Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Conde] Por Que os Homens Sempre Caem nos Mesmos Erros Com Elas?
#1
Por Que os Homens Sempre Caem nos Mesmos Erros Com Elas?
NOBRECONDEMONTECRISTO

[Image: armadilha.jpg]

Nobres e digníssimos confrades da Real.

Não é de hoje que todos nós aqui temos ciência a respeito dos jogos e artimanhas das mulheres com os homens, seja nos relacionamentos ou no dia a dia, bem como as suas intenções camufladas por conta dos mesmos. Por incrível que pareça, mesmo os homens que não conhecem a Real, sabem de tudo isso, no mínimo, por experiências vividas com as mesmas.

Mas, sendo assim tão explícito e óbvio as atitudes e o que querem elas, por que então os homens sempre caem nos mesmo erros ?

Bom, inicialmente, vou citar algumas das principais características das mulheres atuais. O caráter/personalidade delas sempre foram pautados, principalmente, por egocentrismo, utilitarismo e promiscuidade, sendo que esses três são correlacionados e se completam entre si. O ego da mulher é o seu ponto central, é a base de todos os seus sentimentos e ações, elas são totalmente dependentes dele. Dentro deste contexto, para saciar o mesmo, elas são extremamente utilitaristas, principalmente com os homens, ou seja, elas não gostam do homem em si e sim do que ele sempre terá a oferecer e proporcionar a elas, de acordo com suas conveniências e exigências de momento.

No caso da promiscuidade, segundo Nessahan Alita, todas as mulheres têm o desejo subliminar/inconsciente de serem prostitutas, pois a prostituição é a materialização máxima de saciação de seus egos, por conta que a prostituta tem forte apelo de sedução e sensualidade e mexe totalmente com a libido e instintos do homem. Por isso elas são extremamente promíscuas ao quererem prender emocionalmente e sexualmente um Alfa e não se importar em dividi-lo em um harém com outras. Vide homens famosos, de altos status (social/físico/financeiro), casados etc.

Já os homens são basicamente reféns de suas libidos. Por conta disso, diferentemente das mulheres, eles gostam delas pelo que ela é em si, por seus atributos e o que ela pode lhe proporcionar sexualmente a ele, não importando seu status social ou financeiro.

Bom, diante disso, percebemos que elas sempre fazem as mesmas coisas com os homens, os mesmos erros, sempre caem na mesma vala comum. Se aproximam de um homem que lhes chamam a atenção, que as atrai, de acordo com seus interesses e conveniências e se ofertam sexualmente a ele enquanto ele for útil dentro do que ela se propôs com ele. Mas, quando o homem não passa a ser mais interessante, deixa de ser novidade e já tiver atendido ao que era conveniente a ela, as mulheres se afastam, ficam frias, o descarta e por conta de novos interesses que esse não a atenderá, procurará outros.

Só que elas nunca tomam a decisão final, sempre jogam no campo da ambiguidade, invertem culpas/valores, deixam nas mãos dele as responsabilidades, justamente para confundir o homem e tê-lo como uma espécie de carta na manga, para o caso dele poder ser útil mais a frente, além de massagear seus egos ao saber sempre que tem ele interessado nelas.

Em suma, onde eu quero chegar? Justamente eu citei tudo isso acima para embasar meu questionamento. Se as mulheres sempre agem assim , é fácil de entendê-las e premeditar seus atos (diferente da mentira e falácia da mídia e sociedade hipócrita/feminista que dizem que os homens nunca entendem/entenderão as mulheres) os homens, então, deveriam mudar suas posturas e modo de agir com as mesmas, sendo mais racionais e menos emocionais, se impondo e fazendo valer também seus interesses.

Mas não é o que acontece na prática. O homem , normalmente sempre cai nos mesmos erros, nas mesmas armadilhas que as mulheres lhe impõe. Mesmo ele se dando muito mal com uma mulher, ou ele faz vista grossa e a aceita novamente quando ela assim o querer ou ele sempre acredita que a próxima será diferente, encontrará a sua cara metade.
Acredita piamente no mito do amor romântico e da família feliz. Pois assim ele foi doutrinado desde criança pela mídia/sociedade cada vez mais regidos pelo feminismo/sexismo, cresceu ouvindo/lendo/assistindo fábulas infantis, filmes, novelas e sendo “manipulado” até pela sua própria mãe que lhe põe na cabeça, lhe ensina que se deve tratar as mulheres como deusas acima do bem e do mal, deve se sacrificar por elas, mimá-las. E além da sua mãe, a família e sociedade lhe cobra que se case e constitua família praticamente, de forma velada, em caráter obrigatório, sob pena de ser “marginalizado”, ser visto como um fracassado, medíocre e até ser taxado, pasmem, de Gay.

Tudo isso o leva a crer que os erros que elas sempre cometem são fatos isolados, se tratam do caráter de um pequeno percentual feminino, ficam iludidos em achar “a tampa da sua panela, a metade de sua laranja”, inebriados pela lavagem cerebral a que foram submetidos, acabam entrando um círculo vicioso em que não se beneficia em nada. Na verdade, ele não passa de uma marionete da sociedade/mídia, um instrumento/ferramenta para que atenda a todos os jogos de interesses, fazer girar a roda do feminismo.

Em face de tudo isso, é de suma importância aos homens terem conhecimento da Real, pois deixará de atender aos interesses alheios e passará a atender e priorizar os seus próprios. Não é a toa que a Real salva vidas.
Como eu sempre digo,o homem que não conhece a Real sempre acaba se dando mal.

Sem mais,
O Nobre Conde de Monte Cristo.

Comentários
Spoiler Revelar
PREDADOR
1 DE FEVEREIRO DE 2012 – 1:37
Parabéns pelo Blog Conde, muito bom.

DETONANDO A MATRIX
7 DE FEVEREIRO DE 2012 – 1:16
“O caráter/personalidade delas sempre foram pautados, principalmente, por egocentrismo, utilitarismo e promiscuidade, sendo que esses três são correlacionados e se completam entre si. O ego da mulher é o seu ponto central, é a base de todos os seus sentimentos e ações, elas são totalmente dependentes dele. Dentro deste contexto , para saciar o mesmo, elas são extremamente utilitaristas, principalmente com os homens, ou seja, elas não gostam do homem em si e sim do que ele sempre terá a oferecer e proporcionar a elas, de acordo com suas conveniências e exigências de momento.”
Perfeito.
Alias, parabéns pelo blog. Ando muito ocupado e só conheci ele agora.

GUILHERME LEAL
21 DE FEVEREIRO DE 2012 – 3:36
Nossa … Estou sem palavras… Pra mim achar esse blog foi uma benção, curti muito !!
Parabéns … Abrindo meus olhos !! Exclamation 

KOSHVALORUM
15 DE ABRIL DE 2012 – 0:59
#MeusOlhosDoem. Saindo da matrix, seus olhos também doerão, pois a realidade lhe será desvendada.

ANGELO
5 DE JANEIRO DE 2013 – 6:01
Acho muito interessante a abordagem do masculinismo. Uma evolução mesmo em comparação ao estado espiritual-anímico em que o ser humano se encontra atualmente. Na verdade, se observarmos bem, trata-se meramente do resgate do óbvio que nos passou a ser invisível pelas “conquistas” do século XX e inicio do séc XXI. Essa discussão seria desnecessária, portanto nos fins do séc. XIX e quem a abordasse poderia ser taxado de lunático ou tã-tã.
Creio que o ideal de normalidade humano é maior que o machismo, o feminismo que o combate (muitas vezes um machismo que se degenerou) e o atual masculinismo, mas que não o poderemos alcança-o em comunidade, visto que a comunidade está perdida em meio ao caos de informação, entretenimento e interesses mesquinhos…

*Texto Extraído do antigo blog Nobres Homens*
Responda-o
#2
Estes textos do Conde são fodas demais!!!

Acho que agora consegui entender o cerne da Real no aspecto dos relacionamentos, NA nos diz que o fundamental é não se apaixonar, e para não se apaixonar é necessário dissolver os apegos, carências e fascinações, tudo se resume a desapegar, sem o desapego não conseguiremos enxergar as situações claramente e nem se precaver.

O jogo por parte das fêmeas existe de fato, custei a saber da sua existência e a aceitar também. Eu como a maioria dos homens fui condicionado a tudo isto descrito no texto. Agora, a sensação é de aprender a viver de novo, no sentido de reorientar meus objetivos e buscar o que me faz bem e que não está vinculado a mulher. Creio que seja este o início da construção de uma masculinidade sólida.
"Tudo o que te resta é o desenvolvimento pessoal." Mr. Rover 
Responda-o
#3
Vou complementar o tópico com alguns comentários da época que achei no backup.

por Viking » Qui Out 20, 2011 3:30 pm
Excelente tópico Conde, além do ego masculino (no sentido 'posso domar esta potranca) ou em busca da mulher excessão, a matrix romântica faz com que defeitos, exageros, insanidades e joguinhos e defeitos sejam ignorados a priori em favor de reforçar os pontos positivos e o que o relacionamento tem de bom. Alie isto tudo a esta época onde a doutrinação massiva de que mulheres são especiais, fantásticas, maravilhosas, que são fodonas, que só um fracassado fica sem mulher, que a vadiagem dela é porque o cara não deu conta do recado e toda a propaganda feminazi jogada 24H por todos os segmentos, temos o manginismo reforçado em alguns. Temos uma repetição automática e padrão de comportamento e a receita do que Einstein chamava de insanidade "Fazer a mesma coisa sempre e esperar por um resultado diferente."


por Nikolay » Qui Out 20, 2011 6:44 pm
Sherlock escreveu:Muito bom tópico, e o comentário do Esteban fechou com chave de ouro.

A Síndrome da Mulher-exceção é o maior inimigo de qq homem. Mesmo um guerreiro da real, com a bagagem do fórum, dos livros de NA e dos blogs dos confrades não está a salvo.

Por exemplo, um cara que conheça a real e está a par de todas as artimanhas femininas decide começar um relacionamento "sério" e começa-o dominando como um búfalo viril. A tendência é que com o passar dos meses, o homem acabe baixando a guarda e sendo dominado pelo sexo totoso. Após ter uma noite de sexo imbatível ... literalmente esfolando o palhaço ... acorda pela manhã saciado, se sentindo no paraíso e vai tomar banho, ao sair do banheiro encontra a mesa do café pronta, um sanduíche de salame buffalesco preparado ... café fresquinho e a parceira toda arrumada esperando seu macho .... é o começo do fim ... O cara se perde e acha que finalmente encontrou a "No 1", num momento de fraqueza ele solta "Eu te amo". A partir disso, a fêmea tem a confirmação que sobrepujou seu macho e o respeito e sexo totoso vão por água a baixo a cada encontro, pois o macho se sente seguro para expressar seus sentimentos e mulher alguma gosta de segurança e homem "meloso" .... De repente, sem a menor cerimônia, a vadia termina o relacionamento ... para loucura do homem, que não entendeu nada !


por Donnie Darko » Qui Out 20, 2011 8:38 pm
Nesse caso faço como o Travis, de tanto me fuder nos relacionamentos sempre espero o pior e mantenho expectativa zero, por mais que a vadia fique na minha orelha " eu te amo " " vc é especial " " vc foi a melhor coisa que me aconteceu" entre outras papagaiadas que ja ouvi , do uma de surdo e nem ligo.
" Por que você está vestindo esta fantasia ridícula de coelho? (...) _ E porque você está vestindo esta fantasia ridícula de homem? "


por Conde de M.Cristo » Qui Out 20, 2011 8:43 pm
Um comentário do The Truth em um dos seus tópicos em seu blog,pertinente a esse assunto:

"Nessahan Alita disse que as mulheres não se apaixonam pelos homens. Certamente ele estava certo. As mulheres não se apaixonam pelos homens, visto que elas não ligam para o passado dos homens. Elas não valorizam o corpo dos homens e são incapazes de amar os homens por razões naturais!

A mulher só valoriza o homem enquanto mercadoria, visto que ela compete pelos serviços do homem e nunca pelo homem em si. A mulher só valoriza o homem por razões de competição. Fora da competição, o homem não tem valor. A mulher compete pelo fetiche e pelo provedor. Mas isso não é a valorização do homem, mas sim a valorização da mercadoria. O ciúme feminino é uma falsa valorização do homem. A mulher ciumenta não quer perder os serviços prestados pelo homem. O ciúme feminino é o medo da perda de uma vantagem utilitarista. Potanto, o ciúme das mulheres não é a expressão de um amor."

Real fudida esse comentário do The Truth.Destruidor!


por Donnie Yen » Qui Out 20, 2011 8:49 pm
Pra não cair mais nesses encantos só mesmo se fudendo muito mesmo e por fim conhecendo a Real.Mas isso não quer dizer que o homem não vai voltar a errar.

Eu já me ferrei muito em relacionamentos e mesmo quando conheci a Real,acabei me ferrando novamente.

É um negócio complicado.Não basta somente conhecer a Real ou saber como lidar com mulheres e saber de suas artimanhas.É preciso também adquirir desapego pra não voltar a cair nos mesmos erros.Desapego é fundamental.


por Kermit » Qui Out 20, 2011 11:31 pm
Realmente.

Frequento a Real tem mais ou menos um mês. Cheguei aqui sem saber o que fazer com a minha vida, tive uma grande crise existencialista porcausa de uma garota. Ela usou-me como âncora emocional, ela havia sido chutada pelo seu namorado e me escolheu. Eu não queria nada com ela, mas como a pressão social somado aos joguinhos emocionais que ela fez, acabei caindo e me tornado um matrixiano cego. Ela me mandava cartinhas, depoimentos, doces e o babaca aqui retribuia. Resultado? Achou um 'playboy' mais 'bonitão' - de acordo com as amigas dela - me exculachou para todos os meus amigos e depois de 1 semana que ela me 'deletou' da vida dela ela já estava de namorado novo. O mais engraçado é que 3 semanas antes ela me mandará uma cartinha dizendo o quanto eu era a pessoa mais importante na vida dela, blá, blá, blá e eu como matrixiano cego acreditei. Questionei-me vários e vários meses, não sabia o porque, não queria acreditar e por um acaso caí aqui - porcausa do vídeo "sanduíche de buceta"   - e percebí exatamente o joguinho dela desdo começo.

Com a Real percebí que não era o único mangina a cair nas labias dessas usurpadoras de plantão. O pior foi ter perdido esses meses como um paspalho, sofrendo por uma periguete que já estava dando para outro.

Qualquer dia desses posto o meu Relato matrixiano, por enquanto ainda estou aprendendo como ser um Homem Honrado.


por Carlos Eduardo » Sex Out 21, 2011 12:07 am
Veja, acho que o problema nem é tanto repetir os mesmos erros.

Mesmo cometendo poucos erro com o conhecimento da real, podemos nos ferrar nos relacionamentos. Não se esqueça que em início de relacionamento as mulheres costumam ser incríveis, as mais carinhosas do mundo, o melhor sexo selvagem. Pois é, até o nosso aprisionamento.

O diferencial que real nos fornece, está em Nessahan Alita. Nunca podemos nos entregar inteiramente. A espada precisa estar sempre, explicitamente, sobre os pescoço dela. A mensagem para ela sempre tem que ser "Com ou sem você, eu vivo do mesmo jeito. Não faz diferença".

Isso já é um upgrade enorme contra o obscuridade feminina. Mas nem isso é garantia de sucesso. Se mesmo assim o relacionamento furar, é estar pronto para abandonar o barco. Encarar o sofrimento como um fenomeno biologico que logo passara, e seguir em frente com honra.

Não é pouca coisa comparado ao que os manginas e matrixianos têm.


por Paul » Sex Out 21, 2011 12:11 am
Eu resumo seu texto com somente uma palavra: PAIXÃO

Isso é uma doença que afeta o cérebro, que cria um bloqueio mental no homem, o cara toma um chá de buceta e fica "doente" fazendo tudo o que a mulher quer.
Cavalheirismo é quando o homem paga a conta, mas quando ganha mais que a mulher é machismo? Direitos iguais só pro que convém, né?

Ah, vão a merda feministas desgraçadas, isso é falta de "terapia" ter a pia cheia de louça pra lavar, pra não falar outra coisa... por isso ficam aí enchendo o saco, bando de chatas, ainda por cima feias demais em sua grande maioria, por isso ninguém quer vcs mesmo, não adianta reclamar de tudo e de todos, pq pra querer, só vcs nascendo de novo!


por Moe Szyslak » Sáb Out 22, 2011 12:07 am
Grande texto!

O homem é escravo da sua libido, tem de ser muito forte pra segurar, e isso só vem com experiência.
E também somos domiandos pelo pensamento de achar a mulher exceção. Nos lascamos com uma, dai depois de um tempo achamos uma mulher na dela, santinha e somos iludidos, no fim você ve que ela é tão ruim, ou até pior do que a outra.

Estas respostas fazem parte do projeto: Segunda das Relíquias Perdidas.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [Conde] O Mito De Que Elas Sempre Irão Se Dar Mal ao Fim da Relação Batoré 15 2,117 07-05-2020, 02:07 AM
Última Postagem: Reale
  [Conde] A Desvirilização dos Homens da Atualidade Batoré 9 2,165 03-12-2019, 04:54 PM
Última Postagem: Viking
  [Conde] Todos os Homens São úteis as Mulheres Batoré 6 1,206 10-05-2018, 04:55 PM
Última Postagem: Hombre de hielo

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)