Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Como AGIR contra trancas, marginais e fdps em geral?
#1
Como vcs fazem?

Atualmente estou com um problema com um vizinho que usa muitas drogas por aqui. Ele é um vagabundo convicto de quase 30 anos, sem trabalho, e agora deu de encher o saco da minha familia e de colocar o som alto até meia noite, provocando toda a rua. Ele é basicamente um fdp e não tem nada a perder. Até os pais dele foram embora e o deixaram morando lá.

Eu trabalho com a tática de adaptação e evasão. Acho que estou fazendo certo evitando a confrontação ou mesma táticas de enfrentamente a grupo (tenho poucos camaradas que poderiam me ajudar aqui para falar a verdade...) Eu acho, btw, que ele é um fracassado e sabe disso... eu também acho que ele é um afinão e que no caso de uma confrontação mais séria, ele peidaria... mas como disse estou adotando a técnica de adaptação e evasão.

Estou fazendo correto na visão do Homem Realista?



E vcs tem algum péla, vizinho ou colega de trabalho enchendo o saco de vcs e tentando te derrubar?



Força e Honra. 
=)
Responda-o
#2
190
Responda-o
#3
A Princípio 190, Polícia Militar, alegue perturbação do sossego, sem se identificar, informe endereço do sujeito, características, placa de carro se for som automotivo, fale com fidelidade o que está acontecendo e seu transtorno.

A Viatura irá até o local averiguar, mas como esse tipo de cara é safado e gosta de provocar na certa vão virar as costas e ele vai fazer de novo.

Cada vez que ele ligar o som ligue para PM, oriente parentes ou conhecidos a fazer o mesmo em telefones diferentes, a denúncia ganha força, embora não seja tratada como urgência pela PM os policiais adoram esse tipo de ocorrência, ter que voltar em um lugar por causa de nóia folgado, então quanto mais ligar, mais a PM será pressionada a resolver o problema.

Recomendado também entrar em contato com a GCM já que isso também é competência deles e consequentemente da prefeitura.

Caso situação persista ai você terá que se identificar, uma hora ou outra, abra boletim de ocorrência em uma delegacia da polícia civil, de preferência tenha provas do que está ocorrendo, faça vídeos.


Eu não te conheço, não sei seu tipo e seria leviano recomendar enfrentamento, até imagino um beta, um gordin, um tímido indo pro embate com um nóia Gargalhada

Também não sei a região que você mora... Imagina recomendar isso se você mora em um morro do RJ?

O certo mesmo seria o enfrentamento, esses caras são bunda moles, só latem, querem pagar de bandidões, mas também não é qualquer um que pode ir pra cima pra resolver.

Só digo, se você não for pra cima a situação não vai se resolver sozinha e sempre vai ser essa merda.

Tá em todo canto isso ai.
Responda-o
#4
Moro no PR. Eu não sou fraco, nem idiota, tenho bom tamanho, sou maior que o cara e tenho conhecimento razoável de boxe etc. Problema é que esse cara é um marginal tbm, mais lá de um drogrado fracassado, o DNA deles deve ser ruim, o irmão foi preso por pedofilia e os pais desse drogado deixaram a própria casa deles por medo do filho delinquente e o pior que esse fdp tem uns contatos estranhos tbm.

Se eu tivesse que porrar ele, eu teria que possivelmente levar até o final. Se eu chamar o 190 pode ser pior, uma vizinha daqui fez isso e ele começou a jogar tijolos no telhado dela. Enfim para mim é um perde-perde. Ele bate fuga na moto dele (o carro dele foi no pó), baixa o volume e não dá nada no final das contas. A 190 resolve quando é algum evento ou festa inconveniente... e isso nos últimos meses já virou algo reincidente.

Eu imaginei em entrar com um processo no MP sobre perturbação do silêncio ou mesma na PC (com vídeos contando decibéis etc) e achar alguma brecha da justiça para tentar prender esse desgraçado. Acho que vou ter que arranjar alguma arma no mercado negro tbm, para se a minha família (mãe) for ameaçada.

Mas como eu disse eu tenho muito a perder e ele não tem nada, já foi até internado por viciado e acho que nem liga mais para matar/morrer, um tipo sem perspectiva... que eu já não faço questão de ter contato há um bom tempo. Esse cara é um destoante da rua aqui, mas até agora ngm bateu de frente com ele.
Responda-o
#5
Cara, vou dizer uma coisa, o Estado não vai te ajudar nessa.

O certo é juntar uma galera da rua já que o cara é consabidamente um tralha fdp e dar uma enquadrada pedagógica nele. Aqui costuma funcionar muito bem.

Se ele fizer alguma coisa ou atentar contra os seus faça um B.O na delegacia mais próxima.
Responda-o
#6
(28-01-2021, 09:47 AM)Fernando_R1 Escreveu: Cara, vou dizer uma coisa, o Estado não vai te ajudar nessa.

O certo é juntar uma galera da rua já que o cara é consabidamente um tralha fdp e dar uma enquadrada pedagógica nele. Aqui costuma funcionar muito bem.

Se ele fizer alguma coisa ou atentar contra os seus faça um B.O na delegacia mais próxima.

Esse negócio da enquadrada tem seus pontos fracos tbm, pois aí a tentativa dele ou de algum amigo dele tentar bagunçar com a minha vida (ou da minha família o que seria pior...) será maior. Uma enquadrada efetiva seria aquela na qual há a famosa "queima de arquivo", essa sim seria efetiva.

Eu acho melhor tentar algo com mais precaução, deixar registado em algum lugar, que algo de ruim poderia acontecer, deixar a justiça ciente. Evadir, Adaptar, mas também elaborar técnicas para "resolver o assunto" se for preciso (incluindo uma enquadração efetiva). É o estar preparado para todos os cenários. Daí pelo menos antes estaria registrado em algum lugar o incoveniente.

Como disse estou usando táticas de evitação, estou pensando em colocar uma janela e uma cortina anti-ruído e coisas assim. Mas isso é algo covarde na minha opinião, eu como homem (e como vários outros aqui) não podemos viver nos adaptando aos vermes tantos desse país lixo que está se tornando a Banânia.
Responda-o
#7
Acompanhando o tópico.
Motivo: um tio meu na faixa dos 60 e poucos anos com casa em uma cidade média do interior de SP está passado um perrengue parecido.
Ele morou por mais de 15 anos nessa casa feliz da vida. Ano passado o vizinho da frente, que tem uma casa enorme (na realidade a casa não é dele, é de uma senhora que ele se amigou) abriu uma "adega" (que não passa de um bar clandestino). Esse vizinho é o tipo semi-marginal que já teve problemas anteriores com a polícia, então não tem muito a perder. Essa "adega" foi crescendo e teve grande impulso com a pandemia, pois todo tipo de bêbado foi pra lá por causa dos bares normais fechados.
A bagunça começa na sexta a noite e avança madrugada adentro, com música e conversa super alta. Vai até domingo de madrugada!
Tem todo tipo de transtorno: tipos bêbados causando na rua a madrugada inteira, congestionamento de carros (cansam de parar carros na frente da garagem dele) muito barulho.
Vocês pensam que ligar pra polícia adianta alguma coisa? Adianta NADA. A polícia vem, eles abaixam o som, a polícia vai embora, 1 minuto depois eles aumentam.
Faz mais de um ano que os vizinhos todos ligam, mas não adianta. Na maioria das vezes a polícia não vem. Mesmo com pandemia e tudo.
Todas as minhas ideias idiotas, pensando RACIONALMENTE depois e não com o fígado, tem tendência de aumentar a merda.
Sugeri duas coisas idiotas pro meu tio:
1) PAGAR uma turma de outros marginais pra chegar no meio da madrugada e encher TODO MUNDO de porrada, além de quebrar TUDO. Umas 3 vezes (na minha cabeça) que fizesse isso, o cara entenderia o recado e desistiria de encher os saco.
2) PAGAR uma guarnição policial pra passar lá várias vezes seguidas e aloprar geral.
É fácil fazer essas sugestões quando não é você que vai ficar lá e lidar com possíveis merdas...

-----------

No final da história, talvez o mais racional e que daria menos dor de cabeça seria vender a casa e comprar outra em condomínio fechado. A chance de ter um vizinho semi-marginal bagunceiro é mínima.
Responda-o
#8
Depois quando eu falo que quem não tem nada a perder sempre está com vantagem em todas as áreas da vida, vocês acham que eu to ficando louco..
[...]
Responda-o
#9
Se você não tem peito (nem um canhão) pra enfrentar o caboclo, use o sistema!

Acione algum contato que tenha amigo PM ou que seja PM. Caso não tenha, ligue e incentive seus vizinhos a ligarem pra polícia sempre que ele começar.

Os PMs vão ficar de saco cheio de ter que atender a mesma ocorrência. Já viu PM irritado? Se viu, sabe do que eu estou falando.
Jet Sky < link

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#10
Eu estou tão acostumado com esse tipo de situação que nem ligo mais. Desde pequeno ouvindo funk alto da casa do vizinho ou musica de corno.

Se não quer comprar medidas drásticas compra um bom fone, isso que recomendo.

Se quiser vai pra um telefone publico e liga pra policia também.

" A finalidade do homem é a ação, não o pensamento, embora este seja nobre."
Responda-o
#11
(28-01-2021, 01:14 PM)Gorlami Escreveu: Se você não tem peito (nem um canhão) pra enfrentar o caboclo, use o sistema!

Acione algum contato que tenha amigo PM ou que seja PM. Caso não tenha, ligue e incentive seus vizinhos a ligarem pra polícia sempre que ele começar.

Os PMs vão ficar de saco cheio de ter que atender a mesma ocorrência. Já viu PM irritado? Se viu, sabe do que eu estou falando.

Tenho, e estou pensando nisso ainda.

(28-01-2021, 01:16 PM)Dark_Painter01 Escreveu: Eu estou tão acostumado com esse tipo de situação que nem ligo mais. Desde pequeno ouvindo funk alto da casa do vizinho ou musica de corno.

Se não quer comprar medidas drásticas compra um bom fone, isso que recomendo.

Se quiser vai pra um telefone publico e liga pra policia também.


É foda, pq ele "mocoso" uma MSOL com 7 filhos na casa dele tbm, nem sei donde ela veio, deve ser de alguma favela sei lá... devem ser todos usuários de droga, chutaria inclusive crack. O som às vezes começa de manhã e vai até tarde da noite ou até de madrugada. Eu medi os decibéis na minha casa e vai de 40-45 sem o som até 65-75 com o som. Esse verme conseguiu expulsar até os próprios pais dele.

Conversei com alguns vizinhos e todos estão putos, não me surpreende se alguém já tiver registrado algum BO.

Som alto toda hora diminui muito a qualidade de vida brother.
Responda-o
#12
@_Blake_ ... complicado isso jovem

Agradeça ao Estado, ele desarmou o cidadão, deu todo poder e salvo conduto para o pior da Sociedade reivindicar vitimismos e direitos se portando como vítimas da sociedade. Essa gente não sabe nada sobre as virtudes de conquistar as coisas com trabalho duro e persistência.

O cidadão antes de tudo é tolhido de sua auto-defesa, ele foi ensinado a ser um covarde vivo, assim como está arriscado você reclamar sozinho e nenhuma parte afetada comprar seu barulho.

No começo ele está sozinho na viagem maluca dele, daqui a pouco ele começa a hospedar uma boca de fumo e foragidos da justiça, bem ao lado de sua casa.

Uma conversa de 10 contra 1 fará o nóia enfiar o dedo no cu e segurar sua onda.
Responda-o
#13
Eu resolvi o meu problema do varal jogando água sanitária na roupa deles E fazendo BO, mas o meu caso era bem mais suave.

Eu recomendo que faça o mesmo, tente resolver pelas vias tradicionais E por vias alternativas, essas vias alternativas eu não sei o que poderia ser, se ele morasse abaixo, você que poderia jogar algo na casa dele toda vez que o som alto aparecer, enfim, realmente não sei.

Tente resolver as coisas de modo forma e informal ao mesmo tempo.
Responda-o
#14
Não tem muito o que fazer sem se expor e sem ir pro enfrentamento, infelizmente, nem BO resolve pois perturbação do sossego quase sempre dá em nada, mesmo em flagrante.

Você tem que analisar friamente a situação e julgar se você é capaz de enfrentar sem se foder, há muito que se considerar antes de tomar atitudes para que o sujeito veja que você não está para brincadeira e que sua ação não tenha uma reação maior, já que esse tipo de cara anda ou conhece malandro sem noção que não tem nada a perder... não sei se você mora em quebrada ou bairro residencial, se há ponto de tráfico, se é área de alguma facção...

Não dá pra mandar você ir na casa do cara e falar "Oh filho da puta, desliga essa porra ou vou começar a dar tiro ai pra dentro" se você tiver cara e físico de meninão criado com vó...

Fica até difícil eu te dar mais umas dicas pra foder com a vida do cara sem mimimi do politicamente correto.

É impossível jogar limpo.
Responda-o
#15
A melhor maneira seria eu conseguir não sujar as minhas mãos em um enfrentamento direto, eu conheço alguns PMs e amigos que poderiam, muito talvez, me ajudar. Quanto mais indireto for, melhor... até pq eu moro aqui e não pode passar pela minha cabeça ter problemas com o Estado ou com a justiça dos manos.
Foda tem que sair da sua residência para outro lugar por causa de uma fdp desses valentão. Eu ainda acho que pelo andar da carruagem ele vai ser preso a qualquer momento, o noia é desesperado por grana, quebra tudo na casa dele, anda provocando vizinhos e está se metendo com gente ainda pior que ele (usuários de drogas e traficantes)... a tendência é que alguma merda aconteça com ele.
Responda-o
#16
O assunto pode ser resolvido de forma sutil, senão tiver câmeras de vídeo em volta e a vizinhança colaborar não cagoetando...

Sempre tem um louco com escada e fazedor de gatos, a contratação dele para mexer no postinho de luz da casa ou no relógio iria resolver o problema de forma dissimulada. 


O custo disso é uns 100 a 150 reais : sabotagem elétrica!!! O cara tem que ser firmeza e ligeiro na missão, geralmente um cara de um bairro bem mais afastado ou até de outro município.


Na hora que o nóia de cerebro carcomido sair da residência para ir nas biqueiras, basta cortar o fio neutro do sistema de luz,; aí fiote  tudo que está dentro da casa começa a oscilar e torrar, o fdp vai ficar até sem geladeira....até ele se mexer para ligar para a concessionária e pensar no que aconteceu vai levar uns 3 dias, e talvez não tenha dinheiro para consertar tudo.

Fios podem ser arrebentados quando caminhões baús os atingem, linhas cortantes, postes que se inclinam, dificilmente há pericia no ponto de rompimento, sim eles ampliam no telescópio... tem que dar uns toques no agente executor para não deixar rastros... Idea
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#17
Já pensou em arrombar a casa do cara e "furtar" o equipamento de som quando ele não estiver em casa? Combine com os vizinhos antes..

Se ele comprar outro, repita o procedimento anterior.
[...]
Responda-o
#18
Cara, vi em um filme, não me lembro o nome mas a história é idêntica a sua, o personagem compra um punhado de drogas e planta no muro do sujeito, ou joga dentro da casa, acho que foi isso, e faz uma denúncia anônima que havia tráfico de drogas no local, a polícia faz a busca e acha e prende o sujeito em flagrante.

Nesse filme o rapaz foi bem esperto, ele se certificou se havia câmeras, possíveis ângulos, usou uma roupa que não é das que usa com frequência, cobriu bem o rosto, colocou um boné e partiu pra missão.

Se não me engano, nas leis do país que se passa esse filme não há uma quantidade certa para caracterizar tráfico, mas entre 5 e 10gs bastavam, na sacolinha ele colocava algumas cédulas de trocados para caracterizar venda.

Mas o rapaz foi tão esperto que não comprou no mesmo bairro que mora para não ser identificado e ainda fez alguns garranchos em um pedaço de papel com alguns nomes e valores para parecer a contabilidade.

Esse filme é muito bom, queria me lembrar do nome.
Responda-o
#19
Aparentemente uma das melhores soluções é vocês da vizinhança fazerem algum tipo de boicote à casa do infeliz.
Responda-o
#20
Tem um outro que é muito massa, também não me lembro do nome, a história também parece muito com a sua, o personagem descobre o nome do sujeito, eventualmente ele consegue alguma foto nas redes sociais, descobre o nome do cara e cria um fake, utilizando uma vpn ele cria um fake do desafeto, entra nos grupos da cidade e publica mensagens de insulto e xingamentos as autoridades locais, polícia, guarda da cidade, desafiando a ir ao endereço tirar satisfação, rapidamente chega nas autoridades e eles vão até o local tirar satisfação... é show de bola esse filme.

Tem um outro que é muito engraçado, cara cria um anúncio de puta a 20 reais com direito a duas cervejas geladas de graça, e no corpo do anúncio coloca endereço do desafeto.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)