Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[Moda] Maridão bancando estudos
#1
[MODA] Maridão bancando estudos
(MGHB)

[Image: GWKkRFD.jpg?1]

Esses casos de homens pagando faculdade nesses relacionamentos com modernetes, são terríveis.

Algumas vezes, ocorrerão duas situações:

1- Ela se forma, sem trair, mas arranja um emprego bom, logo passa a ganhar mais e começa a se achar a boazona. Não demora a começar a ignorar o marido, achando-o um babaca "estagnado", fica deslumbrada pelo poder do dinheiro, compra roupas, anda mais sensualmente, faz happy hours, e claro, faz amizades com vários homens do trabalho.

Resultado: ou se divorcia do marido porque agora ele é inútil, estagnado porque está ganhando mais que ele, afinal sentiu o poder da grana, e/ou trai com um colega do novo trabalho.

2- Ela o trai na faculdade com os alfas e playboys. Se deslumbra e se deixa levar pelas amigas vadias novas, quer viver adolescência, etc.

Se algum de vocês pagar QUALQUER tipo de curso ou faculdade, eu vou meter a porrada em vocês.

Apenas três cursos você pode pagar pra sua mulher:

1- Cozinha;
2- Tricô;
3- Massagem Tântrica.

Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Responda-o
#2
Me parece que na cultura cigana a mulher trabalha, mas quem controla o trabalho é o marido.

Por exemplo: ela é comerciante, o CNPJ fica no nome dele e ela se torna funcionária; ou ela é cozinheira e o marido dono do restaurante. E assim vai.

Acho que isso precisa ser refletido entre a ala casamenteira do fórum, pois realmente o que mais existe é mulher traindo no emprego: O colega de serviço tem o dia todo para chegar, fazer amizade, conhecer a presa, quebrar barreiras e ir se aproximando. E quase sempre consegue. Mulher se deixa levar pelo momento, quando se excita ou o cara consegue ser visto como "o cara", havendo um magnetismo entre os dois é muito difícil segurar.


Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.


Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)