Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Não procurem rosas em esterco!!!
#1
É conhecimento comum que a imensa maioria dos realistas chegou aqui pelo sofrimento amoroso do homem.

Muitos de nós fomos humilhados, decepcionados, magoados, traídos e tivemos os nossos mais nobres sentimentos pelas mulheres despedaçados pelas manipulações de uma vadia que não os merecia.

Após a fase da revolta, que é quando começa o amadurecimento de um realista, é natural que ele torne-se extremamente cético em relação às mulheres, afinal de contas, a realidade mostrou o quão má elas podem ser para com um homem e o conhecimento aqui adquirido, aliado aos relatos dos confrades (muitos deles verdadeiro contos da cripta), apenas reforçam suas convicções de que elas não serviriam para nada além de sexo casual, uma vez que todas seriam vadias.

Ocorre que pensar assim é uma polarização decorrente do medo, que é tão perigoso quanto a fúria da fase da revolta, pois nos afasta das poucas mulheres decentes que não se renderam à toxicidade do feminismo.

Sim, elas existem, generalizar é válido, mas totalizar, não!

Então não procurem rosas em esterco!

De que adianta conhecer o lado obscuro das mulheres se você utiliza-se desse conhecimento para ficar catando vadias em badoo, tinder, indo à baladas, vadias no trabalho, festas de faculdade, etc?

Não falo aqui de se manter casto, nem de que você não possa ser adepto de sexo casual, aliás, você pode ser adepto do que quiser, não sou fiscal da rola alheia, mas se o que desejas é uma companheira para relacionamento sério, precisa parar de buscar mulheres em locais/situações que já sabe de antemão que as desqualificam para isso.

A pergunta que você deve estar se fazendo agora é: mas onde estarão essas mulheres decentes?

Igrejas? Amigas de namoradas dos seus amigos? Amiga de uma prima sua? A filha da sua vizinha?

Excluindo os locais acima citados, por razões óbvias, o lugar pouco importa, pois o que te interessa é o caráter dessa mulher, correto?

Tudo o que sei é que se você continuar frequentando somente os lugares onde só tem vadias, não irá encontrar uma moça de comportamento escorreito por lá.

O ideal é que você siga a sua vida e seu desenvolvimento pessoal normalmente, estando atento para quando uma dessas poucas exceções (não confundir aqui com mulher-exceção, sabemos que isso não existe) aparecer diante de você.

Apenas para dar um exemplo que ocorreu comigo, faço parte de um grupo de caridade que faz constantes doações para instituições beneficentes, e por meio destas ações, conheci boas moças por lá que eu namoraria sem problemas. Vejam que lugar não usual em que você pode conhecer uma boa mulher para relacionamento sério...

Enfim, essa é a ideia: se desejam um relacionamento sério, parem de procurar rosas em esterco.

Força e honra.
Responda-o
#2
Boa Loki. Aposto q Odin ficou orgulhoso dessa vez kkkkkkk
O clichê é imortal. É infinito. É onipresente. Conforta os medíocres e protege os cagões. (Marcello Serpa)

[Image: s2uY1YnJN_X8XF7H6uiNfL-o3T8qgFTKBWvilqd_AMI=w400-h60-no]
Responda-o
#3
É claro que o ambiente e os amigos da dita cuja são fatores que você deve se atentar no seu julgamento. Mas se o cara sabe escolher, ele vai fazer a escolha certa em qualquer lugar e situação.
Responda-o
#4
Estercos podem virar Rosas?

Quantos não irão se deparar com aquela pré balzaca aos 27, 28, 29 anos de idade que soltará aquela linda expressão:

Eu tive a minha fase louca, aproveitei bastante agora quero sossegar, to mais madura e sei o que quero, adquiri experiência  e sabedoria.  Blush

E ela faz aquela expressão de rosa angelical dizendo indiretamente que você é o cara, que tem que ter algo sério, até então ela é super gente fina, faz caridade e está indo para a Igreja, só que rodou a banca sem dó, e então vai embrulhar levar para viagem ou comer agora?

Aí vc pensa: Esse cara sou eu? O herói de toda mulher, por você encara todo perigo, seu melhor amigo....



Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#5
(21-08-2015, 02:25 PM)Loki Escreveu: Apenas para dar um exemplo que ocorreu comigo, faço parte de um grupo de caridade que faz constantes doações para instituições beneficentes, e por meio destas ações, conheci boas moças por lá que eu namoraria sem problemas. Vejam que lugar não usual em que você pode conhecer uma boa mulher para relacionamento sério...

Tá esperando o que, confrade?
Responda-o
#6
(21-08-2015, 06:46 PM)Rooster Escreveu:
(21-08-2015, 02:25 PM)Loki Escreveu: Apenas para dar um exemplo que ocorreu comigo, faço parte de um grupo de caridade que faz constantes doações para instituições beneficentes, e por meio destas ações, conheci boas moças por lá que eu namoraria sem problemas. Vejam que lugar não usual em que você pode conhecer uma boa mulher para relacionamento sério...

Tá esperando o que, confrade?

Heuheuheuheuehue, sabia que alguém perguntaria.  Big Grin

Quanto ao grupo de caridade em si, o usei apenas como exemplo de um lugar inusitado em que se pode encontrar mulheres de algum valor, a ideia principal do texto é não se preocupar em procurar por elas, apenas viver nossa vida normalmente - o que inclui fazer séquisso casual com as vadias para quem é adepto -  e utilizar os conhecimentos adquiridos aqui para perceber quando está diante de alguma moça digna de nosso compromisso.

Mas assim como eu mesmo sugeri no tópico, estou sem pressa de que as coisas aconteçam, afinal de contas, é um grupo de solidariedade e não desejo misturar caridade com paquera, mas...

Caiu na rede é peixe e tem umas 4 ou 5 dali que eu tentaria um relacionamento sério.

Infelizmente, passei os últimos 50 dias sem mal sair de casa por problemas de saúde, o que fez com que eu me afastasse de atividades sociais, mas na próxima reunião do grupo já devo mover meus pauzinhos.  Big Grin

P.s. Minerim vai fazer alguma zuera por este meu último coment em 3,2,1...
Responda-o
#7
- Nunca fui muito de procurar, os relacionamentos que tive, foram todos ao acaso. Mas, evitando estas opções do tópico, o cara da Real vai se livrar de muitas vileiras.

PS: Loki, pensei que você estivesse num relacionamento sério. Pelo menos foi a impressão que tive quando vi seu podcast.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#8
Não, não. Rs

Eu namorava quando conheci a real, com uma mãe divorciada, bonita, gostosa, boa de cama, cozinhava bem, me dava sexo farto e de qualidade. Tudo que um matrixiano pode desejar, shUASHauhsAUSHuashUAS.

Mas ae a real apareceu na minha vida, e vi a cilada que estava caindo, então terminei (após observação e ponderação sobre o namoro) e desde então estou apenas com marmitas, rs.

Eu não sou daqueles que dizem "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço".

Apesar de não ser mais um garoto, e de ter um desejo forte de constituir família, não vou me apressar e me juntar com qualquer uma apenas para não ficar sozinho. Antes só do que mal acompanhado.
Responda-o
#9
Não vou zuar.


A Igreja por si só é um ambiente que em relação ao namoro tem toda uma atmosfera ética e moral circundando a mente do macho, e se o cara tiver espiritualidade ativa isso será mais rígido ainda.

Na Igreja o sujeito abraça o namoro logo de cara com todo o decoro, nem consegue digamos arrancar de um modo mais "REALISTA" as confissões da garota num test drive da marmitagem e enrolação; além de  ter algum acesso ao histórico e ficha corrida da mocinha, pelo menos naquele local, acaba por ficar satisfeito com aquela aparência e imagem social.

Esse ano fui pego por  "duas boas moças" de Igreja, uma do templo de Salamão ou Salomão e outra de uma comunidade neopetencostal, obviamente vieram dos sites de flerte. Se eu fosse do circulo religioso talvez estivesse na friendzone ou estaria esperando para trepar depois do casório, eu as rejeitei para namoro, mas para algum irmão pode ser o milagre que esperam a bastante tempo e uma resposta as orações, é a exceção eleita ou escolhida. Angel

Concordo que existam mulheres sérias nas Igrejas e são jóias raras, um presente divino que é revelado a poucos.

Bom senso, ponderação e investigação e ainda assim haverão riscos.

Foi-se o tempo das frases: Essa é para casar ou para namorar...
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o
#10
Belo coment, Minerim. E pode zuar, man. Me divirto com todas as suas zueras, mesmo as comigo, rs.

Aliás, que fique registrado pra todos, tem muitas reais nos coments do Minerim, mesmo os em forma de zuera, é só saber observar nas entrelinhas e não ser tolo de levar pro pessoal quando você for a próxima "vítima" dele, rs.
Responda-o
#11
Loki mais uma vez trazendo boa contribuição para o Forum.

É importante esclarecer isto, que existem, sim, boas mulheres por aí.

A propósito, longe de invocar o assunto religião aqui, mas eu tenho refletido bastante sobre a lei da atração. Quanto mais negativo o cara ficar, quanto mais ele se irritar e dedicar atenção e pensamentos a mulheres ditas vadias, mais ele irá atrair dessas. Estou sentindo isso na pele, depois que limpei o meu coração passei a encontrar mulheres bacanas, mesmo pra fazer amizade.

Lembrando que de nada adianta encontrar uma boa mulher sem que sejamos bons homens. Compatibilidade é fundamental, mas para um relacionamento fluir bem é preciso que ambos façam cada um a sua parte.

Abraço, Loki!
"E, se tiver de cair, caia com os revólveres fumegando." - Roland Deschain
Responda-o
#12
Fico feliz que esteja largando a revolta, Roland.

Penso que um realista só estará apto encontrar uma mulher decente quando deixar a revolta, pois graças à ela tenderá a acreditar que nenhuma mulher presta, afastando de si as poucas decentes que acaso encontre.
Responda-o
#13
[2!] no Roland.

- Loki, posso até esta enganado, mas, o seu jeito de se expressar me faz lembrar muito o 5º livro de NA.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#14
(23-08-2015, 06:12 PM)DiamanteNegro Escreveu: [2!] no Roland.

- Loki, posso até esta enganado, mas, o seu jeito de se expressar me faz lembrar muito o 5º livro de NA.

Não, não. Impressão sua, rs.

Nem old school eu sou, encontrei a real por meio do facebook.
Responda-o
#15
Sinceramente, depois da real é difícil achar alguma que realmente se enquadre em padrões para relacionamento sério. Sempre tem alguma coisinha por menor que seja que já desqualifica a moça.

Nos últimos anos só me recordo de uma única mulher que tenha julgado boa-boa, mas era comprometida.

No geral as que não pecam no feminismo, pecam na ignorância típica dos chimpas brasileiros.

Atualmente sigo a vida investindo em mim mesmo e como bem disseram aí, se aparecer, ok, se não, ok também. Por hora me divirto com uma msol que to marmitando e uma mochileira do RS que volta e meia vem aqui no RJ e me procura.
"Mens Sana in Corpore Sano"  - Décimo Júnio Juvenal




Responda-o
#16
(24-08-2015, 12:27 AM)SharK Escreveu: Sinceramente, depois da real é difícil achar alguma que realmente se enquadre em padrões para relacionamento sério. Sempre tem alguma coisinha por menor que seja que já desqualifica a moça.

O problema do seu raciocínio é que vc fala em padrões. Padrão é coisa que inventaram pra justificar preconceitos. Não estou te chamando de preconceituoso, veja bem, mas isso é quase como pensar em uma pretensa "raça ariana", mesmo que a comparação seja extremista.

Não existe padrão, nenhum de nós é perfeito e buscar alguém sem defeitos é perda de tempo. Relacionamento depende muito de compatibilidade, parceria e uma série de outros predicados. Tendo isso, padrão é coisa pequena.
"E, se tiver de cair, caia com os revólveres fumegando." - Roland Deschain
Responda-o
#17
Penso ser válido você determinar critérios de seleção a que uma mulher deva preencher para que se cogite um relacionamento sério.

Mas como tudo na vida, deve-se ser ponderado na eleição e rigidez desses critérios, sob pena do sujeito inviabilizar pra si o surgimento de um relacionamento sério.

Não falo de relativizar, apenas de buscar um equilíbrio, pois não somos perfeitos, não podendo exigir das mulheres o mesmo.

Agora quanto aos critérios, cada um que escolha os seus, eu tenho os meus, mas isso é assunto pra outro tópico...
Responda-o
#18
(24-08-2015, 05:38 PM)Loki Escreveu: Penso ser válido você determinar critérios de seleção a que uma mulher deva preencher para que se cogite um relacionamento sério.

- No caso, sim. Me referi a esta situação sobre relacionamento sério. Minha frase "dividir a cama" teve uma má expressão de minha parte.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#19
Aqui no Rio pelo menos, independente do ambiente, acho que não consigo contar nem meia dúzia de mulheres "decentes". A maioria está descaradamente exibindo seu lado obscuro, e foda-se quem se importa com isso.

Manginões pra assumir tem aos montes.

Tem um amigo meu que namora uma mina. Bem gata ela, só que ela é chatinha pra caralho com ele. Enche o saco mesmo. Dai ela tinha 2 best friends. Ele comeu uma e a outra só não comeu pq é aquela q tu olha e já pega DST.
Essa que ele comeu ta casada com um beta manginão clássico. Afeminadinho, gordinho, com cara de trakinas e etc.

De tempo em tempo manda zap pro meu amigo falando que quer fazer anal giratório (a parte do giratório foi por minha conta kkk).

E claro, frequenta igreja, só posta foto no face com os irmãos de culto, participa de projetos beneficentes e etc. Mas a real é que não respeitou a amiga (desde infância que elas eram amigas), o corno do marido (acho que é aquele casal que só se junta ou nem isso e fala q tá casado no facebook), e é uma vagabunda nata. Tem fotos dela que esse meu amigo me passou que tu vê a cara de piranha e safada dela. Parece até aquelas minas santinhas que fazem cara de malvadas e fica "engraçado".

Não existe mais mulher decente não. A putaria reinou, aceitem isso. Se tiver um ou outro caso, é raro. 99% das vezes a criação dita o rumo delas com força. Fiquem de olho.
Responda-o
#20
(24-08-2015, 05:38 PM)Loki Escreveu: Penso ser válido você determinar critérios de seleção a que uma mulher deva preencher para que se cogite um relacionamento sério.

Mas como tudo na vida, deve-se ser ponderado na eleição e rigidez desses critérios, sob pena do sujeito inviabilizar pra si o surgimento de um relacionamento sério.

Não falo de relativizar, apenas de buscar um equilíbrio, pois não somos perfeitos, não podendo exigir das mulheres o mesmo.

Agora quanto aos critérios, cada um que escolha os seus, eu tenho os meus, mas isso é assunto pra outro tópico...


Exatamente! Não só é válido, como também é OBRIGATÓRIO ter critérios. Do contrário se aceita qualquer coisa que vier.

Eu não sou exigente, qualquer mulher que demonstre ser fiel, respeite a família e não ande/admire escórias já tem 60% do meu interesse. Se for somar um quarto quesito de querer algo da vida, aí sim dá pra se pensar até em algo mais.

Percebam que eu nem aprofundei muito no feminismo, pois o mesmo tem de ser generalizado: DIGA NÃO A MULHER FEMINISTA!

Eu já viajei pelo mundo e conheci inúmeras mulheres de diferentes culturas, nenhuma está livre de um pouco de influência feminista de menor ou maior grau, mas se a mulher já é assumidamente feminista é porque já não presta mais, já se entregou a essa droga.
"Mens Sana in Corpore Sano"  - Décimo Júnio Juvenal




Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)