Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Carros para leigos] - Eco Direção $$
#1
Information 
Apresentação:

Rapidão, galera! Esse tópico aqui é um dos vários que vou fazer sobre mecânica.
Eu não sou mecânico profissional, mas com a vida eu fui aprendendo bastante coisa e muitas delas na força bruta.
Então, isso é só uma introdução.

O que é a eco direção?
A eco direção é o conjunto de rotinas que garantem economia e aumento da vida útil de um automóvel.

1. O manual do proprietário:

O manual do proprietário do veículo é sempre seu melhor amigo, tenha sempre um tempo para dar uma lida e anotar coisas importantes. Carros mais novos tem vindo com bastante tecnologia para quem quer economizar uma grana e acredite, até os carros mais antigos vem com dicas para economia de combustível.

Sim, o manual do proprietário do meu Fusquinha 1979 vem dizendo como economizar combustível. O seu também deve ter algo sobre, pesquise.

2. Causas do consumo elevado de combustível pode não ser você:


Todas essas condições que eu coloco como economia se dão para um carro em perfeitas condições de uso. Observe a manutenção do seu carro, troca de fluídos, e outras condições que podem favorecer também o consumo.

3. Na cidade:
  • Alta velocidade, jamais! Mantenha sempre a velocidade abaixo da casa dos 50/60km por hora no máximo. Altas velocidades dentro da cidade vão te fazer beber 6km/l. Porque? Simples! Você vai ter que esticar MUITO para alcançar velocidade alta dentro de um espaço curto.
  • Dirija suave: Agressividade, arrancadas fortes e frenagens bruscas não combinam com economia, além de acarretar em gastos maiores com embreagem, pneus, amortecedores e freio. Sim, é pra dirigir que nem uma senhora, sim, porra. Pé inchado? Lembra que a gasolina está 5 reais.
  • Deixe o carro rolar: isso é uma coisa que muita gente não faz, a técnica de antecipação se trata de prever situações e deixar seu carro ir até o lugar sozinho. Como?
*Imagem aleatória do Google.
[Image: ONATALENSE-13-620x350.jpg]
EXEMPLO PRÁTICO!
Peguei essa imagem aleatória do Google: Você está aqui, 5ª marcha a 50km/h no seu carro 1.0, o sinal fechou lá na frente, o que você faz? Tira o pé do acelerador (sem desengatar a marcha) e vai freando suavemente até chegar no sinal (se o carro pedir, reduza a marcha no tempo) mas a ideia é deixar o carro rolar.

Na dúvida, se o sinal abrir, você não parou totalmente o carro, se ainda estiver fechado você vai ter freado com segurança e economizado combustível.

Obs: Se seu carro for carburado, pise na embreagem. (Com certeza você já viu alguém fazer isso) É dica para tirar o peso do atrito do carro. (Isso não acontece hoje porque a injeção corta o consumo com o carro engatado e quem mantém o carro "vivo" é a rotação da embreagem, então essa dica não serve para carro injetado)
Obs 2: Não ponha no neutro no carro automático. Você fode seu câmbio, sua vida, sua alma e ainda consome mais.
  • A troca de marchas: 90% da sua economia está aqui!
[Image: Indicador-de-troca-de-marchas-no-painel.jpg]
(Na foto o exemplo dos carros mais modernos da Renault que vem com indicador de troca e reduzida no painel)

A troca de marchas é um item fundamental para a economia: Todo carro tem sua potência máxima descrita no manual.
Exemplo: Honda Accord 280cv 36kg/f de torque. Mas isso é o tempo todo?

A resposta é NÃO! Cavalos e torque são coisas que crescem a medida da aceleração, a medida que você sobe o giro do carro. O Fusca por exemplo tem 58cv, mas 58cv ele só alcança a 4.600rpm, antes disso ele tem MENOS.

Então já deu pra pescar, não? Menos torque, menos força = menos consumo de combustível.

O que para a cidade é ideal!

O segredo é passe a marcha o quanto antes você puder, e isso vai variar muito de carro pra carro.
O importante é que ao passar as 3 primeiras marchas (da primeira pra segunda, da segunda pra terceira) o seu giro no conta  giros caia para exatos 1.000 RPM.
Exemplo: Pega um Celta aí com conta giros, se você passar a marcha a 1.500 rpm, o giro dele vai cair pra 1.000 certinho. Pega uma Ranger 3.0 TurboDisel, a mesma coisa.*

Porque eu tô dando essa dica para as 3 primeiras marchas?

Porque essas são marchas de FORÇA e não de velocidade, então quanto mais rápido você se livrar delas, mais cedo você chega nas que realmente interessam que são da quarta marcha pra cima. (Falo isso porque tem alguns carros que já tem 6 ou 8 marchas)

*Em todos os casos também só reduza a marcha para a anterior quando chegar perto de 1.000rpm. (Todas a marchas)

*Considero aqui estrada plana, não serra. A redução em serras depende do quão íngreme a ladeira é.Mas também não precisa chegar a tanto, assim que melhorar, já passa.

  • Aceleração constante: Você sabia que você não precisa pisar fundo no pedal para o carro ganhar velocidade? A aceleração constante se trata de manter o pé parado no pedal, só encostado em uma faixa de aceleração constante para que o carro só se desenvolva dentro daquela faixa de ganho. O giro vai subir, você vai ganhar velocidade e vai ter bastante economia.
4. Na estrada:

Na estrada valem todas as dicas anteriores se você aproveitar, claro que agora tudo depende do carro que você tem e isso você deve observar também.

Vamos lá!
  • Velocidade constante: Não adianta resmungar que na estrada as coisas são diferentes, alta velocidade é uma coisa, velocidade inconstante é prejuízo do mesmo jeito, é o que você faz na cidade, logicamente você não vai ter economia. Então, se você vai a determinado lugar, marque uma velocidade e vai nela.
  • A rotação também é importante: Sim, aqui vale a mesma coisa que anteriormente falei sobre rotação, quanto menos rotação, menos potência, menos consumo você tem.
    Só que aí vem um exemplo que depende do seu carro.

    Eu já dirigi um Chevrolet Celta 2012 1.0 8v sem ar condicionado. Um carro na faixa, só pra trabalho simples.
    No álcool o carro chegava a 90km/h rodando a quase 3.000rpm, se eu rodasse a uns 100, 110, eu já estaria a uns 4.000, 4500 rpm. Uma faixa de torque plena, mas consumindo mais combustível.
    Uma média de consumo? Cerca de 13km/l na viagem.Eu também já dirigi uma Ranger 3.0 Turbodisel, tá que o disel consome bem menos, mas pense no motor 3x maior, o peso 3 vezes maior e mais a carga que vinha atrás. A 5ª Marcha se engata a 80km/h e 110km/h você está a incríveis 2000rpm. Incrível não?O que eu quero dizer com isso é um desânimo pra quem sonha em ter seu carro para ter "independência" e acha que carro é tudo igual ou que quanto mais potente melhor só pra mostrar que tem.Você compra o carro por UTILIDADE.Se você compra um Celta para fazer viagens longas, ele vai aonde os outros vão, mas ele SOFRE com isso se você não souber guiar direito.Já se você compra uma Ranger (como tá na moda hoje o cowboy de condomínio que compra sua SUV ou sua 4x4 para ir na padaria) e você anda só na cidade, amigo!!! VOCÊ TÁ TOMANDO NO CU.
5. Tipo de estrada afeta? Sim.

Estradas simples: Existe muita gente que gasta combustível à toa em estradas de mão dupla. Lógico que você não vai ficar andando atrás de caminhão a 40km/h, mas você não vai ficar brincando de Need for Speed em uma estrada com carros contrários bem próximos, curvas mais fechadas (quebra molas) que as estradas duplicadas e variação de velocidade diferente por causa do trânsito. Faz aquele macete, mantém uma velocidade não muito alta, anda na casa dos 80km/h, 90km/h no máximo.

Estradas ampliadas: Já falei de velocidade constante demais, o que eu não falei até agora é da praga do motorista que tem 3 pistas e anda a 80km/h na esquerda. Não fique muito perto de gente lenta, nem muito menos freando na traseira deles, isso só faz você dar mais retomadas e gastar mais. Preveja as situações e ultrapasse sempre com velocidade constante e aceleração constante.

Serra: O macete da serra é simples. aceleração constante na subida, velocidade baixa! Prefira reduzir que pisar mais fundo.
Na descida engata o carro e deixa ele descer, nada de ficar acelerando pra correr mais rápido.
Se você subiu a serra a no máximo 60km/h, também é ideal descer na mesma velocidade para não esforçar seus freios.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#2
Meio up, para economizar no up.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#3
(10-02-2018, 07:48 PM)Awaken Escreveu: Você está aqui, 5ª marcha a 50km/h no seu carro 1.0, o sinal fechou lá na frente, o que você faz? Tira o pé do acelerador (sem desengatar a marcha) e vai freando suavemente até chegar no sinal (se o carro pedir, reduza a marcha no tempo) mas a ideia é deixar o carro rolar.

Não seria melhor deixar no ponto morto?

No mais, ótimo post.
Responda-o
#4
Me falaram que andar em marcha fora da rotação adequada gasta mais gasolina e também que ficar andando com a embreagem apertada estraga.

Procede ?
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#5
Spoiler Revelar
(12-04-2018, 09:45 AM)Emperor Escreveu:
(10-02-2018, 07:48 PM)Awaken Escreveu: Você está aqui, 5ª marcha a 50km/h no seu carro 1.0, o sinal fechou lá na frente, o que você faz? Tira o pé do acelerador (sem desengatar a marcha) e vai freando suavemente até chegar no sinal (se o carro pedir, reduza a marcha no tempo) mas a ideia é deixar o carro rolar.

Não seria melhor deixar no ponto morto?

No mais, ótimo post.


No carro de injeção eletrônica você tem módulos e sensores (sondas) substituindo o controle por cabo da borboleta, era costume fazer isso em carro carburado pra economizar combustível, mas no injetado não!

Porque? Em giro alto e tirando o pé do acelerador, o motor é empurrado pela embreagem do carro e a inércia "corta" o combustível do bico injetor.
Já com a marcha na "banguela" não há nada fazendo o atrito pra manter o motor girando, então o carro precisa manter o bico injetor alimentando o motor para que ele continue ligado.

(12-04-2018, 09:52 AM)Bean Escreveu: Me falaram que andar em marcha fora da rotação adequada gasta mais gasolina e também que ficar andando com a embreagem apertada estraga.

Procede ?

Sim, todo carro tem uma faixa "econômica", uma faixa razoável e a faixa que ninguém deve chegar. "Vermelho".

A rotação funciona da forma como é nos caminhões e ônibus:

[Image: scania-g480-51dde0fb14001.jpg]


Quanto mais você andar na faixa verde, mais combustível você economiza, menos motor você gasta, mais vida útil dos componentes.

No caso do amarelo é uma faixa aceitável (No caso da foto vai até uns 20k giros) que é pra questão de retomadas ou subidas onde fica difícil fazer a troca em giro baixo.

O vermelho já não é recomendável, eu já vi muito rachador passar a marcha lá no vermelho achando que vai ganhar mais torque no final da embreagem, mas chega um certo giro que o carro não ganha mais cavalos se você subir até estourar o motor.

Citação:Experiência própria: A maioria dos beberrões e cupins de carro que eu conheci em toda a minha vida são aqueles que quebram o carro nas marchas de arrancada. Geralmente são pessoas mais velhas que estavam acostumadas a dirigir Fuscas, Opalas, Corcel, com 3 ou 4 marchas. Geralmente nesses carros a relação de giro é diferente, então você tem que dar uma esticadinha a mais, muita gente aprende que tem que ouvir o motor "pedir marcha" pra trocar. Isso é MENTIRA!

Primeira, segunda e terceira marchas NÃO SÃO PRA VELOCIDADE! Então se você preza pela vida útil e consumo baixo, não passe dos 2.000 giros com elas, e olha que eu to falado 2.000 giros em uma subida. Geralmente em uma reta, 1.500 você já passa as marchas de arranque sem dar pulos com o carro. (Isso de Uno 1.0 Gasolina até em Ranger 3.0 Turbo Diesel, independe de motor.)

Em carros 1.0 então a primeira marcha é quase um placebo, não tem porque você esticar uma marcha que acaba logo ali.

Ah, e reduzir muito tarde também estraga o motor, assim como passar cedo demais.

Ex: Quando você passar pra próxima marcha, o giro cai, se você passar a marcha e o carro ficar abaixo dos 1.000 giros, ele vai engasgar até ter força, isso força o motor e reduz a  vida útil.

Citação:Experimente na prática:
Olhando para o conta giros do carro, passe da primeira pra segunda (com o ar desligado) a 1.500 giros. Você vai ver que o conta giros vai cair pra 1.000, da segunda pra terceira, 1.500, ele vai cair pra 1.000 de novo. A quarta e a quinta que são mais longas, põe a 2.000.

Ex 2: Quando você reduz, por exemplo da quarta pra terceira, abaixo dos 1.000 giros sem pisar na embreagem acontece a mesma coisa. O carro engasga.

Citação:Experimente na prática:
Deixe o carro rolar e veja a rotação cair: se você está de quinta marcha, deixe o giro cair até chegar perto de 1.000, pise na embreagem e reduza pra quarta marcha, você vai ver que o carro não vai tremer. Logo, se você está de quinta marcha você pode esperar chegar até 1.000 pra fazer uma retomada, sem precisar reduzir e gastar mais combustível, então se você ver que precisa realmente descer pra quarta marcha pra não ficar abaixo dos 1.000, você reduz e continua sua retomada em quarta.

Sobre o pé na embreagem: Sim, estraga... é o famoso "usar a embreagem de descanso", não é recomendável.

Do lado esquerdo do pé, todos os carros tem um descanso pra pé de embreagem. O certo é você passar a marcha e encostar o pé lá no canto.
Geralmente quem faz isso é dono de 1.0, as marchas são curtas e não dá tempo de descansar o pé, mas mesmo assim, tira o pé e deixa no ar se for o caso de não ter que esperar esticar.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#6
O carro que tenho não tem conta giros Yaoming
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#7
(12-04-2018, 03:34 PM)Bean Escreveu: O carro que tenho não tem conta giros Yaoming

Dá pra sentir então pela passada de marcha, passou a marcha e o carro não deu pulo e nem aquele ronco forte de que o giro tá caindo rápido, é porque tá certo.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#8
(12-04-2018, 09:45 AM)Emperor Escreveu: Não seria melhor deixar no ponto morto?

No mais, ótimo post.

Confrade Emperor, muita gente faz isso mas é arriscado. Se deixar o carro no ponto morto, além do desgaste maior dos freios você não conseguirá controlá-lo em caso de falha deste ou mesmo em uma emergência. O terceiro freio é o motor, em que você consegue segurar o carro na embreagem, diminuindo as marchas.  

Um breve causo, um amigo meu desceu para a praia em um carro semi-novo, não tinha 20k rodados, ele pegou um pouco de trânsito e fez a besteira de deixar no ponto morto e ir segurando o carro no freio, o disco aqueceu e ele perdeu os freios! Ele só percebeu quando o acionou novamente em uma velocidade mais alta. Final da história: voltou a engatar a marcha para ir reduzindo, devido a velocidade foi jogando os pneus na guia do acostamento para ajudar a parar. Quando finalmente conseguiu, a viatura de socorro da estrada já estava atrás dele! Preju: Um pneu, duas rodas e ralados na lataria.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#9
Spoiler Revelar
(12-04-2018, 09:08 PM)Fairchild Escreveu:
(12-04-2018, 09:45 AM)Emperor Escreveu: Não seria melhor deixar no ponto morto?

No mais, ótimo post.

Confrade Emperor, muita gente faz isso mas é arriscado. Se deixar o carro no ponto morto, além do desgaste maior dos freios você não conseguirá controlá-lo em caso de falha deste ou mesmo em uma emergência. O terceiro freio é o motor, em que você consegue segurar o carro na embreagem, diminuindo as marchas.  

Um breve causo, um amigo meu desceu para a praia em um carro semi-novo, não tinha 20k rodados, ele pegou um pouco de trânsito e fez a besteira de deixar no ponto morto e ir segurando o carro no freio, o disco aqueceu e ele perdeu os freios! Ele só percebeu quando o acionou novamente em uma velocidade mais alta. Final da história: voltou a engatar a marcha para ir reduzindo, devido a velocidade foi jogando os pneus na guia do acostamento para ajudar a parar. Quando finalmente conseguiu, a viatura de socorro da estrada já estava atrás dele! Preju: Um pneu, duas rodas e ralados na lataria.

Bem lembrado, o povo do Rio deve conhecer, então pra quem é de fora isso vai ser meio estranho.

Eu já desci de Petrópolis até o pedágio sem freio nenhum, só com o carro engatado.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#10
Vou dar uma explicação de leigo sobre freio motor, pelo menos nos caminhões é assim.

O chamado freio motor é um mecanismo de frenagem auxiliar que age junto ao motor gerando o chamado calço pneumático, o que causa este calço pneumático é uma válvula anexa ao motor que captura ar no trabalho dos pistões.

Ao acioná-lo esta válvula manda ar para a cabeça do pistão no motor criando esse calço pneumático, que é um bloqueio de ar em cima do pistão que vai retardar a velocidade em cima das rodas, sem consumo de combustível, mesmo em giros mais altos.

Alguns sistemas de freio a motor possuem 3 estágios de abertura na válvula (25% - 50% - 75%), quanto maior a abertura da válvula no pistão mais forte vai ser a ação do motor na frenagem.

A função disso é clara, manter o veículo em uma velocidade constante na descida evitando o uso dos pedais de freio e dos balões de ar (que gera trabalho no motor diesel, consumindo mais combustível).

Na foto do painel da Scania que o @Awaken postou a faixa azul no conta-giros indica a área recomendada para o uso do freio motor.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)