Avaliação do Tópico:
  • 3 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
E o desenvolvimento como anda ?
#21
(22-01-2016, 11:09 PM)Awaken Escreveu: Tava no fluxo, avistei minha colação de grau.

Canudo e honra, mas uma de muitas formações.

Parabéns. 

Melhor coisa foi ter me formado kkkkkk
Pindaiba dos infernos a tal de vida na graduação.
Responda-o
#22
Puxei uma graduação necessária pra minha profissão que eu não tinha, era a licenciatura.
Eu já dava aula desde 2011, mas aí resolvi fazer o bacharelado em informática, o que me fechou muitas portas na minha área de trabalho. Parece que não, mas trabalhar um tempo sem carteira assinada é foda.
E como eu já estou acostumado com a vida em sala e já tenho um lobby de amigos professores, decidi me encaminhar pra licenciatura.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#23
Bom. Terminei faculdade, tou em um emprego que paga relativamente bem e com estabilidade e subi de cargo duas vezes. Agora é continuar o foco no concurso da área militar e alcançar o objetivo.

E também o crescimento em termos ideológicos e espiritual é algo que deve ser presente e constante.
Responda-o
#24
-Vou abrir uma academia junto com um brother. Finalmente vou trabalhar especificamente na minha área que é Ed. Física. Treinar as pessoas é uma paixão e isso vai ser a minha profissão oficial agora. Um pouco de medo, mas vamos lá.

-Logo termino o curso de Ed. Física.

-De uns tempos pra cá, me dando muito bem com as "molieres" Chovendo muito na minha horta, isso é reflexo do desenvolvimento e destaque.

- Fisicamente nunca estive tão grande. Todo mundo paga pau agora e isso é muito bom e gratificante. 104kg e subindo, Bf baixo. Gargalhada

-Já to quase recuperado da lesão q tive em julho. Bom também.

- Fazendo novos contatos importantes.

-Parei de perder tempo discutindo política e religião na internet. Minha vida deu um salto para frente. Façam isso também e procurem ser mais objetivos.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#25
Show Hércules.
Com certeza terá sucesso, pois está fazendo o que gosta e tem o conhecimento.

Acredito que deve ter estudado como ter uma boa academia e atrair alunos.

Uma dica/sugestão que te dou, caso tenha um espaço, convide uma vez por semana empresas de suplemento e comida saudável para fazerem degustação para seus alunos. Use isto para criar uma boa imagem e fazer propaganda da sua academia.
Bode velho gosta de Capim Novo.
Responda-o
#26
Só pra dar um update na minha situação que comentei há quase 1 mês:

Arrumei um trampo (justamente no lugar onde fui indicado) e ainda fiz um networking legal com um Diretor de uma das maiores agências daqui da cidade (nesse caso eles não tinham vagas abertas pra minha função, mas fui convidado a visitar a agência e conversar com o tal diretor, que por sua vez até me indicou pra outra vaga e deixou no ar a possibilidade de me chamar pra trabalhar lá num futuro próximo).

Enfim, continuo ganhando o mesmo valor que ganhava na outra empresa, com benefícios até melhores e garantia de pagamento no quinto dia útil (no meu antigo emprego eles atrasavam o salário TODO MÊS).

Espero conseguir me firmar aqui, fazer cursos específicos para a minha função e ganhar meu primeiro prêmio de publicidade ainda em 2016.
Those who cannot remember the past are condemned to repeat it.
(George Santayana)

Filho do Paraná, ou melhor, a Rússia Brasileira.  Big Grin
Responda-o
#27
Estou numa situação não tão legal. Não que eu veja isso como algo ruim. Ao contrário, vejo como algo bom. Eu diria que se não fosse o conhecimento da Real, as leituras que efetuei certo tempo atrás, a crença em Deus e uma ideia aparentemente bem louca que estou seguindo - a de ordem através do caos - eu estaria bem fodido interiormente e até exteriormente, chegando ao ponto de eu não está nem aqui.

No trabalho a situação está tensa, financeiramente também não está boa, a situação familiar também está complicada, fisicamente não estou muito bem - por conta de imunidade baixa e outras coisas - e em relação as mulheres está chovendo vadias, mas apesar disso, posso parecer um louco ao dizer isto: Eu não quero vadias nem para marmitar no momento! Estou tentado me abster de mulheres nessa fase ruim, principalmente as vadias - como m$ois, espertinhas e até as tais exceções. A parte relativamente neutra disso, é que irei começar as aulas do Curso de Economia na Federal, que sou suspeito em dar opiniões.

Meu foco atual é mais ficar na solitude, focar em mim, aproveitar mais essa fase dolorosa e conhecer a mim mesmo. Recentemente descobri que sofro de Transtorno de Personalidade Esquizóide. Pode até parecer estranho, mas me sinto bem ao ter adotado a ideia quase esotérica de ordem através do caos, pois todas as vezes que vejo meu estado atual e as dificuldades que enfrento, penso que seja apenas mais uma fase de caos em minha vida e daí vem em mim repentinamente uma esperança, que sem conhecer esse conceito, eu jamais teria.

Não sei, mas certas pessoas precisam chegar no fundo do posso - figurativamente falando - e enfrentar o caos e a dor para amadurecerem. Eu acredito que sou esse tipo de pessoa. Estou aproveitando essa fase ruim para aprender e não para ficar com vitimismo barato, reclamando do ser superior, duvidando dele sem estudar sobre o tema com profundidade, e nem atribuindo os meus problemas de saúde, familiares e profissionais - decorrentes principalmente dos outros dois anteriores - aos outros seres humanos ou à natureza.

Dessa vez não quero fazer como a maioria das pessoas e fugir dos problemas, das dores ou dos sofrimentos, mas sim enfrentá-los e forjar a minha mente para as batalhas futuras, por meio de tudo isso. A minha situação não está boa, nem mesmo com as mulheres - pois só cola vadia mal caráter - mesmo eu querendo transformar isso atualmente em uma fase eremita, para o próprio bem de meu desenvolvimento futuro, mas como eu já disse, sigo atualmente essa idéia estranha de ordem através do caos, que em momentos difíceis e com a ajuda do ser superior, vem me dando força e esperança para eu não dar um fim nessa merda, pois o desânimo em alguns momentos chegou a ficar intenso, porém não desânimo comigo e sim com o que vejo ao meu redor, com o estado atual das coisas.

Falei demais, mas prometo que quando as coisas mudarem, ou seja, quando essa fase de aprendizado estiver acabando, eu irei relatar detalhadamente a melhora da situação, a fase da ordem. Sei que existem pessoas em situação fodidamente pior que a minha, mas creio que nesse sentido, minha pequena vitória é ainda está de pé, enquanto alguns não racionalizam muito e dão logo um fim em tudo.
"Quando tua inteligência tiver cruzado a densa floresta da ilusão, tornar-te-ás indiferente a tudo o que se ouviu e a tudo o que se há de ouvir."

– Bhagavan Sri Krishna, Capítulo II, Verso 52, Bagavadguitá
Responda-o
#28
(08-03-2016, 06:09 AM)Saoshyant Escreveu: Estou numa situação não tão legal. Não que eu veja isso como algo ruim. Ao contrário, vejo como algo bom. Eu diria que se não fosse o conhecimento da Real, as leituras que efetuei certo tempo atrás, a crença em Deus e uma ideia aparentemente bem louca que estou seguindo - a de ordem através do caos - eu estaria bem fodido interiormente e até exteriormente, chegando ao ponto de eu não está nem aqui.

No trabalho a situação está tensa, financeiramente também não está boa, a situação familiar também está complicada, fisicamente não estou muito bem - por conta de imunidade baixa e outras coisas - e em relação as mulheres está chovendo vadias, mas apesar disso, posso parecer um louco ao dizer isto: Eu não quero vadias nem para marmitar no momento! Estou tentado me abster de mulheres nessa fase ruim, principalmente as vadias - como m$ois, espertinhas e até as tais exceções. A parte relativamente neutra disso, é que irei começar as aulas do Curso de Economia na Federal, que sou suspeito em dar opiniões.

Meu foco atual é mais ficar na solitude, focar em mim, aproveitar mais essa fase dolorosa e conhecer a mim mesmo. Recentemente descobri que sofro de Transtorno de Personalidade Esquizóide. Pode até parecer estranho, mas me sinto bem ao ter adotado a ideia quase esotérica de ordem através do caos, pois todas as vezes que vejo meu estado atual e as dificuldades que enfrento, penso que seja apenas mais uma fase de caos em minha vida e daí vem em mim repentinamente uma esperança, que sem conhecer esse conceito, eu jamais teria.

Não sei, mas certas pessoas precisam chegar no fundo do posso - figurativamente falando - e enfrentar o caos e a dor para amadurecerem. Eu acredito que sou esse tipo de pessoa. Estou aproveitando essa fase ruim para aprender e não para ficar com vitimismo barato, reclamando do ser superior, duvidando dele sem estudar sobre o tema com profundidade, e nem atribuindo os meus problemas de saúde, familiares e profissionais - decorrentes principalmente dos outros dois anteriores - aos outros seres humanos ou à natureza.

Dessa vez não quero fazer como a maioria das pessoas e fugir dos problemas, das dores ou dos sofrimentos, mas sim enfrentá-los e forjar a minha mente para as batalhas futuras, por meio de tudo isso. A minha situação não está boa, nem mesmo com as mulheres - pois só cola vadia mal caráter - mesmo eu querendo transformar isso atualmente em uma fase eremita, para o próprio bem de meu desenvolvimento futuro, mas como eu já disse, sigo atualmente essa idéia estranha de ordem através do caos, que em momentos difíceis e com a ajuda do ser superior, vem me dando força e esperança para eu não dar um fim nessa merda, pois o desânimo em alguns momentos chegou a ficar intenso, porém não desânimo comigo e sim com o que vejo ao meu redor, com o estado atual das coisas.

Falei demais, mas prometo que quando as coisas mudarem, ou seja, quando essa fase de aprendizado estiver acabando, eu irei relatar detalhadamente a melhora da situação, a fase da ordem. Sei que existem pessoas em situação fodidamente pior que a minha, mas creio que nesse sentido, minha pequena vitória é ainda está de pé, enquanto alguns não racionalizam muito e dão logo um fim em tudo.

Sei como é se sentir assim, faz 1 ano que eu também resolvi ficar sozinho por vários fatores, a situação aqui também não anda das melhores, mas sei que daqui a pouco vai tudo voltar ao seu melhor caminho. 

É isso, força e continue assim, o importante é você continuar assim por mais difícil que seja.
"Olhei o rosto dela e pensei: merda, eu a amo. O melhor que podia fazer era bancar o indiferente. A gente nunca deve deixá-las saber que está ligando, senão elas nos matam." (Charles Bukowski)
Responda-o
#29
Vamos lá :
Sou formado em :
1. Teologia Bacharel
2. Filosofia Licenciatura.
3.Enfermagem com ênfase em obstetrícia.
4.Técnico em Enfermagem
5.Técnico em segurança do trabalho cursando.
Fumei 25 cigarros esta noite e você sabe da cerveja.

Buwkoski.

Buceta não machuca e não se faz sexo com a bunda.

Leg. Bean, fórum mundo realista.
Responda-o
#30
Senhores mantenha o ânimo porra, a vida e dura,mas voces com fé em Deus, vão progredir,paz e luz
Fumei 25 cigarros esta noite e você sabe da cerveja.

Buwkoski.

Buceta não machuca e não se faz sexo com a bunda.

Leg. Bean, fórum mundo realista.
Responda-o
#31
Caramba, Ragnarok, Teologia? Parece complexo.

Gurizada, não se abatam. Aqui no Mundo Médio a coisa também não está uma maravilha, mas é preciso seguir adiante.

Saoshyant, estamos aqui para nos ajudar, vc é bem vindo a esta casa e pode contar com nosso apoio. Entendo sua fase atual, também enfrentei uma dureza dessas, mas te digo que saí mais maduro e me conhecendo melhor. Mulher sempre vai ter, aproveite o momento pra cuidar de si e focar em seus projetos. Só procura vencer a deprê, isso suga uma energia daquelas. Ocupe sua cabeça de forma produtiva e persevere, vc vai vencer.
"Primeiro vêm os sorrisos, depois as mentiras; por último, o tiroteio" - Roland de Gilead
Responda-o
#32
Roland, todo padre anglicano e formado em teologia e filosofia e obrigatório rs
Fumei 25 cigarros esta noite e você sabe da cerveja.

Buwkoski.

Buceta não machuca e não se faz sexo com a bunda.

Leg. Bean, fórum mundo realista.
Responda-o
#33
Bom,ano passado completei meu Ensino Medio (2° Grau,não deve ser la grandes coisas pra vocês eu acho),e esse Mês alem de estar procurando emprego finalmente voltei a academia (parado desde junho/2014,arrependo de não ter continuado,poderia estar melhor) ,e la pra frente conseguir um curso tecnico pq continuar estudando nunca é demais
Responda-o
#34
Valeu aí confrade Roland, graças à Deus, as leituras e aos conselhos seus e de outros confras estou racionalizando mais e entendendo a situação caótica ao meu redor. Estou conseguindo até remediar alguns conflitos internos e até externos (casa, rua, trabalho e etc), por meio do controle emocional. Não está fácil, mas estou evitando ao máximo procastinar ou ficar a teorizar sobre tudo isso. Prefiro deixar as coisas fluirem e como você disse usar essa experiência para amadurecer. Valeu pela força confra!
"Quando tua inteligência tiver cruzado a densa floresta da ilusão, tornar-te-ás indiferente a tudo o que se ouviu e a tudo o que se há de ouvir."

– Bhagavan Sri Krishna, Capítulo II, Verso 52, Bagavadguitá
Responda-o
#35
(14-03-2016, 01:42 PM)otaviox3 Escreveu:
(08-03-2016, 06:09 AM)Saoshyant Escreveu: Estou numa situação não tão legal. Não que eu veja isso como algo ruim. Ao contrário, vejo como algo bom. Eu diria que se não fosse o conhecimento da Real, as leituras que efetuei certo tempo atrás, a crença em Deus e uma ideia aparentemente bem louca que estou seguindo - a de ordem através do caos - eu estaria bem fodido interiormente e até exteriormente, chegando ao ponto de eu não está nem aqui.

No trabalho a situação está tensa, financeiramente também não está boa, a situação familiar também está complicada, fisicamente não estou muito bem - por conta de imunidade baixa e outras coisas - e em relação as mulheres está chovendo vadias, mas apesar disso, posso parecer um louco ao dizer isto: Eu não quero vadias nem para marmitar no momento! Estou tentado me abster de mulheres nessa fase ruim, principalmente as vadias - como m$ois, espertinhas e até as tais exceções. A parte relativamente neutra disso, é que irei começar as aulas do Curso de Economia na Federal, que sou suspeito em dar opiniões.

Meu foco atual é mais ficar na solitude, focar em mim, aproveitar mais essa fase dolorosa e conhecer a mim mesmo. Recentemente descobri que sofro de Transtorno de Personalidade Esquizóide. Pode até parecer estranho, mas me sinto bem ao ter adotado a ideia quase esotérica de ordem através do caos, pois todas as vezes que vejo meu estado atual e as dificuldades que enfrento, penso que seja apenas mais uma fase de caos em minha vida e daí vem em mim repentinamente uma esperança, que sem conhecer esse conceito, eu jamais teria.

Não sei, mas certas pessoas precisam chegar no fundo do posso - figurativamente falando - e enfrentar o caos e a dor para amadurecerem. Eu acredito que sou esse tipo de pessoa. Estou aproveitando essa fase ruim para aprender e não para ficar com vitimismo barato, reclamando do ser superior, duvidando dele sem estudar sobre o tema com profundidade, e nem atribuindo os meus problemas de saúde, familiares e profissionais - decorrentes principalmente dos outros dois anteriores - aos outros seres humanos ou à natureza.

Dessa vez não quero fazer como a maioria das pessoas e fugir dos problemas, das dores ou dos sofrimentos, mas sim enfrentá-los e forjar a minha mente para as batalhas futuras, por meio de tudo isso. A minha situação não está boa, nem mesmo com as mulheres - pois só cola vadia mal caráter - mesmo eu querendo transformar isso atualmente em uma fase eremita, para o próprio bem de meu desenvolvimento futuro, mas como eu já disse, sigo atualmente essa idéia estranha de ordem através do caos, que em momentos difíceis e com a ajuda do ser superior, vem me dando força e esperança para eu não dar um fim nessa merda, pois o desânimo em alguns momentos chegou a ficar intenso, porém não desânimo comigo e sim com o que vejo ao meu redor, com o estado atual das coisas.

Falei demais, mas prometo que quando as coisas mudarem, ou seja, quando essa fase de aprendizado estiver acabando, eu irei relatar detalhadamente a melhora da situação, a fase da ordem. Sei que existem pessoas em situação fodidamente pior que a minha, mas creio que nesse sentido, minha pequena vitória é ainda está de pé, enquanto alguns não racionalizam muito e dão logo um fim em tudo.

Sei como é se sentir assim, faz 1 ano que eu também resolvi ficar sozinho por vários fatores, a situação aqui também não anda das melhores, mas sei que daqui a pouco vai tudo voltar ao seu melhor caminho. 

É isso, força e continue assim, o importante é você continuar assim por mais difícil que seja.
Também tenho essa fé confrade. Acredito que a esperança em relação ao nosso futuro pode surgir mesmo em situações altamente tenebrosas e caóticas. Digo isso porque já conheci pessoas que conseguiram "despertar" essa "vontade" em tais situações, já li sobre isso e sinto que é essa vontade ou esperança que nos me mantém de pé.
"Quando tua inteligência tiver cruzado a densa floresta da ilusão, tornar-te-ás indiferente a tudo o que se ouviu e a tudo o que se há de ouvir."

– Bhagavan Sri Krishna, Capítulo II, Verso 52, Bagavadguitá
Responda-o
#36
(17-03-2016, 10:06 AM)Saoshyant Escreveu:
(14-03-2016, 01:42 PM)otaviox3 Escreveu:
(08-03-2016, 06:09 AM)Saoshyant Escreveu: Estou numa situação não tão legal. Não que eu veja isso como algo ruim. Ao contrário, vejo como algo bom. Eu diria que se não fosse o conhecimento da Real, as leituras que efetuei certo tempo atrás, a crença em Deus e uma ideia aparentemente bem louca que estou seguindo - a de ordem através do caos - eu estaria bem fodido interiormente e até exteriormente, chegando ao ponto de eu não está nem aqui.

No trabalho a situação está tensa, financeiramente também não está boa, a situação familiar também está complicada, fisicamente não estou muito bem - por conta de imunidade baixa e outras coisas - e em relação as mulheres está chovendo vadias, mas apesar disso, posso parecer um louco ao dizer isto: Eu não quero vadias nem para marmitar no momento! Estou tentado me abster de mulheres nessa fase ruim, principalmente as vadias - como m$ois, espertinhas e até as tais exceções. A parte relativamente neutra disso, é que irei começar as aulas do Curso de Economia na Federal, que sou suspeito em dar opiniões.

Meu foco atual é mais ficar na solitude, focar em mim, aproveitar mais essa fase dolorosa e conhecer a mim mesmo. Recentemente descobri que sofro de Transtorno de Personalidade Esquizóide. Pode até parecer estranho, mas me sinto bem ao ter adotado a ideia quase esotérica de ordem através do caos, pois todas as vezes que vejo meu estado atual e as dificuldades que enfrento, penso que seja apenas mais uma fase de caos em minha vida e daí vem em mim repentinamente uma esperança, que sem conhecer esse conceito, eu jamais teria.

Não sei, mas certas pessoas precisam chegar no fundo do posso - figurativamente falando - e enfrentar o caos e a dor para amadurecerem. Eu acredito que sou esse tipo de pessoa. Estou aproveitando essa fase ruim para aprender e não para ficar com vitimismo barato, reclamando do ser superior, duvidando dele sem estudar sobre o tema com profundidade, e nem atribuindo os meus problemas de saúde, familiares e profissionais - decorrentes principalmente dos outros dois anteriores - aos outros seres humanos ou à natureza.

Dessa vez não quero fazer como a maioria das pessoas e fugir dos problemas, das dores ou dos sofrimentos, mas sim enfrentá-los e forjar a minha mente para as batalhas futuras, por meio de tudo isso. A minha situação não está boa, nem mesmo com as mulheres - pois só cola vadia mal caráter - mesmo eu querendo transformar isso atualmente em uma fase eremita, para o próprio bem de meu desenvolvimento futuro, mas como eu já disse, sigo atualmente essa idéia estranha de ordem através do caos, que em momentos difíceis e com a ajuda do ser superior, vem me dando força e esperança para eu não dar um fim nessa merda, pois o desânimo em alguns momentos chegou a ficar intenso, porém não desânimo comigo e sim com o que vejo ao meu redor, com o estado atual das coisas.

Falei demais, mas prometo que quando as coisas mudarem, ou seja, quando essa fase de aprendizado estiver acabando, eu irei relatar detalhadamente a melhora da situação, a fase da ordem. Sei que existem pessoas em situação fodidamente pior que a minha, mas creio que nesse sentido, minha pequena vitória é ainda está de pé, enquanto alguns não racionalizam muito e dão logo um fim em tudo.

Sei como é se sentir assim, faz 1 ano que eu também resolvi ficar sozinho por vários fatores, a situação aqui também não anda das melhores, mas sei que daqui a pouco vai tudo voltar ao seu melhor caminho. 

É isso, força e continue assim, o importante é você continuar assim por mais difícil que seja.
Também tenho essa fé confrade. Acredito que a esperança em relação ao nosso futuro pode surgir mesmo em situações altamente tenebrosas e caóticas. Digo isso porque já conheci pessoas que conseguiram "despertar" essa "vontade" em tais situações, já li sobre isso e sinto que é essa vontade ou esperança que nos me mantém de pé.
Também consigo sentir isso man
Essa vontade que me mantém de pé e com esperanças que coisas boas irão vir logo.
Tamo junto.

Enviado de meu C2304 usando Tapatalk
"Olhei o rosto dela e pensei: merda, eu a amo. O melhor que podia fazer era bancar o indiferente. A gente nunca deve deixá-las saber que está ligando, senão elas nos matam." (Charles Bukowski)
Responda-o
#37
- Conhecimentos que transcendem muitas situações. Hoje sou um novo homem em constante evolução. Ainda tenho muito que aprender. 

- Tenho um agradecimento muito grande sobre à Real e a esta casa.
Responda-o
#38
Sempre fui pelo meu ego, adorava discutir desnecessariamente, mas no fim eu decidi viver, e apesar de viver com pais protetores demais, já disse desde quando entrei aqui, há mais de 3 anos, estou aprendendo a viver por mim mesmo e isso me deixa feliz, pois aprendi a não guardar revolta, mas sofri pra aprender.

A Real não é para santos, é para homens que desejam mudar e para aqueles que tem suas cicatrizes, por que ninguém é santo, temos falhas, o que você pode e deve é ser feliz e ser o cara mais foda do mundo!

Gosto de ler as histórias de superação dos confrades, por que a real no fim não é politica ou qualquer coisa, é o ser humano e é você, e tu é único meu irmão!

Aos que tiveram o despertar da mudança, força e honra! e aos que ainda não, lhes desejo que um dia, a vitória bate na sua porta.
Responda-o
#39
Deixei de ser paspalho, amadureci como homem.

Mudei objetivos e maneira de pensar, aprendi a valorizar mais minha família, aumentei minha dedicação no trabalho e nos estudos.

Deixei de ser um imbecil que segue a massa, me tornei uma rocha emocional, e minhas decisões tendem quase sempre a seguir a razão.

Me tornei um homem melhor, embora tenha muito o que me aprimorar ainda.

Devo muito à esta casa, pois se sou o que sou hoje, foi graças ao que aprendi aqui.
[...]
Responda-o
#40
- Me tornei mais racional para resolver problemas.
- Deixei de olhar para as mulheres como um ser divino e inalcançável.
- Me tornei uma pessoa mais prestativa.
- Me tornei mais seletivo com as mulheres
- Sai de muitas matrix, não apenas as que se referem a mulheres.
-Me tornei uma pessoas mais dedicada aos estudos e comecei a priorizar meu sucesso.

Essas são algumas das mudanças que poço perceber com segurança na minha vida.
A ordem é o estado básico da satisfação.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)