Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] Construção - Alguns princípios
#1
Olá pessoal,

Seguem algumas observações sobre construção. Eu ganhei uma grana extra com alguns trades e resolvi arrumar o banheiro, pois as instalações tinham mais de cinquenta anos, os azulejos estavam estufados, alguns já tinham caído, além do mau cheiro pois o encanamento da água normal fluía para o esgoto.
 
Enfim, tive alguns problemas com a obra, não chegou a ser tão grave mas podia ser evitado se eu tivesse um pouco + de experiencia. Ajudou pelo aprendizado e quem não tiver tino para essas coisas pode aqui achar um rápido norte para futuras obras. Serve para contratações de outros serviços também, por que não?

Tudo começa com uma indicação

Como há um encanador muito bom e de confiança, chamei-o para arrumar a boia da caixa d´água que estava dando problema por causa da onda de frio do início de julho, dáva-se descarga e a boia ficava fazendo barulho lá em cima, além de a válvula, por causa do frio, não voltar ao estágio inicial, só ficava água jorrando privada adentro.

Então pedi a ele indicar um pedreiro para reformar o banheiro, pois estava bem judiado. Foi então que ele indicou um conhecido dele.

Esse cara veio e olhou o banheiro.

Primeiro erro: não pesquisar e entrevistar vários profissionais. Fiquei apenas com ele, sem levar em consideração que há mais profissionais na cidade, queria demais consertar o mais rápido possível e a ansiedade pesou.

Segundo erro: deixei que ele percebesse que eu não tinha pesquisado nada ainda. Então ele falou os lugares pra comprar materiais, quando falei de um estabelecimento que conheço ele disse que tal lugar era enrolado, que era preferível comprar em determinado lugar, com determinada pessoa (uma funkeira).

Claro que isso soa estranho e ele devia ganhar uma comissão ou ser amigo de quem trabalha no estabelecimento indicado por ele. Então ele sugeriu tudo, que tipo de piso era melhor comprar, que era melhor colocar uma pedra de mármore como lavatório e nisso ele já indicou um conhecido que trabalha numa marmoraria na saída da cidade, enquanto depois eu vi que tinha uma a um quilômetro de casa, ou seja, no centro.

Terceiro erro, derivado do segundo: não pesquisar. Fui a pedido dele comprar tudo numa casa de construção da cidade, é conhecida mas não tinha nem 10% das opções que o concorrente tem. Comprei direto lá, sem pestanejar. Ainda não gostei do atendimento, a funcionária era tipo mana, funkeira, não gostei do jeito dela meio rude. Fui pensar nisso depois.

No mesmo dia, veio o marmoreiro para medir e falou que ia demorar duas semanas pra chegar o mármore. Este item não era necessário, totalmente inútil, mas fui na conversa do pedreiro e não tive visão crítica que eu mesmo poderia decorar o banheiro. Vou chegar nessa parte mais à frente.

Então, as obras começaram, quebraram o banheiro todo para tirar os pisos e azulejos, isso foi um dia inteiro; no outro dia veio o cara pra fazer o reboco, um cara que foi indicado pelo pedreiro que contratei. Aqui vai um conselho, não sorrir muito pra essa gente, nem ficar de conversa; cometi esse erro e já começou a pedir café, fósforo, e falava alto. Fazer cara feia é bom.

No outro dia, veio o encanador, o cara do início deste relato, o cara realmente é bom, profissional. Ele fez tudo certinho, o encanamento foi readequado, água de esgoto pra um lado, água do lavatório pra outro, este homem não deu nenhum trabalho pra mim.

Daí em outro dia veio o cara pra chumbar a parede com os encanamentos novos e quebrar o piso e refazer o contrapiso. Este também não deu trabalho, ficava quieto apesar de ser devagar. Com certeza fazem isso pra valorizar o trabalho, o Brasil é o país de "migués".

Neste ínterim de quase duas semanas, já estava atrasada a chegada dos materiais e pisos que encomendei na casa de construção. Isso me deixou irritado, ter que ficar cobrando a funkeira e ela inventando desculpas. Uma dica aqui: primeiro faça o pedido, depois comece as obras para não depender da entrega. O pessoal das casas de construção entregam em dia específico da semana, pois andar pra lá e pra cá gasta muito. Eles fazem entregas tudo duma vez.

Enfim vieram os pisos, mas faltou o vaso sanitário. Tive que cobrar a funkeira de novo, trouxeram dois dias depois.

Já mais para a reta final da obra, o pedreiro contratado ficou definitivo em casa, enquanto ele estava construindo a casa dele os outros estavam fazendo os serviços aqui.
O que não gostei nesse cara é que ele começou a pedir demais: não pedia tudo de uma vez; cada hora era uma coisa. Para fixar os pisos ele pediu-me cunhas e niveladores; fui lá comprar. Depois falou que tinha de tirar a janela porque estava torta, ele tirou mas não acho que era necessário para fixar os pisos. Como eu não sabia, deixei que fizesse.

E nisso ele pediu para comprar mais cimento, alguns tijolos, entre outros materiais. Teve uma celuloide que ele pediu pra comprar, isso é coisa dele, que ele devia trazer, é instrumento. Mas comprei, é barata.

Outra coisa que me irritava era o fato de ele pedir água. O cara não trazia água num recipiente térmico igual outros pedreiros. Outra coisa que me deixou irritado: ele não limpava a sujeira que fazia. Ia embora, recolhia apenas alguns materiais e as rebarbas de pisos, tijolos ficavam tudo pelo caminho.

Por fim, depois de finalizado e assentados o piso todo do banheiro, ele levou as cunhas; claro que as utilizaria na obra da própria casa, além de outras coisas que eu comprei pra ele. Pensei em descontar mas deixei pra lá, não quero problemas futuros.

Para terminar, faltou o cara do mármore, que não veio. Tive de comprar um gabinete no show room mais famoso da cidade, e lá eu vi o tanto de opção que tinha, de variados preços, a bancada de mármore não ficaria tão bonita quanto ficou agora com um simples gabinete. Neste show-room eu vi o tanto de opções de pisos que existiam lá, as mais variadas coisas pra construção, e preços, além de atendimento mais agradável. 

Só consegui finalizar tudo em três semanas. Ficou excelente o banheiro, os acabamentos eu que comprei, ficou + bonito que se fosse com mármore. Mas estes transtornos que citei serviram como parâmetro para as futuras coisas que terei de fazer em casa. Já estou pensando em eu mesmo passar massa corrida e pintar a casa. Certas coisas devemos nós mesmos fazer se forem possíveis. Não faltam tutoriais na internet para explorar sobre o tema. Tempo é o que + tenho.

Por fim, um conselho: pra tudo que for comprar, não mostre afobação, nem ansiedade! Pesquise produtos e serviços, saiba antes como vai querer algo, se há alternativas para as sugestões do profissional, como trabalham os profissionais da área, procurar entender como funciona o meio do profissional que for contratar.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)