Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Que livros estão lendo?
(12-02-2023, 09:01 PM)Ale Escreveu: Comecei a ler "Odisseia" do Homero. Que livro, meus amigos! Estou no canto 5 e já me deparei com tantas coisas profundas e simples, coisas comuns a todos os homens. É um livro deveras maravilhoso, com inúmeros exemplos de virtude. Recomendo pra todos os homens.

Está lendo por qual tradução?
Responda-o
Depois de mais um bom tempo ausente do fórum, estamos aí novamente...

Assistido ambos os filmes relacionados a biografia de Henri Charrière, acabei comprando o livro e estou na saga, afinal, são 728 páginas... haja tempo para ler.

Spoiler Revelar
[Image: B0112-JUU02-01-SCLZZZZZZZ-SX500.jpg]

"A história real que deu origem ao filme estrelado por Charlie Hunnam e Rami Malek. Henri Charrière, apelidado de Papillon por ter uma borboleta tatuada no peito, é condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu. Da França, é mandado a uma colônia penal na Guiana Francesa. Lá, um único pensamento passa por sua cabeça: fugir. Apenas quarenta e dois dias após chegar à colônia, ele faz sua primeira tentativa, atravessando mais de mil e quinhentos quilômetros de mar aberto num bote. Recapturado, é mandado para solitária e, por fim, para a Ilha do Diabo, de onde ninguém jamais escapou... até ele fazer sua tentativa final. Um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, Papillon conta a história de um homem que não se deixou vencer."


Nota pessoal: Mesmo sendo um livro bastante extenso, a leitura é rápida e fluída. Recomendo a leitura antes de assistir ambos os filmes (1973 / 2017).
"Fiat justitia, et pereat mundus..."
Responda-o
Comecei a ler hoje a Biografia de Alexander Hamilton, escrita pelo Ron Chernow, pai fundador e primeiro secretário do tesouro dos Estados Unidos. Ao mesmo tempo comecei também a autobiografia de Santa Teresa do Menino Jesus, a famosa "História de uma Alma".
"Courage is being scared to death, but saddling up anyway" (John Wayne)
Responda-o
(13-02-2023, 11:07 AM)João de Barro Escreveu:
(12-02-2023, 09:01 PM)Ale Escreveu: Comecei a ler "Odisseia" do Homero. Que livro, meus amigos! Estou no canto 5 e já me deparei com tantas coisas profundas e simples, coisas comuns a todos os homens. É um livro deveras maravilhoso, com inúmeros exemplos de virtude. Recomendo pra todos os homens.

Está lendo por qual tradução?

Então, amigo, estou lendo a tradução do Frederico Lourenço, da editora Penguin Companhia. É uma tradução voltada para o leitor médio que nao pretende se aprofundar em aspectos filológicos. Li a "Ilíada" do mesmo tradutor, e também gostei bastante...
"Portanto, se há  na alma um caráter nobre e no corpo algo equiparável a beleza, estando com a alma harmonizando (de modo que ambos participam do mesmo modelo), não seria essa a mais bela visão a ser experimentada por todos aqueles capazes de ver?"
Responda-o
(14-02-2023, 10:37 PM)Ale Escreveu:
(13-02-2023, 11:07 AM)João de Barro Escreveu: Está lendo por qual tradução?

Então, amigo, estou lendo a tradução do Frederico Lourenço, da editora Penguin Companhia. É uma tradução voltada para o leitor médio que nao pretende se aprofundar em aspectos filológicos. Li a "Ilíada" do mesmo tradutor, e também gostei bastante...

Comprei a Ilíada de uma tradução que era muito complexa e arcaica de se ler e desisti. Era do Clóvis de Barros. Vou comprar essa do Frederico agora.
Responda-o
Terminei de ler esses abaixo:

[Image: image221312.jpg]

Patriarcas e Profetas da Ellen White. Eu já havia lido uma vez e como gostei bastante reli ele. Esse foi o maior que li esse ano, 750 páginas. E apesar do tamanho, pra mim é um dos melhores livros que já li. A obra apresenta uma narrativa bíblica que conta a história dos patriarcas e profetas da Bíblia, desde a criação do mundo até o reinado de Davi. O livro também é excelente para quem se interessa pela história e cultura judaico-cristã. A narrativa oferece uma visão única sobre a vida dos personagens bíblicos, apresentando suas virtudes, defeitos e lições aprendidas.

Uma das grandes qualidades do livro é a forma como ele apresenta uma leitura histórica e cultural, mostrando a evolução da humanidade e da sociedade ao longo do tempo. Além disso, o livro ajuda a entender a importância da tradição e dos valores cristãos para a formação da cultura ocidental. Outro ponto positivo é que o livro não se limita a uma abordagem puramente religiosa, mas também aborda temas sociais, políticos e culturais de seu tempo. É uma obra relevante para entender não só a história do cristianismo, mas também a história do mundo. Bem como uma excelente fonte de reflexão sobre a natureza humana.

[Image: image.jpg]

A Lei de Frederic Bastiat. Mesmo caso acima. Releitura porque gostei muito na primeira vez. A discussão desse livro aqui no clube de leitura realista ocorreu neste link AQUI!

[Image: image111112.jpg]

O homem mais rico da Babilônia de George S. Clason. O livro tem conceitos simples sobre princípios financeiros mas se colocados em prática fazem a diferença. Livro focado ao tema sem ficar de divagações. 

O livro é estruturado em uma série de parábolas que se passam na antiga cidade de Babilônia. Os principais princípios apresentados no livro incluem: gastar menos do que se ganha, investir em si mesmo, ter um orçamento, pagar dívidas antes de investir, escolher boas oportunidades de investimento, diversificar investimentos, adquirir conhecimento financeiro e assumir riscos calculados.

Contextualizando para a nossa realidade moderna as aplicações do livro seriam saber que é importante aprender a viver dentro de suas possibilidades e evitar gastos desnecessários. De que é fundamental investir em si mesmo por meio da educação e do desenvolvimento pessoal para aumentar suas habilidades e oportunidades de carreira. Também de que seria importante criar um orçamento para ter controle sobre as finanças pessoais e evitar o endividamento excessivo. Caso já haja dívidas, seria necessário priorizar o pagamento delas antes de pensar em investir. Ao investir, seria fundamental escolher boas oportunidades e diversificar os investimentos para minimizar riscos. 

[Image: image2212.jpg]

Fora de série (Outliers) de Malcolm Gladwell. Ele defende no livro que ninguém surge do nada. Existem vantagens ocultas. O lugar e a época que crescem faz diferença. Apresenta conceitos bem interessantes como o das 10 mil horas, o efeito Mateus entre outros. Todo o livro trabalha para provar o que foi sabiamente resumido no versículo de Salomão de Eclesiastes 9:11: "Vi ainda debaixo do sol que não é dos ligeiros o prêmio, nem dos valentes, a vitória, nem tampouco dos sábios, o pão, nem ainda dos prudentes, a riqueza, nem dos inteligentes, o favor; porém tudo depende do tempo e do acaso."

[Image: image3212.jpg]

A Lei Dominical Nacional de Alonzo T. Jones. Achei o livro sensacional com excelentes argumentos para a defesa da liberdade de consciência. É a transcrição de um debate no senado americano que ocorreu em 1888.

O livro apresenta uma análise sobre a questão da lei dominical nacional, que seria uma legislação que impõe o descanso obrigatório no domingo, em vez do sábado, como dia de descanso semanal. Jones argumenta que essa legislação violaria a liberdade religiosa e individual, e discute muito bem as implicações políticas e sociais dessa questão.

As principais lições do livro são a defesa da liberdade religiosa e individual, a importância da separação entre igreja e estado e a necessidade de vigilância e participação ativa da sociedade na defesa dos direitos civis e políticos. Esses temas são relevantes para todos os indivíduos, independentemente de sua afiliação religiosa. O livro também traz uma reflexão sobre a importância da consciência individual e da responsabilidade pessoal na escolha das crenças e valores que norteiam a vida de cada pessoa. Jones argumenta que a verdadeira religião não pode ser imposta ou coagida, mas deve ser uma escolha livre e consciente de cada indivíduo.

E um ponto que eu gostei bastante é quando ele levanta a questão do que fazer caso a lei de Deus e a lei do estado entre em conflito direto refutando os principais argumentos sobre o assunto incluindo o famoso trecho bíblico de Romanos 13:1-2 que já foi muito usado por algumas ditaduras religiosas para submeter os cristãos. Segundo Jones, a lei de Deus é superior à lei do estado, e a obediência a Deus deve sempre prevalecer sobre a obediência às leis humanas, quando elas estão em conflito. No entanto, ele também argumenta que os cristãos devem obedecer às leis do estado quando elas não estão em conflito com a lei de Deus. Ele enfatiza que a submissão ao governo é um princípio bíblico, mas que ela não deve ser levada ao extremo de submeter a consciência e a fé a leis humanas injustas ou contrárias à lei de Deus. 

[Image: image1322.jpg]

O Código dos Homens de Jack Donovan. Li em português e a tradução ficou muito a desejar o que estragou a experiência com o livro. E o livro acaba perdendo o foco em algumas divagações, é repetitivo, apresentando as mesmas ideias várias vezes em capítulos diferentes. Além disso, o livro não segue uma estrutura lógica clara e coesa. As ideias parecem estar agrupadas aleatoriamente, sem uma sequência clara de desenvolvimento. Eu também achei as ideias superficiais e que não oferecem uma análise aprofundada sobre a masculinidade. Então, esse foi o que eu menos gostei da lista. O melhor conceito do livro, que salvou ele, é o dos bonobos, que virou tópico no fórum AQUI!

[Image: image11213.jpg]

Responsabilidade Extrema de Jocko Willink. Achei esse livro excelente. As lições de guerra que ele ensina em cada capítulo através de um fato real que ocorreu com ele na guerra do Iraque e depois explicando como aplicar no meio empresarial são excelentes. 

Ele enfatiza que assumir a responsabilidade por tudo o que acontece em nossa vida é fundamental para alcançar o sucesso. Não importa o quão desafiadoras sejam as circunstâncias, devemos assumir a responsabilidade por nossas escolhas e ações. E outro ponto que ele fala é sobre adotar a mentalidade "good". Em vez de se concentrar nos problemas e nas dificuldades, ele defende que devemos adotar uma mentalidade positiva e focar nas soluções. Ele enfatiza que devemos sempre procurar o lado bom de cada situação e encontrar maneiras de superar os desafios.

Esse relato dele do video é uma das histórias do livro:



The Game of Life de James White. É uma analogia, o jogo da vida mostra um jogo que Satanás está jogando contra os homens para ganhar suas almas. Um livro curto mas interessante que faz refletir. Só tem em inglês. Link AQUI.

A Queda que as mulheres têm para os tolos de Machado de Assis. Livro bem curto, mas que reforça alguns conceitos realistas. Link dele no fórum AQUI!
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
Terminei de ler Curso de Linguística Geral, de Ferdnand de Saussure.

Foi uma recomendação de um guru da minha área profissional.

O que é a linguística: Ciência que estuda a linguagem humana.

Utilidade do livro para mim: Em teoria, conhecer os fundamentos e processos da linguagem possibilitaria aperfeiçoar o uso escorreito da nossa língua conforme as necessidades da minha área profissional. Porém, o livro é uma espécie de teoria geral da linguagem e o que é ensinado nele fica muito distante do que é preciso saber para melhorar a escrita, interpretação, oratória etc. Então, na prática, adquiri conhecimentos supérfluos.

A não ser para quem é da área de Letras, não recomendo.
Responda-o
Esse ano eu li: A vida intelectual - Sertillanges
Memorias póstumas de Brás cubas - machado de assis
Crime e castigo - dostoievsk
O médico e o monstro - stevenson
A metamorfose - Kafka
Meditações - marco Aurélio
Misery - Stephen king
Cartas de um diabo a seu aprendiz - CS lewis

No momento estou lendo os irmãos Karamazov - Dostoievsk, estou na página 642.

Estou lendo a Bíblia novo testamento e estou no livro de João.

Sei que não é só para falar o que leu ou estar lendo, e sim falar um pouco sobre o livro, mas como não lembrei e sou preguiçoso também, fica para a posteridade.
Responda-o
Caros confrades, voltemo-nos a esse tópico mais uma vez! 

Trago aqui mais uma sugestão que julgo ser bastante pertinente a todos que objetivam evolução na direção de serem "homens inteiros". Para tal, faz-se necessário saber se expressar, e dito mais precisamente, saber escrever de forma clara e objetiva mas sem aparentar ser um sujeito de intelecto restrito a jargões do senso comum... e para ajudar nesse processo o seguinte livro me foi fundamental: 

[Image: 41QOThITj1S.jpg]

Schop dispensa apresentações, é um dos filósofos mais importantes do ocidente e inclusive dentro dos ambientes masculinistas está frequentemente sendo citado devido a sua habilidade de falar verdades de forma direta e sem rodeios. Sabendo disso, a primeira característica que salta aos olhos neste livro são as pedradas lançadas sem dó nem piedade a cada novo aforismo. Ele faz importantes considerações sobre os ditos "intelectuais" e sua forma porca de escrever, sobre a tendência ainda moderna de "adquirir conhecimento" e na incapacidade que a grande maioria tem em expor as suas ideias, e o fato inegável de que praticamente nenhum autor é original. Ele argumenta que essas tendências são consequência, entre outras coisas, de leituras excessivas, falta de inteligencia mesmo - e esses são os que mais vão dar voltas desnecessárias e irão usar palavras e termos aparentemente complexos para falar o simples - incapacidade de encontrar palavras adequadas aos próprios pensamentos, entre outras coisas. 

Quanto a mim, como vocês bem sabem, eu tenho uma certa paixão pela escrita e literatura - pois tinha o blog e possuo dezenas de tópicos aqui - e uma das minhas principais aspirações é melhorar a forma como me expresso e desenvolver um estilo literário que seja leve, objetivo, talvez meio poético, mas que seja original. Dito isso, posso afirmar seguramente que esse livro é espetacular. Além do mais, como se trata de um filósofo, indiretamente somos levados e refletir sobre questões de cunho espiritual e existencial. 

Mas você aí que não deseja ser um "escritor" ou semelhantes ... provavelmente você trabalhe em um emprego onde seja necessário escrever relatórios, oficios, laudos, ocorrências e seja lá o que mais. Ou talvez você seja um universitário que mal consegue escrever uma redação com 3 parágrafos sem ficar repetindo compulsoriamente as mesmas palavras estúpidas. Muito bem, esse livro vai te servir também, pois ajuda a nos fazer pensar de uma forma menos turva e de uma maneira que seja mais condizente com o nosso próprio intelecto, auxiliando principalmente no perceber palavras desnecessárias e redundantes que temos o costume de usar em textos formais. Também nos oferece insigts sobre o uso mais adequado da pontuação para o desenvolvimento de um estilo original e sem afetações. 

Para instigar vocês, vou citar uns trechos do que vocês irão encontrar nessa obra: 


Citação:"Uma grande quantidade de conhecimento, quando não foi elaborada por um pensamento próprio, tem muito menos valor do que uma quantidade bem mais limitada, que, no entanto, foi devidamente assimilada... só é possível pensar com profundidade sobre o que se sabe, por isso se deve aprender algo; mas também só se sabe aquilo sobre o que se pensou com profundidade".


Citação:"deste modo, o excesso de leitura tira do espírito toda a elasticidade, da mesma maneira que uma pressão contínua tira a elasticidade de uma mola. O meio mais seguro para não possuir nenhum pensamento próprio é pegar um livro nas mãos a cada minuto livre". 


Citação:"A pobreza de espírito gosta de usar tal roupagem, da mesma maneira que, na vida, a burrice se disfarça com a solenidade e a formalidade (alô nossa pesquisadora aí kkk) ... Quem escreve de modo afetado é como alguém que se enfeita para não ser confundido e misturado com o povo; um perigo que o gentleman não corre, mesmo usando o pior traje. Assim como se reconhece o plebeu por uma certa pompa no modo de se vestir e pelo jeito embonecado, a mente trivial é reconhecida pelo seu estilo afetado".
 

Citação:"Em todo caso, é um esforço vão querer escrever exatamente como se fala.Em vez disso, todos os estilos de escrita devem conservar um certo vestígio do parentesco com o estilo lapidar que é seu precursor. Querer escrever como se fala é tão condenável quanto o contrário". 


Citação:"Usar muitas palavras para comunicar poucos pensamentos é sempre um sinal inconfundível de mediocridade; em contrapartida, o sinal de uma cabeça eminente é resumir muitos pensamentos em poucas palavras. A verdade fica mais bonita nua, e a impressão que ela causa é mais profunda quanto mais simples for a sua expressão... em contrapartida, nunca se deve sacrificar à concisão a clareza, muito menos a gramática. 

E por fim


Citação:"Quem escreve de maneira displicente confessa com isso, antes de tudo, que ele mesmo não atribui grande valor a seus pensamentos. Pois apenas a partir da convicção da verdade e importância de nossos pensamentos surge o entusiasmo que é exigido para buscar sempre, com incansável perseverança, a expressão mais clara, mais bela e mais vigorosa". 
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
Ótimos livros sendo citados acima.

Eu estou relendo vários livros que tenho em papel, e tentando progredir no Último dos Moicanos de Fenimore Cooper, mas é muito maçante.

Comprei hoje:
"O Ego é Seu Inimigo: Como Dominar Seu Pior Adversário", Ryan Holiday, autor de Acredite em Mim, estou mentindo.

"Pré-suasão: A influência começa antes mesmo da primeira palavra", Robert Cialdini, autor de As Armas da Persuasão.

e "The Depression Cure: The 6-Step Program to Beat Depression Without Drugs" de Stephen Illardi.

Depois desses pretendo ler algum livro da série Rational Male, já li o primeiro há quase 10 anos.
  • Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
as armas da persuasão
Responda-o
(30-03-2023, 10:02 AM)Héracles Escreveu: Também nos oferece insigts sobre o uso mais adequado da pontuação para o desenvolvimento de um estilo original e sem afetações. 

Muito bom!

Isso é desenvolvimento pessoal puro e verdadeiro, algo que gera valor. Não fica discutindo se o short que a Anitta usou ontem é muito curto ou se A e B é atitude de Chad.

Héracles Escreveu:"Usar muitas palavras para comunicar poucos pensamentos é sempre um sinal inconfundível de mediocridade; em
contrapartida, o sinal de uma cabeça eminente é resumir muitos pensamentos em poucas palavras. A verdade fica mais bonita nua, e a impressão que ela causa é mais profunda quanto mais simples for a sua expressão... em contrapartida, nunca se deve sacrificar à concisão a clareza, muito menos a gramática. 

Gargalhada

Sinal de pseudointelectualidade.

Fora o reboliço gigantesco pra dizer em 5 minutos o que poderia ser dito em 1. Cansa ouvidos/olhos de quem está ouvindo/lendo. Uma das minhas dificuldades nas redações é o excesso de informação somado a mania de resumir demais a expressão das ideias. Demora um tempo pra fluir como deveria.

Héracles, se o livro for de fato com essa linguagem que você usou nas citações, irei adicioná-lo à minha lista.

Estou lendo no momento (PDF):

[Image: 41pWPP2itnL.jpg]
Responda-o
O Codificador Limpo. "Um código de conduta para programadores profissionais"
Autor: Robert C. Martin, conhecido como Uncle Bob

Voltado para desenvolvimento de software. Porém recomendo para todos que trabalham com tecnologia.

Leitura diária: Caminho, Josemaria Escrivá
4 - Não Digas: "Eu sou assim..., são coisas do meu caráter". São coisas da tua falta de caráter. Sê homem - <<esto vir>>.
Faça o que puder, onde estiver com o que tiver.
Responda-o
(30-03-2023, 09:31 PM)OneShot Escreveu: se o livro for de fato com essa linguagem que você usou nas citações, irei adicioná-lo à minha lista.

É sim. São citações na íntegra.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
[Image: 31xFnvvH9pL._SY498_BO1,204,203,200_.jpg]

To lendo essa peça rara do Stephen Hawking. Comecei a ler semana passada e falta apenas 20 paginas pra eu terminar, ou seja, devorei o livro.
Estou apaixonado pela tematica, sinto que não só o universo esta expandindo mas também a minha mente.


Meu próximo será esse:

[Image: 31Hci4PMjKL._SY344_BO1,204,203,200_QL70_ML2_.jpg]

Estou adorando essa discução e embate da mecanica quântica coma fisica classica e a teoria da relatividade.
Apesar de todo a leitura do livro sou cristão e acredito em Deus, consigo facilmente balancear as 2 coisas, ao contrario de munta gente que busca o ateismo e cientifiscismo.
Responda-o
Como não sou muito de leitura, só arranho, são esses;

A revolta de atlas e 
A virtude do egoísmo, ambos da escritora Ayn Rand.
Esse primeiro, algumas partes são um pouco chato e maçante, de resto excelente. Mudou a minha mentalidade em relação a política, capitalismo e o quanto o estado é nocivo a todos. Recomendo fortemente.

" O dinheiro é o barômetro da virtude de uma sociedade"

"Quando você vê que o comércio é feito, não por consentimento, mas por compulsão, quando vc vê que pra produzir precisa de permissão de homens que não produzem nada, quando vc ver que homens ficam mais ricos por compulsão do que pelo trabalho e suas leis não protegem contra eles mas os protege contra vc. Quando você vê corrupção sendo compensada e honestidade se tornando alto sacrifício, você pode saber que a sua sociedade está condenada"
Responda-o
Decidi deixar de ser um fora da lei e ler os livros originais sem ser gratuitos .  Yaoming


Assinei o Kindle unlimited e aluguei 10 livros, vou começar a leitura de Moby Dick com tradução do Monteiro Lobato. Depois vou comprar uns livros barato, tem um monte com preço maneiro. Só sei que viciei nos digitais, tenho um monte de livro físico para ler mas só tenho vontade de ler nesse aparelhozinho.
Responda-o
(26-04-2023, 07:05 PM)Myers Escreveu: Decidi deixar de ser um fora da lei e ler os livros originais sem ser gratuitos .  Yaoming


Assinei o Kindle unlimited e aluguei 10 livros, vou começar a leitura de Moby Dick com tradução do Monteiro Lobato. Depois vou comprar uns livros barato, tem um monte com preço maneiro. Só sei que viciei nos digitais, tenho um monte de livro físico para ler mas só tenho vontade de ler nesse aparelhozinho.

Como você chegou nesse vício? Preciso conseguir também.

Eu tenho um kindle, mas até hoje não consegui largar os livros físicos. Quando o kindle chegou, até li alguns, mas acho que já tem uns 5 meses que não leio nada nele.

Além dos digitais serem mais baratos, você encontra muitos sites bons que possuem um grande acervo (gratuito) de e-books.


OBS: Moby Dick já foi citado aqui nesse fórum algumas vezes, muitos sujeitos aí gostam e recomendam esse livro.
Mateus 21:22
Responda-o
(26-04-2023, 11:47 PM)hjr_10 Escreveu:
(26-04-2023, 07:05 PM)Myers Escreveu: Decidi deixar de ser um fora da lei e ler os livros originais sem ser gratuitos .  Yaoming


Assinei o Kindle unlimited e aluguei 10 livros, vou começar a leitura de Moby Dick com tradução do Monteiro Lobato. Depois vou comprar uns livros barato, tem um monte com preço maneiro. Só sei que viciei nos digitais, tenho um monte de livro físico para ler mas só tenho vontade de ler nesse aparelhozinho.

Como você chegou nesse vício? Preciso conseguir também.

Eu tenho um kindle, mas até hoje não consegui largar os livros físicos. Quando o kindle chegou, até li alguns, mas acho que já tem uns 5 meses que não leio nada nele.

Além dos digitais serem mais baratos, você encontra muitos sites bons que possuem um grande acervo (gratuito) de e-books.


OBS: Moby Dick já foi citado aqui nesse fórum algumas vezes, muitos sujeitos aí gostam e recomendam esse livro.

Sim. Eu tinha uns 800 baixados de sites gratuitos, na verdade ainda tenho deixei no outro email. 
Só que vou usar o unlimited e comprar, acho que assim eu dou mais valor as leituras, já que gastei para obter elas, sem contar que o livro pago fica mais fácil de ver as notas de roda pé, número de páginas, coisa q o gratuito não tem, mas é pouca coisa.

Eu comecei a ler mais nele porque achei bem mais prático, dicionário embutido, Wikipedia, sem contar o conforto para ler.
Responda-o
(22-11-2018, 03:27 PM)Seth Gecko Escreveu: Um guia de leitura interessante para torre negra.





Eu não tinha conhecimento dessas obras complementares. Vou compra-las na medida do possível.

Ando meio apertado de grana pra ficar gastando com muitos livros novos, uma alternativa que encontrei foi o site estante virtual que é uma espécie de mercado livre dos livros. Lá você compra livros usados de sebos do Brasil inteiro.

Já comprei vários e todos chegaram sem problemas. E apesar de usados estavam e um bom estado, apenas com alguns amarelados em algumas folhas, mas nada que me incomode.

Ps. Sei das versões em pdf e online. Mas não gosto de ler em celular/computador. Livro pra mim tem que ser físico.

Vi várias resenhas desse canal, principalmente sobre livros do Stephen king. Só que faz mais de um ano que ele não posta nada, não sei o que ocorreu.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Marcações de livros do acervo da real e outros livros Myers 3 1,273 13-09-2022, 10:33 AM
Última Postagem: Myers

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: Bandeirante Paulista, 9 Visitante(s)