o melhor. Nós homens sabemos o que é melhor pra nossas vidas. 

"Cada cachorro que lamba sua casseta" 

Quando o cara diz que casou, usou drogas, gastou mais do que  devia, comeu uma perva sem camisinha, investiu em alguma furada porquê foi pressionado pela família e pelos amigos, pela igreja ou pela sociedade, logo imagino um homem com a mentalidade de uma criança de 10 anos, que deixa todo mundo se meter na vida dele e dar pitacos de como ele deve falar, andar e agir. 
Quando o cara é sujeito homem mesmo, as pessoas nem ousam questionar o porque dele tomar atitudes com relação a própria vida. 

Siga seus instintos e seja feliz da forma que escolheu ser, seja o melhor pai de família se decidir casar e ter filhos, o melhor profissional se decidir se dedicar a uma carreira em particular, seja o melhor sempre e não se preocupe se a vida de fulano casado é ruim ou boa, se a vida do solteiro é badalada ou monótona,  solitária ou não, a não ser que seja solicitado.  Normalmente quando as pessoas  te respeitam só vão dar paupites e meter a opinião delas na sua vida se você chegar  e perguntar algo a elas,  e mesmo assim será apenas um conselho.  Fora isso,  elas até sentem vontade de falar, mas não tem coragem por respeito ou até por medo de tomar uma voadora de dois pés na frente de todo mundo, porque sabe que tu não é homem de aceitar alguem se metendo na sua vida.  

  E não se esqueçam...  ninguém consegue influenciar um homem que sabe o caminho que quer seguir, sabe onde está e onde quer chegar, o homem que controla o seu próprio destino não precisa se preocupar com influências externas de quem quer que seja. 


Citação:Desenvolva-se! Desenvolva-se! Desenvolva-se!

Foco no desenvolvimento!

Desenvolva-se!!! (mas desenvolva-se por VOCÊ!)


É isso mesmo, desenvolva-se por você, se tiver solteiro desenvolva-se e vá viver a vida. Se optou por casar, não deixe de se desenvolver também.  E estando casado ou solteiro,  esteja sempre preparado para arcar com as consequências de suas escolhas. 
Responda-o
#6
@Batoré

Exatamente.
Isso NÃO se trata de ser contra o casamento. Trata-se SIM de ter uma visão REALISTA do que é o casamento.
Por incrível que pareça a grande maioria dos homens solteiros, até aqui mesmo, ainda tem uma pontinha de encanto lá no fundo da interpretação do que é se casar.
É importante muito, muito, muito racionalismo antes de dar esse passo. Não apenas para saber onde está entrando, mas para ter uma postura correta dentro do próprio casamento desde o início.



E assim como você e o confrade @Escobar falaram, é muito comum essa pressão chata das pessoas para que os homens casem. Detalhe para amigos homens casados que ficam tentando vender a imagem de que casamento é ótimo.

Quem nunca teve um conhecido que é casado há algum tempo, já passou aquele encanto inicial, e agora tem aquela cara de super desaminado?
A energia, a jovialidade de espírito, a alegria do cara passou. De repente ele se vê preso. Todos aqueles sonhos de grande ascensão profissional foram brecados porque agora ele assumiu uma série de custos e não pode mais se arriscar. Prendeu-se a uma rotina de casado e não pode investir.

E às vezes esse mesmo cuck, numa mistura de inveja, raiva, desânimo e/ou desespero, fica tentando convencer os outros a entrar nesse barco. Não dá ao certo pra saber se é uma tentativa de se auto-enganar pra convencer-se de que é feliz, ou se é apenas uma rasteira maldosa que quer passar nos outros.
 

Nunca tentei convencer alguém a descasar-se ou desnoivar-se. O contrário todavia é comum a todos.


(*) Existem sim homens casados que deram passos certos na vida. A questão aqui é discutir a seriedade que é isso, e como tentam nos derrubar.
Responda-o
#7
Oak, não falo sobre casamento, mas sobre família.

Concordo que desenvolvimento pessoal é extremamente importante na vida do homem e deve estar no topo da pirâmide de prioridades.

PORÉM, de nada vai adiantar você ficar milionário, ter muitas posses, saúde, vagabundas a rodo, se nada disso irá levar desta vida. Falo de coisas exorbitantes, como os exemplos citados. Uma vida digna e confortável todos buscam, independente de qualquer coisa.

Para tanto o homem constituía família, com a finalidade de criar seus filhos (em um ambiente saudável), os quais herdariam seu legado e dariam continuidade. (Conhecimento, posses, etc). Isso era formalizado através do casamento, onde o homem e a mulher assumiam os seus papéis, sendo o homem de construir e prover, e a mulher de criar e educar os filhos.

Formando assim um "ciclo contínuo de evolução".


Sem a família tradicional isso fica praticamente impossível e o casamento era a "formalização destas responsabilidades".

Se todo mundo decidir viver uma vida de vaidades pelo simples prazer de obter seus caprichos, ou como meros animais apenas para suprir suas necessidades básicas, a sociedade vai virar anarquia, como já está acontecendo. Tem de haver um bem maior (e não falo de momozin não).

Não pretendo casar, nem constituir família, mas pelo menos tenho consciência de que tudo que vou viver/produzir será para a terra comer.


São meras suposições minhas, mas acho que e por aí.
[...]
Responda-o
#8
As esposas dos meus amigos que não gostam de mim.Sou solteiro e balzaco e sem filhos rs meus amigos já confessaram que suas esposas acham estranho e acham que eu sou má influencia.

(12-05-2018, 02:02 PM)Roland Escreveu: Depois que inventaram união estável, nem precisa mais casar pra se foder.

O que mais tem é gente optando pela união estável.
Responda-o
#9
Para os cristãos que seguem a bíblia sim, o casamento é necessário. Para eles a vida é duplamente mais difícil já que ou casam e se fodem ou pecam. 
Fico pensando como cristão assim lidam com a real, deve ser bem mais difícil para eles.
Responda-o
#10
Todo homem, independentemente de ser solteiro ou casado, tem suas ambições.

O tópico, na minha opinião trata do óbvio ululante, mas para iniciantes é importante. Casar por casar é idiotice, coisa pra gente imatura. 

Agora digo, ter uma família para cuidar, no meu caso, me fez não só pensar em prover o melhor, mas é um incentivo para melhorar o máximo que eu puder a cada dia, pois me desenvolver resultará em melhor qualidade de vida para minha família. E não, não é clichê, acho que se eu fosse solteiro, não teria estímulo igual para ascender na vida.
Responda-o
#11
Andar de carro é mesmo necessário?

Meus amigos andam a pé e:

Acidentes de trânsito: 0
Combustível Gasto: 0
Pneu furado: 0
Gastos com manutenção: 0
Stress no trânsito: 0

Por isso eu sou a favor que  ninguém tenha ônibus, e quem anda de carro eu vou chamar de "ala dos zé volante".

Por isso guarde essas palavras: "Ande a pé, você não precisa de nada além de você pra te levar aonde você quer.".

Achou exagerado e absurdo? Pois é, trata-se da mesma lógica.

Um sofisma como esse deve ser expurgado, a verdade é: "Homens e mulheres são responsáveis pelo fracasso do casamento, pare de achar culpados, vítimas e até mesmo exemplos de outras pessoas e faça você mesmo aquilo que você quer ter."

Poderia citar homens milionários casados, muitos com a mulher de infância ou juventude de quando eram pobres, e que a mulher não faz peso nenhum na vida do cara de tão foda que o cara é, mas se eu fizer isso eu estarei reforçando a irrealidade do mesmo sofisma, só que pro meu lado.

Vamos ser sensatos e trabalhar com a verdade, senão o nome "Realistas" não nos serve, e sim "interesseiros".
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#12
@Awaken

Quando você NÃO ENTENDE um tópico, fique QUIETO!
Responda-o
#13




Agora assista o discurso dessa feminista aqui no vídeo do nosso abigão Autêntico...

Veja o discurso dela "pesquisar" sobre as causas da violência masculina para justificar sua questão de gênero, agora veja se a base argumentativa não se assemelha ao discurso de muitos aqui na real. E não é só pra esse caso do casamento não, eu não estou me referindo a só este tópico, tem candango que tá arranjando todo o tipo de desculpas. "Não aqui nós temos explicações científicas", "aqui nós temos experimentos sociais", "aqui nós temos relatos de que dá errado", "vemos exemplos de homens assim", "veja aqui as profissões que são assim".

Ora porra, se não quer casar ou se relacionar com mulheres, assuma logo que tu não quer, acha que não é pra tu, que tu não leva jeito, não tem dom pra casar, não acha que vá dar certo, que tu não tem culhão pra isso, ou sei lá o que, agora inventar desculpinha e dar exemplos de terceiros? SEJA HOMEM E ASSUMA TUAS MERDAS sem dar desculpa de terceiros pra isso, quem tem que ter certeza do não casamento é você! Não os outros.

"ah, mas as mulheres de hoje..."

FODA-SE, eu quero saber de você!

"Ah, mas os solteiros e ricaços"


PAU NO SEU CU. Se tu quer tanto isso na vida de casado, vira uma borboleta e casa com um.

"Ah, mas o feminismo, o marxismo cultural"

NÃO QUERO SABER! Enfia o Marx no seu cu.

"ah porque mulher só quer dinheiro"


Então compra bitcoin e enfia no seu cu pra ver se minera.

"Mulher hoje só se apaixona por bandido e mau-caráter"


Então vire um pra você ver quantos anos tu dura na pista. Mas não vale ter escrúpulos, boa sorte.

Argumentos de terceiros e não convicções próprias são o câncer do raciocínio lógico realista, você acaba caindo no pensamento dos outros sobre determinado assunto, isso é burrice! Isso vai gerar gerações futuras que não tiveram experiências, mas já tem convicções.

Os argumentos anti casamento desse tópico são tão ilógicos que eu até vou zoar com a piada que o Autêntico fez pra feminista do vídeo

"Fonte: Times New Roman".

Imprescindível é para a boa convivência entre os realistas é que não procuremos colocar nossas preferências acima da verdade, nem mesmo tentemos manipular a verdade para justificar nossas atitudes segundo nossas próprias iluminações, mas nos submetendo aos outros à prova, possamos encontrar um caminho fora do extremismo e fora do relativismo.

A verdade para muitos da real é que hoje até Nessahan Alita já é chamado de mangina e escravoceta por "super rambos do teclado" que gostam de falar "você? Quem é você com seu salário de merda, seu carro popular, e sua mulher mediana?", mas se falar qualquer coisa que fira o ego frágil desses, eles viram a Vera Verão.

[Image: fbe253bb518e4d749c40dbec5c6506dc.gif]

A verdade é que se Nessahan Alita expusesse todas as falcatruas do homem, vocês o odiariam por não massagear o ego de vocês!

No fundo, no fundo, muitos "realistas" tem o ego igual ao de feministas (não as influenciadas por texto de internet), um ego frágil que basta você colocar alguma situação em que você tem que se submeter que já ficam loucos e histéricos como se fosse algum tipo de opressão conviver com a outra pessoa, ter papeis na sociedade, etc. Eles criaram um inimigo virtual igual as feministas fazem com o machismo pra totalizar e fundamentar suas linhas de raciocínio.

Eu tô falando, cara... nós temos milhares de coisas pra falar, o desenvolvimento masculino é muito amplo! Quantas pessoas estão procurando dicas profissionais, de como estudar pra concurso, estão procurando auxílio masculino pra aprender a viver sozinho (que é uma escolha respeitável de muitos), estão aqui querendo saber, aprender e colaborar, estão querendo buscar parcerias profissionais, pessoais, estão querendo encontrar gente lúcida que não vai ter problema porque é empenhada no desenvolvimento e não deixa levar porque é controlado emocionalmente...

E vocês falam só de mulher, e quando falam é ou pra ficar babando no corpo das minas que são piranhas pra caralho ou ficar falando mal delas que elas são isso, são aquilo, fazem isso, fazem aquilo outro... Vira o disco, cara... muda o assunto, essas historinhas de comportamento Nessahan já mastigou e botou na boca pra vocês, não que ele seja o dono da verdade, mas os livros dele contém verdades que são reais, porém como ele mesmo diz: Não se aplica a todas. Ninguém tem que ficar ensinando bê-á-bá de mulher pra ninguém, o suficiente já está escrito, esses assuntos toscos e repetidos tem que morrer.

Isso já deu no saco, seus porras! Eu quero saber de vocês upando o tópico do "E o desenvolvimento como anda?" e postando o quão bem sucedidos vocês estão sendo na vida pessoal, profissional, dentre outras, seja lá se você quer matar no peito a responsabilidade de casar ou não.

Agora, ficar escolhendo desculpinha pra justificar posição, elaborando fórmula pra justificar atitude, fazendo textão explicando como o clube da luluzinha é mau e chamando o outro de adjetivos pra diminuir não te faz o macho alfa, caralho! Acorda!
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#14
(13-05-2018, 05:58 PM)TheOak Escreveu: @Awaken

Quando você NÃO ENTENDE um tópico, fique QUIETO!

Não, eu entendi o tópico sim, brother. É só uma questão de didática.

A única coisa que eu falei foi o seguinte: Gozar com o pau dos outros é fácil! Eu quero ver é botar o teu legado.

Eu não quero que você vire pro lado de quem quer casar não, eu quero ver é o teu sucesso pra aplaudir tua iniciativa, só isso.

Assim como tenho certeza que mesmo tendo suas ressalvas, você aplaudiria minha iniciativa de matar no peito um relacionamento se eu fosse bem sucedido tambem.

E não levem a mal a minha segunda publicação.

Ela não se direcionou apenas ao criador do tópico, mas aos realistas em geral. Eu entendi o que o Oak quis dizer perfeitamente.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#15
(12-05-2018, 10:53 PM)Cavalheiro Negro Escreveu: Para os cristãos que seguem a bíblia sim, o casamento é necessário. Para eles a vida é duplamente mais difícil já que ou casam e se fodem ou pecam. 
Fico pensando como cristão assim lidam com a real, deve ser bem mais difícil para eles.

Porra, cara... é cruel, é realmente difícil porque o cristianismo acentua o que a real expõe.

Na verdade, no meu antigo relacionamento eu tentei sozinho segurar a onda disso, mas eu caguei tudo. Quando fui tentar me acertar na Igreja acabei sendo confrontado e aí acabou a moral que eu tinha porque eu acatei fazer tudo errado antes.

Gostaria até de enfiar o relato aqui: Eu queria casar, ela também. Nós dois desejávamos isso demais, ela filha de pastor, eu criado de berço em Igreja Presbiteriana.
Mas família toda desestruturada por parte dela, pessoas usuárias de drogas, casos de traição na família, bagunça generalizada no comando dos filhos, e uma série enorme de problemas, ela não era diferente. (não nos mesmos problemas, mas ela tinha os problemas dela.)
O erro foi justamente levar com a barriga, achando que eu ia ficar só marmitando no namoro e quando surgisse o momento certo, eu iria casar.

Por isso eu falo de firmeza, o cristão tem uma série de regras a seguir, tem uma série de coisas para construir, mas ele não é obrigado a aceitar cegamente como um boi indo pra um abatedouro onde você tem que aceitar qualquer humilhação ou condição vexatória. A partir do momento em que o erro for eminente, você já pode pular fora sem remorsos. Eu aceitei muita coisa por parte da família e até de comportamentos dela por aquela pressão natural de "agora vai", "agora tem que casar", "tem que dar certo", "vai casar quando?"... sendo que não é bem assim.
Acho que o único ramo do cristianismo onde o casamento é uma entidade sacrossanta é no puritanismo, porque em qualquer lugar que eu conheço um casamento que se é construído em cima de um erro já é automaticamente nulo. Não importa a forma que você tentou montar isso.

Eu conheço muita mina que já pagou de cristã virgem na minha frente pra passar de boa moça, mas que no fundo não passava de mais uma.
Na verdade tudo se trata de um desenvolvimento pessoal, um esforço assim como você faz para estudar, para trabalhar, para comer, para viver no geral, assim deve ser o esforço para manter um casamento.

E as pessoas hoje, muito menos os cristãos, querem fazer parte de um compromisso, na primeira oportunidade onde eles veem os outros se dando bem, comendo geral, cheios da grana, sendo picas pra caralho, eles largam o evangelho e a lei e abandonam tudo o que lhes é sagrado.

Você estranha porque o calendário da Igreja Católica é cheia de comemorações? Porque a Igreja Católica obriga você a confessar seus pecados? Porque as pessoas que realmente são praticantes vivem um verdadeiro processo de viver de Igreja o tempo todo?

Porque quando você vive realmente o esforço, seja pra ficar rico ou emocionalmente firme, seja pra santificação, você tem que passar pela prática.

Senão tudo é só teoria.  Porque enquanto a Bíblia tá aberta, teoria vem, fechou a Bíblia, a teoria é relativa, vai do seu coração, não existe verdade, o que importa "é o amor", "as obras não salvam".

E a mesma coisa é com a real, caro confrade.

Enquanto se vive só de teoria é aquela coisa de sempre, nós temos que manter a real em prática e em constante lembrança nas atitudes.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#16
Cada caso tem que ser analisado individualmente.
As vezes vale a pena se casar e as vezes não.

Tem gente na vida real que enche o saco de quem não é casado ou não tem namorada. Eu acho estranho esse tipo de cobrança social, cada um deve viver a vida que quiser e acabou.
Esse cobrança social as vezes até é usado contra nós por lixos humanos que já lançam logo "você é frustrado pega ninguém" em qualquer sinal de machismo, direitismo, ou opinião própria diferente deles. É o que eu chamo de "argumento do mangina". Até aqui no fórum as vezes esse tipo de as hominem é usado por gente que se duvidar tem uma vida pior do que a do sujeito que ele tenta rebaixar usando mulher como medidor de poder.
Eu acho que um dos maiores motivos da putaria feminina na juventude é a cobrança social. Todas as amigas e até parentes ficam enchendo o saco pra guria namorar e por ter poucas opções elas ficam com algum guri que ela não ama de verdade. O resultado disso é essa merda do sujeito ter que se casar com uma mulher não virgem por absoluta falta de opção, situação impensável há 200 anos atrás e ao longo de toda a história da civilização ocidental.
Vivemos na putaria, a sociedade incentiva a putaria, e quem discorda disso é um frustrado que só está reclamando porque não conseguiu se aproveitar dos benefícios da putaria, em outas palavras, é um pega ninguém.
Responda-o
#17
A sociedade é cheia de cagação de regra. Acredito que eles nem enchem tanto o saco de quem é solteiro, mas sim daquele que é solteiro e que nunca se casou; esse é visto como viado ou algo do tipo. O negócio é rir e sair cagando, não levar a sério.

Cada um é cada um, cada um que siga o seu caminho e foda-se. O problema é que aqueles que tem a mente fraca acabam seguindo a opinião da vó, da tia gorda, do amigão, do padre, do pastor , da bíblia, do professor de filosofia e etc. SEJA HOMEM e tome suas decisões. As coisas mudam, talvez o cara queira casar, mas talvez nunca case, ou se separe ou o contrário; o cara metido a solteirão, daqui uns anos case com momozim. O mundo dá voltas.

Eu nem penso nisso, jogo com as minhas cartas, no momento nenhuma mulher que alcance as minhas exigências. Tinha uma, ela namorou pouco, é professora, só que a mãe é vadia e m$ol e a novinha adora uma rave. Big Grin

Sigam o próprio caminho, uns gastando com putas, atividade física, lazer; outros sonhando em comprar um sedan, ter duas cadeirinhas para os filhos sentarem no banco de trás, uma casa com varanda gourmet, geladeira duas portas e uma mulher te esperando chegar do trabalho com aquele kibe de forno feito com carinho.

Não importa, o importante é seguir o seu caminha, se não der, o q que tem? Vai tentando melhorar, muita coletividade na quebra, um dia a gente vai estar arrebentando no mundão, é só se desenvolver morô? Não deixa ninguém roubar a sua brisa; marginal alado, namastê.
Responda-o
#18
(12-05-2018, 01:35 PM)TheOak Escreveu: Pergunta 2 - E VOCÊ aí com o seu EMPREGUINHO DE MERDA, que falta moedinhas no fim do mês, acha que é sua obrigação assumir uma rodada mediana, sustentá-la e aguentar o inferno dentro do próprio humilde lar???

Pergunta 3 - Você acha que se casar faz parte do sucesso???

Pergunta 4 - Pensa que assumir uma rampera é segredo para a felicidade???


Comentário 1 - Se você se desenvolver nunca faltarão mulheres, e toda essa sua carência afetiva desaparecerá rapidinho.

Comentário 2 - Você não precisa cair no conto do vigário de que casando-se terá sexo farto, companhia, romantismo, blá blá blá...

Comentário 3 - B*ceta é sempre b*ceta! É sempre a mesma coisa!
Comentário 4 - NÃO existe "metade da laranja", "alma gêmea", "tampa da sua panela"!

Comentário 5 - Você precisa se desenvolver, essa é a lei da natureza!

Respondendo a pergunta do título do tópico: Sim, como pretendo ter uns 5 filhos o casamento é necessário. E nesse contexto comento abaixo.

Respostas das perguntas 

Pergunta 2 - O básico do básico é fugir de encrenca, simples e fácil de resolver isso com uma boa filtrada no namoro, a finalidade do namoro é justamente essa, se não quer casar não namore... E comece a namorar de preferencialmente pobre e fudido dividindo todas as contas se não é para ter uma ajuda mutua no desenvolvimento termine o namoro e procure outra... mas não faça a besteira de justar as troxas para somar 2 salários mínimos para financiar um carro em 60x.

Pergunta 3 e Pergunta 4 - Se alguém acha isso ou mede a outra pessoa pela beleza da namorada saiba que não passa de um mangina.

Comentários dos comentários.

Comentário 1 - Quem começa a namorar por motivo de carência começou errado.
Comentário 2 e 4 - Quem acha isso é porque caiu no conto do vigário.
Comentário 3 - Sim por esse motivo não se case por buceta(bonita ou feia), afinal são todas iguais.
Comentário 5 - Principalmente se quiser constituir uma família.

Agora se o cabra se casa por pressão social tem mais é que se fuder mesmo e acabou.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#19
(13-05-2018, 07:29 PM)Aragons Escreveu: Cada caso tem que ser analisado individualmente.
As vezes vale a pena se casar e as vezes não.

Tem gente na vida real que enche o saco de quem não é casado ou não tem namorada. Eu acho estranho esse tipo de cobrança social, cada um deve viver a vida que quiser e acabou.
Esse cobrança social as vezes até é usado contra nós por lixos humanos que já lançam logo "você é frustrado pega ninguém" em qualquer sinal de machismo, direitismo, ou opinião própria diferente deles. É o que eu chamo de "argumento do mangina". Até aqui no fórum as vezes esse tipo de as hominem é usado por gente que se duvidar tem uma vida pior do que a do sujeito que ele tenta rebaixar usando mulher como medidor de poder.
Eu acho que um dos maiores motivos da putaria feminina na juventude é a cobrança social. Todas as amigas e até parentes ficam enchendo o saco pra guria namorar e por ter poucas opções elas ficam com algum guri que ela não ama de verdade. O resultado disso é essa merda do sujeito ter que se casar com uma mulher não virgem por absoluta falta de opção, situação impensável há 200 anos atrás e ao longo de toda a história da civilização ocidental.
Vivemos na putaria, a sociedade incentiva a putaria, e quem discorda disso é um frustrado que só está reclamando porque não conseguiu se aproveitar dos benefícios da putaria, em outas palavras, é um pega ninguém.

Concordo em gênero, número e grau.

A putaria virou cultural, uma característica do povo brasileiro. Se você é adolescente e não "aproveita a vida" você é o cara (como diziam na minha época) "careta".

Isso não vem de hoje também, não podemos culpar só essa geração, isso vem lá dos anos 60.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#20
Eu tenho a impressão de que, às vezes, o excesso de cautelas nos impede de viver.

Não, não é realmente necessário o casamento. Ele é uma mera formalidade, o simples aval do Estado a uma situação de fato, que é a convivência entre dois. A questão de fundo é a mais importante: é realmente necessário viver com alguém? Então chegaremos ao óbvio: não, não é, mas pode ser bom, pode ser conveniente, pode gerar aprendizado e oportunizar experiências.

A vida é difícil, às vezes ela é uma merda desgraçada. Mas, ela é feita de uma sucessão de fatos, muitos dos quais são importantes para a nossa evolução. É preciso, porém, se arriscar um pouco pra viver; do contrário, nos reduzimos a bonecos repetidores de conceitos, e não vivemos nada. Não estou dizendo pra saírem fazendo besteiras, apenas que a vida real é lá fora; ganhando, perdendo, confiando, sendo traído, se dando bem e se fodendo.

Nós não podemos colocar nossas existências dentro de uma porra de um tubo de ensaio, e querer que tudo saia corretamente, que as coisas sempre estejam sob nosso controle. Não existe controle, não dominamos nada, nem a vontade de cagar, que pode surgir a qualquer instante. Tudo nesse universo é mutável, e se transforma a todo momento. Agora, vc não é o mesmo que começou a ler estas linhas há pouco.

Então, o negócio é viver. Sim, tomar cautelas, sim, evitar problemas se possível for; mas sem essa de reduzir a vida a um objeto de análise estéril. Façam o que quiserem, se der certo, beleza; se der errado, paciência, aprendam e pensem melhor na próxima. É isto.

Não estou desmerecendo o tópico, nem criticando o Oak ou quem quer que seja. É só que, por muito tempo na minha vida, eu quis controlar todas as coisas, e acabei pagando um preço alto por isso.
"Primeiro vêm os sorrisos, depois as mentiras; por último, o tiroteio" - Roland de Gilead
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)