Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] Relato Sobre Casamento.
#41
Cadê o relato?
Basta que o almejado ideal aconteça todos os dias para que a sonhada perfeição desapareça. 
Responda-o
#42
No aguardo.
"...os homens se corrompem, o sistema quebra, mas DEUS CONTINUA SENDO DEUS!"  
Spoiler Revelar
Autor Desconhecido
Responda-o
#43
Acho que não vai relatar mesmo, deve ter escrevido aquilo no calor do whisk.
Responda-o
#44
(08-06-2022, 09:27 PM)A6M Zero Escreveu:
(08-06-2022, 01:57 PM)Vincent Escreveu: Cara, você se deu bem demais. 

Ousadia é a a força motora da vida!

Pegou a princesa e colocou 2 filhos nela. Vim, vi e venci!


Agora, por outro lado, coitado desse tal Delegado de Polícia! Vai assumir a bomba de outro cara, nem quero conhecer ele porque fico triste só de pensar no inferno que vai virar a vida dele. Se ele for um bom homem, que Deus guarde ele e conceda esperteza pra cair fora o quanto antes!



No mais, a mulher sempre vai ser sua, relaxa!
Porém, ousadia e burrice costumam trilhar a mesma estrada, acabou perdendo a esposa temporariamente. Falta de honra ter traído uma oportunidade tão boa.


Mandar ver no RELATO! Você escreve muito bem. Pode destilar as verdades.

Ih jovi sabe de nada inocente.
Capaz que esse cara aí deve até bater no peito de ter assumido as duas crianças, afinal, pai é quem cria, não é ? Gargalhada  [meme descontinuado]

O que é infeliz nessa história aí é que o Escobar tomou um tombo feio, não ceder aos desejos da carne nunca foi uma tarefa fácil, especialmente hoje nos tempos da putaria. A lição é claro, fica aí pra quem quiser ver, integridade vale ouro.

Pode ser que sim, pode ser que não, mulher de segunda mão é uma caixinha de surpresas, só Deus sabe as cicatrizes que ela está levando para esse segundo casamento e a forma que isso vai se projetar na relação, o segundo sempre tende a ser o início da fase onde a mulher não dá a mínima para amor e foca apenas na conveniência e na segurança financeira e emocional mas eventualmente o rancor e o medo do que levou o fim da primeira relação estará presente e os filhos estarão lá para lembrar.

Eu tenho pena das crianças, independente da boa relação que exista entre as partes são o lembrete permanente de um casamento que não deu certo, do pai cafajeste, e que ela estará ligada a você por um bom tempo e você a eles pelo resto de suas vidas, e para o novo papai é um lembrete de que a esposinha dele tem uma história que é impossível de se apagar para que vivam plenamente uma nova, medo das crias do macho anterior desafiarem sua autoridade dentro do lar, medo que o coração dela ainda pertença a ele.

Para tentar contornar isso o "novo papai" e a "esposa de segunda mão" tendem a oprimir os filhos do casamento anterior, um para que sua autoridade no lar não seja questionada e para que não hajam comparações e lembretes que "o papai real é melhor que o substituto" e tentar suprimir qualquer sombra sua que ainda exista e ela por preservação.

No começo tudo é lindo mas só o tempo vai dizer se ambos não projetarão e descontarão as frustrações nos seus herdeiros, e tomara que não seja o início do "Rodízio de Padrastos".

Tudo que falei são cogitações de coisas que são comuns em nossa época sem conhecer a vida e a personalidade dos personagens dessa história além do que foi narrado pelo autor.
Responda-o
#45
Admiro a franqueza do confrade em relatar sua história tendo ele trilhado um caminho ruim. Geralmente só vemos super alphas relatando suas vidas por aqui.

Um divórcio é feio como uma queda de avião, não importa se você foi o abandonado ou o que caiu fora. E com filhos é ainda pior.

Espero sinceramente que o confrade consiga manter a cabeça no lugar, se reerguer. Além disso, que mantenha um relacionamento cordial com os novos pombinhos, pelo bem de seus filhos.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#46
(12-06-2022, 07:32 PM)Fairchild Escreveu: Admiro a franqueza do confrade em relatar sua história tendo ele trilhado um caminho ruim.

Em um mundo onde casamentos que dão errado é uma verdadeira fábrica de cuspir filhos desajustados e sequelados na sociedade, não há muito o que admirar, ainda mais de alguém que supostamente encontrou uma mulher razoável para se formar uma família, fez filhos e não pensou nisso na hora de trair e virar o zoinho, jamais vou condenar o ato de relatar, talvez sirva para que possamos aprender algo, mas sempre vou condenar a atitude de quem é capaz de fazer uma coisa como essa mesmo sabendo dos efeitos colaterais e sabendo da real.

Não espere que eu vá passar a mão na cabeça, assumir que fez merda é um começo e quem sabe ele pode aprender com esse erro e não pratica-lo mais, mas o ato de trair é mais que injustificável, é uma desonra e vai contra tudo o que acreditamos e valores que lutamos para preservar.

Se não consegue controlar seus impulsos, não case nem faça mais filhos, você pode falar que vai dar toda assistência e ser um bom pai mas sabemos como é a criação com pais divorciados não é como a criação onde pai e mãe são presentes.

No mais...

[Image: maxresdefault.jpg]

Citação:relacionamento cordial com os novos pombinhos, pelo bem de seus filhos.

Mesmo mantendo uma relação cordial com o novo papai e a mamãe de segunda mão não altera o fato de que ela foi para outro relacionamento com cicatrizes de uma traição e certamente vai compensar esse rancor falando pras crianças o porque elas devem obediência e não atrapalhar as coisas com o "novo papai" e ainda o novo papai mesmo que por um tempo trate-as bem, sempre poderá querer mostrar "quem manda" e "quem está macetando a mamãe no momento" além do fato de que poderão querer ter seus próprios filhos e as crianças poderão ser jogadas em segundo plano, já não estamos cansados de ver isso até sem o cara trair?

E a cabeça das crianças, como fica?
Responda-o
#47
No aguardo do relato. 

Relatos de vitória são essenciais mas os de fracasso também ensinam e muito.
Responda-o
#48
Vamos patrocinar mais uma garrafa de whiska sashe para que o escobar enfim relate.
Responda-o
#49
Mano, eu casei, descasei, não tive filho e graças a deus, pq se não minha vida a essa altura estaria um inferno na terra, pela minha experiência hoje eu digo, e não é novidade nenhuma, casar, não vale a pena mesmo, em nenhum sentido, nenhum, nem lembro mais pq resolvi casar na real
Responda-o
#50
Lendo o relato inicial do Escobar novamente e depois a postagem dele comentando o término, fico pensando como os relacionamentos de hoje são fadados ao fracasso.

O casamento dele tinha tudo pra durar pra sempre: primeiro namorado da mulher que confrontou os pais pra ficar com ele, construíram a vida juntos, casou virgem(pelo menos foi o que deu a entender), com o tempo se estabilizaram e estavam aparentemente bem. O lado obscuro dela parecia ser controlado, levando em conta os dados que ele forneceu no relato, é claro.

Mesmo assim não durou e vejam só: ele escreveu o relato em novembro de 2019 e no dia 05 desse mês comentou da separação alguns meses após o relato e do casamento dela dia 11. Fazendo as contas, pouco mais de dois anos depois, ela já está noiva novamente. Não deu tempo de namorar direito nem construir confiança e convivência com o novo par. E não esqueçam que tivemos pandemia com lockdown. Percebam que mesmo um cara num trabalho foda que requer liderança e pulso firme pode agir como um idiota em casar dessa forma. A ex ainda vai ganhar o status de "mulher de delegado".

Se o Escobar quiser, poderia compartilhar informações da separação referentes a partilha de bens, pensão e visitas aos filhos, sem entrar muito em detalhes, óbvio. Pelo comentário dele, a casa acabou ficando pra ex.

Enfim, nem mesmo um membro experiente escapou de passar por maus bocados. Olho aberto sempre e desejo que o Escobar se reerga e prospere.
Responda-o
#51
(13-06-2022, 05:51 PM)Darien Gordon Escreveu: Enfim, nem mesmo um membro experiente escapou de passar por maus bocados. Olho aberto sempre e desejo que o Escobar se reerga e prospere.

Amigo, ele COMEU OUTRA, ta certo que tem casos que realmente a mulher avacalha, mas nesse caso, quem avacalhou foi ele, senão, ele estaria tranquilo até hoje.
Responda-o
#52
(13-06-2022, 05:51 PM)Darien Gordon Escreveu: Lendo o relato inicial do Escobar novamente e depois a postagem dele comentando o término, fico pensando como os relacionamentos de hoje são fadados ao fracasso.

O casamento dele tinha tudo pra durar pra sempre: primeiro namorado da mulher que  confrontou os pais pra ficar com ele, construíram a vida juntos, casou virgem(pelo menos foi o que deu a entender), com o tempo se estabilizaram e estavam aparentemente bem. O lado obscuro dela parecia ser controlado, levando em conta os dados que ele forneceu no relato, é claro.

Impossível saber exatamente quais os detalhes, o contexto, as minúcias, nuances, red flags, perfis psicológicos em um relato. Todo OP tem a tendência a alterar, minimizar ou ocultar informações.

Mas numa coisa você está certo: a tendência é o fracasso. Mas antes existem anos de sofrimento. A taxa de divórcios no Brasil é de apenas 9% (ainda). Estamos deixando algo passar.

Além, claro, do fato que muitas uniões não vão para o papel, apenas juntam os trapos e produzem catarrentos.
Um homem com escolhas é um homem livre.
Responda-o
#53
É sempre a mesma ladainha, comigo vai ser diferente ... eu já fui mais um, então a fase atual é cinismo puro, não acredito mais relação saudável, só manter e ir comendo, pq sinceramente, a vida sem mulher é boa, mas tendo uma pra se esfregar em tu é muito melhor, quem tem o poder da escolha na mão é quem manda
Responda-o
#54
Vocês estão falando como se a mulher tivesse feito alguma cagada quando nesse caso ela de fato simplesmente só saiu fora.
Queriam que ela suportasse a galha? Mulher virgem tende a se apegar muito ao primeiro parceiro, só se o cara cagar demais para não dar certo.
Responda-o
#55
(13-06-2022, 06:00 PM)Novo Mundo Escreveu:
(13-06-2022, 05:51 PM)Darien Gordon Escreveu: Enfim, nem mesmo um membro experiente escapou de passar por maus bocados. Olho aberto sempre e desejo que o Escobar se reerga e prospere.

Amigo, ele COMEU OUTRA, ta certo que tem casos que realmente a mulher avacalha, mas nesse caso, quem avacalhou foi ele, senão, ele estaria tranquilo até hoje.

Ok chefe, o fato dele passar por maus bocados é justamente por ter se rendido a instintos baixos e ter traído a mulher. Agora paga pensão e provavelmente foi depenado no divórcio, o próprio comentário dele deu a entender isso. E outra, quem garante que a donzela também não deu suas puladinhas de cerca? Nunca saberemos.

Por último, veja que eu comentei sobre a facilidade imensa que ela teve pra arrumar outro e em pouquíssimo tempo já estar casada novamente com um homem de alto status na sociedade. Com 3 filhos de outro macho, ainda foi capaz de laçar um alto escalão.
Responda-o
#56
(13-06-2022, 05:51 PM)Darien Gordon Escreveu: Lendo o relato inicial do Escobar novamente e depois a postagem dele comentando o término, fico pensando como os relacionamentos de hoje são fadados ao fracasso.

O casamento dele tinha tudo pra durar pra sempre: primeiro namorado da mulher que  confrontou os pais pra ficar com ele, construíram a vida juntos, casou virgem(pelo menos foi o que deu a entender), com o tempo se estabilizaram e estavam aparentemente bem. O lado obscuro dela parecia ser controlado, levando em conta os dados que ele forneceu no relato, é claro.

Mesmo assim não durou e vejam só: ele escreveu o relato em novembro de 2019 e no dia 05 desse mês comentou da separação alguns meses após o relato e do casamento dela dia 11. Fazendo as contas, pouco mais de dois anos depois, ela já está noiva novamente. Não deu tempo de namorar direito nem construir confiança e convivência com o novo par. E não esqueçam que tivemos pandemia com lockdown. Percebam que mesmo um cara num trabalho foda que requer liderança e pulso firme pode agir como um idiota em casar dessa forma. A ex ainda vai ganhar o status de "mulher de delegado".

Se o Escobar quiser, poderia compartilhar informações da separação referentes a partilha de bens, pensão e visitas aos filhos, sem entrar muito em detalhes, óbvio. Pelo comentário dele, a casa acabou ficando pra ex.

Enfim, nem mesmo um membro experiente escapou de passar por maus bocados. Olho aberto sempre e desejo que o Escobar se reerga e prospere.

Relacionamento com filhos não deixa de ser um grande sacrifício ao homem em todas as instâncias, analisando as consequências duma separação que cairão fatalmente na cabeça do homem, independentemente de quem tenha sido o culpado, é fácil tomar a decisão de não casar e não ter filhos, e isso não é uma crítica. Tudo tem prós e contras. Analisando toda essa conjuntura eu nunca trocaria uma vida sem riscos pelos meus filhos.

"Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá" Salmos 127:3
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#57
(14-06-2022, 02:28 AM)Novo Mundo Escreveu:  Mulher virgem tende a se apegar muito ao primeiro parceiro, só se o cara cagar demais para não dar certo.

Discordo, Confrade! A mulher só irá respeitar o macho e o próprio casamento se for do tipo religiosa fervorosa, do ponto de temer a Deus de verdade.

Hoje em dia com as "zamiga" do trabalho falando besteira no ouvido, além dos próprios homens que ficam urubuzando qualquer mulher mediana, a curiosidade bate forte em uma mulher que só conheceu uma rola.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#58
(15-06-2022, 01:22 AM)Fairchild Escreveu: Hoje em dia com as "zamiga" do trabalho falando besteira no ouvido, além dos próprios homens que ficam urubuzando qualquer mulher mediana, a curiosidade bate forte em uma mulher que só conheceu uma rola.

Não acho que seja tanto assim, acho que depende muito de como foi a primeira vez, muita mulher hoje perde a primeira vez só por perder, de forma meio traumática, mas se for com o primeiro namorado, vai ser muito mais difícil sim, e nem precisa ser religiosa não.

E eu falo isso por experiência própria, minha primeira namorada foi descabaçada por um cara antes de mim, mas ela realmente parecia desprezar aquele primeiro relacionamento dela, comigo ela era muito mais engajada, e olha que ela era bem religiosa.

O meu segundo namorico, que não chegou a ser oficial, eu tirei a virgindade dela, porém ela não era nem um pouco religiosa, e mesmo assim, ela se apegou, o que foi uma grande surpresa para mim, porque ela realmente parecia ser o tipo de mulher que não iria se apegar.

Porém, ela carregava traumas bem pesados de infância e eu fui o primeiro a ouvir ela, talvez isso tenha contribuído.

Já que o fórum esta em uma onda de relatos no formato desabafo, estou pensando em fazer um para falar sobre isso...
Responda-o
#59
Citação:Não acho que seja tanto assim, acho que depende muito de como foi a primeira vez, muita mulher hoje perde a primeira vez só por perder, de forma meio traumática, mas se for com o primeiro namorado, vai ser muito mais difícil sim, e nem precisa ser religiosa não.

E eu falo isso por experiência própria, minha primeira namorada foi descabaçada por um cara antes de mim, mas ela realmente parecia desprezar aquele primeiro relacionamento dela, comigo ela era muito mais engajada, e olha que ela era bem religiosa.

O meu segundo namorico, que não chegou a ser oficial, eu tirei a virgindade dela, porém ela não era nem um pouco religiosa, e mesmo assim, ela se apegou, o que foi uma grande surpresa para mim, porque ela realmente parecia ser o tipo de mulher que não iria se apegar.

Porém, ela carregava traumas bem pesados de infância e eu fui o primeiro a ouvir ela, talvez isso tenha contribuído.

Já que o fórum esta em uma onda de relatos no formato desabafo, estou pensando em fazer um para falar sobre isso...

Só é necessário a falta de caráter + alguns anos de rotina. E não adianta dizer que é só saber levar / equilibrar pratos. Também falo por experiência própria com namoradas e incluo uma ex-esposa nessas características que você mencionou.

Ela poderia estar casada com o Brad Pitt (que veja vc não segurou o bang, Jolie o traiu com Johnny Depp, com direito a alguns dos filhos chamarem o "pirata" de papai ).
Enfim, uma hora a rotina e as brigas chegam, e a grama do vizinho começa a parecer mais verde. 
Se a moçoila trabalha fora então, será assediada por amigas e machos. A curiosidade e a novidade vão bater (e isso serve para homens e mulheres). O que nos irá impedir de fazer merda nessa hora é o caráter.
Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
As maiores redpills ouvimos da boca de mulheres.
Responda-o
#60
Fds vou ler esse. É a parte 2.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)