Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
O Empoderamento Feminino No Futebol
#1
Vou falar do futebol em específico, mas sabemos que hoje em dia a mulher trabalha fora e tem cargos em vários empregos diferentes, só que tem casos que parece que é mais querer forçar a barra para mostrar que ambos os sexos e etnias, gêneros etc estão incluídos.

No Brasileirão por exemplo todos os clubes de futebol são obrigados a ter um time feminino, não é que eles podem escolher se quer ter ou não, eles são obrigados. Por isso tem vários times horríveis que tomam goleada até de 40 x 0 porque parece que eles pega qualquer mulher aleatória e forma um time, nisso os que são um pouco mais profissional e investe nisso atropela o outro.

Temos hoje várias comentaristas, arbitras, bandeirinhas. Em um esporte que no início era totalmente masculino, mas como não pode existir algo exclusivamente só para os homens né porque se não é machismo, as mulheres foram incluídas nele.

Hoje em dia tem até narradoras no futebol, algo que não combina muito pela entonação na voz, a sensação que dá com a narração é que uma criança de 9 anos está narrando o jogo, se você for ver os comentários de jogos narrados por elas, 100% é criticando a narração e realmente não passa emoção alguma, é bem melhor escutar no mudo no caso.

Você pode até não gostar de futebol ou de esportes sla no caso, mas uma coisa tem que concordar que essa inclusão as vezes é muito forçada, na minha opinião por algo que já faz algum tempo que não existe, até hoje a sensação por alguns discursos por aí parece que os homens escravizam ainda as mulheres, e ganham mais que elas e que são privilegiados ou algo do tipo, algo totalmente inexistente. Só criei o tópico porque vi isso recentemente e estava com isso na cabeça e queria saber a opinião de vocês, não só em relação ao esporte mas de tudo.

(01-09-2022, 11:49 AM)Myers Escreveu: Vou falar do futebol em específico, mas sabemos que hoje em dia a mulher trabalha fora e tem cargos em vários empregos diferentes, só que tem casos que parece que é mais querer forçar a barra para mostrar que ambos os sexos e etnias, gêneros etc estão incluídos.

No Brasileirão por exemplo todos os clubes de futebol são obrigados a ter um time feminino, não é que eles podem escolher se quer ter ou não, eles são obrigados. Por isso tem vários times horríveis que tomam goleada até de 40 x 0 porque parece que eles pega qualquer mulher aleatória e forma um time, nisso os que são um pouco mais profissional e investe nisso atropela o outro.

Temos hoje várias comentaristas, arbitras, bandeirinhas. Em um esporte que no início era totalmente masculino, mas como não pode existir algo exclusivamente só para os homens né porque se não é machismo, as mulheres foram incluídas nele.

Hoje em dia tem até narradoras no futebol, algo que não combina muito pela entonação na voz, a sensação que dá com a narração é que uma criança de 9 anos está narrando o jogo, se você for ver os comentários de jogos narrados por elas, 100% é criticando a narração e realmente não passa emoção alguma, é bem melhor escutar no mudo no caso.

Você pode até não gostar de futebol ou de esportes sla no caso, mas uma coisa tem que concordar que essa inclusão as vezes é muito forçada, na minha opinião por algo que já faz algum tempo que não existe, até hoje a sensação por alguns discursos por aí parece que os homens escravizam ainda as mulheres, e ganham mais que elas e que são privilegiados ou algo do tipo, algo totalmente inexistente. Só criei o tópico porque vi isso recentemente e estava com isso na cabeça e queria saber a opinião de vocês, não só em relação ao esporte mas de tudo.
https://youtu.be/ROY2WNPgFYM esqueci de colocar uma das narrações feminina
Responda-o
#2
(01-09-2022, 11:49 AM)Myers Escreveu: Vou falar do futebol em específico, mas sabemos que hoje em dia a mulher trabalha fora e tem cargos em vários empregos diferentes, só que tem casos que parece que é mais querer forçar a barra para mostrar que ambos os sexos e etnias, gêneros etc estão incluídos.

No Brasileirão por exemplo todos os clubes de futebol são obrigados a ter um time feminino, não é que eles podem escolher se quer ter ou não, eles são obrigados. Por isso tem vários times horríveis que tomam goleada até de 40 x 0 porque parece que eles pega qualquer mulher aleatória e forma um time, nisso os que são um pouco mais profissional e investe nisso atropela o outro.

Temos hoje várias comentaristas, arbitras, bandeirinhas. Em um esporte que no início era totalmente masculino, mas como não pode existir algo exclusivamente só para os homens né porque se não é machismo, as mulheres foram incluídas nele.

Hoje em dia tem até narradoras no futebol, algo que não combina muito pela entonação na voz, a sensação que dá com a narração é que uma criança de 9 anos está narrando o jogo, se você for ver os comentários de jogos narrados por elas, 100% é criticando a narração e realmente não passa emoção alguma, é bem melhor escutar no mudo no caso.

Você pode até não gostar de futebol ou de esportes sla no caso, mas uma coisa tem que concordar que essa inclusão as vezes é muito forçada, na minha opinião por algo que já faz algum tempo que não existe, até hoje a sensação por alguns discursos por aí parece que os homens escravizam ainda as mulheres, e ganham mais que elas e que são privilegiados ou algo do tipo, algo totalmente inexistente. Só criei o tópico porque vi isso recentemente e estava com isso na cabeça e queria saber a opinião de vocês, não só em relação ao esporte mas de tudo.

(01-09-2022, 11:49 AM)Myers Escreveu: Hoje em dia tem até narradoras no futebol, algo que não combina muito pela entonação na voz, a sensação que dá com a narração é que uma criança de 9 anos está narrando o jogo, se você for ver os comentários de jogos narrados por elas, 100% é criticando a narração e realmente não passa emoção alguma, é bem melhor escutar no mudo no caso. 

Narradora feminina, só no mute porque não tem como, elas não tem emoção, só estão lá pois quem manda é frouxo e tem de seguir uma cartilha.
https://youtu.be/ROY2WNPgFYM esqueci de colocar uma das narrações feminina
https://ge.globo.com/rs/futebol/noticia/...eino.ghtml

https://forum.outerspace.com.br/index.ph...os.453822/

https://www.cearasc.com/noticia/ceara-su...elecao-fem
Só algumas notícias do tão falado "futebol feminino", empoderado e socado goela abaixo, derrotadas por fraldinhas Gargalhada
"Quando um homem quebra seus grilhões e correntes; jura jamais servir a outro senhor, é aí que ele se torna verdadeiramente livre." (Spartacus)

“O amor-próprio não é um pecado tão grande quanto a auto-negligência.”  (Henry V.)

Responda-o
#3
Deus me livre ter que assistir 10 min de cuié jogando bola, ninguém merece essa porra kkkk
Oitavo anjo do apocalipse
Responda-o
#4
Confradxs machistes fascistes e fãs do Boze genocide

O problema é esse: Inclusão obrigatória! Ainda que tenha incentivo da grande mídia, é o próprio público que começa a exigir uma demanda, os clubes acomeçam a investir grana e ligas de futebol feminino passam a ser interessantes em organização e mais rentáveis, fora que com o passar do tempo o nível passa a ficar melhor.
Responda-o
#5
Enquanto esse pessoal não entender que o futebol feminino não tem mercado, ficarão nessa. Jogadoras, como uma da seleção norte americana (esqueci o nome agora) afirma com todas às letras que deveria ganhar o mesmo que um craque do futebol masculino. A mesma se esquece, que não é ela quem decide o quanto ($) vai receber, e sim o mercado. Como o mercado do futebol feminino é bem aquém devido ao desinteresse natural do público... Muitas ficarão nessa ilusão que são as pop-stars do esporte. kkkk Enfim.

A modalidade é tão aquém, que nem os reclamantes se interessam em assistir, nem as próprias mulheres se interessam. Que por ironia, as mesmas estão lá, assistindo o futebol masculino no próprio estádio. (Que coisa, né?!). kkkk

Falando de uma maneira mais técnica: O Futebol é o único esporte que não tem como adaptar para a modalidade feminina igual aos outros esportes o fazem. Caso contrário; teriam que diminuir o tamanho dos gols, diminuir o tamanho do campo  - e consequentemente - o número de jogadoras. Sendo assim, não seria mais Futebol clássico. Seria uma espécie de Society em grama natural.

Para finalizar... Muitos acham que podem fazer o que quiser nos esportes. Mas, há uma limitação do que você quer, e o que a biologia lhe permite. Em outras palavras: A Ideologia jamais irá superar a Biologia.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#6
(01-09-2022, 04:59 PM)Diamante Escreveu: Enquanto esse pessoal não entender que o futebol feminino não tem mercado, ficarão nessa. Jogadoras, como uma da seleção norte americana (esqueci o nome agora) afirma com todas às letras que deveria ganhar o mesmo que um craque do futebol masculino. A mesma se esquece, que não é ela quem decide o quanto ($) vai receber, e sim o mercado. Como o mercado do futebol feminino é bem aquém devido ao desinteresse natural do público... Muitas ficarão nessa ilusão que são as pop-stars do esporte. kkkk Enfim.

A modalidade é tão aquém, que nem os reclamantes se interessam em assistir, nem as próprias mulheres se interessam. Que por ironia, as mesmas estão lá, assistindo o futebol masculino no próprio estádio. (Que coisa, né?!). kkkk

Falando de uma maneira mais técnica: O Futebol é o único esporte que não tem como adaptar para a modalidade feminina igual aos outros esportes o fazem. Caso contrário; teriam que diminuir o tamanho dos gols, diminuir o tamanho do campo  - e consequentemente - o número de jogadoras. Sendo assim, não seria mais Futebol clássico. Seria uma espécie de Society em grama natural.

Para finalizar... Muitos acham que podem fazer o que quiser nos esportes. Mas, há uma limitação do que você quer, e o que a biologia lhe permite. Em outras palavras: A Ideologia jamais irá superar a Biologia.

@Diamante, creio que fala desta jogadora: Lideradas pela "craque" (tenho lá minhas dúvidas Gargalhada) e "ativista" (do Equal Rights, isso ela faz muito bem) Megan Rapinoe, atletas bicampeãs mundiais vinham lutando por igualdade salarial e de premiação há seis anos 

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/coluna/veja-ge...os-homens/

Pelo visto, nos EUA, elas já conseguiram esta paridade nos salários.
"Quando um homem quebra seus grilhões e correntes; jura jamais servir a outro senhor, é aí que ele se torna verdadeiramente livre." (Spartacus)

“O amor-próprio não é um pecado tão grande quanto a auto-negligência.”  (Henry V.)

Responda-o
#7
Ela mesma. kkkk

Sobre o lance dos salários: Como nos EUA o futebol é sofrível, e à seleção feminina é melhor (em termos de conquista em suas respectivas modalidades) em comparação a seleção masculina, o respaldo para ganhar ($) mais é de certa forma, válido. Podem até reclamar por melhores salários, mas a Matemática é implacável. Uma hora os clubes vão dispensar ou quebrar. Motivo? O interesse do público (o responsável por gerar grande parte das receitas ($)) não serão suficientes para bancar.

Para você ver: À seleção feminina norte americana é a melhor do esporte. Onde nem sequer futebol (Soccer) "existe". Até à seleção feminina do Japão (onde o país conheceu o futebol na década de 90) já venceu uma Copa. Ou seja, é um mundo totalmente paralelo. 

Essas atletas no geral, vivem em outra realidade quando começam a fazer comparações com o futebol masculino.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#8
Numa coisa é fato, o que move tudo é o capitalismo. Não tem mercado para absorve o futebol delas ainda, não existe interesse no mercado ainda em cima, não se pode obrigar a impor o gosto por algo o público alvo é de homens. Como sempre os progressistas, estragando tudo.
Responda-o
#9
Vou discordar dos confrades. Lógico que já perceberam há tempos que a inclusão de mulheres nesses espaços dá prejuízo. Mas o importante pra quem promove isso não é lucro, quem promove isso tem o controle das impressoras de dinheiro do mundo. A tendência é só piorar, creio eu.
  • Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
#10
quem gosta de futebol feminino, tambem gosta de dedada no cu
Responda-o
#11
Honesta, honestamente, não dou a mínima para ver mulheres praticando esses esportes físicos de contato, a gente sabe que o resultado é sofrível. Já viu briga de mulher, com tapa, arranhão e puxavanco de cabelo? Tá ainda pouco melhor que isso. Para mulheres, esportes de performance ao invés de força física fazem muito mais sentido. Futebol americano mesmo deveria ser proibido pra mulheres, ou elas jogarem com 2 armaduras uma por cima da outra.

De volta aqui: Jogo de futebol feminino é feio e sem graça (apesar de que há espaço pra melhorar). Porém acho ainda mais que, como qualquer esporte, precisa ser incentivado e criticado de maneira justa.

Incentivado primeiro como prática do esporte mesmo, como saúde, como arte. Eu acho que dá pra melhorar muito e que de fato é algo deixado muito de lado. Assim como muitas outras coisas aliás, que podem ser mais importantes até, mas vocês entenderam o ponto.

Não pode se esperar, claro, que uma Marta ganhe o mesmo que um Neymar, isso nunca, pois antes de tudo esse tipo de futebol é um negócio, um filão que move muito dinheiro, então o público do negócio que vai dizer se vai pra frente ou não, mas também não esqueçamos que há um fator investimento aí por trás, interesse de empresas em transformar aquilo num negócio. Vou deixar as conclusões aqui em aberto.

Tendo dito isso, se um dia a coisa prestar, vou com certeza prestigiar. Acho difícil pela natureza da(s) coisa(s), contudo.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#12
A merda é obrigar os clubes a ter um time feminino pqp! O que tem a ver? Essa laia progressista só conhece o caminho da coercao, por isso nao da pra ter conversa. O que o time gasta pra manter um elenco feminino podia pagar o salario de uns 2, 3 jogadores bons.
"Mas o homem é a tal ponto afeiçoado ao seu sistema e à dedução abstrata que está pronto a deturpar intencionalmente a verdade, a descrer de seus próprios olhos e ouvidos apenas para justificar sua lógica."


Responda-o
#13
Esse é um assunto que dá para discorrer por umas 500 linhas.
Mas o Brasil/futebol daqui é tão absurdo que dá para resumir tudo em uma frase: é tudo um grande aglomerado de merda. Seja time feminino, masculino, administração dos clubes, CBF, mídia esportiva, políticos arrombados que criam leis bizarras (Como essa que o camarada citou acima, dos times serem obrigados a terem time feminino), arbitragem... ninguém presta nessa porra.
Mateus 21:22
Responda-o
#14
O futebol de forma geral está muito ruim, independente do time que você torce, forçar a barra com o futebol feminino só acelera o processo não de uma falência e sim de uma queda na hegemonia. A três anos atrás comecei a assistir Rugby e NFL (futebol americano) em especial NFL que começa amanhã a temporada 22/23. Quando começa-se a entender as regras e toda estratégia por trás de cada jogada é realmente um jogo muito mais atraente que o futebol.
Faça o que puder, onde estiver com o que tiver.
Responda-o
#15
futebol moderno é pão e circo

futebol feminino é pão, circo e manginismo
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Copa do Mundo de futebol feminino. Minerim 20 3,307 16-06-2019, 10:04 PM
Última Postagem: Sagitario

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)