Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Análise da filosofia SITH
#1
Lightbulb 
Eu não acompanho a saga Guerra nas Estrelas mas esse texto tem alguns pontos que convergem com algumas ideias atuais do reduto.
Antes de tudo : Esteja além do bem e do mal. Extraia o bem que há no mal e tome para si. Retire o mal que há no bem e jogue-o fora. - Nessahan Alita

______________________

ANÁLISE DA FILOSOFIA SITH

Os Sith em Star Wars se entregam a Paixão para obter o poder máximo, mas dai podemos tirar grandes lições disso. Sei que os Sith são os "bad guys" em Star Wars, mas há quem diga que são os mocinhos, não entrarei em detalhes, mas o que quero colocar em foco aqui é a PAIXÃO, a base do poder dos Sith e o que pode levantar a vida de uma pessoa, mas no sentido que falarei...

Primeiro vamos à definição de Paixão:

Paixão: um termo aplicado a um sentimento muito forte em relação a uma pessoa, objeto ou tema. A paixão é uma emoção intensa convincente, um entusiasmo ou um desejo sobre qualquer coisa e faz a pessoa se movimentar para tal além do normalmente comum. O termo também é aplicado com freqüência para determinar um vívido interesse ou admiração por um ideal, causa ou atividade. Em suma, é um sentimento de excitação incomum ou de forte emoção.

Algumas frases sobre a Paixão:

Uma paixão forte por qualquer objeto assegurará o sucesso, porque o desejo pelo objetivo mostrará os meios. - William Hazlitt-

Nada existe de grandioso sem paixão. – Hegel-

As nossas paixões são verdadeiras fênix. Quando a mais antiga arde, renasce uma nova das cinzas da primeira. 
-Goethe-


Muito bem, vamos ao código para começar as explicações:

CÓDIGO SITH:

Paz é uma mentira, só existe paixão.
Através da paixão, ganho força.
Através da força, ganho poder.
Através do poder, ganho a vitória.
Através da vitória, minhas correntes se rompem.
A Força me libertará.
Vamos analisar passo a passo:


PAZ É UMA MENTIRA, SÓ EXISTE PAIXÃO.

Esta primeira linha do código Sith, para explicar a si mesma, poderia ser escrita da seguinte forma: A serenidade é impraticável, há as emoções.
Esta primeira premissa do Código Sith é uma negação aberta da Primeira e Terceira linha do Código Jedi. Basicamente os Sith acreditam que negar os sentimentos e emoções é uma ação ineficaz. Para muitos sith, os jedi faziam esforços imensos para controlar suas emoções e manter-se racionais... No entanto, para um sith isso era um esforço por demais concentrado em algo que limitava seu poder. Se um sith buscava um poder maior, a serenidade se mostrava um limitador, ao passo que a experiência das emoções e das paixões em sua plenitude era um caminho para a compreensão da verdadeira natureza da Força. Como as práticas sith dependiam da total aceitação das condições e implicações de ser um usuário da Força, as emoções e paixões tomavam um lugar de importância significativa. Se um sith é um ser superior e seu desenvolvimento contínuo, superior aos demais, deve exercer suas emoções, e estas não podem ser restringidas. O sith domina, portanto deve se preocupar em ascender, e não buscar a ascensão alheia. Isso pode ser interpretado por egoísmo, apesar de que há uma lógica particular e moral por trás desta postura. A paixão é um caminho para um maior poder, isso já vimos, e nos leva a segunda premissa.


ATRAVÉS DA PAIXÃO, GANHO FORÇA

As emoções e paixões exploradas ao máximo levam ao desenvolvimento de muitas habilidades e poderes da Força que garante ao sith sua superioridade. Se um jedi usava a Força para conhecimento e defesa, um sith jamais se privaria de atacar se pudesse. E a melhor demonstração de Força, é aquele em que o oponente se coloca na posição de defesa... Se observarmos a lógica e raciocínio sith, as paixões exploradas e expressas ao máximo, sem a contenção de qualquer espécie como acontece na Ordem Jedi, propicia ao sith ganhos maiores. Sua força se multiplica, triplica, quadruplica ao passo que a privação do jedi lhe impede de desenvolver-se ao máximo. Maior força lhe propicia a condição da iniciativa, ou seja, de atacar se houver a menor chance tática ou estratégica em uma batalha, o que lhe leva a surpresa e intimidação. Se levarmos em conta que na natureza, todas as criaturas, para garantir sua sobrevivência, devem demonstrar força e poder, com um sith não é diferente. A demonstração de força lhe confere então o Poder.

ATRAVÉS DA FORÇA, GANHO PODER

Esta é a conseqüência lógica! Diferente da força, que está mais ligada força física, mental e desenvolvimento de habilidades, o Poder é o resultado de ganho de força, quanto mais luta e luta mais forte fica e com mais força mais Poder um sith tem... Esta é a razão pela qual um sith luta constantemente e é sempre beligerante: quanto maior sua força, maior será seu poder. A força só pode ser demonstrada na luta, então jamais um sith poderia se acomodar com a paz, o que explica também o início da primeira premissa.
Em termos materiais, o ganho de poder é o ápice de todos os sith... Ele domina, controla, nunca é pego de surpresa, e nunca é tomado de assalto. Pelo contrário, o poder lhe ajuda a intimidar, assustar, surpreender e causar temor. Anos de estudo da Força e treino, deram aos sith, mesmo em anonimato, as condições para que pudessem, na pessoa de Darth Sidious, envolver toda a galáxia e sua trama de vingança contra a República e a Ordem Jedi. Os sith se mostraram preparados, mesmo em dois apenas, para dominar e controlar tudo o que sempre desejavam, concretizando-se isso no Império Galáctico. Aqui há uma distinção notável! Segundo as próprias palavras de Mestre Yoda, que afirma que o poder de um Jedi, flui da Força, ou seja, não é dele mesmo, mas é concedido, um sith adquiri poder para si mesmo, pelo uso da Força pela força. Se um jedi se considera alguém que é servo da Força, um sith olha a mesma como apenas um meio.


ATRAVÉS DO PODER, GANHO A VITÓRIA

Se há força, há poder. E se há poder, então a vitória estará garantida, pois sempre ele irá sobrepujar os seus oponentes e suas fraquezas... Com o poder, o resultado final seria a vitória perfeita, a maior prova de seu domínio e superioridade.

ATRAVÉS DA VITÓRIA, MINHAS CORRENTES SE ROMPEM

Este é o objetivo máximo do sith, em termos existenciais. Todas as vitórias conquistadas iniciam um novo processo, que se volta para o começa de tudo. Todas as correntes que prendem um sith são quebradas, sejam elas restrições, como na Ordem Jedi, sejam obrigações com a Força, sejam condições impostas naturalmente como ser vivo, limitações existenciais, etc. Livre para atingir todo o seu potencial, um sith se torna capaz de viver suas paixões e força de forma plena. Com Força e Poder, ele se constitui alguém superior e total, abaixo apenas da Força, de quem faz uso para seu próprio benefício, para a perfeição. Poder puro, perfeito, livre, sem restrições: é o que torna um sith em um Sith Completo.

A FORÇA ME LIBERTARÁ

A completude de seu treinamento, dedicação e esforço, no fim das contas é a busca pela liberdade total, da qual a Força seria a responsável. Um sith, que se via como alguém abençoado pela capacidade de se comunicar com a Força, de forma maior e melhor do que qualquer outro ser da galáxia, desprovido de sensibilidade, tinha a missão pessoal de se libertar de suas condições e limitações, enquanto ser, e de suas restrições e imposições de outro - coisas que lhe viessem a tornar fraco... Um sith, em sua essência, é um ser que busca apenas seus interesses, mas que sendo eles alcançados, e alcança seus objetivos através da quebra de suas correntes que lhe prendem, e as quebra pela vitoria total, vitoria essa que só pode ser obtida com o poder em suas mãos, e o poder vem de sua força ao lutar, luta, lutar e lutar até a exaustão, treinos intensos, sofrimentos indescritíveis que ele aceita de bom grado, pois isso veio da PAIXÃO.

A Paixão é algo que você tem que desenvolver todos os dias... A paixão para atingir algo se resume em: querer algo e usar todos os meios, tempo, treinos, pensar em meios de obter, arriscar, sofrer por isso com alegria e vontade, mas tudo isso com um DESEJO DE FOGO!!!!!
Devemos aprender a ter PAIXÃO pela vida para atingir nossos objetivos, e ir até eles sofrendo horrores e sofrimentos monstruosos e treinamentos opressivos, com isso nosso estado mental muda e quando ele muda, tudo muda.

- Texto original, The Dalian -
http://ask.fm/VirideMR

A vida é insignificante se não está inspirada por uma vontade indomável de superar os limites. - José Ortega y Gasset
Responda-o
#2
Siths são bem existencialistas em questão filosófica.

Pra quem gosta de filosofia e de Star Wars:

https://www.youtube.com/watch?v=-Z0S0Z8lUTg&t=52s
Responda-o
#3
Ótimo artigo
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)