Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
A dor do homem ao pedir divorcio..
#41
(25-09-2022, 06:17 PM)GELEIADOCELULAR Escreveu:
(25-09-2022, 01:53 PM)Penoso Escreveu: Yaoming

Pode deixar que ela vai se virar muito bem trollface, virar e revirar com a qualidade e desenvoltura de quem não precisa se preocupar com dinheiro para escolher macho, capaz até de adotar um molecão pra criar com seu dinheiro.

Filhão preciso nem dizer, logo logo tá por aqui chorando as pitangas e traumas de uma vida fracassada por culpa do papai e da mamãe, quem sabe até vocês possam conversar.

Big Grin
“Virar e revirar”… kkkkk…

Vida do cara q se mete nesses rolos é trágica…

Tenho um tio q passou pelo que eu tô passando já fazem 6 anos, e conversando com ele sobre o assunto ele me declarou que até hoje tem problemas por causa disso…

Outro dia chegou uma conta sendo cobrado no judiciário pra ele de materiais escolares no valor de 6.000 ( parte dele) .

Ele tem duas filhas com essa mulher, uma de 11 é outra de 9….

Ele é Chad, muito cafajestes e era rico, essa mulher faliu ele, mas ele meio que mereceu, ela era tudo pelo certo, ajudou muito ele,e ele traia ela com todo tipo de mulher, até que engravidou uma fora, aí foi a gota d’água…

Ele achou de dividir os bens só via acordo informal mesmo o advogado alertando ele…
Ela pediu procuração dele pra vender os bens que ele ia deixar pra ela ,ele passou, ela vendeu e logo em seguida entrou na justiça pedindo metade do que tinha sobrado pra ele , ela conseguiu comer 3/4 do patrimônio dele, dês de apartamento na beira da praia em São Luís até chácara nos lençóis maranhenses…



Os cafajestes se ferram também.
Foi bom essa conversa com ele pq ele me alertou pra não cometer o mesmo erro…
Nem fez o tópico de investimento
Responda-o
#42
No divórcio, eu me preocuparia mesmo é com o aspecto jurídico. Nenhum homem de bem merece às hermenêuticas do BR.

O Homem quando ingressa em um casamento, é tipo especular numa empresa em "recuperação judicial". Tem que ingressar sabendo que poderá dá merda a qualquer momento. Ou seja: Ter um gerenciamento de risco.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#43
(26-09-2022, 09:25 AM)Myers Escreveu:
(25-09-2022, 06:17 PM)GELEIADOCELULAR Escreveu: “Virar e revirar”… kkkkk…

Vida do cara q se mete nesses rolos é trágica…

Tenho um tio q passou pelo que eu tô passando já fazem 6 anos, e conversando com ele sobre o assunto ele me declarou que até hoje tem problemas por causa disso…

Outro dia chegou uma conta sendo cobrado no judiciário pra ele de materiais escolares no valor de 6.000 ( parte dele) .

Ele tem duas filhas com essa mulher, uma de 11 é outra de 9….

Ele é Chad, muito cafajestes e era rico, essa mulher faliu ele, mas ele meio que mereceu, ela era tudo pelo certo, ajudou muito ele,e ele traia ela com todo tipo de mulher, até que engravidou uma fora, aí foi a gota d’água…

Ele achou de dividir os bens só via acordo informal mesmo o advogado alertando ele…
Ela pediu procuração dele pra vender os bens que ele ia deixar pra ela ,ele passou, ela vendeu e logo em seguida entrou na justiça pedindo metade do que tinha sobrado pra ele , ela conseguiu comer 3/4 do patrimônio dele, dês de apartamento na beira da praia em São Luís até chácara nos lençóis maranhenses…



Os cafajestes se ferram também.
Foi bom essa conversa com ele pq ele me alertou pra não cometer o mesmo erro…
Nem fez o tópico de investimento
Lembro disso todo dia rsrs, irei fazer, não esqueci ...
Responda-o
#44
É brother, o foda que tem filho no meio, o mais sensato que vejo é, se tu estás insatisfeitos com a relação é sair dela e continuar na vida do seu filho. A questão do seu patrimônio tem que ser analisando, os dois construíram juntos ou você já tinha ? Caso já tinha é procurar um advogando antes de pedir de fato o divórcio, quanto ao filho tu como Pai não o pode abandonar a cria e estar sempre presente, mas quanto a mulher se não vai dar certo melhor se separar mesmo e o mais amigável possível.

                Passei, vi e, ao contrário deles, venci.
Responda-o
#45
(26-09-2022, 10:15 AM)Diamante Escreveu: No divórcio, eu me preocuparia mesmo é com o aspecto jurídico. Nenhum homem de bem merece às hermenêuticas do BR.

O Homem quando ingressa em um casamento, é tipo especular numa empresa em "recuperação judicial". Tem que ingressar sabendo que poderá dá merda a qualquer momento. Ou seja: Ter um gerenciamento de risco.

O homem está sempre só, deve existir um gerenciamento de risco para tudo, pois um homem solteiro e sem filhos quebrado também não terá ajuda de ninguém.

Bom, o que eu percebo aqui é que muita gente acha que a separação nesse caso faria parte da solução simplesmente pq ele citou insatisfação com a parceira, nesse caso creio que o vivente iria contrair ainda mais problemas se optasse por isso nesse momento. Percebe-se que ele é infantil, carente, tem problemas emocionais graves como problemas de autoestima, e também teve problemas de saúde graves como uma cirurgia cerebral, obvio que o casamento iria estar uma merda com o ele chegando aos 40 assim.

O filho parece ser importante pra ele, e a dica de muitos é pra ele ir embora de casa, como se apenas ele querer estar presente na vida do filho fosse garantia de poder estar presente estando fora de casa, quando se fala em vara de família, muitas vezes querer não é poder. 

A ultima coisa que eu indicaria pra ele agora seria a separação, mas sim um diagnóstico da própria vida como homem enquanto se prepara financeiramente, juridicamente, psicologicamente, etc, para futuramente se separar se realmente for o caso. Fora que a idade que o filho homem mais precisa do pai presente é agora.

Se o sexo realmente falta ele pode seguir a boa dica do @Merdingo, não arrumar amante, se as putas não o saciarem é pq ele quer é um momozi pra dormir de conchinha msm.

Não ser estúpido, não tomar decisões que possam prejudicá-lo. A pressa pra sair de casa seria em caso de situação muito crítica a ponto dela denunciar o cabra numa maria da penha, por ex.

Com as informações que ele deu é basicamente a decisão mais acertada a se tomar nesse momento. 

"Não se foda, não deixem que te fodam."
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#46
(27-09-2022, 11:28 AM)Trglodita Escreveu:
(26-09-2022, 10:15 AM)Diamante Escreveu: No divórcio, eu me preocuparia mesmo é com o aspecto jurídico. Nenhum homem de bem merece às hermenêuticas do BR.

O Homem quando ingressa em um casamento, é tipo especular numa empresa em "recuperação judicial". Tem que ingressar sabendo que poderá dá merda a qualquer momento. Ou seja: Ter um gerenciamento de risco.

O homem está sempre só, deve existir um gerenciamento de risco para tudo, pois um homem solteiro e sem filhos quebrado também não terá ajuda de ninguém.

Bom, o que eu percebo aqui é que muita gente acha que a separação nesse caso faria parte da solução simplesmente pq ele citou insatisfação com a parceira, nesse caso creio que o vivente iria contrair ainda mais problemas se optasse por isso nesse momento. Percebe-se que ele é infantil, carente, tem problemas emocionais graves como problemas de autoestima, e também teve problemas de saúde graves como uma cirurgia cerebral, obvio que o casamento iria estar uma merda com o ele chegando aos 40 assim.

O filho parece ser importante pra ele, e a dica de muitos é pra ele ir embora de casa, como se apenas ele querer estar presente na vida do filho fosse garantia de poder estar presente estando fora de casa, quando se fala em vara de família, muitas vezes querer não é poder. 

A ultima coisa que eu indicaria pra ele agora seria a separação, mas sim um diagnóstico da própria vida como homem enquanto se prepara financeiramente, juridicamente, psicologicamente, etc, para futuramente se separar se realmente for o caso. Fora que a idade que o filho homem mais precisa do pai presente é agora.

Se o sexo realmente falta ele pode seguir a boa dica do @Merdingo, não arrumar amante, se as putas não o saciarem é pq ele quer é um momozi pra dormir de conchinha msm.

Não ser estúpido, não tomar decisões que possam prejudicá-lo. A pressa pra sair de casa seria em caso de situação muito crítica a ponto dela denunciar o cabra numa maria da penha, por ex.

Com as informações que ele deu é basicamente a decisão mais acertada a se tomar nesse momento. 

"Não se foda, não deixem que te fodam."

Seus conselhos foram bons meu mano, mas eu não acredito em traição de maneira alguma, é óbvio que ele quer um amor pra dormir de conchinha, mas aí ... a ideia de tentar dar uma acertada na vida antes de pensar em divórcio é bem valida, família é importante, pensando por esse lado
Oitavo anjo do apocalipse
Responda-o
#47
Um ótimo resumo feito pelo Trglodita. (like).

Por isso que em meu post anterior, foquei somente no aspecto jurídico.
"A Real tem 5 estágios: Conhecimento, Revolta, Aceitação, Compreensão e Evolução".
Responda-o
#48
Que homem de 40 anos, em um relacionamento de 15 anos e com filho de 10, que trabalha, que tem patrimônio para deixar um terreno e uma casa de 200 mil  + pensão usa termos como "Chad" e escreve celebro ao invés de cérebro e em todo esse tempo não tenha desenvolvido a mínima maturidade para entender o que está passando?

Como posso acreditar que essa história é real e não apenas um relato de alguém com fetiche "se dar mal em relacionamento"...?

Spoiler Revelar
Obrigado?
Spoiler Revelar
trollface
Responda-o
#49
Casa de 200 mil ...existe ainda ?
Oitavo anjo do apocalipse
Responda-o
#50
(28-09-2022, 08:00 AM)War Escreveu: Casa de 200 mil ...existe ainda ?

Existir existe, qual favela que é eu não sei.
Responda-o
#51
Pior que to começando a acreditar na teoria do pena de caras/cuié com fetiche em contar desgraça fictícia
Oitavo anjo do apocalipse
Responda-o
#52
Quem imaginaria que um realista experiente de 40 anos, bem sucedido segundo falava, iria gastar fortunas em som de carro pra ir em campeonato, arranjar amante favelada e apresentar pra família? Yaoming

Existe casa até mesmo nova por 200k sim, paranazão tem bastante.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#53
(26-09-2022, 01:32 PM)Bastardo Escreveu: É brother,  o foda que tem filho no meio, o mais sensato que vejo é, se tu estás insatisfeitos com a relação é sair dela e continuar na vida do seu filho. A questão do seu patrimônio tem que ser analisando, os dois construíram juntos ou você já tinha ? Caso já tinha é procurar um advogando antes de pedir de fato o divórcio, quanto ao filho tu como Pai não o pode abandonar a cria e estar sempre presente, mas quanto a mulher se não vai dar certo melhor se separar mesmo e o mais amigável possível.

Sim amigo, obrigado pelo comentário...
Construímos juntos , na verdade ela começou do 0 e eu do -1...
A questão patrimonial não é um problema  pra mim, apesar de eu ter vivido na pele grande parte do ´´profano feminino´´ , na parte financeira fui muito ajudado...
Não sei de onde tiraram a ideia de que eu estou preocupado com patrimônio...

Oque me prende é a seguinte questão : Ela foi a primeira com quem namorei sério, a primeira que me amou (pelo menos no inicio) de forma genuína visto que eu não sou lindo, na época não tinha um centavo e ainda estava com problemas de saúde bem graves; Foi a primeira com quem fui morar junto, com quem tive meu primeiro filho,  e isso me deixou muito apegado de uma forma que não consigo separar, mesmo estando uma merda...

Já tentei por duas vezes e acabei voltando...

Pra quem ta de fora parece bobagem, coisa de homem fraco, eu entendo; Fui o maior critico de meu tio que tentou separar e sempre acaba voltando, mas quando chegou minha vez eu percebi que o buraco é mais em baixo...

É fácil separa quando se leva um chifre , ou quando só oq o casal faz é brigar, porque isso gera uma raiva que te impulsiona a sair da relação , mas quando o motivo é aparentemente só ´´insatisfação´´ aí é foda...

Iniciei terapia para me desapegar, estrou aguardando, minha primeira cessão vai ser dia 10-10... No momento não me atrevo a sair de casa pois sei que vou acabar voltando... Sad
Responda-o
#54
(27-09-2022, 11:28 AM)Trglodita Escreveu:
(26-09-2022, 10:15 AM)Diamante Escreveu: No divórcio, eu me preocuparia mesmo é com o aspecto jurídico. Nenhum homem de bem merece às hermenêuticas do BR.

O Homem quando ingressa em um casamento, é tipo especular numa empresa em "recuperação judicial". Tem que ingressar sabendo que poderá dá merda a qualquer momento. Ou seja: Ter um gerenciamento de risco.

O homem está sempre só, deve existir um gerenciamento de risco para tudo, pois um homem solteiro e sem filhos quebrado também não terá ajuda de ninguém.

Bom, o que eu percebo aqui é que muita gente acha que a separação nesse caso faria parte da solução simplesmente pq ele citou insatisfação com a parceira, nesse caso creio que o vivente iria contrair ainda mais problemas se optasse por isso nesse momento. Percebe-se que ele é infantil, carente, tem problemas emocionais graves como problemas de autoestima, e também teve problemas de saúde graves como uma cirurgia cerebral, obvio que o casamento iria estar uma merda com o ele chegando aos 40 assim.

O filho parece ser importante pra ele, e a dica de muitos é pra ele ir embora de casa, como se apenas ele querer estar presente na vida do filho fosse garantia de poder estar presente estando fora de casa, quando se fala em vara de família, muitas vezes querer não é poder. 

A ultima coisa que eu indicaria pra ele agora seria a separação, mas sim um diagnóstico da própria vida como homem enquanto se prepara financeiramente, juridicamente, psicologicamente, etc, para futuramente se separar se realmente for o caso. Fora que a idade que o filho homem mais precisa do pai presente é agora.

Se o sexo realmente falta ele pode seguir a boa dica do @Merdingo, não arrumar amante, se as putas não o saciarem é pq ele quer é um momozi pra dormir de conchinha msm.

Não ser estúpido, não tomar decisões que possam prejudicá-lo. A pressa pra sair de casa seria em caso de situação muito crítica a ponto dela denunciar o cabra numa maria da penha, por ex.

Com as informações que ele deu é basicamente a decisão mais acertada a se tomar nesse momento. 

"Não se foda, não deixem que te fodam."

Obrigado amigo, suas palavras foram sensatas ...
Eu não me atrevo a sair de casa no momento, pois sei que vou fracassar e acabar voltando...

Eu já recuperei minha saúde...

Sobre sexo, não é isso que me incomoda , já segui por esse caminho de amantes e não foi oq eu esperava, só consegui mais problemas e não me senti bem...

O meu problema é o apego e uma sensação de que devo muito a ela aliada a uma sensação de culpa caso algo de ruim aconteça com ela e meu filho caso eu saia de casa, tipo ela botar um cafa pra morar com ela e meu filho sofrer maus tratos, pelo menos comigo em casas isso não aconteceria mesmo meu casamento estando uma merda...

Estou seguindo por esse caminho que vc indicou, tratar de mim primeiro...

Quando eu saí de casa a primeira vez a sensação que eu tive foi que tinha abandonado meu filho aos leões e acabei voltando...

Já recebi todo tipo de conselho, mas é difícil seguir conselho de quem nunca passou por isso, tipo o cara tem 17 anos, namora a 6 meses, toma chifre e decide separar da namorada da escola e acha que o meu caso é igual ao dele...
Vc foi ponderado em suas palavras e sigo essa linha de pensamento no momento, não vai adiantar eu sair de casa sendo que dentro de mim nada mudou...
Mais uma vez obrigado..
Responda-o
#55
(27-09-2022, 11:11 PM)Penoso Escreveu: Que homem de 40 anos, em um relacionamento de 15 anos e com filho de 10, que trabalha, que tem patrimônio para deixar um terreno e uma casa de 200 mil  + pensão usa termos como "Chad" e escreve celebro ao invés de cérebro e em todo esse tempo não tenha desenvolvido a mínima maturidade para entender o que está passando?

Como posso acreditar que essa história é real e não apenas um relato de alguém com fetiche "se dar mal em relacionamento"...?

Spoiler Revelar
Obrigado?
Spoiler Revelar
trollface

Acho que vc nem leu meu post mano : ´´na separação uma casa um terreno e uns 200 mil + pensão, mas mesmo assim me preocupo com oq vai acontecer com ela e meu filho´´ a casa esta avaliada em 400k o terreno em 100k + uns 200k em ações(renda variável, esses 200k variam conforme o preço das ações no dia)...
Quanto à meu erro gramatical isso não é problema quando se sabe trabalhar com números ....

Já vi muito cara formado trabalhando como empregado de segunda categoria para um cabra que sabe mal assinar seu nome, é oque mais tem  onde moro, todos os meu funcionário tem mais estudo que eu e me pedem benção.
Vá vc se confiar nisso, tem caboco aki analfabeto que li da uma rasteira nos negocio q vc não sabe nem de onde veio, ISSO ANTES DE VC CONSEGUIR ESCREVER CÉREBRO... 


  
Responda-o
#56
(28-09-2022, 08:00 AM)War Escreveu: Casa de 200 mil ...existe ainda ?
Outro que nem leu meu post  Sad
Responda-o
#57
(28-09-2022, 10:18 AM)GELEIADOCELULAR Escreveu: Sim amigo, obrigado pelo comentário...
Construímos juntos , na verdade ela começou do 0 e eu do -1...
A questão patrimonial não é um problema  pra mim, apesar de eu ter vivido na pele grande parte do ´´profano feminino´´ , na parte financeira fui muito ajudado...
Não sei de onde tiraram a ideia de que eu estou preocupado com patrimônio...

Oque me prende é a seguinte questão : Ela foi a primeira com quem namorei sério, a primeira que me amou (pelo menos no inicio) de forma genuína visto que eu não sou lindo, na época não tinha um centavo e ainda estava com problemas de saúde bem graves; Foi a primeira com quem fui morar junto, com quem tive meu primeiro filho,  e isso me deixou muito apegado de uma forma que não consigo separar, mesmo estando uma merda...

Já tentei por duas vezes e acabei voltando...

Pra quem ta de fora parece bobagem, coisa de homem fraco, eu entendo; Fui o maior critico de meu tio que tentou separar e sempre acaba voltando, mas quando chegou minha vez eu percebi que o buraco é mais em baixo...

É fácil separa quando se leva um chifre , ou quando só oq o casal faz é brigar, porque isso gera uma raiva que te impulsiona a sair da relação , mas quando o motivo é aparentemente só ´´insatisfação´´ aí é foda...

Iniciei terapia para me desapegar, estrou aguardando, minha primeira cessão vai ser dia 10-10... No momento não me atrevo a sair de casa pois sei que vou acabar voltando... Sad

Bom irmão vamos lá, quanto a questão do patrimônio você que citou dizendo que tinha 200k mais alguma coisa e ela "levaria metade mais pensão" e nós aqui da Real sabemos que as sociedade misândrica que temos está moldada para fuder com o Homem, e a parte financeira é o principal pilar, então para você não sair como perderdor nessa jogada pelo menos no quesito financeiro tem que se ficar esperto e ter alguém que entenda do assunto para minimizar os riscos, mas, como para você essa questão financeira não seria o problema, iremos para a proxima coisa que eu noto.

O que vejo e é claro isso é seu apego a pessoa, mais do que normal para alguém que estar em um relacionamento, principalmente quanto não se tem os conhecimentos da Real, você escreve "Pra quem ta de fora parece bobagem..." brother, a maioria aqui se não for todos desse fórum passou pelo mesmo que você e milhares passam a diferença de você agora é que estar nessa abençoada casa, eu mesmo passei por merdas assim, claro situações diferentes mais são os mesmos jogos e "problemas" é só ver meu relatos antigos, porém eu como você achei essa lugar e me moldei e sou o que sou hoje graças primeiro a Deus e essa forúm, já são mais de 4 anos aqui e minha transformação foi grande.

O que mais tem aqui nesse forum é como sair da sua situação, vi que tu quer ir em uma "terapia" pqp, tudo que você veio no forum foi escrever seus problemas ? Sendo o que mais tem aqui é soluções ? Es que tu chega na terapia e vai ter uma mulher fudida ou um matrixiano igual a você. Então irmão vai ler o material básico do forúm, ler N.A, entre tantos autores que citamos. Mas para te ajudar procurar ai nos "Textos complementares II - Nessahan Alita - capitulo 19 - Libertando a Alma" quem sabe se tu for um cara "safe" você se livre disso.

Força e Honra!

                Passei, vi e, ao contrário deles, venci.
Responda-o
#58
@GELEIADOCELULAR
"O meu problema é o apego e uma sensação de que devo muito a ela aliada a uma sensação de culpa caso algo de ruim aconteça com ela e meu filho caso eu saia de casa, tipo ela botar um cafa pra morar com ela e meu filho sofrer maus tratos, pelo menos comigo em casas isso não aconteceria mesmo meu casamento estando uma merda..."

Bom da sua parte se preocupar com seu filho e é o mínimo que se espera de você mesmo. Mas não dá pra ter tudo na vida, ou você separa e vive como pai separado ou continua junto. Lendo seus relatos fica muito claro pra mim que você ainda não sabe o que quer. Assino embaixo com os caras que dizem que 'você quer um momô pra dormir de conchinha'.

Agora, se decidiu que não quer mais essa mulher e que por um motivo ou por outro quer sair de casa: Planeje. Comece com as coisas óbvias como segurança financeira (o que não parece ser problema pra você), vá atrás de um advogado e veja o que é de direito dela e seu. Defina onde pretende morar, como vai morar, como levar sua vida sozinho, como interagirá com seu filho. Resolve ai teus problemas de saúde se tiver, ameniza seu psicológico. Vai deixando no plano das ideias, ajeitando o terreno e honre suas bolas.

Se não é isso que quer, beleza também cara. Seja sincero com você, nem todos estão prontos ou querem de verdade.
Só não dá pra ficar choramingando pelos cantos, pedindo ajuda sem querer ser ajudado. Não to te criticando não, só acho que precisa decidir melhor o que quer, pois ta parecendo uma criança.
Responda-o
#59
(28-09-2022, 12:35 PM)Bastardo Escreveu:
(28-09-2022, 10:18 AM)GELEIADOCELULAR Escreveu: Sim amigo, obrigado pelo comentário...
Construímos juntos , na verdade ela começou do 0 e eu do -1...
A questão patrimonial não é um problema  pra mim, apesar de eu ter vivido na pele grande parte do ´´profano feminino´´ , na parte financeira fui muito ajudado...
Não sei de onde tiraram a ideia de que eu estou preocupado com patrimônio...

Oque me prende é a seguinte questão : Ela foi a primeira com quem namorei sério, a primeira que me amou (pelo menos no inicio) de forma genuína visto que eu não sou lindo, na época não tinha um centavo e ainda estava com problemas de saúde bem graves; Foi a primeira com quem fui morar junto, com quem tive meu primeiro filho,  e isso me deixou muito apegado de uma forma que não consigo separar, mesmo estando uma merda...

Já tentei por duas vezes e acabei voltando...

Pra quem ta de fora parece bobagem, coisa de homem fraco, eu entendo; Fui o maior critico de meu tio que tentou separar e sempre acaba voltando, mas quando chegou minha vez eu percebi que o buraco é mais em baixo...

É fácil separa quando se leva um chifre , ou quando só oq o casal faz é brigar, porque isso gera uma raiva que te impulsiona a sair da relação , mas quando o motivo é aparentemente só ´´insatisfação´´ aí é foda...

Iniciei terapia para me desapegar, estrou aguardando, minha primeira cessão vai ser dia 10-10... No momento não me atrevo a sair de casa pois sei que vou acabar voltando... Sad

Bom irmão vamos lá, quanto a questão do patrimônio você que citou dizendo que tinha 200k mais alguma coisa e ela "levaria metade mais pensão" e nós aqui da Real sabemos que as sociedade misândrica que temos está moldada para fuder com o Homem, e a parte financeira é o principal pilar, então para você não sair como perderdor nessa jogada pelo menos no quesito financeiro tem que se ficar esperto e ter alguém que entenda do assunto para minimizar os riscos, mas, como para você essa questão financeira não seria o problema, iremos para a proxima coisa que eu noto.

O que vejo e é claro isso é seu apego a pessoa, mais do que normal para alguém que estar em um relacionamento, principalmente quanto não se tem os conhecimentos da Real, você escreve "Pra quem ta de fora parece bobagem..." brother, a maioria aqui se não for todos desse fórum passou pelo mesmo que você e milhares passam a diferença de você agora é que estar nessa abençoada casa, eu mesmo passei por merdas assim, claro situações diferentes mais são os mesmos jogos e "problemas" é só ver meu relatos antigos, porém eu como você achei essa lugar e me moldei e sou o que sou hoje graças primeiro a Deus e essa forúm, já são mais de 4 anos aqui e minha transformação foi grande.

O que mais tem aqui nesse forum é como sair da sua situação, vi que tu quer ir em uma "terapia" pqp, tudo que você veio no forum foi escrever seus problemas ? Sendo o que mais tem aqui é soluções ? Es que tu chega na terapia e vai ter uma mulher fudida ou um matrixiano igual a você. Então irmão vai ler o material básico do forúm, ler N.A, entre tantos autores que citamos. Mas para te ajudar procurar ai nos "Textos complementares II - Nessahan Alita - capitulo 19 - Libertando a Alma" quem sabe se tu for um cara "safe" você se livre disso.

Força e Honra!

Psicólogos em geral são comadres bem pagas. 
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#60
(22-09-2022, 11:47 AM)GELEIADOCELULAR Escreveu: Boa tarde .
Estou em um relacionamento fazem 15 anos, tenho um filho de 10 anos desse relacionamento ,  e ta sendo muito difícil conseguir me separar...
Já saí de casa por duas vezes por ter recebido olhares de nojo e reprovação de minha parceira quando fui procurar sexo, mas não aguentei ficar só e acabei voltando...
Eu percebo que quando tomo a iniciativa de sair de casa meu celebro deleta todo os olhares de nojo , todas as humilhações que passei mendigando por sexo, e parece que só tenho recordações do quanto ela é boa mãe e boa dona de casa, do quanto ela é cuidadosa com nossas finanças (oq é verdade), eu eu me desespero achando que é tudo coisa da minha cabeça e que ela é uma maravilha, dai volto temos um curta lua de mel e me arrependo por me ver na mesma insatisfação pouco tempo depois...

Eu percebi analisando meu interior que tenho uma sensação de que agi com covardia e abandonei ela e meu filho aos leões quando sai de casa, me sinto como tendo uma atitude covarde e desmedida perante a situação ...

A  sensação que tenho é que não fomos programado para sair da relação , eu me sinto mais mal por pensar em tudo que pode dar errado pra eles caso eu saia de casa do que pelo meu sofrimento em si...

Parece que para homem não é suficiente a simples insatisfação no relacionamento para que se peça separação, eu sinto que se o pedido partisse dela ou se houvesse um motivo forte tipo um chifre , tudo seria mais fácil..

Mas a verdade é que eu estou insatisfeito na relação, mas meu celebro acha que só isso não é o suficiente , possuo um considerável patrimônio e ela levaria na separação uma casa um terreno e uns 200 mil + pensão, mas mesmo assim me preocupo com oq vai acontecer com ela e meu filho,

Já estou com 40 anos e tenho que me decidir pq a velhice já esta chegando e não tenho tanto tempo assim.

Por favor se tiver algum conselho me ajudem...
estou perdido e sem saber oq fazer..

Vai tomar uma empenhada já já... não vai poder voltar em casa e nem ver o guri; vai pagar processos e mais processos... Faz o que os confrades sugeriram: erga-se; melhore a si mesmo; depois o relacionamento (vc nao vai transar o resto da vida.. é mais fácil vc ficar com pau mole do que viúvo)... então... aprenda a gerenciar um relacionamento modo monge. Natural vc estar apegado, mas vc perdeu o frame (a moldura, o enquadramento) dessa relação há muito tempo.
O básico: o que é culpa sua no relacionamento nao vai melhorar se vc ficar sozinho, pai solteiro ou amestrador de vadias: vai se ferrar do mesmo jeito. Carentão e quarentão é alvo preferido. Se a colier perdeu o tesão em tu... tu perdeu. Ela nao vai se apaixonar novamente; mas vc ainda pode preservar o casamento como escudo pra o SEU filho.... a sementinha do mal a caminho... não é problema seu. (e ainda precisa de um motivo pra separar?... cara... se vc for obrigado a assumir essa conta... ta aí seu motivo)
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 3 Visitante(s)