Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Deixar de ser concursado e tentar empreender
#1
Boa tarde confrades!
Acompanho esse e outros forums que me ajudaram muito no desenvolvimento pessoal a anos. Não sou muito de postar assuntos até porque praticamente tudo aqui já foi discutido da melhor forma que podemos encontrar na internet e em português, quem procura conteúdo voltado ao desenvolvimento mesmo sabe que quase tudo está em inglês mas enfim, segue meu relato:

Como muitos aqui meu foco era passar em um concurso publico e amarrar o burro. Com 24 anos consegui, salário de 3k (interior), estabilidade, vale refeição e todos os benefícios desnecessários. Isso já faz 3 anos, e nesse tempo comecei um e-commerce, que a principio era uma segunda fonte de renda, bem pouca por sinal, mas nesse ano estudando o assunto, aplicando o lucro em marketing e pequenas coisas que fizeram a diferença no mercado o negócio cresceu muito, hoje estou movimentando entre 15 e 20k todo mês e tudo isso em meu CPF, apesar de estar tudo contabilizado em meu imposto de renda tenho ciência que uma hora o leão vai me pegar, ai que fica uma bosta, está na hora de criar uma empresa de verdade, emitir nota de tudo, pagar ICMS abusivo, quero seguir a lei certinho e crescer cada vez mais, porém a lei federal diz isso:

De acordo com a Lei nº 8.112/90, o servidor público federal é proibido de participar de gerência ou administração de qualquer tipo de empresa, exceto na qualidade de sócio, seja por cotas de sociedade limitada ou como proprietário de ações.

Meu caso sou servidor municipal mas a lei orgânica do município não diz nada em relação a isso, acredito então valer a federal. 
To travado nisso, deixar de ter uma fonte de renda garantida e correr atras de empreender ou continuar na informalidade até onde der.

Alguém tem conhecimento nesse assunto ou passou por algo parecido?
Agradeço a atenção e o tempo dispostos a me ajudar.
Responda-o
#2
Se não existe lei para isso então você não está fazendo nada de errado.
Regularize seu negócio.
Movimentar 20K é bom mas tem que ver a margem de lucro disso após os impostos. Se for consistentemente maior que seu salário observando uma amostragem de mais de 1 ano, eu largaria sem pensar duas vezes. E tem que ser bem maior para compensar a renda variável que causa instabilidade psicológica.
Mas o coração que manda e você tem que pesar a sua satisfação profissional.
Um E-commerce com potencial não pode ser abandonado. Além do futuro ser digital, é sua chance de ficar muito mais rico que a média. Concursando é praticamente impossível.
Faça uma reserva, veja a natureza dos seus produtos e se eles contém matérias importadas, e então faça também uma reserva em dólar.
Após isso taca-lhe pau!
Boa sorte.
Responda-o
#3
Já passou do estágio, certo ? Peça licença para cuidar de assuntos particulares e veja o que acontece.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#4
Use laranjas, em interior é muito facil conseguir.

Oq vc vende?
Responda-o
#5
(17-06-2019, 04:57 PM)Negan Escreveu: Se não existe lei para isso então você não está fazendo nada de errado.
Regularize seu negócio.
Movimentar 20K é bom mas tem que ver a margem de lucro disso após os impostos. Se for consistentemente maior que seu salário observando uma amostragem de mais de 1 ano, eu largaria sem pensar duas vezes. E tem que ser bem maior para compensar a renda variável que causa instabilidade psicológica.
Mas o coração que manda e você tem que pesar a sua satisfação profissional.
Um E-commerce com potencial não pode ser abandonado. Além do futuro ser digital, é sua chance de ficar muito mais rico que a média. Concursando é praticamente impossível.
Faça uma reserva, veja a natureza dos seus produtos e se eles contém matérias importadas, e então faça também uma reserva em dólar.
Após isso taca-lhe pau!
Boa sorte.

O lucro está próximo dos 20% dá pra tirar entre 3 e 4k ao mês, sempre reinvestindo esse lucro. É como vc disse, a instabilidade psicológica da renda variável. 

Conversei com dois advogados ontem, um me disse que desde que não exista negócios com a administração publica não há problemas. O outro não quis me ajudar muito e me aconselhou a conversar com um contador.

(17-06-2019, 06:29 PM)Bean Escreveu: Já passou do estágio, certo ? Peça licença para cuidar de assuntos particulares e veja o que acontece.

Não estou em meu cargo de origem, então não está contando o probatório.
Responda-o
#6
(17-06-2019, 06:49 PM)PopoRoxo Escreveu: Use laranjas, em interior é muito facil conseguir.

Oq vc vende?

Pensei nisso, mas acho arriscado colocar meu projeto de negócio que está formado no nome de alguém que poderia se apropriar da ideia.




Aparentemente tenho dois caminhos a seguir, criar uma ME que pode faturar além dos 81k permitidos pela MEI e ter um sócio administrador, sócio esse que não tenho ideia de quem seria. Outra opção seria criar uma MEI mesmo e sonegar uma parte, mantendo a movimentação dentro dos 81k.

Alguém tem experiencia na criação de uma ME? Pelo que andei pesquisando parece ser mais complexo do que a simples MEI.
Responda-o
#7
Ninguém precisa saber que você vai montar um negócio. Não vejo nenhum problema nisso, sendo funcionário público.
"Homem Marmito"® is trademark of Marmito Man Corporation ™
Responda-o
#8
Volte para o seu cargo de origem, adquira a estabilidade e peça licença. Simples.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#9
(18-06-2019, 03:23 PM)Sagitario Escreveu: Ninguém precisa saber que você vai montar um negócio. Não vejo nenhum problema nisso, sendo funcionário público.

Meu CPF vai estar atrelado ao CNPJ, acredito que a receita não tenha problemas em cruzar isso e descobrir que sou servidor pub.

(18-06-2019, 03:39 PM)Bean Escreveu: Volte para o seu cargo de origem, adquira a estabilidade e peça licença. Simples.

Ai vai dois anos ganhando 1000 reais, e se for pra pedir licença é mais fácil pedir exoneração. Te agradeço pelo feedback, mas pedir licença não é uma opção.
Responda-o
#10
Não subestime a estabilidade de seu concurso tampouco superestime seu negócio digital.
Embota seus ganhos estejam altos, isto não significa que será sempre assim. E-commerce é volátil.
Se fosse você manteria em paralelo as duas rendas e contrataria uma pessoa de confiança para lhe ajudar. Só sairia do concurso se as vendas se mantivessem estável ao menos três anos.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#11
A prioridade tem que ser o cargo público... se um dia tiver que optar por 1 dos 2.

É o cúmulo da burrice sair de um cargo público pra 'empreender'...
Responda-o
#12
@Saco Roxo 

Você não tem pai ou mãe que poderia usar o nome para se formalizar?
Responda-o
#13
Se não tem um familiar de confiança?Pai, irmão sei lá?Acho que sendo sócio majoritário tu tem como estar na legalidade,o que não pode acontecer é o governo ter como provar que você esta exercendo gerencia da empresa.

Achei um vídeo que pode esclarecer melhor que um leigo da lei:
https://www.youtube.com/watch?time_conti...cWjsX4hRCk
A Real salva vidas!
“Train yourself to let go of everything you fear to lose.” (Yoda)
Responda-o
#14
Oras é 3k ou 1k ? Me diga como você vê estabilidade em um cargo que ganha 1k ? Diga-se de passagem que nem o estágio você completou e ano que vem é ano de eleição...

Não quer largar o osso e quer continuar no negócio. Parece que a vontade de empreender não é tão grande assim.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#15
Não é mais fácil o esperto procurar um contador e um advogado para decidir qual a melhor solução para o problema ? Como o cara quer empreender se ele nem se deu o trabalho de definir qual vai ser a forma da empresa dele e a configuração societária ? É muito amadorismo isso, para completar o esperto ainda busca uma solução questionável, não é mais fácil se informar e buscar uma solução mais planejada ?

Spoiler Revelar
Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento. Machado de Assis.

Lágrimas não são argumentos. Machado de Assis.

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho. Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas! Machado de Assis.

Não se ama duas vezes a mesma mulher. Machado de Assis.

Amor repelido é amor multiplicado. Machado de Assis.
Responda-o
#16
(18-06-2019, 11:12 PM)Ares Escreveu: Não é mais fácil o esperto procurar um contador e um advogado para decidir qual a melhor solução para o problema ? Como o cara quer empreender se ele nem se deu o trabalho de definir qual vai ser a forma da empresa dele e a configuração societária ? É muito amadorismo isso, para completar o esperto ainda busca uma solução questionável, não é mais fácil se informar e buscar uma solução mais planejada ?

Vai virar estatística.

Brasileiro médio tem aversão a planejamento, é impressionante.
Um homem com escolhas é um homem livre.
MEU BLOG - POST NOVO - Mudança de Nome
Responda-o
#17
(18-06-2019, 04:52 PM)Bilidequedi Escreveu: Não subestime a estabilidade de seu concurso tampouco superestime seu negócio digital.
Embota seus ganhos estejam altos, isto não significa que será sempre assim. E-commerce é volátil.
Se fosse você manteria em paralelo as duas rendas e contrataria uma pessoa de confiança para lhe ajudar. Só sairia do concurso se as vendas se mantivessem estável ao menos três anos.

Essa estabilidade por anos não tinha pensado ainda, obrigado.

(18-06-2019, 04:57 PM)Hombre de hielo Escreveu: A prioridade tem que ser o cargo público... se um dia tiver que optar por 1 dos 2.

É o cúmulo da burrice sair de um cargo público pra 'empreender'...

Isso, o certo é vender o pouco tempo útil de vida que temos ao invés de empreender, muito bom.

(18-06-2019, 08:57 PM)Mr. Rover Escreveu: @Saco Roxo 

Você não tem pai ou mãe que poderia usar o nome para se formalizar?

Pai não, minha mãe já é bem de idade, sinceramente não gostaria de envolver ela nisso, mas é com certeza a pessoa mais confiável, obrigado.

(18-06-2019, 09:50 PM)Samurai Jack Escreveu: Se não tem um familiar de confiança?Pai, irmão sei lá?Acho que sendo sócio majoritário tu tem como estar na legalidade,o que não pode acontecer é o governo ter como provar que você esta exercendo gerencia da empresa.

Achei um vídeo que pode esclarecer melhor que um leigo da lei:
https://www.youtube.com/watch?time_conti...cWjsX4hRCk

Obrigado pelo vídeo! Todo conteúdo está me ajudando muito.

(18-06-2019, 09:53 PM)Bean Escreveu: Oras é 3k ou 1k ? Me diga como você vê estabilidade em um cargo que ganha 1k ? Diga-se de passagem que nem o estágio você completou e ano que vem é ano de eleição...

Não quer largar o osso e quer continuar no negócio. Parece que a vontade de empreender não é tão grande assim.

1k é o cargo de origem, 1 é aonde estou hoje. Por isso não convém pedir afastamento. Sua resposta não ajudou em nada
Responda-o
#18
(18-06-2019, 11:12 PM)Ares Escreveu: Não é mais fácil o esperto procurar um contador e um advogado para decidir qual a melhor solução para o problema ? Como o cara quer empreender se ele nem se deu o trabalho de definir qual vai ser a forma da empresa dele e a configuração societária ? É muito amadorismo isso, para completar o esperto ainda busca uma solução questionável, não é mais fácil se informar e buscar uma solução mais planejada ?


To aqui exatamente procurando ajuda pra definir isso, se eu queimasse meu dinheiro em advogados e contadores na primeira duvida com certeza não estaria aonde estou hoje, mais um que nada ajudou.

Galera agradeço a quem me deu uma ajuda, por menor que seja. Seguirei meu plano de independência financeira de uma forma ou outra, esse é apenas um dos caminhos, não é o único. Percebi que daqui pra frente vai ser só conversa paralela, não encontrei uma maneira de excluir o tópico, se algum adm puder me ajudar com isso agradeço, mas se ficar aqui registrado que possa ajudar alguém no futuro com a mesma duvida, abraços!
Responda-o
#19
@Gorlami : Brasileiro é reativo, age como corno, sempre é o ultimo a saber e sabe no limite do prazo, sempre ansioso, afobado e desesperado, lidar com pessoas assim é irritante, mas não tem jeito, é se adaptar, quem faz o contrário, chega cedo, cumpre horário, olha com atenção as entrelinhas, checa os horários as datas e etc, é tachado de certinho, otário e mané, depois os manés ficam rindo e os espertões choram, e dizem que não sabiam o que estava acontecendo.

@Saco Roxo: Cara isso é coisa para se resolver em um escritório de contabilidade, o contador é o profissional que tem o conhecimento para te orientar e definir qual é o modelo societário certo para seu caso, existe a possibilidade de funcionário público ter empresa, mas o tipo vai depender do vinculo empregatício que tem com o ente para quem você esta trabalhando, se for celetista não tem nenhuma amarra ou impedimento, se for estatutário terá de definir melhor o regime, mas isso para um contador e um advogado civilista é rotina, eles vivem uma vida orientando e fazendo esse tipo de coisa, aproveite e leia mais sobre o assunto, parece que você esta completamente cru para um aspirante a empreendedor, esta em um nível de amadorismo assustador.

Spoiler Revelar
Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento. Machado de Assis.

Lágrimas não são argumentos. Machado de Assis.

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho. Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas! Machado de Assis.

Não se ama duas vezes a mesma mulher. Machado de Assis.

Amor repelido é amor multiplicado. Machado de Assis.
Responda-o
#20
@Saco Roxo, lí sua postagem com calma; entendí seu caso e lhe digo que posso lhe orientar sobre esse trâmite, pois sou profissional da área.

Peço-lhe a permissão para discutirmos esse assunto por MP, tudo bem?

Um Forte Abraço!
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 3 Visitante(s)