Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Livro] In Defense of Women
#1

H.L. Mencken foi um escritor americano do começo do século passado (nascido em 12 de setembro de 1880, morto em 29 de janeiro de 1956), um cínico, proto-libertário, crítico feroz da política, democracia, religião, do homem comum, e das mulheres e do casamento. Deixo abaixo algumas citações do autor, a maior parte de seu livro "In Defense of Women", onde ele na verdade expõe muito do comportamento egoísta e calculista das mulheres, aproveitando para descer o pau nos homens acomodados da época também (que hoje seriam o matrixianos acomodados).
Por causa desta obra, Mencken chegou a ser chamado de o Schopenhauer americano, e eu fortemente recomendo a sua leitura, é importante do ponto de vista histórico, e contém muitas verdades imutáveis sobre os sexos.

“The woman who is not pursued sets up the doctrine that pursuit is offensive to her sex, and wants to make it a felony. No genuinely attractive woman has any such desire. She likes masculine admiration, however violently expressed, and is quite able to take care of herself. More, she is well aware that very few men are bold enough to offer it without a plain invitation, and this awareness makes her extremely cynical of all women who complain of being harassed, beset, storied, and seduced. All the more intelligent women that I know, indeed, are unanimously of the opinion that no girl in her right senses has ever been actually seduced since the world began;”

 (A mulher que não é procurada cria a doutrina de que tal procura é ofensiva ao sexo dela, e quer torná-la um crime. Nenhuma mulher genuinamente atraente tem tal desejo. Elas gosta da admiração masculina, não importa o quão violentamente expressa, e é bem capaz de tomar conta de si mesma. Mais, ela sabe bem que poucos homens são audazes o suficiente para oferecer tal admiração sem um convite claro, e esta percepção a torna extremamente cínica em relação às mulheres que reclamam de serem assediadas, enganadas e seduzidas. Todas as mulheres inteligentes que conheço, de fato, têm a unânime opinião de que nenhuma garota em seu senso normal jamais foi seduzida desde que o mundo começou.)

― H.L. MenckenIn Defense Of Women

“If the work of the average man required half the mental agility and readiness of resource of the work of the average prostitute, the average man would be constantly on the verge of starvation.”
 (Se o trabalho do homem mediano requeresse metade da agilidade mental e prontidão de recursos que o trabalho de uma prostituta média requer, o homem ediano estaria constantemente à beira da fome.)

― H.L. MenckenIn Defense Of Women

“No woman is really humble; she is merely politic.”

  (Nenhuma mulher é realmente humilde; ela é somente política.) 


― H.L. MenckenIn Defense Of Women

“A woman, if she hates her husband (and many of them do), can make life so sour and obnoxious to him that even death upon the gallows seems sweet by comparison. This hatred, of course, is often, and perhaps almost invariably, quite justified. To be the wife of an ordinary man, indeed, is an experience that must be very hard to bear. The hollowness and vanity of the fellow, his petty meanness and stupidity, his puling sentimentality and credulity, his bombastic air of a cock on a dunghill, his anaesthesia to all whispers and summonings of the spirit, above all, his loathsome clumsiness in amour—all these things must revolt any woman above the lowest.”
  (Uma mulher se odiar seu marido (e muitas odeiam), pode fazer sua vda tão azeda e desagradável que a que mesmo a morte nas galeras pareceria doce em comparação. Este ódio, claro, é muitas vezes, e qtalvez quase invariavelmente, bem justificado. Ser a esposa de um comum, de fato, deve ser uma experiência difícil de aguentar. O vazio e a vaidade do sujeito, sua mesquinhez e estupidez, sua sentimentalidade credulidade, seu ar bombástico de um galo em um monte de merrda, sua anestesia aos chamados do espírito, acima de tudo, sua horrível inaptidão no amour,- tudo isso deve revoltar qualquer mulher acima das mais baixas.)

― H.L. MenckenIn Defense Of Women

"O amor é a crença incorreta de que uma mulher é diferente de outras".

"A felicidade é a loja de porcelanas. O amor é o touro."

"Solteiros sabem mais sobre mulheres do que casados. Caso contrário eles estariam casados também".

"The longest sentence you can form with two words is: I do"

Só há uma coisa na qual homens e mulheres concordam: nenhum dos dois confia nas mulheres.
  • Citação:Sem a visão de um objetivo um homem não pode gerir a sua própria vida, e muito menos a vida dos outros.
Leia: Nuvem de Giz
Responda-o
#2
H.L. Mencken é muito bom.Só fala verdades. Também recomendo a leitura. Eu só fui conhecer ele quando li o livro ''Beyond democracy"".O livro é libertário e fala que a democracia é bosta.H. L. Mencken, dizia que “toda eleição é um leilão antecipado de bens roubados”, e é exatamente isso que consiste a democracia.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)