Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Monogamia nos dias de hoje, ainda é possível?
#1
Monogamia nos dias de hoje, ainda é possível?
(Por Justiceiro)

[Image: jMAfFMG.jpg]

Um camarada do trampo foi fazer uma espécie de intercâmbio de um mês no Canadá, no qual reuniam um grupo de vários estudantes de outros países, e estava nos mostrando as fotos de viagem e narrando como foi a estadia por lá.

Esse meu colega é do tipo pegador, ficou com umas 3 estrangeiras asiáticas e uma ele até levou pra cama. Pelo que eu conheço ele, não é do tipo que mente. Tanto que a mina que ele levou pra cama que ele mostrou na foto não era muito bonita, e ele disse que foda-se, comeu mesmo assim. E a mais bonita só rolou uma ficada.

Bem, agora vou ao que interessa mesmo neste tópico. Naquele grupo de garotas estudantes estrangeiras, aposto que a maioria delas em seus respectivos países são as mocinhas de família perante a sociedade, e se bobear tem até namorado. Então imaginem só, viajam, encontram um cara que acham bonitinho, ficam ou transam com ele, e depois retornam ao seu local com seus respectivos namorados.

Para namorar hoje em dia, mesmo que a garota pareça ser decente, como confiar quando ela está longe dos nossos olhos, ainda mais em outra cidade, estado ou país? Se a mulher quer trair ou fazer farra, ela faz e nem ficamos sabendo!

Um homem que namora seriamente ou é casado deve se conformar com essa poligamia? Essas escapadas são difícil controlar já que não somos onipotentes e onipresentes. E ficar no pé de outra pessoa vigiando direto a vida inteira é insano. Pois assim você não vive!

Como homem digno e honrado não dá nem pra pensar em aceitar poligamia num relacionamento sério. Se for pra ser poligâmico, é melhor ser livre de vez, comer uma hoje, outra amanhã, sem compromisso nenhum.

Mas a sensação que eu tenho é que relacionamento 100% monogâmico hoje parece cada vez mais impossível, pois com ou sem saber alguma vez na vida o cara pode acabar dividindo sua mulher com outro.

Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Responda-o
#2
Ambos os lados estão degenerados, conheço 2 camaradas do meu serviço casados e com filhos ( as mulheres deles não são feias, muito pelo contrário), quando viajam à serviço ativam o tinder ou contratam GP's. Isso eu posso afirmar porque eu vi acontecer na minha frente durante um workshop que teve da empresa aonde eu trabalho.

Mas enfim, o mundo está muito promíscuo e muito se deve à chegada de novas tecnologias como os aplicativos e redes sociais. Monogamia ficou no passado romântico dos livros de Romeu e Julieta e por aí vai.
Nada contra quem quer ter um relacionamento monogâmico (namoro,casamento), mas vejo que do jeito que as coisas estão tu buscar um relacionamento sério é cometer um atentado contra sua saúde emocional (claro, se você for uma pessoa nos moldes monogâmicos).
Responda-o
#3
Isso é assim desde os tempos das cavernas. Bem vindo ao mundo.
Responda-o
#4
@Escandinavo

Não são ambos os lados que estão escancarados ... É a cabeca das pessoas que convencionam casar-se é que ainda não está pronta para tal

Veja o exemplo do seu post: Eu não consigo entender o porquê do cidadão que casa, e ainda usa serviços de compulsório de garotas de programa e apps de relacionamento porque diabos casou??? Fique solteiro então ... ora porra!

Admiro muito as pessoas que conseguem ficam juntos por 30 ou 40 anos, o problema que hoje o casamento, cujo o propósito de uma conjugalidade entre homem e mulher com objetivo de constituir família, foi substituído por uma convenção de interesses e utilitarismos diversos, o homem como o cabeça foi alijado a uma condição de provedor de boa vida a donzela, onde cai sobre o homem todo o peso de leis misândricas, quando há o término ou o rompimento destas convenções.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  Ser homem hétero nos dias de hoje Guardião 0 490 13-05-2019, 09:46 AM
Última Postagem: Guardião

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)