Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Matrix Profissional
#1
Matrix profissional

[Image: Rq8Y1za.jpg]

Imagine-se acordando todos os dias, 6 vezes por semana na mesma hora, para ir trabalhar, o trabalho deveria dignificar o homem, mas não é bem assim que as coisas funcionam hoje, o que vejo muito são homens na faixa dos 18 até 29 anos que trabalham mas não tem uma preocupação como o futuro, ande pelas ruas(principalmente se você mora em grandes cidades) e veja:

Quem você vê puxando carroças de reciclagem?
Quem você vê vendendo doces nos ônibus?
Quem você vê trabalhando nas barracas de camelô?
Quem você vê fazendo o serviço de peão em seu ambiente de trabalho?
Quem você vê ficando com cara de paspalho pois o puxa saco(ou a vadia do chefe), foi promovido e ele não?
Quem você vê mais subempregado?

Sim rapazes são os homens! (medianos de bem, ou um mediano babaquara).

Percebo que muitos jovens se acomodam em seus serviços, e o cara não observa que muitas(mas muitas mesmo) vezes há oportunidades para ele galgar o sucesso. O cara não estuda, seja faculdade ou curso, nem olha ao redor sobre novas oportunidades, só fica naquilo, recebe seu salário para muitas vezes curtir sua baladinha, torrando tudo com álcool, um futebol no fim de semana, comprar roupas de marca (isso é o que mais se vê nas "quebradas" = periferia, malandro!)

Além de querer agradar mulheres, aí o cara chega aos 30, 40 ou 45 anos, muitas vezes mora com os pais ou nem tem casa própria, depois de pagar seu carro em 300 prestações, tem de vende-lo para quitar outra divida, ai ele é demitido de sua empresa e, como está defasado no mercado profissional, vive agora de "bicos" ou em um sub emprego aturando chefes (feminazis, cafas ou FDPs).

Geralmente esse sujeito se casou novo(ou não) com uma mulher que o usa como provedor, como não o atura mais, além de trai-lo, se divorcia dele fica com a guarda dos filhos (isso se forem filhos dele mesmo), e se ele não pagar pensão vai para a cadeia.

Isso pode acontecer com cafas, matrixianos e até guerreiros da real. Salve guerreiros, nem toda Matrix é referente as mulheres DESENVOLVIMENTO PESSOAL TAMBÉM SE APRENDE COM A REAL.

Alguns Comentários De Membros no tópico:

Colossus
Este post me fez pensar o que me ocorreu essa semana, estava no serviço e na portaria do prédio em que trabalho, vi um camarada meu de infância indo fazer uns serviços de carregar caixas. Poxa, lembrei dele na minha infância, era um cara que fazia muito sucesso com as menininhas, jogar futebol e basquete com a galera, um ótimo esportista, parei e fui conversar com ele, me disse que tinha tido três filhos, sendo que 2 era com uma mulher atual e outro de um relacionamento que ele teve no tempo de adolescência.

Fiquei abismado ao vê-lo nessa situação e perguntei a ele o que ele tinha feito da vida, para pagar a pensão da outra criança. Ele alugou a casa que a falecida mãe dele deixou para ele, e uma quitinete que ele tinha feito, era alugada para ajudar nas finanças.
Perguntei, poxa cara pq não volta a estudar e tentar fazer um curso técnico no Senac? ou faz um pré vestibular ou algo do gênero para melhorar de vida!

O meu colega me falou que a noite ele trabalha como cobrador de van para aumentar a renda, pois a mulher dele estava desempregada e com criança pequena não tinha como volta a estudar. Fiquei pensando: como foi ter uma outra família? Já que pagava uma pensão de outra mulher! O maluco é novo e já não tem expectativa nenhuma de vida, ele falou para mim o que sobrou dele agora é só trabalha para não deixar de pagar pensão.

Rocky
Infelizmente, essa é a dura realidade. Eu ainda sou estudante, mas já vejo que só se confirmam as coisas. De 35 alunos da minha turma, 31 são mulheres. Pouco são os homens que têm investido em sua carreira, nos estudos mesmo. A maioria não busca se desenvolver intelectualmente pra conseguir um bom emprego. As vezes têm até talento e inteligência mas se acomoda. O negócio é tentarmos resgatar nossos amigos que ainda estão na Matrix e nos ajudar. Ainda acredito que possamos mudar essa cultura moderna.

Este texto faz parte do projeto: Segunda das Relíquias Perdidas.
Responda-o
#2
Faculdade não é mais sinônimo de sucesso e a tecnologia cada vez mais substitui o homem no trabalho. Muitas profissões como atendente, bancário, auxiliar administrativo vão acabar.
Tem que se especializar e ser bom no que faz. Tirando os concursados, meus colegas que estão desempregados são aqueles que passaram colando ou  pagando pra fazer o TCC. Os esforçados mesmo conseguem fechar o mês, alguns na área outros não, mas a maioria se fode pq é pai de família.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#3
Mesmo entre os concursados, grande maioria casado, sedentário, obeso. Não estuda nada por fora, não tem nenhum hobby. Vive como provedor da esposa. Nem vou falar como são as esposas. Lá tem alguns casos que a mulher estalou o dedo e falou "não quero mais". Os ex-maridos dessas tiveram que deixar tudo pra trás. Pagam pensão e com o que sobra mal sobrevivem. Quando era mais novo, jamais imaginei que o cenário ia ficar tão desfavorável pro cara que escolhe constituir família. Hoje me considero sortudo por não ter casado e tido filhos. Pior que quando conto minhas aventuras e desventuras pra um casado, ele me zoa e diz que eu deveria casar. Aí chega outro na conversa, começa a reclamar do casamento, e aí os dois concordam: "casamento é só uma vez. Se separar, nunca mais caso". Vai entender esses matrixianos.
Responda-o
#4
A maior Matrix profissional que eu vejo, é o povo sem contato nenhum na cidade ou dinheiro para abrir seu escritório, querer ser advogado. Advocacia acabou, simples assim!

Obs: A vantagem de ter diploma de Direito é fazer concurso de Juiz, Promotor ou Delegado. Mas, para passar, tem que estudar muito e conseguir se manter com advocacia ou outro trabalho, até conseguir esse objetivo.
Responda-o
#5
Tópico foda.

Sou biólogo, formei tem sete anos, claro que não fui destaque acadêmico, mas formei com certo aproveitamento, na época que escolhi o curso se falava muito em meio ambiente e sustentabilidade, depois de formado vi a mentira da coisa, foi um dos meus primeiros choques de realidade e percepção de algo errado, na época nem sonhava com a Real e a Matrix, hoje penso em voltar a estudar e investir na área de TI l, eu quero é grana e pronto, ainda um tanto bolado com tanta merda que acreditei e tanta merda que acontece com a gente durante a vida que com muita sorte a gente descobre um reduto como este para ter algum norte pra se virar nesta selva.

Sobre as mrrulheres estudarem e se prepararem mais, vi isso não só no meu curso, mas em vários outros, mulheres desde cedo pensam em crescer, tem ambição, homem a gente já sabe como é...
"Tudo o que te resta é o desenvolvimento pessoal." Mr. Rover 
Responda-o
#6
Ouça quem tem ouvidos e quem tem boa vontade: quer saber como se alocar no mercado? Esqueça o que dizem especialistas e seus parentes. Pesquise o que as empresas estão procurando, simples. Hoje mesmo abri um site de empregos e comecei a analisar os requisitos que as empresas exigem, pra saber como me especializar. Só um diploma não garante nada (só pra concursos), o importante é o que você sabe fazer, como você pode ser útil. Sem enrolação, tudo se resume ao conhecimento e prática que você vende ao empregador. Se você não sabe nada e não se especializa em nada útil, vai receber miséria ad eternum.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Blog Aforismoz - TEXTO NOVO - "Sexo é sobre poder"
Responda-o
#7
Creio que seja geral, tanto mulher vileira quanto seu equivalente homem não procuram se desenvolver profissionalmente, na média os brasileiros são assim.

Conheço algumas novinhas que vivem de sexo, eu mesmo pago por seus serviços R$ 150 cada vez.

É uma grana fácil, não precisam encarar horários e patroas carrascas (mulher no comando de outra assemelha-se a um nazista).

Com relação aos homens, e em especial em nossa cultura, não querem saber de profissões como mecânico, pedreiro, encanador, calhista, pintor...

Muitos me parecem ter vergonha de pegar no pesado. E precisamos tanto de encanadores bons, de pedreiros e pintores.

Contei o caso do meu primo de vinte e poucos anos que está há anos tentando passar no ENEM para estudar medicina, e não quer saber de trampar de jeito nenhum.

Encheram a bola dele porque se tornaria médico, agora o cara não quer saber de se rebaixar.
Responda-o
#8
Citação:Percebo que muitos jovens se acomodam em seus serviços, e o cara não observa que muitas(mas muitas mesmo) vezes há oportunidades para ele galgar o sucesso. O cara não estuda, seja faculdade ou curso, nem olha ao redor sobre novas oportunidades, só fica naquilo, recebe seu salário para muitas vezes curtir sua baladinha, torrando tudo com álcool, um futebol no fim de semana, comprar roupas de marca (isso é o que mais se vê nas "quebradas" = periferia, malandro!)

Apenas essa citação já sintetiza a realidade quase de modo geral.

Por outra vertente, todos querem ganhar mais, trabalhando menos, e quem não quer? Contudo, para se chegar nesse patamar, o caminho é longo e dolorido... Excetuando aqueles que nasceram em berço esplêndido, a maioria dos que chegaram em uma posição mais confortável, vieram de baixo sim, ralando, sofrendo, encarando trabalhos pesados e humildes até chegar em alguma coisa, dando valor a cada etapa superada.

No tocante ao "Estudar", isso é uma obrigação constante, não apenas pelas questões das oportunidades profissionais, mas pelo desenvolvimento intrínseco intelectual, ou seja, o aproveitamento da inteligência (...e que se faça bom uso desta!).

Citação:
Com relação aos homens, e em especial em nossa cultura, não querem saber de profissões como mecânico, pedreiro, encanador, calhista, pintor...

Muitos me parecem ter vergonha de pegar no pesado. E precisamos tanto de encanadores bons, de pedreiros e pintores.

@Stumm, sigo contigo nessa, que ao meu ponto de vista, não fazem por acreditar que o trabalho pesado ou o mais humilde seja fator de humilhação para sí.
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o
#9
Sim @Callahan, eu até tenho vontade de fazer uns serviços desse em casa, nunca fiz mas depois de ter reformado o banheiro de casa fiquei meio cabreiro com pedreiros mão de porco.
Mesma coisa pra mecânico, fui trocar a água do radiador e o cara além de demorar só fez merda. Dava pra trocar em casa, não é complicado.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)