Enquete: Concursos ou Sair do país?
Esta enquete está fechada.
Concursos
47.06%
8 47.06%
Sair do país
52.94%
9 52.94%
Total 17 voto(s) 100%
* Você votou neste item. [Exibir Resultados]

Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Sair do país ou concursos públicos?
#1
Seguinte, faz uns dois anos que eu andei percebendo que a iniciativa privada no brasil é algo complicado, cheio de quem indica, cartas marcadas, formas injustas de crescimento, seja por xercard, seja por ser bonitão e influente, seja por parentesco, etc.
Empreender, por mais que muitos falem que é melhor, que aqui é a terra da oportunidade, e tudo o mais, eu não sinto toda essa firmeza, quando olho os dados e vejo que a maioria das empresas aqui quebram, e é claro que a maioria iria quebrar, pois não são todos que tem tino empreendedor, de qualquer forma, parece que a burocracia aqui foi feita para atrapalhar o pequeno empreendedor, eu não posso dizer ao certo o quanto isso é verdade ou não, pois são só relatos que eu vi pela internet, e pessoalmente também.

E pessoalmente, um desses relatos foi de um tenente, que tentou empreender jovem, quebrou estudou e passou nesse concurso para tenente, sujeito que me ajudou muito e foi muito solícito comigo, diga-se de passagem.

Dito isto, eu acabei resolvendo seguir o caminho dos concursos, porem, com todas essas reformas administrativas, tirando a estabilidade do servidor, e além disso, permitindo um subjetividade muito maior na contratação, sendo a prova objetiva não mais o critério principal como era até agora, eu vejo que o serviço público tem um forte potencial para se tornar um jogo de cartas marcadas igual a iniciativa privada, que eu resolvi saltar fora justamente por esse problema.

Isso, aliado a instabilidade política, possibilidade de lula ou algum outro esquerdista retardado no poder em 2022, povo extremamente alienado e submisso, e falta de perspectiva de futuro, visto que isso aqui sempre está a dois passos de "virar uma venezuela", eu acabei por começar a cojitar seriamente sair do país.

E ai vem a dúvida, o que seria melhor? Um bom concurso, ou sair do país? Eu penso em me mandar para o canada, a princípio, parece ser mais fácil do que os estado unidos, e com um padrão de vida parecido, pelo que andei pesquisando, tem boas oportunidades de emprego lá.

Porem lá, serei um cidadão de segunda classe, que fará empregos de baixo escalão, ganharei em dólar, claro, mas de nada adiantará se não puder juntar esses dólares, ai entra a questão de quanto conseguiria ganhar lá.

Porem, por mais que o mundo todo esteja meio fodido, o brasil consegue se superar, pois somos um país terceiro mundista, lá, mesmo eles colocando algum progressista no poder, eles tem bala na agulha para aguentar as merdas que eles fazem por mais alguns anos ou década, nós não, coloque mais uma vez outro esquerdista no poder, e o país vai a bacarrota.

E caso isso aconteça, não tem salário de 10k que te salve, que me salve, que nos salve, ao menos eu penso e vejo as coisas assim.

Porem, posso estar enganado, o país pode continuar a mesma merda morna que sempre foi por vários anos ou até décadas, e nesse caso penso que seria melhor ser concursado em alguma cidade de menos de 100k, onde qualquer salário de 5k para alguém solteiro é algo bom, porem, isso hoje, sem contar com uma inflação fodida que é o que eu acredito que vai acontecer nesse país nos próximos anos, dito isso, fica a pergunta.

Devo sair do país ou continuar tentando nos concursos?

Outro ponto que esqueci de mencionar, é que hoje, parece que todos resolveram pensar que nem eu, fui fazer um concurso para um cargo que pagava 1,5k, e tinham 88 competindo pela mesma vaga que eu, claro, era um cargo administrativo, talvez eu devesse tentar algum cargo funcamental como gari ou coisa do tipo, iria ser em outra cidade mesmo, foda-se, porem era uma cidade de menos de 3 mil habitantes, mesmo para um cargo administrativo, é muita gente para um lugar tão pequeno.

Dito isto, gostaria de ouvir a experiência dos senhores sobre isso.

Se tudo der certo, terei algum dinheiro para não ir completamente seco para o exterior.
Responda-o
#2
(03-11-2021, 01:04 AM)Reale Escreveu: Seguinte, faz uns dois anos que eu andei percebendo que a iniciativa privada no brasil é algo complicado, cheio de quem indica, cartas marcadas, formas injustas de crescimento, seja por xercard, seja por ser bonitão e influente, seja por parentesco, etc.
Empreender, por mais que muitos falem que é melhor, que aqui é a terra da oportunidade, e tudo o mais, eu não sinto toda essa firmeza, quando olho os dados e vejo que a maioria das empresas aqui quebram, e é claro que a maioria iria quebrar, pois não são todos que tem tino empreendedor, de qualquer forma, parece que a burocracia aqui foi feita para atrapalhar o pequeno empreendedor, eu não posso dizer ao certo o quanto isso é verdade ou não, pois são só relatos que eu vi pela internet, e pessoalmente também.

E pessoalmente, um desses relatos foi de um tenente, que tentou empreender jovem, quebrou estudou e passou nesse concurso para tenente, sujeito que me ajudou muito e foi muito solícito comigo, diga-se de passagem.

Dito isto, eu acabei resolvendo seguir o caminho dos concursos, porem, com todas essas reformas administrativas, tirando a estabilidade do servidor, e além disso, permitindo um subjetividade muito maior na contratação, sendo a prova objetiva não mais o critério principal como era até agora, eu vejo que o serviço público tem um forte potencial para se tornar um jogo de cartas marcadas igual a iniciativa privada, que eu resolvi saltar fora justamente por esse problema.

Isso, aliado a instabilidade política, possibilidade de lula ou algum outro esquerdista retardado no poder em 2022, povo extremamente alienado e submisso, e falta de perspectiva de futuro, visto que isso aqui sempre está a dois passos de "virar uma venezuela", eu acabei por começar a cojitar seriamente sair do país.

E ai vem a dúvida, o que seria melhor? Um bom concurso, ou sair do país? Eu penso em me mandar para o canada, a princípio, parece ser mais fácil do que os estado unidos, e com um padrão de vida parecido, pelo que andei pesquisando, tem boas oportunidades de emprego lá.

Porem lá, serei um cidadão de segunda classe, que fará empregos de baixo escalão, ganharei em dólar, claro, mas de nada adiantará se não puder juntar esses dólares, ai entra a questão de quanto conseguiria ganhar lá.

Porem, por mais que o mundo todo esteja meio fodido, o brasil consegue se superar, pois somos um país terceiro mundista, lá, mesmo eles colocando algum progressista no poder, eles tem bala na agulha para aguentar as merdas que eles fazem por mais alguns anos ou década, nós não, coloque mais uma vez outro esquerdista no poder, e o país vai a bacarrota.

E caso isso aconteça, não tem salário de 10k que te salve, que me salve, que nos salve, ao menos eu penso e vejo as coisas assim.

Porem, posso estar enganado, o país pode continuar a mesma merda morna que sempre foi por vários anos ou até décadas, e nesse caso penso que seria melhor ser concursado em alguma cidade de menos de 100k, onde qualquer salário de 5k para alguém solteiro é algo bom, porem, isso hoje, sem contar com uma inflação fodida que é o que eu acredito que vai acontecer nesse país nos próximos anos, dito isso, fica a pergunta.

Devo sair do país ou continuar tentando nos concursos?

Outro ponto que esqueci de mencionar, é que hoje, parece que todos resolveram pensar que nem eu, fui fazer um concurso para um cargo que pagava 1,5k, e tinham 88 competindo pela mesma vaga que eu, claro, era um cargo administrativo, talvez eu devesse tentar algum cargo funcamental como gari ou coisa do tipo, iria ser em outra cidade mesmo, foda-se, porem era uma cidade de menos de 3 mil habitantes, mesmo para um cargo administrativo, é muita gente para um lugar tão pequeno.

Dito isto, gostaria de ouvir a experiência dos senhores sobre isso.

Se tudo der certo, terei algum dinheiro para não ir completamente seco para o exterior.
O Plan B, criador do stok to flow postou isso hoje no Twitter:

"Plan B

O governo holandês decidiu se tornar totalmente fascista:
- caçar não vacinado como cães
- mudança de leis para habilitar 2G (vax ou die)
- seguindo Austrália e Itália para forçar vax todos
Vou precisar mudar o mais rápido possível. Quais países estão OK para não vacinados? Todas as sugestões são bem-vindas!"


Economistas no mundo inteiro estão alertando
 para uma possível hiperinflação global

Com esses países no mundo inteiro se tornando cada vez mais fascistas ou comunistas, eu acho que a Polônia e alguns estados americanos como Texas podem ser os únicos botes salva vidas 
 
Responda-o
#3
Não vejo tanto problema na iniciativa privada, se estiver minimamente qualificado e passar alguns anos em uma posição modesta, pegando experiência e subindo gradualmente, identificando empresas medíocres e buscando melhores, você eventualmente chega lá. Mas tem a espera, né? Não sei se é o seu caso mas molecada dessa geração abomina algo suado, metódico, demorado.  

Ao meu ver é muito mais difícil passar em um concurso público, vi esses dias as estatísticas de um concurso para escrevente: 90 mil candidatos para 300 e poucas vagas. Se acertar 100% da prova ainda é capaz de não preencher uma posição. Ah, o QI, falcatruas e fraudes também estão presentes por aqui. Além disso, uma vez lá dentro teremos que conviver com o lixo esquerdista e morosidade que domina o setor. Não sei se teria paciência, ou estômago.

Outra coisa: Se país virar mesmo uma Venezuela, com o governo não tendo mais de onde tirar recursos (afinal está vendendo tudo, colocando a nação de joelhos), acha que estará garantido em "um bom" cargo público? Lembra do episódio em que quase 500 mil servidores de diversas categorias do RJ ficaram quase três meses com o salário atrasado? É daí pra pior.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#4
Se virar funça irá ter que cumprir ou expedir comandos afim de perseguir, prender,  agredir  e combater a população do seu país em legitima defesa constitucional, num futuro não muito distante e se sair fora do país enfrentará a mesma a coisa na qualidade de refugiado e até passar por uma 3ª guerra mundial. Agora senão passar estará fudido na NOVA CUBA/VENEZUELA sob a jurisdição de INFERNALISTAS com delirios apocalipticos...  Troll-feminino
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#5
Trabalhei nas duas ocasiões. No serviço público, por volta de 6 anos. Eu achei uma merda, mas é opinião pessoal.

Sobre a iniciativa privada: Acontece esse tipo de coisa muito pelo fato de haver uma saturação de mão de obra. Regra básica da Oferta x Demanda.

No BR teve toda aquela modinha de fazer o povo médio em cursar faculdade e tudo mais. Entretanto, não prepararam o mercado (o incentivo ao empreendedorismo, corte de custo da empresas, corte de impostos e afins) para receber toda essa mão de obra, sendo assim à conta não fechou. O que você observa hoje pela sociedade é um bando de gente com diploma na mão e trabalhando em subempregos.

Sobre sair do país: Não há muito o que fazer: Terá que ter dinheiro para tal ou sair já empregado por empreiteira ou algo do tipo. Já é complicado sair do próprio bairro, quiçá do país. Entretanto, cada caso é um caso.

Sobre sua dúvida: Veja o que for melhor para você.
Responda-o
#6
Por que achou o serviço público ruim @Diamante? Se eu entrasse em qualquer cargo, ficaria feliz por ter entrado, idependente da tal máquina estatal ser ineficiente, eu entraria lá para fazer o meu, sei que alguns aqui podem pensar que é um absurdo pensar dessa forma e por isso o serviço nesse país é ruim, porem eu não me incomodaria com isso ou com colegas, creio que não seria de minha natureza isso, entraria lá justamente para fugir desse mesmo tipo de gente, só que na iniciativa privada, onde além dessas pessoas poderem ser folgadas, podem acabar com a sua renda sem segurança jurídica nenhuma, o serviço público tira essa incerteza.

Dito isso, acho que se fosse para trabalhar em alguma iniciativa privada, que fosse em dólar, se é pra ralar e se foder, que seja ganhando muito dinheiro, eu penso dessa forma.
Responda-o
#7
(03-11-2021, 02:49 AM)Fairchild Escreveu: Não vejo tanto problema na iniciativa privada, se estiver minimamente qualificado e passar alguns anos em uma posição modesta, pegando experiência e subindo gradualmente, identificando empresas medíocres e buscando melhores, você eventualmente chega lá. Mas tem a espera, né? Não sei se é o seu caso mas molecada dessa geração abomina algo suado, metódico, demorado.  
Do jeito que você fala parece até simples, eu não acho que esteja mais assim não, você se esquece que o mais difícil é literalmente conseguir entrar em qualquer empresa que seja para começar a trabalhar, as empresas aqui no brasil abominam, falta de experiência, mesmo na minha visão isso não fazendo o menor sentido. 

(03-11-2021, 02:49 AM)Fairchild Escreveu: Ao meu ver é muito mais difícil passar em um concurso público, vi esses dias as estatísticas de um concurso para escrevente: 90 mil candidatos para 300 e poucas vagas. Se acertar 100% da prova ainda é capaz de não preencher uma posição. Ah, o QI, falcatruas e fraudes também estão presentes por aqui. Além disso, uma vez lá dentro teremos que conviver com o lixo esquerdista e morosidade que domina o setor. Não sei se teria paciência, ou estômago.
Você está certo, concursos eram uma boa alternativa justamente por não depender de QI e de experiência prévia, porem acho que a iniciativa privada começou a ficar tão manca como o outro confrade falou, que todo mundo resolveu migrar para concursos ao mesmo tempo, isso só prova que o país já está a beira do precipício, o país está tão quebrado que as pessoas estão vendo concursos como salvação.
(03-11-2021, 02:49 AM)Fairchild Escreveu: Outra coisa: Se país virar mesmo uma Venezuela, com o governo não tendo mais de onde tirar recursos (afinal está vendendo tudo, colocando a nação de joelhos), acha que estará garantido em "um bom" cargo público? Lembra do episódio em que quase 500 mil servidores de diversas categorias do RJ ficaram quase três meses com o salário atrasado? É daí pra pior.
Isso só reforça a minha vontade e convicção de sair do país...

(03-11-2021, 02:26 AM)Comediante Escreveu:
Com esses países no mundo inteiro se tornando cada vez mais fascistas ou comunistas, eu acho que a Polônia e alguns estados americanos como Texas podem ser os únicos botes salva vidas 
 

Por que não quer tomar a vacina? Eu também tenho meus medos, mas acabei por tomar por conta do serviço, então estou no modo full foda-se quanto a isso. O que me irrita mesmo são essas mascaras do caralho, mais até do que a própria vacina.

Eu penso em ir para o canada, acho que deve estar menos pior do que os EUA, e lá eles são mais amigáveis com imigrantes, ao menos foi isso que percebi pelas pesquisas que fiz.
Responda-o
#8
Trabalhar é uma opção viável, tenha disposição para trabalhar e adapte a qualquer situação, ter emprego é consequência.

Agora quanto a concurso depende do tipo que pretende, existem patamares quanto ao nível de exigência da vaga o que é diretamente proporcional ao nível de escolaridade e ao valor do vencimento mensal, tipo os cargos do judiciário federal, PF, PRF, Auditor Fiscal do Sat ... ops Receita Federal. Boa parte paga 5 dígitos, esteja preparado e estude!

Existe demanda de outros de nível médio e Forças Auxiliares, PMESP abriu concurso para SD-PM e a PMERJ está querendo abrir concurso ano que vem.
Responda-o
#9
Confrade, se pareceu simples pra você, entenda: não é. Aliás, nada que valha a pena é fácil. Mas ao meu ver é muito mais simples do que passar em um concurso público que exigem conhecimentos de diversas áreas e de intermináveis tomos de leis.

Vou falar o que funcionou para mim:

Como disse, passei anos pegando experiência, atuei em cargos modestos e tive minha parcela de empresas ruins.
Trabalho com TI na parte de infra. A experiência é essencial mas eu precisava de uma mãozinha para ser selecionado no meio da multidão e chegar na entrevista.

O que me destacou: Lembra da dica do Confrade Diamante acima? Oferta vs Demanda, se destacar no meio da multidão.

1º: Graduação e Pós, nem que sejam EAD, você tem que ter o canudo.  (que geral aqui critica, afinal dá trabalho também).
Lancei uma graduação mais modesta e ao progredir na carreira lancei uma pós em uma instituição com mais renome.
"Ah, Fairchild, mas isso geral tem!" Exato! Agora imagine que chances você terá se não tiver nem isso! O que nos leva a especializações:

2º: Certificações internacionais (não somente o curso) nas ferramentas em que atuar (Ex; Microsoft, AWS, WMWare, etc). Dá um trabalhão também, consome tempo e dinheiro.

Com esses dois itens eu nem precisava assinar a Catho ou Curriculum, na assinatura grátis eu já era selecionado para entrevistas.

3º: Conquistou uma posição em uma empresa, independente de cargo e ou boa remuneração? Não se limite à sua função nem amarre o burro no seu mundinho, tente aprender tudo que estiver disponível ali no seu campo de atuação, se não usar nesta empresa, nem for promovido por conta disso, você usará o conhecimento em outro emprego.

Veja o que é adaptável à sua área e mãos à obra! Suponho que já escolheu e/ou atua em algum campo, não? Em caso negativo, saia do fórum e resolva isso!
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#10
(03-11-2021, 08:33 PM)Fairchild Escreveu: Veja o que é adaptável à sua área e mãos à obra! Suponho que já escolheu e/ou atua em algum campo, não? Em caso negativo, saia do fórum e resolva isso!

Então, não consigo achar uma grande vocação funcional, minhas vocações são mais pendentes para artes e filosofias, mas isso tem pouca funcionalidade no mundo prático, o que eu estou pegando gosto em fazer, é estudar inglês, umas das únicas coisas que consigo estudar sem desanimar e com ânimo de saber que será um conhecimento útil de fato.

Por isso também penso em imigrar, para aprender a língua de vez e me forçar a aprender as funções que tem lá, mesmo que de baixo escalão e sendo considerados subempregos, ainda são experiências que de alguma forma, eu julgo interessante.

Admito o seu otimismo em relação a iniciativa privada, mas ainda enxergo ela como um ambiente escasso e sem muito oportunidade de crescimento, posso estar errado, mas não é o que eu vejo por ai. Estudar TI e tentar uma vaga no exterior de forma remota é algo que eu penso em fazer também, mas tudo isso demanda um tempo grande e é ai que entra o x da questão.

Esse país tem todo esse tempo? Quem garante que essa latrina não vai ladeira abaixo se elegerem outro esquerdista retardado em 2022? Eu não teria pressa se não fosse a instabilidade política desse país, tenho dinheiro guardado.
Responda-o
#11
Que concurso público?

Nosso querido presidento demonizou os servidores em sua totalidade. A culpa da merda em que o país se encontra é du funça abiguinho... podi crer... mitowwww bibibibiiiii
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#12
(03-11-2021, 10:49 PM)Merdingo Escreveu: Que concurso público?

Nosso querido presidento demonizou os servidores em sua totalidade. A culpa da merda em que o país se encontra é du funça abiguinho... podi crer... mitowwww bibibibiiiii

Não exagera, Man!

Queria ser "funcinha demonizado" com o dinheirinho caindo todo mês certinho, inclusive nessa pandemia.

Vamos trocar então, vem para CLT?! Tá gostosinho aqui
Responda-o
#13
Apesar de estar estudando pra vestibular pra cursar Direito numa federal, continuo estudando inglês também. O problema que vejo aqui é em relação a segurança, não adianta muito construir um patrimônio e depois acabar perdendo tudo(até a vida) num latrocínio. Se não houver melhora em relação a isso, não vejo outra saída a não ser juntar um bom dinheiro e sair do país.
"Courage is being scared to death, but saddling up anyway" (John Wayne)
Responda-o
#14
Aqui é o Brasil, confrade! Sempre houve instabilidade política e econômica. Este último ganhou um fôlego com o plano Real em 1994 e, ao que tudo indica, em breve voltaremos à inflação galopante dos anos 80. Sua mente já está na gringa, mas você se esquece que o curral é global.

Estudar TI para trabalhar na gringa?! Não, amigo! Lá você vai limpar banheiros e lavar pratos. Tenho um amigo formado engenheiro aqui. Foi para gringa pois tinha cidadania portuguesa, trabalhou em subempregos por cinco anos até começar a atuar, de fato, na área dele. Isso só depois que fez uma faculdade por lá e aprendeu o idioma de verdade, por assim dizer. Ao meu ver se o cara é um perdedor por aqui, será um perdedor por lá. E se vencer por aqui, conquistará o mundo na gringa.

Você tem que começar por algum lugar, mesmo que seja em humanas. Desculpe a franqueza mas pare de protelar e inventar dificuldades. Comece algo, qualquer coisa! Se demorar muito ficará velho demais para estagiar. Tem menos de 24 anos? Lance uma facul e na sequência corra atrás de trabalho como jovem aprendiz, nesta função não é necessária experiência e você passará por diversos setores da empresa e com certeza achará uma vocação. No escritório onde trabalho tem dois moleques e duas meninas na faixa de 18-22 anos que estão como jovens aprendizes, uma das meninas foi efetivada no setor arquivo, e é o primeiro trampo dela!
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#15
(03-11-2021, 11:53 PM)Hamlet48 Escreveu: Apesar de estar estudando pra vestibular pra cursar Direito numa federal, continuo estudando inglês também. O problema que vejo aqui é em relação a segurança, não adianta muito construir um patrimônio e depois acabar perdendo tudo(até a vida) num latrocínio. Se não houver melhora em relação a isso, não vejo outra saída a não ser juntar um bom dinheiro e sair do país.

A única solução confrade é ser low profile! tenha seus hobbies sem que geral saiba. Não ostente suas coisas nas redes sociais! Tem funcionado para mim.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#16
(04-11-2021, 12:10 AM)Fairchild Escreveu: Aqui é o Brasil, confrade! Sempre houve instabilidade política e econômica. Este último ganhou um fôlego com o plano Real em 1994 e, ao que tudo indica, em breve voltaremos à inflação galopante dos anos 80. Sua mente já está na gringa, mas você se esquece que o curral é global.
Mesmo assim, se os países de primeiro mundo ficarem ruins, imagine como via ficar isso daqui.
(04-11-2021, 12:10 AM)Fairchild Escreveu: Estudar TI para trabalhar na gringa?! Não, amigo! Lá você vai limpar banheiros e lavar pratos. 

Não, se eu resolver estudar TI, será para trabalhar daqui do brasil a distância para uma empresa gringa, se não tiver como, ai entra novamente na dúvida do tópico.
Responda-o
#17
Concurso público tem para todos as áreas, seja desde engenharia/ti até um merdao ficar na área administrativa de uma prefeitura vivendo da mamata. Um exemplo disso é você ter a oportunidade de até os 36 anos fazer concurso público para ser engenheiro de computação da Marinha. O processo seletivo é Punk, difícil para um krlh, 1 vaga pro Brasil inteiro, porém existe e te dá liberdade financeira para vida inteira. Tem para outras engenharias também seja em qualquer outro lugar. Ir para outro país não sinto vontade, o Brasil é gigante e posso viver como quero aqui. Hoje trabalho na área de TI, faço faculdade na mesma área, ganho meu dinheiro e estou feliz aqui no nordeste. Não penso em me mudar daqui tão cedo.
Responda-o
#18
(03-11-2021, 11:10 PM)Fernando_R1 Escreveu:
(03-11-2021, 10:49 PM)Merdingo Escreveu: Que concurso público?

Nosso querido presidento demonizou os servidores em sua totalidade. A culpa da merda em que o país se encontra é du funça abiguinho... podi crer... mitowwww bibibibiiiii

Não exagera, Man!

Queria ser "funcinha demonizado" com o dinheirinho caindo todo mês certinho, inclusive nessa pandemia.

Vamos trocar então, vem para CLT?! Tá gostosinho aqui

Não consigo te ouvir bibibibiiiiii mitoww bibibibiiii mitoooww

Zoeira  Tongue

Já fui "microempreendedor", já fui CLT, já fui freela e sei bem, não é fácil...

O que me incomoda na real é a classe privilegiada e desqualificada de políticos. Tenho nada contra a classe técnica e braçal dos funças, muito menos contra os heróis empreendedores de pequeno e médio porte e seus funcionários..
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#19
Você tá é doido, estou vendo que salário inicial de engenheiro, médico, etc estão no mesmo patamar de alguns concursos pra nível MÉDIO, tem mais é que tentar entrar no Estado mesmo. Mas se tiver condição de sair deste país de maneira legal, tem mais é que vazar mesmo. Quem consegue empreender e viver tranquilo por aqui é herói.
Responda-o
#20
(04-11-2021, 12:13 PM)Merdingo Escreveu: Não consigo te ouvir bibibibiiiiii mitoww bibibibiiii mitoooww

Zoeira  Tongue

Já fui "microempreendedor", já fui CLT, já fui freela e sei bem, não é fácil...

O que me incomoda na real é a classe privilegiada e desqualificada de políticos. Tenho nada contra a classe técnica e braçal dos funças, muito menos contra os heróis empreendedores de pequeno e médio porte e seus funcionários..

Ainda acha que concursos valem a pena?
Se não valerem e for pra ser um zé ruela eu vou sair do país e ser um zé ruela ganhando em dólar. 
Não consigo acreditar muito na iniciativa privada aqui não, poderia até tentar empreender, mas todo empreendedor aqui fala que a burocracia desse país foi feita pra favorecer os grandes e esmagar os médios e pequenos, isso desanima.

(04-11-2021, 02:37 PM)smith away Escreveu: Você tá é doido, estou vendo que salário inicial de engenheiro, médico, etc estão no mesmo patamar de alguns concursos pra nível MÉDIO, tem mais é que tentar entrar no Estado mesmo. Mas se tiver condição de sair deste país de maneira legal, tem mais é que vazar mesmo. Quem consegue empreender e viver tranquilo por aqui é herói.

O problema é que com essa crise desgraçada de #ficaemcasamêo qualquer concursinho de interior que paga 1,5k tem 80 candidatos por vaga.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)