Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Que livros estão lendo?
(27-04-2021, 06:28 PM)Scant Escreveu:
(24-04-2021, 02:59 PM)João Melo Escreveu:
Spoiler Revelar
[Image: 71aS8ckztLL._AC_SL1500_.jpg]

[Image: images?q=tbn:ANd9GcSYkljdDZV1mFxPhzIh5zM...g&usqp=CAU]

[Image: 81N4LkPVgML._AC_SL1500_.jpg]

[Image: images?q=tbn:ANd9GcT6_U3kaiGhxj8U7VsN8cH...g&usqp=CAU]

tb to  lendo o livro de memorização 
to tentando aplicar a técnica do palácio da memória (e outras mencionadas no livro) a concursos públicos

Ótimo! Eu também já li outro livro de memorização, ainda tenho outros a ler.

Vou passar os títulos:

Spoiler Revelar
[Image: 81sgVkLjxML._AC_SL1500_.jpg]

[Image: 318d5k5tL-L._AC_SL1500_.jpg]

[Image: 81T5fOqwI6L._AC_SL1500_.jpg]

[Image: 81YgDU7OOiL._AC_SL1500_.jpg]
Responda-o
(30-04-2021, 11:46 PM)João Melo Escreveu:
(27-04-2021, 06:28 PM)Scant Escreveu: tb to  lendo o livro de memorização 
to tentando aplicar a técnica do palácio da memória (e outras mencionadas no livro) a concursos públicos

Ótimo! Eu também já li outro livro de memorização, ainda tenho outros a ler.

Vou passar os títulos:

Spoiler Revelar
[Image: 81sgVkLjxML._AC_SL1500_.jpg]

[Image: 318d5k5tL-L._AC_SL1500_.jpg]

[Image: 81T5fOqwI6L._AC_SL1500_.jpg]

[Image: 81YgDU7OOiL._AC_SL1500_.jpg]

mentes geniais já li há muitos anos - leria de novo com outros olhos, mas na época não me empolgou
arte da memoria - to lendo tb
Nos Palácios da Memória - não conhecia, valeu
Dominic O'brien  - nem lembrava desse livro

dá uma olhada nesse link:
https://book4you.org/g/Alberto%20Dell%E2%80%99Isola
Responda-o
o livro de Jasar ( o livro dos retos ou o livro dos justos ...)
è um apócrifo , mas muito interessante conta detalhes de como o povo Hebreu por meio do poder do Criador " o Grande Eu Sou ", vencia seus inimigos , estou achando bastante interessante ...
Responda-o
Armas da Persuasão.

Se você acha que nunca fez ou comprou algo por influência de outrem leia esse livro e caia na real. Muito bom principalmente para economizar não caindo nessas amarras mentais pois quando sabemos para que são feitas e como conseguimos recusar um pedido sem "remorso".

Comida E Cozinha ( em ingreis, On Cook On Food).

Livro grande, extenso, se você não se interessa por algumas curiosidades da culinária vai achar chato. Eu particularmente estou gostando.

Clube da Luta.

Estou relendo, para ver se consigo internalizar a forma de escrita do livro.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
Lendo no momento:

Admirável Mundo Novo - estou bem no início, umas 5 páginas após a introdução. Deixei ele no trabalho, para ler quando possível. Então, por hora não tenho o que comentar.

Bíblia - terminei o NT e o Pentateuco. Demorei 24/25 anos para conhecer a palavra de Deus, infelizmente. Mas antes tarde do que nunca.

O Poder dos Quietos - também estou bem no início, é o livro da mesa do meu quarto. Aliás, é uma estratégia que estou colocando em prática, deixar livros "espalhados", assim tenho leitura no trabalho, em casa e por aí vai. Parece-me bom, veremos.

Mente, Caráter e Personalidade - esse está no meu celular. É da Ellen White. Apesar de eu ser católico, gosto dos escritos dela. Estou um tempo já sem ler nada dela, inclusive essa obra li um ou dois capítulos (ele tem umas 400 páginas). pontuais. Talvez dê para lê-lo integralmente.

====================

Clube da luta é um puta filme e o livro é ainda melhor. Poderia facilmente estar na lista dos melhores que já li.
#somostodosvelhos
Responda-o
Terminei de ler "A brevidade da vida" de Sêneca. Livro que dá para tirar conclusões interessantes. Eu li ele logo após ler o livro de Eclesiastes na Bíblia. Que ao meu ver está bem mais completo. Alguns pontos que Sêneca não tinha respostas estavam bem esclarecidos por Salomão. E olha que Salomão abordava a mesma filosofia quase mil anos antes de ter surgido essa vertente filosófica do estoicismo e já tinha as respostas que eles não conseguiram chegar.

Sobre a bíblia continuo avançando na leitura e terminei de ler Salmos, Provérbios e Eclesiastes.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
Eu estou lendo a Bíblia, estou lendo Josué.
Essa viagem começou em Salmos lendo em voz alta e dando o REC no gravadorzinho do celular.
Depois li Provérbios e Eclesiastes e em seguida voltei para Gênesis e fui até a metade de Josué até então.
"O mais forte espadachim não necessariamente é o que vence. É a velocidade! Velocidade da mão, a velocidade da mente." (Abade Faria).
Responda-o
Comecei a ler Dunas, tem sido uma leitura bem interessante.
Se passa em um cenário pós guerra com as máquinas em uma sociedade interplanetária, comecei a ler principalmente por conta do filme que vai ser lançado esse ano.
Spoiler Revelar
Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo.

-Martin Luther King
Nosso Mundo Ciclico
Responda-o
(07-05-2021, 09:48 AM)Raynor Escreveu: Comecei a ler Dunas, tem sido uma leitura bem interessante.
Se passa em um cenário pós guerra com as máquinas em uma sociedade interplanetária, comecei a ler principalmente por conta do filme que vai ser lançado esse ano.

Já o li no ano passado, então foi um dos melhores livros de ficção que já li.

É muito fascinante. Vou também ler o segundo livro de Dunas.

É muito recomendado para todos.
Responda-o
Depois de uma espera angustiante, finalmente comecei a ler este:

[Image: A1ROhTBPVdL.jpg]


Como eu havia falado esses dias, biografias são o estilo literário que eu mais estou gostando de ler ultimamente. Lendo a história de vida de pessoas que marcaram época, percebemos nitidamente a complexidade e diversidade que a vida humana possui. São tantos lugares, histórias, crenças, situações diferentes, que começamos a perceber o quanto somos idiotas por imaginar que a NOSSA VISÃO DE MUNDO é a única correta. São tantos caminhos que levam ao mesmo destino ... esse é o milagre da vida afinal.

Enfim...

O livro conta detalhadamente sobre a história de um dos personagem mais misteriosos e controversos da história humana. Homem comum até seus 30 anos, teve uma ascensão misteriosamente estratosférica após um tempo vivendo como andarilho e monge. Nascido na Sibéria, local implacável e rude onde a violência é um fato comum, Rasputin personificava todo um imaginário criado sobre esse lugar selvagem e misterioso num único homem. De uns, ouvia-se que era santo, de tantos outros ouvia-se que eu o demônio encarnado. Afinal, qual a verdade por trás dessa história fantástica?

Eu só estou no início, assim que terminar volto para atualizar, mas posso adiantar que estou achando sensacional o livro, e inclusive me identifiquei com muios aspectos e situações de vida que o personagem principal passou até onde li (mais precisamente, no começo da sua vida de andarilho, indo de mosteiro em mosteiro ouvir ensinamentos de pessoas santas, que por seguinte, é o momento onde ele começa a se tornar famoso na Russia Tsarista).

Não tenho dúvidas que é uma história épica que vale a pena ser lida, pra quem se interessar, segue essa sugestão.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
Terminei de ler O Antifrágil, de Nassim Nicholas Taleb.

O autor chama de antifrágil todas as coisas que não só resistem mas também se beneficiam de impactos oriundos de situações imprevisíveis, aleatórias, inesperadas. Assim, o antifrágil prospera e cresce quando exposto à volatilidade, ao acaso, à desordem e apreciam a aventura, o risco e a incerteza, se beneficiando também com os erros. Talvez o maior exemplo de antifragilidade seja a Mãe natureza, cujos organismos sobreviveram a longo período de tempo, adaptando-se e evoluindo sob impactos de diversa ordem.

O autor diz que, devido a incompreensão da antifragilidade, buscamos nos defender dos eventos aleatórios tentando prever o seu acontecimento. Nesse contexto é que ocorre uma excessiva valorização dos conhecimentos científicos e intervenções que acabam por nos tornar frágeis. Para o autor, essa postura é equivocada, pois nossa capacidade de previsão é limitada e não conhecemos as engrenagens do mundo o quanto achamos saber. Por isso, a solução mais acertada é identificar se algo é frágil e a partir daí buscar os meios de torná-lo antifrágil, ao invés de tentar prever a ocorrência de um evento capaz de prejudicá-lo.

Percebi que o livro influenciou bastante o pensamento de alguns membros do fórum.

Não achei a leitura fácil. O livro tem mais de 600 páginas e o tema não é lá muito entretível. Como o conceito de antifragilidade é aplicado nos negócios, na política, na medicina e na vida em geral, acaba que o livro fica meio repetitivo. O próprio autor faculta ao leitor pular algumas partes que ele considera mais técnicas.

Aplicando o livro a minha pessoa, enquadrei-me como frágil, principalmente por ser averso a correr riscos e por ser impactado negativamente pelos erros que cometo. A questão é: consigo mudar esse traço da minha personalidade? Seja como for, é inegável que o livro expandiu minha mente para ideia de antifragilidade.
A realidade nua e crua.
Responda-o
(08-05-2021, 10:52 PM)Jagunço Escreveu:  Talvez o maior exemplo de antifragilidade seja a Mãe natureza, cujos organismos sobreviveram a longo período de tempo, adaptando-se e evoluindo sob impactos de diversa ordem.

O mais incrível é que a Madrasta natureza, por vezes permite que um grupo de organismos se fragilize para, depois, num único golpe, eliminar os podre diabos.
Responda-o
(07-05-2021, 03:54 PM)Héracles Escreveu: Depois de uma espera angustiante, finalmente comecei a ler este:

[Image: A1ROhTBPVdL.jpg]


Como eu havia falado esses dias, biografias são o estilo literário que eu mais estou gostando de ler ultimamente. Lendo a história de vida de pessoas que marcaram época, percebemos nitidamente a complexidade e diversidade que a vida humana possui. São tantos lugares, histórias, crenças, situações diferentes, que começamos a perceber o quanto somos idiotas por imaginar que a NOSSA VISÃO DE MUNDO é a única correta. São tantos caminhos que levam ao mesmo destino ... esse é o milagre da vida afinal.

Enfim...

O livro conta detalhadamente sobre a história de um dos personagem mais misteriosos e controversos da história humana. Homem comum até seus 30 anos, teve uma ascensão misteriosamente estratosférica após um tempo vivendo como andarilho e monge. Nascido na Sibéria, local implacável e rude onde a violência é um fato comum, Rasputin personificava todo um imaginário criado sobre esse lugar selvagem e misterioso num único homem. De uns, ouvia-se que era santo, de tantos outros ouvia-se que eu o demônio encarnado. Afinal, qual a verdade por trás dessa história fantástica?

Eu só estou no início, assim que terminar volto para atualizar, mas posso adiantar que estou achando sensacional o livro, e inclusive me identifiquei com muios aspectos e situações de vida que o personagem principal passou até onde li (mais precisamente, no começo da sua vida de andarilho, indo de mosteiro em mosteiro ouvir ensinamentos de pessoas santas, que por seguinte, é o momento onde ele começa a se tornar famoso na Russia Tsarista).

Não tenho dúvidas que é uma história épica que vale a pena ser lida, pra quem se interessar, segue essa sugestão.

Esse livro é mais certo que outros para saber tudo sobre Rasputin? Melhor edição?
Responda-o
Esta obra tem uma "baita" de uma moral.
Outras:


To Kill Rasputin: The Life and Death of Grigori Rasputin   de  Cook Andrew

Rasputin: The Untold Story   de   Joseph T. Fuhrman

O Assassinato De Rasputin  de Gianni Truvianni


O livro  Nicolau e Alexandra de Robert K. Massie não tem o místico como principal alvo, mas ele está lá.
Responda-o
(16-05-2021, 03:13 PM)João Melo Escreveu: Esse livro é mais certo que outros para saber tudo sobre Rasputin? Melhor edição?

Não sei, amigo. Irei descobrir.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
Terminei a A ERA DOS IMPÉRIOS de Hobsbawn. Na onda, comecei e terminei o pequenino O NOVO SÉCULO e já estou adiantado no A INVENÇÃO DAS TRADIÇÕES e A ERA DO CAPITAL. Não dá para negar, o sujeito era um peso pesado como historiador. Escrevia muito bem, tinha um conhecimento cavalar.

Maassss… e que “mas” arrastado é esse, Hobsbawn (é a minha opinião) era um caso de hipocrisia e teimosia cavalar incurável. Uma certa dose de covardia também se fazia presente.
Marxista apaixonado, ele ficou entre a cruz e a espada (talvez seja melhor dizer entre a foice e o martelo) quando tomou conhecimento do que era feito na e pela União Soviética. Para um homem tão bem informado, também deve ter sido impossível ficar ignorante sobre a China de Mao e o Camboja de Pol Pot.
No fim do O NOVO SÉCULO, que é na verdade uma longa entrevista, ele declara que resolveu se dedicar ao estudo do século XIX, em detrimento do século XX, porque as ações do Partido Comunista Soviético lhe eram inaceitáveis.
Ou seja, como a realidade marxista do século XX lhe era inaceitável, ele se refugiava no 'idílio marxista" do século XIX, fugindo de debates que poderiam fazê-lo mudar de ideia, ou deixa-lo em conflito com sua consciência acadêmica.
Medo de enfrentar historiadores mais imparciais do que ele, que iriam esfregar a verdade em sua cara. Alguém mais maldoso diria: mais imparciais, mais profissionais e mão apaixonados por um barbudo imoral, que nem soube cuidar da própria família.
Responda-o
Vou salvar as recomendações e comprar pro Kindle, Ariction.
Responda-o
Estou terminando de ler A Vida Intelectual, do padre Sertillanges e com um prefácio do Olavo de Carvalho.

O autor aborda pontos fundamentais para que um indivíduo queira iniciar uma vida de estudos e tornar-se um intelectual.

Indo direto a estes pontos, destaco: adotar princípios e valores de um intelectual cristão, organizar os conteúdos e suas notas para que possam ser reutilizadas sempre que preciso e o que me chamou mais a atenção em tudo que li; deve-se iniciar a busca pela verdade para adquirir não só o conhecimento, mas principalmente, para alimentar o espírito.

Livro muito bom.


Outra coisa, quero iniciar estudos sobre economia, quero me aprofundar no assunto. Quais são os livros fundamentais para ter um bom entendimento? 
''Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país.''

Responda-o
Na Bíblia terminei de ler Isaías e Jeremias. Dois livros grandes. Falta só Ezequiel e depois a leitura da Bíblia vai ficar mais rápida e quando chegar no novo testamento vai ficar melhor ainda.

Terminei de ler também Cartas de um diabo a seu aprendiz de C.S. Lewis

[Image: Cartas.jpg]

O livro é bem interessante. A sátira que ele faz dos demônios é muito bem feita e engraçada. Aborda todo o esforço que o demônio da guarda (o oposto de anjo da guarda) faz para tentar fazer com que a sua vítima se perca e vá para o inferno, ele vai tendo que readaptar os seus planos várias vezes conforme as circunstâncias vão mudando. O livro tenta mostrar em forma de sátira que existe uma guerra real entre o bem e o mal que é muito mais ampla do que se imagina e que o campo de batalha é você – sua mente, sua vida, suas decisões e seu destino eterno. 

Esse também foi o último livro que ele escreveu antes de morrer. Gostei bastante.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
Estou lendo De Ira(Seneca), com foco em desenvolvimento pessoal. Não obstante, baixei os livros do Hobsbawn para kindle no elivros e vou tentar focar em história pois literatura(contos,novelas,cronicas, ficção) pra mim é muito cansativo.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)