Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Feministas escrevendo teses sobre o Fórum Legado Realista
#1
Uma aluna foi financiada com dinheiro público, com bolsa CAPES, para escrever uma tese de mestrado sobre o Fórum Legado Realista.

Acredito que talvez já tenho sido comentado no Fórum, mas eu só notei agora:

Por sempre acessar pelo Google, acabo pesquisando Legado Realista na barra de pesquisas. Um fato curioso que hoje o link exibido remetia ao acervo digital da universidade federal do paraná (UFPR - uma bela de uma bosta, pra quem conhece).

https://acervodigital.ufpr.br/handle/188...?show=full

Parece que a máquina de financiamento da ideologia feminista não para.

Resumo do TCC: "O fórum e a Filosofia Realista possibilitam a existência um estilo de vida escolhido por esses usuários que culmina na produção de uma masculinidade de tipo hegemônica, com pouco espaço para a produção de novas possibilidades de masculinidades. Defendem que seus posicionamentos em relação às mulheres, em especial no que tange às relações amorosas, devem partir sempre desse lugar hegemônico, com o poder de decisão e dominação sobre a relação."

Orientadora: Marlene Tamanini

Aluna: Ana Carolina de Andrade Ferreira (1995)

Spoiler Revelar
[Image: 110Bblq.jpg]
Responda-o
#2
[Image: eymGjAU.png]

Gostosa.
Responda-o
#3
Falou a leite com pêra que na hora que está de quatro quer o maior garanhão possível.

Essas feministas tratam os homens débeis e fracassados (como diz NA) como onças em extinção: defende-os, mas não quer tê-los em casa.
Responda-o
#4
Excelente contribuição confrade Vincent. Vamos acompanhar mais essa pérola.

Vou ler essa tese inteira. Tentei acessar pelo link e não consegui. Alguém conseguiu? Ou só conseguem ver a ementa? Já foi publicada?
Pelo poder da verdade, eu, ainda vivo, conquistei o universo

Responda-o
#5
Citação:Nos meus primeiros contatos com o campo, ficou claro para mim que meu objetivo de realizar entrevistas poderia acabar sendo frustrado pelo fato de eu ser uma pesquisadora mulher [...]

Sei não hein. Eu mesmo me disponibilizaria pra entrevista, não sei quanto aos outros...

Citação:O fórum que escolhi como campo de investigação segue a mesma premissa do trabalho de Franco (2015) de ser um espaço que fomenta a discussão e desenvolvimento entre homens. As diferenças se encontram nas propostas que cada um desenvolve: o fórum de Pick-up Artists (PUA) que é analisado por Franco (2015) demonstra esse ímpeto de trabalhar ativamente e estudar técnicas para seduzir mulheres. Já o Legado Realista, seguindo os escritos de Alita, se declara diametralmente oposto ao que se ensina sobre conquistar várias mulheres nesse fórum, [...]

Até ela percebeu isso e tem cara que vem aqui exclusivamente pra isso. KKKKK

Citação:O autor (OLIVEIRA, 2004) demonstra como, ao se produzirem estudos sobre as masculinidades heterossexuais, houve uma leva de produções que tratavam o homem como vítima, tanto por não poderem expressar seus sentimentos quanto por conta da pressão que sofrem dentro da estrutura capitalista. 

Eu tava lendo sobre isso no outro tópíco, tem muito homem aqui que se coloca com vitma sim, mas a maiora não.

Citação:[...] PUNHETAÇÃO MENTAL INFINITA [...]

Por isso trabalho academico no Brasil é muitas vezes piada, mais de 100 paginas falando da tese de fulano que se baseou em ciclano e tem perpectiva do outro cara que no fim das contas não significada aboslutamente nada e não tem nenhum valor prático e muito menos teorico.

Citação:[...] Segundo Connell (2003, p. 72, tradução nossa), “as masculinidades são configurações das práticas estruturadas pelas relações de gênero. São inerentemente históricas e se fazem e refazem como um processo político que afeta o equilíbrio de interesses da sociedade e da direção da mudança social”. Ele reivindica um modelo de se pensar o gênero que se englobe as três dimensões: a) relações de poder; b) relações de produção e c) catexis (vínculos emocionais). As relações de poder correspondem às questões ligadas à dominação masculina (ainda que isso se inverta dentro de certas lógicas); as relações de produção correspondem à divisão do trabalho em função do gênero, como a delegação do espaço público e privado; por último, a estrutura de catexis engloba os sentimentos, as práticas e desejos sexuais.

Isso aqui me lembrou aquele documentario que o cara sai por ai perguntando simplesmente "O que é uma mulher?" e ninguém sabe responder... Agora perguntariamos "O que é o homem?" Acho que boa parte também vai fica totalmente travada. O homem virou um ser abstrato no contexto dessa dissertação, se perdeu em tanta masturbação mental.

Citação: [...] Há um verdadeiro esforço de fazer com que os membros novatos leiam e estudem as bases de sua filosofia antes que saiam fazendo posts e iniciando discussões dentro do fórum. [...]

Acho sim que os novatos devem ler o basico mas sem essa de esforço, lê quem quer. Além do mais isso da impressão de que daqui estão sendo formados individuous totalmente alienados da realidade que só vem o mundo do jeito que nós queremos que eles vejam, como numa seita. E o esforço é o contrario: Saia no mundo e observe o mundo como esta. Temos razão? Volte e conte teus relatos. Sem "another brick on the wall" aqui.

Citação:[...] Relato da Jubarte sobre o fórum [...]

Se tu levar em consideração essa doida varrida feminista no teu trabalho academico tu já deu um passo inteiro pra neurose e dois pra psicose. Já marca consulta no psquiatra com antecedencia.

Citação:Como Vale de Almeida (2010), creio que a heterossexualidade também é um fenômeno que necessita ser explicado.


Sério que você precisa explicar a hetorossexualidade? Será que é porque de lá vem a continuação da civilização?

Citação:Com isso, cria-se uma constante vigilância dentro do grupo, em que o que está em jogo é a própria masculinidade ameaçada pelo status de “corno” ou gay, a qual está sob constante exame dos outros participantes.


Big Grin Big Grin


Muita encheção de linguiça e o pior a conclusão não conclue nada. É tanta besteira na cabeça que o cerebro impede de chegar numa conclusão, numa sintexe.
Responda-o
#6
Acho interessante alguém de fora fazer isso, serve como uma autoavaliação e um seguro.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#7
O trabalho dessa moça aí já é conhecido pela turma aqui. Como a dissertação de mestrado já foi publicada, provavelmente a tese de doutorado dela seguirá na mesma linha.

Os trabalhos acadêmicos servem de base na construção de meta-narrativas e na hora de chegar na Fátima Bernardes para dar entrevista, para os leigos e tiazonas em geral, uma pessoa com título de Doutora passa aquela sensação de autoridade no assunto.

Trazendo um exemplo: Se analisarmos o fenômeno do chamado garantismo penal. Temos a sistemática leitura das obras de Foucault, até chegar a depuração dos termos com Ferrajoli até a aceitação como doutrina no meios acadêmicos através de centenas de trabalhos acadêmicos, simpósios, publicações, etc. Todos 100% aplicados na Sociedade por meio dos antes estudantes, agora magistrados.

Responda-o
#8
Citação:O membro Ethan incita que o participante aconselhado se dispa de uma posição vitimária e entenda que a forma como ele se porta em suas relações é também uma forma de negociar e se responsabilizar pelo que ocorre, seja por seu sucesso ou fracasso, avaliando a si mesmo de forma interativa a fim de não cometer os mesmos erros e acabar enfrentando os mesmo problemas.

Até uma mulher com viés de interpretação que poderíamos considerar "suspeito" entende o que eu quero dizer... e a juvenada só entende pills, chads, aphas, etc e tal 

Gargalhada Gargalhada
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#9
Difícil acreditar como alguém obtém título de MESTRE escrevendo uma porcaria dessas. Li só a conclusão e a mulher faz uma enrolação do caralho pra dizer que os movimentos pró-homem só existem porque não há mais mulheres da década de 50 disponíveis pros homens de hoje.

Evidente que a "pesquisa" dela foi viciada e isenta de qualquer honestidade intelectual, nada mais que um imenso falatório maldizente da real e outras causas que busquem ajudar o homem.

Qual a utilidade que uma pesquisa dessa tem pra sociedade? Qual o retorno do investimento? Esses alunos de mestrado recebem bolsas pagas com dinheiro público pra escrever calhamaços de páginas de inúteis que só serão lidas porcamente pelo orientador e a banca. Depois da aprovação a pesquisa fica armazenada em algum "anal" da universidade e esquecida pra sempre.
Responda-o
#10
(28-03-2023, 09:37 AM)Darien Gordon Escreveu: Qual a utilidade que uma pesquisa dessa tem pra sociedade? Qual o retorno do investimento? Esses alunos de mestrado recebem bolsas pagas com dinheiro público pra escrever calhamaços de páginas de inúteis que só serão lidas porcamente pelo orientador e a banca. Depois da aprovação a pesquisa fica armazenada em algum "anal" da universidade e esquecida pra sempre.

Serve sim. Mas depende do ponto de vista de quem pergunta.

Essa distorção da realidade se tornou estudo reconhecido e apoiado pelo estado, agora servirá de base para engrossar o caldo de "dados" para embasar leis absurdas e promover a agenda.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#11
Interessante que de tudo que escreveu ela só ignorou na tese as críticas que fazemos a misandria jurídica, ao estelionato genético, a enchente de denúncias falsas, a hipocrisia, as mentiras, os golpes feitos em todas as esferas de forma sistemática contra homens pelas mulheres e defendidos entre elas e pelo estado. E muito mais. Ignorou porque não conseguiu enxergar, uma cegueira seletiva, e porque concorda com tudo isso e não viu motivos para expor essas denúncias.
“A maior necessidade do mundo é a de homens — homens que se não comprem nem se vendam; homens que, no íntimo de seu coração, sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao polo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen White, Educação, Pág 57.
Responda-o
#12
Impressionante como a ideologia feminista vai dobrando e dobrando e aumentando ainda mais a aposta.
O homem heterossexual é o culpado de tudo - a pior criatura sobre a face da terra.
Se se reúnem para trocar ideias em algum lugar é praticamente um crime em andamento. Lógico que os assuntos convergem pra todo tipo de machismo, blá bla bla blá...
Aí eu olho em volta e vejo hordas e mais hordas de mulheres acima dos 30 sozinhas e amargas.
Qual será o motivo??????
É só comentário. A ideologia feminista VENCEU (seja lá o que elas queriam com isso) e o problema não tem solução.
Responda-o
#13
(28-03-2023, 11:22 AM)Berzerk Escreveu: É só comentário. A ideologia feminista VENCEU (seja lá o que elas queriam com isso) e o problema não tem solução.

E o inimigo segue o mesmo. E não estou falando que são as mulheres (alô mestranda).
Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#14
(28-03-2023, 09:48 AM)Gorlami Escreveu:
(28-03-2023, 09:37 AM)Darien Gordon Escreveu: Qual a utilidade que uma pesquisa dessa tem pra sociedade? Qual o retorno do investimento? Esses alunos de mestrado recebem bolsas pagas com dinheiro público pra escrever calhamaços de páginas de inúteis que só serão lidas porcamente pelo orientador e a banca. Depois da aprovação a pesquisa fica armazenada em algum "anal" da universidade e esquecida pra sempre.

Serve sim. Mas depende do ponto de vista de quem pergunta.

Essa distorção da realidade se tornou estudo reconhecido e apoiado pelo estado, agora servirá de base para engrossar o caldo de "dados" para embasar leis absurdas e promover a agenda.


Sim, sei que serve aos interesses dos formuladores de teses e leis absurdas para favorecer os seres de luz.

O questionamento permanece válido se você comparar com outras pesquisas que realmente ajudam a sociedade como desenvolver um medicamento, um produto novo, um estudo sobre engenharia de tráfego para reduzir engarrafamentos, desenvolvimento de um motor mais rápido e menos custoso, etc. Pesquisas assim dão retorno e geram valor, diferente dessas porcarias das ciências humanas que são enviesadas e só servem para criar mais problemas e problemáticos.

Humanas no Brasil virou escoadouro de dinheiro e reduto de encostados. Já existiu pesquisa séria nessa área, mas isso foi há décadas atrás. Hoje em dia, até nosso idioma querem deturpar com a tal linguagem neutra.
Responda-o
#15
Um grande salve para a Mestranda/Mestra! Favor fique a vontade, a casa é sua.

No mais li o resumo e me parece que a proferida autora só sabe pensar nos modos das caixinhas acadêmicas, para falar com ar de academicismo as mesmas coisas que estamos cansados de ouvir em todo lugar, devido à narrativa progressiva identitária. Ou seja, pouca academia, e muita ideologia.

Convido a mesma a fazer um estudo detalhado, a la Norah Vincent ou Cassie Jaye, do significado do que é ser um homem na prática, do que a sociedade espera que sejamos e como somos tratados por ela, antes de acusar que estamos criando modelos hegemônicos e blá-blá-blá.

A convido honestamente para um debate, não para permear de discussões acadêmicas cheias de chavões, teorias referenciados em bibliografias e disse-que-disses, mas sim pra ouvir um homem sério querendo dividir seus desafios e aflições frente a uma sociedade que se torna progressivamente mais hostil aos homens.

No mais é isso, amigos e amigas, segue o baile. Força e honra a todos e todas...
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#16
Vou te falar uma coisa sobre dinheiro público

Os caras literalmente pegam teu dinheiro, para financiar merdas como esta. A questão mais preocupante, é que as leis mais ridículas, começaram com TCCs de faculdade. Uma merda dessas ganha repercussão, logo logo a vagabunda se lança candidata, se elege e tá criando lei pra perseguir vocês. Este é o bostil.
Responda-o
#17
Bom mesmo se todo realista/masculinista mamasse dessa mesma teta estatal, seria menos um parasita comunofemigayzista produzindo essas merdas. Estudo conhecido da turma mais antiga. Não vejo o mínimo interesse por rebater o ponto da moça. O Estado vai continuar minando a relação homem x mulher para substituir o homem como o seu protetor, doce ilusão, não a toa o índice de felicidade feminina vem caindo ano após ano e o uso de tarja preta só crescendo, e mesmo com toda a perseguição estatal os níveis de felicidade masculino aumentam. Com a degradação da moeda estatal e as crises que a diminuição das taxas de fertilidade causarão no mundo, creio que veremos um ponto de inflexão nessa distorção da realidade. 

Spoiler Revelar
O feminismo e todo o tal empoderamento acabariam em menos de 72 horas sem energia elétrica.
Spoiler Revelar
"Use o sistema contra o sistema, parasite o parasita"
Responda-o
#18
Mas e aí, onde que está a galera pra ao menos fazer o favor de fazer uma devida correção que preste nesse trabalho? Corrigir os erros grosseiros, os honestos, as generalizações toscas e os completos preconceitos que o texto apresenta? O estrago está aí feito e fica por nada. Reação zero.

Se a galera aqui tem a razão do nosso lado, por que não temos a Academia também? Cadê a galera produzindo teses masculinistas? Refutando pseudo-ciência de quinta categoria com ciência de verdade? Vou dar essa cutucada aqui nas comunidades, pois enquanto ferram com a gente, ninguém reage.

"Tudo o que é necessário para o triunfo do mal, é que os homens de bem nada façam" (Edmund Burke)
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#19
(28-03-2023, 10:40 PM)Wild Escreveu: Mas e aí, onde que está a galera pra ao menos fazer o favor de fazer uma devida correção que preste nesse trabalho? Corrigir os erros grosseiros, os honestos, as generalizações toscas e os completos preconceitos que o texto apresenta? O estrago está aí feito e fica por nada. Reação zero.

Se a galera aqui tem a razão do nosso lado, por que não temos a Academia também? Cadê a galera produzindo teses masculinistas? Refutando pseudo-ciência de quinta categoria com ciência de verdade? Vou dar essa cutucada aqui nas comunidades, pois enquanto ferram com a gente, ninguém reage.

"Tudo o que é necessário para o triunfo do mal, é que os homens de bem nada façam" (Edmund Burke)

Falou tudo. 

As feministas fazem uma campanha difamatória e todo mundo fica só olhando. No máximo, nos contentamos em dar uma debochada por aqui e seguir a vida. Na moral.

Não se subestima uma propaganda bem feita, nem se mantém inerte a ela qdo se é atacado.

Pessoalmente, fui chefe por 4 anos num setor, e por conta de meras fofocas, as quais eu pela minha "superioridade" moral, e amadurecimento, preferi ignorar e me mostrar indiferente, tiveram o poder de quase ruir minha gestão. Aos poucos, excelentes servidores, muitos dos quais eu havia pessoalmente ajudado, passaram a acreditar numa imagem depreciativa sobre mim que foi propositalmente construída, e que era totalmente dissociada da realidade.

Imaginem teses de mestrado, doutorado e outras pesquisas pseudo-científicas.

Não estou propondo a criação de um partido político, nem de uma contra-revolução. Mas, no mínimo, um grupo de discussão e debate qdo surgirem ataques diretos, como esse.
Pelo poder da verdade, eu, ainda vivo, conquistei o universo

Responda-o
#20
Que honra! Gostaria de ser mencionado.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [RELATO] Fórum Legado Realista: Primeiras Impressões de um Iniciante Ministro 12 5,238 15-12-2018, 08:43 AM
Última Postagem: Ministro
  21 Teses para o Desenvolvimento Espiritual... Dallas 1 1,798 04-07-2017, 07:21 PM
Última Postagem: Inocente

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)