Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] Minha 1ª vez no puteiro
#1
[RELATO] Minha 1ª vez no puteiro 
por Homem de Ferro

[Image: jiBlv3g.jpg?1]

Não seus mangininhas filhinhos da mamãe politicamente corretos, não perdi meu cabaço em puteiro, perdi com uma "puta de família" dessa que vocês adoram se humilhar e se rebaixar por migalhas de beijo na boca.

Já tinha ido em um puteiro antes, apenas uma vez, e faz muito tempo mas o nível era mais baixo que esse, então considero esse o primeiro. 

Esse não é um puteiro de luxo, digamos que seja um 3 estrelas, um puteiro-balada. Nunca fui da ala puteiro is the law nem da ala ai meu deus meu pau vai cair se eu pagar por sexo.

Escrevo poucos tópicos nessa comunidade, mas o que eu vi nesse puteiro me impressionou. GPs mais bonitas que as putas de família da faculdade.

Isso mesmo, por incrível que pareça, não digo 100% mas 90% das gps de lá não deixam nada a desejar das baladeiras e das mulheres de faculdade.
A maioria eram gostosas e tinham o rosto simpático, tinha pra todos os gostos, loiras, morenas, negras, altas, baixas, a maioria gostosas.. um verdadeiro oásis no deserto.

Sabe outra coisa que notei também? Lá as mulheres te tratam como gente, e não como estupradores como na balada. As GPs eram gentis e conversavam comigo numa boa, quando você chega nelas, correspondem teu abraço e sempre com um sorriso no rosto.

Você escolhe a dedo, e se souber barganhar gasta 65 reais pra comer uma GP que se tivesse produzida num shopping sem roupas decotadas você diria que era pra casar. Ah, tava esquecendo... e fazem tudo que você quer na cama.


Moral da história:

Não sei vocês, tô pouco me fodendo aliás, agora não fico mais na seca. Pago mesmo, não é por isso que vou deixar de lidar todo dia com as putas de família interesseiras que vocês tanto poem num pedestal. 

Agora me estressar com 1001 exigências pra ter uma chance remota de trepadinha, correr atrás, gastar gasolina, paparicar, aturar cu doce, pagar entrada de balada, ligações/mensagens de celular, dar presentinhos, etc etc etc...

Lidar com mulheres sim.. se estressar pra ter migalhas de sexo...

NUNCA MAIS

Este texto faz parte do projeto: Segunda das Relíquias Perdidas.
Responda-o
#2
Nunca paguei por sexo.

Mas hoje vejo como algo viável. Nada contra.

Principalmente pra quem não está afim de se relacionar com a mulher moderna.
"Homem Marmito"® is trademark of Marmito Man Corporation ™
Responda-o
#3
O autor do texto deixa nas entrelinhas que para ele não há mais diferença entre o proceder das "Civis" em comparação com as garotas de programa. Eu concordo com isto!

Eu gastei mais grana na minha fase de namoradinhas do que quando solteiro a vagar pelos cabarés da vida, mesmo sendo adepto do custo-benefício em primeiro lugar (prefiro 5x100,00 do que 1 puta de 500,00, por mais gostosa que possa ser).
Responda-o
#4
A não ser por motivos religiosos ou o cara ser vegano ( trollface ) não vejo motivo para o cara não ir ao menos uma vez num bom puteiro ou casa de strip.

Rapaz, já fui em uma certa vez com uns brothers numa viagem, meu amigo, a qualidade daquilo era decair o queixo, não tinha UMA menina feia ou velha alí. Parecia aqueles filmes, com atendentes para cada mesa, um show de pole dance, meninas te chamando para um "showzinho particular". Pena que a cerveja custava uma nota kkkkkkkk

Tem também os puteirão menos balada e mais brega, estilo barzinho. Lá é menos espetáculo e garantia de serviço atendido, enquanto casas de strip ou de massagem nem todas as moças deixam você tocar nas "mercadorias" delas, ou se liberam, é por uma nota preta.

Antigamente isso era considerado um rito de passagem entre os homens, de pai pra filho, etc, uma pena que isso perdeu a importância. A primeira coisa que o homem precisa fazer na sua vida adulta é parar de enxergar a mulher como um ser especial e sexo como algo mágico. Teria me ajudado muito se eu tivesse ido no momento certo, tive que aprender as duras penas pois não tive um pai ou tio pra me levar...

Nos dias atuais não há mais nenhum motivo parar recriminar as primas, tem muitas delas que devem ser menos rodadas que as ditas "civis", acredito eu. O rótulo não vale mais nada. Focam tanto na "objetificação da mulher" que esquecem que elas estão lá por que querem, algumas como meio de vida,outras pra ter dinheiro pra pagar uma faculdade, ter um luxo de comprar uma bolsa nova, etc.

Então se alguém tem que odiar elas por algum motivo são as "falsas civis" e as feminazis que não aguentam a concorrência, pois o preço final delas é mais caro e o serviço muito pior kkkkkk É que nem taxistas reclamando do Uber, não adianta, se não se adaptarem e oferecerem algo melhor estarão fadadas ao fracasso.

Pena que aqui cidade pequena o nível é triste, mas já ouvi falar de alguns lugares mais pro Sul do país que quero ter o prazer de visitar algum dia se a grana permitir. Por hora vou ficando com umas civizinhas mesmo. Alternativamente, hoje em dia tem as gourmets, que atendem por WhatsApp ou site, você vai no apê delas ou já marca direto no motel, etc. Mas nada substitui uma boa ida a um bom puteiro.

Obs.: Isso fica apenas como forma hobbie adulto (não é para juvenas cabaços ou matrixianos apaixonadinhos de bosta irem com frequência) para manter a sexualidade masculina em dia e não substitui mulheres para relacionamentos, cada coisa é uma realidade diferente.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#5
Ainda não comi nenhuma puta,somente pela falta de orçamento(prioridades). Na minha visão, elas são importantes para os homens,dão opção pra nós. Conheço muita gente namorando que aguenta muita estresse só para ter sexo. A libido masculina pode ser uma fraqueza,que puxa para situações negativas.
Responda-o
#6
Viking que nunca comeu uma puta? NÃO ACREDITO!

Gargalhada Yaoming Gargalhada
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#7
Quem me levou ao puteiro na primeira vez foi meu pai, tinha 15 anos e ele disse que um dia iria agradecer a ele por aquilo. Obrigado, mestre, viciei nessa bagaça.

Tem nem como comparar puta com civil, civil porcaria com ego batendo na lua e não faz 30% que uma profissional faz. Além, claro, da dificuldade em arranjar um civil que queira um homem "normal" como eu sou. Prefiro 10 vezes putas, zero joguinhos, zero frescuras, total prazer.
Visitante? Crie sua conta clicando aqui para ter acesso a áreas exclusivas.


Responda-o
#8
eu adoro essas profissionais. Pena que acaba rapido
Responda-o
#9
(20-08-2019, 02:15 PM)Behaim Escreveu: Quem me levou ao puteiro na primeira vez foi meu pai, tinha 15 anos e ele disse que um dia iria agradecer a ele por aquilo. Obrigado, mestre, viciei nessa bagaça.

Tem nem como comparar puta com civil, civil porcaria com ego batendo na lua e não faz 30% que uma profissional faz. Além, claro, da dificuldade em arranjar um civil que queira um homem "normal" como eu sou. Prefiro 10 vezes putas, zero joguinhos, zero frescuras, total prazer.

Aviso: Vou fazer umas ponderações, mais filosóficas, meu objetivo não é te criticar enquanto pessoa, mas vou usar sua postagem de ponte para uma reflexão.

Só digo uma coisa: Quando homem vicia em buceta, mulher vira traficante. O cara também não pode viver em função de comer puta.

Beleza, você tem o que você paga pra ter, sem enrolação e isso é bom. Mas onde fica seu trato pessoal, seu desenvolvimento social? 

Você verá outras mulheres na vida, poderá ter uma funcionária no mesmo setor, uma supervisora mulher, sei lá, mas e daí? Como vai lidar com ela? Como lida com suas parentes, suas amigas?

Ah você é um cara "normal", dificilmente uma mulher muito requisitada vai atrás de você, mas e se por ventura aparecer? Ou então uma mediana boa praça?

Eu te digo, eu mesmo sou um cara altamente mediano, não me destaco em absolutamente nada e mesmo assim já arrumei uma ou outra civil bacana pra poder dividir um tempo entre quatro paredes. Minhas ex-namoradas eram todas bonitas e gostosinhas, e aí?

Você só está pegando um atalho para chegar ao prazer, supondo que tem dinheiro. Mas e se não tiver dinheiro? Se tiver coisas mais importantes para poder gastar essa grana? Não dá para viver em função do seu prazer pessoal, isso é vero.

Homem mangina supervalorizando puta como última saída está estragando o mercado para todos nós também, é só observar em muitos lugares as putas fazendo cu doce já. Imagina os manginas despreparados que se apaixonam por essas. Ego de puta na estratosfera é um problema foda e sério.

Resumo da ópera, já tinha comentado antes, mas reforço aqui: A gente terá que lidar com mulheres lá fora, seres de carne e osso, com opiniões, hábitos, problemas, etc. Não depósitos de esperma que fazem tudo o que você quer. Putanhice é só hobbie e não substitui mulheres civis.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#10
(20-08-2019, 06:46 PM)Wild Escreveu: meu objetivo não é te criticar enquanto pessoa

Ainda bem, pq essa sua postagem não tem sentido nenhum pro Berain, já que ele é MGTOW e MGTOW´S só curtem NEOMULHERES para "não pagar pau pra mulher" e "evitar aflorar o lado obscuro e superfaturar hipergamia feminina" assim só se relacionam com putas, afinal de contas, civis não acrescentam em nada ...  


Yaoming Gargalhada
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#11
(21-08-2019, 08:22 AM)Héracles Escreveu:
(20-08-2019, 06:46 PM)Wild Escreveu: meu objetivo não é te criticar enquanto pessoa

Ainda bem, pq essa sua postagem não tem sentido nenhum pro Berain, já que ele é MGTOW e MGTOW´S só curtem NEOMULHERES para "não pagam pau pra mulher" e "evitar aflorar o lado obscuro e superfaturar hipergamia feminina" assim só se relacionam com putas, afinal de contas, civis não acrescentam em nada ...  


Yaoming Gargalhada

Qualquer excesso acredito ser condenável, eu acredito no equilíbrio, num meio termo.

Quando as coisas chegam até certo ponto e polarizam, aí fica complicado... Mas cada um sabe o que faz e que responda por suas atitudes, e isso não demora em acontecer. Por isso não julgo nem critico atitudes individuais, o karma da pessoa já costuma fazer isso. Aqui se faz, aqui se paga.

Não aconselho nem excesso de puta, nem excesso de civis.

No mais cuidem bem das primas Heart (e não inflem o ego delas). Quem cuida bem, tem sempre Big Grin

 Yaoming
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#12
manual do putanheiro
A vida passa como um conto ligeiro. 
Responda-o
#13
Eu já fui duas vezes e não me arrependo.
Só mulher de qualidade.

Tem é que ter cuidado pra não ir em lugar meia boca e pagar um absurdo sendo que não compensa.
Mas muitos caras caem nessa porra ainda. Lugar derrubado pra caralho, só putas feias. O cara entra e paga R$ 150,00, R$ 200,00 conto.
Tá é doido.

E o outro problema já foi mencionado pelos camaradas aí acima: não pode é viciar.

Conheço um caboco que foi na casa de facilidades e encheu a putanhesca de beijocas.
Não façam isso também.
Responda-o
#14
(20-08-2019, 06:46 PM)Wild Escreveu:
(20-08-2019, 02:15 PM)Behaim Escreveu:
Spoiler Revelar
Quem me levou ao puteiro na primeira vez foi meu pai, tinha 15 anos e ele disse que um dia iria agradecer a ele por aquilo. Obrigado, mestre, viciei nessa bagaça.

Tem nem como comparar puta com civil, civil porcaria com ego batendo na lua e não faz 30% que uma profissional faz. Além, claro, da dificuldade em arranjar um civil que queira um homem "normal" como eu sou. Prefiro 10 vezes putas, zero joguinhos, zero frescuras, total prazer.

Aviso: Vou fazer umas ponderações, mais filosóficas, meu objetivo não é te criticar enquanto pessoa, mas vou usar sua postagem de ponte para uma reflexão.

Só digo uma coisa: Quando homem vicia em buceta, mulher vira traficante. O cara também não pode viver em função de comer puta.

Beleza, você tem o que você paga pra ter, sem enrolação e isso é bom. Mas onde fica seu trato pessoal, seu desenvolvimento social? 

Você verá outras mulheres na vida, poderá ter uma funcionária no mesmo setor, uma supervisora mulher, sei lá, mas e daí? Como vai lidar com ela? Como lida com suas parentes, suas amigas?

Ah você é um cara "normal", dificilmente uma mulher muito requisitada vai atrás de você, mas e se por ventura aparecer? Ou então uma mediana boa praça?

Eu te digo, eu mesmo sou um cara altamente mediano, não me destaco em absolutamente nada e mesmo assim já arrumei uma ou outra civil bacana pra poder dividir um tempo entre quatro paredes. Minhas ex-namoradas eram todas bonitas e gostosinhas, e aí?

Você só está pegando um atalho para chegar ao prazer, supondo que tem dinheiro. Mas e se não tiver dinheiro? Se tiver coisas mais importantes para poder gastar essa grana? Não dá para viver em função do seu prazer pessoal, isso é vero.

Homem mangina supervalorizando puta como última saída está estragando o mercado para todos nós também, é só observar em muitos lugares as putas fazendo cu doce já. Imagina os manginas despreparados que se apaixonam por essas. Ego de puta na estratosfera é um problema foda e sério.

Resumo da ópera, já tinha comentado antes, mas reforço aqui: A gente terá que lidar com mulheres lá fora, seres de carne e osso, com opiniões, hábitos, problemas, etc. Não depósitos de esperma que fazem tudo o que você quer. Putanhice é só hobbie e não substitui mulheres civis.

Por essas e por outras que o mercado putanhistico anda tão merda desse jeito. Tem cara que não sabe a diferença entre ir em um bom restaurante de vez em quando e comer uma boa lagosta e fazer um arroz e feijão em casa no dia a dia. Um não substitui o outro e nem precisa, mas se você começar a comer lagosta todo santo dia o dono do restaurante cresce o olho e o preço, porque sabe que o produto é raro e você tem obviamente uma relação de vício com aquilo.

Todo homem que entra de cabeça na putaria vicia e isso acaba contaminando o resto da vida, não tem jeito.

Já comi loira do cu rosa por 50 reais, mas hoje isso é impossível. Não vou pagar 500 conto pra meter uma hora. Isso em  outrora me obrigou a "namorar" uma pra ter uma foda fixa de qualidade, mas junto vieram todos os problemas que todo mundo já tá cansado de saber.

Não existe cartada final nessa equação, você ganha aqui e perde ali, sempre. Hoje essa geração só quer saber dos benefícios.


O advento das GPs Gaúchas só mostra o quanto o mercado ficou bosta e o homem também. Antigamente você pagava no máximo 100 conto e era foda ilimitada com tudo incluso, enquanto o pau ficasse duro tu ficava ali metendo o dia inteiro se preciso. Fazia a fama no cabaré e as putas até te disputavam pra ver quem ia levar rola no dia. GP pedia tapa na cara, pedia pica no rabo e tudo mais, sem migué e sem enrolação.

Hoje cu tem adicional, isso e aquilo tem taxa extra, resumindo, regulamentaram e burocratizaram a putaria. Os manginas conseguiram estragar o mundo da putaria.

Imagino essa galera que gosta hoje o que fariam de voltassemos uns 15 anos atrás ou mais, no auge da coisa. Ficariam loucos, isso sim. Se hoje com a quantidade de gp meia boca que tem os caras já endoidam, imagina antigamente que falavam baixinho no seu ouvido pedindo pra gozar gostoso na boca e falavam que eram sua putinha safada.

Iam casar com elas, certeza absoluta.

Entrei pela primeira vez em um puteiro com 13 anos de idade e isso foi uma base indispensável para a minha vida.

Todo mundo quer comer as loiras do cu rosa, mas no final só sobra pra quem vende um rim pra pagar ou acaba engatando um relacionamento com o objetivo fodal. Quando o sexo esfria o relacionamento acaba ou você engravida a mulher antes, um dos dois.
Responda-o
#15


"Fiat justitia, et pereat mundus..."
Responda-o
#16
Por aí confrade, ao meu ver boa parte da culpa pela crise no mercado putanhistico vem dos próprios homens, muito homem carentão começa entrar nesses ambientes e usam as putas para terem relacionamento fodal e acabam ficando clientes fixos deixando as putas sempre condicionadas a mimos para fazerem um atendimento de qualidade. (Elas se sentem a Julia Roberts desejadas pelo Richard Gere)

A síndrome de Cinderellas também atinge as putas, afinal elas são mulheres né,

Fora a capacidade de alguns homens complicar o que é simples.

- Já vi homem homem com o lema de Odair José, querendo tirar puta da zona;
- Homem bobão entregar flores para quenga com declarações, depois da mesma voltar chapadona de drogas de uma suruba com traficantes;
Responda-o
#17
Tem nego que paga a hora só pra dormir de conchinha, vai esperar o que duma merda dessas? ...

por isso até puta se acha princesa da disney
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#18
(22-08-2019, 01:54 PM)Fernando_R1 Escreveu: Por aí confrade, ao meu ver boa parte da culpa pela crise no mercado putanhistico vem dos próprios homens, muito homem carentão começa entrar nesses ambientes e usam as putas para terem relacionamento fodal e acabam ficando clientes fixos deixando as putas sempre condicionadas a mimos para fazerem um atendimento de qualidade. (Elas se sentem a Julia Roberts desejadas pelo Richard Gere)

A síndrome de Cinderellas também atinge as putas, afinal elas são mulheres né,

Fora a capacidade de alguns homens complicar o que é simples.

- Já vi homem homem com o lema de Odair José, querendo tirar puta da zona;
- Homem bobão entregar flores para quenga com declarações, depois da mesma voltar chapadona de drogas de uma suruba com traficantes;

Tá cheio de velho endinheirado querendo transformar puta em amante fixa.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [RELATO] - Minha vida até aqui ROGG 15 1,383 19-04-2020, 12:43 PM
Última Postagem: Slavic
  [RELATO] Meu Relato, Minha Vida: Vim, Vi e Venci Libertador 9 1,442 12-04-2020, 05:55 PM
Última Postagem: Gorlami

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)