Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Funcionalismo Público no Brasil
#41
(13-07-2020, 03:40 PM)Wizard Escreveu:
(09-07-2020, 05:18 PM)gRILO Escreveu: E SABE OQUE ELES FIZERAM PARA SEREM BEM SUCEDIDOS NO BRASIL?

Nasceram ricos, até porque uma rede de contatos e facilidade para conseguir crédito (ou uma boa mesada dos pais para iniciar qualquer negócio) é mais importante do que know how ou o desenvolvimento de qualquer vantagem competitiva que seja para se estabelecer no mercado. 

O funcionalismo público em geral leva a fama, mas quem realmente come o bolo é o alto escalão do judiciário e os políticos, que por coincidência ou não, são cargos por indicação ou eletivos, que votam os próprios reajustes salariais, cobertos pelos impostos instituídos pelos mesmos. Como dito acima, a população brasileira é mal informada, então isso nunca vai mudar, infelizmente.

Negativo! Não digo que uma parcela dos ricos tenham sim nascidos ricos, embora muitos deles nasceram de algum pai que veio debaixo.

Mas a grande maioria de empresários que conheço pessoalmente e os poucos que vejo se expondo na internet, vieram debaixo! 

Nascer rico não é nenhuma garantia de sucesso financeiro e profissional meu caro, nunca foi e nunca será.

Você terá cartas melhores para jogar e ganhar o jogo? terá, mas nada garante que aquele cara que nasceu com cartas ruins não possa vencer.

Todos os dias no BR tem nego falindo e nego ficando rico.

Oportunidade no Brasil tem de sobra, oque ta faltando mesmo é nego com atitude de sacrificar o hoje para ter um futuro melhor amanhã.

As citações do Trio de empresários da Ambev, são somente meras citações, poderia ser qualquer um.

Oque eu to dizendo aqui é oque eu vejo na vida real!! conheço muitos empresários e 90% deles vieram debaixo.

Meu pai em 93 andava de Bike e trabalhava de dia em Lava Jato e de noite de Garçom.

Foi muito humilhado na vida, empreendeu e deu certo. Hoje está muito bem de vida e não sabe oque faz com o dinheiro.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#42
[img]<a href=[/img][Image: 12re.png]" />

Trecho do Livro " 12 Regras para a vida de J.Peterson"
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#43
Infelizmente tenho que dar razão ao confrade @Wizard , funcionário público tem fama disso e daquilo, mas curiosamente, nessa maldita reforma que estão fazendo agora na economia, os salários dos políticos e dos reis do brasil(leia-se, judiciário) não foram afetados em nada, que coisa, não? 

É muito lindo esse negócio de empreender e tal, de falar que aqui tem mais oportunidade porque ninguém fez nada, mas veja bem, será que ninguém fez nada aqui porque simplesmente não quis, ou será que ninguém fez nada porque simplesmente é impedido de fazer? Sim, teve fulano x e y que conseguiu chegar lá e atingir o sucesso, mas são exceção a regra, a maioria se deparar com uma "iniciativa privada" completamente corporativista cheia de leis e reformas que ajudam que já está estabelecido, mas matam a inovação de quem está começando agora, enchendo o pequeno empresários com um milhão de burocracias desnecessárias que só vão ajudar a elite.

E na verdade eu nem me revolto mais com isso, cada povo tem o país que merece, não é como se o brasileiro médio fosse um santo que faz tudo corretamente e nunca causa problemas. Estamos nessa situação por causa de pessoas exercendo sua democracia apenas para garantir uma migalhinha extra para elas, e agora, essas mesmas pessoas estão colhendo os frutos disso, porque quanto mais pobre você é, mais os impostos te fodem, você acha que não porque não paga imposto de renda, mas nem percebe inflação torrando os serus 1500 reais todo mês, e você fica lá, feliz da vida, achando que ta na crista da onda.

O brasil é assim, ame-o ou deixe-o, as penso até em sair daqui, mas a vontade que eu tenho mesmo é de ocupar algum grande cargo que pague bem e morar aqui mesmo, ter dinheiro aqui deve ser muito melhor do que ter dinheiro na europa, as mulheres são mais gostosas, o clima é melhor, e as leis feministas, menos draconianas.
Responda-o
#44
(13-07-2020, 04:03 PM)Reale Escreveu: Infelizmente tenho que dar razão ao confrade acima, funcionário público tem fama disso e daquilo, mas curiosamente, nessa maldita reforma que estão fazendo agora na economia, os salários dos políticos e dos reis do brasil(leia-se, judiciário) não foram afetados em nada, que coisa, não? 

É muito lindo esse negócio de empreender e tal, de falar que aqui tem mais oportunidade porque ninguém fez nada, mas veja bem, será que ninguém fez nada aqui porque simplesmente não quis, ou será que ninguém fez nada porque simplesmente é impedido de fazer? Sim, teve fulano x e y que conseguiu chegar lá e atingir o sucesso, mas são exceção a regra, a maioria se deparar com uma "iniciativa privada" completamente corporativista cheia de leis e reformas que ajudam que já está estabelecido, mas matam a inovação de quem está começando agora, enchendo o pequeno empresários com um milhão de burocracias desnecessárias que só vão ajudar a elite.

E na verdade eu nem me revolto mais com isso, cada povo tem o país que merece, não é como se o brasileiro médio fosse um santo que faz tudo corretamente e nunca causa problemas. Estamos nessa situação por causa de pessoas exercendo sua democracia apenas para garantir uma migalhinha extra para elas, e agora, essas mesmas pessoas estão colhendo os frutos disso, porque quanto mais pobre você é, mais os impostos te fodem, você acha que não porque não paga imposto de renda, mas nem percebe inflação torrando os serus 1500 reais todo mês, e você fica lá, feliz da vida, achando que ta na crista da onda.

O brasil é assim, ame-o ou deixe-o, as penso até em sair daqui, mas a vontade que eu tenho mesmo é de ocupar algum grande cargo que pague bem e morar aqui mesmo, ter dinheiro aqui deve ser muito melhor do que ter dinheiro na europa, as mulheres são mais gostosas, o clima é melhor, e as leis feministas, menos draconianas.

Cara, mas como assim 

"Sim, teve fulano x e y que conseguiu chegar lá e atingir o sucesso, mas são exceção a regra"

Quantos empresários você conhece na sua cidade? Talvez a sua cidade seja a única que não tenha empresas.

MUITOS FULANOS E CICLANOS chegaram lá e estão chegando ainda meu caro.

Todo dia abre uma empresa nova  com alguém novo com sangue no olho para fazer melhor que seu concorrente! 

Obviamente não são todos que vão virar um JP Lemman ou Luciano Hang, mas se o cara for diferenciado ele vai conseguir ter uma vida decente e ser respeitado.

ÓBVIO que o cara não vai começar de cima, todo mundo vai começar com um negócio pequeno e ganhando uma mixaria.

Mas se o cara tiver habilidades de cativar um cliente e fazer um bom serviço ele vai prosperar.

Além é claro de uma boa administração.

Claro que não é todo mundo que vai ser empreendedor, não to aqui dizendo isso.

Cada pessoa vai seguir o caminho que achar melhor para ele.

Mas os meus comentários foi para quem ta com mimimi que BR é ruim de empreender, sendo que hoje está sendo um dos melhor lugar do mundo, visto que a concorrência AINDA é medíocre.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#45
@gRILO eu já empreendi, já vendi uns doces na rua, revendia, na verdade, sim, dá para empreender tranquilo,, ainda mais sendo apenas autônomo, como eu era, e micro investidor, como sou hoje, mas o meu ponto é que ainda assim, é uma área que não agrada aos olhos da maioria, fazendo a maioria correr para os concursos, justamente porque a iniciativa privada, além de mais estressante, trás um retorno muito melhor, ainda mais para quem não tem vocação de empreendedor, e quer apenas um emprego estável.

Sim, dá para empreender aqui, mas assim que você entrar no radar do governo, o desanimo inevitavelmente bate, eu vendia doces e tinha até que bastante lucro, mas eu fazia isso de forma "ilegal" porque se não teria que pagar impostos sobre minhas vendas, eu, e os meus doces, tendo que pagar impostos do pouco que eu ganhava, isso não vai parar quem tem vocação para empreender, mas vai fazer o funcionário pensar se é melhor trabalhar na iniciava privada, cheia de exigências absurdas, indiretamente causadas pelo governo, fazendo a empresa ter que ganhar 3x do que teria normalmente para sustentar um funcionário, e por isso, justamente, fazendo muitas exigências para os funcionários que irão entrar, e o cargo público, com exigências normais, e sem pedir experiencia disso, perfil daquilo, etc, etc.

E falando de investimentos, eu tenho 4000 investidos em bitcoin, se ele for para um pouco mais que 100k de dólares, terei que dar 20% de tudo que ganhei para o governo, para esse governo estúpido ajudar grandes corporações que já deveriam ter quebrado a muito tempo.

Minha indignação não é com o empreendedor honesto, mas com o empreendedor corporativas, que dificulta a vida do empreendedor honesto, e principalmente, do potencial funcionário da empresa.
Responda-o
#46
(13-07-2020, 04:45 PM)Reale Escreveu: Sim, dá para empreender aqui, mas assim que você entrar no radar do governo, o desanimo inevitavelmente bate, eu vendia doces e tinha até que bastante lucro, mas eu fazia isso de forma "ilegal" porque se não teria que pagar impostos sobre minhas vendas, eu, e os meus doces, tendo que pagar impostos do pouco que eu ganhava, isso não vai parar quem tem vocação para empreender, mas vai fazer o funcionário pensar se é melhor trabalhar na iniciava privada, cheia de exigências absurdas, indiretamente causadas pelo governo, fazendo a empresa ter que ganhar 3x do que teria normalmente para sustentar um funcionário, e por isso, justamente, fazendo muitas exigências para os funcionários que irão entrar, e o cargo público, com exigências normais, e sem pedir experiencia disso, perfil daquilo, etc, etc.

O ponto é esse. Inúmeros impostos, exigências da Iniciativa Privada para entrada de mão de obra nova no mercado de trabalho, por isso destaquei que 90% dos cases de empreendedores de sucesso existentes no Brasil são de pessoas que ao menos têm a situação financeira estabilizada. 

Existem diversas normas reguladoras e impostos que tornam difícil o empreendedorismo no país, além do mercado já saturado devido ao desemprego. Tanto o conhecimento empírico quanto o conhecimento acadêmico são de vital importância para o sucesso em qualquer área, mas o capital necessário e a quem recorrer para consegui-lo ainda é essencial. Ou se nasce rico, ou cresce por meios controversos (como o próprio véio da Havan), existindo pouquíssimas exceções à regra.
Responda-o
#47
[img]<a href=[/img][Image: Valor.png]" />

"Enquanto uns choram, outros vendem lenço"
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#48
"E o estado fica com grande parte do lucro."
Responda-o
#49
@gRILO Empreender no Brasil é RUIM sim! Não tome seu caso de sucesso pessoal ou de conjuntura específica da sua região como se fosse a realidade hegemônica do Brasil inteiro. Tenha em mente os problemas inerentes a todo negócio fazendo com que o empreendedor deva ter expertize para os negócios e as conjunturas que só o Hue Br é capaz de potencializar.

Você abre seu comércio e vem milícia e traficante te achacando e ameaçando, tem ladrãozinho roubando sua loja, fiscal disso, fiscal da puta que o pariu, N exigências para funcionamento, funcionário pedindo pelo amor de Deus para trabalhar e depois de 6 meses quer comer seu rabo na justiça do trabalho. Sem contar com essa praga que veio lá da casa da porra, aliado a governadores e prefeitos que fecharam tudo arrebentando com a cadeia produtiva que já não estava lá grande coisa, nem preciso dizer que é aconselhável ter um bom contador em certa fase de seu negócio e assistência jurídica.

Claro que eu queria ganhar meus 5 dígitos no serviço público e estar com o 'burro na sombra' com toda estabilidade do serviço público, mas infelizmente vejo postura lamentáveis de alguns funcionários públicos, praticamente desdenhando de seu padrão inegavelmente muito mais confortável que os trabalhadores do setor privado, se eu prestar um serviço desleixado para meu cliente no escritório ele troca de empresa e ainda reclama com o Diretor ... Posso ser demitido se fizer corpo mole em um piscar de olhos. Este é o principal atrativo do serviço público: Uma ilha de estabilidade que é o sonho do homem ou mulher de caráter preguiçoso. Remember: Funcionário preguiçoso é preguiçoso! não importa o quanto ele ganhe.

A muita oportunidade, claro que sim, mas tenha em mente que irá lutar contra o imperativo categórico de um povo que acha que o empreendedor é um explorador maldito, somada a mentalidade de chimpa do brasileiro, cada vez mais folgado no sentido de que o Estado deve sempre lhe "garantir seus direitos" que ultimamente não enxerga nem as virtudes de seus semelhantes. É preciso ser guerreiro e ter fôlego extra para tal empreitada.
Responda-o
#50
(13-07-2020, 07:28 PM)Fernando_R1 Escreveu: @gRILO Empreender no Brasil é RUIM sim! Não tome seu caso de sucesso pessoal ou de conjuntura específica da sua região como se fosse a realidade hegemônica do Brasil inteiro. Tenha em mente os problemas inerentes a todo negócio fazendo com que o empreendedor deva ter expertize para os negócios e as conjunturas que só o Hue Br é capaz de potencializar.

Você abre seu comércio e vem milícia e traficante te achacando e ameaçando, tem ladrãozinho roubando sua loja, fiscal disso, fiscal da puta que o pariu, N exigências para funcionamento, funcionário pedindo pelo amor de Deus para trabalhar e depois de 6 meses quer comer seu rabo na justiça do trabalho. Sem contar com essa praga que veio lá da casa da porra, aliado a governadores e prefeitos que fecharam tudo arrebentando com a cadeia produtiva que já não estava lá grande coisa, nem preciso dizer que é aconselhável ter um bom contador em certa fase de seu negócio e assistência jurídica.

Claro que eu queria ganhar meus 5 dígitos no serviço público e estar com o 'burro na sombra' com toda estabilidade do serviço público, mas infelizmente vejo postura lamentáveis de alguns funcionários públicos, praticamente desdenhando de seu padrão inegavelmente muito mais confortável que os trabalhadores do setor privado, se eu prestar um serviço desleixado para meu cliente no escritório ele troca de empresa e ainda reclama com o Diretor ... Posso ser demitido se fizer corpo mole em um piscar de olhos.  Este é o principal atrativo do serviço público: Uma ilha de estabilidade que é o sonho do homem ou mulher de caráter preguiçoso. Remember: Funcionário preguiçoso é preguiçoso! não importa o quanto ele ganhe.

A muita oportunidade, claro que sim, mas tenha em mente que irá lutar contra o imperativo categórico de um povo que acha que o empreendedor é um explorador maldito, somada a mentalidade de chimpa do brasileiro, cada vez mais folgado no sentido de que o Estado deve sempre lhe "garantir seus direitos" que ultimamente não enxerga virtudes tem nada de virtude É preciso ser guerreiro e ter fôlego extra para tal empreitada.

Eu concordo com muitas coisas que você disse.

Realmente, traficantes e milicia chantageando os empresários, não são coisas comuns da minha região. Roubos são bem poucos.

Fiscais deram uma boa folgada no governo Bolso, por isso, que disse lá em cima que desde ano passado, as coisas já tinham melhorado uns 50%.

Mas oque é o X da questão aqui.

Que o Brasil, embora tenha tudo isso que você citou, ainda, é um paraíso de oportunidades.

Visto que é quase impossivel se sobressair nos EUA ou Europa, lugares tomados por grandes redes que investem em Preço e qualidade.

No Brasil, essa realidade já está chegando a muitos ramos.

Redes estão tomando conta devagarzinho, mas ainda há espaço.

Um exemplo: É MUITO MAIS DIFÍCIL EMPREENDER NA REGIÃO SUL DO QUE NA REGIÃO CENTRO-NORTE.

Porque? Porque na região sul, já está tudo estabelecido, muitas pessoas fortes e do dinheiro.

Enquando no Centro-Norte, tudo está em Desenvolvimento.

Enfim, acho que você entendeu oque quis passar.

No final das contas, o Brasil acaba sendo um bom lugar para se empreender, não são todos os lugares, mas há muitos lugares bons.

Hoje, você ainda pode montar uma farmácia em uma pequena cidade e ganhar dinheiro prestando um bom serviço e atendimento.

Nos EUA, é quase impossivel de isso acontecer, já está tudo tomado pelos caras do dinheiro.

No mais, acredito  que quem quer empreender mesmo, busca ouvir história de empreendedores de sucesso a nivel brasil e região, não olha pelo lado pessimista da coisa.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#51
[Image: Captura-de-Tela-479-1024x576.png]

As histórias do Grelo estão no nível Betina e Samy dana.


Meu pai em 93 andava de Bike e trabalhava de dia em Lava Jato e de noite de Garçom.


Foi muito humilhado na vida, empreendeu e deu certo. Hoje está muito bem de vida e não sabe oque faz com o dinheiro.

 Muito profundo, comovente e inspirador... vamos ao dossiê do economista dando dicas no Fórum...

Em 27 anos o Pai do GRELO abriu uma rede de Postos e comprou uma fazenda, sendo garçom, lavador de carros e agiota,além é claro de comer a mãe do grelo e faze-lo. Os bancos daquela região devem ter falido diante da concorrência do pai do gRelo no que tange a empréstimos. Gargalhada   A máfia das bandeiras dos postos certamente devem ter facilitado a vida do lavador de carros, além é claro o fato de autoridades locais ignorarem a pratica de usura do famoso lavador de carros. trollface Isso tudo sem pagar pensão alimentícia para a empregada doméstica de outra cidade...

Que cidade era essa com milhares de carro para lavar e centenas de restaurantes. Como poupar numa região pequena com baixa demanda  e crescer ao estilo desbravador pioneiro capitalista?  Troll-feminino


[Image: 4e28915e49e2aed60d0e0000]

J.P Morgan aprova o tópico.




2- Neste tópico o grelo disse que o pai aos 35 anos de idade se casou com uma virgem de 16
https://legadorealista.net/forum/showthr...ight=grilo

E tinha um blog chamado o filho do chefe.


3- em 11/2018 grelo abre um tópico querendo ir para os USA pede opiniões
https://legadorealista.net/forum/showthr...ight=grilo

Há um tempo atrás eu fui á fazenda do meu pai e lá estava um homem trabalhando com seu caminhão , conversando com este homem , me disse que ja tinha morado 30 anos nos EUA e que tinha feito muito dinheiro por lá , e hoje estava no Brasil por realmente gostar daqui mesmo. Mas nessa conversa , ele me deu uma dica que eu nunca tinha pensado antes. Deu a idéia que eu fosse para os EUA ganhar dinheiro , explicou como era lá , como ele ganhou dinheiro . Confesso que fiquei bem interessado sobre o assunto , aí perguntei para ele :



4-em 12/2017 grelo fala que trabalha como frentista no posto do  pai...
https://legadorealista.net/forum/showthr...ight=grilo


Quando eu vim pra cá ( Antes eu morava com minha mãe na cidade da faculdade , minha mãe é empregada domestica) Meu pai fez a proposta pra mim , que eu começaria como gerente do novo posto que ele tinha aberto ( ele agora tem 2 Postos)

Então pessoal , tenho 21 anos de idade , trabalho a 2 anos de Chefe de Pista no Posto de Gasolina do meu Pai.

Antes disso eu fazia Faculdade de Contabilidade , fiz por 1 ano , mas como meu pai pagava somente a faculdade e eu não tinha 1 real no Bolso , eu desanimei e foi ai que meu pai fez a proposta para mim trabalhar com ele.



Enfim , comecei de cima como Gerente , mas não deu certo , embora eu tivesse um Bom Engajamento com os clientes ( Meu pONTO FORTE) eu era displicente , chegava atrasado , não tinha comando de equipe e meu pai colocou o Gerente dele de Babá emcima.. foi que eu fui passado de Gerente do Posto 2 para Frentista no Posto 1.. meu pai falou que seria meu processo de aprendizado


Mas obvio que não sou um frentista comum , trabalho o dobro de horas dos funcionários e ganho o Dobro também..
Tem uma questão que eu não citei , o meu pai mora na FAZENDA, então ele deixa todas as responsabilidades para o GERENTE , ou seja , tenho que fazer tudo oque ele mandar.

Enfim , depois de 1 ano trabalhando de gerente acabei virando Chefe de Pista , tenho responsabilidades de Repor , atender clientes , trocar cheques etc tenho salario de 2,5k.. eu que fico responsável quando o Gerente sai/Viaja.


A 1 Mês atrás o meu pai veio com outra conversa pro meu lado.. ele primeiramente me tirou o carro que ele me deu pra andar e  me deu 25MIL em Dinheiro , falou que era pra mim fazer oque eu quisesse com ele , comprar um carro ou começar a minha vida , ele falou que não quer eu fique na aba dele ( já não ficava , nem morar com ele moro) oque ele quer é que eu seja independente, que não dependa dele pra nada e que sou Subordinado do GERENTE.


ENFIM , Agora a minha DUVIDA.. obvio que eu não comprei um Carro com o Dinheiro , uma coisa que aprendi muito bem com meu pai foi a ser Sovina , eu já estou investindo o meu dinheiro
Estou investindo em uma coisa que foi oque tornou meu Pai rico.. Agiotagem de Cheques Juridicos.. na minha cidade rola muito cheque e da pra ganhar um Juro Trocando eles , cerca de 7 a 10% ao Mês.. obvio que tem o Risco , mas se trabalhar SEGURO dá pra viver.

A Questão é o seguinte , eu também não quero contar com meu pai , com ovo no cu da galinha , o Posto é dele não é meu..
Responda-o
#52
Dossiê Grelo.

Mineirin Sherlock ataca novamente.

Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#53
(13-07-2020, 10:41 PM)Minerim Escreveu: [Image: Captura-de-Tela-479-1024x576.png]

As histórias do Grelo estão no nível Betina e Samy dana.


Meu pai em 93 andava de Bike e trabalhava de dia em Lava Jato e de noite de Garçom.


Foi muito humilhado na vida, empreendeu e deu certo. Hoje está muito bem de vida e não sabe oque faz com o dinheiro.

 Muito profundo, comovente e inspirador... vamos ao dossiê do economista dando dicas no Fórum...

Em 27 anos o Pai do GRELO abriu uma rede de Postos e comprou uma fazenda, sendo garçom, lavador de carros e agiota,além é claro de comer a mãe do grelo e faze-lo. Os bancos daquela região devem ter falido diante da concorrência do pai do gRelo no que tange a empréstimos. Gargalhada   A máfia das bandeiras dos postos certamente devem ter facilitado a vida do lavador de carros, além é claro o fato de autoridades locais ignorarem a pratica de usura do famoso lavador de carros. trollface Isso tudo sem pagar pensão alimentícia para a empregada doméstica de outra cidade...

Que cidade era essa com milhares de carro para lavar e centenas de restaurantes. Como poupar numa região pequena com baixa demanda  e crescer ao estilo desbravador pioneiro capitalista?  Troll-feminino


[Image: 4e28915e49e2aed60d0e0000]

J.P Morgan aprova o tópico.




2- Neste tópico o grelo disse que o pai aos 35 anos de idade se casou com uma virgem de 16
https://legadorealista.net/forum/showthr...ight=grilo

E tinha um blog chamado o filho do chefe.


3- em 11/2018 grelo abre um tópico querendo ir para os USA pede opiniões
https://legadorealista.net/forum/showthr...ight=grilo

Há um tempo atrás eu fui á fazenda do meu pai e lá estava um homem trabalhando com seu caminhão , conversando com este homem , me disse que ja tinha morado 30 anos nos EUA e que tinha feito muito dinheiro por lá , e hoje estava no Brasil por realmente gostar daqui mesmo. Mas nessa conversa , ele me deu uma dica que eu nunca tinha pensado antes. Deu a idéia que eu fosse para os EUA ganhar dinheiro , explicou como era lá , como ele ganhou dinheiro . Confesso que fiquei bem interessado sobre o assunto , aí perguntei para ele :



4-em 12/2017 grelo fala que trabalha como frentista no posto do  pai...
https://legadorealista.net/forum/showthr...ight=grilo


Quando eu vim pra cá ( Antes eu morava com minha mãe na cidade da faculdade , minha mãe é empregada domestica) Meu pai fez a proposta pra mim , que eu começaria como gerente do novo posto que ele tinha aberto ( ele agora tem 2 Postos)

Então pessoal , tenho 21 anos de idade , trabalho a 2 anos de Chefe de Pista no Posto de Gasolina do meu Pai.

Antes disso eu fazia Faculdade de Contabilidade , fiz por 1 ano , mas como meu pai pagava somente a faculdade e eu não tinha 1 real no Bolso , eu desanimei e foi ai que meu pai fez a proposta para mim trabalhar com ele.



Enfim , comecei de cima como Gerente , mas não deu certo , embora eu tivesse um Bom Engajamento com os clientes ( Meu pONTO FORTE) eu era displicente , chegava atrasado , não tinha comando de equipe e meu pai colocou o Gerente dele de Babá emcima.. foi que eu fui passado de Gerente do Posto 2 para Frentista no Posto 1.. meu pai falou que seria meu processo de aprendizado


Mas obvio que não sou um frentista comum , trabalho o dobro de horas dos funcionários e ganho o Dobro também..
Tem uma questão que eu não citei , o meu pai mora na FAZENDA, então ele deixa todas as responsabilidades para o GERENTE , ou seja , tenho que fazer tudo oque ele mandar.

Enfim , depois de 1 ano trabalhando de gerente acabei virando Chefe de Pista , tenho responsabilidades de Repor , atender clientes , trocar cheques etc tenho salario de 2,5k.. eu que fico responsável quando o Gerente sai/Viaja.


A 1 Mês atrás o meu pai veio com outra conversa pro meu lado.. ele primeiramente me tirou o carro que ele me deu pra andar e  me deu 25MIL em Dinheiro , falou que era pra mim fazer oque eu quisesse com ele , comprar um carro ou começar a minha vida , ele falou que não quer eu fique na aba dele ( já não ficava , nem morar com ele moro) oque ele quer é que eu seja independente, que não dependa dele pra nada e que sou Subordinado do GERENTE.


ENFIM , Agora a minha DUVIDA.. obvio que eu não comprei um Carro com o Dinheiro , uma coisa que aprendi muito bem com meu pai foi a ser Sovina , eu já estou investindo o meu dinheiro
Estou investindo em uma coisa que foi oque tornou meu Pai rico.. Agiotagem de Cheques Juridicos.. na minha cidade rola muito cheque e da pra ganhar um Juro Trocando eles , cerca de 7 a 10% ao Mês.. obvio que tem o Risco , mas se trabalhar SEGURO dá pra viver.

A Questão é o seguinte , eu também não quero contar com meu pai , com ovo no cu da galinha , o Posto é dele não é meu..

HaGargalhada esse dossiê foi foda. Mas felizmente ele não quer dizer nada e nem desmenti as coisas que já disse no tópico até aqui.

Lendo esse tópico de 2018 para baixo é até engraçado. Vida não era fácil mesmo, que até cogitei ir para os EUA

Mas graças a Deus a minha vida deu uma guinada boa apartir de de 01 de 2019. Muitas coisas boas começaram a aparecer.

Hoje não tenho a miníma vontade de ir para os EUA.

Enfim, meu desenvolvimento pessoal realmente começou somente em 2018. Acredito que hoje tenho cerca de 2 anos e meio 

na caminhada de crescimento nas áreas fisíca, financeira, intelectual venho colhendo frutos! 

Além disso o seu dossiê prova um pouco que meu pai nunca facilitou a vida para mim.

Sobre troca de cheques. Eu acredito que minha opinião sobre o meu pai no assunto foi deturbada na época.

Meu pai perdeu muito dinheiro nesse ramo também. Hoje já tem algum tempo que não investimos mais nisso.,

Continuo a afirmar que oque da dinheiro e respeito para um homem é o trabalho bem feito!
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#54
Ora ora, temos um sherlock aqui ...


Gargalhada Gargalhada


É muito fácil gozar com o pau dos outros (do pai nesse caso) e pagar de "empresário bem sucedido" ... queremos saber da empresa que VOCÊ ABRIU e começou do nada, aproveitando as infinitas oportunidades que você tanto fala @gRILO ...  isso sim seria interessante e convincente. 

Ficar aqui pagando pau para o seu pai e citar livros de "empreendedorismo de palco" já perdeu a graça, tá na hora de mudar o disco amigo ... por isso seus textos são no geral, pouco convincentes.

mas isso é só uma opinião baseada em achismos de um cara aleatório da internet ... Yaoming
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#55
(14-07-2020, 09:27 AM)Héracles Escreveu: Ora ora, temos um sherlock aqui ...


Gargalhada Gargalhada


É muito fácil gozar com o pau dos outros (do pai nesse caso) e pagar de "empresário bem sucedido" ... queremos saber da empresa que VOCÊ ABRIU e começou do nada, aproveitando as infinitas oportunidades que você tanto fala @gRILO ...  isso sim seria interessante e convincente. 

Ficar aqui pagando pau para o seu pai e citar livros de "empreendedorismo de palco" já perdeu a graça, tá na hora de mudar o disco amigo ... por isso seus textos são no geral, pouco convincentes.

mas isso é só uma opinião baseada em achismos de um cara aleatório da internet ... Yaoming

Vocês jogam pesado por aqui, mas esse papinho de "Playboy" "Filhinho de papai que teve tudo na mão" eu já estou acostumado.

Só eu sei da minha realidade, se tive mérito, se fui abençoado, se nasci em berço de ouro ou se simplesmente herdei o esforço do meu pai. Não da para provar nada aqui.

Oque eu sempre quero passar com meus textos é a mais pura experiência Própria, do meu pai e de tantos outros empresários que tenho convivio mas nunca entraram na internet.

Então, se eu estiver ajudando 1 alma viva nesse fórum com algum conselho sábio que já recebi, já estarei cumprindo o meu propósito por aqui.

Esse Brasil de oportunidades que citei, EU VEJO, MEU PAI VÊ, OS EMPRESÁRIOS INTELIGENTE VEEM! 

Agora quem não tem cabeça de empreendedor, não vai ver mesmo.

E sobre começar uma empresa do zero, eu acho que até você mesmo concordo que seria burrice, desperdiçar a oportunidade que tenho

para "Provar para o mundo" que eu não dependo do meu pai para nada.

Hoje colho frutos do trabalho do meu pai, sou previlegiado? sou sim

Trabalho 14hrs por dia? Trabalho sim

Da mesma forma, que acredito que meu filho também colherá frutos do meu trabalho.

Assim é a roda da vida.

E outra, em nenhum momento, eu disse que empreender do Zero é "O CAMINHO" eu talvez se não tivesse meu pai, não empreenderia.

Provavelmente, buscaria oportunidade em boas empresas, trabalharia direito, acumularia capital e depois empreenderia.

Assim como meu pai fez..

Como dizia o finado Rover " Jogue com a as cartas que a vida te dá"

Ninguém garante que quem saiu com cartas boas irá vencer no final, da mesma forma que quem sair com cartas ruins não necessariamente irá perder.

OBS: Como é que você tem a cara dura de falar que o Livro da trajetória de JP Lemman, Marcell Teles e Beto Sicupira, é empreendedorismo de palco? GargalhadaGargalhada
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#56
(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: Vocês jogam pesado por aqui, mas esse papinho de "Playboy" "Filhinho de papai que teve tudo na mão" eu já estou acostumado.

Amigo, na verdade ninguém se importa com quem ou que diabos você é ou da onde veio... você interpretou equivocadamente o que eu quis dizer...

O que eu disse é que você paga de empresário bem sucedido, quando que na verdade é o seu pai o empresário bem sucedido. Só isso. (lembrando que essa é só a minha impressão pessoal sobre seus textos mais recentes)

E lógico que você está certo de continuar de onde ele parou, mas por enquanto, pelo que percebemos, é ele que manda e decide e você só segue as regras dele... tudo bem que você deve ser o chefe também, mas evidentemente há diferenças nessas situações e para isso que eu chamo atenção ... isso que eu disse. Posso estar errado? Posso, mas enfim
 
(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: pura experiência Própria

Pura experiência própria do seu pai, e não sua. Você fala sobre criar empresa do zero, mas quem criou não foi você - e contar da experiência que o seu pai teve não é demérito de forma nenhuma, é algo que muito agrega aqui sem dúvidas - mas a questão é que eu acho que você deveria falar mais sobre a sua realidade enquanto funcionário da empresa dele - que futuramente será sua sim -  das responsabilidades que você deve ter, e do seu caminho para chegar a ser de FATO um grande empresário, talvez até melhor que o seu pai, perceba que falar que o brasil é cheio de oportunidades para quem tem a mentalidade correta, para quem "TEM SANGUE NOS OLHOS" vindo de um jovem que simplesmente herdou uma empresa, e não tem uma participação considerável de tomada de decisões para o futuro da mesma soa meio irônico para muitos...  a critica é sobre insistir num tema pelo qual você não passou de fato, dogmatizando toda a discussão baseado na experiência alheia - mesmo que essa experiência seja muito próxima - . Espero que tenha entendido. 

(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: para "Provar para o mundo" que eu não dependo do meu pai para nada.

Você não tem que provar nada para ninguém, nem aqui e nem em lugar nenhum, siga o seu caminho...

Porém, me parece que você quer sim provar ou mostrar algo aqui, pq as suas postagens são bem clichê do empresário de sucesso com o mindset vitorioso ... mas cabe a você essa reflexão

(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: " Jogue com a as cartas que a vida te dá"

Não sei se você leu, mas foi exatamente isso que eu disse na minha primeira postagem nesse tópico

(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: OBS: Como é que você tem a cara dura de falar que o Livro da trajetória de JP Lemman, Marcell Teles e Beto Sicupira, é empreendedorismo de palco?  

Foi só um achismo da minha parte. Nunca li nenhum deles. Usei esse termo para deixar o post mais cômico.

Enfim, é isso que eu queria dizer. Da minha parte, fim de papo... 



SEGUE O BAILE
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#57
(14-07-2020, 11:47 AM)Héracles Escreveu:
(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: Vocês jogam pesado por aqui, mas esse papinho de "Playboy" "Filhinho de papai que teve tudo na mão" eu já estou acostumado.

Amigo, na verdade ninguém se importa com quem ou que diabos você é ou da onde veio... você interpretou equivocadamente o que eu quis dizer...

O que eu disse é que você paga de empresário bem sucedido, quando que na verdade é o seu pai o empresário bem sucedido. Só isso. (lembrando que essa é só a minha impressão pessoal sobre seus textos mais recentes)

E lógico que você está certo de continuar de onde ele parou, mas por enquanto, pelo que percebemos, é ele que manda e decide e você só segue as regras dele... tudo bem que você deve ser o chefe também, mas evidentemente há diferenças nessas situações e para isso que eu chamo atenção ... isso que eu disse. Posso estar errado? Posso, mas enfim
 
(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: pura experiência Própria

Pura experiência própria do seu pai, e não sua. Você fala sobre criar empresa do zero, mas quem criou não foi você - e contar da experiência que o seu pai teve não é demérito de forma nenhuma, é algo que muito agrega aqui sem dúvidas - mas a questão é que eu acho que você deveria falar mais sobre a sua realidade enquanto funcionário da empresa dele - que futuramente será sua sim -  das responsabilidades que você deve ter, e do seu caminho para chegar a ser de FATO um grande empresário, talvez até melhor que o seu pai, perceba que falar que o brasil é cheio de oportunidades para quem tem a mentalidade correta, para quem "TEM SANGUE NOS OLHOS" vindo de um jovem que simplesmente herdou uma empresa, e não tem uma participação considerável de tomada de decisões para o futuro da mesma soa meio irônico para muitos...  a critica é sobre insistir num tema pelo qual você não passou de fato, dogmatizando toda a discussão baseado na experiência alheia - mesmo que essa experiência seja muito próxima - . Espero que tenha entendido. 

(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: para "Provar para o mundo" que eu não dependo do meu pai para nada.

Você não tem que provar nada para ninguém, nem aqui e nem em lugar nenhum, siga o seu caminho...

Porém, me parece que você quer sim provar ou mostrar algo aqui, pq as suas postagens são bem clichê do empresário de sucesso com o mindset vitorioso ... mas cabe a você essa reflexão

(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: " Jogue com a as cartas que a vida te dá"

Não sei se você leu, mas foi exatamente isso que eu disse na minha primeira postagem nesse tópico

(14-07-2020, 11:03 AM)gRILO Escreveu: OBS: Como é que você tem a cara dura de falar que o Livro da trajetória de JP Lemman, Marcell Teles e Beto Sicupira, é empreendedorismo de palco?  

Foi só um achismo da minha parte. Nunca li nenhum deles. Usei esse termo para deixar o post mais cômico.

Enfim, é isso que eu queria dizer. Da minha parte, fim de papo... 



SEGUE O BAILE

Tranquilo, agora deu para entender bem seu ponto de vista sobre os meus posts mais recentes.

Acho que esse é um mau do ser humano.. Ler alguma coisa, ou ouvir e já achar que é o Deus do mundo.. Talvez eu tenha passado essa impressão mesmo.

No demais, tamo junto.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#58
Só aproveitando  o fio da meada, uma coisa é ser empreendedor, outra é ser funcionário, ser empreendedor, caso você tenha condições, pode ser sim uma boa opção, mas verdade seja dita, se for pra ser funcionário, em um cargo público é mil vezes mais tranquilo do que na iniciativa privada, por que vou vender minhas horas para um trabalho que me suga até o talo, se posso ter a mesma opção, pagando mais, em outro lugar, e sem exigencias absurdas, esse é o meu ponto, talvez até valha a pena empreender aqui, ser funcionário? Na iniciativa privada? Com essas politicas de dinâmicas estúpidas? Jamais... lembro até hoje, quando estava na faculdade, e fizeram a gente ir para uma espécie de berço de estartaps para vermos como era, a primeira coisa que eles fizeram a gente fazer lá, foi todo mundo imitar uma montanha russa, ali eu vi que ser funcionário na iniciativa privada era ganhar pouco para vender não só seu tempo, mas sua dignidade também...

Seja funcionário público, seja autônomo, tente ser empreendedor, jamais seja funcionário na iniciativa privada...
Responda-o
#59
@gRILO A questão de enxergar oportunidades nas coisas, é na verdade um 'feeling pessoal' é algo que de alguma forma VOCÊ aprendeu a desenvolver, isto é um ponto positivo.

Nesta mentalidade, qualquer coisa e toda conjuntura, por pior que seja escondem oportunidades.

Isto não pode ser colocado como uma característica do Brasil, ou do Afeganistão ou Wakanda
Responda-o
#60
Interessante essa discussão e os pontos trazidos por vocês. Eu comecei a empreender no ramo de serviços na minha área. Basicamente abri uma empresa pra prestar meu serviço e não pagar 11% de INSS (meu cliente pagava + 20%), pra quem não sabe, é o que se paga de INSS sobre o tal RPA, recibo de pagamento a autônomo. Essa forma encontrada pra pagar menos imposto me abriu muitas portas.

Meus pais me deram educação e formação, mas depois disso nunca mais dependi de nada dos velhos. Fiz minha vida profissional absolutamente sozinho.

Há muito vagal se aproveitando do que os pais construíram, pensando que não precisam fazer muito porque todo o patrimônio um dia será deles, mas não é isso que os homens fazem. Eu teria vergonha disso na verdade.

Eu também concordo que há muitas oportunidades no brasa, mas é um trabalho de uma vida pra fazer acontecer, e quem começou cedo tem muito mais chances de vencer. Muitos poucos tem tanta sorte assim, e esses que vendem cursinhos e livrinhos "pra ficar rico" geralmente encontraram nesse filão de tongão que acredita em tudo uma forma mais fácil de ganhar dinheiro. Gênios, ganhar dinheiro deles deve ser mais gostoso ainda.

O gRILO usa muito o pai como exemplo e não ele mesmo, ai soa como bazófia criticar pessoas que não empreendem sendo o funcionário do papai.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)