Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Safadeza Familiar (Golpe em Andamento)
#1
Senhores, venho lhes trazer uma situação pela qual tenho passado, para analise e possíveis sugestões para uma saída.

A história é um pouco longa mas peço que tenham paciência e leiam para um entendimento completo. Vou tentar ser sucinto:

Meus pais possuem um imóvel grande que até pouco tempo era constituído de 3 casas, sendo que na principal morei com eles e meu irmão até uns 5 anos atrás e as outras duas eram alugadas. Acontece que 5 anos atrás meu pai resolveu esvaziar as casas alugadas e cedeu por tempo indeterminado (até que um dia tivéssemos condições de comprar nossas casas próprias, objetivo que venho perseguindo desde então trabalhando e economizando com minha esposa) uma delas para o meu irmão viver com a namorada dele e outra pra mim com minha namorada, atual esposa. Uma dessas casas é de 3 cômodos e a outra de apenas 2, e foi com essa ultima com a qual fiquei.

Cabe aqui o adendo que meu irmão e sua namorada hoje são formados em direito, e se conheceram na faculdade. Faz cerca de 1 ano que não converso com ela e me afastei de todos pois percebi que ela andava criando intrigas entre eu e meus pais de maneira manipulativa, levando e trazendo fofocas na intenção de ouvir minha reação e levar aos meus pais, creio eu na intenção de me queimar, enquanto isso ela se fazia de prestativa e boa moça, estando sempre atenta as necessidades dos meus pais para ajuda-los prontamente, sendo que sei que pelas costas ela fala mal dos dois a rodo... 

Já meu irmão, até drogas já usou, mais que uma vez e até hoje percebo que apesar das merdas que faz sempre está em alta consideração com meus pais que sempre o perdoam e passam pano pras cagadas dele. Resumindo, é um casalzinho que se merece. Aliás até galha ela já colocou nele umas 2 vezes e o corno perdoou e finge que nada aconteceu... (meus pais sabem e também jogam pra debaixo do tapete). Fora que atualmente pelo que tenho percebido meus pais se sentem meio reféns com medo de desagradar o casal pois os idiotas tiveram a grande ideia de colocar uns processos que tem em andamento na mão deles para que cuidassem, e acredito que eles tem medo de que os processos "travem" caso aconteça algum desentendimento entre eles...

Já eu, sem nunca fazer nada dessas merdas e apenas sendo direto quando necessário sem puxasaquismo, sempre fui visto como o numero 2, sempre em segundo plano e preterido em tudo, mesmo eu não me importando muito com isso. Minha esposa, graças a Deus é muito na dela e não se mete em nada, pois não tem cobiça nessa história, apesar de concordar comigo que o golpe esta se desenhando.

Voltando ao assunto principal:

Acontece que a 1 ano meu pai recebeu uma quantia de cerca de 100 mil reais referente a um processo trabalhista que já rolava a uns 15 anos, mas eu não fiquei sabendo... Um belo dia, ele pediu que eu tirasse meu carro da garagem pois no dia seguinte pela manhã um pedreiro viria fazer uma reforma na casa quebrando a telha. Eu sem saber de nada tirei o carro e logo em seguida descobri que a reforma na verdade seria uma expansão da casa que ele faria por ter recebido esta grana, sendo que construiria mais duas casas em cima da dele já existente. 

Porém, a partir daí comecei a perceber algumas coisas estranhas...

Percebi que meu irmão e a namorada dele andavam "muito chegados" ao meu pai, não saindo da casa dele. Até que um dia fomos todos jantar fora e recebi a noticia de que "meu pai decidiu" que meu irmão iria morar em um dessas casas novas com a namorada dele e a outra casa nova seria usada como escritório para um negócio novo do meu pai. Achei estranho o fato de ninguém estar tocando neste assunto e de repente a namorada do meu irmão é que veio dar estas "boas novas"...

Até ai permaneci na minha.

Pouco tempo depois, meu irmão convenceu meu pai a subir mais um andar na construção e fazer uma área em cima da casa, sendo que ele cobrir os custos disso. A obra foi sendo tocada, e então recebi algumas queixas do meu pai em relação a este acordo com ele, pois meu irmão não estava ajudando com nada financeiramente, nem sequer ajudando a procurar os materiais e dar apoio aos pedreiros que vira e mexe precisavam de materiais, ferramentas e etc. meu irmão largava tudo la pra curtir o fim de semana (os pedreiros só trabalham na obra sabado e domingo) e meu pai que se fodesse pra fazer a obra andar.

Permaneci na minha. Só disse que meu pai deveria cobrar o cumprimento do acordo ao meu irmão.

A obra foi sendo tocada até o dia em que presenciei meu irmão aos berros mandando e desmandando na obra, dizendo que ia ser do jeito dele e etc, que ia mandar cobrir a área e queria uma parede aqui, outra acolá, etc e etc como se ele fosse o dono de tudo. Após o showzinho perguntei ao meu pai se ele, meu irmão, estava pagando algo e ele disse que não, que estava arcando com tudo sozinho...

Dei conselhos ao meu pai pra deixar de ser trouxa, mas com o tempo vi que não adiantou. meu irmão ordenou que tudo fosse feito do jeito dele e com nada arcou financeiramente, e meu pai apenas como um cordeirinho tirando o dinheiro do bolso e aceitando.

Pouco tempo depois minha mão veio me dizer que a namorada do meu irmão veio na maior cara de pau dizer que iria fazer no futuro um documento para que todas as 2 novas casas e a área superior fossem passadas ao nome do meu irmão. obviamente achei absurdo e conversei com meu pai, que apesar de aparentar indignação, permaneceu sua boa relação com ambos e até onde sei não disse nada a eles. referi não me meter pois não sou dono de nada ali, mas somando as coisas que já havia visto, comecei a ver um movimento inicial de golpe futuro se avizinhando...

Após toda a estrutura da casa pronta e rebocada, meu irmão só tirou do bolso grana pra colocar piso no salão e colocar uma churrasqueira, e obviamente começou a usar a área como recando para fazer zonas de final de semana como os amigos do casal.

Hoje recebi uma ligação da minha mãe, dizendo que meu pai pediu ajuda a namorada do meu irmão para fazer um contrato de locação da casa antiga do meu irmão pra quando ele sair de lá meu pai poder alugar (ele ainda não se mudou pra nova), e ela prontamente atendeu o pedido, porém ela fez o contrato de locação em nome do meu irmão, como se ele fosse o dono da casa e fosse quem irá receber o aluguel... Ou seja, pela segunda vez ela, a advogadazinha, mostra intenções de fazer papeladas que intentam dar mais direitos ao meu irmão do que ele realmente tem sobre a propriedade que é do meu pai.

Segundo minha mãe, meu pai se indignou e disse que não aceita isso. Ela pediu que eu converse com ele, e eu o farei, mas acho que em breve sairá uma treta por causa destes fatos, pois tudo indica, em minha visão, que no futuro eles irão querer se apossar de tudo que meu pai levou a vida para construir.

A nova casa que meu pai destinou ao meu irmão ainda não está pronta, mas falta só o acabamento interno que meu irmão diz que vai dar...

Eu sei que parece mesquinho eu pensar sobre isso enquanto meu pai e mãe são vivos, mas não acho correto ver um golpe chegando e ficar inerte, coisa que meus pais estão fazendo, pois já foram avisados por mim e não agem. Acho engraçado isso, pois meu pai nunca foi de se fazer de desentendido e sempre tem atitude de homem quando necessário, mas nessa história ele anda mais inerte que um trouxa, fora que a grana que recebeu já acabou e agora anda juntando migalhas pra terminar a obra. Inclusive esses dias ele quase morreu, pois passou mal pela falta de um remédio para o sangue que deveria tomar e já não tomava faziam 4 dias. Ele quase morreu no meio da rua e só se salvou pois conseguiu chegar quase morto em um pronto socorro. Quando questionei a respeito do remedio ele disse que não comprou por não ter o dinhero... COMI O RABO DELE e disse que pra construir casa pra golpista ele tem dinheiro.

Procuro ser honesto, mas também procuro não ser trouxa.

Dito tudo isso, o que fazer? Sei que temos aqui entre nós muitos entendidos em direito e até mesmo advogados que acredito que sabem o que fazer para evitar este golpe que se desenha.

Se necessário, em breve adiciono mais detalhes a esta história que já é grande.
Desde já agradeço o tempo e a atenção.
Primeiro diga a si mesmo o que você deveria ser; depois, faça o que tem de fazer. - Epiteto
Acesse: Blog Tyrant
Responda-o
#2
Se todas as casas estão no mesmo lote, elas estão reunidas em apenas uma matrícula de registro imobiliário. Se o registro aponta seu pai como proprietário, ele (e sua mãe) tem todos os poderes inerentes à propriedade.

A única forma de seu irmão se apropriar de tudo é mediante uma doação total, ou uma procuração, que, no caso, poderiam ser anuladas. 

Testamento só é factível considerando 50% do patrimônio total dos seus pais, pois há herdeiros necessários (vc e seu 'nobre' irmão).

Na moral, esquece essa celeuma patrimonial, pois, a não ser que seu pai faça uma doação espúria ou uma procuração (o que, pela narrativa, não acho provável), as questões serão todas de fato: quando ele contribuiu para a ampliação da casa etc. 

O melhor, segundo penso, é você adiar o problema para a abertura da sucessão (morte de seus pais), quando se instalará um processo incrivelmente problemático para vcs decidirem a quota parte de cada um.

Então, fique alheio mesmo e atente-se, tão somente, ao aspecto assistencialista com seus pais: vigiar a saúde etc.

Mantenha-se com foco no seu trabalho e nos aportes mensais para conquistar sua moradia (já que vc escolheu ter imóvel próprio como condição para sair desse ambiente insalubre).
Responda-o
#3
A real é que é muito difícil ajudar uma pessoa que tem autoridade sobre você, ainda mais em se tratando do seu próprio pai que está agindo como um desgraçado com você. Quando vejo uma situação dessas, penso no quanto o meu pai é correto com esse tipo de coisa, e jamais causaria esse tipo de desconforto entre eu e meu irmão.

O culpado disso tudo é o seu pai que agiu como um molenga, praticamente causou o entrave na sua família. Como te ajudar nesse caso? É simples, está tudo no nome do seu pai, ou seja, seu irmão não manda em porra nenhuma. A questão é: seu pai está disposto a jogar pesado com esse viadinho do seu irmão? Acredito que não. E o pior, a forma como o seu pai beneficia o seu irmão, prejudica a sua relação com ambos.

Não sei se ficou muito claro, mas o fato é que não depende muito de você, e sim da atitude do seu pai. Se o seu pai não toma atitude, nem quis fazer nada pra te ajudar, você só se prejudica entrando nisso. Deixe o seu irmão vagabundo pensar que está se dando bem, porque pelo que vejo, essa mulher vagabunda ainda vai destruir a vida dele. Sei que é chato você não entrar nessa disputa de foice com o seu irmão e por isso pensar que vai sair perdendo, mas veja pelo lado bom, você parece ter disposição para não depender de herança, o seu irmão, não.
Responda-o
#4
Família é complicado, vai cuidar da sua vida e não se mete, não vai dar em nada isso ai e ainda capaz de se virarem contra você.

Deixa se foder, se não aceitou as dicas na boa, quem sabe não aprende do pior jeito?
Responda-o
#5
(08-11-2019, 07:36 PM)Dr. Lecter Escreveu: Se todas as casas estão no mesmo lote, elas estão reunidas em apenas uma matrícula de registro imobiliário. Se o registro aponta seu pai como proprietário, ele (e sua mãe) tem todos os poderes inerentes à propriedade.

Sim, só faço uma ressalva, se no registro imobiliário constar apenas a primeira casa, sem a averbação dos demais, aconselho que vá no cartório de imóveis, juntamente com seus pais e peça para fazer a averbação dos demais imóveis no nome dos mesmo, quando vier o falecimentos deles será dividido igualmente entre as partes (herdeiros).

                Veni, vidi, vici
.
Responda-o
#6
(08-11-2019, 09:48 PM)Daredevil Escreveu: Deixe o seu irmão vagabundo pensar que está se dando bem, porque pelo que vejo, essa mulher vagabunda ainda vai destruir a vida dele.

Estudante de direito ? Já traiu 2x ? Provável arrumar um filho dele, seguido de um divórcio, e acabar ficando com a casa...
Responda-o
#7
Tenho 3 coisas a dizer:

É o cúmulo um homem casar contando com o suporte material  / financeiro dos pais. Já pensou uma separação depois da morte do(s) teu(s) pai(s)? Vai ser uma chinelagem só... as divisões, vocês vão morar tudo amontoado (tendo que aturar tua eventual ex trazendo macho pra dentro de casa);

Essa tua cunhada quer maior número de imóveis que ela possa pegar renda deles;

Pra mim, teu pai já passou esse imóvel pro nome do teu irmão (esse que contrato de locação tua cunhada fez no nome dele), já que eles já fizeram coisas escondidas anteriormente, por que não fariam dessa vez?

Já que tu é um cara bom e correto e quer retorno por isso, teu pai vai tentar te cercar materialmente / financeiramente para caso ele perca autonomia e tu não ter outra saída a não ser cuidar dele.

E sobre o fato de tu ser o último do ranking do teu pai, bem vindo ao clube. trollface

Se separe da tua esposa e tente sair dessa barca o quanto antes! Se antes de tu pular fora, conseguir (de forma sutil) que teu pai passe algo pro teu nome, melhor!
Responda-o
#8
(08-11-2019, 09:48 PM)Daredevil Escreveu: A real é que é muito difícil ajudar uma pessoa que tem autoridade sobre você, ainda mais em se tratando do seu próprio pai que está agindo como um desgraçado com você. Quando vejo uma situação dessas, penso no quanto o meu pai é correto com esse tipo de coisa, e jamais causaria esse tipo de desconforto entre eu e meu irmão.

O culpado disso tudo é o seu pai que agiu como um molenga, praticamente causou o entrave na sua família. Como te ajudar nesse caso? É simples, está tudo no nome do seu pai, ou seja, seu irmão não manda em porra nenhuma. A questão é: seu pai está disposto a jogar pesado com esse viadinho do seu irmão? Acredito que não. E o pior, a forma como o seu pai beneficia o seu irmão, prejudica a sua relação com ambos.

Não sei se ficou muito claro, mas o fato é que não depende muito de você, e sim da atitude do seu pai. Se o seu pai não toma atitude, nem quis fazer nada pra te ajudar, você só se prejudica entrando nisso. Deixe o seu irmão vagabundo pensar que está se dando bem, porque pelo que vejo, essa mulher vagabunda ainda vai destruir a vida dele. Sei que é chato você não entrar nessa disputa de foice com o seu irmão e por isso pensar que vai sair perdendo, mas veja pelo lado bom, você parece ter disposição para não depender de herança, o seu irmão, não.

"A real é que é muito difícil ajudar uma pessoa que tem autoridade sobre você, ainda mais em se tratando do seu próprio pai"

Bro, essa é a síntese da relação paternal. Se você tem um pai narcisista, frouxo, egoísta e intransigente... O melhor caminho é recuar, pois o enfrentamento só gera desgaste emocional, dada a impotência do filho de regular os desajustes dos ascendentes. Apenas ajude no que for humano, assistencial... Siga sua vida!
Responda-o
#9
Se for verdade toda essa história - o que eu acho difícil - de seu irmão ser um pau no cu e você um santo, você está fazendo um papel quase pior que o dele, isso se realmente se importa com o seu pai.

Está vendo toda a maracutaia que estão fazendo pro velho e não faz porra nenhuma. Falar já está provado que não adianta, você tem que AGIR PORRA! Ou vai deixar o seu irmão cuck ficar com tudo enquanto vocês ficam na merda?

Se você está vendo toda a pilantragem, pq não toma as rédeas da coisa? foda-se se seu pai não vai querer, de um jeito. Mostre pra ele por A mais B como eles estão enrolando, contrate você em advogado, saia na porrada com seu irmão folgado, sei lá.  É pra isso que servem os filhos afinal, para continuar da onde os pais param, seu irmão já está fazendo isso enquanto você está aí sem fazer nada só falando mal dele em anonimato, do que adianta isso eim paspalho? Seu pai é um banana? pode até ser mas você não está sendo muito diferente ...
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#10
(11-11-2019, 09:56 AM)Héracles Escreveu: Se for verdade toda essa história - o que eu acho difícil - de seu irmão ser um pau no cu e você um santo, você está fazendo um papel quase pior que o dele, isso se realmente se importa com o seu pai.

Está vendo toda a maracutaia que estão fazendo pro velho e não faz porra nenhuma. Falar já está provado que não adianta, você tem que AGIR PORRA! Ou vai deixar o seu irmão cuck ficar com tudo enquanto vocês ficam na merda?

Se você está vendo toda a pilantragem, pq não toma as rédeas da coisa? foda-se se seu pai não vai querer, de um jeito. Mostre pra ele por A mais B como eles estão enrolando, contrate você em advogado, saia na porrada com seu irmão folgado, sei lá.  É pra isso que servem os filhos afinal, para continuar da onde os pais param, seu irmão já está fazendo isso enquanto você está aí sem fazer nada só falando mal dele em anonimato, do que adianta isso eim paspalho? Seu pai é um banana? pode até ser mas você não está sendo muito diferente ...


Herácles, compreendo perfeitamente sua linha de raciocínio, porém este fim de semana pretendia fazer exatamente o que você propõe, provar as coisas por A mais B e sabe o que houve?

Percebi que tanto meu pai, quanto minha mãe são tão canalhas quanto meu irmão e sua namorada, afinal estão juntos na trama desde o início quando iniciaram seus planos e se mancomunaram pelas minhas costas. A situação está perdida, pois eles estão fazendo tudo de maneira consciente, mas agora estão começando a perceber que a cobiça está crescendo entre eles. Percebi também que minha mãe só veio atrás de mim me cobrar alguma atitude pois ela está com medo de até ela mesma ir parar debaixo da ponte um dia, e não por minha causa ou algo do tipo.

Resumindo, são todos farinha do mesmo saco, e juridicamente até onde sei não posso fazer nada, pois a propriedade é do meu pai e ele faz o que quiser com ela, até mesmo por fogo ou enfiar no cu se quiser.

Eu não sou santo, ninguém é, e nem quis passar essa imagem, mas em relação a dar golpe nos outros ou tramar como todos eles tramam, nunca fiz isso.

Quanto a quebrar o pau com meu irmão... Mangina cego por poder e posses tem jeito? Serei só eu contra todos e obviamente só me prejudicarei.

Como seguidor do estoicismo, creio que a perda da minha tranquilidade em nome de uma guerra por herança não vale a pena. Não após ter percebido o que percebi este fim de semana.

Estou dando esta situação por perdida e pretendo deixar eles se comerem vivos, até pq a guerra interna deles já está começando.

Estou agora refletindo entre ignorar toda essa merda, ficar na minha e manter meus aportes e vazar daqui pra minha própria propriedade um dia sem nem dar o endereço ou então sair daqui este fim de ano que terei férias, alugar um muquifo longe deste ninho de ratazanas e atrasar meus aportes e assim meu objetivo de comprar uma casa própria. Pretendo pensar friamente os prós e os contras, pois não quero deixar meu ego e orgulho atrapalharem meus objetivos.

Respeito e concordo com seu modo enérgico de pensar e agir, porém conheço todo o contexto da situação e os indivíduos envolvidos nela o suficiente pra saber que esta saída enérgica só iria me prejudicar e não teria nenhum retorno na resolução do caso.
Primeiro diga a si mesmo o que você deveria ser; depois, faça o que tem de fazer. - Epiteto
Acesse: Blog Tyrant
Responda-o
#11
Então, falei isso pq eu pensei que você se importasse com o velho... não que você absolutamente não se importe mas pensava algo como " o sacana está passando a perna no velho que INOCENTEMENTE está caindo"... mas como você disse que ele não é inocente tem mais é que deixarem se foder e construir o seu.

Nesse caso, realmente não vale a pena se envolver e eu se fosse você cairia fora desse lugar, foda-se os aportes... a energia negativa das pessoas é a pior ancora para vida de alguém que quer evoluir.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#12
Esqueci de comentar uma coisa "hilária" que descobri este fim de semana:

A grana que meu pai pegou do processo acabou, e aí o que ele fez?

Pegou 9 MIL REAIS EMPRESTADOS com a namorada do meu irmão (ela disse que na verdade o dinheiro é de uma chefe dela, o que é mentira) e está pagando juros por esse dinheiro todo mês...

Ou seja, ELE PEGOU DINHEIRO PRA CONSTRUIR CASA PRA ELA E AINDA ESTÁ PAGANDO JUROS PRA ELA!!!

Meu pai nunca foi burro, ele sabe muito bem o que faz, sempre soube...

Dito isso, ele merece ajuda? 

Claro que não, pois o que tudo aponta é que ele está fazendo isso de maneira lúcida.

Como já disse anteriormente a situação está perdida. Não é um golpe, e sim uma entrega total e consciente.

Uma pena. Caso encerrado.

Obrigado a todos pela atenção.
Primeiro diga a si mesmo o que você deveria ser; depois, faça o que tem de fazer. - Epiteto
Acesse: Blog Tyrant
Responda-o
#13
@Héracles, um eventual conflito entre ele e o irmão, a única pessoa que poderia ganhar com isso é a mãe deles... imagina se chega ao extremo, e um mata o outro? Um vai pra cadeia e outro pro cemitério e a mãe deles se livra de 4 encostos (os 2 filhos e as 2 noras) num tiro só! Não duvido que a mãe deles comece a jogar um contra o outro.

@Tirano, tua mãe só deve temer uma eventual amante estável do teu pai (somente uma amante pode conseguir a metade dos direitos da esposa, depois do falecimento do homem bigâmico). E sobre tal empréstimo, vê se, se enquadra como usura (ou outro crime do tipo, agiota, etc...) e deixa como uma carta na manga pro futuro (contra tua cunhada e/ou irmão). E já conte que teu pai pode aumentar a parte do teu irmão no Testamento ou até colocar alguém de fora da 'família' de vocês.
Responda-o
#14
(11-11-2019, 09:43 PM)Hombre de hielo Escreveu: @Héracles, um eventual conflito entre ele e o irmão, a única pessoa que poderia ganhar com isso é a mãe deles... imagina se chega ao extremo, e um mata o outro? Um vai pra cadeia e outro pro cemitério e a mãe deles se livra de 4 encostos (os 2 filhos e as 2 noras) num tiro só! Não duvido que a mãe deles comece a jogar um contra o outro.

@Tirano, tua mãe só deve temer uma eventual amante estável do teu pai (somente uma amante pode conseguir a metade dos direitos da esposa, depois do falecimento do homem bigâmico). E sobre tal empréstimo, vê se, se enquadra como usura (ou outro crime do tipo, agiota, etc...) e deixa como uma carta na manga pro futuro (contra tua cunhada e/ou irmão). E já conte que teu pai pode aumentar a parte do teu irmão no Testamento ou até colocar alguém de fora da 'família' de vocês.

Gargalhada Gargalhada
Você REALMENTE acredita que a mãe quer que os filhos morram?
É ISSO? Gargalhada Gargalhada
"Paulistarum Terra Matter..."
Responda-o
#15
(12-11-2019, 05:22 PM)Bandeirante Paulista Escreveu:
(11-11-2019, 09:43 PM)Hombre de hielo Escreveu: @Héracles, um eventual conflito entre ele e o irmão, a única pessoa que poderia ganhar com isso é a mãe deles... imagina se chega ao extremo, e um mata o outro? Um vai pra cadeia e outro pro cemitério e a mãe deles se livra de 4 encostos (os 2 filhos e as 2 noras) num tiro só! Não duvido que a mãe deles comece a jogar um contra o outro.

@Tirano, tua mãe só deve temer uma eventual amante estável do teu pai (somente uma amante pode conseguir a metade dos direitos da esposa, depois do falecimento do homem bigâmico). E sobre tal empréstimo, vê se, se enquadra como usura (ou outro crime do tipo, agiota, etc...) e deixa como uma carta na manga pro futuro (contra tua cunhada e/ou irmão). E já conte que teu pai pode aumentar a parte do teu irmão no Testamento ou até colocar alguém de fora da 'família' de vocês.

Gargalhada Gargalhada
Você REALMENTE acredita que a mãe quer que os filhos morram?
É ISSO? Gargalhada Gargalhada

Rapaz, o que me chama a atenção é a capacidade imaginativa deste menino... Esse é perturbado! GargalhadaGargalhada
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o
#16
(12-11-2019, 05:22 PM)Bandeirante Paulista Escreveu:
(11-11-2019, 09:43 PM)Hombre de hielo Escreveu: @Héracles, um eventual conflito entre ele e o irmão, a única pessoa que poderia ganhar com isso é a mãe deles... imagina se chega ao extremo, e um mata o outro? Um vai pra cadeia e outro pro cemitério e a mãe deles se livra de 4 encostos (os 2 filhos e as 2 noras) num tiro só! Não duvido que a mãe deles comece a jogar um contra o outro.

@Tirano, tua mãe só deve temer uma eventual amante estável do teu pai (somente uma amante pode conseguir a metade dos direitos da esposa, depois do falecimento do homem bigâmico). E sobre tal empréstimo, vê se, se enquadra como usura (ou outro crime do tipo, agiota, etc...) e deixa como uma carta na manga pro futuro (contra tua cunhada e/ou irmão). E já conte que teu pai pode aumentar a parte do teu irmão no Testamento ou até colocar alguém de fora da 'família' de vocês.

Gargalhada Gargalhada
Você REALMENTE acredita que a mãe quer que os filhos morram?
É ISSO? Gargalhada Gargalhada

O objetivo dela de jogar um contra o outro, seria que ela passasse despercebida na confusão... falei dos extremos, nas consequências, no conflito entre irmãos!

Tu não leu ele próprio chamando a família dele de ratazanas? Que eles entrarão em conflito quando ele cair fora? Que a mãe dele se aproximou dele com medo de ir pra baixo da ponte (dedução dele)?

Que fique bem claro que não considero filhos maiores que moram com os pais como encostos... SOMENTE estes que casam com o suporte dos pais!
Responda-o
#17
(12-11-2019, 08:54 PM)Hombre de hielo Escreveu:
(12-11-2019, 05:22 PM)Bandeirante Paulista Escreveu: Gargalhada Gargalhada
Você REALMENTE acredita que a mãe quer que os filhos morram?
É ISSO? Gargalhada Gargalhada

Tu não leu ele próprio chamando a família dele de ratazanas? Que eles entrarão em conflito quando ele cair fora? Que a mãe dele se aproximou dele com medo de ir pra baixo da ponte (dedução dele)?

Que fique bem claro que não considero filhos maiores que moram com os pais como encostos... SOMENTE estes que casam com o suporte dos pais!

Ok, você me convenceu  Pinguins
"Paulistarum Terra Matter..."
Responda-o
#18
(12-11-2019, 08:56 PM)Bandeirante Paulista Escreveu:
(12-11-2019, 08:54 PM)Hombre de hielo Escreveu: Tu não leu ele próprio chamando a família dele de ratazanas? Que eles entrarão em conflito quando ele cair fora? Que a mãe dele se aproximou dele com medo de ir pra baixo da ponte (dedução dele)?

Que fique bem claro que não considero filhos maiores que moram com os pais como encostos... SOMENTE estes que casam com o suporte dos pais!

Ok, você me convenceu  Pinguins

Acrescentei uma frase acima desses 2 parágrafos na minha resposta anterior...

Ele conseguiu ver a face oculta da mãe dele no meio desse tiroteio familiar trollface
Responda-o
#19
Hombre de hielo e a visão além do alcance. Numa visão pragmática e fria da situação realmente a venta gemas seria toda da mãe, claro que teríamos que avaliar outras minúcias do caso para chegar a uma conclusão concreta, mas fazendo uma analogia tá rolando um game of thrones, no caso deixa duas casas se degaldearem e depois só acabar com a que sobrar pois estará enfraquecida após o combate.
Responda-o
#20
(11-11-2019, 09:43 PM)Hombre de hielo Escreveu: @Héracles, um eventual conflito entre ele e o irmão, a única pessoa que poderia ganhar com isso é a mãe deles... imagina se chega ao extremo, e um mata o outro? Um vai pra cadeia e outro pro cemitério e a mãe deles se livra de 4 encostos (os 2 filhos e as 2 noras) num tiro só! Não duvido que a mãe deles comece a jogar um contra o outro.

@Tirano, tua mãe só deve temer uma eventual amante estável do teu pai (somente uma amante pode conseguir a metade dos direitos da esposa, depois do falecimento do homem bigâmico). E sobre tal empréstimo, vê se, se enquadra como usura (ou outro crime do tipo, agiota, etc...) e deixa como uma carta na manga pro futuro (contra tua cunhada e/ou irmão). E já conte que teu pai pode aumentar a parte do teu irmão no Testamento ou até colocar alguém de fora da 'família' de vocês.

"a mãe deles se livra de 4 encostos (os 2 filhos e as 2 noras) num tiro só!"


Yaoming Yaoming Yaoming Yaoming

raxei
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)