Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Paspalhos: avaliem suas parceiras já ou chorem amanhã
#1
Paspalhos: avaliem suas parceiras já ou chorem amanhã

[Image: avalie1.jpg]

Em tudo na vida você procura se planejar. Se vai comprar um carro, pensa e planeja como pagar as parcelas, analisa as taxas de juros pra ver se não estão abusivas.

Vai comprar uma casa? Analisa as propostas de financiamento e avalia a propriedade antes de fechar negócio, pra não se fuder se o casebre cair depois.

Se vai comprar uma lata de feijoada no boteco analisa a validade pra não perder dinheiro e pra não dar caganeira mais tarde. Se a lata estiver amassada, claro, vc pega outra intacta.

Conclusão: em tudo se planeja pra não se perder dinheiro, para proteger a saúde e patrimônio.

Mas aí aparece uma mulher, o paspalho se apaixona e acha normal até cruzar o Atlântico se necessário abandonando uma vida estável e próspera por uma aventura que pode levá-lo de empresário a mendigo, que em 6 meses pode torrar 6 anos de trabalho ou mais.

Aparece uma mulher e ele acha normal assinar um contrato de casamento com comunhão de bens sujeitando todo seu patrimônio à derrocada caso ela seja uma aproveitadora. Separação de bens? “Ah não, isso é sinal de desconfiança, é começar o casamento com o pé errado. Fora que a família dela pode não gostar”, dizem os apaixonadinhos.

Ou seja, na lata de feijão ele analisa a validade, procedência e se está intacta mas na mulher não. Não se interessa em saber se ela é de boa família, qual seu histórico de relacionamentos, se há garantias de que não seja uma baladeira enrustida que sai com qualquer um, se há histórico de traições etc. Se ele faz isso, é taxado de machista, preconceituoso e egoísta, como se nascer com uma vagina fosse naturalmente um atestado de boa índole e decência do qual homem nenhum pode questionar. NÃO É!

(Não que eu esteja comparando mulheres com latas de feijão, afinal, as latas de feijão não se importam de serem avaliadas).  

O que quero dizer é que qualquer relacionamento é um investimento, que gerará perdas e ganhos (geralmente mais perdas, mas essa diferença é preço que vc pagará pelo pouco sexo, ou acha que vai comer de graça?).

Se você for louco o bastante para se casar na atual condição do mundo, pelo menos avalie a mulher com quem planeja se ajuntar. Isso vale para namoros também, já que pode configurar união estável.

Um homem racional, desapaixonado, olhará a mulher como uma parte num contrato de relacionamento, onde se analisa as possibilidades de perdas e ganhos na parceria e se ela é adequada ou não para essa sociedade que beneficiará os dois. Casamento não é romantismo eterno. Casamento não é paixão infinita, união de almas ou outras merdas que a sociedade prega. Casamento é acordo de parceria. Dois juntos por ideais em comum. Jogue no lixo o resto, pois na primeira merda que der no casamento o romantismo vai por água abaixo. Seja racional e não um paspalho de merda.

Se um empresário vai convidar alguém para ser seu sócio numa parceria, ele analisa friamente o histórico financeiro da pessoa, se é alguém honesto, confiável, e mesmo assim toma providências para evitar o impacto de um possível (futuro) golpe. Certo?

Mas a sociedade feminista de merda condena homens que pensam assim ao firmarem um relacionamento com uma mulher. Condena homens que casam com separação de bens, que procuram proteger seu patrimônio caso futuramente sua mulher queira fuder com sua vida. Não se renda a isso. Proteja-se.

Um homem apaixonado, paspalhão, aceita qualquer uma e não se importa em doar tudo o que conquistou pra uma mulher que quando ele mais precisar dirá que está com dor de cabeça, até arrumar um Ricardão qualquer, pedir divórcio e rapar 80% de seus bens.

Não deixe isso acontecer com você paspalho. Tenha relações com mulheres, aproveite tudo que elas podem lhe proporcionar e retribua isso a contento, mas JAMAIS ABAIXE A GUARDA. Ela espera isso de você, que seja um líder, e não um fracote de merda incapaz de fazer valer suas preferências. Demonstre força na relação e jamais deixe de pensar no seu patrimônio, jamais ache que mulher é um ser legítimo, santo e infalível. Assim como nós, definitivamente não são.


Postado por Doutrinador em 12 de novembro de 2010.
Responda-o
#2
Ótimo texto! Entrar em um relacionamento sério nos dias atuais é um negócio arriscado. É necessário fazer uma análise racional de todas as circunstâncias que envolvem o relacionamento. Ser desconfiado mesmo. Todo o cuidado é pouco, pra evitar de quebrar a cara!
[...] brasileiros não são checadores e questionadores de realidade e tampouco ponderam, pois não tem valores, noções de moral e ética e muito menos  noções de lógica aplicada aos fatos. (Minerim)

Responda-o
#3
Princípios balizadores são viáveis- sem relacionamento sério com:

.Mãe solteira(qualquer tipo)

.Mulheres com 30 anos(probabilidade de rodagem)

.Mulheres sem pai ou criadas sem 

.Mulheres feministas

.Mulheres baladeiras

.Mulheres burras

.Mulheres com problemas de cabeça/que tomem tarja preta

.Mulheres de certas religiões africanas 

.Mulheres divorciadas.

.Mulheres que mantêm contato com ex ou com a família dele

.Mulheres com fachada de exceção( musas da direita)

Já é um começo.
Responda-o
#4
(13-07-2018, 12:32 PM)Viking Escreveu: Princípios balizadores são viáveis- sem relacionamento sério com:

.Mãe solteira(qualquer tipo)

.Mulheres com 30 anos(probabilidade de rodagem)

.Mulheres sem pai ou criadas sem 

.Mulheres feministas

.Mulheres baladeiras

.Mulheres burras

.Mulheres com problemas de cabeça/que tomem tarja preta

.Mulheres de certas religiões africanas 

.Mulheres divorciadas.

.Mulheres que mantêm contato com ex ou com a família dele

.Mulheres com fachada de exceção( musas da direita)

Já é um começo.

a minha momozi mantem contato com a familia do ex, ja frequentou psicologo e não parece nada normal
Responda-o
#5
Deve sempre estar avaliando a mulher que esta do seu lado.
Hoje pode ser decente ,daqui uns anos mudar completamente.
Não basta só avaliar só o hoje.

(13-07-2018, 12:32 PM)Viking Escreveu: Princípios balizadores são viáveis- sem relacionamento sério com:

.Mãe solteira(qualquer tipo)

.Mulheres com 30 anos(probabilidade de rodagem)

.Mulheres sem pai ou criadas sem 

.Mulheres feministas

.Mulheres baladeiras

.Mulheres burras

.Mulheres com problemas de cabeça/que tomem tarja preta

.Mulheres de certas religiões africanas 

.Mulheres divorciadas.

.Mulheres que mantêm contato com ex ou com a família dele

.Mulheres com fachada de exceção( musas da direita)

Já é um começo.

Probabilidade de rodagem qualquer mulher seja ela com 17 e 20 poucos vc já encontra rodadas.Pra mim vai além,ficar solteira por muitos anos é porque casamento/família nunca foi do interesse.
Responda-o
#6
O que mais tem é desavisado casando com comunhão de bens.
Responda-o
#7
Se o cara parar pra conhecer o passado do amorzinho dele, ele desiste. Com diz o ditado....passado de mulher é como cozinha de restaurante chinês. Se você para pra conhecer, você desiste.
"Homem Marmito"® is trademark of Marmito Man Corporation ™
Responda-o
#8
E se não for cauteloso, ao final de tudo a justiça só irá beneficiar a "coitada" da mulher - sexo frágil e atacada por machistas opressores. A maioria das mulheres sempre querem levar vantagem nessas situações, parece que aprendem com as "zamigas".
Responda-o
#9
Contrato no papel antes de qualquer passo rumo á igreja, e deixar isso bem informado.
Responda-o
#10
(13-07-2018, 12:32 PM)Viking Escreveu: Princípios balizadores são viáveis- sem relacionamento sério com:

.Mãe solteira(qualquer tipo)

.Mulheres com 30 anos(probabilidade de rodagem)

.Mulheres sem pai ou criadas sem 

.Mulheres feministas

.Mulheres baladeiras

.Mulheres burras

.Mulheres com problemas de cabeça/que tomem tarja preta

.Mulheres de certas religiões africanas 

.Mulheres divorciadas.

.Mulheres que mantêm contato com ex ou com a família dele

.Mulheres com fachada de exceção( musas da direita)

Já é um começo.

Sobra quase nada. Yaoming
"Primeiro vêm os sorrisos, depois as mentiras; por último, o tiroteio" - Roland de Gilead
Responda-o
#11
(13-07-2018, 06:56 PM)V-Power Escreveu: E se não for cauteloso, ao final de tudo a justiça só irá beneficiar a "coitada" da mulher - sexo frágil e atacada por machistas opressores. A maioria das mulheres sempre querem levar vantagem nessas situações, parece que aprendem com as "zamigas".

Não parece, não. É exatamente isso.

Mulheres são traíras até mesmo entre o círculo de amizades delas mas, na hora de fuder com a vida de algum homem, rapidinho elas aprendem a cooperar.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Paspalho: Reaja agora ou perca seu emprego amanhã Staff 5 1,374 13-12-2018, 08:52 PM
Última Postagem: Darien Gordon

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)