Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Estudos Quinzenais] O Mito da Fragilidade Feminina - N.A.
#1
[Estudos Quinzenais] O Mito da Fragilidade Feminina - N.A.
Postado por Clayton no M.R. em 2012


Olá a todos,

Hoje venho apresentar uma reflexão diante o primeiro capitulo da obra Como Lidar com Mulheres.
Nessahan Alita começa derrubando a crença da Fragilidade Feminina e aproveita a oportunidade para apontar as poderosas armas de manipulação e intimidação das mulheres desonestas. Ele também revela nesse capítulo algumas das absurdas exigências que geralmente são injustas e gananciosas.

Isso tudo é um sinal para nunca menosprezar o poder da natureza feminina.

Depois de analisar, NO FUNDO, tanto homem quanto mulher cobiçam uma vida facilitada e anseiam pelo conforto sem esforços. Normalmente cada indivíduo utiliza os meios (DISPONÍVEIS)[QUE LHE CONVÉM] para alcançar o PRAZER. Lembrando que até mesmo os masoquistas encontram algum prazer na sua própria lesão física e moral. De fato, o ser humano não gosta de sofrer perdas.

A grande fraqueza da mulher é a mesma dos homens:

Elas querem se sentir importantes e desejam coisas que não estão preparadas para merecer.

Por todos os lados há miséria de espírito:
pessoas arrogantes quando a oportunidade lhe favorece;
simpatia com ilusões que lhe convêm;
apego excessivo a suas frustrações;
tendência de culpar o exterior;
etc

Negar a natureza humana não favorece um bom entendimento sobre as mulheres.

Compreender a realidade requer flexibilidade.

A grande sacada dos 83 apontamentos está nas intenções. Um homem preparado para enxergar algumas das intenções femininas é o mesmo que administra as suas. Esse ponto é ESSENCIAL para compreender e desenvolver o desapego.

Essas mulheres excitam voluntariamente nossas paixões mundanas e estão acostumadas a colher homens submissos com isso. Muitos conhecem a lição do “Maldito o homem que confia no homem” (Jeremias 17:5). Porém QUEM foi que disse que era para confiar na própria mulher cegamente!? Os miseráveis que não procuram domar suas paixões e controlar seus impulsos não podem reclamar da manipulações desonestas. As tentações estão por toda parte.

A alma do capitulo induz ao homem na valorização do controle de si mesmo, ou seja, o auto-adestramento. Afinal, não adianta aprender a elaborar criticas para as mulheres se na intimidade masculina ainda é um REFÉM da própria LIBIDO.

A libido é uma ferida que demora MUITO para cicatriza e poucos se dão conta que deixaram as suas expostas para o MUNDO cutucar.

O instinto masculino é infiel ao próprio homem. Seguir os desejos cegamente é pura mesquinharia que geralmente atrai moscas. Não é a toa que muitos sábios incentivam o RESGUARDAMENTO.

As mulheres sentem e apreciam o instinto masculino à distância. Os machos parecem viver de descrições abstratas. E mal sabem que as mulheres descrevem as coisas a partir de SENSAÇÕES. E é por isso que dificilmente enganam uma mulher apenas mentalizando ser phodão. Todos transpiram sensações no seu MODO de vida.

O que dificulta os joguinhos emocionais é uma mente ORGANIZADA que não aspira vingança IMEDIATA.
As pessoas tem uma forte tendência de EXAGERAR. O ódio arruína a tranquilidade e ABALA o temperamento.
As sensações é o campo feminino, por isso que um homem imprevisível (que não se abala com qualquer coisa e ao mesmo tempo guarda as forças no momento certo) é mais forte.

A CHAVE do SUCESSO está na EDUCAÇÃO do corpo, mente e espírito.

O espírito da ganância escraviza as pessoas.
A mente fraca deixa-se levar pelas aparências.
Um corpo impulsivo perturba-se à toa.

Abraços.

Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Responda-o
#2
Principais comentários da época:

SestoSento - 13 Set 2012, 15:51

Eu admiro esses trabalhos que você faz Clayton, além de ficarem muito bons, ajudam os novatos e refrescam a memória dos mais antigos(inclusive a sua)...

Eu penso diferente deste ponto:


Citação:O que dificulta os joguinhos emocionais é uma mente ORGANIZADA que não aspira vingança IMEDIATA.


Creio que não aspirar vingança NENHUMA seja a melhor saída para o que ele aponta logo em seguida, "Educação do espírito"

Eu acredito mesmo é em uma repreensão "indireta" visando a correção do comportamento, seja do homem ou da mulher...


Clayton - 13 Set 2012, 18:52

Citação:
Citação:"O que dificulta os joguinhos emocionais é uma mente ORGANIZADA que não aspira vingança IMEDIATA."


Creio que não aspirar vingança NENHUMA seja a melhor saída para o que ele aponta logo em seguida, "Educação do espírito"

Eu acredito mesmo é em uma repreensão "indireta" visando a correção do comportamento, seja do homem ou da mulher...

Entendo sua preocupação. É perigoso deixar brechas para o ódio. Porém ainda não conseguir desenvolver um discurso para recomendar o pleno perdão.

Nem sempre a Justiça é o "Bem" para o próximo.


Conde_de_M.Cristo - 22 Set 2012, 10:29

A fragilidade feminina se restringe apenas ao seu aspecto físico. A mulher é muito forte emocional e psicologicamente. E no homem é justamente o contrário. E elas exploram isso ao máximo com o atenuante do homem ser refém de sua libido, elas conseguindo assim sucesso na maioria de seus intentos geralmente usando o sexo como moeda de troca.

A saída para vencer isso NÃO É usando seu lado forte , ou seja , NÃO É fazer valer sua superioridade física. A solução para vencer essa "guerra" é o desapego , a morte do romantismo. É ter ciência que ao se relacionar com as mulheres pode-se a qualquer momento perdê-la por conta que o emocional , o ego e o utilitarismo das mulheres é muito volúvel. E quando aparece outro homem que ela julga melhor que você, que vá atender todas as suas necessidades de momento ela não pensa duas vezes em largá-lo, o faz sem a menor compaixão. Por isso que Nessahan diz que "o homem que não acredita jamais será enganado".

Penso que a respeito de vingança é absoluta perca de tempo e baixa auto-estima. Se após se dar mal com uma mulher você ficar 24 horas por dia arquitetando planos de se vingar dela é sinal que tu ainda está muito ligado à ela, ainda sente algo. Tudo que se polariza do amor ou no ódio denota que a pessoa objeto central de seu sentimento é muito importante na sua vida, mais importante até mesmo que a si próprio.

Eu acredito que não há muito mistério dentro deste contexto. O principal de tudo, como citei acima, é criar o desapego, a morte do Ego, extirpar dentro de si, definitivamente, o mito do amor romântico que lhe foi incutido desde que nasceu através de contos de fadas, novelas, filmes etc. É encarar o mundo e as pessoas tal qual são, com ceticismo, racionalidade e pés no chão. É não ser muito bonzinho mas também não ser extremamente mal com as mulheres. É ser JUSTO, sendo um espelho da forma como é tratado e sempre respeitando a famosa regra de ouro do Búfalo Man, ou seja, retribuir 2/3 do que elas fizerem por você.

Além disso é focar sempre seus esforços em si mesmo. Não ficar correndo atrás de mulheres e nem fazendo de tudo para lhe chamar a atenção. É priorizar ao máximo seu crescimento e desenvolvimento pessoal pois aí nesse caso sua barganha será muito grande e acabará acontecendo o caminho inverso que será elas vindo até você.

Não se esqueçam de que tudo que tem valor custa caro, é muito melhor visto. Não corra mais atrás do prêmio, seja VOCÊ o prêmio, mas faça por onde também. Saia da vala comum e tome atitudes na sua vida, assuma um ar de independência, adote isso como um estilo de vida. Pois ao invés de ficar batendo de porta em porta elas simplesmente se abrirão para você.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  O mito da monogamia e fidelidade feminina Diamante 34 6,276 23-11-2019, 11:14 PM
Última Postagem: Gordo

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)