Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Casamento hoje em dia
#21
Esse tópico seria interessante opinar quem realmente tem "experiência e maturidade". Sou um pai que está passando por essa triste realidade comum de ter casado e agora estar arrependido. Realmente é foda pensar nos possíveis danos psicológicos que minha prole possa por minha causa, pois é aí que pesa os meus princípios pois tem os dois lados da moeda de que posso abrir mão da minha liberdade por um determinado período considerando que vou acompanha-las de perto e seguirem os ensinamentos ou no final da caminhada eles decidirem seguir o caminho que quiserem e eu somente perder tempo (anos da minha vida). Honra e egoísmo estão sendo pensamentos constantes na cuca.
Responda-o
#22
(09-10-2021, 02:52 AM)Crocodilo Escreveu: Esse tópico seria interessante opinar quem realmente tem "experiência e maturidade". Sou um pai que está passando por essa triste realidade comum de ter casado e agora estar arrependido. Realmente é foda pensar nos possíveis danos psicológicos que minha prole possa por minha causa, pois é aí que pesa os meus princípios pois tem os dois lados da moeda de que posso abrir mão da minha liberdade por um determinado período considerando que vou acompanha-las de perto e seguirem os ensinamentos ou no final da caminhada eles decidirem seguir o caminho que quiserem e eu somente perder tempo (anos da minha vida). Honra e egoísmo estão sendo pensamentos constantes na cuca.

Olá Crô

[Image: Cr%C3%B4.jpg]

Como sou oldiscú e estou aqui há muitos anos eu quero te dizer que o pessoal com "experiência e maturidade" não vai se manifestar. Há muito tempo atrás, após ter saído fodido de um relacionamento eu estava sedento por saber qual era o segredo do pessoal bem casado, visto que muita gente era defensora do casamento no fórum nas épocas de ouro, e não obtive retorno algum.

Sempre segui com as observações no meu círculo social e pessoas próximas e o desenlace nunca foi diferente: homens a mando de uma munhé extorsora, sedenta por vantagens estúpidas, seja por apego emocional ou demência mental. Os mais lúcidos pulam do barco e se fodem financeiramente e psicologicamente.


Talvez eu consiga entender seu arrependimento em função do casamento e a boa notícia é que você pode assumir o b.o. e  colocar um ponto final em tudo. A responsabilidade é sua, você entrou nessa porque quis e agora é sua obrigação resolver.

Porém eu jamais poderia deixar de fazer uma ressalva quando aos filhos. Você os colocou no mundo, É SUA OBRIGAÇÃO fornecer toda a base necessária (saúde, educação, encaminhamento) até que eles possam se virar sozinhos. Não posso falar enquanto pai, mas como filho em uma família desestruturada. Meu pai foi um péssimo homem, mas me forneceu todas as bases para que eu pudesse me virar sozinho e eu serei eternamente grato a ele por isso, independentemente do que tenha feito.

Filhos são para o mundo, dê o empurrão inicial e depois deixe-os seguir seu próprio caminho.

Assuma a culpa das suas ilusões, tome as rédeas da sua vida e pague o preço das suas escolhas.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#23
(09-10-2021, 07:20 PM)Merdingo Escreveu:
(09-10-2021, 02:52 AM)Crocodilo Escreveu: Esse tópico seria interessante opinar quem realmente tem "experiência e maturidade". Sou um pai que está passando por essa triste realidade comum de ter casado e agora estar arrependido. Realmente é foda pensar nos possíveis danos psicológicos que minha prole possa por minha causa, pois é aí que pesa os meus princípios pois tem os dois lados da moeda de que posso abrir mão da minha liberdade por um determinado período considerando que vou acompanha-las de perto e seguirem os ensinamentos ou no final da caminhada eles decidirem seguir o caminho que quiserem e eu somente perder tempo (anos da minha vida). Honra e egoísmo estão sendo pensamentos constantes na cuca.

Olá Crô

[Image: Cr%C3%B4.jpg]

Como sou oldiscú e estou aqui há muitos anos eu quero te dizer que o pessoal com "experiência e maturidade" não vai se manifestar. Há muito tempo atrás, após ter saído fodido de um relacionamento eu estava sedento por saber qual era o segredo do pessoal bem casado, visto que muita gente era defensora do casamento no fórum nas épocas de ouro, e não obtive retorno algum.

Sempre segui com as observações no meu círculo social e pessoas próximas e o desenlace nunca foi diferente: homens a mando de uma munhé extorsora, sedenta por vantagens estúpidas, seja por apego emocional ou demência mental. Os mais lúcidos pulam do barco e se fodem financeiramente e psicologicamente.


Talvez eu consiga entender seu arrependimento em função do casamento e a boa notícia é que você pode assumir o b.o. e  colocar um ponto final em tudo. A responsabilidade é sua, você entrou nessa porque quis e agora é sua obrigação resolver.

Porém eu jamais poderia deixar de fazer uma ressalva quando aos filhos. Você os colocou no mundo, É SUA OBRIGAÇÃO fornecer toda a base necessária (saúde, educação, encaminhamento) até que eles possam se virar sozinhos. Não posso falar enquanto pai, mas como filho em uma família desestruturada. Meu pai foi um péssimo homem, mas me forneceu todas as bases para que eu pudesse me virar sozinho e eu serei eternamente grato a ele por isso, independentemente do que tenha feito.

Filhos são para o mundo, dê o empurrão inicial e depois deixe-os seguir seu próprio caminho.

Assuma a culpa das suas ilusões, tome as rédeas da sua vida e pague o preço das suas escolhas.
Essa foi sem vaselina e com cacos de vidro kkkkkkkkk kkkkkkkkk
"É o saldão das balzacas"  Minerin 
Responda-o
#24
Acredito ser pertinente trazer este outro tópico: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2036

Feito por um ex membro Staff. Que é advogado.
Responda-o
#25
(10-10-2021, 11:14 AM)Admin Escreveu: Acredito ser pertinente trazer este outro tópico: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2036

Feito por um ex membro Staff. Que é advogado.

E mesmo sabendo de toda a merda ele foi lá e assim se embarrou também.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#26
(09-10-2021, 02:52 AM)Crocodilo Escreveu: Esse tópico seria interessante opinar quem realmente tem "experiência e maturidade". Sou um pai que está passando por essa triste realidade comum de ter casado e agora estar arrependido. Realmente é foda pensar nos possíveis danos psicológicos que minha prole possa por minha causa, pois é aí que pesa os meus princípios pois tem os dois lados da moeda de que posso abrir mão da minha liberdade por um determinado período considerando que vou acompanha-las de perto e seguirem os ensinamentos ou no final da caminhada eles decidirem seguir o caminho que quiserem e eu somente perder tempo (anos da minha vida). Honra e egoísmo estão sendo pensamentos constantes na cuca.

Você não conhece a realidade de ninguém por trás dos fakes do fórum. Esta muito enganado se acha que são como os garotinhos rebeldes da sua bolha.

Muitos dos que falaram aqui possuem MUITA experiência.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#27
(10-10-2021, 11:43 AM)Merdingo Escreveu:
(10-10-2021, 11:14 AM)Admin Escreveu: Acredito ser pertinente trazer este outro tópico: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2036

Feito por um ex membro Staff. Que é advogado.

E mesmo sabendo de toda a merda ele foi lá e assim se embarrou também.

É a grande realidade da vida: sabemos o que é bom e o que não é, porém não sempre fazemos o que é bom...

@Crocodilo Penso que tem muita gente com experiência aqui. 

Eu vivo em união estável há quase uma década, graças a Deus sem filhos (fiz vasectomia, porém pela minha última contagem de esperma essa porra não funcionou, entretanto sempre uso capa, já que meu maior pesadelo na vida é ter prole). 

No seu caso, como você já abriu mão da liberdade e tem filho, acho que vale a pena continuar se esforçando pra continuar em nome das crianças... eu colocaria um parâmetro até o mais jovem alcançar uns 20 anos para pensar, se for o caso, em separação e nesse meio tempo dedicar tudo que puder para educá-los bem, dando tudo de necessário, inclusive rigor e disciplina quando cabível (o que muitos esquecem).

Esse raciocínio só tem um porém: na maioria das vezes a iniciativa do divórcio não é do homem, portanto, o sujeito que quer ter os filhos em uma família bem estruturada fica à mercê da mulher (da escolha que fez). Entretanto, como diz o ditado: as mulheres casam esperando que o cara mude e ele não muda, já os caras casam esperando que as mulheres não mudem e elas mudam MUITOO (e pra pior)!
Responda-o
#28
(11-10-2021, 07:54 PM)Mr. Mike Escreveu:
(10-10-2021, 11:43 AM)Merdingo Escreveu: E mesmo sabendo de toda a merda ele foi lá e assim se embarrou também.

É a grande realidade da vida: sabemos o que é bom e o que não é, porém não sempre fazemos o que é bom...

Tá de brincadeira né?

Uma coisa é ser alvejado pela aleatoriedade da vida, outro extremo oposto é fazer algo que depende ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE da escolha do indivíduo. 

Até onde sei nenhum homem tem sido obrigado a se relacionar, muito menos casar com uma munhé, até porque a fila de betas na espera é grande.

Neste caso, "nem sempre fazer o que é bom" é a mesma coisa que ser refém do próprio emocional. Coisa que homens que tem dois ovos entre as pernas não deveriam fazer.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#29
Não vejo muita lógica casar/união estável sem ter o objetivo de formar família. Mas, é uma opinião minha.
Responda-o
#30
(09-10-2021, 07:20 PM)Merdingo Escreveu:
(09-10-2021, 02:52 AM)Crocodilo Escreveu: Esse tópico seria interessante opinar quem realmente tem "experiência e maturidade". Sou um pai que está passando por essa triste realidade comum de ter casado e agora estar arrependido. Realmente é foda pensar nos possíveis danos psicológicos que minha prole possa por minha causa, pois é aí que pesa os meus princípios pois tem os dois lados da moeda de que posso abrir mão da minha liberdade por um determinado período considerando que vou acompanha-las de perto e seguirem os ensinamentos ou no final da caminhada eles decidirem seguir o caminho que quiserem e eu somente perder tempo (anos da minha vida). Honra e egoísmo estão sendo pensamentos constantes na cuca.


Não posso falar enquanto pai, mas como filho em uma família desestruturada. Meu pai foi um péssimo homem, mas me forneceu todas as bases para que eu pudesse me virar sozinho e eu serei eternamente grato a ele por isso, independentemente do que tenha feito.

Filhos são para o mundo, dê o empurrão inicial e depois deixe-os seguir seu próprio caminho.
Um tolo de 50 anos pode ter a experiência de 5 décadas mas não a maturidade de ter vivido essa situação e de toda sua fala, as últimas até que acrescentaram algo, mas td bem. Agr o CRô foi fd rss!
Responda-o
#31
O maior problema que vejo nos caras é ter relacionamento igualitário com a namorada, daí quando chega no casamento quer impor regras, puxar a rédea.
Depois que a mulher abriu as asas é extremamente difícil retornar ao estado anterior.


Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.


Responda-o
#32
(11-10-2021, 08:20 PM)Merdingo Escreveu:
(11-10-2021, 07:54 PM)Mr. Mike Escreveu: É a grande realidade da vida: sabemos o que é bom e o que não é, porém nem sempre fazemos o que é bom...

Tá de brincadeira né?

Uma coisa é ser alvejado pela aleatoriedade da vida, outro extremo oposto é fazer algo que depende ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE da escolha do indivíduo. 

Até onde sei nenhum homem tem sido obrigado a se relacionar, muito menos casar com uma munhé, até porque a fila de betas na espera é grande.

Neste caso, "nem sempre fazer o que é bom" é a mesma coisa que ser refém do próprio emocional. Coisa que homens que tem dois ovos entre as pernas não deveriam fazer.


Sou o último a querer passar pano, cada um que se vire com as consequências de suas escolhas, porém a grande verdade é que a atração que o homem sente pela mulher é algo natural, biológico. Do mesmo modo, a natureza deu encantos na fêmea humana que fazem o macho perder a noção, justamente para se reproduzirem mais vezes e também cuidar da prole. Para resistir a isso é necessária, além da razão, uma enorme força de vontade.

Sendo que ninguém tem essa força de vontade em 100% todo o tempo, apesar de sabermos o mal de comer certos alimentos, como açúcar, sempre temos que nos controlar e as recaídas são frequentes, já que em estado de natureza a fome era implacável, portanto somos compelidos pelos instintos a comer porcarias supercalóricas e isso ocorre mesmo que tenhamos conhecimento racional que faz mal.
Responda-o
#33
(06-10-2021, 06:05 PM)Berzerk Escreveu: Pra mim que sou mais velho e me casei antes de 2010 (era pré-instagram) foi relativamente fácil, se comparado com o que tem disponível hoje.
Os rapazes medianos de hoje que pensam em casar ou mesmo um namoro mais sério estão fodidos. Praticamente esqueçam disso. Não tem como, não é culpa deles.
Se eu tivesse por volta de 30 anos hoje (mais ou menos), não me casaria nem me relacionaria de jeito nenhum.
Velho, não tem como.
Qualquer mulher mediana acima de 18 anos nessa Era Instagram, tem dezenas, às vezes CENTENAS de homens mandando direct e curtindo as fotos delas. Estão deixando literalmente DEZENAS de homens "orbitando" elas, só dando migalhas de atenção enquanto pulam de pica em pica de alfas destacados.
Eu diria que mais de 90% das medianas hoje são "viúva de alfa", tiveram algum tipo de contato rápido com algum deles.
Por causa disso a exigência delas está nas alturas...
Vejo pelos meus amigos mais novos... a dificuldade deles pra sair com alguma mulher MEDIANA é inacreditável comparado com os anos 90.
Tá tudo muito louco, vai ter um crash de relacionamento maluco nos próximos anos. Duvido que os homens medianos de hoje vão aceitar mulherada absurdamente rodada e cheia de gaps psicológicos (por terem sido usadas até o bagaço pelos destacados). Mesmo por que está tendo muita informação disponivel sobre isso no Youtube...

É exatamente sobre isso! Os namoros até 2009 não eram 100% mas ainda eram viáveis, nessa era de Insta com gorda nota 4 (sendo manginada) exigindo homem pronto é impossível achar algo que preste.
Como disse o Dr. Afonso que o Minerim citou em outro tópico: "Estando fora de uma comunidade religiosa realmente tradicional e fechada você precisa ter sorte, muita sorte." e "Mulher viável para casamento hoje em dia é 0.1%". 

O que muitos chamam de covardia eu considero contenção de danos! Vou usar NA para lidar com as mulheres inevitáveis do dia a dia: do trabalho,  vizinhas, do comércio e familiares. Quando o jogo está programado para te sabotar o único movimento vencedor é não jogar.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#34
(14-10-2021, 06:41 PM)Mr. Mike Escreveu:
(11-10-2021, 08:20 PM)Merdingo Escreveu: Tá de brincadeira né?

Uma coisa é ser alvejado pela aleatoriedade da vida, outro extremo oposto é fazer algo que depende ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE da escolha do indivíduo. 

Até onde sei nenhum homem tem sido obrigado a se relacionar, muito menos casar com uma munhé, até porque a fila de betas na espera é grande.

Neste caso, "nem sempre fazer o que é bom" é a mesma coisa que ser refém do próprio emocional. Coisa que homens que tem dois ovos entre as pernas não deveriam fazer.


Sou o último a querer passar pano, cada um que se vire com as consequências de suas escolhas, porém a grande verdade é que a atração que o homem sente pela mulher é algo natural, biológico. Do mesmo modo, a natureza deu encantos na fêmea humana que fazem o macho perder a noção, justamente para se reproduzirem mais vezes e também cuidar da prole. Para resistir a isso é necessária, além da razão, uma enorme força de vontade.

Sendo que ninguém tem essa força de vontade em 100% todo o tempo, apesar de sabermos o mal de comer certos alimentos, como açúcar, sempre temos que nos controlar e as recaídas são frequentes, já que em estado de natureza a fome era implacável, portanto somos compelidos pelos instintos a comer porcarias supercalóricas e isso ocorre mesmo que tenhamos conhecimento racional que faz mal.

Vou concordar. Partindo desta explicação você tem um contraponto sensato que não pude observar antes.
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#35
Vou deixar uma reflexão mais ou menos a ver com o tópico aqui.
O que eu percebo, é que as pessoas ainda nutrem um forte sentimento de esperança nos relacionamentos delas no futuro, elas vivem na putaria, mas mesmo assim, acreditam que lá na frente irão entrar em um relacionamento e viver o tradicional, como se os anos de degeneração(por parte de ambos os sexos) não fossem afetar a relação.

É isso que eu percebo, eu tenho um amigo que está pegando umas 5 simultaneamente, mas ele mesmo demonstra querer algo no futuro com alguém, ele nem cogita a hipótese disso não acontecer, não que as possibilidades sejam nulas, mas claramente não será algo no molde tradicional por muito tempo. 

Esse amigo desenrolado já teve uma mulher noiva mandando mensagem para ele dizendo que só não ia para os braços dele porque não queria trocar o certo pelo duvidoso.

E mesmo assim, ele demonstra querer algo sério no futuro, apesar de estar curtindo a vida agora.

Eu por outro lado, mesmo tentando mudar minhas visões, me sinto realmente cada dia mais desesperançoso com essa questão de relacionamento, uma coisa que me fez marcar isso mais fundo ainda na minha mente, foi quando tempos atrás fiquei com uma mulher padrão desapercebida e que chama pouca atenção, e após ter transado com ela, descobrir que ela já tinha dado para 8 caras(considerando que ela falou a verdade e não chutou pra baixo), isso no interior, cidade pequena, e ela com 18 anos.

Dito isso, mesmo que relacionamentos não terminem, eles vão ser profundamente afetados pra pior, a sujeira já chegou em todos os lugares.

O jeito participar do jogo até a idade chegar e então se retirar para algum sítio, isolado ou com poucos amigos, ou, caso tenha uma alma mais pura e nobre fazer isso na juventude mesmo.

Sempre gosto de deixar esse vídeo aqui, em alguns posts aleatórios que faço, porque é verdade. E assim como russia estava nublada no séculos XIX, o mundo está nublado agora, no século XXI, e se o século XX foi uma catástrofe imagine o que vai ser da segunda metade do século XXI, por sorte, quando a segunda metade do século chegar, já estarei na meia idade em alguma toca por ai, protegido do caos do mundo, ou talvez morto.

A única coisa que mantem essa sociedade minimamente coesa é a esperança vazia em uma estrutura familiar que não mais existe, meu amigo acredita nisso, a guria dos oito caras(que falava abertamente ser uma vagabunda para mim) acredita nisso, e todos ainda acreditam nisso, mesmo vivendo, atualmente, um estilo de vida que nada tem a ver com o que esperam pro futuro.

Mas apenas uma geração ou duas será necessário, talvez só mais uma, pois já estamos na primeira geração perdida, só mais uma geração perdida, e essa ilusão irá acabar, apenas mais uns 20 anos para essa geração crescer, apenas isso.


Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)