Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Flerte na escola
#1
Flerte na escola
(Por Ice)

[Image: r5KHK3s.jpg?1]

Pergunta: Tenho 18 anos e estou no 3º colegial. Tem uma garota na sala que me interessa. Depois de ler NA, mudei minha postura e hoje sou caladão e me mostro desinteressado SEMPRE.
Comecei a interessar nela, quando no 3º dia que fui a aula (falto muito), professora pergunta "qual é o meu nome?" e ela diz alto pra mim ouvir "o meu nome tá aqui". Daí comecei a prestar atenção nela. Ela me parece honrada, nunca vi ficando com nenhum cara. Enfim... Nesse tempo, tenho notado certo interesse dela, mas como sou inexperiente venho aqui perguntar se tem fundamento: Algumas vezes quando vou ao banheiro, logo ela vai também. Em dois casos especiais, ela veio falar comigo, perguntando se vi tal professor, aproveitei e alonguei o papo um pouco. No segundo, ela saiu da sala um pouco antes de mim (por que eu ia pra quadra jogar, só eu e outros) fui o ultimo a sair, e ela saiu na frente. Quando estava no corredor, virou pra trás e eu estava lá. Será que ela virou pra ver se eu vinha? Sem contar que ela sempre me olha antes de mim entrar na aula e no recreio. Mas eu sempre finjo que ela não existe nessas horas. 
Ficou grande, peço desculpas. Mas queria saber se isso é indicio e o que fazer. Lembrando que acabo de sair da Matrix e sou inexperiente.


Resposta: Pelo que vc expôs é um indício sim. Mas para consolidar sua posição, você precisa alternar a indiferença com interesse, ausência com presença.
Se polarizar na indiferença e na ausência, inicialmente pode até despertar o interesse da menina, mas ela vai se cansar e desistir. Você precisa transpirar autoconfiança e decisão, você não pede, comunica, se ela aceitar bem, se não aceitar foda-se.

Um exemplo: quando ela ficar te esperando, você chega e diz: "Tô indo na cantina tomar um refri, se quiser me acompanhar..."

Parecendo lacônico e desinteressado, como quem faz um convite a um amigo qualquer, seu convite é muito mais eficiente do que se você deixá-la entrever que desperta algum desejo em você. Mas tome cuidado para não parecer arrogante, autoritário e mandão.

Ser decidido não é ser autoritário, ser autoconfiante não é ser arrogante, ser sério não é ser cuzão. Tem cara que pensa que ser sério é fazer cara feia e andar com o peito estufado. Outra dica muito valiosa é não demonstrar interesse sexual, quando se aproximar, o faça parecendo desinteressado, porque se ela perceber que você está interessado, vai se fechar e já terá alcançado seu objetivo que é ter o ego inflado.

Mas se fingir que não quer nada com ela, vai colocar uma pulga atrás de sua orelha e ela vai se perguntar porque você não age como 99% dos homens que só fazem babar para qualquer coisa que use saia. Ela vai pensar que você é diferente ou que tem alguma coisa errada com ela mesma. De qualquer forma a vantagem é sua, se ela entender que você é diferente, vai querer te conhecer melhor, se ela pensar que você vê alguma coisa errada nela, vai tentar te convencer do contrário. Mas é imperioso que tome cuidado para parecer natural, qualquer indício de que seu comportamento é forçado ou artificial e já era.

Acima de tudo, lembre-se de devolver o que você recebe.


Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Responda-o
#2
"Ela me parece honrada"

Temos aqui o Bastião da Honra.

GargalhadaGargalhadaGargalhada
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#3
Cá para nós, o cara sequer conversou, sequer deu uma saidinha e já constrói na mente uma dama honrada que ele nem conhece ainda, esta idealização precoce é a mãe de todas as complicações futuras.

O jovem criado acreditando no romantismo e sentimentalismo mela-cueca e na virtude do Nice-guy e bom moço é um forte candidato para se arrebentar na vida.
Responda-o
#4
Quem nunca passou por situação similar, que atire a primeira pedra.

Quanto mais jovem a pessoa, mais propensa ela está a se enganar, em todos os campos da vida, mas, sobretudo, no campo afetivo.

Será que, nessa época, nosso rapaz conseguiria imaginar todas as estripulias que a garota fazia? Afinal, ele não tê-la visto com algum parceiro não significa que, em off, ela não fazia nada. Principalmente se fosse razoavelmente bonita.
Responda-o
#5
Caramba, essa história me fez rir bastante, pois lembrei de um antigo amigo meu (nos afastamos depois da escola por questões de rotina, mesmo, mas é um cara legal) quando estávamos no último ano do ensino médio também.

Ele ficou apaixonado numa menina da sala dele (que no futuro começou a namorar um amigo nosso Gargalhada) e foi mais ou menos nesse estilo aí. Em poucas palavras já achou que a donzela juvenil era a mais pura virgem de todas as virgens.

Acontece que essa menina, obviamente, fazia o cidadão de gato e sapato (eu acho que é isso mesmo o ditado).
Enquanto a imagem dele só ficava abalada perante aos camaradas, ela ficava toda metida se achando a última bolacha do pacote, por conta da betice do sujeito.

Acho que foi o @Merdingo (se não foi, desculpa a marcação) que disse no chat esses dias que na maioria esmagadora das vezes não adianta dar conselho, pois o camarada vai seguir a própria vontade. E é verdade.
Cansávamos de aconselhá-lo, nunca adiantou kkk.

Até que chegou um acontecimento HUMILHANTE, meus amigos.
O cidadão comprou um ovo de páscoa de 600g para a jovem libertina. Óbvio que não ganhou nada em troca e ela ainda debochou da parada.

Foi duro fazer o cidadão abrir o olho, hein bicho. Não chegou a dar sequer uma bitoca. Detalhe que a menina era beeeeeem razoável, estava longe de ser uma beldade pré adulta.


Bons tempos, puta que o pariu.
#somostodosvelhos
Responda-o
#6
Cansei de ser rejeitado e depois ver as garotas nos braços dos zé droguinhas mau educados feios e burros. Quando uma mais ou menos me dá mole aproveito, mas desencanei dessa coisa de achar que o jeito que eu agir vai fazer diferença. Os ensinamentos do Nessahan Alita são muito bons mas eu não acho que as mulheres atuais valem o esforço.
Responda-o
#7
Vocês tem que pegar mulher que se pareçam com vcs, selecionar mais. Porra um garota que gosta de um zé droginha, que tem a cabeça na lua e vive para o momento presente nunca dará bola para vcs e nem vcs deveriam dar bola para ela... ainda que/por mais que seja gostosa. Simplesmente ela tem outras preferências.

Nego insiste muito nisso de mulher daqui e mulher de lá, isso é importante, mas passa longe de ser o mais importante, comer mulher vc sempre vai, de uma forma ou de outra, mas o importante da vida é a sua própria evolução, o seu auto-desenvolvimento, ngm nasce e morre colado em outra pessoa. A pessoa nasce e morre só.

Enquanto o juvenil fica encantando com a beleza da vileirinha ali, da santinha de pau oco, ele poderia muito bem estar estudando para medicina, montando um empreendimento, ganhando skills ou, se não o caso, dando em cima de várias garotas (a que cair na rede vira comida...) e indo para várias festinhas (se for para curtir). A falta de uma figura paterna para dar esse direcionamento é foda.

(03-02-2021, 11:01 AM)Kikuoka Escreveu: Cansei de ser rejeitado e depois ver as garotas nos braços dos zé droguinhas mau educados feios e burros. Quando uma mais ou menos me dá mole aproveito, mas desencanei dessa coisa de achar que o jeito que eu agir vai fazer diferença. Os ensinamentos do Nessahan Alita são muito bons mas eu não acho que as mulheres atuais valem o esforço.

Mira nas mais tímidas (tímidas =/= feias) se for o caso, não vai mirar nas gostosinhas da vila que querem os caras mais populares ou criminosos da sala... porque esses caras frequentemente vivem só o presente e em um médio/longo prazo vão se foder seriamente.

Continue estudando com afinco, baixe a sua exigência e vai na tímidas, nas do meio. Aí certeza que vc terá mais sucesso, ou mais probabilidade de sucesso. Tem muito menina bonita que não vai para o lado do fundão tbm. Vc tem que prestar a atenção nessas.
Responda-o
#8
(01-02-2021, 11:20 AM)Merdingo Escreveu: "Ela me parece honrada"

Temos aqui o Bastião da Honra.

GargalhadaGargalhadaGargalhada

Honrada... se falava muito de honra na época do meu avô, hoje esse negócio de honra caiu em completo desuso mesmo entre os adultos. Agora imagine usar esse termo para se referir a uma colegial de 16-17 anos. Esse é o nível de perdido que o nosso amigo que fez a pergunta estava naquele momento. PQPPPP1!!!
Responda-o
#9
Lendo esse tópico enxerguei muito de mim nele quando era mais jovem.
Infelizmente não existia os fórum, nem os escritos do NA para me dar uma ajuda com isso.
"O mais forte espadachim não necessariamente é o que vence. É a velocidade! Velocidade da mão, a velocidade da mente." (Abade Faria).
Responda-o
#10
Acho que deveríamos ver esse tópico como: se eu pudesse voltar no tempo e dar um conselho PRA MIM com 18 anos, o que eu diria?
Isso é um exercício mental legal.
Responda-o
#11
Que bosta de relato, na parte do "eu acho que ela é honrada" eu tive que rir kkk lembrei das perguntas que recebia pelo ask, das mensagens buscando orientações como lidar com paixonites juvenis sem deixar de ser um beta Zé Ruela.

Esses cara carente é foda, a mina espirra olhando pra ele e ele já se imagina numa comédia romântica hollywoodiana onde ele vestido de cavaleiro branco lhe dá o lenço, eles se beijam, se casam e vão fuder no mato, ter uma penca de filhos e ela vai lavar as cuecas dele em uma vida honrada, cria uma fantasia na cabeça e acha que tá vivendo enredo de crepúsculo ou esses filme de vampiro viado, na maioria das vezes é apenas o sujeito fantasiando algo que na realidade não tem nada a ver, ao invés de chegar na muié e tentar puxar uma conversa pra ao menos tentar ver qual é, fica criando fantasias na cabeça.

Pior que essas dúvidas de paixonites escolares eram comuns, só perguntar pros antigos que tinham ask, já que na época a real era cheia de adolescentes aspirantes a PUA que vinham parar na real após ver que o PUA não cumpria o prometido por motivos óbvios.

Os caras queriam a receita de bolo, o caminho das pedras pra pegar mulher sem deixar de ser ZÉ RUELA, bicho, era tanto paspalho, de adolescente a marmanjo de 30 anos, beta, bobão, fudido, feio, tímido, zuado mesmo se preocupando mais em formas de agir pra pegar muié do que em coisas básicas até pra virar homem, como focar em se aprimorar, estudar, arrumar um serviço, começar a melhorar sua aparência, vencer a timidez e as limitações que se impunham por falta de auto estima, lidar com as pessoas naturalmente sem querer pagar de ilusionista do amor.

Muitos vieram do PUA para real como uma válvula de escape pela revolta de não ter atributos o suficiente para se "dar bem" naturalmente, seja ele físico, social, financeiro e pelo PUA não ter dado certo como um "atalho" para melhorar sua aceitação sem que precisassem se esforçar para se tornarem minimamente aceitáveis, então buscavam essa merda como uma forma de "Hackear" as mulheres, ou seja, não queriam se tornar homens, não queriam se desenvolver, se aprimorar, queriam um jeito mais fácil de pegar mulher, e não conseguindo, vinha para real para se confortar que o problema não estava neles e sim nas mulheres.

Tanto que na época havia muita revolta juvenil, muito adolescente com postagens carregadas de misoginia, e pelo teor dava para perceber que muitos sequer tinham vivência ou experiência, até mesmo pela própria idade, era teoria de um lado, teoria do outro e ir pro mundo se fuder pra aprender na prática que é bom nada, ai surgiam pérolas e mais pérolas como essa ai que o Guardião postou.

Agora estamos vivendo outros tempos, um cara desse com esse tipo de pensamento nos tempos de hoje com os liquidificadores de rola na certa se mataria, fácil fácil, pois a escola é uma amostra grátis da vida.

Só que o problema do rapaz ai é comum, mais comum do que todos pensam, nem todos se deram bem na época da escola, tem gente que vai beijar ou transar tarde quando consegue melhorar um pouco sua zé ruelice e suas limitações pela falta de auto-estima, maioria não reconhece mas passou pelo mesmo inferno do fundamental ao colegial.

O mais engraçado é que se você falar pra um cara desse a real de que ele é invisível e que ele deve se desenvolver, estudar, trabalhar, focar no futuro, virar homem, melhorar sua aparência, ir pro mundo aprender a viver ele vai ignorar pois prefere continuar batendo cabeça tentando e tentando.

Vou deixar esse clássico aqui e um desafio, assista até o final sem fazer careta Gargalhada

[Image: 200.gif]





[Image: pKOSrKH.gif]
Responda-o
#12
(01-02-2021, 09:26 PM)Per Onore Escreveu: Quem nunca passou por situação similar, que atire a primeira pedra.

Quanto mais jovem a pessoa, mais propensa ela está a se enganar, em todos os campos da vida, mas, sobretudo, no campo afetivo.

Será que, nessa época, nosso rapaz conseguiria imaginar todas as estripulias que a garota fazia? Afinal, ele não tê-la visto com algum parceiro não significa que, em off, ela não fazia nada. Principalmente se fosse razoavelmente bonita.

A parte feminina a gente já sabe de cor, salteado, de trás pra frente, da frente pra trás, mas o problema do homem beta é que ele é uma bomba relógio de ansiedade libido e carência, medo, falta de autoestima, e nessa geração uma certa preguiça, iludidos pelas comédias românticas enlatadas hollywoodianas e acha que merece viver o "felizes para sempre", que vai achar sua mulher honrada pra fuder no mato e ter uma penca de filhos enquanto ela lava as cuecas dele, é igual descer uma ladeira com freio de mão puxado ou uma montanha russa, o cara se ilude fácil, prefere fantasiar e ficar dando murro em ponta de faca quando bate a carência e a libido do que cair na real e tentar virar homem, ele prefere ficar buscando teorias pra isso, teorias para aquilo, atalhos pra conseguir mulher sendo zé ruela, única perseverança do cara é tentar de maneira desastrosa pois o medo e a falta de autoestima o limitam.

Se na minha época a escola já tava começando a virar putaria, imagino hoje... Então esse relato ai deve ser de 1800 pra trás, pq falar de mulher honrada hoje em dia... francamente...
Responda-o
#13
Era uma vez.. e seu tivesse um deLorean.

(04-02-2021, 09:35 AM)Berzerk Escreveu: Acho que deveríamos ver esse tópico como: se eu pudesse voltar no tempo e dar um conselho PRA MIM com 18 anos, o que eu diria?
Isso é um exercício mental legal.

É por aí mesmo, maior parte desses relatos como este do Ice são do início da década de 2010.

(05-02-2021, 12:57 AM)Penoso Escreveu: ...



KKK
Meme da galera na festa fazendo cara de ''quem convidou esse sujeito?'' . jpg.

"Só os canalhas precisam de uma ideologia que os absolva e justifique." (Rodrigues, Nelsson)
Responda-o
#14
Todas as minhas colegas do ensino médio se casaram e tiveram filhos. Muitas já se separaram e estão no segundo matrimônio, algumas até no terceiro, em uma década. 
A maioria é empoderada, mesmo discursando a maior parte do tempo no cabeleireiro, e muitas deixam o filho com a sogra ou a mãe quando estão estressadas ou pra sair pra balada.

As mães solteiras é o outro grupo, pior. Pois não conseguem mais se relacionar com um homem só. Estão virando balzacas, gordas, a pele derretendo em rugas mas disfarçam ao máximo usando maquiagem, filtros e espartilhos.

Me admira um rapaz desse ainda idealizar interesse por mulher. Sei lá, começo dos anos 2010 era um pouco diferente, mas hj, esquece, é muita ingenuidade, ou burrice, pra pensar assim.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#15
(07-02-2021, 05:48 PM)Bilidequidi Escreveu: Todas as minhas colegas do ensino médio se casaram e tiveram filhos. Muitas já se separaram e estão no segundo matrimônio, algumas até no terceiro, em uma década. 
A maioria é empoderada, mesmo discursando a maior parte do tempo no cabeleireiro, e muitas deixam o filho com a sogra ou a mãe quando estão estressadas ou pra sair pra balada.

As mães solteiras é o outro grupo, pior. Pois não conseguem mais se relacionar com um homem só. Estão virando balzacas, gordas, a pele derretendo em rugas mas disfarçam ao máximo usando maquiagem, filtros e espartilhos.

Me admira um rapaz desse ainda idealizar interesse por mulher. Sei lá, começo dos anos 2010 era um pouco diferente, mas hj, esquece, é muita ingenuidade, ou burrice, pra pensar assim.

Mas tudo isso é normal acontecer, cara tá na escola cheio de novinha bonitinha e acha que vai encontrar o amor da vida dele e que ela vai ser daquele jeito pra sempre, sujeito apaixonado não pensa, por definição da paixão, independente do tempo é sempre a mesma merda, cara tá pouco se lixando pra passado e futuro, quer viver o presente...

A merda da paixão é que cara joga razão no lixo, faz merda, passa vergonha, se sujeita fazer papel de otário só por causa de um corinho novo que já rebolou em sabe se lá quantas pica e desvaloriza mais rápido que carro da citroem.

Hoje não tem mais ingenuidade nem inocência, é obvio, já saem da escola graduadas em putaria.
Responda-o
#16
(01-02-2021, 11:20 AM)Merdingo Escreveu: "Ela me parece honrada"

Temos aqui o Bastião da Honra.

GargalhadaGargalhadaGargalhada

Nessahan mais do que profeta já previa o tamanho da desgraça que iria acontecer, quando escreveu lá nos anus 2000.

Yaoming  O FDP não conhece o povo brasileiro ou a macacada libidinosa....As cuieres não tem educação conservadora!!!!É sodoma e gomorra esse é o ambiente de formação da nação, ( 100 bilhões de reais por ano para autodestruição através do sistema de educação) se discordar disso será censurado pelo lixo dos ativistas PERSONAGENS NÃO JOGAVEIS ou NPCs...


No Cristianismo Bostileiro está havendo uma revolução de balzacas ex empoderadas e M$OL,  os expurgos feministas estão instrumentalizando a fé e a religião para cobrar  MASCULINIDADE Gargalhada   

O Cristianismo já estava progressista, agora com esse  tsunami DEMOGRAFICO ETARIO das rodadas se metendo e querendo ser SACERDOTIZAS E AUTORIDADE RELIGIOSA ... FODEU.

Depois de muita putaria cobram dos machos monogamia e conservadorismo, cagam regras, intimidam todos em nome de DEUS E DA SAGRADA FAMILIA E MATRIMONIO....a hipocrisia profana se esconde atrás da propaganda santa, mentalidade esquerdopata pura....

Repetem :Os homens isso e mais aquilo... (as mulheres sempre são perfeitas e imaculadas) declaram as FEMINISTAS IDIOTAS ÚTEIS " CRISTÃS", elas não tem feminilidade, postura cristã, mas na fase bagaceira querem um  HOMI CRISTÃO , se fuderam, simples assim e DEUS não tem nada a ver com isso.

Esse tipo de movimento CRISTÃO não visa a reconstrução da identidade e feminilidade cristãs, mas sustenta apenas um discurso oportunista e utilitarista de quem exige privilégios de um estilo de vida do qual desprezaram na tenra juventude, como boas  feministas que são e sempre foram aproveitam para atacar os HOMENS. Big Grin   Não tem a menor noção do que seja tradição é tudo na base da linguagem ativista e bordões revolucionários cheios de ambiguidades e diversos significados...
Só Jesus salva, vá e não peques mais...
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)